Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 22
Filter
1.
Textos contextos (Porto Alegre) ; 21(1): 38015, 2022.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1248138

ABSTRACT

As mulheres em situação de rua, parte de um fenômeno que se constitui como uma problemática global e inerente ao modo de produção capitalista (MPC), estão submetidas a uma série de opressões e desigualdades, especialmente alarmantes no que se refere a sua saúde. O objetivo do presente trabalho foi realizar uma revisão sistemática de literatura a fim de conhecer o que tem sido pesquisado sobre a saúde desse grupo de mulheres no contexto nacional e internacional, considerando-se as especificidades relacionadas à condição de gênero. Foram realizadas buscas nas bases de dados Lilacs, Redalyc, Psychinfo, SciELO, ERIC e no Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES/Brasil). A partir dos descritores homeless women, health, health care, health care policy e therapeutic itineraries, chegou-se a uma amostra final composta por 21 artigos, cuja análise foi expressa em três categorias: violência, pobreza e viver nas ruas: implicações para a saúde das mulheres; maternidade, trabalho e saúde: ambivalência sentida nos corpos; e acesso aos serviços de saúde e assistência social. Os achados evidenciam a interseção entre condição de gênero, situação de rua e saúde, apontando o caráter transcultural do fenômeno, e a necessidade de se investir em mais investigações na área.


Homeless women, part of a phenomenon that constitutes as a global problem and inherent to the capitalist mode of production (CMP), are subject to a series of oppression and inequalities that are especially alarming with regard to their health. This study aimed to understand what has been researched about this group of woman, in the nacional and internacional context, from a systematic literature review, and taking into account gender particularities. The following databases were consulted: Lilacs, Redalyc, SciELO, ERIC, and the website of Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES/Brazil). The key words selected were homeless women, health, health care, health care policy and therapeutic itineraries, through which a final sample of 21 articles were found, having their analysis expressed in three categories: Violence, poverty and living on the streets: implications for women's health; motherhood, work and health: ambivalence felt in the bodies; access to health and social assistance services. The findings show the intersection between gender, the life in the streets and health, highlighting the cross-cultural character of the phenomenon, and the need to invest in further research in the area.


Subject(s)
Humans , Female , Public Policy , Homeless Persons , Women's Health , Health Policy
2.
Estud. pesqui. psicol. (Impr.) ; 21(3): 929-949, set.-dez. 2021.
Article in Portuguese | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1359080

ABSTRACT

As políticas, programas e serviços no campo de álcool e outras drogas devem ocorrer a partir dos princípios da integralidade e intersetorialidade, assegurando a participação social. Nessa direção, o objetivo do presente trabalho foi compreender como se dão as relações entre as redes de saúde e assistência social, com vistas a assegurar ações orientadas pela intersetorialidade no cuidado aos usuários de substâncias psicoativas em um município de Minas Gerais, Brasil. Foram realizadas entrevistas individuais com os gestores destes setores, além de um grupo focal com profissionais que atuam no Sistema Único de Saúde e Sistema Único de Assistência Social. Os resultados foram organizados nos seguintes eixos de análise: (1) (des)articulação da rede: impasse para o trabalho intersetorial; (2) redes em movimento: práticas profissionais no cotidiano de cuidado; (3) tensões entre diferentes atores na rede de cuidado em álcool e drogas. Tais resultados expressam a realidade de grande parte dos municípios brasileiros, em que as ações no âmbito das políticas públicas ocorrem de maneira desarticulada, sendo ainda o princípio da intersetorialidade um horizonte a ser construído. (AU)


Policies, programs and services in the field of alcohol and other drugs (AOD) must be based upon the principles of integrality and intersectoriality, ensuring social participation. These aspects might guide Brazilian psychosocial care network. In this direction, the present study aimed to understand the relationship between health networks and social assistance regarding the health care of psychoactive substances users in a city at Minas Gerais, Brazil. Individual interviews were conducted with the managers of these sectors, as well as a focus group with professionals working in Brazilian National Systems of Healthcare and Social Services. The results were organized in the following axes of analysis: (1) (dis)articulation of the network: challenge for intersectoral work; (2) networks in movement: professional practices in daily care; (3) tensions between different actors in the alcohol and other drugs (AOD) network. These results express the reality of most Brazilian municipalities, in which public policies occur in a disjointed way, and the principle of intersectoriality is a horizon to be constructed. (AU)


Las políticas, programas y servicios en el campo de alcohol y otras drogas deben ocurrir a partir de los principios de la integralidad e intersectorialidad, asegurando la participación social. En esta dirección, el objetivo del presente trabajo fue comprender la relación entre las redes de salud y asistencia social en cuanto a la atención a los usuarios de sustancias psicoactivas en un municipio de Minas Gerais, Brasil. Se realizaron entrevistas individuales con los gestores de estos sectores, además de un grupo focal con profesionales que actúan en el Sistema Único de Salud y Sistema Único de Asistencia Social. Los resultados se organizaron en los siguientes ejes analíticos: (1) (des)articulación de la red: impasse para el trabajo intersectorial; (2) redes en movimiento: prácticas profesionales en el cotidiano de cuidado; (3) tensiones entre los diferentes actores de la red de atención de alcohol y drogas. Tales resultados expresan la realidad de gran parte de los municipios brasileños, en los que las acciones en el ámbito de las políticas públicas ocurren de manera desarticulada, siendo aún el principio de la intersectorialidad un horizonte a ser construido. (AU)


Subject(s)
Public Policy , Social Support , Illicit Drugs , Unified Health System , Intersectoral Collaboration , Alcoholic Beverages , Psychiatric Rehabilitation
3.
Rev. psicol. (Fortaleza, Online) ; 12(2): 12-24, 20210701.
Article in Portuguese | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1292490

ABSTRACT

O presente artigo trata-se de um estudo teórico que objetivou analisar a incorporação da categoria "conscientização" no campo da Psicologia Social Comunitária (PSC), de modo a refletir sobre o complexo arcabouço teórico que constitui tal pressuposto e os desafios que são colocados para a prática profissional da(o) psicóloga(o) comunitário(a) inserida(o) no atual contexto social brasileiro. Para tanto, buscamos delinear as bases teóricas da categoria conscientização a partir de Paulo Freire e sua adoção por percussores da psicologia social latino-americana, como Ignácio Martín-Baró e Maritza Montero. Em seguida, discorremos sobre os possíveis impasses teórico-metodológicos enfrentados por profissionais da psicologia para a concretização de ações de conscientização nos espaços de atuação profissional e comunitária. Consideramos que os limites e possibilidades colocados para a tarefa de conscientização perpassam por uma análise histórica dos fenômenos sociais e subjetivos, em sua relação dialética, tornando-se cada vez mais necessário o resgate e fortalecimento de perspectivas críticas de atuação que assumam, em sua radicalidade, o ideário ético-político de Libertação


This article is a theoretical study that aimed to analyze the incorporation of the category "conscientization" in the field of Community Social Psychology (PSC), in order to reflect on the complex theoretical framework that constitutes such an assumption and the challenges that are posed for the professional practice of the community psychologist in the current Brazilian social context. Therefore, we seek to delineate the theoretical bases of the category of conscientization based on Paulo Freire and its adoption by latin american social psychology, such as Ignácio Martín-Baró and Maritza Montero. Then, we discuss the possible theoretical-methodological impasses faced by professionals in psychology to implement the conscientization in the spaces of professional and community action. We considers that the limits and possibilities placed on the task of conscientization involve a historical analysis of social and subjective phenomena, in their dialectical relationship, making it increasingly necessary to rescue and strengthen critical perspectives of action that they assume, in their radicality, the ethical-political perspective of Liberation


Subject(s)
Psychology, Social , Professional Practice
4.
Estud. psicol. (Natal) ; 26(2): 185-196, apr.-June 2021. tab
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1356234

ABSTRACT

O presente trabalho objetiva analisar como o fatalismo se manifesta no cotidiano de sujeitos que vivenciam a condição de pobreza. Foram realizadas 10 entrevistas semiestruturadas com sujeitos atendidos em um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de um município do estado de Minas Gerais. Apoiando-se, sobretudo, nas elaborações de Ignacio Martín-Baró, refletimos sobre o modo como a predominante resignação fatalista se forja por meio das estruturas desiguais e das ideologias estabelecidas e aprofundadas no cotidiano da pobreza. Os processos de naturalização da realidade social reforçados pelo imediatismo e precariedade da vida cotidiana sufocam os sentimentos de revolta, indignação e coletividade que insurgem, sendo estes, no geral, canalizados pela lógica meritocrática, individualista e religiosa. Torna-se, assim, importante a adoção de uma perspectiva histórica e dialética para compreendermos as possibilidades de ruptura com o fatalismo no âmbito da sociedade brasileira, de modo a superar as mazelas subjetivas e materiais produzidas na e pela ordem social vigente.


This paper aims to analyze how fatalism manifests itself in the daily life of those who live under poverty conditions. Ten semi-structured interviews were conducted with subjects who were attended at a Social Assistance Reference Center (CRAS) at a city in the Brazilian state of Minas Gerais. Based mainly on Ignacio Martín-Baró's elaborations, this study reflects on the way in which the predominant fatalistic resignation is forged through unequal structures and through ideologies established and deepened in poverty's daily life. Social reality's naturalization processes, reinforced by the immediacy and precariousness of everyday life, suppresses feelings of revolt, indignation and collectivity, which, in general, are channeled by a meritocratic, individualistic and religious logic. Thus, it is important to adopt a historical and dialectic perspective to understand the possibilities of breaking off with Brazilian society's fatalism, in order to overcome subjective and material problems produced in and by the current social order.


Este artículo tiene como objetivo analizar cómo se manifiesta el fatalismo en lo cotidiano de las personas que vivencian la condición de pobreza. Se realizaron 10 entrevistas semiestructuradas con sujetos atendidos en un Centro de Referencia de Asistencia Social (CRAS) de una ciudad del estado brasileño de Minas Gerais. Basados principalmente en las elaboraciones de Ignacio Martín-Baró, buscamos reflejar sobre la forma en que si presenta la resignación fatalista predominante mediante las estructuras e ideologías desiguales establecidas y profundizadas en lo cotidiano de la pobreza. Los procesos de naturalización de la realidad social están reforzados por la inmediatez y la precariedad de la vida cotidiana y impeden los sentimientos de revuelta, indignación y colectividad que emergen, en general, siendo canalizados por la lógica meritocrática, individualista y religiosa. Por lo tanto, es importante adoptar una perspectiva histórica y dialéctica para comprender las posibilidades de romper con el fatalismo en el contexto de la sociedad brasileña, buscando superar los problemas subjetivos y materiales producidos por la orden social actual.

5.
Pesqui. prát. psicossociais ; 16(1): 1-16, abr. 2021. ilus
Article in Portuguese | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1351239

ABSTRACT

O presente trabalho é uma revisão narrativa de literatura que objetivou apresentar as contribuições da Psicologia Social Comunitária (PSC) para a temática do uso de álcool e outras drogas. Para isso foi traçado um histórico sobre o desenvolvimento das políticas e instrumentos normativos que regulamentam a área de álcool e outras drogas, bem como sobre a constituição da PSC no contexto latino-americano e brasileiro e, posteriormente, um paralelo entre o desenvolvimento desses dois campos. A partir dessa interface, resultam-se algumas categorias de reflexão e intervenção que conformam a PSC e vertentes relacionadas, como a Psicologia Social Crítica e a Psicologia da Libertação, sendo elas: a) práxis; b) o fenômeno das drogas como expressão da questão social; c) concepção sujeito-sociedade; d) a relação com a comunidade e as implicações teórico-metodológicas para a ação profissional na área; e) a conscientização como objetivo; f) a ética na PSC.


This paper is a narrative review of literature that aimed to present the contributions of Community Social Psychology (PSC) to the theme of alcohol and other drug use. For that, a history was drawn up on the development of policies and normative instruments that regulate the area of alcohol and other drugs, as well as on the constitution of the PSC in the Latin American and Brazilian context and, later, a parallel between the development of these two fields . From this interface, some categories of reflection and intervention are formed that conform the PSC and related aspects, such as Critical Social Psychology and the Psychology of Liberation, being: a) praxis; b) the phenomenon of drugs as an expression of the social question; c) subject-society conception; d) the relationship with the community and the theoretical-methodological implications for professional action in the area; e) awareness as an objective; f) ethics in PSC.


El presente trabajo es una revisión narrativa de literatura que objetivó presentar las contribuciones de la Psicología Social Comunitaria (PSC) a la temática del uso de alcohol y otras drogas. Para ello se trazó un historial sobre el desarrollo de las políticas e instrumentos normativos que regulan el área de alcohol y otras drogas, así como sobre la constitución de la PSC en el contexto latinoamericano y brasileño y, posteriormente, un paralelo entre el desarrollo de estos dos campos. A partir de esa interfaz, resultan algunas categorías de reflexión e intervención que conforman la PSC y vertientes relacionadas, como la Psicología Social Crítica y la Psicología de la Liberación, siendo ellas: a) praxis; b) el fenómeno de las drogas como expresión de la cuestión social; c) concepción sujeto-sociedad; d) la relación con la comunidad y las implicaciones teórico-metodológicas para la acción profesional en el área; e) la concientización como objetivo; f) la ética en la PSC.


Subject(s)
Psychology, Social , Public Policy , Social Support , Pharmaceutical Preparations , Illicit Drugs
6.
Estud. Interdiscip. Psicol ; 12(1, Supl): 18-39, jan-abr.2021.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1337826

ABSTRACT

O presente artigo objetiva refletir sobre as experiências de adolescentes em conflito com a lei em suas trajetórias pela rede de atendimento socioeducativo de um município de médio porte brasileiro. A pesquisa foi realizada com 07 adolescentes do gênero masculino, em cumprimento de Medida Socioeducativa (MSE), na modalidade de Liberdade Assistida (LA). Foram realizadas entrevistas narrativas, empregando-se o método de história de vida. Diferentes formas de violência foram relatadas no cumprimento da MSE de internação, como humilhações, vergonha e privações. As ações realizadas pela LA, por sua vez, podem favorecer a construção de projetos de vida que se configuram como uma alternativa à violência vivenciada. Compreender as experiências dos adolescentes pode contribuir para superarmos práticas que se perpetuam no cenário das MSE, e, ao mesmo tempo, fortalecer o cuidado preconizado pelo Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (SINASE) e pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).


This article aims to reflect on the experiences of adolescents in conflict with the law in their trajectories through the socio-educational service network of a medium sized Brazilian municipality. The research was carried out with 07 male adolescents, in compliance with the Socio-Educational Measure (MSE), in the Assisted Freedom (LA) modality. Narrative interviews were conducted, using the life story method. Different forms of violence were reported in the fulfillment of the hospitalization MSE, such as humiliation, shame and deprivation. The actions carried out by LA, in turn, can favor the construction of life projects that are configured as an alternative to the violence experienced. Understanding the experiences of adolescents can contribute to overcoming practices that are perpetuated in the scenario of MSE, and, at the same time, strengthen the care advocated by the National System of Social and Educational Assistance (SINASE) and the Statute of the Child and Adolescent (ECA).


Este artículo tiene como objetivo reflexionar sobre las experiencias de los adolescentes en conflicto con la ley en sus trayectorias a través de la red de servicios socioeducativos de un municipio mediano brasileño. La investigación se llevó a cabo con 07 adolescentes varones, de conformidad con la Medida Socioeducativa (MSE), en la modalidad de Libertad Asistida (LA). Se realizaron entrevistas narrativas, utilizando el método de la historia de vida. Se informaron diferentes formas de violencia en el cumplimiento de la hospitalización MSE, como la humillación, la vergüenza y la privación. Las acciones llevadas a cabo por LA, a su vez, pueden favorecer la construcción de proyectos de vida configurados como una alternativa a la violencia experimentada. Comprender las experiencias de los adolescentes puede contribuir a superar las prácticas que se perpetúan en el escenario de MSE y, al mismo tiempo, fortalecer la atención defendida por el Sistema Nacional de Asistencia Social y Educativa (SINASE) y el Estatuto del Niño y el Adolescente (ECA).


Subject(s)
Adolescent , Psychology, Social , Violence , Adolescent , Education , Freedom
7.
Physis (Rio J.) ; 31(3): e310315, 2021. tab
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1340367

ABSTRACT

Resumo A autonomia é considerada um direito fundamental dos seres humanos e sua promoção e ampliação compõem diversas políticas públicas de saúde. Este estudo objetivou investigar os sentidos produzidos por sujeitos internados em um hospital universitário brasileiro em relação à sua autonomia no processo de cuidado na atenção terciária à saúde. Trata-se de pesquisa exploratória, de abordagem qualitativa. Foram entrevistadas seis pessoas em situação de internação entre julho e outubro de 2018. As entrevistas foram transcritas e analisadas segundo a análise de conteúdo do tipo temática. Os resultados foram divididos em duas categorias: 1) A experiência do adoecimento e da internação hospitalar; e 2) Relação entre a pessoa hospitalizada e a equipe de saúde. Considera-se que ainda existem diversos desafios à coprodução de autonomia dos sujeitos internados, como a necessidade de se considerar as vicissitudes da experiência da internação e a fragilidade nos processos de comunicação entre sujeitos e equipes de saúde. Alguns caminhos são apontados visando fortalecer a autonomia dos sujeitos hospitalizados, como um cuidado em saúde que acolha os sujeitos para além de sua doença e uma atuação profissional pautada em práticas de educação em saúde que fomentem o diálogo e considerem o saber dos sujeitos hospitalizados.


Abstract Autonomy is considered a fundamental human right and its promotion and enlargement compose several public health policies. This study aims to investigate the senses produced by hospitalized people in a Brazilian university hospital concerning their autonomy in the process of healthcare. The study takes on an exploratory, qualitative approach. Six hospitalized people were interviewed between July and October 2018. The interviews were transcribed and analyzed according to thematic content analysis. The results were divided into two categories: 1) The experience of illness and hospitalization; and 2) Relationship between the hospitalized person and the health team. It is considered that there are still several challenges to the co-production of hospitalized people's autonomy, such as the need to consider the vicissitudes of the hospitalization experience, as well as the fragility in the communication processes between hospitalized people and the health team. Some paths are pointed out aiming at strengthening the autonomy of hospitalized people, such as providing a health care that goes beyond the hospitalized person's illness and a professional performance based on health education practices that foster dialogue and consider the knowledge of the hospitalized people.

8.
Rev. psicol. polit ; 20(48): 295-310, maio-ago. 2020. ilus, tab
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1127196

ABSTRACT

As mulheres, principais interlocutoras dos programas de transferência de renda, são convocadas à função de mediar a esfera pública e privada. Assim, realizou-se uma revisão sistemática acerca do papel atribuído às mulheres na política de transferência de renda. Para busca dos artigos, os descritores gênero e mulheres chefes de família foram cruzados com transferência de renda; feminização da pobreza; políticas públicas; pobreza; combate à pobreza, nas bases de dados: LILACS, IBECS, SCIELO, PepSIC, Paho, Psycinfo e Web of Science. Após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, foram selecionados 22 trabalhos, sendo 15 teóricos e 7 empíricos. Nossos resultados indicam que a titularidade feminina é apresentada como um avanço político importante, mas sua participação torna-se contraditória pela natural forma com que a divisão sexual do trabalho ocupa nos programas de transferência de renda, o que remete ao debate sobre a feminização da pobreza e o trabalho de reprodução social.


Women are the main interlocutors of income transfer programs, being convoked to mediate the public and private sphere. Thus, a systematic review was made on the role attributed to women in income transfer policy. To search for articles, gender and female heads of household descriptors were crossed with income transfer; feminization of poverty; public policies; poverty; combating poverty, in the databases: LILACS, IBECS, SCIELO, PepSIC, Paho, Psycinfo and Web of Science. After applying the inclusion and exclusion criteria, 22 papers were selected, 15 of which were theoretical and 7 were empirical. Our results indicate that female ownership is presented as an important political advance, but its participation becomes contradictory due to the natural way in which the sexual division of labor occupies the income transfer programs. This leads to the debate about the feminization of poverty and social reproduction work.


Las mujeres, principales interlocutoras de los programas de transferencia de renta, son convocadas a la función de mediar la esfera pública y privada. Así, se realizó una revisión sistemática acerca del papel atribuido a las mujeres en la política de transferencia de ren-ta. Para la búsqueda de los artículos, los descriptores género y mujeres jefas de familia fueron cruzados con transferencia de renta; feminización de la pobreza; políticas públicas; la pobreza; en el marco de la lucha contra la pobreza, en las bases de datos: LILACS, IBECS, SCIELO, PepSIC, Paho, Psycinfo y Web of Science. Después de la aplicación de los criterios de inclusión y exclusión, se seleccionaron 22 trabajos, siendo 15 teóricos y 7 empíricos. Nuestros resultados indican que la titularidad femenina es presentada como un avance político importante, pero su participación se vuelve contradictoria por la natural forma con que la división sexual del trabajo ocupa en los programas de transferencia de renta, lo que remite al debate sobre la feminización de la pobreza y el trabajo de reproducción social.


Les femmes, principales interlocutrices des programmes de transferts de revenus, sont appelées à jouer un rôle de médiation dans les sphères publique et privée. Ainsi, un examen systématique a été effectué sur le rôle attribué aux femmes dans la politique de transfert de revenus. Pour rechercher les articles, les descripteurs genre et femme chefs de ménage ont été croisés avec transfert de revenus; féminisation de la pauvreté; politiques publiques; la pauvreté; lutte contre la pauvreté dans les bases de données: LILACS, IBECS, SCIELO, PepSIC, Paho, Psycinfo et Web of Science. Après application des critères d'inclusion et d'exclusion, 22 articles ont été sélectionnés, dont 15 théoriques et 7 empiriques. Nos résultats indiquent que la propriété féminine est présentée comme un progrès politique important, mais que sa participation est contredite par la manière naturelle dont la division sexuelle du travail occupe une place dans les programmes de transferts de revenus, ce qui conduit au débat sur la féminisation de la pauvreté. et le travail de reproduction sociale.

9.
Pesqui. prát. psicossociais ; 14(3): 1-17, jul.-set. 2019. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1040694

ABSTRACT

O presente estudo é parte de um projeto realizado em diferentes países da América Latina, que tem como objetivo compreender como a dimensão ética se manifesta na formação em Psicologia Comunitária (PC). Para tanto, foram analisados 23 ementas e planos de ensino dessa disciplina ofertada em cursos de Psicologia de instituições públicas e privadas de Minas Gerais (MG). Foram realizadas ainda seis entrevistas semiestruturadas com professores de PC e três grupos focais com graduandos em Psicologia. Os resultados encontrados confirmam a existência de diferentes abordagens teórico-metodológicas no âmbito da PC, apontam para a convergência entre os docentes em propiciar o ensino da ética a partir de preceitos participativos e dialógicos no âmbito comunitário, mas também algumas dificuldades para a apreensão desse debate entre os estudantes. Destacamos a importância em se explicitar as especificidades da ética em PC, bem como a relevância de constantes revisões no processo formativo na área.


The present research is part of a project carried out in different countries of Latin America. The aim is to understand how the dimension of ethics appears in the Community Psychology (PC) training. We analysed 23 teaching plans of PC which are offered in Psychologies courses of public and private institutions in Minas Gerais (MG), Brazil. We accomplished six semi-structured interviews with teachers and three focus groups with undergraduate students in Psychology. The results endorse the existence of different theoretical and methodological approaches on the PC`s field. Furthermore we´ve found that teachers is working to propitiate the teaching of ethics based on participatory and dialogical perspectives, but also some difficulties for the learning of this debate among students were be found. We emphasize the importance of clarifying the specificities of ethic on the PC, as well as the relevance of the constant revision in the training process in this area.


El presente estudio es parte de un proyecto desarrollado en distintos países de América Latina, que tiene como objetivo comprender cómo la dimensión ética se manifiesta en la formación en Psicología Comunitaria (PC). Se analizaron 23 planes de enseñanza de esta disciplina ofrecida en cursos de Psicología de instituciones públicas y privadas de la provincia de Minas Gerais (MG), Brasil. Llevamos a cabo seis entrevistas semiestructuradas con maestros de PC y tres grupos focales con estudiantes. Los resultados confirman la existencia de diferentes enfoques teórico-metodológicos en PC. Los maestros abordan la ética desde preceptos participativos y dialógicos, aunque fueran identificadas algunas dificultades para la aprehensión de este debate entre los estudiantes. Destacamos la importancia en explicitar las especificidades de la ética en PC, así como la relevancia de constantes revisiones en el proceso formativo en el área.


Subject(s)
Psychology, Social , Ethics , Social Support , Professional Training
10.
Psicol. soc. (Online) ; 31: e169056, 2019.
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1135904

ABSTRACT

Resumo O presente artigo tem como objetivo realizar uma revisão sistemática sobre os determinantes pobreza, estigma, raça e vulnerabilidade entre a população em situação de rua usuária de drogas. Para tal, foi realizada uma revisão sistemática utilizando as bases de dados Scielo Br, PepSiC, PubMed e Redalyc. Ao final dos procedimentos foram selecionados 79 artigos. Foi percebida diferença significativa dos estudos realizados nos Estados Unidos e os latino-americanos. Enquanto os primeiros tendem a priorizar estudos com grandes amostras com o foco na análise de riscos e na quantificação de categorias, as pesquisas latinas tendem a contextualizar as condições de desigualdade e pobreza, ao passo que utilizam metodologias participativas e se aproximam de uma análise das vulnerabilidades. Os resultados indicam discussões ainda incipientes que articulem tais categorias e que pouco englobam as diversas vulnerabilidades a que esses sujeitos estão expostos ao longo de suas vidas, bem como apontam para a necessidade de uma nova categoria analítica de compreensão.


Resumen El presente artículo tiene como objetivo realizar una revisión sistemática sobre los siguientes determinantes: pobreza, estigma, raza y vulnerabilidad entre la población sin hogar usuaria de drogas. Para ello, se realizó una revisión sistemática utilizando las bases de datos Scielo Br, PepSiC, PubMed y Redalyc. Al final de los procedimientos se seleccionaron 79 artículos. Se percibió una diferencia significativa de los estudios realizados en los Estados Unidos y los latinoamericanos. Mientras que los primeros tienden a priorizar estudios con grandes muestras con el foco en el análisis de riesgos y en la cuantificación de categorías, las investigaciones latinas tienden a contextualizar las condiciones de desigualdad y pobreza, utilizando metodologías participativas y se aproximando a un análisis de las vulnerabilidades. Los resultados indican discusiones aún incipientes que articulan tales categorías y que poco engloban las diversas vulnerabilidades a que estos sujetos están expuestos a lo largo de sus vidas, así como apuntan a la necesidad de una nueva categoría analítica de comprensión.


Abstract This article aims to make a systematic review of the following determinants: poverty, stigma, race and vulnerability among the homeless drug users. For this, a systematic review was conducted using the Scielo Br, PepSiC, PubMed and Redalyc databases. At the end of the procedures 79 articles were selected. Significant difference was noted in the studies conducted in the United States and in Latin America. While the former tends to prioritize studies with large samples focused on risk analysis and quantification of categories, Latin researches tend to contextualize the conditions of inequality and poverty, while using participatory methodologies and approach an analysis of vulnerabilities. The results indicate incipient discussions that articulate these categories and include some the various vulnerabilities to which these individuals are exposed throughout their lives, as well ååas point to the need for a new analytical category of understanding regarding this matter.

11.
Gerais (Univ. Fed. Juiz Fora) ; 11(2): [363 - 381], jul. 2018.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-914640

ABSTRACT

As concepções que definem o uso de drogas e seus usuários, elaboradas entre profissionais que atuam na Rede de Atenção Psicossocial (Raps), podem ter impactos no modo com que são realizados cuidados à saúde de pessoas com problemas devidos ao uso de drogas. Buscou-se compreender as concepções de profissionais que atuam na Raps acerca do cuidado. Foram realizadas duas entrevistas grupais: (i) com profissionais de um Caps Ad e (ii) com trabalhadores e voluntários de uma comunidade terapêutica, ambos situados em um município de pequeno porte do estado de Minas Gerais, Brasil. Os resultados apontaram para duas categorias centrais de análise: (i) instituição como espaço de normatização do cuidado e (ii) individualização do cuidado como negação da autonomia do sujeito. Observa-se uma priorização das estratégias terapêuticas baseadas na internação e na abstinência, sendo necessário aprofundar estudos sobre os sentidos do cuidado e do processo de trabalho para profissionais de saúde.


The conceptions that define the use of drugs and their users, elaborated among health workers of the Brazilian Psychosocial Care Network (Raps), can have an impact on the delivery of health care to people with problems with drugs. We sought to understand the conceptions about care of professionals who work in Raps. Two group interviews were conducted: (i) with health workers from a Psychosocial Care Center ­ Drugs (Caps Ad) and (ii) with workers and volunteers from a therapeutic community, both located in a small municipality in the state of Minas Gerais, Brazil. The results pointed two central categories of analysis: (i) Institution as a space for standardization of care; and (ii) Individualization of care as a denial of the autonomy of the subject. A prioritization of therapeutic strategies based on hospitalization and abstinence is observed, and it is necessary to deepen studies on the meanings of care and work process.


Subject(s)
Substance-Related Disorders , Delivery of Health Care , Psychosocial Support Systems , Health Policy
14.
Pesqui. prát. psicossociais ; 11(3): 539-551, dez. 2016.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-955320

ABSTRACT

O presente artigovisa analisar o papel do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde) na formação de profissionais de saúde referente à atuação com a temática das drogas. Trata-se de uma revisão de literatura composta por quatorze trabalhos que preencheram os critérios de inclusão. Sete eram relatos de experiências e sete pesquisas empíricas. De acordo com o material analisado, o PET-Saúde emerge como importante estratégia para uma formação ampliada e crítica, bem como para o fortalecimento dos serviços e rede de atenção. Além disso, o programa apresenta diversas formas de atuação e inserção na rede, possibilitando diálogo entre diferentes saberes, experiências, ações e serviços. Contudo, é necessário que, juntamente com a implementação do PET-Saúde, sejam realizadas outras modificações na formação em saúde, de modo que tenhamos clareza do seu papel e dos desafios concretos na constituição de políticas públicas na área.


This review aims to examine the role of the Program of Education at Work for Health(PET-Saúde) in the trainingof health professionals regarding their performance with the theme of drug use. It is a literature review with fourteen studies that met the inclusioncriteria. Seven were experience reports and seven were empirical research. According to the analyzed material, PET-Saúde is emerging as an important strategy for an expanded and critical training, as well as for the strengthening of the healthcareservices and network. In addition, the programentailsseveral forms of action and insertion in the network, enabling dialogue between different knowledges, experiences, actions and services. However,other changesin the healthcaretrainingare necessary, along with the implementation of PET-Saúde, so that we have clarity of its role and specific challenges in the establishment of public policies in the area.


Esta revisión tiene como objetivo examinar el papel del Programa de Educación porel Trabajo parala Salud (PET-Saúde) enla formación de profesionales de la salud referentea sutrabajocon el tema de consumo de drogas. Se trata de una revisión de la literatura con catorce estudios que cumplieron los criterios de inclusión. Siete eran relatos de experiencias ysiete investigaciones empíricas. De acuerdo con el material analizado, el PET-Saúde emerge como una estrategia importante para una formación ampliada, crítica y para el fortalecimiento de los servicios y red de atención. Además, tiene varias formas de acción einclusión en la red, lo que permite diálogos entre diferentes conocimientos, experiencias, acciones y servicios. Sin embargo, es necesario que, junto con la implementación del PET-Saúde, se realicen otros cambios en la formación, para que tengamos claridad de su papel y de los retos del establecimiento de políticas públicas en el área.


Subject(s)
Illicit Drugs , Health Education , Staff Development , Health Human Resource Training , Delivery of Health Care , Professional Training
15.
Physis (Rio J.) ; 26(3): 1009-1031, jul.-set. 2016. graf
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-829343

ABSTRACT

Resumo Este estudo objetivou compreender as concepções dos profissionais de saúde no Brasil sobre o uso/abuso de drogas. Trata-se de revisão da literatura nas bases de dados MEDLINE, LILACS, IBECS e Scielo. A amostra final foi composta por 22 artigos, com os resultados apontando predominância de concepções morais, naturalizantes e pautadas pelo modelo biomédico, em detrimento de perspectivas psicossociais, socioculturais ou mesmo biopsicossociais. Ao se tratar de um problema multifacetado e complexo, as tentativas de respostas devem ir numa direção de amplitude e abrangência, pensando o uso de drogas para além de uma doença meramente, ou prática necessariamente negativa, mas compreendendo os aspectos físicos, psicológicos e também sociais que o perpassam. Na reversão desse cenário, coloca-se a necessidade de formação/capacitação na área, mas com reflexão sobre pressupostos e metodologias que fundamentam os processos formativos.


Abstract This study aimed to understand the conceptions of Brazilian health professionals on drug use/abuse. It is an academic literature review in the following databases: MEDLINE, LILACS, IBECS and Scielo. The final sample consisted of 22 articles, with the results pointing to a predominance of moral and naturalized conceptions about drug use, guided by biomedical model rather than psychosocial, socio-cultural or even biopsychosocial perspectives. In the case of a multi-faceted and complex problem, answers' attempts should go in the direction of breadth and comprehensiveness, thinking drug use beyond a mere disease, or necessarily a bad thing, but understanding the physical, psychological and social aspects that pervade it. For the reversal of this scenario, it is necessary training/capacity building in the area, but reflecting the premises and methodologies that underlie these training processes.


Subject(s)
Humans , Alcoholism , Health Workforce , Health Personnel , Mental Health Services , Review , Substance-Related Disorders , Brazil , Unified Health System
16.
Interface comun. saúde educ ; 19(53): 395-404, Apr-Jun/2015.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-744431

ABSTRACT

Como alternativa ao panorama deficitário de formação profissional para atuação na área do uso de álcool e outras drogas, e visando à incorporação de mudanças práticas, são criados os Centros Regionais de Referência sobre Drogas (CRRs). Faz-se necessário compreender e refletir sobre o papel dos CRRs nos cenários de formação e atuação sobre a temática. A partir disso, o presente artigo pretende discutir aspectos sobre a capacitação de profissionais do Sistema Único de Saúde e Assistência Social, por meio do relato de experiência de um CRR de Minas Gerais. A implantação do presente CRR possibilitou a qualificação de profissionais em direção a abordagens integrais e reflexivas sobre a temática. Contudo, são necessárias reformulações sobre o seu modelo, com uma posição mais bem definida e atuante dentro das políticas sobre drogas, garantindo continuidade nas ações e auxiliando na reformulação das práticas.


As an alternative to the deficient área of professional education for working on alcohol and other drug use in Brazil, and in order to incorporate changes in practices, Regional Reference Centers for Drugs (CRRs) have been created. Therefore, it is necessary to understand and reflect on the role of CRRs within the scenario of education and action in this field. This paper aimed to discuss aspects of the education process for professionals in the Brazilian Health System and Social Assistance System, through a report on experience from a CRR in the state of Minas Gerais, Brazil. The implementation of this CRR enabled education for professionals towards comprehensive and reflective approaches in this field. However, reformulations of the CRR model are needed, with a better-defined and more active position within drug policies, so a to ensure continuity of actions and aid in reformulation of practices.


Como alternativa al panorama deficitario de formación profesional para la actuación en el área del uso de alcohol y de otras drogas y con el objetivo de la incorporación de cambios prácticos, se crearon los Centros Regionales de Referencia sobre Drogas (CRRs). Por lo tanto, resulta necesario comprender y reflexionar sobre el papel de los CRRs en los escenarios de formación y actuación sobre la temática. A partir de esa base, este artículo tiene el objetivo de discutir aspectos sobre la capacitación de profesionales de los Sistemas Únicos de Salud y de Asistencia Social, por medio del relato de experiencia de un CRR del estado de Minas Gerais. La implantación del presente CRR posibilitó la calificación de profesionales en dirección para abordajes integrales y reflexivos sobre la temática. No obstante, son necesarias reformulaciones sobre su modelo, con una posición mejor definida y actuante dentro de las políticas sobre drogas, asegurando continuidad en las acciones y auxiliando en la reformulación de las prácticas.


Subject(s)
Education, Continuing , Education, Public Health Professional , Health Human Resource Training , Staff Development
17.
Ciênc. saúde coletiva ; 20(2): 395-406, 02/2015.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-742229

ABSTRACT

Acalorados debates sobre determinados modelos de tratamento para usuários de drogas ocorrem no âmbito da academia, das políticas públicas, além da mídia. A rede assistencial sobre drogas é apresentada neste contexto como um importante mecanismo, mas sua construção torna-se um desafio. Assim, realizou-se uma análise crítica da literatura acadêmica acerca das redes assistenciais sobre drogas, na forma de uma revisão narrativa, visando levantar seus desafios e possibilidades de consolidação. Os resultados encontrados foram: a) uma escassez de estudos específicos sobre a rede assistencial sobre drogas; b) cobertura insuficiente e desintegrada frente à demanda de tratamento; c) necessidade de se repensar o papel dos Centros de Atenção Psicossocial para Álcool e outras Drogas, visando seu fortalecimento, expansão, melhoria estrutural e readequação de práticas; d) ausência de análises críticas sobre o processo de construção dos modelos assistenciais sobre drogas nos serviços públicos; e, e) responsabilidade do Estado em fornecer melhores alternativas ao panorama encontrado, avançando no fortalecimento das ações intersetoriais, articulação do cuidado e no aprimoramento das condições de trabalho.


Heated debates on given models of treatment for drug users have raged in the halls of academia, in public policies, not to mention in the media. The care network on drugs is presented in this context as an important mechanism for users, but its construction turns out to be a challenge. Therefore, a critical analysis and narrative review of the scientific literature on the care network on drugs was conducted, seeking to pinpoint the challenges and opportunities for its consolidation. The results found include: a) a lack of specific studies on the care network on drugs; b) insufficient and disjointed coverage regarding the demand for treatment; c) the need to rethink the role of the Psychosocial Care Centers for Alcohol and other Drugs, seeking to strengthen, expand, structurally improve and readjust their practices; d) lack of critical analysis about the construction process of care models on drugs in public services; and e) the State’s responsibility to provide better alternatives to the existing panorama revealed, making progress on strengthening intersectorial actions, structuring care and improving working conditions.


Subject(s)
Humans , Substance Abuse Treatment Centers , Substance-Related Disorders/therapy , Brazil , Delivery of Health Care , Health Policy , Mental Health Services , Models, Organizational
18.
Psicol. soc. (Online) ; 26(3): 696-706, sept.-dez. 2014. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-725527

ABSTRACT

O processo de reinserção social de usuários de substâncias psicoativas tem se configurado como uma das principais estratégias da Política Nacional sobre Drogas. Haja vista que o uso de substâncias emerge como um dos principais problemas de saúde pública na atualidade, o presente artigo teve como objetivo compreender as percepções dos atores sociais inseridos nas políticas da saúde, assistência social e lideranças comunitárias acerca do processo de reinserção social dos usuários de drogas. Trata-se de uma pesquisa de cunho qualitativo, onde foram realizadas doze entrevistas semiestruturadas com diferentes informantes-chave, inseridos em um território com elevados indicadores de uso de drogas. Os resultados apontam para os desafios no processo de inserção efetiva dos usuários de drogas em razão da existência de uma rede assistencial multissetorial, um profundo processo de estigmatização social, a naturalização do uso de drogas, a responsabilização da família, além da sobrecarga de trabalho nas políticas públicas...


El consumo de drogas és uno de los principales problemas de salud pública en la actualidad. Como un paso clave en el tratamiento al usuário de drogas, la reinserción social se ha configurado como una de las principales estrategias de la Política Nacional sobre Drogas. Por esta razón el objetivo de este artículo és conocer las percepciones de los actores sociales insertados en las políticas de salud, asistencia social y líderes comunitarios sobre el proceso de reinserción social de los usuarios de drogas en la comunidad. Fue realizada una investigación de naturaleza cualitativa, habiendo sido llevado a cabo 12 entrevistas semi-estructuradas con actores sociales ubicados en un territorio con alta prevalencia de consumo de drogas. Los resultados apuntan los desafíos en el proceso de inserción de los usuarios de drogas debido a la existencia de una red de atención multisectorial, un profundo proceso de estigmatización social, la naturalización del consumo de drogas, la rendición de cuentas de la família y la sobrecarga de trabajo en las políticas públicas...


The process of social reinsertion of users of psychoactive substances has been marked as one of the main strategies of National Drug Policy in Brazil. Considering that substance use is emerging as a main public health problems in the present, this paper aims to understand the perceptions of social actors embedded in the policies of health, social care and community leaders about the process of social reinsertion of drug users. This is a qualitative research, where were made twelve semi-structured interviews with different key informants, entered into a territory with high indicators of drug use. The results point to the challenges in the process of effective integration of drug users because the existence of a multisectoral care network, a profound process of social stigmatization, naturalization of drug use, accountability family, beyond the workload in public policy...


Subject(s)
Humans , Drug Users , Public Policy , Social Adjustment
19.
Rev. panam. salud pública ; 33(5): 325-331, may. 2013.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-676412

ABSTRACT

OBJETIVO: Desenvolver uma metodologia para implementação de práticas de prevenção ao uso de álcool e outras drogas no âmbito da atenção primária à saúde (APS) que contribua com o debate sobre ações e políticas nos países latino-americanos. MÉTODOS: Trata-se de uma pesquisa-intervenção realizada em um município brasileiro de pequeno/médio porte. O processo foi avaliado através da observação participante, visando adequação às necessidades locais e ressaltando pontos de facilitação e dificuldade na implantação. RESULTADOS: Foi desenvolvido um modelo com seis etapas: contato inicial e planejamento, diagnóstico e mapeamento, sensibilização, capacitação, acompanhamento e devolutiva. Foram percebidos os seguintes pontos de dificuldade: insuficiência de recursos (humanos, financeiros, infraestrutura), falta de integralidade e intersetorialidade da rede assistencial, falta de participação dos médicos, formação calcada no saber médico, participação insuficiente da gestão de saúde, falta de mobilização e participação da sociedade civil, ausência de momentos onde a população fosse convidada a participar do planejamento e execução das políticas públicas. Pontos fortes foram: participação dos agentes comunitários e enfermeiros na aplicação, organização e planejamento das práticas, além da realização de práticas educacionais e preventivas nas escolas e comunidades pelas equipes de saúde. Isso indica que é possível implementar iniciativas de triagem, intervenção breve e encaminhamento para tratar (SBIRT) no contexto da APS latino-americana. CONCLUSÕES: A metodologia desenvolvida neste estudo pode ser útil para países latino-americanos desde que sejam consideradas as necessidades locais. Entretanto, os resultados serão observados apenas a médio e longo prazo, sem mudanças instantâneas.


OBJECTIVE: To develop a methodology to implement practices of prevention against the use of alcohol and other drugs in the context of primary health care (PHC) that will contribute to the debate about policies and actions in Latin American countries. METHODS: This intervention research project was carried out in a small/medium-sized Brazilian city. The development process was assessed through participant observation with the aim of adapting the methodology to local needs and identifying existing weaknesses and strengths with impact on implementation. RESULTS: A model was developed with six stages: initial contact and planning, diagnosis and mapping, sensitization, training, follow-up, and communication of results to participants. The following weaknesses were identified: limitation of resources (human, financial, infrastructural), limitations in the coverage and comprehensiveness of the assistance network, poor participation from physicians, training based on medicalized care, insufficient participation of health care management, insufficient involvement and participation of civil society, and few opportunities for participation of the population in the planning and execution of public policies. Strengths included the participation of community health agents and nurses in applying, organizing, and planning initiatives, in addition to the organization of educative and preventive actions in schools and communities by health care teams, suggesting that it is possible to implement screening, brief intervention, and referral to treatment (SBIRT) initiatives in the context of PHC in Latin America. CONCLUSIONS: The methodology developed in this study can be useful for Latin American countries if local needs are taken into consideration. It should be noted, however, that results will only be observed in the mid- to long term, rather than strictly in the short term.


Subject(s)
Humans , Primary Health Care , Substance-Related Disorders/prevention & control , Alcoholism/prevention & control , Latin America , Primary Prevention/methods
20.
Aletheia ; (37): 57-72, abr. 2012.
Article in Portuguese | LILACS, INDEXPSI | ID: lil-692494

ABSTRACT

O presente estudo procurou levantar desafios e possibilidades da incorporação das redes sociais no processo de implementação de ações preventivas ao uso de drogas na Atenção Primária à Saúde (APS). Trata-se de uma pesquisa-intervenção empregando as seguintes técnicas de coleta de dados: observação participante, grupo focal com atores comunitários e entrevistas semiestruturadas com gestores de saúde. Os dados foram analisados a partir da análise de conteúdo. Os resultados foram agrupados em duas categorias: "Redes de Saúde e Drogas" e "Redes Sociais e Drogas". A rede de saúde e drogas foi entendida a partir de sua desarticulação, sua função pedagógica e a concepção idealizada sobre a noção de rede. Em relação às redes sociais e drogas, observou-se uma ausência de participação e mobilização social dos sujeitos coletivos no debate em torno das ações e políticas locais. A pesquisa aponta para as ações preventivas ao uso de drogas onde o trabalho se organiza em um modelo fragmentado, sem incorporar e fortalecer as potencialidades comunitárias no que se refere ao enfrentamento dos problemas de saúde


The present study sought to raise challenges and possibilities of incorporating social networks in the implementation of preventive drug use actions in Primary Health Care. This is a research-intervention using the following techniques of data collection: participant observation, focus group with community actors and semi structured interviews with health managers. To analyze the data, we used content analysis. The results were grouped into two categories: "Networks of Health and Drugs" and "Social Networks and Drugs." The network of health and drugs was understood from its disarticulation, its pedagogical function and design of idealized network. On social networks and drugs, there was a lack of political participation of the population. The research points to preventive drug use in a place where the work is organized in a fragmented model, without incorporating and strengthening local capabilities in dealing with health problems


El presente estudio trató de plantear desafíos y posibilidades de incorporación de las redes sociales en la implementación de acciones de prevención al uso de drogas en la Atención Primaria de Salud. Es una investigación-intervención mediante las siguientes técnicas de recopilación de datos: observación participante, grupos de enfoque con los actores de la comunidad y entrevistas semiestructuradas con los directores de salud. Para analizar los datos, se utilizó el análisis de contenido. Los resultados se agruparon en dos categorías: "Redes de Salud y drogas" y "Redes Sociales y Drogas". Las redes de salud y drogas se entienden a partir de su desarticulación, su función pedagógica y el diseño de la red idealizado. En las redes sociales y drogas, hay una falta de participación política de la población. La investigación apunta la prevención del uso de drogas en un modelo donde el trabajo se organiza de forma fragmentada, sin la incorporación y el fortalecimiento de las capacidades locales para hacer frente a problemas de salud


Subject(s)
Humans , Primary Health Care , Community Health Services , Social Networking , Brazil
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL