Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 3 de 3
Filter
Add filters








Year range
1.
Semina cienc. biol. saude ; 42(1): 71-80, jan./jun. 2021. Tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1247939

ABSTRACT

O mel de abelha é um produto de consumo relevante pela população devido aos seus fatores nutricionais e terapêuticos. A adulteração é um exemplo de como as características do mel podem ser afetadas, prejudicando os consumidores que desejam comprar produtos puros e de alta qualidade. Este trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade físico-química do mel de abelha comercializado em Brasília, Distrito Federal. Foram obtidas 13 amostras de mel de abelhas: uma de um apicultor da região com certificação de produção (usada como controle negativo), seis de lojas de produtos naturais e hipermercados no centro de Brasília e seis de feira livre e pequenos estabelecimentos de uma região administrativa do Distrito Federal, das quais cinco não tinham o selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF) na embalagem. Também foi usada uma amostra comercial de xarope de glicose como controle positivo. Para verificar a adulteração, foram adotados os testes de Lund, Fiehe e Lugol, bem como as análises de pH, acidez titulável e umidade, para serem comparados com os parâmetros de qualidade do mel estabelecidos pela legislação vigente. As análises verificaram a qualidade dos méis comercializados com o selo SIF, com algumas ressalvas para a possível alteração de temperatura. Já as que não possuíam selo, apenas uma foi aprovada nos testes de qualidade, porém sua venda não é regularizada. A maioria das amostras analisadas apresentaram resultados consistentes com os padrões exigidos pela legislação vigente, com maiores irregularidades na comercialização de méis em feira livre, mostrando a necessidade de maior controle de qualidade e inspeção de produtos não certificados.(AU)


Bee honey is a product of relevant consumption by the population due to its nutritional and therapeutic factors. Tampering is an example of how honey characteristics can be affected and harming consumers who want to buy a high quality and pure product. This work aimed to evaluate the physicochemical quality of bee honey commercialized in Brasília, Federal District. Thirteen samples of bee honey were obtained: one from a certified local beekeeper (used as a negative control), six from natural products and hypermarkets in central Brasília and six from street fair and small establishments in one of the administrative region of the Federal District, of which five did not have the seal of the Federal Inspection Service (SIF) on the packaging. Also, a sample of commercial glucose syrup was used as positive control. To verify tampering, the Lund, Fiehe and Lugol tests were adopted, as well as the pH, titratable acidity and humidity analysis, to be compared honey quality parameters established by the current legislation. The analyzes verified the quality of the honeys sold with SIF seal, with some restraints for the possible temperature changes. As for those that did not have a seal, only one passed the quality tests, but its sale is not regularized. Most of the samples analyzed showed results consistent with the standards requirements of the current legislation, with greater irregularities in the marketing of honey in street fair, showing the need for greater quality control and inspection of non-certified products.(AU)


Subject(s)
Animals , Bees , Quality Management , Honey , Quality Control , Product Packaging
2.
REVISA (Online) ; 9(1): 4-12, jan-mar.2020.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1050818

ABSTRACT

Objetivo: Realizar uma análise bioquímica dos perfis lipídicos e glicêmicos comparativa entre obesas portadoras e não portadoras da Síndrome do Ovário Policístico (SOP). Método: Pesquisa transversal do tipo caso-controle, através de exames laboratoriais bioquímicos para perfil lipídico e glicêmico em dois grupos de voluntárias, obesas portadoras e obesas não-portadoras da SOP. Foram realizadas análises estatísticas através de testes não paramétricos (Mann-Whitney) e paramétricos (t-student) utilizando valores estatisticamente significativos para p < 0,05. Resultados: As análises dos parâmetros bioquímicos demonstraram diferenças estatisticamente e biologicamente significativas entre os itens analisados. As alterações do perfil lipídico foram clinicamente relevantes entre os grupos, com as portadoras com níveis de riscos clínicos por LDL elevado. Tanto as portadoras como as não-portadoras não apresentaram alterações quanto a glicose em jejum, com níveis dentro da referencia. Entretanto, HbA1c mostrou diferença clínica entre os grupos, porém não significativa estatisticamente, ressaltando que 50% das pacientes portadoras possuem risco aumentado para desenvolver DM. Conclusão: Foi possível verificar que as obesas portadoras da SOP estão mais propensas aos riscos de diabetes e doenças cardiovasculares em comparação às congêneres não-portadoras.


Objective: To perform a biochemical analysis of the lipid and glycemic profiles comparative between obese patients with and without Polycystic Ovary Syndrome (PCOS). Method: Cross-sectional case-control study through biochemical laboratory tests for lipid and glycemic profile in two groups of volunteers, obese carriers and non-carriers of PCOS. Statistical analyzes were performed using nonparametric (Mann-Whitney) and parametric (t-student) tests using statistically significant values for p <0.05. Results: The analysis of biochemical parameters showed statistically and biologically significant differences between the analyzed items. Changes in lipid profile were clinically relevant between the groups, with carriers with high LDL clinical risk levels. Both carriers and non-carriers showed no changes in fasting glucose, with levels within the reference. However, HbA1c showed clinical difference between the groups, but not statistically significant, emphasizing that 50% of the patients with PCOS are at increased risk for developing DM. Conclusion: It was possible to verify that obese patients with PCOS are more prone to the risks of diabetes and cardiovascular diseases compared to non-carriers.


bjetivo: realizar un análisis bioquímico de los perfiles lipídicos y glucémicos comparativos entre pacientes obesos con y sin síndrome de ovario poliquístico (SOP). Métodos: Investigación transversal de casos y controles mediante pruebas de laboratorio bioquímicas para el perfil lipídico y glucémico en dos grupos de voluntarios, portadores obesos y no portadores de SOP. Los análisis estadísticos se realizaron mediante pruebas no paramétricas (Mann-Whitney) y paramétricas (t-student) utilizando valores estadísticamente significativos para p <0,05. Resultados: El análisis de los parámetros bioquímicos mostró diferencias estadísticamente y biológicamente significativas entre los ítems analizados. Los cambios en el perfil lipídico fueron clínicamente relevantes entre los grupos, con portadores con altos niveles de riesgo clínico de LDL. Tanto los portadores como los no portadores no mostraron cambios en la glucosa en ayunas, con niveles dentro de la referencia. Sin embargo, la HbA1c mostró diferencias clínicas entre los grupos, pero no fue estadísticamente significativa, enfatizando que el 50% de los pacientes con la enfermedad tienen un mayor riesgo de desarrollar DM. Conclusión: fue posible verificar que los pacientes obesos con PCOS son más propensos a los riesgos de diabetes y enfermedades cardiovasculares en comparación con los no portadores.


Subject(s)
Obesity , Diabetes Mellitus
3.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-705002

ABSTRACT

O Diabetes Mellitus (DM) tipo 2 (DM2) é um problema de saúde pública que requer cuidados contínuos e multidisciplinares. A presente revisão tem por objetivo destacar a importância da inclusão de atividades físicas em programas de atenção em DM2, salientando seu efeito no controle glicêmico e aspectos que influenciam a adesão de usuários, bem como associar a temática às atuais políticas públicas de atenção básica em saúde no Brasil. Artigos originais, revisões sistemáticas e de meta-análise que continham os termos DM2, adesão, exercício físico, atividade física e programa de educação em DM (em português e inglês) encontrados nos bancos de dados PubMed, Scopus e BioMed Central foram incluídos. Políticas públicas e diretrizes (guidelines) também foram utilizadas para contextualização e discussão. Evidências indicam que a participação em programas de atenção à DM2 se associa a um melhor prognóstico da doença; indivíduos mais aderentes apresentam melhores resultados no controle glicêmico e redução da massa corporal que os menos aderentes. Fatores como supervisão profissional, envolvimento em grupos, apoio familiar, tipo de exercício e frequência de encontros podem influenciar diretamente a adesão a esses programas. Educação em DM, atividades físicas e terapia nutricional são importantes no tratamento da DM2, porém, há escassez de programas públicos de saúde que, de forma multidisciplinar e contínua, contemplem estas ações terapêuticas.


Type 2 Diabetes Mellitus (DM2) is a public health issue that requires continuous and multidisciplinary care. This review aims to present the importance of including physical activities in DM2 care programs, highlighting the effect on glycemic control and the aspects that influence user?s adherence, as well as linking this issue to current public policies on primary health care in Brazil. Original articles, systematic reviews and meta-analyzes that contained the words DM2, adherence, exercise, physical activity and diabetic education program (in Portuguese and English) found on PubMed, Scopus and BioMed Central databases were included. Public policies and guidelines were also used for contextualization and discussion. Evidences indicate that attending a DM2 care program is associated with a better prognosis; individuals with greater adherence have better results on glycemic control and weight reduction then the lesser adherents. Factors like professional supervision, group involvement, family support, type of physical activity and frequency of meetings may directly influence the adherence to the programs. DM education, physical activities and nutritional therapy are important to the DM2 treatment; however, there is a lack of programs that support these therapeutic actions in a multidisciplinary and continuous way.


Subject(s)
Blood Glucose , Education , Exercise , Primary Health Care , Therapeutics
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL