Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 1 de 1
Filter
Add filters








Year range
1.
ROBRAC ; 19(51)2010.
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-604910

ABSTRACT

Objetivo: Realizar uma pesquisa em consultórios odontológicos na cidade de São José do Rio Preto - SP sobre conhecimento e atitudes dos profissionais sobre proteção radiológica e comparar os dados com as recomendações da Portaria 453 do Ministério da Saúde. Material e Método: Cento e cinqüenta consultórios odontológicos foram visitados e foi aplicado um questionário. Resultados: Observou-se que 26% dos entrevistados não conheciam a lei, 23% não avaliavam radiografias existentes do paciente, 21% não usavam vestimenta plumbífera nos pacientes, 49% não usavam posicionadores de filmes, 58% ainda utilizavam processamento visual; 93% utilizavam filme E ou F, entretanto a média de tempo de exposição foi 0.5 segundo, 14% dos equipamentos possuíam cone localizador e 83% seletor de tempo manual, 17% dos dentistas não se protegiam durante a exposição do paciente e 64% ainda utilizavam disparador com retardo. Conclusão: Há falta de conhecimento sobre proteção radiológica; um programa educacional em Radiologia pode produzir mudanças nas atitudes dos profissionais em relação ao uso da radiação ionizante.


Objective: To perform a research in dental offices in the city of São José do Rio Preto-SP about the practitioners' knowledge and attitudes related to radiological protection and compare the data with the recommendations of Ordinance 453 of the Health Ministry. Material and Methods: One hundred and fifty dental offices were visited and a questionnaire was applied. Results: Was observed that 26% of the interviewed did not know the law, 23% did not evaluate the patient's existing radiographs, 21% did not wear lead clothing in patients, 49% did not use film positioners, 58% still used visual processing, 93% used film E or F, however the average exposure time was 0.5 second, 14% of the equipment had locator cone and 83% had manual time selector, 17% of dentists do not protect themselves during the patient's exposure and 64% still used delayed trigger. Conclusion: There Atitudes dos Cirurgiões-Dentistas em Relação à Proteção Radiológica, de Acordo com a Lei Brasileira Pesquisa Rev Odontol Bras Central 2010;19(51) 305 is a lack of knowledge about radiological protection. An educational program in Radiology can produce changes in attitudes of professionals regarding the use of ionizing radiation.

SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL