Your browser doesn't support javascript.
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 14 de 14
Filter
Add filters








Year range
1.
Saude e pesqui. (Impr.) ; 13(1): 123-132, jan/mar 2020.
Article in Portuguese | LILACS-Express | ID: biblio-1099985

ABSTRACT

O objetivo deste estudo foi caracterizar os óbitos em acidentes de trânsito com motociclistas e analisar a tendência da mortalidade por série temporal. Assim, trata-se de estudo de série temporal realizada com dados sobre óbitos de motociclistas em acidentes de trânsito no Estado de Goiás entre 2000 e 2015, fornecidos pelo Sistema de Informação sobre Mortalidade. Foram analisadas variáveis sociodemográficas, dados sobre a frota de motocicletas e as taxas de mortalidade anuais, por meio de estatística descritiva e inferencial. Verificou-se aumento na taxa de mortalidade de motociclistas por 100.000 habitantes durante a série temporal em 152,27%, passando de 3,09 para 8,30 mortes a cada 100.000 habitantes, entre as mulheres o aumento foi 268,84%. Porém, os homens jovens são os que mais morrem em acidentes com motocicletas em Goiás, com 88,09% dos óbitos (n = 5.417). Além disso, houve tendência crescente na taxa de mortalidade entre 2000 e 2015. Tendo isso em vista, é possível constatar que houve aumento nas taxas de mortalidade por acidente de motocicleta no Estado de Goiás, confirmando ser um problema de saúde pública que carece de medidas efetivas para reduzir os prejuízos causados à comunidade.


Current paper characterizes deaths by accidents with motorcycles and analyzes mortality trends by time series retrieved from data on deaths of motorcycles drivers in traffic accidents in the state of Goiás, Brazil, between 2000 and 2015, provided by the Mortality Information System. Social and demographic variables, data on number of motorcycles and yearly annual death rates were analyzed by descriptive and inferential statistics. There was a 152.27% increase in mortality rates of motorcycles drivers per 100,000 inhabitants during the period, with 3.09 going to 8.30 deaths per 100,000 inhabitants; in the case of females, increase reached 268.84%. However, young men die more frequently in motorcycle accidents in Goiás, with 88.09% of deaths (n=5.417). Further, death rate increased between 2000 and 2015 and death rates increased per motorcycle accident, characterizing the event as an issue of public health which fails in effective measures to reduce harm to the community.

2.
Rev. bras. epidemiol ; 23: e200014, 2020. tab
Article in Portuguese | LILACS-Express | ID: biblio-1092606

ABSTRACT

RESUMO: Introdução: A atenção primária à saúde (APS) deve assumir a centralidade do cuidado para que os sistemas de saúde atendam às necessidades de saúde da população e as resolvam. Objetivo: Avaliar a APS com base em seus atributos, sob a perspectiva dos profissionais, por meio do instrumento de avaliação da atenção primária à saúde (primary care assessment tool - PCATool), verificando fatores que se associam à melhor atenção. Metodologia: Estudo transversal realizado com 41 enfermeiros e 31 médicos na região sudoeste II do estado de Goiás mediante entrevistas com o instrumento PCATool. Análise bivariada e múltipla por meio da regressão linear foi utilizada para verificar os fatores associados aos atributos da APS. Resultados: O menor escore geral de APS foi para o atributo acesso de primeiro contato (3,71). A análise bivariada e múltipla mostrou diferença estatística entre as variáveis profissão e os escores essencial, derivado e geral. Médicos do Programa Mais Médicos apresentaram maiores pontuações médias (7,68 essencial; 9,11 derivado; 8,04 geral) quando comparados aos outros profissionais médicos e enfermeiros. Conclusões: Evidenciou-se alto escore geral para os atributos, exceto para o acesso de primeiro contato. O tempo de formação acadêmica e de trabalho mostrou-se satisfatório. Consideram-se fatores associados entre formação, qualificação profissional e os atributos da APS o fato de pertencer ao Programa Mais Médicos e o nível da formação acadêmica, pontos que estiveram relacionados à obtenção de melhores escores.


ABSTRACT: Introduction: Primary health care must assume the centrality of care so that health systems address and solve the health needs of the population. Objective: To evaluate the quality of primary health care from the perspective of health professionals, including those associated with the Mais Médicos Brasil Program, verifying associations between quality of services and professional qualification. Methodology: A cross-sectional study where interviews with health professionals were carried out. The quality of care was measured by means of interviews about the experience of doctors and nurses with the services, using the Primary Care Assessment Tool (PCATool-Brasil). The presence and the extension of the primary health care attributes of the Southwest II region of Goiás state, constituted by 10 municipalities, were investigated. Results: The lowest APS Overall Score was for the first contact access attribute (3.71). The bivariate analysis showed statistical difference between the variables profession and the essential, derived and general scores. Doctors of the More Doctors Program had higher average scores (7,68 essential; 9,11 derivative; 8,04 general) when compared to other medical professionals and nurses. Conclusions: The findings highlight the importance of permanent evaluation of health services, especially primary care, due to its importance and centrality to the organization of other levels of care. Only from this monitoring is possible a better management orientation for strategic and resolutive investments.

3.
Nursing (Säo Paulo) ; 22(259): 3398-3404, dez.2019.
Article in Portuguese | LILACS (Americas), BDENF | ID: biblio-1087973

ABSTRACT

Objetivo: associar características, fatores antropométricos e hemodinâmicos com a ansiedade e os níveis pressóricos de adolescentes pré-vestibulandos. Métodos: foram pesquisados 96 estudantes de um curso pré-vestibular em um município do Sudoeste Goiano de 2017 a 2018. Aplicou-se o Inventário de Ansiedade de Beck e questionário com dados psicossociais. Resultados: a idade dos participantes foi em média 18,2 anos. Houve associação estatisticamente significativa entre o sexo e uso contínuo de medicações e pressão arterial sistólica. Observou-se correlações significativas da circunferência da cintura e pressão de pulso com a frequência cardíaca e com a pressão arterial diastólica; e associação significante entre idade, sexo e nível de ansiedade. Além disso, 25 estudantes apresentaram grau de ansiedade moderado e quatro graves. Conclusão: O uso contínuo de medicações manteve pressão sistólica mais baixa, adolescentes do sexo feminino estão mais ansiosas e quanto maior a idade maior a ansiedade referida.(AU)


Objective: associate characteristics, anthropometric and hemodynamic factors with anxiety and pressure levels of pre-vestibular adolescents. Methods: 96 students from a pre-college course were studied in a municipality in southwest Goiás from 2017 to 2018. Beck's Anxiety Inventory and questionnaire with psychosocial data were applied. Results: the average age of participants was 18,2 years. There was a statistically significant association between sex and continuous use of medications and systolic blood pressure. There were significant correlations of waist circumference and pulse pressure with heart rate and diastolic blood pressure; and significant association between age, sex and anxiety level. In addition, 25 students had moderate and four severe anxiety. Conclusion: Continued use of medications maintained lower systolic pressure, female adolescents are more anxious, and the greater the age, the higher the reported anxiety.(AU)


Objetivo: asociar características, factores antropométricos y hemodinámicos con la ansiedad y los niveles presóricos de adolescentes pre-vestibulandos. Métodos: fueron investigados 96 estudiantes de un curso pre-vestibular en un municipio del Sudoeste Goiano de 2017 a 2018. Se aplicó el Inventario de Ansiedad de Beck y cuestionario con datos psicosociales. Resultados: la edad de los participantes fue en promedio 18,2 años. Se observó asociación estadísticamente significativa entre el sexo y el uso continuo de medicamentos y la presión arterial sistólica. Se observaron correlaciones significativas de la circunferencia de la cintura y presión de pulso con la frecuencia cardíaca y con la presión arterial diastólica; y asociación significativa entre edad, sexo y nivel de ansiedad. Además, 25 estudiantes presentaron un grado de ansiedad moderada y cuatro graves. Conclusión: El uso continuo de medicamentos ha mantenido una presión sistólica más baja, las adolescentes femeninas están más ansiosas y cuanto mayor es la edad mayor la ansiedad referida.(AU)


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adolescent , Anxiety , Students , Mental Health , Risk Factors , Adolescent Health , Student Health
4.
Rev. saúde pública (Online) ; 53: 02, jan. 2019. tab, graf
Article in English | LILACS-Express | ID: biblio-979052

ABSTRACT

ABSTRACT OBJECTIVE To evaluate the trend of hospitalizations due to primary care sensitive conditions and its relationship with the Family Health Strategy coverage. METHODS Ecological study of time series using the records from the Hospital Information System, from 2005 to 2015, with data for the state of Goiás, Brazil. Trend analyses were performed by the generalized linear regression method of Prais-Winsten with robust variance, which allowed to verify if the trend of hospitalizations due to primary care sensitive conditions was stationary (p > 0.05), declining (p < 0.05 and negative regression coefficient), or ascending (p < 0.05 and positive regression coefficient) in each region of Goiás and for each diagnosis group, stratified by sex. Pearson correlation was used to verify the degree of association between the Family Health Strategy coverage and the rate of hospitalizations due to primary care sensitive conditions. RESULTS Hospitalizations due to primary care sensitive conditions accounted for 1,092,070 (30.0%) of hospitalizations in Goiás. The average hospitalizations rate due to primary care sensitive conditions was statically less than the rate for other conditions in the analyzed period (167.6% against 386.2%; t = −13.18; p < 0.001). There has been a downward trend in hospitalizations trend due to primary care sensitive conditions in Goiás and in most health regions. The trends varied between sexes in the groups of causes. We observed a negative correlation between the Family Health Strategy coverage and the hospitalizations trend due to primary care sensitive conditions in the state and also in most health regions. CONCLUSIONS Hospitalizations due to primary care sensitive conditions had a significant reduction trend over the analyzed period. Despite this progressive decrease, this rate remains high and the reduction trend was not linear for all causes. These results allow for directing public policies, while drawing a general overview of hospitalizations due to primary care sensitive conditions by sex and region in the state.


RESUMO OBJETIVO Avaliar a tendência das internações por condições sensíveis à atenção primária e sua relação com a cobertura da Estratégia Saúde da Família. MÉTODOS Estudo ecológico de séries temporais utilizando registros do Sistema de Informação Hospitalar referentes ao período de 2005 a 2015, com dados para o estado de Goiás. As análises de tendência foram realizadas por regressão linear generalizada pelo método de Prais-Winsten com variância robusta, que permitiu verificar se a tendência de internações por condições sensíveis à atenção primária foi estacionária (p > 0,05), declinante (p < 0,05 e coeficiente de regressão negativo) ou ascendente (p < 0,05 e coeficiente de regressão positivo) em cada região de Goiás e por grupo diagnóstico estratificado por sexo. A correlação de Pearson foi utilizada para verificar o grau de associação entre cobertura da Estratégia Saúde da Família e a taxa de internações por condições sensíveis à atenção primária. RESULTADOS As internações por condições sensíveis à atenção primária foram responsáveis por 1.092.070 (30,0%) internações em Goiás. A taxa média de internações por condições sensíveis à atenção primária foi estaticamente menor que a taxa por outras condições no período analisado (167,6% versus 386,2%; t = −13,18; p < 0,001). Verificou-se uma tendência decrescente das taxas de internações por condições sensíveis à atenção primária em Goiás e na maioria das regiões de saúde. As tendências variaram entre os sexos nos grupos de causas. Observou-se correlação negativa entre a cobertura da Estratégia Saúde da Família e a taxa de internações por condições sensíveis à atenção primária no estado e também na maioria das regiões de saúde. CONCLUSÕES As internações por condições sensíveis à atenção primária tiveram tendência de redução significativa ao longo do período analisado. Apesar dessa diminuição progressiva, essa taxa permanece elevada e a tendência de redução não foi linear para todas as causas. Estes resultados possibilitam direcionar políticas públicas, ao desenhar um panorama geral das internações por condições sensíveis à atenção primária por sexo e região no estado.

5.
Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo ; 29(1 (Supl)): 78-81, jan.-mar. 2019. tab
Article in Portuguese | LILACS (Americas) | ID: biblio-1015128

ABSTRACT

Os jogos recreativos são aliados fundamentais do envelhecimento humano e podem auxiliar o indivíduo a desenvolver melhores condições de saúde física e mental. Este trabalho apresenta o projeto de extensão "Educação em Saúde no Esporte", desenvolvido na cidade de Jataí-GO, no decorrer das atividades do curso de Enfermagem da Universidade Federal de Goiás. O objetivo deste projeto foi a promoção da saúde mental e cardiovascular por meio da realização de atividades físicas e jogos recreativos. Os jogos oferecem um momento de lazer, comunicação e diversão ao público e permitem, também, que os idosos possam trabalhar as funções psicomotoras e cognitivas. Este projeto de extensão empregou metodologia pautada na abordagem quanti-qualitativa e os instrumentos de coleta de dados foram preenchidos em fichas de exames físicos, colhidos antes da recreação devido ao consumo de medicamentos após o início dos jogos. Os resultados demonstram que houve mudanças discretas, porém positivas, na redução da pressão arterial sistólica, pressão de pulso e perda de peso e, além disso, notou-se, por meio das entrevistas, que os participantes tinham notável consciência da necessidade de maiores cuidados com a própria saúde. As atividades lúdicas aliadas à atividade física mostram-se efetivas para o envelhecimento saudável, com melhora da qualidade de vida, participação social, saúde mental e cardiovascular, ressaltando a importância de ações interprofissionais para a promoção da saúde


Recreational games are of the utmost importance in human aging and can help the individual improve their physical and mental health. This work presents the extension project "The Importance of Sports to Health", developed in the city of Jataí-GO, during the activities of the Nursing course of Universidade Federal de Goiás. The objective of this project was to promote mental and cardiovascular health through physical activity and recreational games. Games represent leisure time for the public with the opportunity for communication and entertainment, and also allow the elderly to perform psychomotor and cognitive functions. This extension project used methodology based on the quantitative and qualitative approach and the data collection instruments were completed on physical examination forms, collected prior to the recreational activities due to the intake of drug products after the beginning of the games. The results show slight yet positive changes in the reduction of systolic blood pressure and pulse pressure along with weight loss. In addition, the interviews showed that the subjects had a remarkable awareness of the need for greater care with their own health. Leisure activities combined with physical activity have proved effective for healthy aging, with an improvement in quality of life, social participation, mental and cardiovascular health, emphasizing the importance of interprofessional actions for the promotion of health


Subject(s)
Humans , Male , Female , Aged , Aged , Cardiovascular Diseases , Mental Health , Games, Recreational , Quality of Life , Exercise , Body Mass Index , Cognitive Behavioral Therapy/methods , Cross-Sectional Studies , Arterial Pressure , Healthy Aging , Health Promotion/methods
6.
Article in English, Portuguese | LILACS (Americas) | ID: biblio-968436

ABSTRACT

OBJETIVO: Avaliar a tendência das internações por condições sensíveis à atenção primária e sua relação com a cobertura da Estratégia Saúde da Família. MÉTODOS: Estudo ecológico de séries temporais utilizando registros do Sistema de Informação Hospitalar referentes ao período de 2005 a 2015, com dados para o estado de Goiás. As análises de tendência foram realizadas por regressão linear generalizada pelo método de Prais-Winsten com variância robusta, que permitiu verificar se a tendência de internações por condições sensíveis à atenção primária foi estacionária (p > 0,05), declinante (p < 0,05 e coeficiente de regressão negativo) ou ascendente (p < 0,05 e coeficiente de regressão positivo) em cada região de Goiás e por grupo diagnóstico estratificado por sexo. A correlação de Pearson foi utilizada para verificar o grau de associação entre cobertura da Estratégia Saúde da Família e a taxa de internações por condições sensíveis à atenção primária. RESULTADOS: As internações por condições sensíveis à atenção primária foram responsáveis por 1.092.070 (30,0%) internações em Goiás. A taxa média de internações por condições sensíveis à atenção primária foi estaticamente menor que a taxa por outras condições no período analisado (167,6% versus 386,2%; t = −13,18; p < 0,001). Verificou-se uma tendência decrescente das taxas de internações por condições sensíveis à atenção primária em Goiás e na maioria das regiões de saúde. As tendências variaram entre os sexos nos grupos de causas. Observou-se correlação negativa entre a cobertura da Estratégia Saúde da Família e a taxa de internações por condições sensíveis à atenção primária no estado e também na maioria das regiões de saúde. CONCLUSÕES: As internações por condições sensíveis à atenção primária tiveram tendência de redução significativa ao longo do período analisado. Apesar dessa diminuição progressiva, essa taxa permanece elevada e a tendência de redução não foi linear para todas as causas. Estes resultados possibilitam direcionar políticas públicas, ao desenhar um panorama geral das internações por condições sensíveis à atenção primária por sexo e região no estado.(AU)


OBJECTIVE: To evaluate the trend of hospitalizations due to primary care sensitive conditions and its relationship with the Family Health Strategy coverage. METHODS: Ecological study of time series using the records from the Hospital Information System, from 2005 to 2015, with data for the state of Goiás, Brazil. Trend analyses were performed by the generalized linear regression method of Prais-Winsten with robust variance, which allowed to verify if the trend of hospitalizations due to primary care sensitive conditions was stationary (p > 0.05), declining (p < 0.05 and negative regression coefficient), or ascending (p < 0.05 and positive regression coefficient) in each region of Goiás and for each diagnosis group, stratified by sex. Pearson correlation was used to verify the degree of association between the Family Health Strategy coverage and the rate of hospitalizations due to primary care sensitive conditions. RESULTS: Hospitalizations due to primary care sensitive conditions accounted for 1,092,070 (30.0%) of hospitalizations in Goiás. The average hospitalizations rate due to primary care sensitive conditions was statically less than the rate for other conditions in the analyzed period (167.6% against 386.2%; t = −13.18; p < 0.001). There has been a downward trend in hospitalizations trend due to primary care sensitive conditions in Goiás and in most health regions. The trends varied between sexes in the groups of causes. We observed a negative correlation between the Family Health Strategy coverage and the hospitalizations trend due to primary care sensitive conditions in the state and also in most health regions. CONCLUSIONS: Hospitalizations due to primary care sensitive conditions had a significant reduction trend over the analyzed period. Despite this progressive decrease, this rate remains high and the reduction trend was not linear for all causes. These results allow for directing public policies, while drawing a general overview of hospitalizations due to primary care sensitive conditions by sex and region in the state.(AU)


Subject(s)
Primary Health Care/organization & administration , Triage/organization & administration , Health Care Quality, Access, and Evaluation , Basic Health Services , Brazil , Ecological Studies
7.
Rev. bras. med. trab ; 16(4): 400-406, dez-2018. tab
Article in English, Portuguese | LILACS (Americas) | ID: biblio-980424

ABSTRACT

Introdução: A qualidade de vida (QV) de trabalhadores do trânsito tem sido foco de atenção, sendo os motociclistas os mais susceptíveis a acidentes e exposição a poluentes. Esses fatores, somados à prática tabagista, podem gerar transtornos respiratórios e influenciar na QV do trabalhador. Objetivo: Avaliar a qualidade de vida de mototaxistas tabagistas e não tabagistas. Método: Estudo longitudinal e epidemiológico, de abordagem quantitativa, desenvolvido com 95 mototaxistas de Jataí, no sudoeste goiano, Brasil, realizado em duas etapas entre 2014 e 2015, utilizando um questionário para avaliar características sociodemográficas e ocupacionais e percepção da saúde dos mototaxistas e o questionário WHOQOL-Bref. Os dados foram analisados nos programas Statistical Package for Social Sciences® e STATA®, por meio de testes estatísticos, considerando os valores de p<0,05 significantes. Resultados: A maioria era do sexo masculino (98,9%), não fumava (89,5%), já havia se acidentado (67,4%); a idade média era de 39,1 anos, e 48,5% deles tinham boa percepção de saúde. O escore de domínio físico reduziu (86,07 versus 74,28; p=0,091) e o escore do domínio ambiental aumentou (58,43 versus 64,06; p=0,285) entre tabagistas. Entre os não tagagistas, o escore do do domínio físico reduziu (79,87 versus 76,38; p=0,014) e do domínio ambiental aumentou (58,27 versus 67,32; p<0,001). Houve associação entre a idade e o uso de tabaco com a QV no domínio físico (p=0,014; 0,027). Conclusão: Os mototaxistas estão expostos a diversos fatores que podem influenciar sua condição de vida e seu trabalho, tornando necessária a adoção de novas políticas públicas de saúde com vistas a essa classe trabalhadora


Background: The quality of life (QoL) of traffic and transit workers has been a focus of much attention; motorcyclists are the workers most susceptible to accidents and exposure to pollutants. These factors added to smoking might result in respiratory disorders and influence the workers' QoL. Objective: To analyze the QoL of smoking or not motorcycle taxi drivers. Method: Longitudinal and epidemiological study with quantitative approach conducted with 95 motorcycle taxi drivers from Jatai, southeastern Goias, Brazil, in two stages in 2014 and 2015. We administered a questionnaire to collect sociodemographic and occupational data and self-perceived state of health, and WHOQOL-BREF. Statistical analysis was performed with software Statistical Package for Social Sciences® and STATA®; the significance level was set to p<0.05. Results: Most participants were male (98.9%), nonsmokers (89.5%), had already suffered work accidents (67.4%); their average age was 39.1 years old, and 48.5% described their state of health as good. The score on the physical health domain of QoL decreased (from 86.07 to 74.28; p=0.091) and the one on the environment domain increased (from 58.43 to 64.06; p=0.285) among smokers. Also among nonsmokers the score on domain physical health decreased (from 79.87 to 76.38; p=0.014) and the one on domain environment increased (from 58.27 to 67.32; p<0.001). We found association of age and smoking with QoL domain physical health (p=0.014; 0.027). Conclusion: Motorcycle taxi drivers are exposed to several factors which might influence their living and working conditions. New public health policies targeting this population of workers are needed


Subject(s)
Quality of Life , Tobacco Use Disorder/epidemiology , Occupational Health , Air Pollution , Motorcycles , Brazil/epidemiology , Epidemiologic Studies , Longitudinal Studies
8.
Biosci. j. (Online) ; 34(2): 477-485, mar./apr. 2018. ilus, tab, graf
Article in English | LILACS (Americas) | ID: biblio-966731

ABSTRACT

Studies related to environmental pollution, carbon monoxide levels and smoking need to be deepened, especially in the case of traffic workers. Therefore, the objective was to verify the association between environmental carbon monoxide and carboxyhemoglobin levels among smoking and non-smoking motorcycle taxi drivers. A longitudinal epidemiological study was carried out with 95 motorcycle taxi drivers with measurement of the environmental carbon monoxide, carboxyhemoglobin in the exhaled air in three moments with interval of six months, between June 2014 and March 2015, as well as sociodemographic and occupational characteristics of these workers. The seasons of the year presented different carbon monoxide averages (p <0.05), with higher levels in the spring and lower in the autumn, while carboxyhemoglobin levels among smokers and non-smokers were high in the winter, fair in the spring and low in the autumn. Statistical differences were observed between subgroups: between autumn and spring for nonsmokers (p = 0.024) and between winter and autumn for smokers (p = 0.042). There was a positive correlation between carbon monoxide and carboxyhemoglobin levels for non-smokers (rs = 0.9983; p < 0.01). Environmental pollution represented different levels in the four seasons of the year and significant association with carboxyhemoglobin levels.Thecarboxyhemoglobin levels were higher among smokers, with statistical significance between winter and fall seasons, while non-smokers presented normal levels, whatconfirms the direct influence of tobacco in carboxyhemoglobin levels.


Os estudos relacionados à poluição ambiental, níveis de monóxido de carbono e o tabagismo, necessitam de aprofundamento, com destaque para os trabalhadores do trânsito. Para tanto, verificar associação entre níveis de monóxido de carbono ambiental e carboxihemoglobina em mototaxistas tabagistas e não tabagistas. Estudo epidemiológico, longitudinal, realizado com 95 mototaxistas com mensuração do monóxido de carbono ambiental, carboxihemoglobina no ar exalado em três momentos com intervalo de seis meses, entre junho de 2014 e março de 2015, assim como as características sociodemográficas e ocupacionais desses trabalhadores. As estações do ano apresentaram diferentes médias de monóxido de carbono (p<0,05), com níveis maiores na primavera e menores no outono, enquanto os níveis de carboxihemoglobina entre tabagistas e não tabagistas apresentaram-se elevados no inverno, intermediário na primavera e baixos no outono. Observou-se diferença estatística entre subgrupos, no outono e na primavera para os não tabagitas (p=0,024) e entre o inverno e outono para os tabagistas (p=0,042). Houve correlação positiva entre os níveis de monóxido de carbono e carboxihemoglobina para não fumantes (rs=0,9983; p<0,01). A poluição ambiental representou diferentes níveis nas quatro estações do ano e associação significativa com os níveis de carboxihemoglobina. Os níveis de carboxihemoglobina mostraram-se mais elevados nos tabagistas, com significância estatística entre a estação inverno e a do outono, enquanto os não tabagistas apresentaram níveis normais, o que reforça a participação direta do tabaco nos níveis de carboxihemoglobina.


Subject(s)
Occupational Health , Environmental Pollution , Tobacco Products , Tobacco Smoking , Tobacco , Carboxyhemoglobin , Carbon Monoxide
9.
Biosci. j. (Online) ; 33(6): 1671-1678, nov./dec. 2017. tab
Article in English | LILACS (Americas) | ID: biblio-966532

ABSTRACT

To gain knowledge into the social, emotional and sexual implications experienced by women attending the Ostomy Program in the municipality of Jataí-GO. This is a descriptive, exploratory and qualitative approach. The research was conducted in a basic care service, between May and September 2016. Eleven women were interviewed, using a semi-structured questionnaire and an audio recorder. The implications lived by these women in the social, emotional and sexual domains were evident. Through the accounts provided, it was possible to perceive sadness, fear and nonconformity in coming to terms with their new reality. The suffering reported by some patients was visible and from such, they need arose for the creation and implantation of a support group, in which it was possible for these women to exchange experiences.


Conhecer as implicações sociais, emocionais e sexuais vivenciadas por mulheres atendidas no Programa de Ostomia no município de Jataí-GO. Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem qualitativa, realizado na atenção básica entre os meses de maio a setembro de 2016. Foram entrevistadas 11 mulheres, com auxílio de um questionário semiestruturado com perguntas pertinentes ao tema. Ficaram evidentes as implicações vivenciadas por essas mulheres, nos campos social, emocional e sexual. Nos relatos foi possível perceber tristeza, medo e inconformismo frente a sua nova realidade. Constatou-se o sofrimento relatado por algumas pacientes, e desses relatos surgiu a necessidade da criação e implantação de um grupo de apoio no qual fosse possível a troca de experiências e vivências dessas mulheres.


Subject(s)
Stress, Psychological , Women , Ostomy , Sexuality , Surgical Stomas
10.
Rev. APS ; 20(3): 339-348, 20/07/2017.
Article in Portuguese | LILACS (Americas) | ID: biblio-881220

ABSTRACT

O conhecimento da equipe de saúde sobre os atributos da atenção primária é um dos fatores essenciais para uma assistência efetiva. Objetivou-se avaliar a presença e a extensão dos atributos da Atenção Primaria à Saúde apresentados por profissionais da saúde. Trata-se de um estudo quantitativo e transversal, realizado com 13 médicos e 17 enfermeiros trabalhadores de Unidades Básicas de Saúde, de um município do sudoeste goiano, representando 88,2% da população do estudo. Utilizou-se o Instrumento de Avaliação da Atenção Primária _ PCATool-Brasil. Os dados foram analisados utilizando o SPSS 17.0. O estudo obteve parecer favorável CEP 345.619. Dos participantes, 70% são do sexo feminino, com idade entre 30 e 39 anos (65,1%), com tempo de formação e atuação predominante entre um (36,7%) e cinco anos (56,7%), respectivamente. Quanto à formação, 30% possuem especialização na área de saúde pública. Na associação do tempo de formação com os atributos, verificou-se significância para o atributo sistema de informações (p < 0,05). Os profissionais sem especialização obtiveram maior pontuação em todos os atributos. O Escore Médio Geral estimado resultou em 7,2. Portanto, os profissionais estão orientados quanto aos atributos da atenção primaria devido ao alto escore geral, necessitando de atenção especial no atributo acessibilidade.


The Knowledge of the health team about the attributes of primary care is one of the essential factors for effective assistance. This study aimed to evaluate the presence and extent of the attributes of the Primary Health Care presented by health professionals. This is a quantitative, transversal study conducted with 13 physicians and 17 nurses at Basic Health Units, of a city, representing 88.2% of the study population. The Primary Care Assessment Tool - PCATool-Brazil was used. The data were analyzed using SPSS 17.0. The study obtained favorable opinion CEP 345,619. Of the participants, 70% are female, aged between 30 and 39 years old (65.1%), with training time and predominant activity between 1 and 5 years (36.7%) and (56.7%) respectively. As for training, 30% have a specialization in public health. In the training time associated with attributes, it was significant for the attribute information system (p<0.05). The professionals without a specialization obtained higher scores in all attributes. The Score Average Estimated General resulted in 7.2. Therefore, professionals are informed about the attributes of primary care due to the high overall score, requiring particular attention for the accessibility attribute.


Subject(s)
Delivery of Health Care , Primary Health Care/statistics & numerical data , Quality Assurance, Health Care , Brazil , National Health Programs
11.
J. Health NPEPS ; 2(1): 218-229, Janeiro-Junho. 2017.
Article in Portuguese | LILACS-Express | ID: biblio-1053072

ABSTRACT

Objetivo: identificar os sintomas característicos da exposição ao monóxido de carbono ambiental informado por trabalhadores mototaxistas. Método: estudo correlacional e quantitativo realizado com 152 mototaxistas da cidade de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil. Foi realizada coleta sanguínea e o mesmo analisado por espectrofotometria de absorção visível, co-oximetria, Roche®Cobasb221. Resultados: houve predominância de trabalhadores do sexo masculino, idade média de 36 anos, casados, renda familiar de três salários mínimos (R$ 1.886,00±825,812), que equivale a USD $ 777,206 vigentes na época da coleta de dados; 25,7% de tabagistas com consumo de 21 a 40 cigarros/dia, média de trabalho de até cinco anos ± 4,62 anos e carga horária média de 12 horas/dia. Os sintomas mais frequentemente relatados foram: irritabilidade, diminuição da percepção visual e fadiga, com maior significância entre os tabagistas (p <0,05). Conclusão: motociclistas são trabalhadores expostos à poluição ambiental e aos riscos para a saúde decorrentes dessa exposição. Os trabalhadores de enfermagem em saúde ocupacional, em conjunto com a equipe de saúde ocupacional, podem ajudar as autoridades de saúde pública a implementar estratégias para proteger a saúde desses trabalhadores.


Objective: to identify the characteristic symptoms of exposure to environmental carbon monoxide reported by mototaxista workers. Method: a correlational and quantitative study with 152 mototaxistas from the city of Uberlândia, Minas Gerais, Brazil. Blood collection was performed and the same was analyzed by visible absorption spectrophotometry, co-oximetry, Roche®Cobasb221. Results: there was a predominance of male workers, average age of 36 years, married, family income of three minimum wages (R$ 1,886.00 ± 825,812), equivalent to USD $ 777,206 in force at the time of data collection; 25.7% of smokers with consumption of 21 to 40 cigarettes/day, average work of up to five years ± 4.62 years and average workload of 12 hours/day. The most frequently reported symptoms were: irritability, decreased visual perception and fatigue, with greater significance among smokers (p <0.05). Conclusion: motorcyclists are workers exposed to environmental pollution and to the health risks resulting from such exposure. Occupational health nursing workers, in conjunction with the occupational health team, can help public health authorities implement strategies to protect the health of these workers.


Objetivo: identificar los síntomas característicos de la exposición al monóxido de carbono del medio ambiente ha informado de taxi motocicleta trabajadores de los conductores. Método: estudio correlacional y cuantitativa realizada con 152 mototaxi en Uberlândia, Minas Gerais, Brasil. muestra de sangre fue tomada y analizada por el mismo espectrofotometría de absorción visible, co-oximetría, Roche®Cobasb221. Resultados: se observó un predominio de los trabajadores de sexo masculino, el promedio de edad de 36 años, el ingreso familiar casada de tres salarios mínimos (R$ 1886.00 ± 825.812), lo que equivale a USD $ 777,206 en vigor en el momento de la recogida de datos; 25,7% de los fumadores con consumo de 21 a 40 cigarrillos/día, con una media de trabajo de hasta cinco años ± 4,62 años y la carga de trabajo promedio de 12 horas/día. Los síntomas más frecuentes fueron irritabilidad, disminución de la percepción visual y la fatiga, con mayor importancia entre los fumadores (p <0,05). Conclusión: los ciclistas son los trabajadores expuestos a los riesgos de contaminación y de salud ambientales derivados de dicha exposición. los trabajadores de enfermería en salud ocupacional, en conjunto con el equipo de salud ocupacional, pueden ayudar a las autoridades de salud pública para aplicar estrategias para proteger la salud de estos trabajadores.

12.
Goiânia; s.n; 2017. tab, ilus.
Thesis in Portuguese | LILACS (Americas) | ID: biblio-859845

ABSTRACT

Introdução: A atenção primária deve assumir a centralidade do cuidado para que o sistema de saúde atenda e resolva as demandas e necessidades da população. A qualidade e eficiência desse nível de atenção devem ser constantemente avaliadas e monitoradas pelos gestores. Instrumentos como o Primary Care Assessment Tool (PCATool) têm sido utilizados no Brasil para esse fim. Trata-se de um questionário que avalia aspectos estruturais de processo e resultados na atenção primária. Objetivo: Avaliar a Atenção Primária à Saúde a partir de seus atributos, na perspectiva dos profissionais, por meio do Primary Care Assessment Tool. Metodologia: Estudo transversal, realizado com 41 enfermeiros, e 31 médicos na região Sudoeste II do estado de Goiás, por meio de entrevistas utilizando o instrumento PCATool. Os dados foram analisados no programa Stata, versão 14.0. O coeficiente Alfa de Cronbach foi utilizado para a análise de consistência interna do escore total do instrumento. Resultados: evidenciou-se que menor escore geral de atenção primária à saúde foi para o atributo acessibilidade (3.71). A análise bivariada mostrou diferença estatística entre as variáveis profissão e os escores essencial, derivado e geral. Médicos do Programa Mais Médicos apresentaram maiores pontuações médias (8,04 p=0,001) quando comparados aos outros profissionais médicos e enfermeiros. Profissionais com pós-graduação em qualquer área, obtiveram melhor pontuação média no escore derivado (p=0,021). Conclusão: A avaliação na região Sudoeste II, evidenciou alto escore geral para os atributos, exceto para o acesso de primeiro contato. O tempo de formação acadêmica e de trabalho dos profissionais avaliados mostrou-se satisfatório na Atenção Primária á Saúde. Considera-se como fatores associados entre formação, qualificação profissional e os atributos da Atenção Primária, o fato de pertencer ao Programa Mais Médicos e o nível da formação acadêmica, que estiveram mais relacionados a obtenção de melhores escores.(AU)


Introduction: Primary care must assume the centrality of care so that the health system meets and resolves the demands and needs of the population. The quality and efficiency of this level of care must be constantly evaluated and monitored by managers. Instruments such as the Primary Care Assessment Tool (PCATool) have been used in Brazil for this purpose. It is a questionnaire that evaluates structural aspects of process and results in primary care. Objective: To evaluate primary health care from its attributes, from the perspective of professionals, checking factors of better health care between quality of services and professional qualification. Methodology: A cross-sectional study was conducted with 41 nurses and 31 physicians in the Southwest region of the state of Goiás, using interviews using the PCATool instrument. The data were analyzed in the Stata program, version 14.0. The Cronbach's alpha coefficient was used to analyze the internal consistency of the instrument's total score. Results: In the evaluation of the attributes of primary care, it was evidenced that the lower overall primary health care score was for the accessibility attribute (3.71). The bivariate analysis showed statistical difference between the variables profession and the essential, derived and general scores. Physicians of the Mais Médicos Program had higher mean scores (8.04 p = 0.001) when compared to other medical professionals and nurses. Professionals with post-graduation in any area, obtained a better score in the derived score (p = 0.021). Conclusion: A high general orientation score for primary care is observed by health professionals, with exception for the attribute accessibility. Medical professionals linked to the Mais Médicos Program obtained better average scores on all attributes. From the monitoring of the attributes of the primary attention it is possible to know the critical points that deserve intervention, as well as to evaluate if the strategic actions implemented have been effective in the scope of the primary attention.(AU)


Subject(s)
Humans , Health Evaluation/methods , Health Personnel , Health Services Research/methods , Primary Health Care/methods , Brazil , National Health Programs
13.
J. Health NPEPS ; 1(2): 178-196, Julho-Dezembro. 2016.
Article in Portuguese | LILACS-Express | ID: biblio-1052314

ABSTRACT

Objetivo: o presente trabalho objetivou identificar o conhecimento dos professores da rede municipal de educação sobre os riscos ocupacionais do seu ambiente de trabalho e as causas dos seus adoecimentos. Método: estudo transversal, quantitativo, realizado com 33 professores da rede municipal de ensino que foram afastados por doença relacionada ao trabalho em 2013. O estudo seguiu os preceitos ético-legais e recebeu sua aprovação por meio do protocolo CAAE: 30585114.5.0000.5083. Resultados: entre os entrevistados 90,9% são do sexo feminino, com média de 17,13± 4,99 anos de profissão, média de idade de 45,79±9,82, média de afastamento de 28,45 ± 38,05 dias/ano. A variável frequência do adoecimento mostrou significância quando comparada ao desenvolvimento de prevenção de doenças no trabalho (p=0,016); 66,7% reconhecem os riscos ocupacionais no ambiente laboral, ocorrendo adoecimentos por riscos ergonômicos e psicossociais (33,3%). Todas as categorias cruzadas entre atestados e relatos dos trabalhadores mostraram bom entendimento para as causas de afastamentos, sendo respiratório (p=0,02), psicossocial (p=0,001), osteomuscular (p=0,001), ginecológico (p=0,001). Conclusão: professores reconhecem a existência dos riscos ocupacionais no ambiente de trabalho com ênfase no risco ergonômico e


Objective: this study aimed to identify the knowledge of teachers of municipal education on occupational hazards of their work environment and the causes of their illnesses. Method: cross-sectional, quantitative study conducted with 33 teachers of public schools that have been removed by occupational disease in 2013. The study followed the ethical and legal precepts and received approval by the CAAE protocol: 30585114.5.0000.5083 Results: of respondents, 90.9% are female, with a mean of 17.13 ± 4.99 years profession, a mean age of 45.79 ± 9.82, departure from average 28.45 ± 38.05 days /year. The variable frequency of illness showed significance when compared to the development of disease prevention at work (p = 0.016); 66.7% recognize the occupational hazards in the work environment, occurring illnesses for ergonomic and psychosocial risks (33.3%). All categories cross between certificates and workers' reports showed good understanding of the causes of sick leave, and respiratory (p = 0.02), psychosocial (p = 0.001), musculoskeletal (p = 0.001), gynecological (p = 0.001). Conclusion: teachers recognize the existence of occupational hazards in the workplace with an emphasis on ergonomic and psychosocial risk conduct contingency measures and do not wish to change their area of operation.


Objetivo: este estudio pretende identificar los conocimientos de los profesores de la educación municipal en la occupational hazards de su ambiente de trabajo y las causas de su adoecimentos. Método: estudio transversal, cuantitativo, realizado con 33 profesores de la enseñanza municipal que estaban destrozadas por enfermedades relacionadas con el trabajo en 2013. El estudio siguió los preceptos ético-legal y recibió la aprobación a través del Protocolo de CAAE: 30585114.5.0000.5083. Resultados: de los encuestados, 90.9% son mujeres, con promedio de 17.13 ± 4,99 años de profesión, edad media de 45.79 ± 9.82, eliminación de 28.45 promedio ± 38,05 días al año. La variable de la frecuencia de la enfermedad mostró significación en comparación con el desarrollo de la prevención de enfermedades en el trabajo (p = 0,016); 66.7% reconoce los peligros ocupacionales en el ambiente de trabajo, que se producen adoecimentos los riesgos ergonómicos y psicosociales (33.3%). Todas cruzadas de categorías entre certificados y cuentas de los trabajadores demostraron la comprensión de las causas de las salidas y vías respiratorias (p = 0,02), psicosocial (p = 0,001), musculoesqueléticos (p = 0,001), ginecológicas (p = 0,001). Conclusión: profesores reconocen la existencia de los riesgos profesionales en el ambiente de trabajo con énfasis en lo psicosocial y ergonómico riesgo medidas de prevención y no desea cambiar su área de especialización.

14.
J. Health NPEPS ; 1(1): 53-67, Janeiro-Junho. 2016.
Article in Portuguese | LILACS-Express | ID: biblio-1052154

ABSTRACT

Objetivo: identificar as características ocupacionais e a percepção de qualidade de vida dos motoristas do transporte coletivo urbano. Método: estudo transversal, quantitativo, realizado com 20 motoristas do transporte coletivo urbano, que responderam ao questionário socioeconômico, demográfico, ocupacional e ao Whoqol-bref. Resultados: observou-se média de idade 43± 13 anos, 85% possuem ensino fundamental, 55% possuem renda maior que dois salários mínimos, 15% são tabagistas, 50% são ex-tabagistas e 40% fazem uso de álcool. A média observada da qualidade de vida mostrou-se baixa no domínio meio ambiente (55,78± 9,14), que relacionado à escolaridade dos participantes obteve (p=0,04). Nas relações entre renda e os domínios psicológico e relações sociais, obteve-se (p=0,02 e 0,03). Na comparação com a percepção sobre a saúde observou-se no domínio físico (p=0,038). Conclusão: os aspectos mais evidenciados na interferência para qualidade de vida foram renda, escolaridade e percepção da saúde, demonstrando que as categorias de trabalhadores necessitam de maior atenção por parte dos empregadores e dos profissionais de enfermagem.


Objetive: to characterize the occupational characteristics and the perceived quality of life of the urban public transport drivers. Method: this was a cross-sectional, quantitative study involving 20 drivers of urban transportation, which answer for socioeconomic questionnaire, demographic, occupational and clinical partner and Whoqol-bref. Results: it was observed mean age 43 ± 13 years, 85% had primary education, 55% have income greater than twice the minimum wage. 15% were smokers and 50% are former quit smoking, 40% use alcohol. The observed mean quality of life was low in the environment domain (55.78 ± 9.14), which relates to the education of participants achieved (p = 0.039). In the relationship between income and the psychological and social relationships domains, was obtained (p=0.022 and 0.029). In comparison with the perception on health was observed in the physical domain (p=0.038). Conclusion: the most evident aspects for interference in quality of life were income, education and health perception, demonstrating that category of employees need more attention from employers and occupational health professionals.


Objetivo: identificar las características profesionales y percepción de la calidad de vida de los conductores de transporte público urbano. Método: estudio transversal, cuantitativo, realizado con 20 pilotos de transporte público urbano, que han contestado el cuestionario socioeconómico, demográfico, laboral y el Whoqol-bref. Resultados: observa una edad de 43 ± 13 años, 85% tienen escuelas primarias, 55% tiene ingresos superiores a dos salarios mínimos, 15% son fumadores, 50% son ex-tabagistas y 40% hacen uso de alcohol. La media observada en la calidad de vida ha demostrado ser baja en el medio campo (55.78 ± 9.14), que relacionado con la educación de los participantes obtenidos (p = 0,04). La relación entre ingresos y dominios psicológicos y las relaciones sociales, (p = 0,02 y 0,03). En comparación con la percepción de la salud se observó en el dominio físico (p = 0.038). Conclusión: El más se manifiesta en interferencia para la calidad de vida fueron ingresos, educación y percepción de la salud, demostrando que las categorías de trabajadores necesitan una mayor atención por parte de los empresarios y profesionales de enfermería.

SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL