Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 15 de 15
Filter
1.
Invest. educ. enferm ; 40(2): 149-160, 15 de junio 2022.
Article in English | LILACS, BDENF, COLNAL | ID: biblio-1379630

ABSTRACT

Objective. To identify the knowledge of teachers about suicidal behavior in adolescents. Methods. Qualitative exploratory-descriptive study conducted in a state school in the municipality of Porto Alegre, RS, Brazil. Twelve teachers participated in the study. Data were collected through semi-structured interviews analyzed using Bardin's Content Analysis. Results. Three categories were built: "Warning signs of suicide", related to the signs identified by the professionals; "Risk factors for suicide", which indicate the reasons that may lead adolescents to present this type of behavior; and "Difficulties in dealing with the behaviors", referring to the behaviors adopted by adolescents and the difficulties of teachers before the theme. Conclusion. It was possible to identify that teachers recognize some signs of suicidal behavior, as well as some risk factors. Nonetheless, it is necessary to qualify them to approach the subject, since they feel insecure to act in more critical moments, thus generating mainly feelings of sadness, guilt and powerlessness.


Objetivo. Identificar el conocimiento de los profesores sobre el comportamiento suicida en adolescentes. Métodos. Estudio exploratorio-descriptivo y cualitativo realizado en una escuela pública del municipio de Porto Alegre, RS, Brasil. Doce profesores participaron en el estudio. Los datos se recogieron mediante entrevistas semiestructuradas, que fueron analizadas utilizando el Análisis de Contenido de Bardin. Resultados. Se construyeron tres categorías: "Señales de alerta de suicidio", relacionada con las señales identificadas por los profesionales; "Factores de riesgo de suicidio", que indican las razones que pueden llevar a los adolescentes a presentar este tipo de comportamiento; y "Dificultades para lidiar con los comportamientos", relativa a las conductas adoptadas por los adolescentes y a las dificultades de los profesionales frente al tema. Conclusión. Se pudo identificar que los profesores reconocen algunas señales de comportamiento suicida, así como algunos factores de riesgo. Sin embargo, es necesario cualificarlas para el abordaje del problema, pues se sienten inseguros para actuar en los momentos más críticos, generando principalmente sentimientos de tristeza, culpa e impotencia.


Objetivo. Identificar o conhecimento de professores sobre comportamento suicida em adolescentes. Métodos. Estudo exploratório-descritivo, qualitativo, realizado em uma escola estadual no município de Porto Alegre, RS, Brasil. Participaram no estudo 12 professores. Os dados foram coletados mediante entrevistas semiestruturadas analisadas por meio da Análise de Conteúdo de Bardin. Resultados. Foram construídas três categorias: "Sinais de alerta para o suicídio", relacionada com os sinais identificados pelos profissionais; "Fatores de risco para o suicídio", que apontam os motivos que podem levar os adolescentes a apresentarem este tipo de comportamento; e, "Dificuldades em lidar com os comportamentos" referentes às condutas adotadas pelos adolescentes e as dificuldades dos professores frente ao tema. Conclusão. Foi possível identificar que os professores reconhecem alguns sinais de comportamento suicida assim como alguns fatores de risco. Porém, é preciso qualificá-los para a abordagem ao assunto, visto que se sentem inseguros para agir em momentos mais críticos, gerando principalmente sentimentos de tristeza, culpa e impotência.


Subject(s)
Humans , Adolescent , Suicide , Behavior , Mental Health , Risk Factors , Adolescent Health , Education , Knowledge , Sadness , Guilt
2.
Invest. educ. enferm ; 37(3): [E08], 15 Octubre 2019. Tab 1
Article in English | LILACS, BDENF, COLNAL | ID: biblio-1023493

ABSTRACT

Objective. To determine the importance of the family support group in the treatment of codependency, based in reports made by relatives of a therapeutic community for drug addicts. Methods. Study conducted in a therapeutic community for alcohol and other drug addicts in a city in the southern extreme of Brazil. This is a qualitative, exploratory and descriptive research with eight drug addict relatives. Data collection occurred through semi-structured interviews and the use of a field diary, focusing on the family orientation group as a space for the health promotion of family members of psychoactive substance users. Results. Through discursive analysis, it was found that the family orientation group constitutes an important tool of educational character, capable of responding to the family demands of chemical dependence, as well as rethinking and modifying attitudes and characteristic behaviors of co-dependence. Conclusion. The support group is fundamental as a care strategy for codependent families, and may act more effectively when professionals are trained to intervene in the phenomenon of codependency.


Objetivo. Conocer, a partir del relato de familiares de una comunidad terapéutica para dependientes químicos, la importancia del grupo de apoyo familiar en el tratamiento de la codependencia. Métodos. Este estudio se realizó en una comunidad terapéutica para consumidores de alcohol y otras sustancias en una ciudad del extremo sur en Brasil. Se trata de una investigación cualitativa, descriptiva, con la participación de ocho familiares de dependientes químicos. La recolección de datos se realizó con entrevista semiestructurada y con el uso del diario de campo, teniendo como foco el grupo de orientación familiar como un espacio para la promoción de la salud de familiares de usuarios de sustancias psicoactivas. Resultados. En el análisis discursivo, se constató que el Grupo de Orientación Familiar es una importante herramienta de carácter educativo, capaz de responder a las demandas familiares sobre la dependencia química, así como repensar y modificar actitudes y comportamientos característicos de la codependencia. Conclusión. El apoyo grupal es fundamental como estrategia de cuidado a las familias codependientes y puede ser aún más eficaz cuando los profesionales son capacitados para intervenir el fenómeno de la codependencia.


Objetivo. Conhecer, a partir do relato de familiares de uma comunidade terapêutica para dependentes químicos, a importância do grupo de apoio familiar no tratamento da codependência. Métodos. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, exploratória e descritiva com oito familiares de dependentes químicos. A coleta de dados ocorreu por meio da entrevista semiestruturada e pelo uso do diário de campo, tendo como foco o grupo de orientação familiar como um espaço para a promoção da saúde de familiares de usuários de substância psicoativas. Resultados. Mediante análise discursiva, constatou-se que o Grupo de Orientação Familiar se constitui em uma importante ferramenta de caráter educativo, capaz de responder as demandas familiares da dependência química, bem como repensar e modificar atitudes e comportamentos característicos da codependência. Conclusão. O grupo de apoio é fundamental como uma estratégia de cuidado às famílias codependentes, podendo atuar de modo mais eficaz quando os profissionais são capacitados para intervirem no fenômeno da codependência.


Subject(s)
Humans , Therapeutic Community , Family , Codependency, Psychological , Communication , Substance-Related Disorders , Qualitative Research , Family Therapy
3.
Invest. educ. enferm ; 37(2): [E11], 15-06-2019. Tab 1
Article in English | LILACS, BDENF, COLNAL | ID: biblio-1007633

ABSTRACT

Abstract Objective. To know the perception of health, education and social service professionals about the records and notifications of violence against children and adolescents, carried out in a municipality in the south of Brazil. Methods. This is an exploratory, descriptive, and qualitative approach, specifically developed in places that integrate children and adolescents victims of violence. Ten professionals participated, including three nurses, one doctor, two social workers, two psychologists, one tutor, and one educator. Data collection was performed through a semi-structured interview. The statements were submitted to discursive textual analysis. Results. Theanalysis showed that the act of recording and reporting violence against children and adolescents is still not a routine practice for health professionals. The registration and formal communication of the information should be considered as a priority; however, the results showed that the protection of the victim seems to overlap with the registry. The study identified important elements in strategies for coping with violence against children and adolescents: centralization of notifications in a single service; creation of a notification flow; existence of an advisory team to deal with cases of violence; and completion of compulsory notification by education and social assistance professionals. Conclusion. For the professionals, the routine attendance of situations involving violence, but not formalized through the notification form, has contributed to the underreporting and invisibility of the cases.


Resumen Objetivo. Conocer la percepción de los profesionales de la salud, educación y servicio social acerca de las notificaciones de violencia contra los niños y adolescentes, realizadas en un municipio del sur de Brasil. Métodos. Se trata de una investigación exploratoria, descriptiva, cualitativa, desarrollada específicamente en centros que integran niños y adolescentes víctimas de violencia. Participaron en el estudio diez profesionales: tres enfermeros, un médico, dos asistentes sociales, dos psicólogos, un consejero tutelar y un educador. La recolección de los datos se realizó mediante entrevistas semiestruturadas. Los testimonios se sometieron al análisis textual discursivo. Resultados. El análisis realizado muestra que el acto de registrar y notificar la violencia contra los niños y adolescentes aún no es una práctica usual en la rutina de los profesionales participantes. El registro y comunicación formal de la información debería ser considerada como prioridad, sin embargo, los resultados apuntan a que la protección de la víctima parece superponerse al registro. El estudio identificó elementos importantes en el direccionamiento de estrategias de enfrentamiento de la violencia contra niños y adolescentes, a saber: centralización de las notificaciones en un único servicio; creación de un flujo de notificaciones; existencia de un equipo asesor para la atención de los casos de violencia; diligenciamiento de la ficha de notificación por los profesionales de educación y asistencia social. Conclusión. Para los profesionales la atención rutinaria de situaciones que involucran violencia, pueden no ser formalizadas a través de la ficha de notificación, lo que está contribuyendo en la subnotificación e invisibilidad de los casos.


Resumo Objetivo. Conhecer a percepção dos profissionais de saúde, educação e serviço social, acerca dos registros e notificações de violência contra crianças e adolescentes, realizadas em um município do sul do Brasil. Métodos. Trata-se de uma pesquisa exploratória, descritiva, de abordagem qualitativa, desenvolvida especificamente em locais que integram crianças e adolescentes vítimas de violência. Participaram do estudo dez profissionais, sendo três enfermeiros, um médico, duas assistentes sociais, dois psicólogos, um conselheiro tutelar, um educador. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista semiestruturada. Os depoimentos foram submetidos à análise textual discursiva. Resultados. A análise realizada demonstra que o ato de registrar e notificar a violência contra crianças e adolescentes ainda não se configura como uma prática usual na rotina dos profissionais do setor saúde. O registro e comunicação formal das informações deveriam ser consideradas como prioridade, no entanto, os resultados apontam que a proteção da vítima parece sobrepor ao registro. O estudo identificou elementos importantes no direcionamento de estratégias de enfrentamento da violência contra crianças e adolescentes, a saber: centralização das notificações em um único serviço; criação de um fluxo de notificações; existência de uma equipe assessora para o atendimento dos casos de violência; preenchimento da ficha de notificação compulsória pelos profissionais da educação e assistência social. Conclusão. Para os profissionais o atendimento rotineiro de situações que envolvem violência, porém não formalizadas através da ficha de notificação, o que vem contribuindo para a subnotificação e invisibilidade dos casos.


Subject(s)
Humans , Child Advocacy , Registries , Nursing , Domestic Violence , Mandatory Reporting
4.
Invest. educ. enferm ; 36(3): [E02], Diciembre 15 de 2018.
Article in English | LILACS, BDENF, COLNAL | ID: biblio-966605

ABSTRACT

Objective. To know the obstacles faced by the professionals to work in network and challenges of the work of the professionals in the Reference Center Specialized in Social Assistance (CREAS) of a municipality in the extreme south of Brazil. Methods. It is a qualitative study, developed with twelve professionals of a CREAS. Data collection was performed through a semi-structured interview, from April to May 2016. The interviews were submitted to content analysis. Results. The fragmentation among the various services that make up the victim assistance network is an obstacle for professionals as they are unable to continue the recovery and health promotion actions of these families. The professionals point out the bureaucratic procedures, the accumulation of functions and the lack of human and financial resources as a routine problem and that seriously hinders the progress of the service. Conclusion. For the professionals, the protection network (AU)


Objetivo. Conocer la problemática de la violencia intrafamiliar contra niños y adolescentes a partir de la percepción de los profesionales de un Centro de Referencia Especializado en Asistencia Social (CREAS) de un municipio del extremo sur de Brasil. Métodos. Se trata de un estudio cualitativo desarrollado con doce profesionales de un CREAS. La recolección de datos se realizó mediante una entrevista semiestructurada, en el período de mayo a junio de 2016. Los testimonios se sometieron al análisis de contenido. Resultados. Entre los diversos servicios que componen la red de atención a las víctimas, la fragmentación es el principal obstáculo para los profesionales en medida que no logran dar continuidad a las acciones de recuperación y promoción de la salud de familias afectadas. Los trámites burocráticos, la acumulación de funciones y la falta de recursos humanos y financieros son destacados por los profesionales como un problema rutinario que dificulta seriamente la prestación del servicio. Conclusión. Para los profesionales, la red de protección presenta fragilidades que comprometen la garantía de los derechos de niños y adolescentes.(AU)


Objetivo. Conhecer os obstáculos enfrentados pelos profissionais para atuação em rede e desafios da atuação dos profissionais no Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS) de um município do extremo sul do Brasil. Métodos. Trata-se de um estudo qualitativo, desenvolvido com doze profissionais de um CREAS. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista semiestruturada, no período de abril a maio de 2016. Os depoimentos foram submetidos à análise de conteúdo. Resultados. A fragmentação, entre os diversos serviços que compõem a rede de atendimento às vítimas, se constitui em obstáculo para os profissionais à medida que eles não conseguem dar continuidade às ações de recuperação e promoção da saúde dessas famílias. Os trâmites burocráticos, o acúmulo de funções e a falta de recursos humanos e financeiros são apontados pelos profissionais como um problema rotineiro e que seriamente dificulta o andamento do serviço. Conclusão. Para os profissionais, a rede de proteção apresenta fragilidades que comprometem a garantia de direitos de crianças e adolescentes.(AU)


Subject(s)
Humans , Child , Child Advocacy , Adolescent , Qualitative Research , Exposure to Violence
5.
Invest. educ. enferm ; 34(1): 152-161, Jan.-Apr. 2016. ilus, tab
Article in English | LILACS, BDENF, COLNAL | ID: lil-783561

ABSTRACT

Objective.This study aimed to analyze the reports of violence against children and adolescents in the period between January 2009 and May 2014 in a municipality protection institution of Rio Grande, RS. Methods. This is a descriptive and documentary study with a quantitative approach that analyzed 800 medical records of Specialized Reference Center for Social Assistance (CREAS), from the development of a research instrument containing the study variables. Results. The results show that 44.5% of the notifications sent to the protection of organs were carried out by family members and evidence of physical signs was the reason that triggered them (34%). The dismissing by abandonment of families is very present in the institution (36.9%), which possibly supports the maintenance of the cycle of violence. Conclusion. The results of this study show that although there were improvements regarding the notification by the family, the number of notifications made by the health and education sectors are still reduced, thereby increasing the need for more effective and articulated actions in these sectors.


Objetivo.Analisar las notificaciones de violencia contra niños y adolescentes en el período comprendido entre enero de 2009 a mayo de 2014 en una institución de protección del municipio do Rio Grande, RS. Métodos. Se trata de un estudio descriptivo y documental de abordaje cuantitativo en el que fueron analizados 800 prontuarios del Centro de Referencia Especializado en Asistencia Social (CREAS), a partir de la elaboración de un instrumento de investigación que contenía las variables de estudio. Resultados. El 44.5% de las notificaciones remitidas a los organismos de protección fueron realizadas por los familiares y una proporción pequeña fue reportada por las instituciones de salud y por las escuelas (4% cada una). La evidencia de signos físicos de violencia fue el principal motivo que desencadenó la denuncia (34%). El desligamiento por el abandono de las familias fue bastante frecuente en la institución (36.9%), corroborando posiblemente el mantenimiento del ciclo de violencia. Conclusión. Los resultados de este estudio muestran que el número de notificaciones realizadas por los sectores salud y educación son muy reducidas, y que se necesitann acciones más efectivas y articuladas de estos sectores para la atención.


Objetivo.Analisar as notificações de violência contra crianças e adolescentes, no período compreendido entre janeiro de 2009 e maio de 2014 em uma instituição de proteção do município do Rio Grande, RS. Métodos. Trata-se de um estudo descritivo e documental, de abordagem quantitativa em que foram analisados 800 prontuários do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), a partir da elaboração de um instrumento de pesquisa contendo as variáveis de estudo. Resultados. A 44.5% das notificações encaminhadas aos órgãos de proteção foi realizada pelos familiares e a evidência de sinais fisicos foi o motivo que as desencadeou (34%). O desligamento por abandono das famílias é bastante presente na instituição (36.9%), corroborando possivelmente a manutenção do ciclo de violência. Conclusão. Os resultados desse estudo mostram que embora tenham ocorrido avanços em relação à notificação pelos familiares, destaca-se que o número de notificações realizadas pelo setor saúde e educação ainda se mostra reduzido, reforçando, assim, a necessidade de ações mais efetivas e articuladas desses setores.


Subject(s)
Humans , Nursing , Domestic Violence , Mandatory Reporting
6.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-843509

ABSTRACT

Introduction:Domestic violence is a social and public health problem and its rates are currently increasing. It is present in all social classes, ethnicities and educational levels.Objective:To analyse the actions done by health professionals who work in Basic Health Units (BHUs) to recognise cases of psychological violence against children.Methods:This is a qualitative, descriptive and exploratory study. It used an analysis of the thematic data content. Interviews were conducted with 24 professionals working in BHUs in a city in southern Brazil.Results: It was observed that physical symptoms are prioritised and there is an underestimation of mental health issues, especially those relating to psychological violence.Conclusions: It was identified that professionals from the BHUs cannot intervene effectively because of the difficulty in identifying cases of domestic violence and their lack of training for dealing with cases of violence against children.


INTRODUÇÃO: A violência intrafamiliar é um problema social e de saúde pública e, atualmente, tem seus índices aumentados. Encontra-se presente em todas as classes sociais, étnicas ou grau de escolaridade MÉTODO: Este trabalho é uma pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória. Foi utilizada a análise de conteúdo temática dos dados. Realizou-se entrevistas com 24 profissionais que trabalham em UBSFs, em um município do sul do Brasil RESULTADOS: Observou-se que os sintomas físicos são priorizados e ocorre a subestimação da saúde mental, principalmente da violência psicológica. : Identificou-se que os profissionais das UBSFs não conseguem intervir de maneira eficaz, devido a dificuldade na identificação dos casos de violência intrafamiliar e da ausência de capacitação para atuar nos casos de violência contra a criança


Subject(s)
Humans , Male , Female , Child , Adolescent , Child Advocacy , Domestic Violence , Health Policy , Mental Health , Public Policy , Social Problems , Health Centers , Health Personnel , Qualitative Research
9.
Rev. latinoam. enferm ; 17(3): 410-416, May-June 2009. tab
Article in English, Spanish, Portuguese | LILACS, BDENF | ID: lil-521669

ABSTRACT

This narrative-descriptive review is about the safety/protection of hospitalized children who, due to their fragility, vulnerability and peculiar growth and development conditions need special attention from health professionals. This study aimed to identify knowledge production on safety, protection and violence to hospitalized children between 1997 and 2007. In total, 15 national and international articles were analyzed, using the key words: hospitalized child, safety, violence and nursing. This qualitative approach enabled the development of four categories: adverse occurrences; medication errors; notification of adverse occurrences; and safety of pediatric patients. Results indicate the need to develop strategies to reduce the probability of these events occurring during children's hospitalization, so that they do not suffer any problem neither violation of their fundamental rights.


El estudio trata de la seguridad y protección del niño hospitalizado que, por su fragilidad, vulnerabilidad y condiciones peculiares de crecimiento y desarrollo, necesita atención especial de los profesionales de la salud. Es una revisión narrativa y descriptiva que tuvo por objetivo identificar la producción de conocimiento sobre el tema de la seguridad y protección del niño hospitalizado, en el período comprendido entre 1997 y 2007. Fueron analizados 15 artículos, nacionales e internacionales utilizando las palabras clave: niños hospitalizados; seguridad; violencia y enfermería. El abordaje cualitativo permitió la formulación de cuatro categorías: ocurrencias adversas; errores de medicación; notificación de eventos adversos; y, seguridad del paciente pediátrico. Los resultados apuntan la necesidad de desarrollar estrategias que reduzcan la probabilidad de la ocurrencia de estos eventos, durante la hospitalización del niño, para que él no sufra cualquier daño ni violación de sus derechos fundamentales.


O estudo trata da segurança/proteção da criança hospitalizada que, devido à sua fragilidade, vulnerabilidade e condições peculiares de crescimento e desenvolvimento, necessita de atenção especial dos profissionais de saúde. É uma revisão narrativo-descritiva que objetiva identificar a produção do conhecimento sobre a temática da segurança, proteção e violência à criança hospitalizada, no período de 1997 a 2007. Foram analisados 15 artigos, nacionais e internacionais, utilizando-se as palavras-chave: criança hospitalizada, segurança, violência e enfermagem. A abordagem qualitativa possibilitou a formulação de quatro categorias na análise: ocorrências adversas, erros de medicação, notificação de ocorrências adversas e segurança do paciente pediátrico. Os resultados indicam a necessidade de se desenvolver estratégias que reduzam a probabilidade da ocorrência desses eventos, durante a hospitalização da criança, para que ela não sofra qualquer intercorrência nem violação de seus direitos fundamentais.


Subject(s)
Child , Humans , Child, Hospitalized , Safety
10.
Saúde Soc ; 17(3): 33-41, jul.-set. 2008.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-493325

ABSTRACT

Este é um trabalho de natureza ensaística, resultado de reflexões sobre o desenvolvimento sustentável e a sua conexão com as ações de extensão universitárias e a violência. Discute as quatro dimensões básicas do desenvolvimento sustentável - a ética, a temporal, a social e a prática - e os princípios éticos da sustentabilidade, necessários para uma cultura de paz. Propõe uma nova práxis universitária, em que a departamentalização da instituição seja repensada a fim de abrir espaço para a construção de um ambiente de atuação transdisciplinar, formador de profissionais preparados para um futuro sustentável. Apresenta um serviço da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que, por meio da ação de extensão Projeto Proteger, estuda o comportamento violento e age para diminuir efetivamente a violência. Conclui que é papel da universidade formar profissionais em compasso com os valores do desenvolvimento sustentável, preparados para agir de forma ética e responsável com os recursos naturais e humanos, capazes de entender e interagir com a complexidade de problemas como a pobreza, as desigualdades sociais e a violência, que ameaçam os direitos humanos e as futuras gerações.


Subject(s)
Public Health , Sustainable Development , Universities , Violence , Brazil
11.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-685665

ABSTRACT

Este artigo pretende refletir sobre a violência intrafamiliar contra crianças, discutir possibilidades de assistência, relatar aspectos da legislação sobre o tema e descrever a importância da atuação do enfermeiro nesse fenômeno, principalmente no contexto hospitalar


This paper aims at reflecting on domestic/family violence against children and discussing possibilities of care, as well as reporting legislation aspects about this theme and describing the importance of professional nursing care in view of this phenomenon, especially in a hospital setting


Subject(s)
Humans , Child , Pediatric Nursing/education , Pediatric Nursing/ethics , Pediatric Nursing , Domestic Violence/prevention & control , Domestic Violence/psychology , Child Development
12.
Rev. latinoam. enferm ; 14(4): 625-631, jul.-ago. 2006.
Article in English | LILACS, BDENF | ID: lil-434657

ABSTRACT

Este artigo objetiva refletir sobre as várias formas de violência contra crianças e adolescentes, praticadas na família, e a importância da assistência dos profissionais de enfermagem diante desse fenômeno. Para isso, discutem-se as possibilidades de assistência e de prevenção da violência e os problemas que essa ocasiona à sociedade. Conclui-se que a violência é um problema social e histórico, construído na sociedade, e que precisa ser contemplado na formação acadêmica dos enfermeiros.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Child , Adolescent , Databases, Bibliographic , Nursing Care , Education, Nursing , Nursing, Team , Child Abuse , Nursing Research , Domestic Violence
13.
Article in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: lil-425421

ABSTRACT

Trata-se de um artigo de revisão de literatura que objetiva abordar a problemática da violência intrafamiliar como uma realidade de saúde pública presente no contexto profissional dos enfermeiros. Descreve a violência em suas diferentes formas - física, psicológica, sexual e de negligência - e caracteriza as famílias cujas crianças são submetidas à violência, bem como analisa os efeitos de tal problema na dinâmica das relações entre membros de uma mesma família. Conclui apresentando as possibilidades de atuação do enfermeiro quando diante de casos em que há evidência de abuso e avalia a importância de tal profissional para o manejo e prevenção deste problema.


This is a review article that aims at reflecting the problem of domestic violence as a public health reality present in the professional context of nurses. It describes the violence in its various forms: physical, psychological, sexual and negligence. Characterizing the families whose children are submitted to violence as well as analyze the problem in the dynamic between members of the same family. It conclude presentation how a nurse can deal with cases where are evidences of abuse and his importance for the management and prevention of this problem.


Subject(s)
Humans , Child , Child Abuse , Nurses , Health Education , Nurse's Role , Domestic Violence/prevention & control
14.
Rev. gaúch. enferm ; 26(3): 308-315, dez. 2005.
Article in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: lil-462231

ABSTRACT

Este artigo aborda aspectos relativos ao tema da violência e suas implicações nas áreas de Saúde, Enfermagem e Educação. Enfoca a importância da formação do profissional para enfrentar a problemática da violência intrafamiliar contra a criança, enfatizando o papel do enfermeiro como educador, contextualizado com a experiência da autora junto às crianças vítimas de violência intrafamiliar


Subject(s)
Humans , Male , Female , Infant, Newborn , Infant , Child, Preschool , Child , Adolescent , Pediatric Nursing , Patient Care Planning , Domestic Violence , Staff Development , Sex Offenses
15.
Rev. gaúch. enferm ; 19(1): 47-55, jan. 1998. ilus
Article in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: lil-259870

ABSTRACT

O presente estudo tem como objetivo repensar e construir, a partir das vivências, sentimentos e expectativas das enfermeiras e auxiliares de enfermagem, uma prática assistencial às crianças hospitalizadas por maus-tratos familiares. A base metodológica foi a "Aprendizagem vivenciada em grupo", denominada de "Atelier de Vivências". O contexto da experiência concreta e reflexöes trazidas e compartilhadas pelos cuidadores de enfermagem oportunizou perceberem-se e sentirem-se como pessoas que enfrentam no seu cotidiano o fenômeno criança maltratada e familiar agressor. Os significados emergidos do cuidado de enfermagem trouxeram também a legitimaçäo de que o cuidador de enfermagem é um ser que necessita ser cuidado.


Subject(s)
Humans , Infant, Newborn , Infant , Child, Preschool , Child , Child Abuse , Child, Hospitalized/psychology , Pediatric Nursing
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL