Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 3 de 3
Filter
Add filters








Year range
1.
Cad. saúde pública ; 21(4)jul.-ago. 2005.
Article in English | LILACS, SES-SP | ID: lil-404126

ABSTRACT

O registro de dois casos autóctones de febre amarela silvestre no Estado de São Paulo, Brasil, em 2000, desencadeou investigações entomológicas com o objetivo de verificar a ocorrência das espécies vetoras em ambientes florestais próximos ou associados às zonas ribeirinhas, situados nas regiões oeste e noroeste do Estado. As capturas foram realizadas em 39 localidades distribuídas por quatro regiões do Estado. Haemagogus leucocelaenus e Aedes albopictus foram as espécies mais abundantes e capturadas em todas as regiões. H. leucocelaenus foi a espécie mais abundante nos municípios de Santa Albertina e Ouroeste, onde os casos de febre amarela silvestre foram registrados. Mosquitos do grupo janthinomys/capricornii foram encontrados em oito localidades de São José do Rio Preto, enquanto Sabethes chloropterus uma única vez em localidade de Ribeirão Preto. Ficou evidenciada a aptidão de H. leucocelaenus para adaptar-se a ambiente secundário e degradado. Nossos resultados apontam para uma ampla área receptiva para a transmissão de febre amarela, com destaque para a possibilidade de H. leucocelaenus estar envolvido na manutenção deste foco silvestre da doença.


Subject(s)
Yellow Fever , Entomology , Insect Vectors
2.
Rev. Inst. Adolfo Lutz ; 62(2): 83-89, 2003. tab
Article in Portuguese | LILACS, SES-SP | ID: lil-383426

ABSTRACT

O estudo em questão teve como objetivo dimensionar a incidência da infecção de dengue, no município de Paraíso -SP, por ocasião da epidemia ocorrida em abril de 1993. O inquérito sorológico apresentou uma incidência de 3,7 por cento indicando que aproximadamente 180 pessoas teriam sido infectadas pelo vírus durante a epidemia, mostrando assim uma relação de 1:12, isto é, para cada caso diagnosticado laboratorialmente, existiram 11 sem diagnóstico. Detectou-se relação entre sintomatologia e sorologia positiva, sendo os sintomas mais referidos a febre, dor de cabeça e dor no corpo. Não foram constatadas diferenças estatisticamente significativas, em relação à idade, sexo, ocupação e nível sócio-econômico. Destaca-se ainda que, dos indivíduos positivos detectados pelo inquérito sorológico, 33, 0 por cento não referiram sintomas


Subject(s)
Serology , Aedes , Dengue , Disease Outbreaks
3.
Rev. Soc. Bras. Med. Trop ; 29(6): 543-8, nov.-dez. 1996. tab, mapas
Article in Portuguese | LILACS, SES-SP | ID: lil-191180

ABSTRACT

This study aims to describe and analyze the colonization of Aedes albopictus whose presence was detected in 1991 in the area of Sào José do Rio. Preto already colonized by the Aedes aegypti. Year and month of occurrence, counties, composition and location of larval samples, kinds of containers, average number of larvae an Breteau Index bare been analyzed from the information obtained in measurements of larval density by Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN). The presence of Aedes albopictus was ascertained in 34 towns up to December 1994. The colonization of the area by the mosquito is still reduced showing some differences in relation to Aedes aegypti such as greater ratio outdoors, occupying container in different proportions. The average number of Aedes albopictus larvae has had influence of larvae of another species. It has showed a seasonal behavior similar to Aedes aegypti and it has moved from east to west direction.


Subject(s)
Animals , Aedes , Ecology , Brazil , Larva , Population Density
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL