Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 5 de 5
Filter
1.
Epidemiol. serv. saúde ; 32(2): e2022734, 2023. tab, graf
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1440090

ABSTRACT

Objetivo: analisar a completitude, consistência e não duplicidade dos dados da notificação da hanseníase em João Pessoa, Paraíba, Brasil, 2001-2019. Métodos: estudo descritivo, com dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação; verificou-se a duplicidade (aceitável quando < 5%), completitude (grau excelente = incompletitude ≤ 5%) e consistência (excelente quando ≥ 90,0%) dos dados, utilizando-se a proporção de campos preenchidos e coerentes. Resultados: a amostra de 2.410 notificações apresentou duplicidade aceitável (0,3%); a completitude dos campos "baciloscopia", "no de nervos afetados", "contatos examinados" e "episódio reacional" foi muito ruim (mais de 50% incompletos); e a consistência entre os campos "classificação operacional" e "esquema terapêutico inicial", excelente (99,6%), enquanto entre "classificação operacional" e "forma clínica" foi baixa (50,7%). Conclusão: embora a duplicidade observada fosse aceitável, a completitude de campos sobre diagnóstico e acompanhamento foi ruim, dificultando a análise epidemiológica, o reconhecimento da situação do agravo e a adoção de medidas de controle da doença.


Objective: to analyze the completeness, consistency and non-duplication of leprosy notification data in João Pessoa, Paraíba, Brazil, 2001-2019. Methods: this was a descriptive study, conducted with data from the Notifiable Health Conditions Information System, which checked for "duplication" (acceptable: ≤5%), "completeness" (excellent = incompleteness ≤ 5%) and "consistency" (excellent: ≤ 90.0%), based on the proportion of complete and consistent fields. Results: the sample consisted of 2,410 notifications. Duplication was acceptable (0.3%). The completeness of the "bacilloscopy", "affected nerves", "examined contacts" and "reactive episode" fields was very poor (more than 50% incomplete). Consistency between the "operational classification" and "initial treatment regimen" fields was excellent (99.6%), while consistency between "operational classification" and "clinical form" was low (50.7%). Conclusion: although duplication was acceptable, poor completeness of diagnosis and follow-up fields hinders epidemiological analysis, recognition of the status of the disease and adoption of measures to control it.


Objetivo: analizar la completitud, consistencia y no duplicidad de los datos de notificación de lepra en João Pessoa, Paraíba, 2001 - 2019. Métodos: estudio descriptivo, realizado con datos del Sistema de Información de Enfermedades de Declaración Obligatoria, que verificó "duplicidad" (aceptable: < 5%). "completitud" (grado excelente: incompletitud ≤ 5%) y "consistencia" (excelente: ≥ 90,0%), utilizando la proporción de campos completos y coherentes. Resultados: se obtuvo una muestra de 2.410 notificaciones. La duplicidad se consideró aceptable (0,3%). La completitud de los campos "baciloscopía", "nervios afectados", "contactos examinados" y "episodio reaccional" fue muy pobre (más del 50% incompleta). La consistencia entre los campos "clasificación operativa" y "régimen terapéutico inicial" fue excelente (99,6%), mientras que "clasificación operativa" y "forma clínica" fue baja (50,7%). Conclusión: aunque la duplicidad es aceptable, la completitud de los campos de diagnóstico y seguimiento fue deficiente, lo que dificulta el análisis epidemiológico, el reconocimiento de la situación de la enfermedad y la adopción de medidas de control de la enfermedad.


Subject(s)
Humans , Disease Notification/statistics & numerical data , Neglected Diseases , Health Information Systems , Leprosy/epidemiology , Brazil/epidemiology , Health Surveillance System , Epidemiological Monitoring
2.
Epidemiol. serv. saúde ; 30(3): e20201038, 2021. graf
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1286353

ABSTRACT

Objetivo: Analisar a distribuição espacial da tuberculose em indivíduos menores de 15 anos de idade e fatores socioeconômicos na Paraíba, Brasil, 2007-2016. Métodos: Estudo ecológico, com dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação, sendo o município a unidade de análise. Realizou-se distribuição espacial da incidência, aplicou-se o método bayesiano empírico local e a estatística de Moran. Dados socioeconômicos foram cruzados, para identificação das áreas de prosperidade social. Resultados: Foram notificados 426 casos, com incidência média de 4,5/100 mil habitantes. O índice de Moran foi de 0,59 (p-valor=0,010). O Moran Map revelou concentração de casos em menores de 15 anos em 38 municípios com alta prioridade da atenção, em conglomerados nos padrões alto-alto e baixo-baixo, nas regiões leste e noroeste do estado, coincidindo com áreas de baixa prosperidade social. Conclusão: Houve clusters com maior transmissão da tuberculose, apontando áreas prioritárias para abordagem da tuberculose.


Objetivo: Analizar la distribución espacial de la tuberculosis en menores de 15 años y los factores socioeconómicos en Paraíba, Brasil, 2007-2016. Métodos: Estudio ecológico, con datos de Sistema de Información de Agravamientos de Notificación, considerando el municipio como unidad de análisis. Se realizó la distribución espacial de la incidencia, se aplicó el método empírico local Bayesiano y la estadística de Moran. Se cruzaron datos socioeconómicos para identificar áreas de vulnerabilidad social. Resultados: Se notificaron 426 casos, con una incidencia promedio de 4,5/100 mil habitantes. El índice de Moran = 0,59 (p=0,010). El Mapa de Moran reveló una concentración de casos en menores de 15 años en 38 municipios con alta prioridad de atención, en conglomerados en los patrones alto-alto y bajo-bajo, en las regiones este y noroeste del estado, coincidiendo con áreas de baja prosperidad social. Conclusión: Existían clusters con mayor transmisión de tuberculosis, lo que indica áreas prioritarias para abordar la tuberculosis.


Objective: To analyze spatial distribution of tuberculosis in individuals under 15 years old and socioeconomic factors in Paraíba, Brazil, 2007-2016. Methods: This was an ecological study based on data from the Notifiable Health Conditions Information System (SINAN), taking each municipality to be a unit of analysis. Spatial distribution of incidence was performed, the local empirical Bayesian method and Moran's I were applied. Socioeconomic data were crossed-checked to identify areas of social prosperity. Results: 426 cases were notified, with average incidence of 4.5/100,000 inhabitants. Moran's I was 0.59 (p=0.010). The Moran Map revealed concentration of cases in children under 15 in 38 high priority municipalities, in clusters with high-high and low-low patterns, in the east and northwest of the state, coinciding with areas of low social prosperity. Conclusion: There were clusters with greater tuberculosis transmission, indicating priority areas for addressing tuberculosis.


Subject(s)
Humans , Child , Adolescent , Tuberculosis/epidemiology , Bayes Theorem , Neglected Diseases , Health Information Systems , Socioeconomic Factors , Brazil/epidemiology , Spatial Analysis
3.
Rev. Soc. Bras. Med. Trop ; 53: e20190507, 2020. tab
Article in English | LILACS | ID: biblio-1092191

ABSTRACT

Abstract INTRODUCTION Intra-domiciliary contacts are a group with the highest risk of developing leprosy. METHODS A cross-sectional study of intra-domiciliary contacts of new leprosy cases was conducted. A descriptive analysis of the variables was performed. RESULTS Among 190 contacts, 63% were invited to visit the health unit, and 54.2% received the BCG vaccine. The prevalence of leprosy among the contacts was 4.7%. CONCLUSIONS The occurrence of leprosy among the contacts was high and similar to that found previously. There were failures in surveillance actions carried out by health units. Never-before treated cases were found.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Young Adult , BCG Vaccine/administration & dosage , Contact Tracing/statistics & numerical data , Leprosy/epidemiology , Socioeconomic Factors , Brazil/epidemiology , Population Surveillance , Prevalence , Cross-Sectional Studies , Leprosy/prevention & control , Middle Aged
4.
In. Universidade Federal do Rio de Janeiro.Instituto de Estudos em Saúde Coletiva. Investigações em sistema de saúde e controle da hanseníase. Rio de Janeiro, s.n, abr.-jun., 2008. p.217-230, tab.
Non-conventional in Portuguese | LILACS, SES-SP, HANSEN, HANSENIASE, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1247251

ABSTRACT

A implantação da descentralização das ações de controle da hanseníase é vista como uma medida para melhorar as atividades relacionadas à diminuição da doença no país. Deste modo, o presente estudo teve como objetivo identificar a visão dos gestores da área de saúde estadual e do município de João Pessoa/PB em relação às ações de controle da hanseníase. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com três gestores. Estes reconheceram que a descentralização ainda está em processo de implementação, destacando sua importância para facilitar o acesso dos usuários ao diagnóstico e tratamento e para diminuir o abandono ao tratamento. Acreditaram que a concentração de pacientes no Centro de Referência - o Complexo Hospitalar Clementino, em João Pessoa (PB) - esteja relacionada à baixa resolubilidade da rede básica de saúde e ao conhecimento geral do Complexo como referência em atendimento à hanseníase. Como resultado, os pacientes são encaminhados ou chegam espontaneamente. O nosso estudo contribui para elaborar recomendações e estratégias simples e efetivas para aperfeiçoar o Programa de Controle da Hanseníase.


Subject(s)
Leprosy/epidemiology , Leprosy/physiopathology , Leprosy/prevention & control , Family Health/ethnology
5.
Cad. saúde colet., (Rio J.) ; 16(2): 217-230, abr.-jun. 2008. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-529790

ABSTRACT

A implantação da descentralização das ações de controle da hanseníase é vista como uma medida para melhorar as atividades relacionadas à diminuição da doença no país. Deste modo, o presente estudo teve como objetivo identificar a visão dos gestores da área de saúde estadual e do município de João Pessoa (PB) em relação às ações de controle da hanseníase. Foram realizadas entrevistas semi estruturadas com três gestores. Estes reconheceram que a descentralização ainda está em processo de implementação, destacando sua importância para facilitar o acesso dos usuários ao diagnóstico e tratamento e para diminuir o abandono ao tratamento. Acreditaram que a concentração de pacientes no Centro de Referência (o Complexo Hospitalar Clementino, em João Pessoa (PB)) esteja relacionada à baixa resolubilidade da rede básica de saúde e ao conhecimento geral do Complexo como referência em atendimento à hanseníase. Como resultado, os pacientes são encaminhados ou chegam espontaneamente. O nosso estudo contribui para elaborar recomendações e estratégias simples e efetivas para aperfeiçoar o Programa de Controle da Hanseníase.


Subject(s)
Humans , Politics , Health Services Administration , Leprosy/prevention & control
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL