Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 3 de 3
Filter
Add filters








Type of study
Year range
1.
Rev. bras. plantas med ; 17(4): 592-598, out.-dez. 2015. graf
Article in English | LILACS | ID: lil-763228

ABSTRACT

ABSTRACTIn this study, ethanol-water extracts of pequi fruit peel were fractionated in order to identify and quantify the major antioxidant present in it. The fractions were subjected to liquid-liquid phase extraction and silica-gel column chromatography, and antioxidant activity was monitored using the 2,2-diphenyl-1-picrylhydrazyl radical-scavenging assay. The purity of the fractions was evaluated using thin-layer chromatography and high-performance liquid chromatography (HPLC). The substance with antioxidant property was identified through the analysis in a liquid chromatography-mass spectroscopy fragmentation and was quantified using HPLC. After the Silica-gel fractionation, it was identified a fraction with high antioxidant activity and purity, which contained gallic acid as the main compound. The gallic acid was found at the amount of 26.54 ± 1.13 mg/g of the dry mass of the pequi fruit peel. Because the quantifications were performed using crude ethanol-water extract, it was suspected that gallic acid was present in a free form. Thus, pequi fruit peel may serve as an attractive alternative of feedstock for natural antioxidant production. Moreover, the results obtained in this study emphasize the value of the pequi plant, and suggests improved opportunities for families that use this fruit`s products.


RESUMOExtratos hidroetanólicos da casca do fruto do pequi foram fracionados a fim de identificar e quantificar o principal antioxidante presente. Frações do extrato foram submetidas ao particionamento líquido-líquido e fracionamento em coluna de sílica gel. As atividades antioxidantes das frações foram monitoradas usando ensaio de redução do radical 2,2-difenil-1-picrilhidrazila e a pureza das frações foi avaliada em cromatografia de camada delgada e cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). A substância com propriedades antioxidantes foi identificada através da análise em sistema de cromatografia líquida associada à espectrometria de massas e foi quantificada em HPLC. Após o fracionamento identificou-se uma fração com alta atividade antioxidante e pureza, contendo ácido gálico como o composto principal. Ácido gálico foi encontrado em concentrações de 26,54 ± 1,13 mg/g de massa seca. Devido às quantificações terem sido realizadas no extrato hidroetanólico bruto, acredita-se que o ácido gálico esteja presente na forma livre. Assim, a casca do fruto pequi pode servir como interessante alternativa de matéria prima para a produção desse antioxidante natural. Além disso, esse resultado enfatiza o valor da planta do pequi e sugere oportunidades para as famílias que utilizam produtos de pequi.


Subject(s)
Antioxidants/pharmacology , Ericales/metabolism , Biological Products/classification , Chromatography, High Pressure Liquid/instrumentation , Plant Extracts/analysis
2.
Indian J Cancer ; 2015 Oct-Dec; 52(4): 544-545
Article in English | IMSEAR | ID: sea-176270
3.
Psiquiatr. biol ; 7(4): 151-158, dez. 1999. ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-298982

ABSTRACT

OBJETIVO: Descrever o quadro clínico, evoluçäo, comorbidade, subtipo de transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) e incidencia de patologia familiar em uma amostra clínica de crianças e adolescentes com TOC.CASUISTICA E METODOS: Foram avaliados prospectivamente 40 pacientes menores de 18 anos, do Serviço de Psiquiatria da Infancia e Adolescencia(SEPIA), com TOC, no periodo de junho de 1995 até agosto de 1998, através da entrevista K-SADs, versäo E -IV e escala de sintomas Y-BOCS. Dados de incidencia de patologia familiar foram obtidos por anamnese clínica. Dados de evoluçäo säo referentes ao período em que estiveram em seguimento no SEPIA e, retrospectivamente, desde o início dos sintomas pela história clínica. RESULTADOS: A maioria dos pacientes era do sexo masculino (77,5 por cento), com idade média de início de 10,04 anos. Houve predomínio de subtipo misto de obsessöes e compulsöes, com tipo de sintomas em geral múltiplos e mutáveis ao longo do tempo. Comorbidade foi muito freqüentes nesta amostra (10 por cento). Houve 22,5 por cento de familiares com TOC ou SOC (sintomas obsessivo-compulsivos; subclínico). A evoluçäo foi na maioria crônica flutuante. CONCLUSOES: Trata-se de uma amostra clínica em que os pacientes foram selecionados de uma populaçäo rica em casos psiquiatricos gerais mais graves, por ser um centro de referencia para este atendimento. Portanto há vies quanto ao grau de acometimento e talvez isto tenha influenciado para diferenças em relaçäo a dados de literatura sobre TOC infantil


Subject(s)
Humans , Male , Female , Child , Adolescent , Incidence , Obsessive-Compulsive Disorder
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL