Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 10 de 10
Filter
1.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2546-2546, 20200210.
Article in Portuguese | LILACS, ColecionaSUS | ID: biblio-1117129

ABSTRACT

A maior mobilização recente da comunidade da saúde em relação ao meio ambiente ocorreu este ano. Consistiu em uma carta assinada por mais de 350 organizações de saúde de todo o mundo, incluindo importantes organizações de Medicina de Família e Comunidade. Isto demonstra o crescente entendimento da comunidade científica e da saúde acerca da saúde planetária.


The biggest recent mobilization of the health community in relation to the environment occurred this year. It consisted of a letter signed by more than 350 health organizations from around the world, including important Family and Community Medicine organizations. This demonstrates the growing understanding of the scientific and health community about planetary health


La mayor movilización reciente de la comunidad de la salud en relación con el medio ambiente ocurrió este año. Consistió en una carta firmada por más de 350 organizaciones de salud de todo el mundo, incluidas las principales organizaciones de medicina familiar y comunitaria. Esto demuestra la creciente comprensión de la comunidad científica y de salud sobre la salud planetaria.


Subject(s)
Climate Change , Environmental Health , Coronavirus Infections , Family Practice
2.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2365-2365, 20200210. ilus
Article in Portuguese | LILACS, ColecionaSUS | ID: biblio-1099557

ABSTRACT

Este artigo apresenta a História do Grupo de Trabalho em Medicina Rural da SBMFC, um dos mais ativos grupos de trabalho da SBMFC. São revisados os primeiros passos desde a sua criação e posteriores desenvolvimentos. Um dos principais resultados identificados foi o de ajudar a consolidar a identidade do "MFC rural" e trazer a discussão da saúde das populações rurais para a agenda da saúde, da atenção primária e da medicina de família. Este relato tem também como objetivo auxiliar outros grupos em criação ou já estabelecidos a criar estratégias de fortalecimento de seus trabalhos.


This article presents the History of the SBMFC Working Party on Rural Medicine, one of SBMFC's most active working groups. The first steps since its creation and further developments are reviewed. One of the main results identified was to help consolidate the identity of the "rural family doctor" and bring the discussion of the health of rural populations to the health, primary care and family medicine agenda. This report also aims to assist other groups in creation or already established to create strategies to strengthen their work.


Este artículo presenta la Historia del Grupo de Trabajo de Medicina Rural de SBMFC, uno de los grupos de trabajo más activos de SBMFC. Se revisan los primeros pasos desde su creación y otros desarrollos. Uno de los principales resultados identificados fue ayudar a consolidar la identidad del "MFC rural" y llevar el debate sobre la salud de las poblaciones rurales a la agenda de salud, atención primaria y medicina familiar. Este informe también tiene como objetivo ayudar a otros grupos en la creación o ya establecidos para crear estrategias para fortalecer su trabajo. Descriptores: Salud rural, Medicina Familiar y Comunitaria, Historia de La Medicina.


Subject(s)
Rural Health , Family Practice , History of Medicine
3.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 1948-1948, 20200210. tab, ilus
Article in Portuguese | LILACS, ColecionaSUS | ID: biblio-1050316

ABSTRACT

Introdução: A exposição nociva ao calor ganha mais relevância com a progressão do aquecimento global antropogênico e a Atenção Primária à Saúde (APS) tem um papel crescente nesse cenário. No Brasil, as ondas de calor entre 2014 e 2015 duraram mais tempo que nos anos prévios, além disso, entre 2000-2015 a associação entre temperatura e hospitalizações variou de acordo com a duração da exposição ao calor. Nesse contexto, o objetivo desta revisão é realizar uma atualização sobre manejo clínico de patologias relacionadas ao calor na APS. Metodologia: Realizou-se a busca na base de dados ACCESSS, que utiliza a pirâmide 5.0 da assistência à saúde baseada em evidências. Foram identificados 103 sumários sintetizados para referência clínica com as palavras "Heat stress", "Heat Stroke", "Heat Wave" e "Heat Exhaustion", mas apenas três entravam no escopo deste estudo. Resultados e Discussão: O estresse pelo calor é uma condição comum, negligenciada e evitável que afeta diversos pacientes, iniciando-se com uma má adaptação ao calor que se não for corrigida pode gerar uma cascata de eventos inflamatórios. O estresse pelo calor é caracterizado por sintomas inespecíficos, como mal-estar, cefaleia e náusea. O tratamento envolve o resfriamento do paciente e monitoramento, garantindo hidratação adequada. A exaustão pelo calor, se não tratada, pode evoluir para insolação, uma doença grave que pode levar ao coma e morte, envolvendo disfunção do sistema nervoso central - necessitando de um tratamento mais agressivo além do resfriamento


Introduction: The nocive exposure to heat gets more attention with anthropogenic global warming, and Primary Health Care (PHC) has a growing role in this scenario. In Brazil heat waves between 2014 and 2015 lasted longer than in previous years. Further, in addition between 2000-2015 the association between temperature and hospitalizations varied according to the duration of heat exposure. Therefore, the aim of this review is to perform an update on clinical management of heat related pathologies in PHC. Methodology: The ACCESSS database was searched using the evidence-based health care pyramid 5.0, where we identified 103 synthesized summaries for clinical reference with words "Heat stress", "Heat Stroke", "Heat Wave" and "Heat Exhaustion", but only three fell within the scope of this study. Results and Discussion: Heat stress is a common, neglected and preventable condition that affects several patients, it starts with a poor adaptation to heat that if it is not adjusted it can generate a cascade of inflammatory events. Heat stress is characterized by nonspecific symptoms such as malaise, headache and nausea. The treatment involves patient monitoring and cooling, ensuring adequate hydration. Heat exhaustion, if untreated, can progress to heatstroke, a serious illness that can lead to coma and death, involving central nervous system dysfunction - requiring more aggressive treatment than cooling.


Introducción: La exposición nociva al calor gana más destaque con la progresión del calentamiento global antropogénico, y la Atención Primaria a la Salud tienen un papiel cresciente en este escenario. En Brasil las olas de calor entre 2014 y 2015 duraron más tiempo que en los años previos, además entre 2000-2015 la asociación entre temperatura y hospitalizaciones ha variado de acuerdo con la duración de la exposición al calor. En este contexto, el objetivo de esta revisión es realizar una actualización sobre manejo clínico de patologías relacionadas al calor en la APS. Metodología: Se realizó la búsqueda en la base de datos ACCESSS, que utiliza la pirámide 5.0 de la asistencia a la salud basada en evidencias. Se han identificado 103 sumarios sintetizados para referencia clínica con las palabras "Heat stress", "Heat Stroke", "Heat Wave" y "Heat Exhaustion", pero sólo tres son considerados en el ámbito de este estudio. Resultados y Discusión: El estrés por el calor es una condición común, descuidada y evitable que afecta a varios pacientes, iniciándose con una mala adaptación al calor que si no se corrige puede generar una cascada de eventos inflamatorios. El estrés por el calor se caracteriza por síntomas inespecíficos, como malestar, cefalea y náuseas. El tratamiento implica el enfriamiento del paciente y el monitoreo, garantizando la hidratación adecuada. El agotamiento por el calor, si no se trata, puede evolucionar hacia la insolación, una enfermedad grave que puede llevar al coma y a la muerte, involucrando disfunción del sistema nervioso central - necesitando un tratamiento más agresivo además del enfriamiento.


Subject(s)
Heat Stress Disorders , Heat Wave (Meteorology) , Hot Temperature , Heat Exhaustion
4.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2349, 20200210.
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1117122

ABSTRACT

Introduction: Community engagement in health research potentially benefits researchers, institutions and local people. Objective: This work reviews health journal policies looking for local authorship instructions, and clear specific recommendations on ethic issues for rural, remote or communities from low and middle income countries research publications. Methods: A research at National Library of Medicine, CAPES and Embase identified 37 journals related to rural health. A review of all instructions to authors were conducted independently by two authors, looking for any mention of local co-authorship or how to relate to local communities in the publication guidelines of the included journals. Results: Eleven [n=11] journals fit the inclusion criteria and just one [n=1] had any instruction or ethic concern about local authorship on the author's instructions. Most journals are from high income countries. Although the care in rural areas are more concentrated in Primary Care the journals were varied in its scope. Only four journals include in its description and scope primary care, general practice or family medicine. Conclusions: Authorship and publication policies should include specific and clear ethical recommendations related to community engagement in all major scientific communication vehicles. This should stimulate local participation through clear guidance to authors as a way of promoting a more inclusive, active and horizontal relationship between researchers and communities.


Introdução: O envolvimento da comunidade na pesquisa em saúde beneficia potencialmente pesquisadores, instituições e pessoas locais. Objetivo: Este trabalho analisa as políticas de periódicos de saúde em busca de instruções de autoria local e recomendações específicas claras sobre questões éticas para pesquisas em comunidades de áreas rurais ou remotas de países de baixa e média renda. Métodos: Uma pesquisa na Biblioteca Nacional de Medicina, CAPES e Embase identificou 37 periódicos relacionados à saúde rural. Uma revisão de todas as instruções aos autores foi conduzida de forma independente por dois autores, procurando qualquer menção à coautoria local ou como se relacionar com as comunidades locais nas diretrizes de publicação dos periódicos incluídos. Resultados: Onze [n=11] periódicos se enquadram nos critérios de inclusão e apenas um [n=1] teve alguma instrução ou preocupação ética com a autoria local nas instruções aos autores. A maioria dos periódicos é de países de alta renda. Embora os cuidados em saúde nas áreas rurais sejam mais concentrados na Atenção Primária, os periódicos foram variados em seu escopo. Apenas quatro revistas incluem em sua descrição e escopo cuidados primários, clínica geral ou medicina de família. Conclusões: As políticas de autoria e publicação deveriam incluir recomendações éticas específicas e claras relacionadas ao envolvimento da comunidade em todos os principais veículos de comunicação científica. Isso deve estimular a participação local por meio de orientações claras aos autores, como forma de promover um relacionamento mais inclusivo, ativo e horizontal entre pesquisadores e comunidades.


Introducción: La participación de la comunidad en la investigación en salud potencialmente beneficia a investigadores, instituciones y personas locales. Objetivo: Este documento analiza las políticas de las revistas de salud en busca de instrucciones de autores locales y recomendaciones claras y específicas sobre cuestiones éticas para la investigación en comunidades en áreas rurales o remotas de países de ingresos bajos y medianos. Método: Una encuesta en la Biblioteca Nacional de Medicina, CAPES y Embase identificó 37 revistas relacionadas con la salud rural. Dos autores realizaron una revisión de todas las instrucciones para los autores de forma independiente, buscando cualquier mención de coautoría local o cómo relacionarse con las comunidades locales en las pautas de publicación de las revistas incluidas. Resultados: Once [n = 11] revistas cumplieron con los criterios de inclusión y solo una [n = 1] tuvo alguna instrucción o preocupación ética con la autoría local en las Instrucciones para los autores. La mayoría de las revistas son de países de altos ingresos. Si bien la atención médica en las zonas rurales está más concentrada en la atención primaria, el alcance de las revistas fue variado. Solo cuatro revistas incluyen atención primaria, medicina general o medicina familiar en su descripción y alcance. Conclusiones: Las políticas de autoría y publicación deberían incluir recomendaciones éticas específicas y claras relacionadas con la participación de la comunidad en todos los principales vehículos de comunicación científica. Esto debe alentar la participación local a través de directrices claras para los autores, como una forma de promover una relación más inclusiva, activa y horizontal entre investigadores y comunidades.

5.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 14(41): 2286-2286, fev. 2019. graf
Article in Portuguese | LILACS, ColecionaSUS | ID: biblio-1049865

ABSTRACT

A Revista Lancet Countdown: Acompanhando o Progresso em Saúde e Mudanças Climáticas é uma colaboração internacional multidisciplinar que objetiva monitorar as relações entre saúde pública e mudanças climáticas. Reúne 35 instituições acadêmicas e agências das Nações Unidas de todos os continentes, embasando-se na expertise de climatologistas, engenheiros, economistas, cientistas políticos, profissionais de saúde pública e médicos. Todos os anos, a Lancet Countdown publica uma avaliação anual do estado das mudanças climáticas e da saúde humana, procurando oferecer aos tomadores de decisão acesso a orientações para uma política baseada em evidência de alta qualidade.


Subject(s)
Arbovirus Infections , Climate Change , Environmental Health , Air Pollution, Radioactive , Anthracosis
6.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 14(41): e1992, fev. 2019.
Article in Portuguese | LILACS, ColecionaSUS | ID: biblio-981953

ABSTRACT

A WONCA, em conjunto com a Planetary Health Alliance, lançou uma conclamação para a ação dos MFCs do mundo pela saúde planetária. Este comentário discute os efeitos das mudanças ambientais e a conclamação em relação o papel do médico de família na perspectiva da saúde planetária.


WONCA, with the Planetary Health Alliance, issued a declaration calling family doctors of the world to act on planetary health. This commentary discusses environmental changes and the call in relation to the role of the family doctor in the perspective of planetary health.


WONCA, junto con la Planetary Health Alliance, lanzó un llamamiento a la acción de los medicos de familia del mundo por la salud planetaria. Este comentario discute los efectos de los cambios ambientales y el llamamiento y el papel del médico de familia en la perspectiva de la salud planetaria.


Subject(s)
Climate Change , Environmental Health , Family Practice
7.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 13(40): 1-4, jan.-dez. 2018.
Article in English | LILACS | ID: biblio-883412

ABSTRACT

The gap between health needs and the training of human resources for health is much more evident in rural areas. In Brazil, a country of continental dimensions, these differences become more challenging. The diversity of geographical and administrative barriers to access makes the health indicators of rural and remote populations worse than those of the urban population. Family Medicine could address the social determinants of health through the provision of human services and play an important role in low-income rural residents' health status. This essay is an urgent call for the debate on models for projecting heath workforce supply and requirements for rural areas in Brazil.(AU)


La brecha entre las necesidades de salud y la capacitación de los recursos humanos para la salud es mucho más evidente en las zonas rurales. En Brasil, un país de dimensiones continentales, estas diferencias se vuelven más desafiantes. La diversidad de las barreras geográficas y administrativas de acceso hace que los indicadores de salud de las poblaciones rurales y remotas sean peores que los de la población urbana. La Medicina Familiar podría abordar los determinantes sociales de la salud a través de la provisión de servicios humanos y desempeñar un papel importante en el estado de salud de los residentes rurales de bajos ingresos. Este ensayo es un llamado urgente para el debate sobre los modelos para proyectar el suministro de mano de obra de salud y los requisitos para las áreas rurales en Brasil.(AU)


A discrepância entre as necessidades de saúde e o treinamento de recursos humanos para a saúde é muito mais evidente nas áreas rurais. No Brasil, um país de dimensões continentais, essas diferenças se tornam mais desafiadoras. A diversidade das barreiras geográficas e administrativas de acesso torna os indicadores de saúde das populações rurais e remotas piores que os da população urbana. A medicina de família e comunidade pode abordar os determinantes sociais da saúde por meio da prestação de serviços humanos e desempenhar um papel importante no estado de saúde dos residentes rurais de baixa renda. Este ensaio é um apelo urgente para o debate sobre as necessidades das áreas rurais no Brasil e os modelos de projeção para o provimento de força de trabalho de saúde nesses cenários.(AU)


Subject(s)
Rural Health , Education, Medical , Family Practice , Health Workforce , Brazil , National Health Programs
8.
Rio de Janeiro; Fiocruz; 2018. 163 p.
Monography in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1005641

ABSTRACT

Argumenta sobre temas como diversidade e competência cultural no rural, formação em saúde para contextos rurais, e se as tecnologias da informação e comunicação reduzem ou ampliam distâncias e isolam.


Subject(s)
Social Justice , Rural Health , Health Education
9.
Rev. APS ; 17(1)fev. 2014.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-729145

ABSTRACT

A busca da construção do conhecimento nas comunidades s, aproximando saberes populares e experiências de vida e estimulando a discussão das práticas médicas s, contextos e crenças, levou estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande (FURG) a criar a Liga de Educação em Saúde (LES), no ano de 2010. Essa Liga Acadêmica foi criada levando em consideração as diretrizes curriculares do curso de medicina, as mudanças na organização do sistema de saúde brasileiro e a necessidade de uma maior experiência em Educação Popular em Saúde. A LES desenvolve uas atividades na cidade de Rio Grande/RS e está dividida em três eixos: alunos do Ensino Fundamental l, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e idosos assistidos por uma Unidade Básica de Saúde da Família. São realizados encontros periódicos valorizando a participação opinativa e definindo temas para os encontros com os grupos. Além disso, são realizadas reuniões semanais entre os integrantes para revisar temas teóricos, planejar e discutir as atividades realizadas. Sendo assim, a LES tornou-se um espaço para os estudantes de medicina refletirem, criticarem, e construírem, junto com a comunidade, um espaço para discussão e articulação de práticas de promoção à saúde.


The quest to build knowledge in the communities, connecting popular wisdom and life experiences, and encouraging the discussion of medical practices, contexts, and beliefs, led students at the School of Medicine, Federal University of Rio Grande (FURG) to create the Health Education League (LES), in the year 2010. This academic league was created taking into consideration the curriculum guidelines of the program in medicine, the changes in the organization of the Brazilian health system, and the need for broader experience in popular education in health. The LES is developing its activities in the city of Rio Grande, RS, and is divided into three areas: elementary school students, youth and adult education (EJA), and elderly persons receiving care from a Basic Family Health unit. Periodic meetings are held, encouraging opinionated participation and defining topics for meetings with the groups. In addition, weekly meetings among members are held to review theoretical issues, and to plan and discuss the activities they are conducting. Thus, the LES has become a place for medical students to reflect, critique, and build jointly with the community a space for discussion and articulation of practices to promote health


Subject(s)
Community-Institutional Relations , Education, Medical , Primary Health Care , Social Planning , Health Education
10.
Rev. bras. educ. méd ; 37(3): 464-470, jul.-set. 2013.
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-697277

ABSTRACT

As transformações nas condições sociais de trabalho surgidas nas últimas décadas restringiram a disponibilidade do contato profissional-paciente, levando a uma fragmentação e desumanização do cuidado à saúde. Dessa necessidade surgiu o programa Recrutas da Alegria (RA), da Universidade Federal do Rio Grande (Furg), com a ideia de "formar um profissional diferente", com o intuito de horizontalizar as relações com a equipe hospitalar e a abordagem dos pacientes. O RA é promovido pelos cursos da área de saúde da Furg e é uma ação de extensão. As atividades são desenvolvidas na Ala Pediátrica do Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Júnior (HU). Esta experiência demonstrou que a humanização não é um fato isolado, não acontece em apenas um ambiente, mas constitui comportamentos e atitudes que se refletem na atuação dos acadêmicos. O programa permite aos acadêmicos questionar o papel do médico e do estudante do curso de Medicina, bem como valorizar as histórias que vão além da história clínica, compreendendo o paciente como um todo.


The transformations that have arisen in the social conditions of work over recent decades have restricted contact between the medical professional and the patient, leading to a fragmented and dehumanized health care. This need gave rise to the Recrutas da Alegria (RA - Recruits of Happiness) program at the Federal University of Rio Grande (FURG), with the idea of "training a different professional" in order to horizontalize relations with hospital staff and the patients' approach. The RA is promoted by FURG courses in the area of health and is an outreach initiative. The activities are developed in the Pediatric Wing of the Dr. Miguel Riet Corrêa Júnior Teaching Hospital. This experience has demonstrated that humanization is not a one-off occurrence, it does not occur in just one environment, but rather constitutes behaviours and attitudes reflected in students' work. The program enables students to question the role of the doctor and of the student doctor, as well as focusing on patient's histories that extend beyond their medical history, understanding the patient fully.

SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL