Your browser doesn't support javascript.
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 2 de 2
Filter
Add filters








Year range
1.
Rev. bras. promoç. saúde (Impr.) ; 29(3): 342-349, jul.-set.2016.
Article in English, Portuguese | LILACS-Express | ID: biblio-832200

ABSTRACT

Objetivo: Avaliar a qualidade de vida (QV) de pessoas com leishmaniose cutânea. Métodos: Estudo observacional transversal e descritivo realizado em Brasília, DF, Brasil em 2013 com 44 pacientes portadores de leishmaniose cutânea, por meio da aplicação de um questionário sociodemográfico e clínico e do WHOQOL-bref. Os dados sofreram análises descritivas de frequência, tendência central e dispersão e análise inferencial de comparação entre domínios. Resultados: Os participantes eram em sua maioria do sexo feminino (n=24; 54,5%), com idade média de 51,80, casados (n=23; 52,3%), com primeiro grau incompleto (n=22; 50%), do lar (n=11; 25%) e procedentes do Distrito Federal (n=30; 68,2%). Um total de 27 (61,4%) não possuíam queixas, embora 10 (22,7%) queixaram-se das feridas e 6 (13,6%) de dor. A QV de 36 (81,82%) foi positiva, 30 (68,18%) satisfeitos com a própria saúde, melhores escores observados no domínio relações sociais cujas facetas relações pessoais, apoio social e vida sexual obtiveram mediana 4. Os escores mais baixos foram obtidos no domínio meio ambiente, nas facetas transporte, recursos financeiros e atividade de lazer, com mediana 3. Conclusão: A satisfação no domínio relações sociais representou uma estratégia para o enfrentamento da doença, contribuindo positivamente para a QV dos entrevistados.


Objective: To assess the quality of life (QoL) of people with cutaneous leishmaniasis. Methods: Descriptive cross-sectional study conducted in Brasilia, Distrito Federal, Brazil in 2013 with 44 patients with cutaneous leishmaniasis using sociodemographic and clinical questionnaires and the WHOQOL-bref. Data underwent descriptive analyses of frequency, central tendency and dispersion, and inferential analysis of comparison between domains. Results: Participants were mostly women (n=24; 54.5%), with a mean age of 51.8 years, married (n=23; 52.3%), had incomplete primary education (n=22; 50%), homemakers (n=11; 25%), and were from Distrito Federal (n=30; 68.2%). A total of 27 (61.4%) participants did not have any complaints; however, 10 (22.7%) complained of wounds and 6 (13.6%) complained of pain. The QoL of 36 (81.82%) participants was rated as positive, 30 (68.18%) were satisfied with their own health, better scores were found in the social relationships domain, in which personal relationships, social support and sexual activity facets had a median of 4. The lowest scores were obtained in the environmental domain, particularly in transport, financial resources and leisure activity facets, with a median of 3. Conclusion: Satisfaction in the social relationships domain represented a strategy for coping with the disease and had a positive effect on the QoL of interviewees.


Objetivo: Valorar la calidad de vida (CV) de personas com leishmaniasis cutánea. Métodos: Estudio observacional, transversal y descriptivo realizado en Brasilia, DF, Brasil en 2013 con 44 pacientes portadores de leishmaniasis cutánea a través de la aplicación de un cuestionario socio demográfico y clínico y del WHOQOL-bref. Fueron realizados análisis descriptivos de frecuencia, tendencia central y dispersión y análisis inferencial para comparación de los dominios. Resultados: Los participantes eran en su mayoría del sexo femenino (n=24; 54,5%) con media de edad de 51,80 años, casados (n=23; 52,3%), con educación primaria incompleta (n=22; 50%), ama de casa (n=11; 25%) y procedentes del Distrito Federal (n=30; 68,2%). Veinte y siete (61,4%) no presentaban quejas aunque 10 (22,7%) se quejaban de las heridas y 6 (13,6%) del dolor. La CV de 36 participantes (81,82%) fue positiva, 30 (68,18%) estaban satisfechos con su propia salud y las mejores puntuaciones fueron observadas en el dominio de las relaciones sociales cuyos aspectos de relaciones personales, de apoyo social y de vida sexual presentaron la mediana 4. Las puntuaciones más bajas fueron para los domínios de medio ambiente en los aspectos de transporte, recursos financieros y actividades de ocio con mediana 3. Conclusión: La satisfacción en el dominio relaciones sociales representó uma estrategia de afrontamiento de la enfermedad contribuyendo positivamente para la CV de los entrevistados.

2.
Article in Portuguese | LILACS (Americas) | ID: lil-794432

ABSTRACT

Conhecer a percepção de cuidadores informais sobre o cuidar de um familiaracometido por neoplasia maligna de cabeça e pescoço. Métodos: Estudo qualitativo realizadono período de março a maio de 2014, no ambulatório de radioterapia do Centro de AltaComplexidade em Oncologia (CACON) do Hospital Universitário de Brasília (HUB)-Brasil,baseado em entrevista semiestruturada com nove cuidadores. Os dados foram submetidos àAnálise de Conteúdo, sendo identificadas quatro unidades de significado: “Representação docâncer na família”, “O cuidado visto como dívida, recompensa individual ou reconstituiçãodo elo familiar”, “Repercussões do câncer na vida pessoal do cuidador” e “Rede e apoiosociais utilizados pelos cuidadores”. Resultados: Foram atribuídos ao câncer sentimentos detristeza e surpresa diante do diagnóstico, bem como a ideia de castigo. O cuidar foi visto comosatisfação pessoal, dever cumprido e oportunidade de reaproximação familiar. Sobrecarga emudança na rotina foram funções alteradas. Religiosidade, troca de experiência na sala deespera e apoio institucional apareceram como estratégias de enfrentamento. Conclusão: Aexperiência de cuidar de familiar com câncer de cabeça e pescoço tem interferência direta navida dos cuidadores. O acolhimento institucional ser apontado como uma estratégia dentro darede social reforça a importância de integrar os cuidadores como parte significativa do planode cuidados traçado pela equipe de saúde...


Subject(s)
Humans , Caregivers , Family Relations , Head and Neck Neoplasms , Neoplasms , Oncology Nursing
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL