Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 19 de 19
Filter
1.
Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.) ; 90(2): 101364, 2024. tab, graf
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1557343

ABSTRACT

Abstract Objectives The aim of this observational cross-sectional study was to determine the endotypic inflammatory pattern of a sample of patients with CRS in Brazil, correlate it with olfactory function, and evaluate the clinical severity of the disease. Methods In this cross-sectional study, 73 CRS patients were recruited. Patients were classified into type 2 and non-type 2 endotypic patterns based on IgE and eosinophilia levels. All subjects performed the University of Pennsylvania Smell Identification Test (UPSIT®) and responded to the Sino-Nasal Outcome Test (SNOT-22). Results The majority of patients had type 2 CRS (n = 57, 78.1%). Patients with type 2 CRS compared to non-type 2 CRS had a higher prevalence of nasal polyps (93% vs. 12.5%), asthma (40.3% vs. 12.5%), and non-steroidal anti-inflammatory drug exacerbated respiratory disease (NERD, 17.5% vs. 0%). Type 2 patients also had significantly lower UPSIT® and higher SNOT-22, Lund-Kennedy, and Lund-Mackay scores. Conclusion Our study provides evidence that type 2 CRS is associated with a higher prevalence of nasal polyps, asthma, and NERD, as well as decreased olfactory function and worse quality of life scores. These data will contribute to the body of knowledge on CRS and the development of treatments for this disease in Brazil. Level of evidence: 3.

2.
Audiol., Commun. res ; 21: e1592, 2016. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-950594

ABSTRACT

RESUMO Objetivo Investigar a influência da respiração bucal na força de mordida máxima de dentes molares em crianças. Métodos Cento e cinco crianças foram divididas em dois grupos: grupo controle (GC), sem queixas respiratórias e com padrão clínico de vedamento labial e grupo de respiradores bucais (GRB), com queixas respiratórias e diagnóstico otorrinolaringológico de obstrução nasal. Todos os participantes realizaram a avaliação da força de mordida isométrica máxima (FMIM), de ambos os lados da arcada dentária, por meio de um gnatodinamômetro posicionado na região dos primeiros molares. Os testes estatísticos t de Student pareado e não pareado foram usados nas comparações da FMIM entre os lados, de cada grupo, e entre os grupos (GC e GRB). O grau de obstrução foi correlacionado à FMIM (GRB), por meio do teste de correlação de Spearman. Foram considerados significativos resultados com p≤0,05. Resultados Não houve diferença nos valores de FMIM entre os lados direito e esquerdo da arcada dentária. Quando comparados os valores de FMIM dos participantes do GC e do GRB não foi observada diferença, de um modo geral. Entretanto, quando correlacionada a FMIM com a idade dos participantes da pesquisa, notou-se que no GC houve aumento no valor da FMIM, de acordo com a idade. Conclusão A obstrução nasal não influenciou na força de mordida isométrica máxima em crianças de 3 a 12 anos de idade. Não houve correlação entre o grau de obstrução e a força de mordida. No GC a força de mordida foi maior em crianças mais velhas, porém, essa correlação com a idade não foi observada no GRB.


ABSTRACT Purpose To investigate the influence of mouth breathing on the maximum molar bite force in children. Methods One hundred and five children were divided into two groups: the control group (CG) without respiratory symptoms and the clinical pattern of a competent lip seal, and the mouth breathers (MB) who had respiratory complaints and an otorhinolaryngological diagnosis of nasal obstruction. All participants were assessed for their maximum isometric bite force (MIBF), on both sides of the dental arch, with a gnathodynamometer positioned in the region of the first molars. Paired and unpaired Student's t-tests were used in the comparisons of the MIBF of both sides from each group and between each group (CG and MB). The degree of obstruction was correlated with MIBF (MB), using the Spearman correlation test. Results with p≤0.05 were considered significant. Results There were no significant differences in the MIBF values between the right and left sides of the dental arch. In a comparison of the MIBF values of the CG and MB participants, no difference between the groups were found in general. However, when the age of the survey participants was correlated against MIBF, an increase in MIBF value according to age was evident for the CG participants. Conclusion Nasal obstruction did not influence maximum isometric bite force in children between three and 12 years old. There was no correlation between the degree of obstruction and the bite force. The CG bite force was higher for older children, however, this correlation was not observed in MB.


Subject(s)
Child, Preschool , Child , Bite Force , Nasal Obstruction , Molar , Mouth Breathing , Dentition, Mixed , Isometric Contraction
3.
Rev. Col. Bras. Cir ; 42(supl.1): 26-27, graf
Article in English | LILACS | ID: lil-787826

ABSTRACT

Objective: Search for references in relationship to international alumni on the website of the postgraduate programs of all postgraduate courses at Ribeirão Preto Medical School - FMRP. Methods: Verify with more attention to the ones with 5, 6 and 7 notes, and also the same search on the website of courses with notes 5, 6 and 7 of CAPES - Medicine III. Results: Of the 22 programs of FMRP only three had any information on the site about the destiny of the postgraduates; they were: Surgical Clinics, Genetics, and Basic and Applied Immunology. Programs in the area of ​​Medicine III, notes 5, 6 and 7, only Ophthalmology and Visual Programs and Translational Sciences Surgery, both of UNIFESP, presented such information. Conclusion: It is urgent: to create project and funding evaluation mechanisms that are approved by different sources; to stimulate more efficient controls in relation to teachers and their students who participate in these projects; and to stimulate the interaction of teachers and students with the institution and the program.


Objetivo: Verificar a existência de referências aos egressos internacionais nos sites dos programas de pós-graduação de todos os cursos de pós-graduação da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - FMRP. Métodos: Verificar com mais atenção aos cursos notas 5, 6 e 7, e também a mesma busca nos sites dos cursos com notas 5, 6 e 7 da Medicina III da CAPES. Resultados: Dos 22 programas da FMRP apenas três tinham no site alguma informação sobre o destino dos egressos, foram eles: Clínica Cirúrgica, Genética e Imunologia Básica e Aplicada. Dos programas da área de Medicina III, notas 5, 6 e 7 apenas os programas de Oftalmologia e Ciências Visuais e Cirurgia Translacional, ambos da UNIFESP, apresentavam informações sobre o destino dos seus egressos. Conclusão: É urgente criar mecanismos de avaliação para os projetos de incentivo e fomento à pesquisa dos diferentes órgãos; estimular controles mais eficientes e atualizados em relação aos docentes e seus respectivos discentes que participam desses projetos; e estimular a interação dos docentes e discentes com a instituição e o programa.


Subject(s)
Education, Medical, Graduate , Brazil , Internationality , Policy , Foreign Medical Graduates
4.
Rev. Col. Bras. Cir ; 42(supl.1): 62-64, tab
Article in English | LILACS | ID: lil-787816

ABSTRACT

Objectives: To perform an extensive analysis of journals in Medicine III - CAPES, and specifically those in the areas of Otorhinolaryngology, Orthopedics and Traumatology and Chest Surgery. Method: An active search for the impact factors in the Journal Citation Reports, Scimago, their indexation in Scielo, Lilacs, Scopus and Google Scholar, and their stratification in WebQualis was done. Results: Forty-four journals with measured impact factors ranging from 3.006 to 0.128 were detected in the area of Otorhinolaryngology; however, only 26 of them (60%) had a Qualis measured by CAPES; in the stratification, no journal was detected in A1, three were A2 and nine B1. Three journals were located for Chest Surgery, with only one of them having a measured Qualis (A2) with a mean of 3.61. Sixty-seven journals were detected for Orthopedics and Traumatology, with an impact factor ranging from 4.699 to 0.156; Qualis was measured in only 38 of them (60%); there were three journal stratified as A1, seven as A2 and 25 as B1. Conclusion: The search for journals of higher impact induces authors to not publish in journals related to their area and facing more difficulties than investigators from other areas.


Objetivos: Realizar análise ampla dos periódicos da Medicina III - CAPES e, especificamente, os pertencentes à Otorrinolaringologia, Ortopedia e Traumatologia, e Cirurgia Torácica. Método: Busca ativa do fator de impacto dos periódicos das áreas citadas no Journal Citation Report e Scimago, sua indexação no Scielo, Lilacs, Scopus, Google Scholar e sua estratificação no WebQualis. Resultados: Para a Otorrinolaringologia foram encontrados 44 periódicos, cujo fator de impacto variou de 3.006 a 0.128; entretanto, apenas 26 deles (60%) tinham Qualis medido pela CAPES; nas estratificações encontrou-se nenhuma revista em A1, três em A2 e nove em B1. Para a Cirurgia Torácica foram localizados três periódicos, sendo que apenas um tinha Qualis medido (A2) com média de 3.61. Os resultados da busca para a Ortopedia e Traumatologia permitiu encontrar 67 periódicos, cuja variação do fator de impacto foi de 4.699 a 0.156; apenas 38 deles (60%) tinham Qualis medido; três periódicos tinham estratificação A1, sete A2 e 25 em B1. Conclusão: A busca por revistas de maior impacto faz com que muitos especialistas deixem de publicar em revistas de sua área enfrentando mais dificuldades que pesquisadores das outras áreas.


Subject(s)
Orthopedics , Otolaryngology , Periodicals as Topic , Thoracic Surgery , Brazil , Education, Medical, Graduate
6.
Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.) ; 80(5): 435-440, Sep-Oct/2014. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: lil-725373

ABSTRACT

INTRODUCTION: In order to better understand the pathophysiology of rhinosinusitis, several attempts have been made to create the disease in an animal model. Among the studied rodents each has its advantages and disadvantages. Rabbits are considered more appropriate for studies that require surgical manipulation or invasive procedures. OBJECTIVES: To evaluate the most viable experimental model of rhinosinusitis in rabbits to be adopted in future studies. METHODS: An electronic search for studies with experimental models of rhinosinusitis in rabbits published in English and Portuguese between July of 1967 and January of 2013 was conducted in Medline, Pub Med, Cochrane, and CAPES databases, using the keywords "sinusitis", "rabbits", and "polyps". RESULTS: A total of 256 studies were retrieved, but in accordance with the inclusion and exclusion criteria, only ten studies were selected. Many different methods of response assessment were used in these studies. CONCLUSION: To date, there is no ideal experimental model for induction of acute or chronic rhinosinusitis in rabbits, but the rhinogenic model appears to be the most viable option for the continuity of studies of the disease. .


INTRODUÇÃO: Como forma de tornar possível o entendimento da fisiopatologia da rinossinusite é fundamental a transposição da doença em animais. Os coelhos são, dentre os roedores estudados, os animais considerados mais adequados para o estudo que exija manipulação cirúrgica ou procedimentos invasivos. Cada modelo experimental tem seus pontos favoráveis e desfavoráveis. OBJETIVO: Avaliar, em coelhos, o modelo experimental de rinossinusite mais viável a ser adotado em estudos futuros. MÉTODO: Foi realizada busca eletrônica de estudos com modelos experimentais de rinossinusite em coelhos usando as palavras-chave (sinusite/coelhos/pólipos) em inglês e português nas principais bases de dados eletrônicas: Medline, PubMed, Cochrane e CAPES, publicados no período de julho de 1967 a janeiro de 2013. RESULTADOS: Foram encontrados 256 artigos, mas de acordo com os critérios de inclusão e exclusão apenas 10 foram selecionados. Muitos métodos distintos de avaliação de resposta foram utilizados nesses estudos. CONCLUSÃO: Não existe, até o momento, um modelo experimental ideal para a indução de rinossinusite aguda ou crônica em coelhos, porém o modelo rinogênico parece ser a proposta mais viável para a continuidade dos estudos sobre a doença. .


Subject(s)
Animals , Rabbits , Disease Models, Animal , Rhinitis/physiopathology , Sinusitis/physiopathology
8.
Dental press j. orthod. (Impr.) ; 17(4): 129-133, July-Aug. 2012. ilus, tab
Article in English | LILACS | ID: lil-653512

ABSTRACT

OBJECTIVE: To assess the effects of rapid maxillary expansion on facial morphology and on nasal cavity dimensions of mouth breathing children by acoustic rhinometry and computed rhinomanometry. METHODS: Cohort; 29 mouth breathing children with posterior crossbite were evaluated. Orthodontic and otorhinolaryngologic documentation were performed at three different times, i.e., before expansion, immediately after and 90 days following expansion. RESULTS: The expansion was accompanied by an increase of the maxillary and nasal bone transversal width. However, there were no significant differences in relation to mucosal area of the nose. Acoustic rhinometry showed no difference in the minimal cross-sectional area at the level of the valve and inferior turbinate between the periods analyzed, although rhinomanometry showed a statistically significant reduction in nasal resistance right after expansion, but were similar to pre-treatment values 90 days after expansion. CONCLUSION: The maxillary expansion increased the maxilla and nasal bony area, but was inefficient to increase the nasal mucosal area, and may lessen the nasal resistance, although there was no difference in nasal geometry. Significance: Nasal bony expansion is followed by a mucosal compensation.


OBJETIVO: avaliar o efeito da expansão rápida da maxila na dimensão da cavidade nasal e na morfologia facial através da rinometria acústica e rinomanometria computadorizada. MÉTODOS: foram avaliadas 29 crianças na fase de dentição mista, portadoras de respiração bucal e mordida cruzada posterior. A documentação ortodôntica e a avaliação otorrinolaringológica foram realizadas em três tempos - antes da expansão rápida da maxila, imediatamente após e 90 dias depois. RESULTADOS: a expansão promoveu um aumento na dimensão da cavidade nasal e na maxila transversalmente. Contudo, não houve diferenças significativas na área da mucosa nasal. A rinometria acústica mostrou que não houve diferenças na área de secção transversa ao nível da válvula e concha nasal inferior; entretanto, a rinomanometria mostrou diferenças estatisticamente significativas na resistência nasal, que diminuiu após a expansão rápida da maxila. CONCLUSÕES: a expansão maxilar aumenta a área óssea maxilar e nasal; contudo, esse aumento não foi suficiente para aumentar a área da mucosa e diminuir a resistência nasal. Importância: a expansão óssea nasal foi seguida por uma compensação da mucosa.

9.
Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.) ; 77(4): 439-446, July-Aug. 2011. ilus, tab
Article in English | LILACS | ID: lil-595789

ABSTRACT

Few studies has been done using guided bone regeneration in maxillary sinus defects. AIM: To assess the bone repair process in surgical defects on the alveolar wall of the monkey maxillary sinus, which communicates with the sinus cavity, by using collagen membranes: Gen-derm - Genius Baumer, Pro-tape - Proline and autologous temporal fascia. MATERIALS AND METHODS: In this prospective and experimental study, orosinusal communications were performed in four tufted capuchin monkeys (Cebus apella) and histologic analysis was carried out 180 days after. RESULTS: In the defects without a cover (control), bone proliferation predominated in two animals and fibrous connective tissue predominated in the other two. In defects repaired with a temporal fascia flap, fibrous connective tissue predominated in three animals and bone proliferation predominated in one. In the defects repaired with Gen-derm or Pro-tape collagen membranes there was complete bone proliferation in three animals and fibrous connective tissue in one. CONCLUSIONS: Surgical defect can be repaired with both bone tissue and fibrous connective tissue in all study groups; collagen membranes was more beneficial in the bone repair process than temporal fascia or absence of a barrier.


Poucos experimentos têm sido conduzidos utilizando o princípio da regeneração óssea guiada nas perfurações ósseas do seio maxilar. OBJETIVO: Avaliar o processo de reparo ósseo em defeitos cirúrgicos experimentais realizados na parede alveolar do seio maxilar, comunicando-se com a cavidade sinusal utilizando membranas de colágeno e fáscia temporal. MATERIAIS E MÉTODOS: Neste estudo prospectivo, experimental, foram realizados defeitos ósseos em paredes alveolares dos seios maxilares comunicando-se com as cavidades sinusais de quatro macacos pregos (Cebus apella) com membranas de colágeno Gen-derm - Genius Baumer, Pro-tape - Proline e fáscia temporal autóloga e análises histológicas após 180 dias. RESULTADOS: No defeito experimental sem cobertura com métodos de barreira predominou proliferação óssea em dois animais e nos outros dois, tecido conjuntivo fibroso; no grupo em que foi utilizado fáscia temporal predominou tecido conjuntivo fibroso em três animais e proliferação óssea em um animal; nos grupos com membranas de colágeno Gen-derm Pro-tape houve completa proliferação óssea em três animais e predomínio de tecido conjuntivo fibroso em um animal. CONCLUSÕES: Os defeitos cirúrgicos experimentais podem ser reparados, tanto por tecido ósseo como por tecido conjuntivo fibroso, e o uso de membranas de colágeno trouxeram benefícios ao processo de reparo ósseo.


Subject(s)
Animals , Bone Regeneration , Biocompatible Materials/therapeutic use , Collagen/therapeutic use , Fascia/transplantation , Guided Tissue Regeneration/methods , Membranes, Artificial , Maxillary Sinus/surgery , Cebus , Prospective Studies
10.
Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.) ; 76(3): 321-325, maio-jun. 2010. ilus, tab
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: lil-554184

ABSTRACT

There is still controversy on which is the best method to collect the secretion directly from the middle meatus or maxillary sinus in patients with chronic rhinosinusitis. AIM: To evaluate the prevalence of bacteria in patients with chronic rhinosinusitis and compare the suction trap collector to direct aspiration attached to a syringe for the microbiological analysis of these secretions. MATERIALS AND METHODS: Prospective study involving 31 patients who underwent endoscopically guided maxillary secretion aspiration by two different methods (aspiration with the collector tube "suction trap" and aspiration with the use of a catheter connected to a syringe), to determine the microbiological diagnosis and to compare the two methods used. RESULTS: microorganisms grew samples collected from 55 percent of the 31 patients. The most frequent bacteria were S. aureus, Pseudomonas aeruginosa and other aerobic Gram-negative bacteria. The results from cultures were similar between the two methods in 71 percent of patients. CONCLUSION: S. aureus, Pseudomonas aeruginosa and other aerobic Gram-negative bacteria make up the main flora in the maxillary sinus of the patients. There was good correlation between the microbiological results obtained by using a catheter attached to a syringe and the "suction trap" nasal collector.


Atualmente existe controvérsia sobre qual a melhor forma de se coletar secreção do meato médio ou seio maxilar em pacientes com rinossinusite crônica. OBJETIVO: Avaliar a prevalência de bactérias em pacientes com rinossinusite crônica e comparar o método de aspiração direta com seringa e coletor estéril como forma de análise microbiológica desses pacientes. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo prospectivo em 31 pacientes submetidos à coleta de secreção do seio maxilar sob visão endoscópica por dois métodos diferentes (aspiração com coletor estéril de secreção nasal "suction trap" e aspiração usando cateter com seringa acoplada), para determinação do diagnóstico microbiológico e comparação dos métodos utilizados. RESULTADOS: Dos 31 pacientes estudados, o crescimento de microrganismos foi observado em apenas 55 por cento das amostras cultivadas. Os microorganismos mais frequentes foram Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa e outras bactérias aeróbicas Gram-negativas. Os resultados das culturas foram coincidentes entre os dois métodos em 71 por cento dos pacientes. CONCLUSÃO: Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa e outras bactérias aeróbicas Gram-negativas constituem a flora predominante em pacientes com rinossinusite crônica. Houve correlação satisfatória entre os achados microbiológicos obtidos pelo uso de cateter acoplado à seringa com o do coletor nasal do tipo "suction trap".


Subject(s)
Adolescent , Adult , Aged , Female , Humans , Male , Middle Aged , Young Adult , Gram-Negative Bacteria/isolation & purification , Gram-Positive Bacteria/isolation & purification , Maxillary Sinusitis/microbiology , Rhinitis/microbiology , Specimen Handling/methods , Chronic Disease , Cross-Sectional Studies , Gram-Negative Bacteria/classification , Gram-Positive Bacteria/classification , Prospective Studies , Pseudomonas aeruginosa/isolation & purification , Specimen Handling/instrumentation , Staphylococcus aureus/isolation & purification , Young Adult
11.
Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.) ; 75(6): 903-907, nov.-dez. 2009. ilus
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: lil-539391

ABSTRACT

O crescente consumo de cigarro tem despertado preocupações com o desenvolvimento e agravamento de doenças, em especial às relacionadas ao trato respiratório. Objetivo: Neste artigo revisamos as evidências que apontam os efeitos da fumaça de cigarro sobre o epitélio respiratório bem como o seu papel na fisiopatogenia na rinossinusite crônica. Conclusão: Embora existam dados que fortaleçam um vínculo entre o hábito de fumar e a RSC, em seu conjunto, os estudos demonstram que deve haver grande dependência da susceptibilidade individual na resposta à fumaça de cigarro para o desenvolvimento ou manutenção da RSC. Uma adequada orientação a esses pacientes para interrupção do consumo de cigarro, assim como o reforço de campanhas de combate ao tabagismo, são de extrema importância para o controle dessa doença de grande impacto sócio-econômico.


The increasing consumption of cigarettes has aroused concerns about the development and worsening of diseases, particularly those related to the respiratory tract. AIM: In this paper we review the evidence suggesting the effects of cigarette smoking on the respiratory epithelium and its role in the pathogenesis in chronic rhinosinusitis. Conclusions: Although there is evidence supporting a link between smoking and CRS, studies suggest that there might be individual susceptibility to cigarette smoking causing the development and/or maintenance of CRS. Proper patient educations to quit smoking as well as reinforcement of antismoking campaigns are extremely important to control this disease of major socio-economic impact.


Subject(s)
Humans , Respiratory Mucosa , Rhinitis/etiology , Sinusitis/etiology , Smoking/adverse effects , Chronic Disease , Microscopy, Electron, Scanning , Respiratory Mucosa/ultrastructure
12.
Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.) ; 75(3): 335-339, maio-jun. 2009. graf, tab
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: lil-521088

ABSTRACT

Epistaxis is the main otorhinolaryngology emergency and, in severe cases, it can lead to hemodynamic instability and be life threatening. AIM: To evaluate factors involved in epistaxis resistant to nasal packing that needed surgical treatment, as well as post-surgical results. MATERIAL AND METHODS: Retrospective study from January 2002 to August 2007. 40 consecutive patients that underwent surgical treatment for refractory epistaxis were analyzed. Predisposing factors, procedures performed, need of blood transfusion, and recurrence were evaluated. RESULTS: Otorhinolaryngology post operative complications (37.5 percent), high blood pressure (30 percent), and coagulopathy (15 percent) were the main factors related to epistaxis. 50 percent of the patients (n=20) presented with hemodynamic instability and 90 percent of them (n=18) needed blood transfusion. Eletrocauterization of the bleeding site was enough in 35 percent of these patients (n=14), while in 65 percent (n=26) was necessary cauterization and/or arterial ligation. Five patients (12.5 percent) had bleeding recurrence, which needed re-operation. CONCLUSION: Earlier indications of surgical treatment to control severe and refractory epistaxis to conventional treatment, especially in a population with high risk such as post operative bleeding and coagulopathies, may decrease the need of blood transfusion.


A epistaxe é a principal emergência otorrinolaringológica e, em casos graves, pode comprometer a estabilidade hemodinâmica colocando em risco a vida do paciente. OBJETIVO: Avaliar fatores envolvidos na epistaxe e a evolução de pacientes que necessitaram de tratamento cirúrgico em casos refratários a tratamento com tamponamento nasal. MATERIAL E MÉTODOS: Estudo retrospectivo transversal, sendo avaliados 40 pacientes consecutivos com epistaxe refratária a tratamento clínico convencional que necessitaram de tratamento cirúrgico, entre o período de janeiro de 2002 a agosto de 2007. Foram avaliados fatores relacionados à epistaxe, bem como os resultados pós-operatórios. RESULTADOS: Os principais fatores relacionados foram complicações pós-operatórias de cirurgia otorrinolaringológica (37,5 por cento), hipertensão arterial sistêmica (30 por cento) e coagulopatia (15 por cento). Como complicação da epistaxe, 50 por cento (n=20) apresentaram instabilidade hemodinâmica e 90 por cento desses (n=18) necessitaram de transfusão sanguínea. Em 35 por cento dos pacientes (n=14) foi necessária apenas a cauterização elétrica do sítio sangrante, enquanto que 65 por cento (n=26) necessitaram de cauterização e/ou ligadura vascular. Em cinco casos (12,5 por cento) houve recorrência da epistaxe necessitando de reintervenção cirúrgica. CONCLUSÕES: Em pacientes sob risco de epistaxe grave, como sangramento pós-operatório e coagulopatia, indicações cirúrgicas mais precoces poderiam diminuir a necessidade de transfusões sanguíneas.


Subject(s)
Adolescent , Adult , Aged , Child , Child, Preschool , Female , Humans , Male , Middle Aged , Young Adult , Epistaxis/surgery , Cautery , Cross-Sectional Studies , Ligation , Reoperation , Retrospective Studies , Severity of Illness Index , Treatment Outcome , Young Adult
14.
Rev. bras. otorrinolaringol ; 72(2): 283-287, mar.-abr. 2006. ilus, tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-434179

ABSTRACT

A orbitopatia de Graves pode levar à exoftalmia significativa com alterações cosméticas até à própria perda visual. O tratamento cirúrgico desta doença era então realizado através de descompressão orbitária por via externa. Entretanto, técnicas minimamente invasivas através da descompressão orbitária por via endoscópica agora são possíveis, possibilitando a remoção da parede medial e inferior da órbita sem a realização de incisões cutâneas ou gengivais, permitindo a redução média da proptose comparável com as técnicas externas. Este artigo de revisão tem por objetivo descrever os passos técnicos em detalhe, enfocando suas vantagens e desvantagens. A descompressão orbitária por via endoscópica é um procedimento seguro e efetivo para o tratamento da exoftalmia tireoideana.


Subject(s)
Humans , Decompression, Surgical/methods , Graves Ophthalmopathy/surgery , Endoscopy/methods , Tomography, X-Ray Computed
15.
Rev. bras. otorrinolaringol ; 71(2): 156-160, mar.-abr. 2005. ilus, tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-408686

ABSTRACT

OBJETIVO: este estudo teve como objetivo avaliar por meio de análise cefalométrica as diferencas nas proporcões faciais de criancas respiradoras bucais e nasais. FORMA DE ESTUDO: coorte transversal. MATERIAL E MÉTODO: Foram selecionadas 60 criancas entre 6 e 10 anos que, após avaliacão otorrinolaringológica para o diagnóstico do tipo de respiracão, foram divididas em dois grupos: grupo I, constituído de criancas respiradoras bucais, com elevado grau de obstrucão das vias aéreas e grupo II, composto de criancas respiradoras nasais. Os pacientes foram submetidos à avaliacão ortodôntica por meio de radiografias cefalométricas em norma lateral, a fim de avaliar as proporcões faciais, através das seguintes medidas cefalométricas: SN.GoGn, ArGo.GoMe, N-Me, N-ENA, ENA-Me, S-Go, S-Ar, Ar-Go; e os seguintes índices: iAF=S-Go / N-Me, iAFA=ENA-Me / N-Me e iPFA=N-ENA / ENA-Me. RESULTADO: Foi constatada que a inclinacão do plano mandibular (SN.GoGn) nos pacientes respiradores bucais foi estatisticamente maior que nos respiradores nasais, enquanto que a proporcão da altura facial posterior e anterior (iAF), e da altura facial anterior superior e inferior (iPFA) foram estatisticamente menores nos pacientes bucais, indicando altura facial posterior menor que a anterior e altura facial anterior inferior aumentada nesses pacientes. CONCLUSAO: Pode-se concluir, então, que os respiradores bucais tendem a apresentar maior inclinacão mandibular e padrão de crescimento vertical, evidenciando a influência da funcão respiratória no desenvolvimento craniofacial.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Child , Facial Bones/growth & development , Respiration , Skull/growth & development , Cephalometry , Cohort Studies , Cross-Sectional Studies , Facial Bones/anatomy & histology , Maxillofacial Development , Mouth Breathing , Nose , Skull/anatomy & histology
16.
Rev. paul. pediatr ; 15(2): 108-10, jun. 1997.
Article in Portuguese | LILACS, SES-SP | ID: lil-205744

ABSTRACT

O diagnóstico das doenças dos seios paranasais tem sido elucidado mais claramente nos últimos anos com a juda da endoscopia nasal e tomografia computadorizada. O objetivo dos autores é chamar a atençäo para a importância do diagnóstico causal de origem rinogênica nos pacientes portadores de sinisites de repetiçäo. A necessidade do tratamento da causa básica nesses casos é indiscutível, evitando-se assim a instalaçäo de processos sinusais crônicos e suas complicaçöes


Subject(s)
Humans , Child , Sinusitis/diagnosis , Paranasal Sinus Diseases/etiology , Recurrence , Sinusitis , Sinusitis/etiology
17.
Medicina (Ribeiräo Preto) ; 29(1): 61-6, jan.-mar. 1996. ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-189678

ABSTRACT

Nesta revisäo dirigida ao graduando em Medicina e ao médico näo especialista, apresentou-se os principais elementos semiológicos das fossas nasais, seios paranasais, laringe, faringe e ouvidos.


Subject(s)
Humans , Child , Adult , Medical History Taking , Otolaryngology , Education, Medical , Endoscopy , Laryngoscopy , Otolaryngology/instrumentation
18.
Rev. bras. otorrinolaringol ; 61(1): 70-8, jan.-fev. 1995. ilus, tab, graf
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-161111

ABSTRACT

A otoxicidade da Amicacina e a proteçäo por gangliosídeos das células ciliadas externas (CCE) cocleares de cobaias foram estudadas com 3 grupos de 8 animais. O grupo I, controle, o grupo II recebeu Amicacina e o grupo III Amicacina e gangliosídeo. utilizando-se o método de isolamento mecânico das CCE em cultura, 179 +-33 células em cada cobaia normal foram encontradas conservando suas características vitais até 2 horas e meia. O padräo de degeneraçäo vital foi observado e descrito. As lesöes provocadas pela Amicacina foram intensas. A análise estatística foi significativa na comparaçäo entre o grupo I e os grupos II e III, mas o resultado entre os grupos II e III näo demonstraram efeitos significativos na proteçäo das células pelos gangliosídeos contra os efeitos da Amicacina. Concluiu-se que esta técnica utilizada pela primeira vez para estudo da otoxicidade, constitui um modelo válido importante, simples e rápido, que permite estudo minucioso das lesöes em células isoladas "in vitro" provocadas por drogas ototóxicas


Subject(s)
Animals , Guinea Pigs , Amikacin/toxicity , Cells, Cultured , Cilia , Cochlea/cytology , Amikacin/pharmacology , Cilia/drug effects , Cochlea , Gangliosides/pharmacology
19.
Arq. neuropsiquiatr ; 50(2): 199-201, jun. 1992. ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-120732

ABSTRACT

O estudo das fístulas liquóricas, envolvendo anormalidades otorrinolaringológicas, deve se basear na procura da causa fundamental que leva às meningites recidivantes. As malformaçöes congênitas, as anormalidades pós-traumáticas e pós-operatórias ou, ainda, associadas a doenças que envolvem ossos cranianos, constituem as causas básicas a serem pesquisadas. Os traumas cranianos podem resultar em fístula liquórica com possibilidade de meningites bacterianas de repetiçäo


Subject(s)
Humans , Fistula/cerebrospinal fluid , Meningitis, Bacterial/etiology , Brain Injuries/cerebrospinal fluid , Brain Injuries/complications , Cerebrospinal Fluid/physiology , Ear Diseases/complications , Fistula/etiology , Recurrence
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL