Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Campus Virtual de Saúde Pública

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Fissura Labiopalatal [Lábio Leporino]

Rafael Figueiredo; Christovão Paiva; Marcela Morato.
Recursos Educacionais Abertos em Português | CVSP - Brasil | ID: cvsp-brasil--331520
oai:brasil.campusvirtualsp.org:331520 2018-06-05 type:LearningObject Fissura Labiopalatal [Lábio Leporino] Rafael Figueiredo Christovão Paiva Marcela Morato Um, em cada 650 bebês no Brasil, nasce com fissura labiopalatina. Essa má formação, mais conhecida como lábio leporino, prejudica a fala, a alimentação, a dentição... além de afetar muito a auto-estima e a socialização dessas crianças. Mas tanto a fissura no lábio quanto a fenda no palato, podem ser corrigidas. Hoje você vai entender quantas cirurgias são necessárias, quando elas devem acontecer e quais são os profissionais envolvidos nesse processo de reabilitação, que devolve não apenas o sorriso de tantas crianças. Mas também a chance de se desenvolverem normalmente. A apresentadora Marcela Morato entrevista Fátima Brandão, diretora do Hospital Municipal de Nossa Senhora do Loreto - RJ e CEFIL - Centro de Tratamento de Fissuras Labiopalatinas. O Ligado Indica as instituições parceiras: Smile Train no link: www.smiletrainbrasil.com; Operação Sorriso no link: www.operacaosorisso.org.br. Participantes: Ana Cláudia de Oliveira Cruz, coordenadora do CEFIL; Fernanda Sommer, mãe do Pedro, 6 meses; Maria Célia dos Santos Rendeiro, fonoaudióloga e Coordenadora do Coral CEFIL; Márcia Guapyassú, regente do Coral CEFIL; Juan Alencar de Macedo, 13 anos; Maria Clara Santos Souza, 17 anos. Canal Saúde Fiocruz 2018-06-05T00:00:00 Learning Object Vídeo http://www.canal.fiocruz.br/video/index.php?v=Fissura-Labiopalatal-LES-1858 pt-br Prover saberes sobre a má formação, Fissura labiopalatina (lábio leporino), como pode ser corrigida, quantas cirurgias são necessárias e o processo de reabilitação dos pacientes.
Um, em cada 650 bebês no Brasil, nasce com fissura labiopalatina. Essa má formação, mais conhecida como lábio leporino, prejudica a fala, a alimentação, a dentição... além de afetar muito a auto-estima e a socialização dessas crianças. Mas tanto a fissura no lábio quanto a fenda no palato, podem ser corrigidas. Hoje você vai entender quantas cirurgias são necessárias, quando elas devem acontecer e quais são os profissionais envolvidos nesse processo de reabilitação, que devolve não apenas o sorriso de tantas crianças. Mas também a chance de se desenvolverem normalmente. A apresentadora Marcela Morato entrevista Fátima Brandão, diretora do Hospital Municipal de Nossa Senhora do Loreto - RJ e CEFIL - Centro de Tratamento de Fissuras Labiopalatinas. O Ligado Indica as instituições parceiras: Smile Train no link: www.smiletrainbrasil.com; Operação Sorriso no link: www.operacaosorisso.org.br. Participantes: Ana Cláudia de Oliveira Cruz, coordenadora do CEFIL; Fernanda Sommer, mãe do Pedro, 6 meses; Maria Célia dos Santos Rendeiro, fonoaudióloga e Coordenadora do Coral CEFIL; Márcia Guapyassú, regente do Coral CEFIL; Juan Alencar de Macedo, 13 anos; Maria Clara Santos Souza, 17 anos.