Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 31
Filter
1.
Rev. bras. ginecol. obstet ; 43(12): 985-987, Dec. 2021. graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1357091

ABSTRACT

Abstract Conjoined twins (CTs) are a rare complication from monochorionic and monoamniotic twin pregnancies. We describe the use of 3D technologies, including 3D virtual and 3D physical models on prenatal evaluation of one parapagus CT. A 16-year-old G1P0 woman was referred for fetal magnetic resonance imaging (MRI) anatomical evaluation of a CT at 28 weeks of gestation. 3D images of the fetal surface were generated by the software during the examination for spatial comprehension of the relationship between the fetal parts. The pair of CTs died at the 32nd week of gestation, a few hours after cesarean section. 3D technologies are an important tool for parental counseling and preparation of the multidisciplinary care team for delivery and neonatal assistance and possible surgical planning for postnatal separation in CTs cases.


Resumo Gêmeos unidos (GUs) são uma complicação rara de gestações gemelares monocoriônicas e monoamnióticas. Descrevemos o uso de tecnologias 3D, incluindo modelos 3D virtuais e físicos, na avaliação pré-natal de GU parapagus. Mulher de 16 anos, G1P0, foi encaminhada para avaliação anatômica por ressonância magnética (RM) fetal de GU com 28 semanas de gestação. Imagens 3D da superfície fetal foram geradas pelo software durante o exame para compreensão espacial da relação entre as partes fetais. O par de GUs morreu na 32ª semana de gestação, poucas horas após a cesariana. As tecnologias 3D são uma importante ferramenta de aconselhamento dos pais e de preparação da equipe multiprofissional para o parto e a assistência neonatal, além de possível planejamento cirúrgico para separação pós-natal em casos de GUs.


Subject(s)
Humans , Female , Pregnancy , Adolescent , Adult , Twins, Conjoined , Prenatal Diagnosis , Cesarean Section , Ultrasonography, Prenatal , Pregnancy, Twin
2.
Rev. enferm. UERJ ; 28: e51659, jan.-dez. 2020.
Article in English, Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1146246

ABSTRACT

Objetivo: identificar a prevalência de resiliência em idosos comunitários e sua relação com o apoio social e a satisfação com a vida. Método: estudo transversal, realizado com 159 idosos. Os dados foram obtidos por meio das escalas de Resiliência, Apoio Social e Satisfação com a vida. Resultados: apresentaram baixa resiliência os idosos do sexo feminino, com idade mais avançada, que não sabem ler e escrever, solteiros, residem sozinho, não trabalham, recebem até um salário mínimo, estão insatisfeitos com a vida e apresentam alto apoio social. Os idosos insatisfeitos têm 4,72 vezes mais probabilidade de apresentar baixo nível de resiliência. Foram encontradas correlações positivas entre a resiliência e o apoio social (p=0,022) e entre satisfação com a vida e a resiliência (p=0,000). Conclusão: a resiliência esteve relacionada com o apoio social e satisfação com a vida.


Objective: to identify the prevalence of resilience in older community members, and its relationship with social support and life satisfaction. Method: in this cross-sectional study of 159 older adults, data were obtained using Resilience, Social Support and Life Satisfaction scales. Results: low resilience was found in older adults who were female, older, single, lived alone, could not read and write, did not work, received up to 1 minimum wage, were dissatisfied with life, and had strong social support. Resilience was 4.72 times more likely to be low in dissatisfied older adults. Positive correlations were found between resilience and social support (p = 0.022), and between life satisfaction and resilience (p = 0.000). Conclusion: resilience was related to social support and life satisfaction.


Objetivo: identificar la prevalencia de la resiliencia en los miembros mayores de la comunidad y su relación con el apoyo social y la satisfacción con la vida. Método: en este estudio transversal de 159 adultos mayores, los datos se obtuvieron mediante escalas de Resiliencia, Apoyo Social y Satisfacción con la Vida. Resultados: se encontró baja resiliencia en adultos mayores que eran mujeres, mayores, solteros, vivían solos, no sabían leer ni escribir, no trabajaban, recibían hasta 1 salario mínimo, estaban insatisfechos con la vida y tenían un fuerte apoyo social. La resiliencia tenía 4,72 veces más probabilidades de ser baja en los adultos mayores insatisfechos. Se encontraron correlaciones positivas entre resiliencia y apoyo social (p = 0.022), y entre satisfacción con la vida y resiliencia (p = 0.000). Conclusión: la resiliencia se relacionó con el apoyo social y la satisfacción con la vida.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Middle Aged , Aged , Aged, 80 and over , Personal Satisfaction , Social Support , Health of the Elderly , Resilience, Psychological , Quality of Life , Socioeconomic Factors , Brazil , Aging , Adaptation, Psychological , Cross-Sectional Studies , Surveys and Questionnaires , Age and Sex Distribution
3.
Dental press j. orthod. (Impr.) ; 24(3): 79-87, May-June 2019. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1011977

ABSTRACT

ABSTRACT Objective: The objective of the present study was to conduct a randomized clinical trial comparing the effects of rapid maxillary expansion (RME) and slow maxillary expansion (SME). Maxillary permanent first molar root length and tooth movement through the alveolus were studied using cone-beam computed tomography (CBCT). Methods: Subjects with maxillary transverse deficiencies between 7 and 10 years of age were included. Using Haas-type expanders, children were randomly assigned to two groups: RME (19 subjects, mean age of 8.60 years) and SME (13 subjects, mean age of 8.70 years). Results: Buccal cortical, buccal bone thicknesses and dentoalveolar width decreased in both groups. In the RME group the greatest decrease was related to distal bone thickness (1.26 mm), followed by mesial bone thickness (1.09 mm), alveolar width (0.57 mm), and the buccal cortical (0.19 mm). In the SME group the mesial bone thickness decreased the most (0.87 mm) and the buccal cortical decreased the least (0.22 mm). The lingual bone thickness increased in the RME and SME groups (0.56 mm and 0.42 mm, respectively). The mesial root significantly increased in the RME group (0.52 mm) and in the SME group (0.40 mm), possibly due to incomplete root apex formation at T1 (prior to installation of expanders). Conclusions: Maxillary expansion (RME and SME) does not interrupt root formation neither shows first molar apical root resorption in juvenile patients. Although slightly larger in the RME group than SME group, both activation protocols showed similar buccal bone thickness and lingual bone thickness changes, without significant difference; and RME presented similar buccal cortical bone changes to SME.


RESUMO Objetivo: o objetivo do presente trabalho foi realizar um estudo clínico randomizado comparando os efeitos da expansão rápida da maxila (ERM) e da expansão lenta da maxila (ELM). O comprimento radicular do primeiro molar superior permanente e o deslocamento dentro do alvéolo foram estudados por meio de imagens de tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC). Métodos: pacientes com deficiência maxilar transversal e faixa etária entre 7 e 10 anos foram incluídos no estudo. As crianças foram distribuídas em dois grupos: ERM (19 indivíduos com idade média de 8,60 anos) e ELM (13 indivíduos com idade média de 8,70 anos). Em ambos os grupos foi utilizado o aparelho expansor tipo Haas. Resultados: a cortical vestibular, a espessura do osso vestibular e a largura dentoalveolar sofreram redução nos dois grupos. No grupo ERM, a maior redução foi relacionada com a espessura do osso distal (1,26 mm), seguida pela espessura do osso mesial (1,09 mm), largura alveolar (0,57 mm) e, finalmente, pela cortical vestibular (0,19 mm). Já no grupo ELM, a espessura do osso mesial apresentou maiores valores de redução (0,87 mm), enquanto a cortical vestibular teve a menor redução (0,22 mm). A espessura do osso lingual aumentou nos dois grupos, sendo 0,56 mm no grupo ERM e 0,42 mm no grupo ELM. A raiz mesial aumentou significativamente nos grupos ERM (0,52 mm) e ELM (0,40 mm) - possivelmente, em função da rizogênese incompleta ainda em T1 (antes da instalação do aparelho). Conclusões: a expansão maxilar (ERM e ELM) não interrompe a formação ou leva à reabsorção radicular nos primeiros molares permanentes de pacientes jovens. Embora discretamente maiores no grupo ERM, as modificações na espessura do osso vestibular e lingual demonstradas pelos protocolos de ativação não apresentam diferenças significativas. O grupo ERM apresentou alterações semelhantes ao grupo ELM, em relação à cortical óssea vestibular.


Subject(s)
Humans , Child , Adolescent , Tooth , Palatal Expansion Technique , Dental Arch , Cone-Beam Computed Tomography , Maxilla , Molar
4.
Enferm. foco (Brasília) ; 10(6): 16-20, 2019. tab
Article in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1097779

ABSTRACT

Objetivo: analisar a percepção dos profissionais de enfermagem acerca do papel do seu conselho de classe como órgão fiscalizador do exercício profissional. Método: pesquisa exploratória, descritiva, com abordagem quantitativa, desenvolvida em um hospital universitário, da rede privada de saúde, na cidade de João Pessoa, Paraíba. A coleta de dados foi realizada com todos os profissionais de enfermagem que exercem suas atividades laborativas no hospital, perfazendo uma amostra de 15 entrevistados. Resultados: distribuídos em duas variáveis denominadas "papel do conselho de classe" e "responsabilidades e deveres para com a profissão", onde 73% dos profissionais reconhecem o conselho como órgão fiscalizador. Conclusão: constata-se que os profissionais de enfermagem reconhecem o verdadeiro papel do seu conselho fiscalizador, porém ainda atribuem, por vezes, as funções que deveriam ser exercidas pelos sindicatos da categoria ao COREN. (AU)


Objective: to analyze the perception of nursing professionals about the role of their class council as a monitoring body for professional practice. Method: exploratory, descriptive study, with quantitative approach, developed in a university hospital, private health network, in the city of João Pessoa, Paraíba, Brasil. The sample consisted of 15 nursing professionals. Results: distributed in two variables called "the role of the class council" and "responsibilities and duties to the profession", where 73% of professionals recognize the council as a supervisory body. Conclusion: it can be seen that nursing professionals recognize the true role of their supervisory board, but sometimes they also assign the functions that should be performed by unions of the category to Nursing Regional Council. (AU)


Objetivo: analizar la percepción de los profesionales de enfermería acerca del papel de su consejo de clase como órgano fiscalizador del ejercicio profesional. Método: investigación exploratoria, descriptiva, con abordaje cuantitativo, desarrollada en un hospital universitario, de la red privada de salud, en la ciudad de João Pessoa, Paraíba. La muestra fue compuesta por 15 profesionales de enfermería. Resultados: distribuidos en dos variables denominadas "papel del consejo de clase" y "responsabilidades y deberes para la profesión", donde el 73% de los profesionales reconocen el consejo como órgano fiscalizador. conclusión: se constata que los profesionales de enfermería reconocen el verdadero papel de su consejo fiscalizador, pero todavía atribuyen a veces las funciones que deberían ser ejercidas por los sindicatos de la categoría al Consejo Regional de Enfermería. (AU)


Subject(s)
Ethics, Professional , Nursing , Counseling , Nurse Practitioners
5.
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1102345

ABSTRACT

O aumento da expectativa de vida e do percentual da população idosa têm sido relacionados à redução da qualidade de vida e do convívio social devido às transformações biopsicossociais inerentes ao processo de envelhecimento. Este estudo teve por objetivo verificar as evidências científicas sobre a relação entre a solidão e os sintomas depressivos nos idosos. Trata-se de uma revisão integrativa realizada nas bases de dados: SCOPUS, PubMed, Medline, Web of Science, CINAHL e PyscINFO, com a utilização dos descritores indexados no Mesh Terms e DeCS "aged", "loneliness", "depression". Utilizou-se a estratégia PICOS para elaboração do título e pergunta norteadora e as diretrizes metodológicas de acordo com PRISMA para escrever o relatório desta revisão. Foram resgatados 827 artigos dos quais 23 artigos foram selecionados, sendo 16 provenientes das bases de dados e sete provenientes de busca reversa. A solidão e depressão têm algumas características em comum, que ao desenvolver uma dessas condições, a outra é estimulada nos idosos. Desta forma, a solidão é um grande fator de risco de desenvolvimento da depressão, assim como a depressão é um fator agravante da solidão em idosos.AU


The increase in life expectancy and the percentage increase in the older population are related to the reduction in quality of life and social life due to the biopsychosocial changes inherent to the aging process. The present study aimed to verify scientific evidence on the relationship between loneliness and depressive symptoms among older adults. An integrative review was carried out using the following databases: SCOPUS, PubMed, Medline, Web of Science, CINAHL and PyscINFO, applying the descriptors indexed in the Mesh Terms and DeCS "aged", "loneliness", "depression". The PICOS strategy was used to prepare the title and guiding question and the PRISMA methodological guidelines were used to write the report of this review. A total of 827 articles were identified, of which 23 were selected, 16 from the database and seven through a reverse search. Loneliness and depression have some characteristics in common, so that when one of these conditions develops in older adults, another is stimulated. Thus, loneliness is a major risk factor for the development of depression, just as depression is an aggravating factor for loneliness in older adults.AU


Subject(s)
Humans , Male , Female , Aged , Aging , Health of the Elderly , Depression , Loneliness
6.
Dental press j. orthod. (Impr.) ; 22(2): 61-68, Mar.-Apr. 2017. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-840221

ABSTRACT

ABSTRACT OBJECTIVE: The aim of this randomized clinical trial was to evaluate the dental, dentoalveolar, and skeletal changes occurring right after the rapid maxillary expansion (RME) and slow maxillary expansion (SME) treatment using Haas-type expander. METHODS: All subjects performed cone-beam computed tomography (CBCT) before installation of expanders (T1) and right after screw stabilization (T2). Patients who did not follow the research parameters were excluded. The final sample resulted in 21 patients in RME group (mean age of 8.43 years) and 16 patients in SME group (mean age of 8.70 years). Based on the skewness and kurtosis statistics, the variables were judged to be normally distributed and paired t-test and student t-test were performed at significance level of 5%. RESULTS: Intermolar angle changed significantly due to treatment and RME showed greater buccal tipping than SME. RME showed significant changes in other four measurements due to treatment: maxilla moved forward and mandible showed backward rotation and, at transversal level both skeletal and dentoalveolar showed significant changes due to maxillary expansion. SME showed significant dentoalveolar changes due to maxillary expansion. CONCLUSIONS: Only intermolar angle showed significant difference between the two modalities of maxillary expansion with greater buccal tipping for RME. Also, RME produced skeletal maxillary expansion and SME did not. Both maxillary expansion modalities were efficient to promote transversal gain at dentoalveolar level. Sagittal and vertical measurements did not show differences between groups, but RME promoted a forward movement of the maxilla and backward rotation of the mandible.


RESUMO OBJETIVO: o objetivo do presente ensaio clínico randomizado foi avaliar as transformações dentárias, dentoalveolares e ósseas que ocorrem imediatamente após o tratamento com expansão rápida da maxila (ERM) e lenta (ELM) usando expansores do tipo Haas. MÉTODOS: todos os indivíduos foram submetidos a tomografias computadorizadas de feixe cônico (TCFC) antes da colocação dos expansores (T1) e imediatamente após a estabilização do parafuso (T2). Os pacientes que não seguiram os parâmetros da pesquisa foram excluídos. A amostra final constou de 21 pacientes no grupo ERM (idade média de 8,43 anos) e 16 no grupo ELM (idade média de 8,7 anos). Com base em estatística de assimetria e curtose, as variáveis foram consideradas de distribuição normal, e os testes t pareado e t de Student foram realizados, com nível de significância de 5%. RESULTADOS: o ângulo intermolares mudou significativamente devido ao tratamento, e o grupo ERM apresentou maior inclinação vestibular do que o grupo ELM. O grupo ERM mostrou alterações significativas em outras quatro medidas devido ao tratamento: a maxila apresentou deslocamento anterior e a mandíbula, rotação posterior; no nível transversal, houve tanto alterações ósseas quanto dentoalveolares significativas, devido à expansão maxilar. O grupo ELM apresentou alterações significativas devido à expansão maxilar. CONCLUSÕES: apenas o ângulo intermolares apresentou diferença significativa entre as duas modalidades de expansão maxilar, com maior inclinação vestibular no grupo ERM. A ERM resultou, também, em expansão maxilar óssea, ao contrário da ELM. As duas modalidades de expansão maxilar promoveram, de forma eficiente, um ganho transversal em nível dentoalveolar. As medidas sagitais e verticais não apresentaram diferenças entre os grupos, mas a ERM promoveu o deslocamento anterior da maxila e a rotação posterior da mandíbula.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Child , Palatal Expansion Technique/instrumentation , Cone-Beam Computed Tomography/methods , Maxilla/diagnostic imaging , Time Factors , Treatment Outcome , Orthodontic Brackets , Orthodontic Appliance Design , Imaging, Three-Dimensional/methods , Anatomic Landmarks/anatomy & histology , Anatomic Landmarks/diagnostic imaging , Mandible/anatomy & histology , Mandible/diagnostic imaging , Maxilla/anatomy & histology
7.
Radiol. bras ; 49(5): 281-287, Sept.-Oct. 2016. tab, graf
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-829407

ABSTRACT

Abstract Objective: To generate physical models of fetuses from images obtained with three-dimensional ultrasound (3D-US), magnetic resonance imaging (MRI), and, occasionally, computed tomography (CT), in order to guide additive manufacturing technology. Materials and Methods: We used 3D-US images of 31 pregnant women, including 5 who were carrying twins. If abnormalities were detected by 3D-US, both MRI and in some cases CT scans were then immediately performed. The images were then exported to a workstation in DICOM format. A single observer performed slice-by-slice manual segmentation using a digital high resolution screen. Virtual 3D models were obtained from software that converts medical images into numerical models. Those models were then generated in physical form through the use of additive manufacturing techniques. Results: Physical models based upon 3D-US, MRI, and CT images were successfully generated. The postnatal appearance of either the aborted fetus or the neonate closely resembled the physical models, particularly in cases of malformations. Conclusion: The combined use of 3D-US, MRI, and CT could help improve our understanding of fetal anatomy. These three screening modalities can be used for educational purposes and as tools to enable parents to visualize their unborn baby. The images can be segmented and then applied, separately or jointly, in order to construct virtual and physical 3D models.


Resumo Objetivo: Gerar modelos físicos de fetos utilizando imagens obtidas por ultrassonografia tridimensional (US3D), ressonância magnética (RM) e, em alguns casos, tomografia computadorizada (TC), para orientar a técnica de adição de camadas. Materiais e Métodos: Foram usadas imagens obtidas de 31 gestantes, incluindo 5 casos de gestação gemelar. Os exames foram realizados usando US3D, RM e em alguns casos TC, e os arquivos foram exportados para uma estação de trabalho em formato DICOM. Um único observador realizou o processo de segmentação manual usando tela de alta resolução. Um software que converte imagens médicas em modelos numéricos foi utilizado para construir modelos virtuais 3D, que foram fisicamente materializados. Resultados: Os modelos virtuais e físicos baseados na US3D, RM e TC realizados separadamente ou em conjunto foram concluídos com sucesso. A aparência pós-natal do feto abortado ou do recém-nascido se assemelhou muito com os modelos físicos, particularmente nos casos de malformações. Conclusão: O uso da US3D, RM e TC pode ajudar para melhor compreensão das características físicas do feto. Essas técnicas podem ser usadas com fins didáticos para auxiliar na abordagem multidisciplinar e na melhor compreensão dos pais. As imagens podem ser segmentadas e aplicadas separadamente ou combinadas para construir modelos virtuais 3D e físicos.

8.
Dental press j. orthod. (Impr.) ; 21(2): 115-125, Mar.-Apr. 2016. graf
Article in English | LILACS | ID: lil-782949

ABSTRACT

ABSTRACT Introduction: Space closure is one of the most challenging processes in Orthodontics and requires a solid comprehension of biomechanics in order to avoid undesirable side effects. Understanding the biomechanical basis of space closure better enables clinicians to determine anchorage and treatment options. In spite of the variety of appliance designs, space closure can be performed by means of friction or frictionless mechanics, and each technique has its advantages and disadvantages. Friction mechanics or sliding mechanics is attractive because of its simplicity; the space site is closed by means of elastics or coil springs to provide force, and the brackets slide on the orthodontic archwire. On the other hand, frictionless mechanics uses loop bends to generate force to close the space site, allowing differential moments in the active and reactive units, leading to a less or more anchorage control, depending on the situation. Objective: This article will discuss various theoretical aspects and methods of space closure based on biomechanical concepts.


RESUMO Introdução: O fechamento de espaços é um dos processos mais desafiadores na Ortodontia e requer uma compreensão sólida de conceitos biomecânicos, a fim de se evitar efeitos colaterais indesejáveis. Compreender o fundamento biomecânico do fechamento de espaços possibilita uma melhor definição das opções de ancoragem e tratamento, por parte dos clínicos. Apesar de haver uma variedade de desenhos de aparelhos ortodônticos, o fechamento de espaços pode ser realizado por meio da mecânica com atrito ou sem atrito, e cada técnica apresenta vantagens e desvantagens. A mecânica com atrito, ou mecânica de deslizamento, é atraente em virtude de sua facilidade, o espaço é fechado por meio do uso de elásticos ou molas helicoidais, que produzem força, fazendo com que os braquetes deslizem no arco ortodôntico. Por outro lado, a mecânica sem atrito se utiliza de dobras em alças para gerar força para fechar o espaço, possibilitando momentos diferenciais nas unidades ativa e reativa, induzindo a uma ancoragem mais ou menos controlada, dependendo da situação. Objetivo: o presente artigo discutirá vários aspectos teóricos e métodos de fechamento de espaços, baseando-se em conceitos biomecânicos.


Subject(s)
Humans , Orthodontic Space Closure/methods , Biomechanical Phenomena/physiology , Treatment Outcome , Orthodontic Appliance Design , Orthodontic Space Closure/instrumentation , Orthodontic Anchorage Procedures/methods , Orthodontic Friction
9.
Ortho Sci., Orthod. sci. pract ; 8(32): 526-540, 2015. ilus, tab
Article in Portuguese | LILACS, BBO | ID: biblio-852870

ABSTRACT

As deformidades dentofaciais acentuadas, entre as quais estão as fissuras labiopalatais, são as que mais dificuldade impõem ao cirurgião dentista no seu reconhecimento, diagnóstico e planejamento do tratamento. Este artigo objetiva reunir informações atuais sobre as fissuras labiopalatais, servindo como fonte para pesquisa, auxiliando no diagnóstico e propiciando noções básicas sobre o plano de tratamento


Severe dentofacial deformities, among which are the Cleft Lip and Palate are the most demanding to the dentist in recognition, diagnosis and treatment planning. This article aims to gather current information about the Cleft Lip and Palate, serving as a source for research, aiding in the diagnosis and providing basics of the treatment plan.


Subject(s)
Humans , Cleft Lip , Dentofacial Deformities
10.
Ortho Sci., Orthod. sci. pract ; 8(31): 268-274, 2015.
Article in Portuguese | LILACS, BBO | ID: lil-772251

ABSTRACT

O objetivo deste estudo longitudinal foi avaliar as alterações dentárias pós-tratamento e em longo prazo em pacientes Classe II Divisão 1 de Angle tratados com aparelho extrabucal cervical e aparelho ortodôntico fixo sem extrações dentárias. Os modelos dentários de 33 pacientes foram avaliados no pré-tratamento (T1), pós-tratamento (T2) e pós-contenção (T3). Os pacientes apresentavam em média 10,7 anos em T1, 15,1 anos em T2, e 26,2 anos no T3. As larguras intermolares e intercaninos, comprimento do arco, perímetro do arco, overjet, overbite e irregularidade dos incisivos inferiores foram avaliados nos modelos do arco maxilar e mandibular. Para identificar mudanças estatisticamente significativas em curto prazo (T1-T2) e longo prazo (T2-T3) foi utilizado o teste t de Student. Os resultados mostraram que, durante o tratamento, as larguras do arco maxilar e mandibular foram significativamente aumentadas, tanto nas regiões de molares quanto de caninos, e reduzidas no período pós-contenção. Durante o tratamento apenas o comprimento do arco mandibular reduziu, no entanto, em T3, o perímetro e o comprimento diminuíram em ambos os arcos. Overjet e overbite diminuíram em média 5,5 mm e 2,1 mm, respectivamente, no pós-tratamento e ambos aumentaram (média de 0,5 mm e 0,4 mm) na avaliação pós-contenção. A irregularidade dos incisivos inferiores diminuiu em média de 1,9 mm durante o tratamento e aumentou em média 1,1 mm depois do tratamento. Concluiu-se que a terapia utilizada foi eficaz para a correção da má oclusão de Classe II Divisão 1. Após o período de contenção, mínimas alterações dentárias podem ser esperadas na largura intercanino e intermolar, perímetro e comprimento dos arcos, irregularidade dos incisivos e overjet.


The aim of this longitudinal study was to evaluate the post-treatment and long-term dental changes in Class II Division 1 malocclusion patients treated with cervical headgear in conjunction with full-fixed appliance in nonextraction therapy. Dental casts of 33 patients were evaluated at: pretreatment (T1), post-treatment (T2), and postretention (T3). The mean ages were 10.7 years at T1, 15.1 years at T2, and 26.2 years at T3. Molars and canines transversal widths, arch length, arch perimeter, overjet, overbite and lower incisor irregularity were assessed on maxillary and mandibular dental casts. To identify statistically significant changes in short term (T1-T2) and long-term (T2-T3) was used the Student paired t test. The results showed that, during treatment, maxillary and mandibular widths have increased significantly, at both, molar and canine regions and reduced in postretention period. During treatment only mandibular arch length showed reduction, however at T3 perimeter and length, decreased for maxillary and mandibular arches. Overjet and overbite had a mean decreased, during treatment of 5.5 mm and 2.1 mm, respectively, and both increased (mean of 0.5 mm and 0.4mm) in postretention evaluation. Lower incisor irregularity decreased mean was 1.9 mm during treatment and increased mean of 1.1 mm after. The therapy used was effective for Class II Division 1 malocclusion correction. After the retention period small dental changes can be expected in intercanine and intermolar width, arch perimeter and length, incisor irregularity and overjet.


Subject(s)
Adolescent , Extraoral Traction Appliances , Malocclusion, Angle Class I , Incisor , Longitudinal Studies
11.
Ortho Sci., Orthod. sci. pract ; 8(31): 415-421, 2015.
Article in Portuguese | LILACS, BBO | ID: lil-772253

ABSTRACT

A recessão gengival pode ser definida como a perda de inserção do periodonto de proteção, com consequente aumento de coroa clínica e exposição radicular. Na grande maioria dos casos, fatores como acúmulo de placa bacteriana, seguido de inflamação gengival, trauma, deficiência de espessura de gengiva queratinizada e o tipo de mecânica ortodôntica empregada podem, de maneira isolada ou conjuntamente, causar ou agravar o problema. Uma vez estabelecido este quadro, resta ao ortodontista recorrer ao auxílio da terapia periodontal. Contudo, alguns detalhes, como o momento oportuno para a interação entre as terapias ortodôntica e periodontal, ainda geram dúvidas ao clínico. Desta forma, o presente artigo tem por objetivo promover a discussão sobre os fatores etiológicos da recessão gengival, bem como a validade científica, viabilidade, necessidade e o momento oportuno para emprego da terapia periodontal cirúrgica em pacientes submetidos ao tratamento ortodôntico.


Loss of insertion of periodontium followed by increased display of clinical crown and exposition of the root defines gingival recession. Factors as gingivitis, trauma, thin keratinized gingiva and the type of orthodontic mechanics, aisolated or combined may cause or increase gingival recession. Once established, the problem demands attention of orthodontists and probably requires assistance of periodontal surgical therapy. However, some details such as the timing for interaction between orthodontic and periodontal therapies still raise questions to the clinician. Thus, the purpose of this study is to discuss the etiological factors of gingival recession and the scientific value, feasibility, necessity and the convenient time for periodontal surgical therapy in orthodontic patients.


Subject(s)
Humans , Extraoral Traction Appliances , Gingival Recession , Periodontics
12.
Acta méd. (Porto Alegre) ; 34: [6], 20130.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-880204

ABSTRACT

O presente artigo tem como objetivo fazer uma breve revisão sobre as micoses superficiais causadas por dermatófitos (dermatofitoses). Apresentando a clínica, o diagnóstico e o tratamento destas lesões em pele, unhas e couro cabeludo.


This article aims to give a brief review of the superficial mycoses caused by dermatophytes (dermatophytosis). Introducing the clinical diagnosis and treatment of these lesions in skin, nails and scalp.


Subject(s)
Tinea/diagnosis , Therapeutics , Tinea
13.
Dental press j. orthod. (Impr.) ; 17(3): 51-57, May-June 2012. ilus, tab
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-646349

ABSTRACT

OBJECTIVE: The aim of this laboratory study is to evaluate the influence of the shape and the length limitation of superelastic nickel-titanium (NiTi) archwires on lower incisors inclination during alignment and leveling. METHODS: Metal teeth mounted on a typodont articulator device were used to simulate a malocclusion of the mandibular arch (-3.5 mm model discrepancy). Three different shapes (Standard, Accuform and Ideal) of superelastic NiTi archwires (Sentalloy, GAC, USA) were tested. Specimens were divided in two groups: Group I, with no limitation of the archwire length; and Group II, with distal limitation. Each group had thirty specimens divided into three subgroups differentiated by the archwire shape. All groups used round wires with diameters of 0.014-in, 0.016-in, 0.018-in and 0.020-in. The recording of all intervals was accomplished using standardized digital photographs with orthogonal norm in relation to median sagittal plane. The buccolingual inclination of the incisor was registered using photographs and software CorelDraw. RESULTS: The results were obtained using ANOVA and Tukey's test at a significant level of 5%. The inclination of the lower incisor increased in both groups and subgroups. The shape of the archwire had statistically significant influence only in Group I - Standard (11.76º), Ideal (5.88º) and Accuform (1.93º). Analyzing the influence of the length limitation, despite the mean incisor tipping in Group II (3.91º) had been smaller than Group I (6.52º), no statistically significant difference was found, except for Standard, 3.89º with limitation and 11.76º without limitation. The greatest incisor tipping occurred with the 0.014-in archwires.

14.
Dental press j. orthod. (Impr.) ; 16(5): 146-154, set.-out. 2011. ilus, graf
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-610772

ABSTRACT

INTRODUÇÃO: é fundamental, para alcançar a correta técnica de descolagem, a seleção adequada do instrumental para remover o braquete e a resina remanescente. OBJETIVO: avaliar a superfície do esmalte com Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV) após a utilização de três métodos de remoção da resina remanescente da descolagem do braquete. MÉTODOS: foram selecionados 18 incisivos bovinos, divididos em três grupos (A, B e C), contendo 6 dentes cada. Previamente à colagem do braquete, os dentes foram moldados com silicone de adição e preenchidos com resina epóxi, para o registro das características do esmalte, assim formando o Grupo Controle. Os métodos de remoção da resina remanescente utilizados foram: Grupo A - Soflex granulações grossa e média; Grupo B - broca Carbide em baixa rotação; Grupo C - broca Carbide em alta rotação. Polimento com Soflex granulações fina e ultrafina no Grupo A, pontas de borracha nos grupos B e C, e pasta de polimento para esmalte nos três grupos. Após cada etapa de remoção da resina remanescente e polimento, os dentes foram novamente moldados, duplicados e as réplicas analisadas em MEV. Foram, então, comparadas as características do esmalte inicial (Grupo Controle) com o aspecto do esmalte após as etapas de remoção de resina, assim possibilitando avaliar o método que gerou menor abrasão ao esmalte. RESULTADOS E CONCLUSÃO: a remoção do remanescente adesivo com broca Carbide multilaminada em baixa rotação, polimento com pontas de borracha, e polimento final com pasta de polimento é o procedimento que ocasiona menor dano ao esmalte.


INTRODUCTION: An appropriate selection of instruments is essential to perform a correct debonding technique, by properly removing orthodontic brackets and the remaining resin.OBJECTIVE: The aim of this study was to evaluate three methods of remaining resin removal on enamel surface after bracket debonding, by means of Scanning Electron Microscopy (SEM).METHODS: Eighteen bovine incisors were selected and divided into three groups (A, B and C) of six teeth each. Before bracket bonding, epoxy resin casts were obtained by impression of the teeth with addition silicon, in order to register baseline enamel characteristics and representing the control group. The methods for remaining resin removal were: Group A - gross and medium granulation Soflex discs; Group B - carbide bur in low-speed; Group C - carbide bur in high-speed. Soflex polishing system fine and ultrafine granulation discs were used for Group A, rubber tips for Groups B and C, and polishing paste for all groups. After polishing, impression of teeth were taken and casts were analyzed by means of SEM. The baseline enamel characteristics (Control Group) were compared to the final aspect of enamel to determine the method that generated less enamel abrasion.RESULTS AND CONCLUSION: The remaining resin removal by carbide bur in low-rotation, and enamel polished with rubber tips followed by polishing paste produced the smaller damage to the enamel.


Subject(s)
Cattle , Braces , Dental Debonding/methods , Dental Enamel/chemistry , Composite Resins , Dental Bonding , Photomicrography , Incisor , Materials Testing , Microscopy, Electron, Scanning
15.
Rev. clín. ortodon. Dental Press ; 10(3): 76-80, jun.-jul. 2011. ilus
Article in Portuguese | LILACS, BBO | ID: lil-602601

ABSTRACT

A recuperação da discrepância transversal da maxila mostra-se indispensável para o tratamento adequado de diversos tipos de má oclusão. Diferentes aparelhos expansores têm sido descritos na literatura com a finalidade de expandir a maxila, sendo que esses podem resultar em expansão maxilar lenta (EML) ou rápida (EMR). O objetivo deste trabalho é discutir as considerações clínicas da EML e da EMR. Os dois pacientes avaliados utilizaram expansor fixo como preconizado por Haas, porém, foram submetidos a diferentes protocolos de ativação. Apesar das diferenças clínicas apresentadas, tanto a EMR quanto a EML mostraram-se eficientes na correção da mordida cruzada posterior na dentição mista.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Child , Dentition, Mixed , Malocclusion , Palatal Expansion Technique
16.
Dental press j. orthod. (Impr.) ; 15(6): 107-112, nov.-dez. 2010. ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-578688

ABSTRACT

Diante do diagnóstico de uma arcada maxilar esqueleticamente atrésica, o tratamento de escolha geralmente é a expansão ortopédica da maxila, envolvendo a separação da sutura palatina mediana. A avaliação dessa sutura era basicamente realizada por meio da radiografia oclusal superior, limitando sua análise em norma frontal. Da mesma forma, quantificar essa atresia radiograficamente nas telerradiografias cefalométricas sempre foi um obstáculo para o clínico, devido à grande sobreposição das estruturas faciais. O advento da tomografia computadorizada na Odontologia tem transformado a forma de diagnóstico devido à alta precisão na avaliação das dimensões das estruturas faciais, possibilitando quantificar de maneira fiel o comportamento das hemimaxilas, a inclinação dentária, a formação óssea na sutura nos três planos do espaço, assim como a reabsorção óssea alveolar e demais consequências da expansão palatina.


Whenever a maxillary arch is diagnosed as skeletally atresic the treatment of choice is usually maxillary orthopedic expansion, involving separation of the midpalatal suture. Basically, this suture used to be assessed with the aid of a maxillary occlusal radiograph, which limited its posteroanterior evaluation. Similarly, quantifying this atresia in cephalometric x-rays always posed an obstacle for clinicians owing to considerable superimposition of facial structures. With the advent of computed tomography, this technology has revolutionized diagnostic methods in dentistry because it provides high dimensional accuracy of the facial structures and a reliable method for quantifying the behavior of the maxillary halves, tooth inclination, bone formation at the suture in the three planes of space, as well as alveolar bone resorption and other consequences of palatal expansion.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Child , Cone-Beam Computed Tomography , Diagnosis , Palatal Expansion Technique , Radiography, Dental, Digital/methods , Orthodontics/trends
17.
Rev. clín. pesq. odontol. (Impr.) ; 5(1): 61-66, jan.-abr. 2009. ilus
Article in English | LILACS, BBO | ID: lil-617403

ABSTRACT

OBJECTIVE: To presente a case of correction of transverse maxillary deficiencies with posterior crossbite. METHOD: Opening of the midpalatal suture using a tooth-and-tissue-borne expander. RESULTS AND DISCUSSION: Rapid maxillary expansion (RME) is the preferred procedure in growing patients because it allows stability with respect to the amount of bone expansion and it avoids teeth expansion. In adults it is frequently associated with failure. However, in individuals past their growth spurt where the midpalatal suture and adjacent circumaxillary articulations have become more rigid, surgically assisted rapid maxillary expansion is recommended. The original Haas expander appliance consists of bands fitted to the first molars. Increased anchorage with bands on the second premolars enhances the orthodontic effect and can be used successfully in patients beyond their skeletal growth spurt. CONCLUSION: A non surgical alternative for treating transverse maxillary deficiency with skeletal crossbite in patients after their growth spurt, using a modified Haas palatal expander with six bands is presented.


OBJETIVO: Apresentar um caso de correção de deficiência transversa maxilar com cruzamento posterior. MÉTODO: Abertura da sutura mediana palatina utilizando-se expansores dento-muco suportados. RESULTADO E DISCUSSÃO: A expansão rápida da maxila é o procedimento nos pacientes em crescimento porque proporciona estabilidade com relação ao montante de expansão óssea, evitando expansão dentária. Em adultos, o procedimento é frequentemente falho. Entretanto, em indivíduos que já terminaram o crescimento, onde a sutura palatina mediana e as articulações adjacentes relacionadas com os maxilares tornaram-se mais rígidas, a expansão rápida assistida cirurgicamente está indicada. O expansor Haas original consiste de bandas adaptadas aos primeiros molares. CONCLUSÃO: O aumento da ancoragem com bandas nos segundos pré-molares proporciona o efeito ortodôntico e pode ser usado com sucesso em pacientes após o estirão de crescimento, com a utilização de um expansor palatino Haas com seis bandas.


Subject(s)
Humans , Male , Adolescent , Facial Asymmetry , Malocclusion/therapy , Palatal Expansion Technique
18.
Rev. dent. press ortodon. ortopedi. facial ; 13(2): 146-158, mar.-abr. 2008. ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-480113

ABSTRACT

O objetivo deste trabalho é apresentar uma nova classificação de mordida cruzada posterior, sendo esta mais didática e de fácil entendimento, diferindo das demais em sua nomenclatura, preservando, no entanto, os princípios fundamentais que regem a Ortodontia. Essa classificação torna o processo de diagnóstico da mordida cruzada posterior sistematizado, tornando-o mais preciso, auxiliando o clínico na elaboração de um plano de tratamento adequado e, como conseqüência, levando a um prognóstico mais favorável dessa má oclusão.


The aim of this work is to present a new posterior crossbite classification, being this more didactic and of easy understanding, differing from the others in your nomenclature, preserving, however, the basic principles that govern the Orthodontics. This new classification makes the posterior crossbite diagnosis process systematized and accurate, assisting the clinician in the elaboration of a suitable treatment plan and as consequence, leading to more favorable prognostic of this malocclusion.


Subject(s)
Humans , Malocclusion/classification , Malocclusion/diagnosis , Mandible/abnormalities
19.
Rev. clín. ortodon. Dental Press ; 5(4): 61-68, ago.-set. 2006. ilus
Article in Portuguese | LILACS, BBO | ID: lil-519763

ABSTRACT

A origem da agenesia dentária pode ocorrer por uma falha na proliferação e/ou diferenciação da lâmina dentária. A agenesia mais frequente é a dos terceiros molares, seguida dos segundos pré-molares e incisivos laterais superiores. A prevalência da agenesia de segundos pré-molares varia de 2 a 5% sendo mais comum a sua ocorrência na mandíbula. O diagnóstico em idade precoce permite ao profissional e aos pais considerarem maior número de possibilidades disponíveis para o tratamento da condição, inclusive a de não tratar. A opção em manter o espaço ocupado pelo segundo molar decíduo é indicada naqueles pacientes onde não há deficiência de espaço, casos em que o fechamento de espaço é desfavorável, como na presença de overbite exagerado, espaços generalizados entre os dentes ou quando o ângulo do plano mandibular está diminuindo. O objetivo deste trabalho foi relatar e discutir três casos clínicos com agenesia de segundos pré-molares inferiores e a manutenção do dente decíduo e o fechamento do espaço.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adolescent , Anodontia , Biomechanical Phenomena , Orthodontic Space Closure/methods , Bicuspid
20.
Rev. clín. ortodon. Dental Press ; 5(2): 70-77, abr.-maio 2006. ilus
Article in Portuguese | LILACS, BBO | ID: lil-436383

ABSTRACT

Este artigo teve como objetivo demonstrar a possibilidade de expansão maxilar rápida sem assistência cirúrgica em paciente adulto, relatando um caso clínico com mordida cruzada posterior unilateral esquelética tratada com disjuntor de Haas modificado


Subject(s)
Humans , Female , Adolescent , Malocclusion/therapy , Orthodontic Appliances , Palatal Expansion Technique
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL