Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 1 de 1
Filter
Add filters








Year range
1.
Rev. Ciênc. Méd. Biol. (Impr.) ; 21(1): 60-66, maio 05,2022. fig
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1370675

ABSTRACT

Introdução: a hanseníase é uma doença de fácil diagnóstico, possuindo tratamento e cura. Quando diagnosticada tardiamente, pode trazer graves consequências para os portadores e seus familiares. Uma vez que o tratamento da hanseníase está inserido no componente estratégico da assistência farmacêutica, são exigidos cuidados e orientação. Há necessidade de intervenção clínica farmacêutica, com objetivo de acompanhar prescrições medicamentosas, analisando a adesão dos pacientes ao tratamento com a promoção de ações de educação em saúde, além de minimizar a ocorrência de eventos adversos relacionados aos fármacos do tratamento com possível redução de custos associados aos agravos. Objetivo: realizar o monitoramento para identificar e tratar as possíveis intercorrências que estão comumente presentes no tratamento de hanseníase. Metodologia: a realização do estudo deu-se com o acompanhamento dos pacientes atendidos no serviço de referência a partir da aplicação de questionários em consultas periódic as, vis to que a adesão ao tratamento, reduç ão dos eventos adver sos e controle dos comunic antes são de suma impor tância para o controle epidemiológico. Resultados: os principais sintomas dos indivíduos acometidos foram dormência e eritema nodoso hansênico. A maioria utilizava como tratamento o esquema multibacilar e talidomida. O acometimento relatado dos pacientes foi em nível moderado. Os pacientes possuíam comorbidades como hipertensão, artrose e diabetes. O acompanhamento clínico foi relatado como positivo pela maioria dos entrevistados. Conclusão: o desfecho do estudo mostra que a adesão do paciente é crucial para o êxito do tratamento e o acompanhamento do farmacêutico clínico constitui um pilar positivo, contribuindo para a prevenção de agravos e conscientização da comunidade.


Introduction: Hansen's disease is an easily diagnosed disease, with treatment and cure available. When diagnosed late, it can bring serious consequences for patients and their families. Since the treatment of Hansen's disease is part of the strategic component of pharmaceutical assistance, care and guidance are required. There is a need for clinical pharmaceutical intervention, aiming to monitor drug prescriptions, analyze patients' adherence to treatment while promoting health education actions, in addition to minimizing the occurrence of adverse events related to treatment drugs with possible reduction in costs associated to grievances. Objective:thus, the present study aimed to monitor, identify, and treat possible complications commonly present in the treatment of Hansen's disease. Methodology: The study was carried out with the follow-up of patients seen at the reference service, through the application of questionnaires in periodic appointments, since adherence to treatment, reduction of adverse events and control of communicants are of short importance for epidemiological control. Results:The main symptoms of Hansen's disease patients were numbness and leprosy nodosum erythema. Most used the multibacillary scheme and thalidomide as treatment. The reported involvement of patients was at a moderate level. Patients had other comorbidities such as hypertension, arthrosis and diabetes. The clinical assistance was reported as positive by most interviewees. Conclusion: The outcome of the study shows that patient's compliance is crucial for the success of treatment and the clinical pharmacist's accompaniment is a positive pillar, contributing to the prevention of complications and community awareness.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Pharmacy Service, Hospital , Thalidomide , Drug Therapy , Leprosy , Osteoarthritis , Diabetes Mellitus , Hypertension
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL