Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 12 de 12
Filter
1.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 46(3): 199-206, 2009. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-536857

ABSTRACT

Este estudo objetivou comparar as taxas de concepção, em vacas de corte no período pós-parto (PPP), tratadas com Gonadotrofina Coriônica Eqüina (eCG) ou Benzoato de Estradiol (BE), após o uso de Norgestomet submetidas à inseminação artificial em tempo fixo(IATF). A hipótese é que a administração de eCG ou BE aumenta as taxas de concepção. Vacas Nelore (n=138) e Brangus (n=63), lactantes,entre 26 e 118 dias do PPP, foram divididas em três grupos homogêneos e dentro de cada grupo subdivididas em dois blocos, um com um PPP < 45 dias (PPP1; n=107) e outro > 45 dias (PPP2;n=94). Todas as fêmeas receberam um implante auricular contendo 3mg de Norgestomet (Crestar®), seguido pela administração de 5mg de Valerato de Estradiol. Os implantes auriculares foram mantidos durante 10 dias. Na retirada dos implantes, as fêmeas receberam 1mL de solução fisiológica (n=68; Grupo Controle) ou 500 UI de eCG (Folligon®; n=67; Grupo eCG) ou 1mg de Benzoato de Estradiol (Index; n=66; Grupo BE) 24 horas após a retirada do implante. AIATF foi realizada 54 horas após a retirada do implante. O diagnóstico de gestação foi realizado por ultra- sonografia 30 dias após a IATF. Houve interação entre os tratamentos e o PPP. No PPP1, a taxa de concepção foi maior no grupo eCG comparado ao BE (47,22% vs.15,38%; P<0,01). No PPP2, as taxas de concepção dos grupos eCG eBE foram maiores que no grupo controle (41,93%, 44,44% vs.22,22%; P<0,01). Conclui-se que vacas, com até 45 dias do PPP, o eCG associado ao Norgestomet aumenta as taxas de concepção.


This study aimed to compare conception rates at the post partum period (PPP) in beef cows which were administered either Equine Chorionic Gonadotrophin (eCG) or Estradiol Benzoate (EB) after Norgestomet and submitted to fixed-time artificial insemination(FTAI). The hypothesis was that the administration of eCG or E Benhances the conception rate. Lactating Nelore cows (n=138) and Brangus (n = 63), between 26 and 118 days of post partum period(PPP) were divided into three homogeneous groups, and subdividedin two blocks, inside each group one of them with a PPP d” 45 days (PPP1; n=107) and another with a PPP > 45 days (PPP2; n=94). Allcows received an auricular implant containing 3mg Norgestomet(Crestar®), followed by the administration of 5mg Estradiol Valerate.The auricular implants were kept during 10 days. Cows received 1mL saline solution (n=68, Control Group) or 500IU eCG (Folligon®;n=67; eCG Group) or 1mg Estradiol Benzoate (Index, n=66; EB Group) 24 hours after the removal of the implant. FTAI was made 54 hours after the implant removal. The pregnancy diagnosis was carried through ultrasonography 30 days after FTAI. There was an interaction between treatments and PPP. In the PPP1, the conception rate was higher in the eCG Group than in the EB Group (47.22% vs.15.38%; Pd”0.01). In the PPP2, the conception rates of the eCG and EB Groups were higher than in the Control Group (41.93%, 44.44%vs. 22.22%: Pd”0.01). It was concluded that in cows up to 45 days of PPP, the eCG associated with Norgestomet enhances the conception rates.


Subject(s)
Animals , Cattle , Estradiol/administration & dosage , Gonadotropins, Equine/administration & dosage , Insemination, Artificial/methods , Pregnancy Rate , Progestins/administration & dosage
2.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 46(1): 54-61, 2009. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-536956

ABSTRACT

Doze carneiros machos adultos mestiços Santa Inês de mesma idade e porte semelhante foram empregados em um delineamento inteiramente casualizado, por um período experimental de 60 dias. Os animais foram distribuídos para três tratamentos: A. 100% das exigências em proteína degradável no rúmen (controle); B. 100% das exigências em proteína degradável no rúmen + 3% de uréia + enxofre(99% S) e C. 100% das exigências em proteína degradável no rúmen +3% de uréia + enxofre quelatado (21,5% S). Semanalmente foram colhidas amostras de sêmen obtidas com emprego de vagina artificial e de sangue para determinação da concentração de nitrogênio uréico plasmático, assim como realizadas pesagens dos animais e aferições de circunferência escrotal. No sêmen foram analisados: volume e turbilhonamento; vigor, motilidade e concentração espermática; totalde espermatozóides e total de espermatozóides viáveis no ejaculado; integridade de membrana e de acrossoma; morfologia espermática e concentração de nitrogênio uréico no plasma seminal. Os animais suplementados com uréia apresentaram níveis de N-uréico no plasma sanguíneo e seminal significativamente maiores que os encontrados nos do tratamentos controle (p<0,05). Houve diferença significativa entre as fontes de enxofre utilizadas (p<0,05) quanto às características do sêmen estudadas, o tratamento C apresentando valores maiores para turbilhonamento (4,57), motilidade espermática (85,69%), vigor espermático (4,66) e total de espermatozóides por ejaculado (9,02 x109), além de uma porcentagem inferior de defeitos menores (5,37%)quando comparado ao tratamento B


Twelve adult Santa Inês crossbred rams with similar weight and age employed in a randomized design for 60 days period to evaluate three treatments: A. 100% of degradable protein requirement (control); B.100% of degradable protein requirement + 3% urea + inorganic sulphur (99%S) and C. 100% of degradable protein requirement+3% urea + organic sulphur (21,5% S). Every week seminal collections were made through artificial vagina; blood collections were made toanalyze plasma N-ureic levels and measured live weight and scrotal circumference. In semen samples were studied volume, microscopic waves, vigor, motility, concentration, total sperm per ejaculate, total feasible sperm per ejaculate, membrane sperm integrity, acrosomal integrity, percent of abnormal spermatozoa and N-ureic level in seminal plasma. Treatments experimental animals receiving presented blood and seminal plasma N-ureic levels higher than the ones of control treatment (p < 0,05). There was significant difference between organicand inorganic sources of sulphur in the following semen characteristics (p < 0,05): treatment C presented microscopic waves (4,57), motility(85,69%), vigor (4,66) and total sperm per ejaculate (9,02 x 109) higher than treatment B; and the percentage of secondary sperm abnormality (5,37%) was lower than treatment B


Subject(s)
Animals , Rumen/physiology , Sheep , Semen/chemistry , Urea/adverse effects
3.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 45(3): 221-230, 2008. ilus, tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-487891

ABSTRACT

Avaliaram-se estratégias para reduzir a mortalidade embrionária em bovinos. Vacas Nelore (Bos taurus indicus) foram inseminadas em tempo fixo (IATF - D0) após o protocolo GnRH/PGF2a/GnRH e divididas nos grupos: Controle (Gc; n=55), hCG (GhCG; n=55) recebeu 3000 UI da hCG no D5 , E2 (GE2; n=55) recebeu 5 mg de 17?-Estradiol (E2) no D12 e hCG/E2 (GhCG/E2; n=55) recebeu 3000 UI da hCG no D5 e 5mg do E2 no D12. A IATF foi o 1o dia da estação de reprodução de 64 dias. Usou-se o teste do c2 para comparar as taxas de serviço (TS), concepção (TC) e prenhez à IATF (TPIATF), às IAs de repasse e acumuladas. A TS e a TC das IAs de repasse não diferiu (P>0,10). Houve diferenças nas TPIATF (P<0,05), pois a TPIATF do GE2 (5,4%) foi a mais baixa e a do Gc (34,5%) e GhCG (36,5%) tenderam (P<0,10) ser maiores que a do GhCG/E2 (18,2%). Não houve efeito da hCG sobre as taxas de prenhez. O E2 reduziu a TPIATF e ao final da estação as vacas que receberam o E2 (GE2 + GhCG/E2) tiveram TPacum (66,4%) mais baixa (P<0,05) de que aquelas (80,9%) que não receberam (GC + GhCG). Em conclusão, as estratégias adotadas de manipulação luteínica ou folicular não aumentaram as taxas de prenhez em vacas Nelore após uma IATF.


Strategies to reduce embryo mortality in cattle have been evaluated. Nelore (Bos taurus indicus) cows were submitted to timed artificial insemination (TAI - D0) after a GnRH/PGF2a/GnRH protocol. Cows were divided in the following groups: Control (Gc; n=55), hCG (GhCG; n=55) received 3000 IU of hCG on D5 , E2 (GE2; n=55) received 5 mg of Estradiol-17b (E2) on D12 and hCG/E2 (GhCG/E2; n=55) received hCG on D5 and E2 on D12. TAI represented the 1st day of a 64 day breeding season. The c2 test was applied to compare mating rate (MR), conception rate (CR) and pregnancy rate (PR) to TAI and AIs after natural estrus within the season as well as their accumulated figures at the end of the season. MR and CR for AIs within season did not differ (P>.10). PR to TAI differed (P<.05) among groups. GE2 showed the lowest rate (5,4%). Gc (34.5%) and GhCG (36.5%) tended (P<.10) to be higher than GhCG/E2 (18.2%). There was no effect of hCG on pregnancy rates. E2 reduced PR to TAI and at the end of season which means that cows receiving E2 (GE2 + GhCG/E2) had lower (66.4%; P<.05) PR than cows not receiving E2 (GC + GhCG; 80.9%). In conlusion, the strategies to manipulate luteal and follicular function herein tested did not increase pregnancy rates in Nelore cows submitted to a TAI.


Subject(s)
Animals , Cattle , Estradiol/adverse effects , Gonadotropin-Releasing Hormone/adverse effects , Insemination, Artificial/methods , Pregnancy Rate , Embryo Loss/mortality
4.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 43(supl): 68-73, 2006. ilus, tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-473523

ABSTRACT

O processo de criopreservação causa estresse físico e químico aos espermatozóides, acarretando alterações bioquímicas, diminuição irreverssível da motilidade espermática, aumento da degeneração do DNA e liberação intracelular de enzimas e lipídeos. No presente estudo, foram estudadas a influência das estações não reprodutiva e reprodutiva, dos crioprotetores glicerol e etilenoglicol e do processo de congelação e descongelação sobre o complexo DNA-proteína de espermatozóides em garanhões. Foi comparados o sêmen puro, o sêmen puro e congelado sem crioprotetores, o sêmen diluído e exposto aos crioprotetores sem congelação e o sêmen diluído e congelado com crioprotetores. Foram utilizados seis garanhões, colhendo 12 ejaculados cada. A patologia do complexo DNA-Proteína foi avaliada em espermatozóides fixados com etanol-ácido-acético glacial 3: 1 (v/ v), tratados com HCL 4N a 25°C e corados com azul de toluidina a 0,025% em tampão McIlvaine, empregando microscopia óptica com aumento de 1000x. Os resultados mostraram que a anomalia do complexo DNA-Proteína dos espermatozóides diferem entre os grupos congelados e não congelados (P<0,05). O sêmen congelado sem crioprotetor não apresentou aumento significativo de patologia do complexo DNA-Proteína em relação ao sêmen congelado com crioprotetores, mas ambos mostraram aumento em relação ao sêmen puro ou diluído e exposto aos crioprotetores. A influência da estação reprodutiva mostrou diferença significativa (P<0,05) somente no sêmen puro e no sêmen puro e congelado sem crioprotetor. Conclui-se que o processo de congelação exerce influência negativa sobre o complexo DNA-Proteína de espermatozóides em garanhões.


The cryopreservation process cause stress physical and chemical to the spermatozoa, causing biochemistry alteration, irreversible reduction of the spermatic motility, increase of the DNA degeneration and intracellular enzyme and lipids release. The aim of this study was to evaluate the influence of non-breeding and breeding seasons, glycerol and ethylene glycol, cryopreservation and thawing processes on stallion spermatozoa DN A -protein complexo It was compared fresh semen, diluted semen frozen without cryoprotectants, diluted semen exposured to cryoprotectants but not frozen and d) diluted semen frozen with cryoprotectants. Six stallions had 12 semen collections each. DNA-protein complex pathology was assessed by optical microscopy (1000x) using spermatozoa treated with ethanol-acetic acid 3:1 (v/v), HCl 4N at room temperature and toluidin blue 0,025% in McIlavaine buffer. Results showed that DNA-protein complex were different between frozen and not frozen spermatozoa groups (P<0,05). Frozen semen without cryoprotectants had no increasing of DNA-protein complex pathology compared to semen cryopreserved with cryoprotectant, but both showed increasing in relation to fresh and diluted semen exposured to cryoprotectants. The influence of non breeding and breeding season showed significant difference (P<0,05) in the fresh semen and fresh semen frozen without cryoprotectants. Cryopreservation process had negative influence on spermatozoa DNA-protein complex.


Subject(s)
Animals , Cryopreservation/methods , Horses , Semen Preservation/methods , Protamines/metabolism
5.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 43(6): 824-840, 2006.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-463904

ABSTRACT

O corpo lúteo (CL) é uma estrutura endócrina transitória formada por células luteais esteroidogênicas pequenas (SLC) e grandes (LLC), que associadas aos fibroblastos e a uma ampla rede de capilares constituem uma estrutura especializada na síntese de progesterona (P4). De maneira geral, para a síntese de P4 nas células luteais esteroidogênicas, o colesterol se liga a receptores específicos na membrana celular e é transportado ao citosol. Posteriormente, o colesterol dirige-se a membrana mitocondrial interna e por ação da enzima P450scc transforma-se em pregnenolona. No retículo endoplasmático liso a pregnenolona é convertida a P4 pela enzima 3β-hidroxiesteróide deidrogenase (3β-HSD). A proteína de regulação aguda da esteroidogênese (StAR), o receptor benzodiazepínico tipo periférico (PBR) e a endozepina participam no transporte do colesterol para os diferentes compartimentos mitocondriais. Assim, supõe-se que a capacidade de síntese de P4 no CL esteja relacionada à concentração celular de receptores que captam o colesterol, às enzimas P450scc e 3β-HSD, e às proteínas celulares transportadoras de colesterol. Na espécie bovina, as LLC são responsáveis por mais de 80% da produção deste hormônio no CL. A menor concentração de proteínas transportadoras de colesterol na mitocôndria parecem limitar a síntese de P4 nas SLC. A P4 favorece um meio ambiente uterino apropriado para o desenvolvimento do(s) concepto(s), dependendo da espécie. Na maioria das espécies, a ausência da fertilização ou a incapacidade do concepto em sinalizar sua existência no útero estabelecem a luteólise. Tal evento fisiológico caracteriza-se pela regressão funcional e estrutural do(s) corpo(s) lúteo(s). Para o estabelecimento e a manutenção da prenhez torna-se necessário o bloqueio da luteólise por mecanismos que diferem entre as espécies. Em primatas e equídeos esse reconhecimento ocorre pela secreção de gonadotrofinas específicas e em ruminantes pela presença de fatores ...


The corpus luteum (CL) is a transitory endocrinal structure formed by steroidogenic small luteal cells (SLC) and large luteal cells (LLC) that associated with fibroblast and a wide web of capillaries form a structure specialized in synthesis of progesterone (P4) In general, for the synthesis of P4 in the steroidogenic luteal cells, cholesterol joints specific receptors on the cellular membrane and is transported to the cytosol. Later, cholesterol goes to an internal mitochondrial membrane and by the action of the enzyme P450scc is transformed into pregnenolone. In the smooth endoplasmic reticulum pregnenolone is converted to P4 by the enzyme 3β-hydroxysteroid dehydrogenase (3 β -HSD). The steroidogenic acute regulatory protein (StAR), the peripheral benzodiazepine receptor (PBR) and endozepine participate in the transport of cholesterol to the different mitochondrial compartments. Therefore, it is supposed that the capacity of synthesis of P4 in the CL is related to the cellular concentration of receptors that catch cholesterol, to the enzymes P450scc and 3β-HSD and to the cholesterol cellular transport proteins. In bovine, the LLC are responsible for more than 80 of P4 production in the CL. The lowest concentration of cholesterol transport proteins in the mitochondria seems to limit the synthesis of P4 in the SLC. P4 supports a proper uterine environment for the development of conceptuses, depending on the specie. In most species, the lack of fertilization or the conceptus incapacity to signalize its presence in the uterus establishes luteolysis. This physiolocal event is characterized by the functional and structural regression of the CL. For the establishment and maintenance of pregnancy it is necessary to block luteolysis through different mechanisms among species. In primates and equids it occurs by the secretion of specific gonadotropins and in ruminants by antiluteolytic factors. This review has the objective to characterize the endocrine ...


Subject(s)
Humans , Animals , Corpus Luteum/physiology , Luteolysis/physiology , Progesterone/physiology
6.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 43(6): 816-823, 2006. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-463905

ABSTRACT

Embora a técnica de inseminação artificial (IA) apresente inúmeras vantagens, no Brasil é empregada em apenas 7% das fêmeas de corte. Falhas na detecção de estros constituem o principal fator limitante para a obtenção de êxito no emprego da técnica. Um sistema eletrônico, que se baseia na radiotelemetria, foi desenvolvido para a detecção de estros. Este sistema fornece o registro da data, horário e duração das montas ocorridas. O presente estudo teve como objetivo avaliar, pelo sistema de radiotelemetria, as características comportamentais de estro em novilhas cruzadas de corte (Bos taurus taurus x Bos taurus indicus), criadas em regime extensivo, na região sudoeste do Brasil. A hipótese testada foi que a duração dos estros e o número de montas são bastante variáveis entre as fêmeas e que a maioria das montas ocorre no período noturno. Para a sincronização dos estros as novilhas receberam 0,5mg de MGA/cabeça/dia, uma vez ao dia, durante 8 dias, e uma injeção de 15mg de luprostiol (PG) via IM no último dia da ingestão de MGA. Os estros foram registrados pelo sistema de radiotelemetria "Heat-Watch", durante um período de até 120 horas após a aplicação de PG. A duração média dos estros foi de 10,4 ± 5,7 horas, duração que variou de 45 minutos a 22,7 horas. O número médio de montas foi de 26,2 ± 13,6 e variou de 3 a 81 montas. A duração média das montas foi de 2,7 ± 0,3 segundos. Dransfield et al. classificaram os estros em curta (< 7 horas) e longa (≥. 7 horas) duração e baixa (< 1,5 montas/hora) e alta (≥ 1,5 montas/hora) intensidade. Houve uma maior incidência dos estros de longa duração quando comparados aos de curta duração (72,8% vs. 27,2%; P<0,05) e uma maior incidência dos estros de alta intensidade quando comparados aos de baixa intensidade (70,2% vs. 29,8%; P<0,05). A média geral de montas diurnas foi de 10,0 ± 9,7 (das 7:00 às 19:00 horas) e de montas noturnas de 13,0 ± 12,4 (das 19:00 às 7:00 horas), sendo que não foi observado efeito de ...


Although artificial insemination (AI) has countless advantages, in Brazil this technique is performed in only 7% of beef cattle. Failures on estrous detection are the main limiting factor to the success of this technique. An electronical system, based on radiotelemetry, was developed for estrous detection. This system provides day, hour and service length. The present study aimed to evaluate by radiotelemetry system the behavioral characteristics of the estrous of crossbred heifers (Bos taurus taurus x Bos taurus indicus) raised at pasture regimen in southwest.


Subject(s)
Cattle , Estrus/physiology , Estrus/genetics , Insemination, Artificial/methods , Telemetry/methods
7.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 43(4): 456-465, 2006. ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-461502

ABSTRACT

Em fêmeas bovinas a utilização da técnica de inseminação artificial em tempo fixo (IATF) é possibilitada pelo emprego de fármacos que tem como objetivos sincronizar a emergência das ondas foliculares, os estros e a ovulação. Em rebanhos comerciais, o custo de tais fármacos deve estabelecer uma vantajosa relação com os benefícios. O presente estudo, objetivou comparar as taxas de prenhez em vacas Nelore (Bos taurus indicus) inseminadas em tempo fixo, tratadas com implantes auriculares contendo 3mg de norgestomet (Crestar®), novos (IN) ou utilizados uma vez (IR; reutilizados), associados a administração de norgestomet (NG) e valerato de estradiol (VE) ou progesterona (P4) e benzoato de estradiol (BE). Vacas Nelore PO (n=241), amamentando, com o bezerro ao pé, receberam um dos quatro tratamentos: Crestar® novo durante 10 dias associado a administração de 3mg de NG e 5mg de VE (grupo IN/NG+VE; n=61); Crestar® novo inserido durante 8 dias associado a 50mg de P4 e 2mg de E (grupo IN/P4+BE; n=61); Crestar® reutilizado inserido durante 10 dias associado a administração de 3mg de NG e 5mg de VE (grupo IR/NG+VE; n=58) ou Crestar® reutilizado inserido durante 8 dias associado a e 50mg de P4 e 2mg de BE (grupo IR/ P4+BE; n=61). No dia da remoção dos implantes os animais receberam 7,5mg de Luprostiol e 24 horas após a remoção 1mg de BE. A IATF foi realizada 54 a 56 horas após a retirada dos implantes. Após a IATF, as vacas tiveram os estros observados durante um período de 49 dias e em estro foram reinseminadas 12 horas após a observação. O diagnóstico de gestação foi realizado por ultra-sonografia 35 dias após a IATF e após o final da estação de monta. Foram avaliadas as taxas de prenhez na IATF (TP IATF) e no final da estação de monta (TP EM). Não houve interação entre as características dos implantes (novos e reutilizados) e os tratamentos administrados no dia da inserção do implante (NG+VE e P4+BE). A utilização do CIDR® novo ou reutilizado não teve...


The use of fixed -time artificial insemination (IATF) in cows is possible by the use of drugs that aim at the synchronization of the folicular wave pool, the estrus and ovulation. In trading cattle the costs of these drugs must stablish a profitable relation with the benefits. The present study meant to compare the pregnancy rates in Nelore (Bos taurus indicus) cows inseminated at fixed-time, treated with new (IN) or once used (IR; reused) auricular releasing devices with 3mg of norgestomet (Crestar®), associated with the administration of norgestomet (NG) and estradiol valerate (VE) or progesterone (P4 and estradiol benzoate (BE). Pure breed Nelore cows (n=241), on lactation with calf received one of the four treatments: new Crestar® during 10 days administrated with 3mg of NG and 5 mg of VE (group lN/NG+VE; n=61); new Crestar® inserted during 8 days with 50mg of P4 and 2mg of BE (group lN/P4 +BE; n=61); reused Crestar® inserted during 10 days in association with 3 mg of norgestomet and 5 mg of VE (group IR/NG+ VE; n=58) or reused Crestar® inserted during 8 days in association with 50mg of P 4 and 2mg of BE (group lR/P4+BE; n=61). On the day the releasing devices were removed the animals received 7,5mg of Luprostiol and after 24 hours 1mg of BE. A fixed-time artificial insemination was done 54 to 56 hours after the removal of the releasing devices. Cows detected in estrus after the insemination at fixed-time were observed during a period of 49 days and reinseminated. The pregnancy diagnosis was done by ultrassonography 35 days after the IATF and after the end of the breeding season. The pregnancy rates of IATF (TPIATF) and at the end of the breeding season (TP EM) were estimated. There was no interaction between the characteristics of the (new or reused) releasing devices and the treatment given at the day the releasing devices were inserted (NG+ VE e P4 + BE). The use of new or used CIDR® had no effect on TP IATF (48,3%vs 48,7%) and on TP EM (85)...


Subject(s)
Benzoates/administration & dosage , Cattle , Drug Implants/administration & dosage , Insemination, Artificial/methods , Pregnancy Rate , Valerates/administration & dosage
8.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 42(4): 237-249, 2005. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-433190

ABSTRACT

O objetivo do presente experimento foi avaliar a performance reprodutiva e as características de estros em novilhas cruzadas de corte (Bos taurus indicus x Bos taurus taurus) tratadas com o protocolo MGA/Prostaglandina (PG) em associação a outros hormônios. No dia 0 (Dia 0 = início da ingestão do MGA) as novilhas foram distribuídas ao acaso para receber 2mL de solução salina (grupo Salina), 2500UI de hCG (grupo hCG), 20müg de acetato de buserelina (grupo GnRH) ou 5mg de 17beta-estradiol + 100mg de progesterona (grupo 17beta-E2 +P4. Amostras de sangue foram colhidas nos dias - 7, 0, 7 e 10 para a mensuração das concentrações plasmáticas de progesterona. Independentemente do tratamento, todas as novilhas receberam 0,5mg MGA/ animal/ dia durante 8 dias (Dia 0 ao 7) e PG (Dia 7). Os estros foram observados durante 120h, a partir da injeção de PG, pelo sistema Heat- Watch. As novilhas foram inseminadas 12 horas após o início dos estros ou 72h depois da injeção de PG. O diagnóstico de gestação foi realizado 35 dias após a última inseminação, por ultrasonografia. As respostas em estros foram de 50,0%, 22,2%, 59,5% e 71,8% para os grupos Salina, hCG, GnRH e 17beta-E2 +P4, respectivamente (P< ou =0,01). O intervalo médio da injeção de PG ao estro foi de 72,8 + ou - 22,2, 102,0 + ou - 22,7,84,6 + ou - 19,0 e 72,5 + ou - 24,4 horas (P< ou =0,01), sendo o grau de sincronização similar entre os grupos. As taxas de concepção foram de 57,9%, 37,5%, 40,9% e 39,3% e as taxas de prenhez de 29,0%, 11,1 %,27,0% e 28,2%, para os grupos Salina, hCG, GnRH e 17beta-E2 +P4, respectivamente. Não houve efeito do tratamento na duração dos estros (10,4 + ou - 5,7 horas), número de montas (23,0 + ou - 16,9) e duração das montas (2,7 + ou - 0,3 segundos), sendo os valores entre parênteses correspondentes às médias gerais e desvios padrão. Em conclusão, a performance reprodutiva não foi alterada pela adição do hCG, GnRH ou 17beta-E2 +P4 ao protocolo de sincronização MGA/PG.


Subject(s)
Animals , Melengestrol Acetate/administration & dosage , Cattle , Estrus , Estradiol/administration & dosage , Gonadotropin-Releasing Hormone/administration & dosage , Chorionic Gonadotropin/administration & dosage , Progesterone/administration & dosage , Prostaglandins/administration & dosage
9.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 38(5): 233-239, 2001. ilus, tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-324325

ABSTRACT

O corpo lúteo (CL) é a glândula produtora de progesterona (P4), hormônio cuja secreçäo contínua é essencial para o início e a manutençäo da gestaçäo em fêmeas eqüinas, e, conseqüentemente, para a aplicabilidade de inúmeras biotécnicas de reproduçäo. Considerando-se a importância do CL para a manutençäo de uma gestaçäo normal e suas características anatomofisiológicas, objetivou-se determinar por ultra-sonografia (US) o tamanho e a morfoecogenicidade (ME) do CL em receptoras de embriöes eqüinos desde a ovulaçäo (D0) até nove dias após (D9), bem como os níveis plasmáticos de P4 produzida no mesmo período. Para tanto, 57 éguas receptoras de um programa de transferência de embriöes foram examinadas diariamente por US transretal desde a primeira detecçäo dos sinais de estro até o D9. A cada exame, os CL foram mensurados e sua ME registrada segundo escore de 1 a 6 (1=anecóico; 6=hiperecóico). Amostras de sangue foram colhidas diariamente e a P4 dosada por radioimunoensaio. O diagnóstico de gestaçäo foi realizado por US aos 13 e 25 dias após a ovulaçäo. Houve uma tendência de os corpos lúteos apresentarem ME crescente (de 1 a 5) desde o dia da ovulaçäo até o D9. Os níveis de P4 foram < 2,16 ng/ml até o D3, com conseqüente elevaçäo e manutençäo em níveis de diestro entre D4 e D9 (3,41 a 4,33 ng/ml). O tamanho luteínico näo diferiu, com exceçäo das médias extremas durante o período (D2 = 31,54 mm versus D8 = 25,95mm; p < 0,05). Assim, o aumento da ME média dos CLs avaliados por US é acompanhado por aumento na concentraçäo plasmática de P4 em receptoras de embriöes, mas este evento parece näo ser dependente do tamanho da glândula luteínica. Näo existe diferença na ME, no tamanho dos corpos lúteos, nem nos níveis de P4 circulante do D0 ao D9 em receptoras de embriöes eqüinos que se tornaram gestantes ou näo após a transferência de embriöes


Subject(s)
Animals , Female , Corpus Luteum , Horses , Progesterone
10.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 36(6): 300-303, 1999. tab
Article in English | LILACS | ID: lil-303479

ABSTRACT

The aim of this study was to evaluate the influence of the dominant follicle during it's growing, static and regression phases on the superovulatory response in 18 estral cycles of nelore heifers. The follicular development was monitored by ultrasound from Day 6 to Day 10 (Day 0=estrus) of the oestrus cycle, when the diameter of the largest follicle was measured and the number of subordinate follicles counted. The animals where superovulated with 400 or 500IU of FSH/LH twice daily for 4 days begining on day 10 of the oestrus cycle I was injected PGF2(subscribe)a concomitantly with the fifth dose of FSH/LH. Artificial insemination was done 12 and 24 hours after the begining of the estrus. Embryos were recovered on day 6.5 after the first insemination. If a dominant follicle was present before superovulation, it was observed subordinate follicles atretic and low response to superovulatory treatment. The best result of transferable and total embryos was observed when the dominant follicle was in regression phase (3.67 and 10.17) at the beginning of the superovulatory treatment


Subject(s)
Animals , Female , Cattle , Reproduction
11.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 36(5): 267-72, 1999. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-285618

ABSTRACT

Este trabalho teve como objetivo identificar a dose mais eficiente de FSH/LH (300, 400 e 500 UI) no tratamento superovulatório de novilhas da raça Nelore, assim como avaliar o método one-step no processo de congelaçäo de embriöes. A variaçäo da resposta superovulatória tem sido muito grande, o que explica o interesse de diversos pesquisadores em encontrar novos hormônios, doses e momentos para realizar a estimulaçäo ovariana. Foram empregadas doses de 300 (n = 20), 400 (n = 21) ou 500 UI (n = 21) de FSH/LH, iniciando-se no décimo dia do ciclo estral, em 8 aplicaçöes decrescentes, durante quatro dias consecutivos. Foi aplicado PGF2(subscrito)a concomitante com a quinta subdose de FSH/LH e realizadas duas inseminaçöes artificiais às 12 e às 24 horas após o início dos sintomas de estro. As colheitas dos embriöes foram realizadas 6,5 dias após a primeira inseminaçäo artificial. Pelo exame ultra-sonográfico, avaliaram-se os números de folículos no momento da inseminaçäo artificial (15,12; 15,76; e 14,94) e de corpos lúteos (10,68; 11,55; e 10,81) no dia da colheita, encontrando 5,20; 1,81; e 2,76 embriöes viáveis, respectivamente, para 300 UI, 400 UI e 500 UI de FSH/LH. O grupo de 300 UI de FSH/LH apresentou os melhores resultados em relaçäo aos embriöes viáveis. Dos 106 embriöes congelados pelo método one-step em 1,5 M de etilenoglicol e transferidos pelo método nao-cirúrgico, 8 resultaram em prenhez (7,5 por cento). A dose de 300 UI de FSH/LH apresentou melhor resposta superovulatória em comparaçäo com as de 400 e 500 UI para novilhas da raça Nelore. A transferência de embriöes Bos taurus indicus congelados pelo método one-step em 1,5 M de etilenoglicol nao foi eficiente


Subject(s)
Animals , Female , Cattle , Embryonic Structures , Ethylene Glycol , Follicle Stimulating Hormone/administration & dosage , Luteinizing Hormone/administration & dosage , Superovulation
12.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 36(5): 273-80, 1999. tab, ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-285619

ABSTRACT

Este trabalho foi realizado para determinar a eficácia do acetato de melengestrol (MGA) associado ou nao à prostaglandina F2(subscrito)a (PG), na sincronizaçäo do estro em fêmeas zebuínas da raça Nelore (Bos taurus indicus). Foram utilizadas 548 vacas e novilhas distribuídas, segundo idade, condiçäo corporal, sexo do bezerro e dias pós-parto, em três grupos. Grupo controle (n = 119): os animais deste grupo receberam suplemento mineral protéico sem o MGA. Grupo MGA (n = 219): receberam 0,5 mg MGA/cabeça/dia durante 14 dias. Grupo MGA/PG (n = 210): receberam 0,5 mg MGA/cabeça/dia durante 14 dias e uma dose de 25 mg de PG (IM), no 17§ dia após o último dia de ingestäo do MGA. A inseminaçäo artificial (IA) ocorreu 12 h após a detecçäo do estro. Ambos os tratamentos para sincronizaçäo do estro realizados, neste experimento, foram eficazes para se aumentarem as taxas de prenhez, nos dois primeiros períodos de avaliaçäo da estaçäo de monta, dos animais tratados em relaçäo aos näo-tratados (grupo MGA = 27,40 por cento; MGA/PG = 31,90 por cento vs controle = 17,65 por cento). Quanto a este aspecto, a aplicaçäo de PG proporcionou maior número de animais em estro, nos primeiros 5 dias de estaçäo de monta, o que facilitou sobremaneira a utilizaçäo da IA


Subject(s)
Animals , Female , Cattle , Estrus Synchronization , Melengestrol Acetate/administration & dosage , Prostaglandins
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL