Your browser doesn't support javascript.
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 5 de 5
Filter
Add filters








Type of study
Year range
1.
Rev. bras. ativ. fís. saúde ; 23: 1-7, fev.-ago. 2019. fig, quad
Article in English | LILACS (Americas) | ID: biblio-1026729

ABSTRACT

The aim of the study was to describe the logical model of a home intervention using a motivational strategy to improve physical fitness components in female older adults. A quasi-experimental study was conducted with 91 elderly women between 61 and 80 years old, divided into intervention (IG) and control (CG) groups. The participants also answered a questionnaire with sociodemographic information, stage of behaviour change, physical activity and physical performance tests, before and after 12 weeks of intervention. The intervention was performed using a guide with home-based physical exercise associated with motivational strategies (telephone calls and home visits). The intervention with reduced interaction was planned to have a low financial cost, both in relation to the physical space and the materials necessary to practice the home-based physical activities, making feasible the applicability in different places. The logical model provides insight into the intervention and its phases of planning, implementation, and evaluation


O objetivo do estudo foi descrever o modelo lógico de uma intervenção domiciliar utilizando estratégia motivacional para melhora dos componentes de aptidão física em mulheres. Foi realizado um estudo quase-experimental, com 91 idosas, entre 61 e 80 anos, divididas em grupo intervenção (GI) e controle (GC). As idosas responderam um questionário com informações sociodemográficas, estágio de mudança de comportamento, atividade física e realizaram testes de desempenho físico, antes e após 12 semanas de intervenção. A intervenção foi realizada com o uso do guia domiciliar de exercícios físicos associado a estratégias motivacionais (ligações telefônicas e visitas domiciliares). A intervenção com interação reduzida foi planejada para ter um baixo custo financeiro, tanto em relação ao espaço físico quanto aos materiais necessários à prática do exercício físico domiciliar, viabilizando a aplicabilidade em diferentes locais. O modelo lógico fornece uma visão da intervenção e das fases de planejamento, implementação e avaliação.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Middle Aged , Aged , Health of the Elderly , Motor Activity
2.
J. bras. psiquiatr ; 66(4): 203-210, out.-dez. 2017. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS-Express | ID: biblio-893935

ABSTRACT

RESUMO Objetivo Analisar as tendências de mortalidade por lesões autoprovocadas intencionalmente segundo as faixas etárias e regiões do Brasil. Métodos Trata-se de um estudo epidemiológico, de desenho ecológico do tipo série temporal, utilizando dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade relacionada aos óbitos por lesões autoprovocadas intencionalmente ocorridos no período de 2004 a 2014. Resultados A análise de tendência indicou crescimento dos coeficientes de mortalidade, sendo que a curva do Brasil acentuou a elevação (R2 = 0,678). A região Sudeste mostrou a maior inclinação de reta (R2 = 0,960), sendo superior mesmo a tendência observada no Brasil. Os coeficientes de mortalidade segundo faixas etárias evidenciaram tendência crescente para a faixa de 10 a 19 anos (R2 = 0,429). No grupo etário de 20 a 29 anos no período analisado, não houve tendência de crescimento. Entretanto, houve incremento do número de óbitos a partir do ano de 2010. Procedeu-se avaliação desse grupo no período de 2010-2014, sendo assim evidenciada tendência crescente para a referida faixa (R2 = 0,927). Conclusão Os resultados apontam o crescimento dos coeficientes de mortalidade por lesões autoprovocadas intencionalmente no Brasil e em todas as suas regiões, sendo o grupo etário mais vulnerável o de 10 a 19 anos, seguido da faixa etária de 20 a 59 anos e de maiores de 60 anos.


ABSTRACT Objective To analyze mortality trends by intentionally self-inflicted injuries according to the age groups and regions of Brazil. Methods This is an epidemiological study, ecological type of temporal series, using data from the Mortality Information System related to deaths from intentional self-inflicted injuries in the period of 2004 to 2014. Results Trend analysis indicated increase in mortality rates, whereas Brazil curve accentuated elevation (R2 = 0.678). The Southeast region showed the highest straight slope (R2 = 0.960), being higher then trend observed in Brazil. Mortality coefficients according age groups showed an increasing tendency for the range of 10 to 19 years (R2 = 0.429). In the age group of 20 to 29 years in the analyzed period there was no tendency for growth. However, there was an increase in the number of deaths from the year 2010. This group was evaluated in the period 2010-2014, thus evidencing an increasing trend for this group (R2 = 0.927). The results point to the growth of mortality coefficients by self-inflicted injuries in Brazil and in all its regions, with the age group being the most understood 10 to 19 years old, followed by the age group of 20 to 59 years and those over 60 years. Conclusion The results point to the increase in mortality coefficients due to intentional self-inflicted injuries in Brazil and all regions, the most vulnerable age group being 10 to 19 years old, followed by the age group of 20 to 59 years and those over 60.

4.
Ciênc. saúde coletiva ; 20(3): 739-749, 03/2015. tab
Article in English | LILACS (Americas) | ID: lil-742262

ABSTRACT

The aim of this study was to examine the sociodemographic, health and behavioural characteristics related to non-participation of elderly people in activities offered by the program PROETI Health of Uberaba, Minas Gerais state. Observational study, case-control design with pairing 1:1 and sample composed of 220 elderly 60-80 years. Binary Logistic Regression was used to identify the sociodemographic, health and behavioral factors associated with non-engagement of non-users to the program. After hierarchical analysis, the non-engagement of the elderly in the program activities was associated with depressive symptoms, insufficient physical activity in the domain of leisure and reduced self-efficacy for performing moderate or vigorous physical activity. The characteristics identified in this study should receive priority attention in the formulation of community programs targeted at promoting physical activity for elderly people.


O objetivo deste estudo foi analisar as características sociodemográficas, de saúde e comportamentais relacionadas a não participação das idosas nas atividades oferecidas pelo programa Proeti Saúde de Uberaba, Minas Gerais. Estudo observacional, do tipo caso controle, com pareamento 1:1, tendo amostra sido composta por 220 idosas de 60 a 80 anos. A Regressão Logística Binária foi utilizada para a identificação dos fatores sociodemográficos, de saúde e comportamentais associados ao não engajamento das não usuárias ao programa. Após análise hierarquizada o não engajamento das idosas às atividades do programa mostrou-se associada à sintomatologia depressiva, prática insuficiente de atividade física no domínio do lazer e autoeficácia reduzida para a realização de atividade física moderada ou vigorosa. As características identificadas neste estudo devem receber atenção prioritária na formulação de programas comunitários direcionados à promoção de atividade física às pessoas idosas.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Middle Aged , Aged , Aged, 80 and over , Exercise , Health Promotion/statistics & numerical data , Health Services for the Aged/statistics & numerical data , Patient Acceptance of Health Care , Case-Control Studies , Socioeconomic Factors
5.
Rev. bras. geriatr. gerontol ; 17(4): 819-828, Oct-Dec/2014. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS-Express | ID: lil-732864

ABSTRACT

OBJETIVO: Analisar a associação entre o nível de atividade física habitual e transtornos mentais comuns entre idosos. MÉTODOS: Estudo transversal do tipo seccional com população de 95 idosos residentes na zona rural do município de Jequié-BA. Foram utilizados formulário com informações sociodemográficas, triagem para transtornos mentais comuns (TMC) através do Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20) e o Questionário Internacional de Atividades Físicas (IPAQ). RESULTADOS: A maioria dos idosos tinha entre 60 e 79 anos (75,8%) e era do sexo feminino (57,9%). O percentual de não sedentários foi de 64,2%, observando associação estatisticamente significante entre o nível de atividade física com a faixa etária, situação conjugal e escolaridade. A prevalência global de TMC foi de 47,4%; apenas a renda teve associação estatisticamente significante. Ao avaliar a associação entre atividade física e TMC, não foi encontrada associação com níveis estatisticamente significante (p>0,05) CONCLUSÃO: Apesar das evidências da literatura sobre a contribuição da atividade física para a saúde mental, no presente estudo não se observou associação entre atividade física e TMC. .


OBJECTIVE: To analyze the association between the level of habitual physical activity and common mental disorders among elderly. METHODS: Cross-sectional study of 95 elderly people living in the rural area of Jequie city, state of Bahia, Brazil. A form with demographic information, screening for common mental disorders (CMD) with the Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20) and the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ) were used. RESULTS: Most elderly were between 60 and 79 years old (75.8%), female (57.9%). The percentage of non-sedentary was 64.2%, with statistically significant association between the level of physical activity and age, marital status and education. The overall prevalence of CMD was 47.4%; only income had statistically significant association. To assess the association between physical activity and CMD, no association was found at statistically significant levels (p>0.05). CONCLUSION: Despite evidence from the literature on the contribution of physical activity for mental health, no association was observed between physical activity and CMD. .

SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL