Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 8 de 8
Filter
Add filters








Year range
1.
Neotrop. ichthyol ; 18(4): e200063, 2020. tab, graf
Article in English | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1143343

ABSTRACT

Among Neotropical freshwater ecoregions, the Mid-Northeastern Caatinga (MNCE) is a fish knowledge gap. Its temporary drainages are receptors of the São Francisco interbasin water transfer project (SFR-IWT) in the Brazilian semiarid. We provide a comprehensive baseline of fish richness of the five SFR-IWT basins. Species richness, shared, endemic, threatened and non-native species were obtained using sampling, ichthyologic collections, literature and online repositories (306 localities). In total 121, species were recorded, 111 of them native, and 16 (14.41%) listed for all basins. Higher richness of native species (78, 70.27%) was recorded in the São Francisco lower-middle stretch (SFRE), including 23 endemic, 61 (54.95%) in MNCE basins (13 endemic), and 28 (25.23%) shared between both ecoregions. In the MNCE, 50 species were recorded in Jaguaribe (JAG), 39 in Piranhas-Açu, 36 in Paraíba do Norte, and 32 in Apodi-Mossoró (APO). The number of species shared between the SFRE and each receptor basin varied from 24 (23.08%, JAG) to 20 (22.22%, APO). JAG contains 81.97% of the receptor basins' species. Its higher richness and endemism deserve special attention regarding the ongoing hydrological changes. This study will help detect possible modifications in the ichthyofauna of the main MNCE drainages.(AU)


Dentre as ecorregiões dulcícolas neotropicais, a Nordeste Médio-Oriental (MNCE) é uma lacuna de conhecimento sobre peixes. Suas drenagens temporárias são receptoras do projeto de transposição do São Francisco (SFR-IWT) no semiárido brasileiro. Fornecemos uma linha de base abrangente da riqueza de peixes das cinco bacias do SFR-IWT. Riqueza de espécies, espécies compartilhadas, endêmicas, ameaçadas e não-nativas foram obtidas através de amostragem, coleções ictiológicas, literatura e repositórios online (306 localidades). No total, foram registradas 121 espécies, 111 nativas e 16 (14,41%) listadas para todas as bacias. A maior riqueza de espécies nativas (78, 70,27%) foi registrada no trecho sub-médio do São Francisco (SFRE), incluindo 23 endêmicas e 61 (54,95%) nas bacias da MNCE (13 endêmicas), e 28 (25,23 %) compartilhadas entre ambas ecorregiões. Na MNCE, foram registradas 50 espécies na Jaguaribe (JAG), 39 na Piranhas-Açu, 36 na Paraíba do Norte e 32 na Apodi-Mossoró (APO). O número de espécies compartilhadas entre SFRE e cada bacia receptora variou de 24 (23,08%, JAG) a 20 (22,22%, APO). JAG contém 81,97% das espécies das bacias receptoras. Sua maior riqueza e endemismo merecem atenção especial em relação às mudanças hidrológicas em curso. Este estudo ajudará a detectar possíveis modificações na ictiofauna das principais drenagens da MNCE.(AU)


Subject(s)
Animals , Biodiversity , Characiformes , Fresh Water , Fishes
2.
Univ. sci ; 20(3): 313-320, Sept.-Dec. 2015. ilus
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-779709

ABSTRACT

The aim of this study is to report a scavenging event, involving the consumption of a nurse shark, Ginglymostoma cirratum, by tiger sharks, Galeocerdo cuvier, at Fernando de Noronha archipelago, Brazil. Recreational divers found and photographed a bitten nurse shark carcass, just after sighting two tiger sharks near of the site. We estimated the sharks total lengths and discussed aspects of this feeding interaction using of images of forensic analysis. A straight cut on the nurse shark caudal fin, whose total length was estimated as 200 cm, suggest that it was caught by illegal fishing. A skin peeling process on the nurse shark fins indicates that the tiger sharks consumed it after its death, in a scavenging event. This is the first published report of a scavenging event involving the consumption of an elasmobranch by tiger sharks, allowing a better comprehension of tiger sharks' alimentary biology.


El objetivo de este estudio es reportar un evento de necrofagia que involucra el consumo de un tiburón nodriza (Ginglymostoma cirratum) por tiburones tigre (Galeocerdo cuvier) en el archipiélago de Fernando de Noronha, Brazil. Buzos aficionados encontraron y fotografiaron los restos mordidos de un tiburón nodriza, justo después de ver a dos tiburones tigre cerca del lugar. Mediante el análisis forense de imágenes estimamos la longitud total de los tiburones, y discutimos aspectos de esta interacción alimenticia. Una cortada recta en la aleta caudal del tiburón nodriza, cuya longitud total se estimó en 200 cm, sugiere que fue objeto de pesca ilegal. El desprendimiento de la piel observado en las aletas del tiburón nodriza indica que los tiburones tigre lo consumieron después de su muerte, en un evento de necrofagia. Este es el primer reporte publicado de un evento de necrofagia que involucra el consumo de un elasmobranquio por tiburones tigre, lo cual permite una mejor comprensión de su biología alimentaria.


O objetivo deste estudo é relatar um evento de necrofagia, envolvendo o consumo de um tubarão lixa, Ginglymostoma cirratum, por tubarões tigres, Galeocerdo cuvier, no arquipélago de Fernando de Noronha, Brasil. Mergulhadores recreativos encontraram e fotografaram uma carcaca de tubarão lixa com marcas de mordida, logo após avistarem dois tubarões tigres no mesmo local. A análise forense das imagens permitiu estimar o comprimento total dos tubarões, bem como discutir aspectos desta interacão alimentar. Um corte reto na nadadeira caudal do tubarão lixa, cujo comprimento total foi estimado em 200 cm, sugere que ele foi vítima da pesca ilegal. A descamacão das nadadeiras indica que o tubarão lixa foi consumido pelos tubarões tigres depois de morto, em um evento de necrofagia. Este é o primeiro reporte publicado de necrofagia de um elasmobránquio por tubarões tigres, contribuindo para a compreensão de sua biologia alimentar.

3.
Neotrop. ichthyol ; 10(1): 109-122, 2012. ilus
Article in English | LILACS | ID: lil-624073

ABSTRACT

Reefs, mangroves and seagrass biotopes often occur in close association, forming a complex and highly productive ecosystem that provide significant ecologic and economic goods and services. Different anthropogenic disturbances are increasingly affecting these tropical coastal habitats leading to growing conservation concern. In this field-based study, we used a visual census technique (belt transects 50 m x 2 m) to investigate the interactions between fishes and microhabitats at the Mamanguape Mangrove-Reef system, NE Brazil. Overall, 144 belt transects were performed from October 2007 to September 2008 to assess the structure of the fish assemblage. Fish trophic groups and life stage (juveniles and adults) were recorded according to literature, the percent cover of the substrate was estimated using the point contact method. Our results revealed that fish composition gradually changed from the Estuarine to the Reef zone, and that fish assemblage was strongly related to the microhabitat availability, as suggested by the predominance of carnivores at the Estuarine zone and presence of herbivores at the Reef zone. Fish abundance and diversity were higher in the Reef zone and estuary margins, highlighting the importance of structural complexity. A pattern of nursery area utilization, with larger specimens at the Transition and Reef Zone and smaller individuals at the Estuarine zone, was recorded for Abudefduf saxatilis, Anisotremus surinamensis, Lutjanus alexandrei, and Lutjanus jocu. Our findings clearly suggests ecosystem connectivity between mangrove, seagrass and reef biotopes, and highlighted the importance of Mamanguape Mangrove-Reef System as a priority area for conservation and research, whose habitat mosaics should be further studied and protected.


Recifes, manguezais e bancos de fanerógamas marinhas são biótopos frequentemente associados, formando um ecossistema complexo e altamente produtivo que proporciona significativos bens e serviços ecológicos e econômicos. Diferentes impactos antrópicos estão crescentemente afetando esses habitats costeiros tropicais, trazendo preocupações acerca de sua conservação. Neste estudo de campo, utilizamos uma técnica de censo visual subaquático (transecções de 50 x 2 m) para investigar as interações entre os peixes e microhabitats no complexo estuarino-recifal de Mamanguape, no Nordeste do Brasil. Entre outubro de 2007 e setembro de 2008 foram realizadas 144 transecções para avaliar a estrutura da assembleia de peixes. Grupos tróficos e estágios de vida dos peixes (jovens e adultos) foram registrados segundo a literatura, enquanto a porcentagem de cobertura do substrato foi estimada através do método de pontos de contato. Nossos resultados mostraram que a composição da ictiofauna mudou gradualmente da Zona Estuarina para a Zona Recifal, e que a assembleia de peixes esteve fortemente relacionada com a disponibilidade de microhabitats - como sugerido pela predominância de carnívoros na zona estuarina e presença de herbívoros na zona recifal. A abundância e diversidade de peixes foram maiores na zona recifal e nas margens do estuário, destacando a importância da complexidade estrutural. O padrão de uso da área como berçário, com indivíduos maiores nas zonas de transição e recifal, e os menores na zona estuarina, foi registrado para Abudefduf saxatilis, Anisotremus surinamensis, Hippocampus reidi, Lutjanus alexandrei e Lutjanus jocu. Nossos resultados sugerem que há conectividade entre os biótopos de manguezal, bancos de fanerógamas e recifes, e destacam a importância do Sistema Manguezal-Recife de Mamanguape como uma área prioritária para conservação e pesquisa, cujos mosaicos de habitats devem ser ainda estudados e protegidos.


Subject(s)
Animals , Coral Reefs , Coasts/ethnology , Environment/analysis , Wetlands/ethnology , Fishes/growth & development , Biota , Ecosystem/analysis
4.
Neotrop. ichthyol ; 9(4): 869-879, 2011. ilus
Article in English | LILACS | ID: lil-611028

ABSTRACT

In recent years, many studies investigated how density-dependent factors, such as shortages in microhabitat and food availability influence the structure of reef fish assemblages. Most of what is currently known, however, comes from comparisons of isolated patch reefs and from correlations between fish abundance and one or few microhabitat variables. In addition, most studies were done in the Caribbean and Indo-Pacific regions, whereas the South Atlantic region has been, to date, understudied. The present study evaluated spatial and temporal variations in reef fish abundance and species richness in a continuous rocky reef and adjacent unconsolidated habitats in a Southwestern Atlantic reef, using underwater techniques to assess both fish numbers and microhabitat variables (depth, rugosity, number of crevices and percent cover of live benthic organisms, bare rock, sand, and limestone). Higher species richness was observed at consolidated substratum stations on both sampling periods (May and October), but fish abundance did not show a significant spatial variation. Topographical complexity and percent cover of algae (except coralline algae) were amongst the most important determinants of species richness, and correlations between fish size and refuge crevice size were observed. The non-random patterns of spatial variation in species richness, and to a lesser extent, fish abundance, were related to differences in substratum characteristics and the inherent characteristics of fishes (i.e. habitat preferences) and not to geographical barriers restraining fish movement. This study highlights the importance of concomitantly assessing several microhabitat variables to determine their relative influence in reef fish assemblages.


Em anos recentes, vários estudos investigaram como os fatores dependentes da densidade, por exemplo, a diminuição na disponibilidade de microhabitats e alimento, influenciam a estrutura das assembleias de peixes. A maior parte do que é atualmente conhecida, no entanto, é oriunda de comparações de recifes isolados e de correlações entre abundância de peixes e uma ou poucas variáveis relacionadas ao microhabitat. Ainda, a maior parte dos estudos foi realizada nas regiões do Caribe e do Indo-Pacífico, enquanto a região do Atlântico Sul tem sido, até o momento, subestimada. O presente estudo avaliou as variações espaciais e temporais da abundância de peixes recifais e da riqueza de espécies em um recife rochoso contínuo e em habitats não-consolidados adjacentes em um recife do Atlântico Sudoeste, utilizando técnicas subaquáticas para avaliar tanto os valores dos peixes como as variáveis do microhabitat (profundidade, rugosidade, número de fendas e porcentagem de cobertura de organismos bênticos vivos, rocha nua, areia e cascalho). Uma maior riqueza de espécies foi observada nos pontos de substrato consolidado em ambos os períodos de amostragem (maio e outubro), mas a abundância de peixes não mostrou uma variação espacial significativa. A complexidade topográfica e a porcentagem de cobertura de alga (exceto alga coralinácea) foram as determinantes da riqueza de espécies e correlações entre tamanho dos peixes e tamanho das fendas de refúgio mais importantes observadas. Os padrões não-randômicos de variação espacial na riqueza de espécies e, em menor grau, abundância de peixes, relacionaram-se com diferenças nas características do substrato e as características inerentes dos peixes (i.e. preferências de habitat) e não a barreiras geográficas restringindo o movimento dos peixes. Este estudo destaca a importância de avaliar concomitantemente diversas variáveis de microhabitat para determinar suas influências relativas sobre as assembleias de peixes.


Subject(s)
Animals , Eating , Fishes/growth & development , Biota/analysis , Biota/methods
5.
Neotrop. ichthyol ; 7(2): 205-212, Apr.-June 2009. mapas, tab
Article in English | LILACS | ID: lil-520416

ABSTRACT

Sharks face a number of obstacles for surviving their first several years of life and many species occupy nursery areas. Although estimates of survival, particularly for young age classes, are essential for assessing, monitoring and effectively managing animal populations, there have been relatively few calculations of survival within shark populations and even fewer estimates based on direct methods for sharks on their nursery grounds. We used tag-recapture methods to estimate the population size and survival of juvenile lemon sharks (Negaprion brevirostris) on their nursery grounds at Atol das Rocas, a marine protected area in Brazil. Sharks were sampled from 1999 to 2003. Population size estimates ranged from 12 to 100 juvenile sharks and survival estimates ranged between 24-54% with a mean of 44.6% over the most robust sampling periods. The population of juvenile lemon sharks declined over the course of our study, whereas survival rates may have increased over the same time period. Even a modest level of fishing and removal of mature females in adjacent areas may dramatically affect small populations of sharks within a small and isolated nursery such as Atol das Rocas. The lower survival rates and population size at Atol das Rocas could be the result of differences in physical characteristics of this nursery in comparison to others used by lemon sharks in the northwestern Atlantic. Such comparatively lower populational parameters suggest that the population of young lemon sharks is fragile at the Atol das Rocas nursery.


Os tubarões enfrentam muitos obstáculos para sobreviver nos primeiros anos de vida e muitas espécies ocupam áreas de berçário. Embora estimativas de sobrevivência, particularmente para jovens, sejam essenciais para acessar, monitorar e manejar efetivamente populações animais, existem poucos cálculos destas estimativas para populações de tubarões e poucas estimativas baseadas em métodos diretos para estes animais em suas áreas de berçário. Métodos de marcação e recaptura foram utilizadosno presente estudo para estimar o tamanho populacional e a sobrevivência de jovens tubarões-limão (Negaprion brevirostris) em uma área de berçário na Reserva Biológica do Atol das Rocas, Brasil. Os indivíduos foram amostrados entre 1999 e 2003 e as estimativas de tamanho populacional variaram entre 12 a 100 indivíduos jovens e a taxa de sobrevivência entre 24 e 54%, com média de 44,6% durante o período de amostragem mais robusto. A população destes tubarões jovens diminuiu ao longo de nosso estudo, ainda que as taxas de sobrevivência tenham aumentado durante o mesmo período. Mesmo um nível moderado de pesca e a remoção de fêmeas maduras em áreas adjacentes podem afetar dramaticamente pequenas populações de tubarões num berçário pequeno e isolado como o Atol das Rocas. As taxas de sobrevivência e tamanho populacional relativamente mais baixos em Rocas podem ser resultado das diferenças nas características físicas deste berçário, comparadas a outros utilizados pela espécie no Atlântico norte-ocidental. Tais parâmetros comparativamente mais baixos no Atol das Rocas sugerem a fragilidade da população jovem de tubarões-limão neste berçário.


Subject(s)
Animals , Survival Rate , Sharks/growth & development , Brazil , Population Density
6.
Neotrop. ichthyol ; 6(1): 1-8, Jan.-Mar. 2008. ilus, tab
Article in English | LILACS | ID: lil-480789

ABSTRACT

Potamotrygon boesemani, new species, is described from the Corantijn river drainage in Surinam. The species has a diagnostic dorsal color pattern formed by deep orange to red ocellated spots of irregular form, encircled by relatively broad black rings. Potamotrygon boesemani is distinguished from other ocellated congeners (P. motoro, P. henlei and P. leopoldi) by the more intensely colored ocelli, which are usually yellow in the latter species. From P. motoro it is also distinguished by the darker dorsal background coloration, by the broader black contour of the dorsal ocelli, and by the irregular form of the ocelli as compared to the more rounded shape in the latter species. From P. henlei and P. leopoldi, it is distinguished by the lack of ocelli on tail. From the tentatively identified specimen of P. ocellata, which also has dark orange ocelli, the irregular contour of the ocelli in the new species is also distinctive. The teeth are relatively smaller and in greater number than in P. motoro and P. ocellata, with up to 45 rows in the upper jaw.


Potamotrygon boesemani, espécie nova, é descrita da bacia do rio Corantijn, no Suriname. A espécie apresenta um padrão de coloração dorsal formado por ocelos com coloração alaranjada intensa a vermelha, de formato irregular, margeados por anéis pretos e relativamente grossos. Potamotrygon boesemani distingue-se de outras espécies congêneres oceladas (P. motoro, P. henlei e P. leopoldi) pela coloração mais intensa dos ocelos, que são normalmente amarelados nestas últimas espécies. De P. motoro, distingue-se também pela coloração de fundo mais escura no dorso, pelo contorno preto mais largo nos ocelos dorsais, e pela forma irregular dos ocelos comparada à forma arredondada em P. motoro. De P. henlei e P. leopoldi, distingue-se pela falta de ocelos na cauda. Da espécie tentativamente identificada como P. ocellata, que também possui ocelos laranja escuro, o contorno irregular dos ocelos também é distintivo. Os dentes são relativamente menores e em maior número que em P. motoro. e P. ocellata, com até 45 fileiras na mandíbula superior.


Subject(s)
Animals , Biodiversity , Species Specificity , Fishes/classification
7.
Cad. saúde pública ; 19(6): 1739-1749, nov.-dez. 2003. tab
Article in Portuguese | SES-SP, LILACS, SES-SP | ID: lil-361223

ABSTRACT

O trabalho teve o objetivo de identificar mudanças de conhecimentos e práticas de prevenção do dengue, e desenvolveu-se em duas áreas de Catanduva: Area de Estudo e Area Controle. Realizaram-se, entre 1999 e 2001, levantamentos quantitativo inicial e qualitativo; diagnóstico preliminar, apresentado à comunidade da Area de Estudo, desencadeando discussão para a definição e o direcionamento das ações; o desenvolvimento das ações na Area de Estudo, com a participação da comunidade; continuidade das atividades de rotina na Area Controle; e avaliação final. Na Area de Estudo, as ações realizadas foram: mudança do trabalho dos agentes de controle de vetores que passaram a demonstrar as medidas preventivas, sem a retirada de recipientes e sem utilização de larvicida; utilização de material educativo específico à realidade local; atividades relacionadas às prioridades dos moradores; atividades como música, teatro, gincanas e brincadeiras; demonstração do ciclo do vetor. Como resultado, houve a diminuição significante do número de recipientes por casa; o aumento significante da proporção de casas sem recipientes; e o aumento significante da proporção de pessoas que reconheceram as larvas do vetor na Area de Estudo em relação à de Controle.


Subject(s)
Vector Control , Dengue , Community Participation
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL