Your browser doesn't support javascript.
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 6 de 6
Filter
Add filters








Year range
1.
Rev. bras. cir. plást ; 35(2): 212-227, apr.-jun. 2020. ilus, tab
Article in English, Portuguese | LILACS-Express | ID: biblio-1103835

ABSTRACT

Introdução: A segurança do paciente tem se tornado um tema cada vez mais presente nas pesquisas na área da saúde. A cirurgia plástica é uma especialidade em evidência e torna-se necessário adequar a segurança do paciente as suas particularidades. Métodos: Revisão sistemática com a finalidade de investigar as ações relacionadas à segurança do paciente em cirurgia plástica. Para localizar os estudos foram escolhidas a MEDLINE e SCIELO. Na Base de dados MEDLINE foram usados os descritores: "patient safety" and "plastic surgery". Na SCIELO foram usados os descritores: "segurança do paciente" e "cirurgia plástica". Em ambos os casos o período das publicações foi entre 2012-2018, somando um total de 15 artigos. Resultados: Os países que mais publicaram sobre o assunto foram os Estados Unidos e o Brasil. A preocupação mais frequentemente encontrada foi a segurança relacionada à formação do residente de cirurgia plástica. Também ferramentas como o checklist têm sido usadas para a melhoria da segurança. Outra preocupação que exige mais estudos seria se os finais de semana apresentam maiores complicações em relação às cirurgias realizadas durante a semana. Porém, parece ter fundamentos mais sólidos na segurança do paciente o prontuário médico bem formulado, assim como o termo de consentimento informado (TCI). A consulta pré-anestésica também parece favorecer a segurança do paciente. E, por fim, o uso do WhatsApp que parece ser uma ferramenta segura e que incrementa o atendimento da equipe médica. Conclusão: Ressalta-se a necessidade de estudos mais aprofundados sobre esta temática, considerandose que nenhum protocolo sistematizado foi encontrado.


Introduction: patient safety has become an increasingly present topic in health research. Plastic surgery is a specialty in evidence, and it is necessary to adapt patient safety to its particularities. Methods: Systematic review to investigate actions related to patient safety in plastic surgery. MEDLINE and SCIELO were chosen to locate the studies. The descriptors: "patient safety" and "plastic surgery" were used in the MEDLINE database. In SCIELO, the descriptors: "segurança do paciente" e "cirurgia plástica" were used. In both cases, the publication period was between 2012-2018, totaling 15 articles. Results: The countries that published the most on the subject were the United States and Brazil. The most frequent concern was safety related to the training of plastic surgery residents. Tools like the checklist have also been used to improve security. Another concern that requires more study will be if the weekends have higher complications with surgeries performed during the week. However, well-formulated medical records, as well as the Informed Consent Form (ICT), appear to have a more solid basis in patient safety. Pre-anesthetic consultation also seems to favor patient safety. Furthermore, finally, the use of WhatsApp seems to be a safe tool, and that improves the care provided by the medical team. Conclusion: The need for more in-depth studies on this topic is emphasized, considering that a systematized protocol was not found.

2.
Rev. bras. educ. méd ; 43(2): 152-158, abr.-jun. 2019. tab
Article in Portuguese | LILACS-Express | ID: biblio-990632

ABSTRACT

RESUMO A escolha da especialidade médica é de suma importância para o estudante de Medicina, uma vez que representa a escolha da sua prática diária. Embora a realização acadêmica, considerações financeiras e preferências de estilo de vida influenciem a escolha, os aspectos intrapessoais têm impacto na decisão do médico. Objetivos Avaliar os principais fatores que influenciam o acadêmico de Medicina na escolha da especialidade médica e identificar as áreas de atuação preferidas pelos estudantes dos quatro primeiros anos de uma instituição de ensino superior de Curitiba (PR). Resultados Dos 397 estudantes, 307 responderam a um questionário previamente elaborado para este estudo, sendo que 291 foram considerados válidos. Duzentos e quatro estudantes são do sexo feminino e 87 do sexo masculino. Os fatores de influência foram comparados entre os estudantes dos diferentes anos e com resultados publicados na literatura. Os principais fatores considerados pelos estudantes nesta decisão foram: conhecimento mais amplo ou específico, contato com o paciente, local de atuação profissional e estilo de vida após a residência médica. Para as mulheres, a pressão do dia a dia durante o exercício da especialidade, a relação a longo prazo com o paciente e a facilidade de emprego foram significativamente mais relevantes na escolha da especialidade do que para os homens. Pai ou mãe médicos influenciam os estudantes na decisão da escolha da especialidade. O perfil financeiro do estudante influenciou a escolha quando relacionado a retorno financeiro a longo prazo, sendo mais relevante para os estudantes com renda familiar mensal entre 6 mil e 15 mil reais ou maior que 20 mil reais. A especialidade de Cirurgia Geral foi a preferida pelos estudantes, com predominância no sexo masculino, seguida de Pediatria, Clínica Médica e Psiquiatria. Conclusões Estilo de vida, local de atuação e retorno financeiro precoce foram considerados igualmente importantes por estudantes de todos os anos avaliados. Devido à grande quantidade de variáveis avaliadas e de fatores que influenciam esta decisão, estudos adicionais são necessários para comparações mais significativas com a literatura disponível.


ABSTRACT Choosing a medical specialty is extremely important for medical students as it represents the choice of their day-to-day practice. While this choice is influenced by academic achievement, financial considerations and lifestyle preferences, intrapersonal aspects also have an impact on the decision. Objectives To evaluate the main factors that influence medical students in their choice of medical specialty, and to identify the areas of practice preferred by students in the first four years of a Higher Education Institution. Results Out of a total of 397 students, 307 answered a questionnaire previously prepared for this study, and of these, 291 were considered valid. 204 female, and 87 male. Influencing factors were compared among students from different years, and with results published in the literature. The main factors considered by the students in this decision were: broader or specific knowledge, contact with the patient, place of professional activity, and lifestyle after medical residency. For the women, the factors day-to-day stress of the specialty, the long-term relationship with the patient, and the ease of finding a job were significantly more relevant in the choice of specialty than for the men. Parents who were doctors also influenced the choice of specialty. The student's financial profile influenced the choice when related to long-term financial returns, being more relevant for students with monthly family incomes at the higher or lower ends of spectrum, i.e., - between 6 and 15 thousand Brazilian reals, or more than 20 thousand Brazilian reals. The specialty General Surgery was the first choice , predominantly among the male students, followed by Pediatrics, Clinical Medicine and Psychiatry. Conclusions Lifestyle, place of professional activity and early financial returns were considered equally important by students across all the years evaluated. Due to the large number of variables evaluated, and the many factors that influence this decision, additional studies are needed, in order to make more significant comparisons with the literature.

3.
Rev. bras. educ. méd ; 43(1,supl.1): 598-605, 2019. tab
Article in English | LILACS-Express | ID: biblio-1057622

ABSTRACT

ABSTRACT The evaluation of the General Competencies in undergraduate courses in the healthcare area remains challenging. Objectives To develop an instrument for supporting teaching staff in evaluating the General Competencies of undergraduate students in the healthcare area; to test the reliability of the instrument with teachers and students of the same working field; validate the instrument of General Competencies, directed to teachers and students from the health area. Methods the present was a Methodological study, approved by REC N. 826.770. The validation of the construct, criterion and content based on the National Curricular Guidelines (NCG), and the search for a theoretical framework were performed, as well as statistical tests such as alpha Cronbach, t Test, p-value, Factorial Analysis, Pearson's Correlation Coefficient and Akaike Information Criterion, which also ensured the reliability. The study was performed in a Higher Education Institution in Curitiba/PR, in the courses of Nursing, Biomedical Sciences, Pharmacy, Psychology and Medicine. The study population consisted of 50 evaluations of students and 50 of teachers, covering all the periods and courses during the second half of 2014. Results it was possible to create one model with three versions of instruments that evaluated the general competencies for the healthcare area courses. One of these was directed towards the general competencies of 10 courses in the healthcare area, subdivided in Health Care, Decision-making, Communication, Leadership, Administration and Management and Continuing Education, with one instrument directed at the student and another 'mirror' at the professor. The second and third versions had three dimensions: Health Care, Management in Healthcare and Education in Health, directed towards the general competencies of the new structure of the NCG of the medical course. The three versions also had an instrument for teachers and a mirror one for students. Conclusion To validate the instrument on General Competencies, directed to teachers and undergraduate students of health area courses, the theoretical search, the NCG and the experts' evaluation were used for Content Validity; the t Test, Chi-square Test and Pearson's correlation coefficient were used for Criterion Validation; statistical tests of exploratory and confirmatory factorial analysis and the AIC were used for Construct Validity; and Cronbach's alpha and the AIC were used for Content validity, using the same steps described for the first goal, to ensure the reliability of the instruments. After this process three versions of the instrument were developed, the first two to be used with teachers and with teachers and students together; and the third version is adequate to be used with students or teachers; and also, for teachers and students together. However, it can be used by all health courses studied.


RESUMO A avaliação das competências gerais nas graduações da área da saúde permanece desafiante. Objetivos Desenvolver um instrumento para apoiar os docentes na avaliação das competências gerais dos graduandos de cursos da área da saúde; testar a confiabilidade do instrumento com professores e estudantes do mesmo campo de atuação; validar o instrumento de competências gerais, direcionado aos professores e graduandos da área da saúde. Métodos A pesquisa foi do tipo metodológico, aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa nº 826.770. Foram realizadas a validação de constructo, a de critério e a de conteúdo com base nas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) e na busca de referencial teórico, além de testes estatísticos como alfa de Cronbach, test t, valor de p, análise fatorial, correlação do coeficiente de Pearson e Akaike information criterion (AIC), que também garantiram a confiabilidade. O estudo foi desenvolvido em uma instituição de ensino superior de Curitiba (PR), nos cursos de Enfermagem, Biomedicina, Farmácia, Psicologia e Medicina, sendo a sua população composta de 50 avaliações de estudantes e 50 de professores, o que contemplou todos os períodos e cursos em andamento no segundo semestre de 2014. Resultados Foi possível a confecção de um modelo com três versões de instrumentos que avaliam as competências gerais para os cursos da área da saúde. A primeira englobou as competências gerais de 10 cursos da área da saúde, que se subdividem em: atenção à saúde, tomada de decisões, comunicação, liderança, administração e gerenciamento e educação permanente. A segunda e terceira versões contam com três dimensões, atenção à saúde, gestão em saúde e educação em saúde, voltadas para as competências gerais da nova formulação das DCNs do curso de Medicina. As três versões contam com um instrumento voltado para o professor e outro, espelho, dirigido ao estudante. Conclusão Para validar o instrumento sobre competências gerais, direcionado aos professores e graduandos de cursos da área da saúde, foram utilizadas, no que se refere ao seu conteúdo, a busca de referencial teórico, as DCNs e a avaliação de experts; para a validação de critério, o teste t, o teste χ2e a correlação de coeficiente de Pearson; e para validade de constructo, os testes estatísticos de análise fatorial exploratória e confirmatória e o AIC. Para validade de conteúdo, recorreu-se aos mesmos passos descritos para o primeiro objetivo, a fim de garantir a confiabilidade dos instrumentos, e empregaram-se o alfa de Cronbach e o AIC. Após esse processo, foi possível o desenvolvimento de três versões do instrumento, sendo as duas primeiras para utilização de professores e para professores e estudantes em conjunto; e a versão 3 foi apropriada para professores ou estudantes e ainda para professores e estudantes em conjunto, porém ela pode ser utilizada por todos os cursos da área da saúde estudados.

4.
Rev. bras. educ. méd ; 42(2): 15-25, Apr.-June 2018. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS-Express | ID: biblio-958592

ABSTRACT

RESUMO O ingresso na vida acadêmica traz mudanças significativas, ligadas ao modelo de ensino-aprendizagem e à rotina do estudante. O engajamento é considerado o oposto do burnout: ao contrário dos estudantes que sofrem de estresse acadêmico, os alunos engajados se sentem muito conectados às atividades, percebendo-as como um desafio positivo. Esta pesquisa teve como objetivo geral avaliar o escore de engajamento entre estudantes do ensino superior das Ciências da Saúde; e como objetivos específicos, validar o instrumento Utrecht Work Engagement Scale (UWES-S) com estudantes do ensino superior nas Ciências da Saúde; avaliar Vigor, Dedicação e Absorção do constructo engajamento e comparar os escores entre variáveis de duas ou mais categorias para obter o escore de engajamento entre estudantes do ensino superior nas Ciências da Saúde. Método: Estudo observacional analítico transversal, com abordagem quantitativa. Resultados: O UWES-S alcançou validade confirmatoria ao ser aplicado a estudantes de cinco cursos da área da saúde nos níveis de Vigor, Dedicação e Absorção. No que tange ao escore das dimensões, tem-se que Medicina e Enfermagem apresentam maior Vigor e Dedicação; os turnos de estudo manhã e integral apresentam maior Vigor e Absorção; na dimensão Absorção, observou-se maior escore entre os estudantes que cursavam até o quarto período; quanto ao tempo de dedicação aos estudos fora da faculdade, observou-se que os escores se mantiveram altos nas três dimensões do constructo, assim como para estudantes que praticavam atividades de lazer. Estudantes de Medicina e Enfermagem dos turnos da manhã e integral, casados, com filhos, que dedicam grande parte do tempo aos estudos fora da faculdade, que têm atividades de lazer apresentam maior escore de engajamento com relação às demandas acadêmicas. Conclusão: O engajamento como constructo é recente no Brasil. Seu conhecimento possibilitou um novo olhar sobre o contexto acadêmico, os mecanismos de adaptação do estudante ao ensino superior e a necessidade da proximidade do docente como mediador e da universidade como sustentáculo do processo.


ABSTRACT Entry into academic life brings about significant changes in one's life, and these changes are linked to the teaching-learning model and the student's routine. Engagement is considered the opposite of Burnout, and unlike students who suffer from academic stress, engaged students feel very connected to the activities, perceiving them as positive challenges. This research had the general objective of evaluating the Engagement Score among Health Science undergraduate students; and, the specific objectives of validating the Utrecht Work Engagement Scale (UWES-S) instrument with Health Science undergraduate students; to evaluate vigor, dedication and absorption of the Engagement construct, as well as to compare scores between variables of two or more categories to obtain the Engagement Score among Health Science undergraduate students. Method: Cross-sectional analytical observational study with a quantitative approach. Results: The UWES-S was validated when applied to undergraduate students of five Health Science programs, in levels of vigor, dedication and absorption. Regarding the Dimensions Score, medicine and nursing students presented greater vigor and dedication; part-time morning class and full-time students show greater vigor and absorption; in the Absorption dimension, a higher score was observed among students up to the fourth semester of the course. As for the time dedicated to study outside university, the observed scores remained high in all three dimensions of the construct, as well as for students who practiced leisure activities. Part-time morning and full-time medical and nursing students who were married and have children, who spend much of their time studying outside university and maintain leisure activities, show a higher Engagement Score in relation to academic demands. Conclusion: Engagement is a recent construct to be applied to Brazil. Furthering our understanding of this construct enabled us to gain a new perspective of the academic setting, the students' mechanisms to adapt to higher education and the need for the teacher to be within reach as a mediator and the university to act in support of this process.

5.
Interface (Botucatu, Online) ; 22(supl.1): 1471-1479, 2018.
Article in Portuguese | LILACS (Americas) | ID: biblio-954330

ABSTRACT

O projeto Ensino, Saúde e Desenvolvimento: rede de saberes e práticas foi uma proposição conjunta inicialmente de professores e pesquisadores da Faculdades Pequeno Príncipe, da Universidade Estadual de Londrina, da Universidade Federal de Santa Catarina e posteriormente da Universidade Estadual de Maringá e da Universidade Federal de Alagoas. O objetivo deste relato é uma autoavaliação, buscando analisar os resultados alcançados com um olhar crítico na busca de alternativas que levassem a maiores avanços. A avaliação foi dividida em tópicos: Contexto e problemática; A construção do projeto: seus a(u)tores e históricos envolvidos; Ousadia número 1: ensino, saúde e desenvolvimento; Ousadia número 2: rede de saberes e práticas; O desenvolvimento do projeto: avanços e recuos; Lições aprendidas; e Perspectivas. Os autores reconhecem a pertinência da iniciativa do Ministério da Saúde e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e se posicionam para a continuidade do Programa Pró-Ensino na Saúde.(AU)


El proyecto "Enseñanza, Salud y Desarrollo: red de saberes y prácticas" fue inicialmente una propuesta conjunta de profesores e investigadores de las Facultades Pequeno Príncipe, Universidad Estadual de Londrina y Universidad Federal de Santa Catarina y posteriormente de la Universidad Estadual de Maringá y de la Universidad Federal de Alagoas. El objetivo de este relato es una autoevaluación buscando analizar los resultados alcanzados con una mirada crítica en la búsqueda de alternativas que llevaran a mayores avances. La evaluación se dividió en tópicos: Contexto y problemática; La construcción del proyecto: sus autores y actores e historiales envueltos; Osadía Número 1: Enseñanza, salud y desarrollo; Osadía Número 2: Red de saberes y prácticas; El desarrollo del proyecto: avances y retrocesos; Lecciones aprendidas; Perspectivas. Los autores reconocen la pertinencia de la iniciativa del Ministerio de la Salud y de CAPES y se posicionan en favor de la continuidad del Programa "Pro-Enseñanza en la salud".(AU)


The project "Teaching, Health and Development: Network of Knowledge and Practices" was a joint proposal of teachers and researchers from Faculdades Pequeno Príncipe, Universidade Estadual de Londrina and Universidade Federal de Santa Catarina and, subsequently, from Universidade Estadual de Maringá and Universidade Federal de Alagoas. The objective of this report is a self-evaluation to analyze the results achieved with a critical eye in search of alternatives that could lead to greater advances. The evaluation was divided into topics: Context and problem; The construction of the Project: Its stakeholders and history; Boldness Number 1: Teaching, health and development; Boldness Number 2: Network of knowledge and practices; The development of the project: Advances and retreats; Lessons Learned; Perspectives. The authors acknowledge the relevance of the initiative of the Ministry of Health and CAPES and stand up for the continuity of the Program Pró-Ensino na Saúde.(AU)


Subject(s)
Humans , Self-Assessment , Universities , Education, Higher , Health Research Plans and Programs , Professional Training , Intersectoral Collaboration
6.
Espaç. saúde (Online) ; 14(1/2): 104-111, dez. 2013.
Article in Portuguese | LILACS (Americas) | ID: lil-705461

ABSTRACT

Trata-se de um relato de caso do processo de implantação do modelo de Sistema Municipal Saúde-Escola como ação estratégica para a gestão do trabalho e da educação na Secretaria de Saúde de São José dos Pinhais - PR. O relato trata de uma experiência de qualificação dos profissionais por meioda sistematização e coordenação de programa formal de ensino iniciado em 2009 aqui relatado até 2013. A crescente demanda por serviços especializados, a proximidade com Instituições de Ensino e a possibilidade de contratar profissionais com perfil docente foram oportunidades identificadas no cenário local que tornaram possível a implantação de programas de residências em saúde e ofortalecimento do programa de educação permanente. A coordenação dos serviços assistenciais e de ensino integrou os processos de trabalho com o objetivo de especializar profissionais em áreas estratégicas para o cenário local. Os programas de ensino em serviço foram institucionalizados com acriação de funções e cargos no organograma da Secretaria Municipal de Saúde, regulamentados por lei municipal que instituiu o Sistema Saúde-Escola.


The case-study presents an analysis of the process of establishing and implementing the Public System of Health School as a strategic action for the management of work and education in the Health Department of São José dos Pinhais - PR. The analysis is from the period of August 2009 to March 2013. The growing demand for specialized services, proximity to educational institutions and thepossibility of hiring professionals with teaching profile opportunities were identified in the local scene that continuing education program. Teaching processes were institutionalized with the creation of roles and positions in the organization chart of the Municipal Health regulated by municipal law that instituted the Public Health School.


Subject(s)
Education, Medical , Health Care (Public Health) , Health Education
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL