Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 44
Filter
1.
Rev. bras. ortop ; 56(6): 689-696, Nov.-Dec. 2021. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1357130

ABSTRACT

Abstract Osteoarthritis (OA) is characterized by a chronic, progressive and irreversible degradation of the joint surface associated with joint inflammation. The main etiology of ankle OA is post-traumatic and its prevalence is higher among young and obese people. Despite advances in the treatment of fractures around the ankle, the overall risk of developing posttraumatic ankle OA after 20 years is almost 40%, especially in Weber type B and C bimalleolar fractures and in fractures involving the posterior tibial border. In talus fractures, this prevalence approaches 100%, depending on the severity of the lesion and the time of follow-up. In this context, the current understanding of the molecular signaling pathways involved in senescence and chondrocyte apoptosis is fundamental. The treatment of ankle OA is staged and guided by the classification systems and local and patient conditions. The main problems are the limited ability to regenerate articular cartilage, low blood supply, and a shortage of progenitor stem cells. The present update summarizes recent scientific evidence of post-traumatic ankle OA with a major focus on changes of the synovia, cartilage and synovial fluid; as well as the epidemiology, pathophysiology, clinical implications, treatment options and potential targets for therapeutic agents.


Resumo A osteoartrite (OA) é caracterizada por uma degradação crônica, progressiva e irreversível da superfície articular, associada a inflamação articular. A principal etiologia da OA do tornozelo é pós-traumática e sua prevalência é maior entre os jovens e obesos. Apesar dos avanços no tratamento das fraturas ao redor do tornozelo, o risco geral de desenvolver OA pós-traumática do tornozelo após 20 anos do trauma é de quase 40%; especialmente nas fraturas bimaleolares de Weber tipo B e C e fraturas envolvendo a borda tibial posterior. Nas fraturas do tálus, essa prevalência se aproxima de 100%, dependendo da gravidade da lesão e do tempo de seguimento. Nesse cenário, é fundamental a compreensão atual das vias de sinalização moleculares envolvidas na senescência e apoptose dos condrócitos. O tratamento da OA do tornozelo é estagiado e guiado pelos sistemas de classificação, condições locais e do paciente. Os principais problemas são a limitada capacidade de regeneração da cartilagem articular, o baixo suprimento de sangue e a escassez de células-tronco progenitoras. A presente atualização resume evidências científicas básicas recentes da OA póstraumática do tornozelo, com foco principal nas alterações metabólicas da sinóvia, da cartilagem e do líquido sinovial. Epidemiologia, fisiopatologia, implicações clínicas, e opções de tratamento são também discutidas.


Subject(s)
Humans , Osteoarthritis/diagnosis , Osteoarthritis/therapy , Synovial Fluid , Cartilage , Cartilage, Articular , Prevalence , Fractures, Bone , Ankle Fractures , Ankle/physiopathology
2.
Rev. bras. ortop ; 56(4): 490-496, July-Aug. 2021. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1341163

ABSTRACT

Abstract Objective Thepresentpaperaimedtoevaluatefunctionalandradiographicoutcomesfrom a group of patients with comminuted midshaft clavicle fracture who were surgically treated using a minimally invasive technique and followed-up for a minimum period of 12 months. Methods Longitudinal, observational study with 32 consecutive patients (31 males; mean age, 41 years old) with comminuted midshaft clavicle fracture who were surgically treated using the minimally invasive osteosynthesis technique with a 3.5mm reconstruction plate in the upper position. Patients were clinically and radiologically evaluated for a minimum follow-up period of 12 months. Results In 30 patients (93.72%), fracture consolidation occurred in an average time of 17 weeks (range, 12 to 24 weeks). The mean follow-up time was 21 months (range, 12 to 45 months). No implant break or pseudoarthrosis were recorded. There was no complaint of paresthesia around the surgical incisions. The surgically-treated shoulder presented lower passive elevation and longer clavicle length (p < 0.05) compared with the contralateral shoulder. Functional evaluation revealed an average Disability of Arm, Shoulder and Hand (DASH) score of 1.75, which is considered satisfactory. Age > 60 years old had a negative correlation with DASH score (p <0.05). Conclusion The minimally invasive osteosynthesis technique was satisfactory for the treatment of comminuted midshaft clavicle fracture, with a high consolidation rate and a low complication rate.


Resumo Objetivo Avaliar os resultados funcionais e radiográficos do tratamento cirúrgico realizado em um grupo de pacientes com fratura multifragmentada da diáfise de clavícula, pela técnica minimamente invasiva, em seguimento mínimo de 12 meses. Métodos Estudo observacional longitudinal de 32 pacientes consecutivos (31 do sexo masculino, idade média 41 anos) com fratura multifragmentada da diáfise da clavícula tratados cirurgicamente pela técnica minimamente invasiva de osteossíntese com placa de reconstrução de 3,5 mm na posição superior, avaliados clínica e radiologicamente, com seguimento mínimo de 1 ano Resultados Resultados Trinta pacientes (93,72%) evoluíram com consolidação da fratura em tempo médio de 17 semanas (entre 12 e 24 semanas). O tempo de seguimento médio foi de 21 meses (variando de 12 a 45 meses). Não houve quebra de implantes ou pseudoartroses. Não houve queixa de parestesia na região das incisões cirúrgicas. O ombro tratado cirurgicamente apresentou menor elevação passiva e maior comprimento da clavícula (p< 0,05) em relação ao contralateral. Na avaliação funcional, encontramos um valor médio de Disfunções do Braço, Ombro e Mão (DASH, na sigla em inglês) = 1,75, sendo o mesmo considerado satisfatório. Idade >60 anos apresentou correlação negativa com escore DASH (p< 0,05). Conclusão A técnica minimamente invasiva de osteossíntese mostrou-se satisfatória para o tratamento da fratura multifragmentada da diáfise da clavícula, com elevada taxa de consolidação e baixo índice de complicações.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Middle Aged , Treatment Outcome , Clavicle , Minimally Invasive Surgical Procedures , Fractures, Bone
3.
Rev. bras. ortop ; 56(2): 268-270, Apr.-June 2021. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1251343

ABSTRACT

Abstract Septic arthritis of the pubic symphysis is a rare condition. Risk factors include trauma, low-grade infection, urological or gynecological procedures, malignant tumors of the pelvis, sports, and intravenous drug abuse. This report describes a case of septic arthritis of the pubic symphysis in a 23-year-old male patient with no history of pelvic surgery, previous infections, or intense physical activity. Arthritis was diagnosed by blood culture positive for Enterococcus spp. and yeasts, and the patient was treated with antibiotics. This case emphasizes the importance of complementary exams to aid the treatment of septic arthritis of the pubic symphysis and shows that an invasive procedure, such as pubic symphysis puncture biopsy, may not be required.


Resumo A artrite séptica da sínfise púbica é uma condição rara. Os fatores de risco são trauma, infecção de baixo grau, procedimentos urológicos ou ginecológicos, tumores malignos da pelve, prática de esportes e uso de drogas intravenosas. O presente relato descreve um caso de artrite séptica da sínfise púbica em um paciente do sexo masculino, de 23 anos, sem história de cirurgias pélvicas, infecções prévias ou atividade física intensa. A artrite foi diagnosticada pela hemocultura que revelou crescimento de Enterococcus sp + leveduras, e o paciente foi tratado com antibioticoterapia. Este caso enfatiza a importância de exames complementares no auxílio do tratamento da artrite séptica da sínfise púbica, e demonstra que procedimentos invasivos, tais como a punção da sínfise púbica, podem não ser necessários.


Subject(s)
Humans , Male , Adult , Osteitis , Pubic Symphysis , Arthritis, Infectious , Enterococcus , Anti-Bacterial Agents
4.
Rev. bras. ortop ; 56(2): 154-160, Apr.-June 2021. tab
Article in English | LILACS | ID: biblio-1251339

ABSTRACT

Abstract Objective To outline the profile of self-citations from Revista Brasileira de Ortopedia (Rev Bras Ortop) and citations of this journal in other medical orthopaedic journals with general or specific content in a knowledge area of the specialty. Methods This is an observational cross-sectional study of the frequency of self-citations and citations from Rev Bras Ortop in five other medical orthopaedic journals from different countries, all published in English. The last 15 articles published in 2020 in each of the six journals were analyzed. The references used in each of them were evaluated to identify the journal in which they were originally published. The frequency of distribution of the four main journals cited, their position, and the relative percentage to the total number of citations were observed and recorded in each of the six journals. The number of times that the Rev Bras Ortop was cited in each of the selected foreign journals was assessed using its absolute and relative frequencies. Results The total number of citations evaluated in this study was 2,527 (ranging from 386 to 486 per magazine). Rev Bras Ortop showed a low rate of self-citation (2.6%), being the sixth journal cited in the journal itself (10 out of a total of 386 references). Moreover, Rev Bras Ortop was not mentioned in any of the other five medical journals included in the study (absolute frequency 0, relative frequency 0). Conclusion Rev Bras Ortop has a low reference of itself, with a self-citation rate of 2.6% in the studied period, showing that the Brazilian orthopaedic surgeons do not mention the Brazilian orthopaedic surgeon who publishes in the journal. We suggest the elaboration and implementation of strong strategies to improve the journal's visibility in the world academic-scientific scenario. In addition, it is essential that Brazilian orthopaedic surgeons understand this reality and assist directly and effectively to change this scenario.


Resumo Objetivo Observar o perfil de autocitações da Revista Brasileira de Ortopedia (Rev Bras Ortop) e de citações deste periódico em outras revistas médicas de ortopedia de conteúdo geral ou específico de uma determinada área de conhecimento da especialidade. Métodos Trata-se de estudo observacional transversal da frequência de autocitações e citações da Rev Bras Ortop em outros cinco periódicos médicos de ortopedia de diferentes países, todas publicadas em língua inglesa. Foram analisados os 15 últimos artigos publicados em 2020 em cada uma das seis revistas estudadas. As referências usadas em cada um delas foi avaliada para identificação do periódico em que foram publicadas originalmente. A distribuição de frequência dos quatro principais periódicos citados, sua posição e o percentual relativo ao total de citações foram observados e registrados em cada uma das seis revistas. O número de vezes em que a Rev Bras Ortop foi citada em cada um dos periódicos estrangeiros selecionados foi avaliado por meio de suas frequências absoluta e relativa. Resultados O total de citações avaliadas neste estudo foi de 2527 (variando de 386 a 486 por revista). A Rev Bras Ortop apresentou baixa taxa de autocitação (2,6%), sendo citada na própria revista na sexta posição (10 de um total de 386 referências). No período estudado, a Rev Bras Ortop não foi citada em nenhum dos outros cinco periódicos médicos incluídos no estudo (frequência absoluta 0, frequência relativa 0). Conclusão Observou-se que a Rev Bras Ortop apresenta baixa referência de si própria, com taxa de autocitação de 2,6% no período estudado, mostrando que de fato o ortopedista brasileiro não cita o ortopedista brasileiro que publica na revista. Sugerimos a elaboração e a implementação de estratégias fortes de melhora da visibilidade do periódico no cenário acadêmico-científico mundial. Além disso, é fundamental que os ortopedistas brasileiros entendam esta realidade e auxiliem direta e efetivamente em sua mudança.


Subject(s)
Peer Review , Authorship , Journal Article , Journal Impact Factor
5.
Rev. Col. Bras. Cir ; 48: e20213122, 2021. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1360754

ABSTRACT

ABSTRACT Purpose: although locking plates have led to important changes in fracture management, becoming important tools in the orthopedic surgeon's arsenal, the benefits of locking plates for traumatic diastasis of the pubic symphysis have not been established. This study was conducted to assess the quality of life in its different domains among patients with traumatic diastasis of the pubic symphysis managed either with locking or nonlocking plate. Methods: a prospective cohort study was undertaken at 3 level 1 trauma centres in Brazil. Patients presenting traumatic diastasis of the pubic symphysis treated with plate fixation with a minimum follow-up of 12 months were eligible for inclusion. Through a Pfannenstiel approach, the pubic symphysis was reduced and fixed with a superiorly positioned 4.5mm four to six hole reconstruction locked plate or 3.5mm four to six hole reconstruction nonlocked plate. Posterior injury was managed during the same procedure. Outcome measures were adequate healing of the pelvic injuries, return to pre-injury level on daily activities, and quality of life at the last follow-up visit. Complications and modes of failure were summarized and reviewed. Bivariate linear regression was used to assess individual factors affecting patients' health-related quality of life. A p value of <5% was considered significant. Results: a total of 31 adult patients (29 males and 2 females) were eligible for the study. Thirteen patients were managed with a reconstruction locked plate and 18 patients with a nonlocked reconstruction plate. Average postoperative follow-up time was 24 months. Adequate healing of the pelvic injuries was achieved in 61.5% of patients treated with locking plates and 94.4% of patients treated with nonlocking plates (p=0.003). Radiographic failure of fixation with minor complications occurred in 46.1% of patients after locked plating versus 11.1% of patients in the nonlocking plate group (p=0.0003). In bivariate analysis, abnormal gait (p=0.007) was associated with a reduced long-term quality of life as measured with the EQ-5D-3L. Conclusion: internal fixation of traumatic diastasis of the pubic symphysis with locking plates has no clinical advantage when compared to nonlocked plating. Mechanical failure and inadequate healing are significantly increased after locked plating of the pubic symphysis. Therefore, we do not recommend routine use of locking plates for managing patients presenting traumatic diastasis of the pubic symphysis. Level of evidence: II (prospective, cohort study).


RESUMO Justificativa e Objetivo: embora as placas bloqueadas tenham levado a mudanças importantes no tratamento de fraturas, tornando-se ferramentas importantes no arsenal do cirurgião ortopédico, os benefícios para a fixação da lesão da sínfise púbica não foram adequadamente estabelecidos. Este estudo foi realizado para avaliar a qualidade de vida em diferentes domínios de pacientes com disjunção traumática da sínfise púbica tratados com placas bloqueadas e não bloqueadas. Métodos: trata-se de estudo de coorte prospectivo, realizado em três centros de trauma nível 1, no Brasil. Foram elegíveis para inclusão no estudo pacientes com disjunção traumática da sínfise púbica tratados com redução aberta e fixação interna com placa, com seguimento mínimo de 12 meses. Por meio de abordagem de Pfannenstiel, a sínfise púbica foi reduzida e fixada com uma placa bloqueada de reconstrução de 4,5mm de quatro a seis orifícios posicionada superiormente ou com uma placa não bloqueada de reconstrução de 3,5mm de quatro a seis orifícios. A lesão pélvica posterior foi tratada durante o mesmo procedimento. Os desfechos analisados na última visita de acompanhamento foram cicatrização da lesão pélvica, retorno às atividades diárias para nível pré-lesional e qualidade de vida. Complicações e modos de falha foram observados e descritos. Foi utilizada regressão linear bivariada na avaliação dos fatores individuais que afetaram a qualidade de vida relacionada à saúde dos pacientes, com valor p <5% considerado significativo. Resultados: foram incluídos no estudo 31 pacientes adultos (29 homens e 2 mulheres). Treze pacientes foram tratados com placa de reconstrução bloqueada e 18 com placa de reconstrução não bloqueada. O tempo médio de seguimento pós-operatório foi de 24 meses. A cicatrização adequada da lesão do anel pélvico foi alcançada em 61,5% dos pacientes tratados com placas bloqueadas e em 94,4% dos pacientes tratados com placas não bloqueadas (p=0,003). Falha radiográfica de fixação com complicações menores ocorreu em 46,1% dos pacientes tratados com placa bloqueada contra 11,1% dos pacientes no grupo de placas não bloqueadas (p=0,0003). Na análise bivariada, marcha anormal (p=0,007) foi associada à redução da qualidade de vida em longo prazo, medida com o EQ-5D-3L, embora não tenha sido observada relação direta destas com os implantes utilizados. Conclusão: a fixação interna da disjunção traumática da sínfise púbica com placas bloqueadas não apresenta vantagem clínica quando comparada com placas não bloqueadas. Falha mecânica e cicatrização inadequada aumentam significativamente após o uso de placas bloqueadas na sínfise púbica. Portanto, não recomendamos o uso rotineiro de placas bloqueadas para o tratamento de pacientes com disjunção traumática da sínfise púbica. Nível de evidência: II (estudo de coorte prospectivo).


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Quality of Life , Bone Plates , Prospective Studies , Cohort Studies , Fracture Fixation, Internal
6.
Acta ortop. bras ; 28(6): 318-322, Nov.-Dec. 2020. tab, graf
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1142038

ABSTRACT

ABSTRACT Objectives: To describe the surgical treatment of fractures that involves the hallux interphalangeal joint, current indications and management options. Methods: we performed a literature review of relevant clinical studies in multiple databases, including PubMed, MedLine and Scopus, from January 1989 to October 2020. Results: There is consensus for surgical treatment of intra-articular fractures with a deviation greater than 2 mm, metadiaphyseal fractures with malrotation and/or malangulation, open fractures and unstable fractures. Conclusion: The use of more rigid implants allow alignment maintenance during healing process and lower risk of reduction loss. Valgus deformity and interphalangeal joint osteoarthritis are possible complications that must be avoided. Level of Evidence III, Systematic review of Level III studies.


RESUMO Objetivos: destacar o tratamento cirúrgico das fraturas que envolvem a articulação interfalangiana do hálux, suas indicações atuais e as opções de tratamento. Métodos: Realizamos uma revisão da literatura de estudos clínicos relevantes em múltiplas bases de dados, incluindo PubMed, MedLine e Scopus, de janeiro de 1989 a outubro de 2020. Resultados: Há consenso para o tratamento cirúrgico de fraturas intra-articulares com desvio superior a 2 mm, fraturas metadiafisárias com má rotação e/ou malangulação, fraturas expostas e fraturas instáveis. Conclusão: O uso de implantes mais rígidos permite a manutenção do alinhamento durante o processo de consolidação e menor risco de perda da redução. As complicações que devem ser evitadas são a deformidade em valgo e a osteoartrite da articulação interfalangeana. Nível de Evidência III, Revisão sistemática de Estudos de Nível III.

7.
Rev. Col. Bras. Cir ; 47: e20202546, 2020. graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1136613

ABSTRACT

ABSTRACT The aim of this study was to evaluate the biomechanical role of both a non-locking two-hole small fragment dynamic compression plate with 3.5-mm screws and a 4.5-mm cortical screw with a washer applied to a Schatzker type-I tibial plateau fracture. Sixteen right synthetic tibiae were used to create an anterolateral shear tibial plateau fracture (Schatzker type-I fracture). Eight models were fixed with a small fragment non-locked straight dynamic compression plate with one 3.5-mm bicortical screw (plate-screw construction) and eight models were fixed with a 4.5-mm cortical screw and a washer (screw-washer construction), both inserted at 1.0 mm distal to the apex of the fracture. Specimens were tested up to the onset of yielding at a constant strain rate of 5.0-mm/min. Stiffness ranged from 311.83 N/mm to 199.54 N/mm, with a mean + SD of 260.32 + 33.8 N/mm in the plate-screw construction, and from 290.34 N/mm to 99.16 N/mm, with a mean + SD of 220.46 + 63.12 N/mm in screw-washer construction. There was no significant difference (p=0.172). Use of a two-hole small-fragment non-locked plate with one 3.5-mm cortical screw or a 4.5-mm cortical screw with a washer applied at 1.0 mm distal to the apex of the fracture as buttressing present similar stiffness in terms of preventing axial displacement in synthetic tibiae models tested up to the onset of yielding.


RESUMO O objetivo do estudo foi avaliar o comportamento biomecânico de dois tipos de fixação: placa de compressão dinâmica de pequenos fragmentos, não bloqueada com parafuso de 3,5mm e parafuso cortical de 4,5mm com arruela, ambos posicionados no vértice de fratura do platô tibial do tipo I de Schatzker. Dezesseis tíbias sintéticas foram utilizadas para criar uma fratura por cisalhamento na face ântero-lateral do platô tibial (tipo I de Schatzker). Oito modelos foram fixados com placa de compressão dinâmica de pequenos fragmentos não bloqueada com parafuso de 3,5mm, inserido 1,0mm distal ao vértice da fratura (construção placa-parafuso), e oito modelos foram fixados com parafuso cortical de 4,5mm com arruela, inserido 1,0mm distal ao vértice da fratura (construção parafuso-arruela). Os modelos foram testados em compressão axial até o início da falha mecânica na interface construção-osso, com taxa de deformação constante de 5,0mm/min. A rigidez variou de 311,83 N/mm a 199,54 N/mm, com média + DP de 260,32 + 33,8 N/mm nos modelos da construção placa-parafuso, e de 290,34 N/mm a 99,16 N/mm, com média + DP de 220,46 + 63,12 N/mm nos modelos da construção parafuso-arruela. Não houve diferença estatisticamente significativa (p=0,172). A utilização de placa de compressão dinâmica de pequenos fragmentos não bloqueada com parafuso de 3,5mm ou de parafuso cortical de 4,5mm com arruela, posicionados no vértice da fratura do platô tibial do tipo I de Schatzker, apresenta rigidez similar na prevenção do desvio axial da fratura.


Subject(s)
Humans , Tibial Fractures/surgery , Fracture Fixation, Internal/methods , Bone Plates , Bone Screws , Models, Anatomic
8.
Rev. Col. Bras. Cir ; 47: e20202508, 2020. graf
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1136540

ABSTRACT

RESUMO Nosso objetivo é descrever a técnica de fixação intramedular (IM) da fíbula no tratamento cirúrgico das fraturas maleolares do tornozelo. A redução é realizada sempre de forma percutânea: quando o traço de fratura é oblíquo simples, utilizamos uma pinça de redução de pontas e quando a fratura apresenta padrão multifragmentar, usa-se tração longitudinal e rotação. Isso reduz as complicações relacionadas à redução aberta e fixação interna com placa. A técnica demonstrou ser simples e reprodutível. Além disso, essa forma de fixação permite apoio precoce do peso corporal, o que acelera o processo de reabilitação e potencialmente acelera a cicatrização da fratura. A fixação IM da fíbula mostrou-se uma opção viável para a fixação do maléolo lateral nas fraturas do tornozelo, devendo ser considerada no arsenal do cirurgião.


ABSTRACT Our objective is to describe the technique of intramedullary (IM) nailing of lateral malleolus in the surgical management of ankle fractures. Fracture reduction is performed either percutaneously with a small pointed reduction clamp in simple oblique fractures or using longitudinal traction and rotation for comminuted fractures, thus reducing complications related to open reduction and internal fixation with a plate. The technique has been shown to be simple and reproducible. In addition, the technique allows early weight bearing, which accelerates rehabilitation and potentially fasten fracture healing. IM nailing is a viable option for the fixation of the of lateral malleolus in ankle fractures and should be considered in the surgeon's armamentarium.


Subject(s)
Humans , Ankle Fractures/surgery , Fracture Fixation, Internal/methods , Fracture Fixation, Intramedullary/methods , Ankle Fractures/diagnostic imaging
9.
Rev. bras. ortop ; 54(3): 288-294, May-June 2019. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1013718

ABSTRACT

Abstract Objective The aim of the present study was to evaluate the practices and preferences of Brazilian orthopedic surgeons for the treatment of femoral neck fractures in middleaged patients. Methods A survey containing 10 images of femoral neck fractures was sent to a group of 100 orthopedic surgeons, all of them members of the Brazilian Society of Orthopedics and Traumatology. The questionnaire asked the treatment option for cases of nondisplaced and displaced fractures of the femoral neck in middle-aged patients, that is, those between 50 and 69 years old. Descriptive and inferential statistical analyzes were performed using the chi-squared (χ2) and the Fisher exact tests. The level of significance was 5%. Results The survey was answered by 78% of the orthopedic surgeons invited to participate in the study. There was no significant difference in the treatment method distribution between generalists and specialists (p = 0.16) in the sample of nondisplaced femoral neck fractures. There was a highly significant difference in the treatmentmethod distribution between generalists and specialists (p < 0.0001) in the sample of displaced fractures of the femoral neck. Conclusion Preservation of the femoral head through multiple cannulated screws fixation is the treatment of choice for nondisplaced femoral neck fractures for both


Resumo Objetivo O objetivo do presente estudo foi avaliar as práticas e preferências dos cirurgiões ortopédicos brasileiros para o tratamento da fratura do colo do fêmur no paciente de meia idade. Métodos Foi elaborado um questionário contendo 10 imagens de fraturas do colo do fêmur enviado a um grupo de 100 ortopedistas, todos membros titulares da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. No questionário, foi perguntada a opção de tratamento para casos de fratura não desviada e desviada do colo do fêmurempacientes de meia idade, caracterizados como aqueles comidades entre 50 e 69 anos. Foramrealizadas análises estatísticas descritiva e inferencial, pelos testes de qui-quadrado (χ2) e exato de Fisher. O critério de determinação de significância adotado foi o nível de 5%. Resultados O questionário foi respondido por 78% dos ortopedistas convidados a participar do presente estudo. Observou-se que não existe diferença significativa na distribuição do método de tratamento entre as avaliações de generalistas e especialistas (p = 0,16) na amostra de fraturas não desviadas do colo do fêmur. Observou-se que existe diferença altamente significativa na distribuição do método de tratamento entre as avaliações de generalistas e especialistas (p < 0,0001) na amostra de fraturas desviadas do colo do fêmur. Conclusão A preservação da cabeça femoral por meio da fixação com múltiplos parafusos canulados é o tratamento de escolha para as fraturas não desviadas do colo do fêmur, tanto para os generalistas quanto para os especialistas. Idade cronológica e/ ou fisiológica baixas são os principais fatores para esta tomada de decisão. Nos casos em que a fratura do colo do fêmur encontra-se desviada, a substituição da cabeça femoral é a preferência para os dois grupos de ortopedistas (generalistas e especialistas). Nesta situação, os especialistas preferem a artroplastia total do quadril (ATQ) e os generalistas a artroplastia parcial do quadril (APQ).


Subject(s)
Arthroplasty , Bone Screws , Femoral Neck Fractures , Femur
10.
Acta ortop. bras ; 26(2): 108-111, Mar.-Apr. 2018. tab, graf
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-949724

ABSTRACT

ABSTRACT Objectives: To report a case series of squamous cell carcinoma (SCC) in the foot, describing previous risk factors, surgical treatment, histopathological findings, and functional and oncological results. Methods: Nine consecutive patients diagnosed with SCC of the foot were treated at a single institution and prospectively analyzed for risk factors related to the disease, surgical outcome, and histopathological, functional and oncological results. All patients had identifiable risk factors for SCC. Results: Definitive treatment consisted of partial (6 patients) or total (3 patients) amputation of the foot. The functional score was good or excellent in the surviving patients. Early identifiable risk factors are present in most patients. Biopsy when this diagnosis is suspected, in association with oncological principles, avoids diagnostic and treatment errors. Conclusion: Despite delayed diagnosis and surgical treatment with partial and total amputations of the foot in our series, we observed good oncological outcomes that avoided systemic spread of the disease and achieved expected functional results. Level of Evidence V; Case series.


RESUMO Objetivo . Relatar uma série de casos de carcinoma epidermoide no pé, descrever os fatores de risco prévios, os achados histopatológicos, o tratamento cirúrgico e os resultados funcionais e oncológicos. Métodos: Nove pacientes consecutivos com diagnóstico de CE na região do pé foram tratados em uma única instituição e analisados, prospectivamente com relação aos fatores de risco da doença, ao desfecho do tratamento cirúrgico e aos resultados histopatológicos, funcionais e oncológicos. Todos os pacientes apresentavam fatores de risco identificáveis. Resultados: O tratamento definitivo consistiu em amputação parcial (seis), amputação total (três). O escore funcional foi bom ou excelente nos pacientes sobreviventes. Fatores de risco identificáveis precocemente estão presentes na maioria dos pacientes. A biópsia na suspeita diagnóstica e o uso de princípios oncológicos evitam erros de diagnóstico e de tratamento. Conclusão: Em nossa série, apesar do diagnóstico tardio e do tratamento cirúrgico com amputações parciais e totais do pé, observamos bons resultados oncológicos que evitaram a disseminação sistêmica da doença e resultados funcionais esperados. Nível de Evidência V; Série de casos.

11.
Rev. bras. ortop ; 53(1): 88-93, Jan.-Feb. 2018. graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-899246

ABSTRACT

ABSTRACT Objective: To determine the ideal working area for a simple transverse fracture line treated with a bridge plate. Methods: A 2-D finite element analysis of a hypothetical femur was performed for the quantitative evaluation of a large-fragment titanium alloy locking plate based on the precept of relative stability in a case of a simple transverse diaphyseal fracture. Two simulations (one case of strain and another case of stress distribution) were analyzed in three unique situations according to the von Mises stress theory. Load distributions were observed when the bone was subjected to a single vertical load of 1000 N. Results: The longer the length of the implant flexion, which coincided with the working area of the plate, the greater the flexion of the implant. The highest concentrations of stress on the plate occurred in the region around the screws closest to the bone gap. The closer the screws to the fracture site, the greater the demands on the plate. Conclusion: When using a large-fragment titanium alloy locking plate to stabilize a simple transverse fracture based on the precept of relative stability (bridge plate), there must be considerable distance between the proximal and distal screws closest to the fracture line. The farther away this fixation is, the lower the stress on the plate and the greater the dissipation of force in the form of deflection.


RESUMO Objetivo: Determinar qual é a área de trabalho ideal em uma fratura de traço simples transverso tratada com placa em ponte. Métodos: Foi feita uma análise bidimensional de elementos finitos em um fêmur hipotético para avaliação quantitativa de uma placa bloqueada para grandes fragmentos feita de liga de titânio, usada com o princípio de estabilidade relativa em uma fratura diafisária de traço simples e transverso. Foram analisadas duas simulações, uma de deformação e outra de distribuição de tensão, de acordo com a teoria de von Mises, em três situações distintas. Foram observadas as distribuições de carga quando o osso foi submetido a uma carga monotônica vertical de 1.000 N. Resultados: Quanto maior o comprimento de flexão do implante, o que coincidiu com a área de trabalho da placa, maior a flexão dele. A maior concentração de tensão na placa foi observada na região dos parafusos mais próximos do defeito ósseo. Quanto mais próximos os parafusos do foco de fratura, maior a demanda sobre a placa. Conclusão: Ao usar uma placa bloqueada para grandes fragmentos feita de liga de titânio para estabilizar uma fratura de traço simples e transverso pelo princípio de estabilidade relativa (placa em ponte), a distância entre os parafusos mais próximos do traço de fratura proximal e distalmente deve ser longa. Quanto mais distante essa fixação, menor a concentração de tensão na placa e maior a dissipação de esforços na forma de deflexão.


Subject(s)
Bone Plates , Bone Regeneration , Finite Element Analysis , Fracture Fixation, Internal
12.
Rev. bras. ortop ; 52(4): 396-401, July-Aug. 2017. graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1042406

ABSTRACT

ABSTRACT To evaluate the mechanical stress and elastic deformation exercised in the thread/shaft transition of Schanz screws in assemblies with different screw anchorage distances in the entrance to the bone cortex, through the distribution and location of tension in the samples. An analysis of 3D finite elements was performed to evaluate the distribution of the equivalent stress (triple stress state) in a Schanz screw fixed bicortically and orthogonally to a tubular bone, using two mounting patterns: (1) thread/shaft transition located 20 mm from the anchorage of the Schanz screws in the entrance to the bone cortex and (2) thread/shaft transition located 3 mm from the anchorage of the Schanz screws in entrance to the bone cortex. The simulations were performed maintaining the same direction of loading and the same distance from the force vector in relation to the center of the hypothetical bone. The load applied, its direction, and the distance to the center of the bone were constant during the simulations in order to maintain the moment of flexion equally constant. The present calculations demonstrated linear behavior during the experiment. It was found that the model with a distance of 20 mm between the Schanz screws anchorage in the entrance to the bone cortex and the thread/shaft transition reduces the risk of breakage or fatigue of the material during the application of constant static loads; in this model, the maximum forces observed were higher (350 MPa). The distance between the Schanz screws anchorage at the entrance to the bone cortex and the smooth thread/shaft transition of the screws used in a femoral distractor during acute distraction of a fracture must be farther from the entrance to the bone cortex, allowing greater degree of elastic deformation of the material, lower mechanical stress in the thread/shaft transition, and minimized breakage or fatigue. The suggested distance is 20 mm.


RESUMO Avaliar o comportamento do estresse mecânico e da deformação elástica exercida na transição rosca-talo liso dos pinos de Schanz do distrator femoral de fraturas em montagens com diferentes distâncias de ancoragem dos pinos na cortical óssea de entrada através de estudo da distribuição e da localização de tensões no corpo de prova. Feita análise de elementos finitos 3 D para a avaliação da distribuição das tensões equivalentes em um pino de Schanz fixado de modo bicortical e ortogonal a um osso tubular, em dois padrões de montagem: (1) transição rosca-talo liso distante 20 mm da ancoragem dos pinos de Schanz na cortical de entrada e (2) transição rosca-talo liso distante 3 mm da ancoragem dos pinos de Schanz na cortical de entrada. Foram feitas simulações e manteve-se a mesma direção da carga e a mesma distância do vetor força em relação ao centro do osso hipotético. A carga aplicada, sua direção e a distância ao centro do osso foram constantes durante as simulações para manter o momento fletor igualmente constante. Os cálculos apresentados demonstraram comportamento linear durante todo o experimento. Verificou-se que o modelo com uma distância de 20 mm entre a ancoragem dos pinos de Schanz na cortical óssea de entrada e a transição rosca-talo liso reduziu o risco de ruptura ou fadiga do material durante a aplicação de cargas estáticas constantes. Nesse modelo, as forças máximas observadas foram superiores (350 Mpa). A análise do comportamento do estresse mecânico e da deformação elástica exercida na transição rosca-talo liso dos pinos de Schanz do distrator femoral de fraturas mostrou que distâncias maiores entre a ancoragem dos pinos na cortical óssea de entrada e a transição rosca-talo liso dos pinos de Schanz permitem menor estresse mecânico na transição rosca-talo liso e maior grau de deformação elástica do material e minimizam quebra ou fadiga. A distância sugerida é de 20 mm.


Subject(s)
Bone Nails , External Fixators , Treatment Outcome , Finite Element Analysis , Femoral Fractures
13.
Rev. Col. Bras. Cir ; 44(4): 328-339, jul.-ago. 2017. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-896601

ABSTRACT

RESUMO Objetivo: avaliar a conduta de cirurgiões ortopédicos da América Latina na definição da área de trabalho em distintos padrões de fratura da diáfise do fêmur. Métodos: foi desenvolvido um questionário em que foram apresentadas opções de fixação extra-medular em quatro padrões de fratura da diáfise do fêmur com três diferentes áreas de trabalho. O questionário foi submetido aos participantes utilizando-se a ferramenta Googleforms. A associação entre as características profissionais e as opções de conduta médica de acordo com cada tipo de fratura foi analisada pelo teste de qui-quadrado, com nível de significância de 5%. Resultados: setecentos e sete profissionais da América Latina responderam o questionário. A maioria dos participantes optou por uma menor área de trabalho na osteossíntese em todas as situações do estudo. Observou-se associação significativa entre a especialidade e a conduta médica nas fraturas do tipo AO 32-B3 e 32-C2 (p < 0,05). As demais características profissionais não mostraram associação significativa. Conclusão: a maioria dos participantes deste estudo prefere construções com menor área de trabalho, representando aproximadamente um terço do comprimento total da placa, independentemente do padrão de fratura. Houve associação significativa entre o tipo de especialidade (trauma ortopédico) e as opções de conduta para as fraturas do tipo AO 32-B3 e 32-C. O presente estudo reforça a importância da compreensão do conceito de área de trabalho, mostrando que sua estimativa continua sendo baseada mais na experiência do cirurgião do que em conceitos biomecânicos que regem o processo de consolidação de fraturas.


ABSTRACT Objective: to evaluate how orthopedic surgeons in Latin America define the working length for distinct patterns of femoral shaft fracture. Methods: a survey was developed presenting different options of working length in four femoral fracture patterns. The survey was submitted to the participants using Google Forms tool. The association between professional characteristics and medical management options according to each type of fracture was analyzed by Chi-square test, with 5% significance level. Results: seven hundred and seven professionals from all Latin America answered the survey. The majority prefered a smaller working length for all situations presented in the study. There was a significant association between the main interest area and the medical preference for the management in fracture types AO 32-B3 and 32-C2 (p<0.05). Other professional characteristics had no significant association at the level of 5%. Conclusion: most of the study participants preferred constructions with smaller working length, representing approximately one-third of the total length of the plate, regardless of fracture pattern. There was a significant association between the main interest area (orthopedic trauma) and medical management options for fracture type AO 32-B3 and 32-C2. This can be attributed in part to the fact that these two types of fractures are considered, in the view of the authors, intermediate patterns in terms of strain. This study reinforces the importance of understanding the concept of working length, showing that its calculation remains more based on the surgeons' experience than grounded by strong biomechanical concepts governing the fracture healing process.


Subject(s)
Humans , Orthopedics , Bone Plates , Practice Patterns, Physicians' , Femoral Fractures/surgery , Fracture Fixation, Intramedullary/instrumentation , Cross-Sectional Studies , Health Care Surveys , Internet , Internationality , Equipment Design
14.
Rev. Col. Bras. Cir ; 43(4): 276-285, July-Aug. 2016. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: lil-794948

ABSTRACT

ABSTRACT Objective : to evaluate the histologic and morphometric characteristics of bone biopsies of the anterior iliac crest of patients of different age groups. Methods : we studied 30 bone samples from the iliac crest, using brightfield optical microscopy. We divided the samples by donors' age groups in three groups: Group 1 (n = 10), subjects aged between 25 and 39 years; Group 2 (n = 10), subjects aged between 40 and 64 years; Group 3 (n = 10), individuals aged 65 years and over. We randomly divided the samples into two sets with 15 specimens. In the first study segment (n = 15), we used histological to assess the osteogenic property of the graft, through the analysis of cell reserve in the periosteum, the number of osteocytes in the lacunae and the number of Haversian and Volkmann's canals. In the second study segment (n = 15), we investigated the morphology of osteoconductive property of the graft, through quantification of the trabecular meshwork (Vv) and trabecular area (Sv). Results : histologically, we observed degeneration of bone occurring with age, characterized by thinning of the periosteum, with gradual replacement of the steogenic layer by fibrous tissue, small amount of Haversian and Volkmann's canals, osteocyte lacunae voids and fine spongy bone trabeculae, allowing ample medullary space, usually occupied by fat cells and adipocytes. Morphologically, with respect to the quantification of the trabecular meshwork (Vv), we found statistically significant differences between Groups 1 and 3 and between Groups 2 and 3, with reduction of the trabecular meshwork of about 45% in the elderly over 65 years old ; there was no statistically significant difference between Groups 1 and 2. There was also no statistical difference between the Groups regarding Sv. Conclusion : the results of this experiment suggest that, in the elderly (over 65 years old), the osteogenic property of autologous bone graft decreases and the osteoconductive property is compromised.


RESUMO Objetivo: avaliar as características histológicas e morfométricas de biópsias ósseas da região anterior da crista ilíaca de pacientes de diferentes faixas etárias. Métodos: foram estudadas 30 amostras de osso da crista ilíaca, utilizando-se microscopia óptica de campo claro. As amostras foram divididas pela faixa etária dos doadores em três grupos: Grupo 1 (n = 10), indivíduos com idade entre 25 e 39 anos; Grupo 2 (n = 10), indivíduos com idade entre 40 e 64 anos; Grupo 3 (n = 10), indivíduos com idade igual ou superior a 65 anos. As amostras foram separadas aleatoriamente em dois conjuntos com 15 peças. No primeiro segmento do estudo (n = 15), foi avaliada histologicamente a propriedade osteogênica do enxerto, através da análise da reserva celular no periósteo, do número de osteócitos nas lacunas e da quantidade de canais de Havers e de Volkmann. No segundo segmento do estudo (n = 15), investigou-se morfologicamente a propriedade osteocondutora do enxerto, através da quantificação da rede trabecular (Vv) e da área trabecular (Sv). Resultados: histologicamente, observou-se que ocorre degeneração do tecido ósseo com a idade, caracterizada pelo adelgaçamento do periósteo, com substituição gradual da camada osteogênica por tecido fibroso, pequena quantidade de canais de Havers e de Volkmann, osteoplastos vazios e trabéculas finas de osso esponjoso, permitindo amplo espaço medular, em geral ocupado por células lipídicas e adipócitos. Morfologicamente, com relação à quantificação da rede trabecular (Vv), foi observada diferença estatisticamente significante entre os Grupos 1 e 3 e entre os Grupos 2 e 3, com redução da rede trabecular de cerca de 45% no idoso acima de 65 anos de idade; não foi observada diferença estatisticamente significante entre os Grupos 1 e 2. Não foi observada diferença estatística entre os grupos quanto à Sv. Conclusão: os achados do presente experimento sugerem que nos indivíduos idosos (acima de 65 anos de idade), a propriedade osteogênica do enxerto ósseo autólogo diminui e a propriedade osteocondutora está comprometida.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Aged , Bone and Bones/anatomy & histology , Biopsy , Age Factors , Middle Aged
15.
Rev. bras. ortop ; 49(4): 374-378, Jul-Aug/2014. tab
Article in English | LILACS | ID: lil-722689

ABSTRACT

Objectives: To review radiographs of patients who suffered tendon tears of the knee extensor apparatus and observe alterations that might be factors predisposing toward this type of injury. Methods: We retrospectively analyzed 60 cases of injury to the knee extensor mechanism that were treated surgically at the Miguel Couto Municipal Hospital between March 2004 and March 2011. Four patients were excluded due to poor quality of the examination. Results: Of the 56 patients evaluated, 23 were considered to be normal and 33 presented radiographic alterations. Among these, eight (24.3%) presented suprapatellar osteophytes alone; seven (21.2%), infrapatellar calcification; seven (21.2%), suprapatellar calcification; six (18.2%), supra- and infrapatellar osteophytes; and five (15.1%), infrapatellar osteophytes alone. Conclusion: Radiographic alterations were frequently observed in patients with extensor mechanism tears...


Objetivos: Revisar radiografias de pacientes vítimas de rupturas tendinosas do aparelho extensor do joelho e observar alterações que possam ser um fator predisponente a esse tipo de lesão. Métodos: Analisamos, retrospectivamente, 60 lesões do mecanismo extensor do joelho, tratadas cirurgicamente no Hospital Municipal Miguel Couto, de março de 2004 a março de 2011, e quatro pacientes foram excluídos por má qualidade do exame. Resultados: Dos 56 pacientes avaliados, 23 foram considerados normais e 33 apresentaram alterações radiográficas, oito (24,3%) com presença de osteófito suprapatelar isolado, sete (21,2%) com calcificação infrapatelar, sete (21,2%) com calcificação suprapatelar, seis (18,2%) com osteófitos supra e infrapatelares e cinco (15,1%) com osteófito infrapatelar isolado. Conclusão: As alterações radiográficas foram frequentes em pacientes com ruptura do mecanismo extensor...


Subject(s)
Humans , Male , Female , Child , Adolescent , Young Adult , Middle Aged , Knee , Rupture , Knee Injuries
16.
Rev. bras. ortop ; 49(2): 202-205, Mar-Apr/2014. graf
Article in English | LILACS | ID: lil-711154

ABSTRACT

Fixation of an osteochondral fracture after acute patellar dislocation is an infrequent form of treatment. Likewise, the location of this fragment in the lateral region of the lateral femoral condyle, functioning as a free body, is uncommon. The aim of this study was to present a case of osteochondral fracture of the patella at an unusual site, along with the therapy used and the clinical follow-up...


A fixação da fratura osteocondral após a luxação aguda da patela é um tratamento infrequente, bem como a localização desse fragmento na região lateral do côndilo femoral lateral que funciona como um corpo livre. O objetivo desta pesquisa foi apresentar um caso de fratura osteocondral da patela em sítio não usual, assim como a terapêutica adotada e o seguimento clínico...


Subject(s)
Humans , Male , Adolescent , Fractures, Bone , Knee Joint , Osteochondritis , Patellar Dislocation
17.
Acta ortop. bras ; 21(2): 109-115, mar.-abr. 2013. graf, tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-676852

ABSTRACT

Objetivos: Revisar aspectos epidemiológicos das fraturas do planalto tibial em hospital de nível I. Métodos: analisamos, retrospectivamente, 239 fraturas do planalto tibial tratadas cirurgicamente. Levamos em consideração idade, sexo, mecanismo de trauma, classificações das lesões, lado acometido e lesões associadas. Resultados: dos pacientes estudados, 168 são do sexo masculino, a quinta década foi a mais acometida, quanto ao mecanismo de trauma o acidente de trânsito foi o principal fator causal, 128 casos foram do lado esquerdo e 22,6% tiveram lesões associadas. Conclusões: a maioria dos pacientes foi do sexo masculino, na quinta década de vida, e vítima de acidente de trânsito, sendo as fraturas por depressão e cisalhamento do planalto tibial as lesões mais comuns. Lesões associadas foram pouco frequentes em nossa casuística. Nível de Evidência II, Estudos Prognósticos. Investigação do Efeito de Característica de Um Paciente Sobre o Desfecho da Doença.


Objectives: To review the epidemiological aspects of fractures of the tibial plateau in a level I trauma center. Methods: we retrospectively analyzed 239 tibial plateau fractures treated surgically. We took into account age, sex, trauma mechanism, classification of the injury, associated injuries and affected side. Results: of the patients, 168 were male, most in the fifth decade of life; regarding the mechanism of trauma, the primary causal factor was car accident; 128 cases occurred on the left side and 22,6% had associated injuries. Conclusions: the majority of patients were male, in the fifth decade of life, and victim of traffic accidents; the depressed and shear fractures of the tibial plateau were the most frequent. Associated lesions were infrequent in our study. Evidence Level II, Prognostic Studies. Investigation of the Effect of a Patient Characteristics on the Outcome of the Disease.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adolescent , Young Adult , Middle Aged , Aged, 80 and over , Knee Joint/surgery , Tibial Fractures/surgery , Tibial Fractures/epidemiology , Knee Injuries/surgery , Knee Injuries/epidemiology , Accidents, Traffic
18.
J. bras. med ; 101(02): 13-18, mar.-abr. 2013. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-686288

ABSTRACT

As fraturas atípicas do fêmur são raras, mas sua crescente descrição na literatura e sua provável associação com os bifosfonatos trouxeram à tona uma série de aspectos ainda nebulosos no tocante ao uso contínuo dessas drogas. O protocolo mais sugerido atualmente, embora ainda não totalmente estabelecido, orienta a retirada da medicação após três a cinco anos de uso contínuo dos bifosfonatos, retornando cerca de três anos depois, quando houver necessidade


Atypical femur fractures are rare but a growing concern, as they are more common in patients who use long-term bisphosphonates. This brought to light a number of issues still unknown regarding the continued use of these drugs. Nowadays the most suggested protocol, although not yet fully esbablished, considers not more than three to five years of bisphosphonate treatment for osteoporotic patients, returning about three years later, when the need arises


Subject(s)
Humans , Male , Female , Diphosphonates/administration & dosage , Diphosphonates/therapeutic use , Femoral Fractures/etiology , Diaphyses , Diphosphonates/adverse effects , Diphosphonates/pharmacology , Fracture Fixation, Intramedullary , Hip Fractures , Osteoporosis/physiopathology , Osteoporosis/drug therapy , Teriparatide/therapeutic use
19.
Rev. bras. ortop ; 48(1): 111-113, Jan-Feb/2013. graf
Article in English | LILACS | ID: lil-674579

ABSTRACT

The total rupture of the quadriceps muscle in an adolescent is a rare lesion. We report a case of a 13 year old boy who suffered a direct trauma to the left knee. No predisposing factors have been diagnosed. The lesion was treated with surgical repair and transosseus sutures. The aim of this study was to present a rare case of rupture of the quadriceps muscle in an adolescent and the therapy used.


A ruptura total do músculo quadríceps em um adolescente é uma lesão rara. Nós relatamos um caso de um menino de 13 anos que sofreu um trauma direto no joelho esquerdo. Não foram diagnosticados fatores predisponentes. A lesão foi tratada com o reparo cirúrgico e suturas transósseas. O objetivo desta pesquisa foi apresentar um caso raro de ruptura do músculo quadríceps em um adolescente e a terapêutica adotada.


Subject(s)
Humans , Male , Adolescent , Quadriceps Muscle/physiopathology , Quadriceps Muscle/injuries , Rupture
20.
Rev. bras. ortop ; 47(5): 659-661, set.-out. 2012. ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-660920

ABSTRACT

A ruptura do tendão patelar de um lado e um sleeve fracture contralateral em um pré-adolescente são uma lesão rara. Nós relatamos um caso em um pré-adolescente que caiu enquanto saltava durante uma partida de futebol. Não foram diagnosticados fatores predisponentes. As lesões foram tratadas com os reparos cirúrgicos e suturas transósseas. O objetivo desta pesquisa foi apresentar um caso de ruptura concorrente e espontânea do mecanismo extensor do joelho em um pré-adolescente.


Unilateral tearing of a patellar tendon and a contralateral sleeve fracture in a pre-adolescent are rare lesions. We report a case in which a pre-adolescent sustained a fall while jumping during a soccer match. No predisposing risk factors were identified. The injuries were treated with surgical repairs and transosseous suturing. The aim of this study was to present a case of spontaneous concurrent tearing of the extensor mechanism of the knee in a pre-adolescent.


Subject(s)
Humans , Male , Adolescent , Knee/pathology , Patellar Ligament , Rupture, Spontaneous
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL