Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 11 de 11
Filter
1.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 29: e2927, 2021. tab
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1285785

ABSTRACT

Resumo O objetivo desta pesquisa foi compreender as perspectivas de docentes e estudantes brasileiros sobre o papel da terapia ocupacional na Atenção Primária à Saúde (APS). Trata-se de estudo de caráter exploratório e com metodologia qualitativa realizado por meio de entrevistas semi-estruturadas com 17 docentes e de nove rodas de conversa com a participação de 67 estudantes. A análise temática revelou duas categorias: 1- Contribuições da terapia ocupacional para a Atenção Primária à Saúde; e 2- O papel específico da terapia ocupacional na Atenção Primária à Saúde, que se traduzem em oferta de cuidado integral, compreensão ampliada do contexto territorial, do cotidiano e ações dirigidas à promoção da participação nas atividades em diversas áreas da vida das pessoas atendidas. No entanto, a terapia ocupacional na Atenção Primária à Saúde necessita ser ainda mais explorada para que seja possível sistematizar e aprofundar o desenvolvimento de suas práticas na APS.


Abstract The objective of this research was to understand how perspectives of Brazilian professors and students on the role of occupational therapy in Primary Health Care (PHC). This is an exploratory study with a qualitative methodology, data provided through semi-structured interviews with 17 documents and nine conversation circles with the participation of 67 students. The thematic analysis revealed two categories: 1 - The contributions of occupational therapy for Primary Health Care and 2 - The specific role of occupational therapy in Primary Health Care. The contributions and the role of occupational therapy encompass the provision of comprehensive care, the understanding of daily life, and the promotion of participation in activities in different areas of the lives of the people assisted. However, occupational therapy can still be further explored so that it is possible to systematize the most detailed and in-depth way as practices in PHC.

2.
Interface (Botucatu, Online) ; 22(65): 527-538, abr.-jun. 2018. graf
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-893483

ABSTRACT

O presente artigo relata o processo de revisão da matriz curricular do Curso de Terapia Ocupacional da Universidade Federal de São Paulo no período de 2012 a 2014. Foram quatro etapas e como resultado tem-se 4.320 horas distribuídas ao longo de quatro anos em período integral, destacando-se os seguintes aspectos: diminuição da carga horária total; mudanças nas atividades práticas em Terapia Ocupacional; flexibilização curricular com introdução de módulos eletivos; maior articulação entre eixos e módulos; e fortalecimento da área de Fundamentos e Pesquisa em Terapia Ocupacional. O processo trouxe diversas questões enfrentadas no cotidiano institucional e demonstrou que a reformulação curricular é parte de um processo contínuo quando o conjunto dos atores participantes expressam dúvidas e perguntas sobre uma formação destinada ao fortalecimento de uma Terapia Ocupacional voltada às políticas públicas brasileiras.(AU)


This paper is the report of the review process of the Occupational Therapy course curricular framework of the Federal university of Sao Paulo from 2012 to 2014. The four stages comprise 4320 hours distributed over four years in a full time period highlighting the following aspects: reduction of total hour schedule, change of composition of practical activities in Occupational Therapy, curricular flexibilization with the introduction of electives courses and articulation between disciplines, consolidating Research and Fundamentals of Occupational Therapy. These are some of the questions that present themselves on a daily basis, and showed that the curricular reformulation should be included in a continuous process, whenever the stakeholder pose doubts and questions about the way to strengthen of the Occupational Therapy as part of the Brazilian public policies.(AU)


Este artículo relata el proceso de la revisión de matriz curricular del Curso de Terapia Ocupacional de la Universidad Federal de São Paulo en el período de 2012 a 2014. Fueron cuatro etapas y como resultado se han establecido 4.320 horas distribuidas durante cuatro años en período completo, destacándose los siguientes aspectos: disminución de la carga horaria total, cambios en las actividades prácticas en Terapia Ocupacional, flexibilización curricular con introducción de módulos electivos, mayor articulación entre ejes y módulos y fortalecimiento del área de Fundamentos e Investigación en Terapia Ocupacional. El proceso trajo diversas cuestiones enfrentadas en el cotidiano institucional y demostró que la reformulación curricular forma parte de un proceso continuo cuando el conjunto de los actores participantes expresa dudas y preguntas sobre una formación destinada al fortalecimiento de una Terapia Ocupacional enfocada en las políticas públicas brasileñas.(AU)


Subject(s)
Curriculum/trends , Universities , Occupational Therapy/education
3.
Interface (Botucatu, Online) ; 22(supl.2): 1675-1684, 2018.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-975824

ABSTRACT

Resumo Este artigo tem como objetivo apresentar e analisar uma experiência de formação interprofissional que ocorre desde 2008, envolvendo estudantes do terceiro ano de graduação dos cursos de Educação Física, Nutrição, Psicologia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional de uma universidade pública. Ao longo do semestre, equipes mistas de estudantes, supervisionadas por duplas de docentes, também de diferentes áreas profissionais, realizam atendimentos semanais e elaboram projetos de cuidado para pessoas/grupos selecionados por equipes dos serviços. A metodologia utilizada envolveu a produção de narrativas de situações marcantes vivenciadas por docentes nas atividades de ensino, das quais foram discernidas questões que têm se colocado nesta proposta de formação. A discussão de tais questões indicou as potencialidades de intervenções em comum e os desafios da supervisão docente para sustentar a experiência dos estudantes e possibilitar a constituição de uma clínica que valorize a perspectiva dos usuários.(AU)


Resumen El objetivo de este artículo es presentar y analizar una experiencia de formación interprofesional que se realiza desde 2008, con estudiantes del tercer año de graduación de los cursos de Educación Física, Nutrición, Psicología, Fisioterapia y Terapia Ocupacional de una universidad pública brasileña. A lo largo del semestre, equipos mixtos de estudiantes, supervisados por dúos de docentes, también de diferentes áreas profesionales, realizan atenciones semanales y elaboran proyectos de cuidado para personas/grupos seleccionados por equipos de los servicios. La metodología utilizada envolvió la producción de narrativas de situaciones señaladas vividas por docentes en las actividades de enseñanza, a partir de las cuales surgieron cuestiones que se plantean en esta propuesta de formación. La discusión de estas cuestiones mostró las potencialidades de intervenciones en común y los desafíos de la supervisión docente para mantener la experiencia de los estudiantes y posibilitar la constitución de una clínica que valore la perspectiva de los usuarios.(AU)


Abstract This article This article aims to present and analyze an interprofessional education experience that started in 2008 involving third-year students of the undergraduate courses of Physical Education, Nutrition, Psychology, Physiotherapy and Occupational Therapy of a public university. During the semester, teams of different students supervised by two teachers each, also from different professional areas, provided weekly care service and developed care projects aimed at specific people/groups chosen by the service team. The methodology included the production of narratives of significant situations experienced by the teachers in their education activities. Based on these narratives, the issues presented in this education proposal were detected. The discussion of these issues showed potential common interventions and the challenges faced by teacher supervision in maintaining the students' experience and enabling the creation of a clinic that values the users' perspective.(AU)


Subject(s)
Humans , Male , Female , Universities , Delivery of Health Care , Interprofessional Relations
4.
Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) ; 25(1): [53-66], 20170330.
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-847281

ABSTRACT

Objetivo: O presente artigo teve como objetivo compreender as trajetórias de conselheiros municipais de saúde representantes dos usuários e traçar reflexões a respeito da participação popular e da cultura política na realidade de um município de médio porte do interior paulista. Método: Para tanto, realizou-se uma pesquisa de caráter qualitativo e exploratório, com a proposição da busca de conhecimento através da reconstituição de trajetórias de vida, uma abordagem baseada no método da história oral. Foram realizadas entrevistas em profundidade com cinco conselheiros através de roteiro de questões amplo, para estimular a livre narração. Em seguida, realizou-se a análise das trajetórias à luz de dois conceitos: participação popular e cultura política. Resultados: As trajetórias apontaram motivações e impasses, como a satisfação na ocupação do cargo, a ascensão de uma usuária à presidência do conselho e a crítica pela falta de auxílio financeiro. Observou-se assimetria de saber e poder dentro do conselho, visto que os conselheiros se julgam menos capacitados por não dominarem questões técnicas e de gestão. A cultura política local vivencia um período de transição de uma cultura política tradicional para uma democrática e participativa, contudo predominam autoritarismo e cooptação das relações entre gestores e usuários. Conclusão: Considera-se necessária e de grande importância uma maior apropriação pelos conselheiros das atribuições do Conselho Municipal de Saúde para que se realize um controle social efetivo.


Objective: This study aimed to understand the trajectories of aldermen health representatives representing the users and discuss the popular participation and political culture in the reality of a medium-sized municipality of São Paulo. Method: Therefore, we carried out a qualitative and exploratory research, with the proposition of the pursuit of knowledge by reconstituting life trajectories, inspired by the method of oral history. Interviews were conducted in depth with five directors through broad issues roadmap to encourage the free narration. We then performed the analysis of the trajectories the light of two concepts: popular participation and political culture. Results: The trajectories pointed motivations and deadlocks, as the satisfaction in charge of the occupation, the rise of a user presidential council and the critical lack of financial support. We observed asymmetry of knowledge and power within the board, since the board members consider themselves less able not to dominate technical and management issues. The local political culture experiences a period of transition from a traditional political culture for a democratic and participatory, however prevails to authoritarianism and cooptation of relations between managers and users. Conclusion: It is considered necessary and of great importance greater ownership by the directors of the duties of the Municipal Health Council to be held an effective social control.

5.
Rev. ter. ocup ; 24(3): 233-241, set.-dez. 2013.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-746888

ABSTRACT

O olhar dos residentes egressos de Terapia Ocupacional sobre suas práticas na Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Comunidade da UFSCar foi o objetivo deste estudo.Durante o programa de pós-graduação “lato sensu”, de ensino em serviço, os residentes desenvolvem competências de cuidado individual e coletivo, gestão, educação permanente e pesquisa, na lógica do apoio matricial, inseridos em Unidades de Saúde da Família do município. Responderam a um questionário on-line, sete dos oito residentes formados de 2007 a 2011. O material empírico foi agrupado em blocos a partir de um entendimentoda hermenêutica dialética em diálogo com o referencial teórico e o projeto pedagógico da residência. Embora com diferenças, todos os residentes puderam reconhecer, de forma ampliada, aspráticas e os preceitos da Estratégia Saúde da Família. Nos relatos,associaram o cuidado individual e coletivo ao núcleo de saber da Terapia Ocupacional, e associaram as ações coletivas, de gestão e de educação permanente, ao campo de saber da Saúde Coletiva. Os egressos reconheceram a residência como fundamental para sua formação pessoal e profissional...


This study, based on dialectical hermeneutics, investigated the view of occupational therapists posgraduatesat University of São Carlos about their practices. During the residence, they worked in a Unit of Family Healthcare in which they are inserted in a matrix organization model and they hadpermanent education and research based in practice, learning about management of health services, individual and collective care. Seven graduates, who concluded the residence between 2007 and 2011, answered an on-line questionnaire. This materialwas grouped in accordance to comprehensive and critical social reality knowledge based in the pedagogic project and residence theory. Although each student has had different view, everyone experienced and recognized, generally, the practice accordingto Family Health Strategy precepts: comprehensive health care,interdisciplinary, intersectionality, networking, social control, co-responsibility, autonomy and protagonism. Moreover, the answers demonstrated an association between care (individual and collective) to occupational therapy center of knowledge, and groups management and permanent education were associated to community health. In conclusion, the posgraduates recognizedthe residence as a fundamental experience to their personal andprofessional formation...


Subject(s)
Humans , National Health Strategies , Internship, Nonmedical , Allied Health Occupations/education , Public Health , Occupational Therapy/education , Brazil
6.
Ciênc. saúde coletiva ; 18(3): 863-872, Mar. 2013.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-669712

ABSTRACT

Mulheres com deficiência contam com ações inexpressivas nos serviços de atenção básica em saúde, que embora historicamente privilegiem a clientela feminina, pouco reconhecem os aspectos relativos aos direitos sexuais e reprodutivos e à dupla vulnerabilidade que as acometem por serem mulheres e portarem deficiências. Este estudo é parte de uma pesquisa qualitativa que objetiva identificar dimensões individuais, sociais e programáticas da dupla vulnerabilidade de quinze mulheres com diferentes tipos e graus de deficiência, usuárias de três serviços de atenção básica em saúde na cidade de São Paulo. Destacam-se em suas narrativas vivências de rejeição ou superproteção familiar, dificuldades em adquirir equipamentos para sua autonomia, pouco investimento no estudo e na qualificação profissional, menor participação social, obstáculos à vivencia da sexualidade e da maternidade, falta de acessibilidade física, comunicacional e atitudes pouco receptivas nos serviços de saúde, caracterizando total vulnerabilidade. Problematizá-la possibilita a construção de práticas integrais de saúde que incorporem a dimensão dos direitos humanos de grupos que historicamente experimentam a violação dos mesmos: mulheres e pessoas com deficiência.


Women with disabilities have few measures geared to their needs in the primary health care services. Despite the attention given to the female population in these facilities, they still fail to address specificities of women with disabilities, such as issues related to their sexual and reproductive rights and their double vulnerability, both as women and as disabled individuals. This research is part of a qualitative study to identify the individual, social and programmed double vulnerability of fifteen women with different types and degrees of disabilities, who are frequenters of three primary health care facilities in São Paulo city. The women's narratives highlighted experiences of rejection or overprotection in their family relationships, difficulties in obtaining equipment for their autonomy, poor education and lack of professional qualification, lower social participation, obstacles in their sex lives and motherhood. They face physical and communication barriers and poor care from primary health care services. All of the dimensions of vulnerability are present and addressing them makes it possible to build comprehensive health care practices that ensure the human rights of groups that historically experience violations, namely women and disabled persons.


Subject(s)
Adult , Female , Humans , Middle Aged , Young Adult , Comprehensive Health Care , Disabled Persons , Women's Health , Vulnerable Populations
7.
Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) ; 20(3): 327-340, set.-dez. 2012. tab
Article in Portuguese | LILACS, INDEXPSI | ID: lil-664925

ABSTRACT

As autoras apresentam os debates do grupo de trabalho sobre Formação do Terapeuta Ocupacional para a Atenção Primária à Saúde (APS) realizados durante o I Seminário Nacional de Terapia Ocupacional em APS, desenvolvido durante o XII Congresso Brasileiro e IX Congresso Latinoamericano de Terapia Ocupacional, em outubro de 2011 (São Paulo, SP). Também situam o campo da formação profissional para a APS no contexto do Sistema Único de Saúde (SUS) e destacam sua importância para a formação de terapeutas ocupacionais. São apresentados aspectos relevantes das Diretrizes Curriculares Nacionais específicas nas proposições de formação de profissionais para esse nível assistencial, também colocadas pela Política de Reorientação da Formação Profissional em Saúde (Pró-Saúde), bem como as experiências de formação nesse nível assistencial desenvolvidas pelas instituições de ensino de origem das autoras. Conclui-se que o ensino de graduação nesse nível assistencial possibilita contato estreito de estudantes e docentes com as demandas e necessidades de saúde, processo saúde-doença e seus determinantes em cenários mais próximos da vida cotidiana das pessoas acompanhadas e dos serviços. O ensino de Terapia Ocupacional na APS também possibilita a discussão sobre suas contribuições na promoção da saúde e prevenção de doenças, no diagnóstico precoce, tratamento e reabilitação, o que pode facilitar o acesso de populações antes não consideradas prioritárias na APS. Este seminário foi um importante momento de discussão dos desafios da vinculação da profissão ao SUS.


Herein presented are the topics debated at the research group meeting on Training of Occupational Therapists for Primary Health Care (PHC) that took place during the First National Seminar on Occupational Therapy in PHC, at the XII Brazilian Congress and IX Latin American Congress of Occupational Therapy in October 2011 in Sao Paulo, Brazil. In addition, the of vocational training for PHC is situated within the context of the Unified Health System (UHS) and its importance for the training of occupational therapists. We present relevant aspects of specific National Curriculum Guidelines suggested for the professional training at this level of care, which have also been addressed by the Reorientation of Vocational Training in Health Policy (PRO Health). Experiences gained by the authors? educational institutions when training at this level of care are also presented. It was possible to conclude that undergraduate studies at this level of care enables students and teachers to come into close contact with health demands and needs, health-disease process and its determinants, within a scenario closer to the everyday life of the people being cared and the service they receive. The teaching of Occupational Therapy (OT) at PHC further allows the debate of its contributions in promoting health and preventing disease, early diagnosis, treatment and rehabilitation, which may facilitate the access to populations previously not considered priority by the PHC. This seminar was important for discussing the challenges of linking the OT profession to the UHS.


Subject(s)
Primary Health Care , Teaching , Teaching Care Integration Services , Occupational Therapy , Staff Development , Curriculum
8.
Mundo saúde (Impr.) ; 35(2): 169-178, 30 mar. 2011.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-619100

ABSTRACT

Trata-se de diagnóstico situacional da condição de vida de pessoas com deficiência, desenvolvido por parceria entre uma unidade de saúde e umauniversidade, que subsidiou a criação de alternativas assistenciais em reabilitação no contexto comunitário. A partir de dados de agentes comunitários de saúde, foram identificadas 53 pessoas com deficiências física, intelectual e sensorial. Dessas, 48 foram entrevistadas (9 crianças, 27 adultos e 12 idosos) e convidadas a referir sobre: idade, tipo de deficiência, condições de saúde, reabilitação, escolaridade, trabalho, renda, lazer, participação comunitária e rede social. Prevaleceram os adultos (27 sujeitos) entre 18 e 60 anos, com deficiências físicas e intelectuais. A maioria de mulheres remete à reflexão sobre a condição feminina e suas menores oportunidades de participação social. Entre as crianças, destacaram-se aquelas com sequelas de encefalopatia crônica. Crianças e adolescentesestavam inseridos no ensino regular, porém com problemas no aproveitamento escolar. Os adultos apresentaram baixo grau de escolaridade e experiências detrabalho que exigem pouca qualificação. Das famílias entrevistadas, 32 dependem de aposentadorias e benefícios assistenciais e muitas estão em situação de pobreza. Observou-se a fragilidade da rede de apoio social, reduzida à família nuclear, e o isolamento domiciliar é um dado importante. Percebeu-se dificuldadede acesso a serviços de saúde e reabilitação. O diagnóstico apoiou a implementação de estratégias de intervenção, como: atendimentos domiciliares, grupos de convivência, atividades para promoção do acesso a direitos e para integração às atividades culturais. Conhecer o perfil dessa população é um dos pressupostosdo trabalho territorial em reabilitação e da implementação de políticas públicas.


This is situational diagnosis on the conditions of life of disabled people, developed in partnership by a unit of health and the university, which hassubsidized the creation of welfare alternatives in rehabilitation in a communitarian context. From data of communitarian agents of health, 53 people with physical, intellectual and sensorialdeficiencies have been identified. From these, 48 have been interviewed (9 children, 27 adults and 12 old women) and invitedto speak on: age, type of deficiency, conditions of health, rehabilitation, schooling, work, rent, leisure, communitarian participation and social network. The adults (27 subjects) from 18 to 60 years have prevailed, with physical and intellectual deficiencies. Most women reflected on the feminine condition and theirhaving less opportunities of social participation. Among children, those with sequels of chronic encephalopathy are outstanding. Children and adolescents were inserted in regular education, but with problems in school. The adults presented a low degree of schooling and experiences of work that demand little qualification. From the families interviewed, 32 depend on retirement and welfare benefits, and many are in poverty situation. There is fragility of the network of social support, reduced to the nuclear family, and the isolation to domicile is an important data. There are difficulties of access to services of health andrehabilitation. The diagnosis has supported the implementation of strategies of intervention such as homecare, groups of coexistence, activities for promotion of the access to rights and for integration to cultural activities. To know the profile that population is one of the suppositions of the territorial work in rehabilitation and the implementation of public policies.


Estamos delante de un diagnóstico situacional de la condición de vida de personas con discapacidad, desarrollado en sociedad entre unidad de salud y universidad, que ha subsidiado la creación de alternativas asistenciales en rehabilitación en contexto comunitario. Desde datos de agentes comunitarios de salud, han sido identificadas 53 personas con deficiencias física, intelectual y sensorial. De estas, 48 han sido entrevistadas (9 niños, 27 adultos y 12 viejos) y invitadas a hablar sobre: edad, tipo de deficiencia, condiciones de salud, rehabilitación, escolaridad, trabajo, renta, ocio, participación comunitaria y red social. Han prevalecido los adultos (27 sujetos) entre 18 y 60 años, con deficiencias físicas e intelectuales. La mayoría de mujeres remite a la reflexión sobrela condición femenina y sus menores oportunidades de participación social. Entre los niños, han se destacado aquellas con secuelas de encefalopatía crónica. Niños y adolescentes estaban insertados en la educación regular, pero con problemas en el aprovechamiento escolar. Los adultos han presentado bajo grado de escolaridad y experiencias de trabajo que exigen poca calificación. De las familias entrevistadas, 32 dependen de retiros y beneficios asistenciales, y muchas están en situación de pobreza. Observóse fragilidad de la red de apoyo social, reducida a la familia nuclear, y el aislamiento domiciliar es un dato importante. Percibióse dificultad de acceso a servicios de salud y rehabilitación. El diagnóstico ha apoyado la implementación de estrategias de intervención como: asistencia domiciliar, grupos de convivencia, actividades para promoción del acceso a derechos y para la integración a las actividades culturales. Conocer el perfil de esapoblación es una de las suposiciones del trabajo territorial en rehabilitación y de la implementación de políticas públicas.


Subject(s)
Humans , Disabled Persons , Community Participation , Rehabilitation
9.
Rev. ter. ocup ; 17(2): 57-63, 2006. ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-468244

ABSTRACT

Trata-se de relato sobre desenvolvimento de grupo de atividades lúdicas com crianças (entre 5 e 14 anos) realizado no espaço de uma rua, em bairro periférico do município de São Paulo...


An account on the development of play activity groups with children (4 to 13 years old) carried out in the street setting in a suburb of São Paulo...


Subject(s)
Humans , Male , Female , Child Advocacy , Child Development , Human Rights , Child , Child, Preschool , Occupational Therapy
10.
Rev. ter. ocup ; 14(3): l46-2003.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-394699

ABSTRACT

Trata-se de projeto de ensino, pesquisa e extensão de serviços à comunidade realizado ao Distrito de Saúde Escola Butantã - zona oeste de São Paulo. Desenvolve-se através de acompanhamento individual para construção de projeto de vida; fórum de pessoas com deficiências para organização social em torno de necessidades específicas; atividades socioculturais com circulação em espaços públicos, trocas sociais e afetivas e Apoio à Inclusãode crianças...


Subject(s)
Humans , Disabled Persons , Human Activities , Social Support , Occupational Therapy , Community Participation
11.
Porto Alegre; Editora Rede Unida; 26022022. 164 p.
Monography in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1361949

ABSTRACT

Este livro pertence a série Participação Social & Políticas Públicas e aborda a questão da formação em saúde em tempos de pandemia a partir de relatos de experiência e reflexões vindas de diversas regiões do Brasil. São experiências de resistência, criação e reinvenção frente ao imperativo de se fazer distanciamento social para preservar as vidas da comunidade acadêmica, mas também de articular-se aos serviços para manter viva a chama da formação enraizada na vivência da experiência nos territórios e compromissada com as necessidades de saúde da população brasileira.


Subject(s)
Education, Distance , Education, Continuing , Health Human Resource Training , COVID-19
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL