Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 4 de 4
Filter
Add filters








Year range
1.
CoDAS ; 33(1): e20190188, 2021. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1286095

ABSTRACT

RESUMO Objetivo Apresentar o Protocolo de Atendimento Vocal do Ambulatório Trans (PAV-trans) e o Programa de Redesignação Vocal (PRV-trans) para pessoas trans. Método O protocolo é composto pelas seguintes etapas: 1) encaminhamento do usuário; 2) avaliação fonoaudiológica, aplicação de protocolos de autopercepção, encaminhamento para avaliação otorrinolaringológica e definição da conduta: terapia individualizada (fonte sonora) ou PRV-trans para filtro vocal; 3) PRV-trans, contendo 12 parâmetros vocais a serem trabalhados mensalmente de forma individual e em grupo com os usuários; 4) Após finalizado o PRV-Trans, o usuário é encaminhado para reavaliação fonoaudiológica e otorrinolaringológica, no qual será observado se o objetivo da redesignação vocal foi alcançado. Resultados O PRV-Trans é um programa que visa o desenvolvimento de um trabalho de filtro vocal para a população trans, que seja flexível e que contemple as queixas dessa população, no qual apresenta dificuldades de acesso ao serviço de saúde. Conclusão O PAV-trans e o PRV-trans são ferramentas que podem subsidiar o atendimento fonoaudiológico às pessoas trans no Brasil, traçando mecanismos que possibilitem maior segurança às pessoas trans em busca de uma passabilidade social por meio da voz, minimizando a transfobia, estabelecendo um conforto e a satisfação social.


ABSTRACT Purpose To present the Trans Ambulatory Vocal Protocol (AVP-trans) and the Vocal Redesignation Program (VRP-trans). Methods The protocol consists of the following steps: 1) user routing; 2) speech therapy evaluation, application of self-perception protocols, referral for otorhinolaryngological evaluation and definition of conduct: individualized therapy (sound source) or VRP-trans for vocal filter; 3) VRP-trans, containing 12 vocal parameters to be worked monthly individually and in a group with the users; 4) After the end of the VRP-trans, the user is referred for vocal re-evaluation and otorhinolaryngological re-evaluation, in which it will be observed if the objective of the vocal redesignation was reached. Results VRP-trans is a program that aims at developing a vocal filter work for the transgender population, flexible and that contemplates the complaints of this population, in which it presents difficulties to access the health service. Conclusion AVP-trans and VRP-trans are tools that can subsidize the speech therapy for transgender people in Brazil, outlining mechanisms that allow greater confidence for transgenders in search of social passiveness through voice, minimizing transphobia, establishing comfort and social acceptance.


Subject(s)
Humans , Voice , Voice Disorders/therapy , Voice Quality , Voice Training , Brazil
2.
Rev. CEFAC ; 20(6): 808-814, Nov.-Dec. 2018. graf
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-976888

ABSTRACT

ABSTRACT Autism Spectrum Disorder is a neurodevelopmental disorder that affects socio-communicative and behavioral abilities. In the language aspect, there is a greater impairment at the pragmatic level and in non-verbal aspects. The objective of this study was to characterize the severity of Autism Spectrum Disorder in an adolescent, pre-and post-speech-language therapy, and describe the process of speech-language intervention using Picture Exchange Communication System allied to the principles of behavioral analysis applied to language. The Autism Treatment Evaluation Checklist with the parents was applied. Then, a therapeutic program of 14 sessions of 50 minutes was developed, one per week, and then the questionnaire was reapplied. In the course of the therapeutic process, it was possible to observe an increase in the number of figure exchanges independently, an increase in the number of vocalizations with communicative intention or functional speech, longer time of visual contact and social smile, reduction of inappropriate behaviors with a significant improvement in the Autism Treatment Evaluation Checklist score.


RESUMO O Transtorno do Espectro do Autismo é um transtorno do desenvolvimento neurológico que afeta as habilidades sociocomunicativas e comportamentais, sendo que no aspecto da linguagem observa-se maior comprometimento no nível pragmático e nos aspectos não verbais. O objetivo do trabalho foi caracterizar a percepção dos pais sobre a gravidade do Transtorno do Espectro do Autismo, em uma adolescente, pré e pós-terapia fonoaudiológica e descrever o processo de intervenção fonoaudiológica utilizando como modelo de intervenção o Sistema de Troca de Figuras aliada aos princípios da análise comportamental aplicada à linguagem. Foi aplicado o questionário Autism Treatment Evaluation Checklist com os pais. Em seguida, foi desenvolvido um programa terapêutico de 14 sessões de 50 minutos, sendo uma por semana, e então o questionário foi reaplicado. No decorrer do processo terapêutico pôde-se perceber aumento do número de trocas de figuras de maneira independente, ampliação do número de vocalizações com intenção comunicativa ou a fala funcional, maior tempo de contato visual e sorriso social, redução de comportamentos inadequados com uma melhora significativa na pontuação do questionário Autism Treatment Evaluation Checklist.

3.
Biosci. j. (Online) ; 33(1): 219-224, jan./feb. 2017. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-965895

ABSTRACT

The aim of this study was to compare the performance between the oral and written speeches of students of the Health area that use active teaching methodologies. Thus, it was designed a study of observational, transversal and analytical nature, comparing the notes of oral and written productions (portfolios) of students of a Health course that fully utilizes the active methodologies. The sample consisted of 25 students, 23 female and two male, with an average age of 23 (± 5 years). For statistical analysis we used the Wilcoxon tests and the Pearson correlation test, with 5% significance level. There was a lower student performance in the written speech (6,73 ± 1,87) when compared to the oral (7,66 ± 2,08), with a statistically significant difference between both of them (p<0,01), with a strong correlation between the average obtained in the two modalities evaluated (R=0,723). It can be concluded that students present more difficulty in written speeches when compared to the oral ones, revealing that even with the use of active methodologies, the improvement of written communication still is necessary between the students of the studied sample.


O objetivo desta pesquisa foi comparar o desempenho entre os discursos oral e escrito de estudantes de um curso da área da Saúde que utiliza metodologias ativas de ensino. Para tanto, foi planejado estudo de natureza observacional, transversal e analítico, que comparou as notas das produções orais e escritas (portfólios) de estudantes de um curso da área da saúde que utiliza integralmente as metodologias ativas. A amostra foi constituída por 25 estudantes, 23 do sexo feminino e dois do masculino, com idade média de 23 anos (± 5 anos). Para análise estatística utilizaram-se os testes Wilcoxon e o teste de correlação de Pearson, com nível de significância de 5%. Observou-se um menor desempenho dos estudantes no discurso escrito (6,73 ± 1,87) quando comparado ao oral (7,66 ± 2,08), com diferença estatisticamente significativa entre ambos (p<0,01), havendo forte correlação entre as médias obtidas nas duas modalidades avaliadas (R=0,723). Pode-se concluir que os estudantes apresentaram maior dificuldade no discurso escrito quando comparado ao oral, revelando que mesmo com o uso de metodologias ativas, o aprimoramento da comunicação escrita ainda faz-se necessária entre os estudantes da amostra estudada.


Subject(s)
Universities , Educational Measurement , Health Human Resource Training , Professional Training
4.
CoDAS ; 27(4): 392-399, July-Aug. 2015. tab
Article in English | LILACS | ID: lil-760413

ABSTRACT

OBJECTIVES: To evaluate the behavior of the phonatory function and the perceived strain in Brazilian young women, before and after a test of prolonged voice use test, for a period of one continuous hour.METHODS: Twenty young women without laryngeal disorders participated in the study and were submitted to vocal acoustic analysis (MDVP-Advanced, CSL-Kay Pentax(r)), perceptual voice assessment, carried out by five judges, and the measurement of speech-strain level using a visual analog scale before and after a prolonged use of the voice, from the reading of a standardized text for one hour in usual vocal intensity and frequency, without breaks for hydration or vocal rest. The description and comparison between the variables and the appropriate statistical analysis were carried out.RESULTS: The acoustic parameters of fundamental (f0) and low frequency (Flo) of the emission increased after 1 hour of voice use, while the values for the amplitude tremor intensity index (Atri), amplitude variation (vAm), noise-to-harmonic ratio (NHR), and soft phonation index (SPI) were reduced after the prolonged voice use test. The judges agreed with the decrease in the overall level of dysphonia (kappa=0.66), roughness (kappa=0.59), and vocal breathiness (kappa=0.73); increased phonatory stability (kappa=0.64); vocal projection (kappa=0.48); pitch (kappa=0.74); and loudness (kappa=0.65). The phonatory strain increased significantly after the test (p=0.003).CONCLUSION: One hour of prolonged voice use seems to favor laryngeal adaptation and increased adductor muscle activity to maintain vocal efficiency. However, the self-perception of vocal strain is evident and can be understood as a sign of muscle fatigue caused by continuous use.


OBJETIVO: Avaliar o comportamento da função fonatória e a sensação de esforço de mulheres jovens, antes e após uma prova de uso prolongado da voz, pelo período de uma hora contínua.MÉTODOS: Participaram 20 mulheres jovens, sem alterações laríngeas, submetidas à analise acústica vocal (MDVP-Advanced, CSL- Kay Pentax(r)), avaliação perceptivo-auditiva da voz, realizada por cinco juízes, e mensuração do nível de esforço fonatório utilizando uma escala visual analógica, antes e após o uso prolongado da voz, a partir da leitura de um texto padronizado por uma hora, em intensidade e frequência vocal habitual, sem pausas para hidratação ou repouso vocal. Foram realizadas a descrição e comparação entre as variáveis e aplicado o tratamento estatístico apropriado.RESULTADOS: Os parâmetros acústicos de frequência fundamental (f0) e de frequência grave da emissão (Flo) aumentaram após uma hora de uso da voz, enquanto as medidas de intensidade do tremor (Atri), da variação da amplitude (vAm), a relação harmônico-ruído (NHR) e a taxa de fonação suave (SPI) diminuíram após a prova de uso prolongado de voz. Os juízes concordaram com a diminuição do grau geral da disfonia (kappa=0,66), da rugosidade (kappa=0,59) e soprosidade vocal (kappa=0,73); o aumento da estabilidade fonatória (kappa=0,64); a projeção vocal (kappa=0,48); o pitch (kappa=0,74) e o loudness (kappa=0,65). O esforço fonatório aumentou significativamente após a prova (p=0,003).CONCLUSÃO: Uma hora de uso prolongado da voz parece favorecer uma adaptação laríngea e aumento da atividade da musculatura adutora para manter a eficiência vocal. Entretanto, a auto percepção do esforço fonatório fica evidente e pode ser compreendido como sinal de fadiga da musculatura ocasionada pelo uso contínuo.


Subject(s)
Adolescent , Adult , Female , Humans , Young Adult , Dysphonia/physiopathology , Phonation/physiology , Voice/physiology , Dysphonia/diagnosis , Prospective Studies , Severity of Illness Index , Speech Acoustics , Speech Perception , Vocal Cords , Voice Quality
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL