Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 11 de 11
Filter
1.
Rev. bras. ativ. fís. saúde ; 27: 1-9, fev. 2022. fig, tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1357984

ABSTRACT

O objetivo deste estudo foi analisar a distribuição espaço temporal de Profissionais de Educação Físi-ca na Atenção Primária à Saúde do Sistema Único de Saúde nos Estados brasileiros. Este estudo pos-sui característica ecológica de série temporal, em que foram utilizados dados secundários do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde de 2008 a 2020 para identificar a força de trabalho desta área profissional. Foram construídos mapas e gráficos para a análise espacial da força de trabalho, número de Profissionais de Educação Física por 10.000 habitantes, por Estados e regiões brasileiras. As análises de regressão foram realizadas no Joinpoint Regression Program versão 4.7.0.0, consideran-do o intervalo de confiança de 95%. Em 2008 no Brasil havia 321 Profissionais de Educação Física na atenção primária e 139 em 2020, representando uma diminuição de 56% para a quantidade de profissionais vinculados à Atenção Primária à Saúde. Observou-se o crescimento da densidade deste profissional na maioria dos Estados no primeiro momento e o decréscimo em seguida. Destaca-se o Estado de Espírito Santo, com a maior densidade de profissionais em 2008 e Pernambuco que atingiu em 2012 o maior pico entre os Estados. A tendência temporal variou entre os Estados brasileiros, Goiás foi o único que apresentou aumento no período de 2008 a 2020, já na região Sudeste todos os Estados demonstraram decréscimo. O incentivo da prática de atividade física supervisionada e orientada é importante para auxiliar no aumento da força de trabalho do Profissional de Educação Física na Atenção Primária à Saúde, como também aumentar o nível de atividade física da população, contribuindo para adquirir benefícios de saúde oriundos da prática regular de atividade física


The aim of this study was to analyze the temporal distribution of Physical Education Professionals in Pri-mary Health Care in the Unified Health System in Brazilian States. This study has an ecological feature of a time series, in which secondary data from the National Registry of Health Facilities from 2008 to 2020 were used to identify the workforce of this professional area. Maps and graphs were built for the spatial analysis of the workforce, number of Physical Education Professionals per 10,000 inhabitants, by Brazilian states and regions. Regression analyzes were performed using the Joinpoint Regression Program version 4.7.0.0, considering a 95% confidence interval. In 2008 in Brazil there were 321 Physical Education Pro-fessionals in primary care and 139 in 2020, representing a decrease of 56% for the number of professionals linked to Primary Health Care. There was a growth in the density of this professional in most States at first and then a decrease. The State of Espírito Santo stands out, with the highest density of professionals in 2008 and Pernambuco wich in 2012 reached the highest peak among the States. The temporal trend varied between Brazilian states, Goiás was the only one that showed an increase in the period from 2008 to 2020, while in the Southeast region all states showed a decrease. Encouraging the practice of supervised and guided physical activity is important to help increase the workforce of Physical Education Professionals in Primary Health Care, as well as to increase the population's level of physical activity, contributing to acquire health benefits from regular practice of physical activity


Subject(s)
Physical Education and Training , Unified Health System , Exercise , Epidemiology , Workforce
3.
Fisioter. Mov. (Online) ; 34: e34103, 2021. tab
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1154220

ABSTRACT

Abtract Introduction: The COVID-19 pandemic brought the need for social distancing as a strategy to control the disease, prompting most countries to te.,mporarily suspend educational activities at all levels. Objective: To analyze the status of physical therapy education in Brazilian public and private institutions during the COVID-19 pandemic. Methods: A cross-sectional study with professors from physical therapy courses in Brazil. The study was conducted using an electronic form distributed via a social media application, containing questions on the characteristics of the professor, educational institution and work process. Associations were analyzed by the chi-squared test at 5% significance. Results: A total of 313 professors from 22 Brazilian states participated, with 62.94% from private institutions and 73.80% reporting that activities were conducted via emergency remote teaching (ERT). Among the professors who shifted to ERT, 63.20% did so with no prior planning and 28.13% had received no training for this this teaching format. An association was observed between the type of institution (public or private) and professors' age (p < 0.001), sex (p < 0.001), teaching experience (p < 0.001) and adopting ERT (p < 0.001). Conclusion: In Brazil, the COVID-19 pandemic prompted most institutions to switch to ERT, more prevalent at private facilities, with no prior planning for the transition from in-person to remote teaching.


Resumo Introdução: A pandemia de COVID-19 impôs ao mundo a necessidade de distanciamento social como estratégia para o controle da doença, e com isso a maioria dos países suspendeu temporariamente as atividades educacionais em todos os níveis. Objetivo: Analisar a situação do ensino de fisioterapia no Brasil, em instituições públicas e privadas, no período da pandemia de COVID-19. Métodos: Trata-se de um estudo transversal realizado com docentes de cursos de fisioterapia do país. A pesquisa foi conduzida utilizando-se formulário eletrônico distribuído por aplicativo de mídia social, contendo questões relacionadas às características dos docentes, da instituição de ensino e do processo de trabalho. Para as análises de associação, aplicou-se o teste do qui-quadrado com nível de significância de 5%. Resultados: Participaram da pesquisa 313 docentes de 22 estados. Entre os participantes, 62,94% eram de instituições privadas e 73,80% relataram que as atividades foram mantidas na modalidade de ensino remoto emergencial (ERE). Dentre os docentes que passaram a utilizar o ERE, 63,20% informaram que não houve planejamento prévio, e 28,13% relataram que não receberam nenhum tipo de capacitação para esta modalidade de ensino. Verificou-se que houve associação entre o tipo da instituição, pública ou privada, com a idade do docente (p < 0,001), sexo (p < 0,001), tempo na docência (p < 0,001) e adoção do ERE (p < 0,001). Conclusão: No Brasil, diante da pandemia de COVID-19, a maioria das instituições aderiu ao ERE - mais prevalente nas instituições privadas - e não houve planejamento para a transição do ensino presencial para o remoto.

4.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 25(spe): e20200370, 2021. tab
Article in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1147020

ABSTRACT

Objetivo: Analisar a prevalência de sintomas depressão, ansiedade e fatores associados em profissionais da equipe de enfermagem durante a pandemia da Covid-19. Métodos: Estudo seccional do tipo web survey, com 490 com profissionais de enfermagem dos serviços de média e alta complexidade em um estado do nordeste do Brasil. A associação entre os desfechos e as variáveis independentes foi através do teste de qui-quadrado de Rao-Scott e do modelo de regressão de Poisson. Resultados: A ocorrência de sintomas sugestivos de transtornos mentais (ansiedade e depressão) estava relacionada a profissionais de enfermagem do sexo feminino, cor ou raça parda, com renda mensal inferior a 5 salários mínimos que trabalhavam no setor privado, ter sintomas de Síndrome de Burnout e morar com os pais. As ocorrências foram mais acentuadas quando os serviços não apresentavam condições adequadas de trabalho, em especial para o enfrentamento da pandemia de Covid-19. Conclusão e implicações para a prática: Ações que visem à melhoria das condições de trabalho e que estimulem a prática de atividades físicas podem ser benéficas para o a manutenção e fortalecimento das condições de saúde mental dessa população


Objective: To analyze the prevalence of symptoms of depression, anxiety and associated factors in Nursing staff during the Covid-19 pandemic. Methods: A cross-sectional web survey study, with 490 Nursing professionals from medium and high complexity services in a state in northeastern Brazil. The association between the outcomes and the independent variables was through the Rao-Scott chi-square test and the Poisson regression model. Results: The occurrence of symptoms suggestive of mental disorders (anxiety and depression) was related to female Nursing professionals, brown skin color or race, with a monthly income below 5 minimum wages and working in the private sector, having symptoms of the Burnout Syndrome and live with their parents. The occurrences were more accentuated when the services did not have adequate working conditions, especially for coping with the Covid-19 pandemic. Conclusion and implications for practice: Actions that aim to improve the working conditions and that encourage the practice of physical activities can be beneficial for the maintenance and strengthening of the mental health conditions of this population


Objetivo: Analizar la prevalencia de síntomas de depresión, ansiedad y factores asociados en el personal de enfermería durante la pandemia de Covid-19. Métodos: Estudio de encuesta web seccional, con 490 profesionales de enfermería de servicios de mediana y alta complejidad en un estado del noreste de Brasil. La asociación entre los resultados y las variables independientes se realizó mediante la prueba de chi-cuadrado de Rao-Scott y el modelo de regresión de Poisson. Resultados: La ocurrencia de síntomas sugestivos de trastornos mentales (ansiedad y depresión) se relacionó con mujeres profesionales de enfermería, de color o raza morena, con ingresos mensuales inferiores a 5 salarios mínimos que trabajaban en el sector privado, presentaban síntomas de Síndrome de Burnout y vivían con los padres. Los episodios eran más acentuados cuando los servicios no contaban con las condiciones laborales adecuadas, especialmente para hacer frente a la pandemia Covid-19. Conclusión e implicaciones para la práctica: Las acciones que tengan como objetivo mejorar las condiciones laborales y que incentiven la práctica de actividades físicas pueden ser beneficiosas para el mantenimiento y fortalecimiento de las condiciones de salud mental de esta población


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Young Adult , Anxiety/epidemiology , Depression/epidemiology , COVID-19/nursing , Nurses/psychology , Occupational Diseases/psychology , Socioeconomic Factors , Brazil/epidemiology , Sex Factors , Prevalence , Cross-Sectional Studies , Surveys and Questionnaires , Mental Disorders/epidemiology
5.
J. Health Biol. Sci. (Online) ; 8(1)01/01/2020. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1097195

ABSTRACT

Objetivo: analisar a tendência de casos e óbitos pelo COVID-19. Métodos: foram analisados os óbitos e os casos confirmados até o dia 15 de março de 2020, informados pela Organização Mundial da Saúde, utilizando-se Regressão Joinpoint. Resultados: a partir de 6 de fevereiro, os casos globais de COVID-19 apresentaram aumento de 8,2% e relacionavam-se com os casos registrados na Europa, e o incremento no número de óbitos, a partir de 20 de fevereiro, coincidiu com o aumento dos registros na Itália e Irã. Conclusão: na China, houve tendência de redução de casos e óbitos, enquanto a Europa apresentou transmissão sustentada.(AU)


Objective: to analyze the trend of cases and deaths by COVID-19. Methods: the deaths and confirmed cases until March 15th, 2020 were analyzed, reported by the World Health Organization, using Joinpoint Regression. Results: From February 6th, the global cases of COVID-19 presented an increase of 8.2% and were related to cases recorded in Europe, and the increase in the number of deaths, from February 20th, coincided with the increase of registrations in Italy and Iran. Conclusion: in China, there was a tendency of reduction of cases and deaths, while Europe showed sustained transmission.(AU)


Subject(s)
Death Certificates , Coronavirus Infections/mortality , Brazil , China , Time Series Studies , Ecological Studies , Europe
6.
Rev. bras. geriatr. gerontol. (Online) ; 23(1): 200171, 20200000. tab
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1117772

ABSTRACT

Objetivo: analisar a incidência e mortalidade por COVID-19 na população idosa no Brasil e sua relação com variáveis contextuais. Métodos: foram incluídas as 22 Unidades Federativas brasileiras que apresentaram 50 óbitos ou mais por COVID-19 até o dia 25 de maio de 2020. Considerou-se como variáveis dependentes as taxas de incidência acumulada, mortalidade acumulada e letalidade acumulada em idosos. Entre as variáveis contextuais, foram incluídas a oferta de serviços e profissionais de saúde, indicadores demográficos, de renda e desenvolvimento. As variáveis foram analisadas de forma descritiva e bivariada pela correlação de Spearman. Resultados: o estado do Pará apresentou a maior taxa de incidência e mortalidade em idosos. As maiores taxas de letalidade acumulada entre os idosos foram observadas na Bahia (56,46%), Rio de Janeiro (48,10%) e Pernambuco (40,76%). Observou-se correlação moderada negativa significativa entre a taxa de incidência acumulada e o índice de envelhecimento (rho= -0,662; p=0,001) e a proporção de idosos (rho= -0,659; p=0,002); e entre a taxa de mortalidade e o índice de envelhecimento (rho= -0,520; p=0,013) e a proporção de idosos (rho= -0,502; p=0,017). A taxa de incidência acumulada e a taxa de mortalidade também apresentaram, respectivamente, correlação moderada positiva significativa com a proporção de pretos e pardos (rho=0,524; p=0,018 e rho=0,558; p=0,007) e com a razão de renda (rho=0,665; p=0,0001 e rho=0,683; p<0,001). Conclusões: a situação epidemiológica brasileira mostra que a mortalidade de idosos por COVID-19 no Brasil está relacionada a aspectos demográficos e de distribuição de renda


Objective: to analyze the incidence of and mortality caused by COVID-19 in the older population in Brazil and its relationship with contextual variables. Methods: the 22 Brazilian states (including the Federal District) with 50 deaths or more due to COVID-19 by May 25th, 2020 were included. The rates of accumulated incidence, accumulated mortality and accumulated lethality among older adults were considered as dependent variables. Among the contextual variables, the provision of health services and professionals, and demographic, income and development indicators were included. The variables were analyzed in a descriptive and bivariate manner using Spearman's correlation. Results: the state of Pará had the highest incidence and mortality rate among older adults. The highest accumulated lethality rates among this population were observed in Bahia (56.46%), Rio de Janeiro (48.10%) and Pernambuco (40.76%). There was a significant negative moderate correlation between the accumulated incidence rate and the aging index (rho=-0.662; p=0.001) and the proportion of older adults (rho=-0.659; p=0.002); and between the mortality rate and the aging index (rho=-0.520; p=0.013) and the proportion of older adults (rho=-0.502; p=0.017). The accumulated incidence rate and mortality rate also revealed, respectively, a significant positive correlation with the proportion of black (AfroBrazilian) and brown (mixed race) skinned people (rho=0.524; p=0.018 and rho=0.558; p=0.007) and with the income ratio (rho=0.665; p=0.0001 and rho=0.683; p<0.001). Conclusions: the Brazilian epidemiological situation shows that the mortality of older adults due to COVID-19 in Brazil is related to demographic and income distribution aspects


Subject(s)
Humans , Male , Female , Middle Aged , Aged , Aged, 80 and over , Coronavirus Infections/epidemiology , Ecological Studies , Betacoronavirus , Socioeconomic Factors , Brazil/epidemiology , Aging , Residence Characteristics , Incidence , Coronavirus Infections/mortality , Health Services Accessibility
7.
Saúde debate ; 43(spe1): 97-105, agosto 2019.
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1043398

ABSTRACT

RESUMO Este ensaio teve como objetivo refletir sobre as contribuições da edição mais recente do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde - PET-Saúde/Interprofissionalidade para a implementação da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde (PNEPS) no âmbito do Sistema Único de Saúde. Nesse contexto, resgata-se a contemporaneidade da formação em saúde, a Educação Interprofissional e o processo formativo, e a execução do PET-Saúde/Interprofissionalidade como potencializador da prática colaborativa na atenção primária. Ressalta-se que, diante dos inúmeros desafios vivenciados pelos serviços de saúde para responder às demandas populacionais variadas e influenciadas pela transição demográfica e epidemiológica, entende-se como necessário ensaiar reflexões sobre a interprofissionalidade e suas contribuições para a implementação da PNEPS. Acredita-se que este material possa subsidiar a discussão e atuação profissional na elaboração e realização de intervenções interprofissionais apropriadas para as diferentes demandas em saúde.


ABSTRACT This essay aims to reflect on the contributions of the most recent edition of the Education through Work for Health Program - PET-Health/Interprofessionality for the implementation of the National Policy of Permanent Education in Health (PNEPS) within the scope of the Unified Health System (SUS). In this context, the contemporaneity of health education, the Interprofessional Education and the formative process, and the implementation of PET-Health/Interprofessionality as a potentiator for the collaborative practice in primary care are rescued. It should be stressed that, given the innumerable challenges experienced by the health services to respond to the demands of a varied population and influenced by the demographic and epidemiological transition, we believe it is necessary to rehearse reflections on interprofessionality and its contributions to the strengthening of the PNEPS. It is believed that this material can subsidize the discussion and professional performance in the elaboration and accomplishment of interprofessional interventions that are appropriate for the different health demands.

8.
Fisioter. Bras ; 14(5): 382-387, Set-Out.2013.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-789670

ABSTRACT

O envelhecimento trata-se de um complexo conceitoque envolve disfunções motoras, bioquímicas e morfológicas, asquais favorecem para o aumento do risco de quedas. Objetivo: Opresente estudo teve como objetivo avaliar o equilíbrio dinâmicode idosos sedentários e ativos. Material e métodos: Para a realizaçãoda pesquisa foram selecionados 30 idosos, sendo divididos em doisgrupos: ativos e sedentários. Como instrumento de avaliação foiutilizada a escala de Berg e o teste Timed up and Go, e para a análiseestatística utilizou-se o teste t de Student e o teste exato de Fisher,com nível de significância de 5%. Resultados: Em relação ao TesteTimed up and Go, verificou-se que os idosos ativos realizaram oteste em menor tempo quando comparados aos idosos sedentários,demonstrando diferença significativa entre os grupos (p = 0,000057).A pontuação obtida na Escala de Berg pelos idosos sedentários foisignificativamente maior, quando comparado aos resultados obtidospelos idosos ativos (p = 0,000004). Conclusão: Foi observado que osidosos ativos apresentam menores riscos de quedas em relação aosidosos sedentários, constatando o fator protetor da prática regularde atividade física...


The aging it is a complex concept involving motordysfunctions, biochemical and morphological characteristics,which favor to increase the risk of falls. Objective: This study aimedto evaluate the dynamic balance of active and sedentary elderly.Material and methods: For the research we selected 30 seniors whowere divided into two groups: active and sedentary. As assessmenttool was used the Berg scale and Timed up and Go test and to thestatistical analysis the Student t test and Fisher’s Exact Test was used,with significance level of 5%. Results: In relation to the Timed upand Go test, it was found that the active elderly took the test inless time when compared to sedentary individuals, demonstrating asignificant difference between groups (p = 0.000057). The score onthe Berg Balance Scale of sedentary elderly was significantly higherwhen compared to the results obtained by the active elderly (p =0.000004). Conclusion: We found that the active elderly have a lowerrisk of falls compared to sedentary elderly, noting the protectivefactor of regular physical activity...


Subject(s)
Humans , Accidental Falls , Aging , Postural Balance
9.
Fisioter. Bras ; 14(4): 312-317, jul.-ago. 2013.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-786984

ABSTRACT

Introdução: Há fortes evidências de que a exposição do pulmãodo recém-nascido, principalmente do prematuro, à ventilaçãopulmonar mecânica e ao oxigênio podem prejudicar o processo dedesenvolvimento pulmonar e não-pulmonar do prematuro. Objetivo:Revisar a literatura e apresentar os principais mecanismos de lesãopulmonar induzida pela ventilação pulmonar mecânica em recém--nascidos prematuros. Metodologia: Realizou-se uma pesquisa sistemáticados artigos incluídos na MedLine, Lilacs e SciElo dos últimos13 anos, utilizando-se os descritores de assunto: “Prematuridade”,Lesão Pulmonar Aguda”, “Ventilação Mecânica” e “BroncodisplasiaPulmonar”. Resultados: A ventilação mecânica e o oxigênio, emborafundamentais para a sobrevida dos prematuros, produzem estímulosmecânicos e bioquímicos diversos que induzem à lesão pulmonar. Osprincipais mecanismos de lesão pulmonar induzida pela ventilaçãosão: volutrauma, aletectrauma, rheotrauma e biotrauma. Conclusão:Os mecanismos responsáveis pela lesão pulmonar induzida peloventilador devem ser bem entendidos para evitar ou atenuar osefeitos adversos da ventilação pulmonar mecânica e do oxigêniosuplementar.


Introduction: There is strong evidence that exposure of the lungof the preterm infant to mechanical ventilation and oxygen candisrupt the process of developing pulmonary and non-pulmonarypremature. Objective: To review the literature and present the mainmechanisms of lung injury induced by mechanical ventilationin preterm infants. Methods: This systematic review included theliterature on MedLine, Lilacs and SciElo database published in thelast 13 years, using the subject descriptors: “Prematurity”, “AcuteLung Injury”, “Mechanical Ventilation” and “BronchopulmonaryDysplasia”. Results: Mechanical ventilation and oxygen producevarious biochemical and mechanical stimuli that induce lung injury.The main mechanisms of ventilator-induced lung injury are:barotrauma, aletectrauma, rheotrauma and biotrauma. Conclusion:The mechanisms responsible for ventilator-induced lung injuryshould be well understood to avoid or minimize the adverse effectsof mechanical ventilation and supplemental oxygen.


Subject(s)
Humans , Acute Lung Injury , Bronchopulmonary Dysplasia , Respiration, Artificial , Retinopathy of Prematurity
10.
Fisioter. Bras ; 12(6): 447-452, Nov.-Dez.2011.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-785443

ABSTRACT

Verificar a ocorrência de morbidades respiratórias associadasao fumo passivo em escolares, e a prevalência do fumo passivoentre as crianças estudadas. Material e métodos: Este foi um estudoobservacional transversal, com escolares de 2 a 5 anos de idade deCampo Grande/MS. Foram distribuídos questionários padronizadosàs famílias, com perguntas fechadas, abordando questões referentesà criança, presença de familiares tabagistas e hábito tabágico. Aanálise estatística foi realizada pelo teste qui-quadrado, Fisher eteste z, com p < 0,05 significante. Resultados: Foram distribuídos920 questionários, com participação de 243 crianças. Do númerototal de crianças participantes, 25,93% foram caracterizadas comocrianças fumantes passivas. Quando comparados os grupos dascrianças fumantes passivas com o das não fumantes passivas quantoà presença de sintomas no trato respiratório, encontrou-se diferençasignificativa (p < 0,001). Não foi evidenciada diferença significativana morbidade respiratória em relação ao número de fumantes nodomicílio e quanto ao hábito tabágico. Conclusão: Foi observadauma prevalência de 25,93% de crianças fumantes passivas e houveassociação entre o fumo passivo e morbidade respiratória entre ascrianças menores de 5 anos...


To assess the occurrence of respiratory illnesseslinked to passive smoking at school, and the prevalence of passivesmoking among children. Methods: This was an observational cross--sectional study with 2 to 5 years old children at Campo Grande/MS. Standardized questionnaires were distributed to families withclosed questions, addressing issues related to the child, presence ofsmokers and smoking habits. Statistical analysis was performed usingthe chi-square, Fisher and z test, p < 0.05 significant. Results: 920questionnaires were distributed, with participation of 243 children.Within the total number of participating children, 25.93% werecharacterized as passive smokers. When comparing the groups ofpassive smokers children and no passive smokers for the presenceof respiratory tract symptoms, we found a significant difference (p< 0.001). There was no significant difference when compared respiratorymorbidity in relation to the number of smokers at home andthe smoking habit. Conclusion: We observed a prevalence of 25.93%of passive smokers children and an association between passivesmoking and respiratory morbidity among children under 5 years...


Subject(s)
Humans , Child , Respiratory System Abnormalities , Tobacco Smoke Pollution
11.
Fisioter. Bras ; 11(1): 44-48, jan.-fev. 2010.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-789690

ABSTRACT

O método mãe canguru foi criado em 1978 pormédicos colombianos, como resposta à alta taxa de mortalidade entreos recém-nascidos prematuros, e no Brasil foi adotado como um tipode assistência neonatal em 2007, após aprovação do Ministério daSaúde. Objetivo: Avaliar as respostas fi siológicas em recém-nascidospré-termos (RNPT) de baixo peso submetidos à aplicação do métodomãe canguru. Métodos: Foram avaliados 24 RNPT, estáveis, comidade gestacional entre 24 e 37 semanas, peso inferior a 2.500 g, semcomplicações neurológicas, respiratórias, cardíacas e malformaçõescongênitas. Os bebês foram submetidos ao método 60 minutos apósadministração da dieta e as avaliações foram realizadas antes e 30minutos após a intervenção, durante 3 dias consecutivos. As variáveisestudadas foram frequência cardíaca e respiratória, saturaçãoperiférica de oxigênio, temperatura corporal, pressão arterial média epeso. Resultados: Observou-se diferenças signifi cativas na frequênciarespiratória (p = 0,01), saturação periférica de oxigênio (p < 0,001),temperatura corporal (p = 0,02) e pressão arterial média (p = 0,01).Enquanto a frequência cardíaca (p = 0,13) e peso (p = 0,55), nãoapresentaram diferenças signifi cativas. Conclusão: A aplicação dométodo promoveu aos RNPT redução na frequência respiratória epressão arterial média, aumento da saturação de oxigênio, e normalizaçãoda temperatura corporal, enquanto as demais variáveis nãosofreram alterações signifi cativas...


The kangaroo mother care was created in 1978 byColombian physicians in response to the high mortality rate amongpremature infants, and Brazil has adopted this method as a kind ofneonatal care in 2007, after approval by the Health Ministry Objective:To evaluate the physiological responses in preterm underweightinfant who underwent the kangaroo mother care method. Methods:We studied 24 preterm infants who were stable, with gestationalage between 24 and 37 weeks, weighing less than 2,500 g, withoutneurological complications, or respiratory, cardiac and congenitalmalformations. Th e babies were subjected to the method 60 minutesafter administration of diet and assessments were performedbefore and 30 minutes after the intervention, for 3 consecutive days.Th e variables studied were heart rate and respiratory rate, oxygensaturation, body temperature, mean arterial pressure and weight.Results: Th ere were signifi cant diff erences in respiratory rate (p =0.01), peripheral oxygen saturation (p < 0.001), body temperature(p = 0.02) and mean arterial pressure (p = 0.01). While the heartrate (p = 0.13) and weight (p = 0.55), have no signifi cant diff erences.Conclusion: Th e method promoted the PN decreased respirationrate and mean arterial pressure, increased oxygen saturation, andnormalization of body temperature, while the other variables didnot change signifi cantly...


Subject(s)
Humans , Infant, Newborn , Kangaroo-Mother Care Method , Infant, Premature , Physiological Phenomena , Infant, Newborn
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL