Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 6 de 6
Filter
Add filters








Year range
1.
Semina cienc. biol. saude ; 42(1): 59-70, jan./jun. 2021. Ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1247929

ABSTRACT

Um dos desafios das comunidades rurais e remotas é a dificuldade no recrutamento e a retenção de recursos humanos em saúde. A educação médica em áreas rurais é uma das estratégias para enfrentar tal deficiência. No Brasil, há relativamente poucos relatos de experiências de educação médica em áreas rurais, especialmente de duração prolongada, e há necessidade de se avaliar as existentes para contribuir com a formulação de políticas públicas. Este trabalho descreve o estágio rural do internato médico em Medicina de Família e Comunidade (MFC) da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Até agora, durante os treze anos desde seu início, mais de 550 estagiários passaram pelas unidades de saúde de quatro municípios da Serra Gaúcha. Reflexões sobre a experiência para a formação médica e para as políticas de recursos humanos são apresentadas. O estágio rural tem sido importante espaço de diversificação de cenário para educação, reforçando o papel da Atenção Primária à Saúde e da MFC, além de possibilitar a aproximação da Universidade com a comunidade, confirmando sua responsabilidade social. Os resultados contribuem para as estratégias de formação médica e para as políticas de recrutamento e retenção de recursos humanos na saúde para áreas rurais e remotas.(AU)


One of the challenges of rural and remote communities is the difficulty in recruiting and retaining human resources in health. Medical education in rural areas is one of the strategies to tackle this deficiency. In Brazil, there are relatively few reports of medical education experiences in rural areas, especially of long duration, and there is a need to evaluate the existing ones to generate useful reflections for the formulation of public policies. This work describes the medical internship in Family Medicine (FM) at the Universidade de Caxias do Sul (UCS). To date, during the thirteen years since its inception, more than 550 medical students have passed through four municipalities in the Serra Gaúcha. Reflections on the experience about medical training and human resources policies for rural health are presented. The rural internship has been an important space for diversifying the scenario for medical education, reinforcing the role of Primary Health Care and of FM, in addition to making it possible to bring the University closer to the community, confirming its social responsibility. The results of this report contribute to medical training strategies and policies for the recruitment and retention of human resources in health for rural and remote areas.(AU)


Subject(s)
Humans , Universities , Internship and Residency , Delivery of Health Care , Education, Medical , Family Practice
2.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2546-2546, 20200210.
Article in Portuguese | LILACS, ColecionaSUS | ID: biblio-1117129

ABSTRACT

A maior mobilização recente da comunidade da saúde em relação ao meio ambiente ocorreu este ano. Consistiu em uma carta assinada por mais de 350 organizações de saúde de todo o mundo, incluindo importantes organizações de Medicina de Família e Comunidade. Isto demonstra o crescente entendimento da comunidade científica e da saúde acerca da saúde planetária.


The biggest recent mobilization of the health community in relation to the environment occurred this year. It consisted of a letter signed by more than 350 health organizations from around the world, including important Family and Community Medicine organizations. This demonstrates the growing understanding of the scientific and health community about planetary health


La mayor movilización reciente de la comunidad de la salud en relación con el medio ambiente ocurrió este año. Consistió en una carta firmada por más de 350 organizaciones de salud de todo el mundo, incluidas las principales organizaciones de medicina familiar y comunitaria. Esto demuestra la creciente comprensión de la comunidad científica y de salud sobre la salud planetaria.


Subject(s)
Climate Change , Environmental Health , Coronavirus Infections , Family Practice
3.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 1948-1948, 20200210. tab, ilus
Article in Portuguese | LILACS, ColecionaSUS | ID: biblio-1050316

ABSTRACT

Introdução: A exposição nociva ao calor ganha mais relevância com a progressão do aquecimento global antropogênico e a Atenção Primária à Saúde (APS) tem um papel crescente nesse cenário. No Brasil, as ondas de calor entre 2014 e 2015 duraram mais tempo que nos anos prévios, além disso, entre 2000-2015 a associação entre temperatura e hospitalizações variou de acordo com a duração da exposição ao calor. Nesse contexto, o objetivo desta revisão é realizar uma atualização sobre manejo clínico de patologias relacionadas ao calor na APS. Metodologia: Realizou-se a busca na base de dados ACCESSS, que utiliza a pirâmide 5.0 da assistência à saúde baseada em evidências. Foram identificados 103 sumários sintetizados para referência clínica com as palavras "Heat stress", "Heat Stroke", "Heat Wave" e "Heat Exhaustion", mas apenas três entravam no escopo deste estudo. Resultados e Discussão: O estresse pelo calor é uma condição comum, negligenciada e evitável que afeta diversos pacientes, iniciando-se com uma má adaptação ao calor que se não for corrigida pode gerar uma cascata de eventos inflamatórios. O estresse pelo calor é caracterizado por sintomas inespecíficos, como mal-estar, cefaleia e náusea. O tratamento envolve o resfriamento do paciente e monitoramento, garantindo hidratação adequada. A exaustão pelo calor, se não tratada, pode evoluir para insolação, uma doença grave que pode levar ao coma e morte, envolvendo disfunção do sistema nervoso central - necessitando de um tratamento mais agressivo além do resfriamento


Introduction: The nocive exposure to heat gets more attention with anthropogenic global warming, and Primary Health Care (PHC) has a growing role in this scenario. In Brazil heat waves between 2014 and 2015 lasted longer than in previous years. Further, in addition between 2000-2015 the association between temperature and hospitalizations varied according to the duration of heat exposure. Therefore, the aim of this review is to perform an update on clinical management of heat related pathologies in PHC. Methodology: The ACCESSS database was searched using the evidence-based health care pyramid 5.0, where we identified 103 synthesized summaries for clinical reference with words "Heat stress", "Heat Stroke", "Heat Wave" and "Heat Exhaustion", but only three fell within the scope of this study. Results and Discussion: Heat stress is a common, neglected and preventable condition that affects several patients, it starts with a poor adaptation to heat that if it is not adjusted it can generate a cascade of inflammatory events. Heat stress is characterized by nonspecific symptoms such as malaise, headache and nausea. The treatment involves patient monitoring and cooling, ensuring adequate hydration. Heat exhaustion, if untreated, can progress to heatstroke, a serious illness that can lead to coma and death, involving central nervous system dysfunction - requiring more aggressive treatment than cooling.


Introducción: La exposición nociva al calor gana más destaque con la progresión del calentamiento global antropogénico, y la Atención Primaria a la Salud tienen un papiel cresciente en este escenario. En Brasil las olas de calor entre 2014 y 2015 duraron más tiempo que en los años previos, además entre 2000-2015 la asociación entre temperatura y hospitalizaciones ha variado de acuerdo con la duración de la exposición al calor. En este contexto, el objetivo de esta revisión es realizar una actualización sobre manejo clínico de patologías relacionadas al calor en la APS. Metodología: Se realizó la búsqueda en la base de datos ACCESSS, que utiliza la pirámide 5.0 de la asistencia a la salud basada en evidencias. Se han identificado 103 sumarios sintetizados para referencia clínica con las palabras "Heat stress", "Heat Stroke", "Heat Wave" y "Heat Exhaustion", pero sólo tres son considerados en el ámbito de este estudio. Resultados y Discusión: El estrés por el calor es una condición común, descuidada y evitable que afecta a varios pacientes, iniciándose con una mala adaptación al calor que si no se corrige puede generar una cascada de eventos inflamatorios. El estrés por el calor se caracteriza por síntomas inespecíficos, como malestar, cefalea y náuseas. El tratamiento implica el enfriamiento del paciente y el monitoreo, garantizando la hidratación adecuada. El agotamiento por el calor, si no se trata, puede evolucionar hacia la insolación, una enfermedad grave que puede llevar al coma y a la muerte, involucrando disfunción del sistema nervioso central - necesitando un tratamiento más agresivo además del enfriamiento.


Subject(s)
Heat Stress Disorders , Heat Wave (Meteorology) , Hot Temperature , Heat Exhaustion
4.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 14(41): e1992, fev. 2019.
Article in Portuguese | LILACS, ColecionaSUS | ID: biblio-981953

ABSTRACT

A WONCA, em conjunto com a Planetary Health Alliance, lançou uma conclamação para a ação dos MFCs do mundo pela saúde planetária. Este comentário discute os efeitos das mudanças ambientais e a conclamação em relação o papel do médico de família na perspectiva da saúde planetária.


WONCA, with the Planetary Health Alliance, issued a declaration calling family doctors of the world to act on planetary health. This commentary discusses environmental changes and the call in relation to the role of the family doctor in the perspective of planetary health.


WONCA, junto con la Planetary Health Alliance, lanzó un llamamiento a la acción de los medicos de familia del mundo por la salud planetaria. Este comentario discute los efectos de los cambios ambientales y el llamamiento y el papel del médico de familia en la perspectiva de la salud planetaria.


Subject(s)
Climate Change , Environmental Health , Family Practice
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL