Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 2 de 2
Filter
Add filters








Language
Year range
1.
Braz. dent. j ; 28(1): 51-56, Jan.-Feb. 2017. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-839120

ABSTRACT

Abstract The aim of this study was to evaluate the physicochemical properties and the apical dentin bond strength of the tricalcium silicate-based Biodentine in comparison to white MTA and zinc oxide eugenol-based cement (ZOE). Setting time and radiopacity were evaluated according to ISO 6876:2012 specification. Final setting time, compressive strength and pH were also assessed. Material’s bond strength to the apical root canal dentin was measured by the push-out assay. Data were analyzed by ANOVA and Tukey-Krammer post-hoc test. Biodentine presented the shortest initial (16.2±1.48 min) and final setting time (35.4±5.55 min). Radiopacity of Biodentine (2.79±0.27 mmAl) does not agree with ISO 6876:2012 specifications. On the other hand, Biodentine showed higher compressive strength after 21 days (37.22±5.27 MPa) and higher dentin bond strength (11.2±2.16 MPa) in comparison to white MTA (27.68±3.56 MPa for compressive strength and 2.98±0.64 MPa for bond strength) (p<0.05). Both MTA and Biodentine produced an alkaline environment (approximately pH 10) (p>0.05) compared to ZOE (pH 7). It may be concluded that Biodentine exhibited faster setting, higher long-term compressive strength and bond strength to the apical dentin than MTA and ZOE.


Resumo O objetivo deste estudo foi avaliar as propriedades físico-químicas e a resistência de união à dentina apical do cimento Biodentine em comparação ao MTA branco e cimento à base de óxido de zinco e eugenol (OZE). O tempo de presa e a radiopacidade foram avaliados de acordo com as especificações ISO 6876:2012. O tempo de presa final, a resistência à compressão e o pH também foram avaliados. A resistência de união dos materiais à dentina apical do canal radicular foi avaliada por meio do ensaio push-out. Dados foram analisados por ANOVA e teste complementar de Tukey-Krammer. Biodentine apresentou o menor tempo de presa inicial (16,2±1,48 min) e final (35,4±5,55 min). Os valores de radiopacidade do Biodentine (2,79±0,27 mmAl) não estão de acordo com as especificações ISO 6876:2012. Por outro lado, este material apresentou maior resistência à compressão após 21 dias (37,22±5,27 MPa) e maiores valores de adesão à dentina (11,2±2,16 MPa) em comparação ao MTA branco (27,68±3,56 MPa de resistência à compressão e 2,98±0,64 MPa de resistência de união) (p>0.05). Ambos os materiais produziram ambiente alcalino (aproximadamente 10) (p>0.05) em comparação ao OZE (pH 7). Pode-se concluir que o Biodentine demonstrou endurecimento mais rápido e apresentou maior resistência à compressão e resistência de união à dentina apical do que MTA e OZE.


Subject(s)
Humans , Calcium Compounds/chemistry , Dentin/chemistry , Silicates/chemistry , Materials Testing , Root Canal Filling Materials
2.
RGO (Porto Alegre) ; 63(1): 55-62, Jan-Mar/2015. tab
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-749830

ABSTRACT

The various functions and clinical applications of adhesive systems have become a fundamental part of restorative treatment. The biggest challenge for such systems is to provide adequate adhesion to the different tissues, which can be very diverse in nature. When choosing the appropriate adhesive system, the dentist should be familiar with the origin, composition, action mechanism and method of application of each system. The commercially available products and their high technical status have made it possible for the clinician to develop a philosophy of maximum tissue preservation, optimized esthetics, up-to-date concepts and procedures and full function of the restored element, compatible with biomimetic theory. The literature describes the superior qualities of results obtained with three-step total etching adhesives and the use of chlorhexidine as a factor to increase longevity. Future perspectives include the use of ethanol, inactivating agents of enzymes released in the adhesive process and the action of agents that act upon the dentin matrix.


As diversas funções e aplicabilidades clínicas dos sistemas adesivos os tornaram parte fundamental da terapêutica restauradora. O desafio maior destes sistemas está em prover qualificada adesão aos diferentes tecidos uma vez que estes são muito distintos em sua constituição. Para que essa escolha seja feita corretamente o dentista deve conhecer a origem, composição, mecanismo de ação e modo de aplicação de cada sistema. Os produtos disponíveis e o estado técnico, alcançados atualmente, tem possibilitado aos clínicos o desenvolvimento de uma filosofia de máxima conservação tecidual, estética otimizada, atualização de condutas e conceitos bem como função plena do elemento dental restaurado compatíveis com uma filosofia biomimética. A literatura vigente apresenta superioridade de resultados com adesivos de condicionamento total de três etapas, uso de clorexidina como fator de aumento da longevidade e perspectivas futuras que incluem trabalhos com o uso de etanol, agentes inativadores enzimas liberadas no processo adesivo e a ação de agentes que atuem na malha dentinária.

SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL