Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 20
Filter
Add filters








Type of study
Year range
1.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 72(6): 2397-2401, Nov.-Dec. 2020. graf
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1142296

ABSTRACT

RESUMO O presente estudo avaliou o efeito da suplementação com OmniGen-AF® na proliferação de linfócitos e títulos de anticorpos após vacinação em bovinos leiteiros. Amostras de sangue periférico foram coletadas de 32 vacas leiteiras para quantificação dos títulos de anticorpos anti-Leptospira, e amostras de sangue periférico de 16 vacas leiteiras foram também coletadas para avaliação da proliferação de linfócitos. Observou-se que a suplementação com OmniGen-AF® aumentou a proliferação basal de linfócitos (sem estímulos) 21 dias após a vacinação (P=0,03), apesar de reduzir a proliferação de linfócitos B quando estimulada com Leptospira borgpetersenii serovar Hardjo inativada pelo calor (P=0,03). Ademais, nenhum efeito da suplementação sobre a proliferação de linfócitos no momento imediatamente anterior à vacinação e nos títulos de anticorpos anti-Leptospira foi encontrado. Além disso, a proliferação de linfócitos estimulada com lipopolissacarídeos foi maior em vacas multíparas que em primíparas 21 dias após a vacinação (P=0,03). Desse modo, o presente estudo demonstra que a suplementação com OmniGen-AF® não afetou de forma robusta a proliferação de linfócitos e os títulos de anticorpos anti-Leptospira após vacinação em vacas leiteiras sadias.

2.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 72(5): 1993-1996, Sept.-Oct. 2020. tab
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1131527

ABSTRACT

ABSTRACT This study aimed to evaluate the neutrophil oxidative metabolism and phagocytosis of Zymonsan particles of primiparous and pluriparous Lacaune ewes during the first 30 days after lambing. A total of 20 ewes were evaluated, 10 primiparous (GPR) and 10 pluriparous (GPL). Evaluation of basal oxidative metabolism was performed using the nitroblue tetrazolium (NBT) technique, stimulating neutrophil phagocytosis with Zymosan particles. Blood samples were collected at parturition day (M1) and 1, 3, 7, 15 and 30 days after parturition, corresponding to M2, M3, M4, M5 and M6, respectively. In relation to the groups, GPR presented lower oxidative basal metabolism neutrophils in M1 compared to M4, in M3 with M1, M2, M4 and M5. In M4 and M5 differences were found at all times and in M6 with M4 and M5. Higher percentage of neutrophils than phagocytes were found in M4, M5 and M6 than in M1 and M2 in GPL animals. At all times GPR presented a lower percentage of phagocytosis than GPL. Thus it is concluded that the immune response in pluriparous sheep was more efficient than in primiparous sheep.

3.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 71(5): 1745-1749, set.-out. 2019. tab
Article in English | ID: biblio-1038677

ABSTRACT

O objetivo do presente estudo foi avaliar a capacidade de estafilococos não aureus (NAS) isolados de diferentes nichos ecológicos (leite, ambiente e ápice do teto), associados a vacas leiteiras, de inibir os principais agentes etiológicos da mastite bovina (Staphylococcus aureus, Streptococcus agalactiae, Streptococcus uberis e Escherichia coli). Neste estudo, 38 isolados NAS de diferentes nichos ecológicos foram avaliados quanto à capacidade de inibir o crescimento in vitro de importantes patógenos causadores de mastite pelo método cross-streaking. No total, 19 (50%) isolados de NAS (oito isolados de S. chromogenes, 10 de S. fleurettii e um de S. haemolyticus) apresentaram inibição contra os principais patógenos causadores de mastite. No entanto, a inibição dos patógenos causadores da mastite bovina por isolados de NAS foi maior contra bactérias Gram-positivas. Além disso, o presente estudo não sugeriu que os nichos ecológicos influenciam a capacidade do NAS de inibir os principais patógenos causadores da mastite bovina. Com base nesses resultados, concluiu-se que certos isolados de NAS apresentam potencial efeito protetor contra os principais patógenos da mastite, pelo menos in vitro.(AU)


Subject(s)
Animals , Cattle , Staphylococcus , Mastitis, Bovine/etiology , Mastitis, Bovine/pathology , In Vitro Techniques/methods
4.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 71(4): 1355-1363, jul.-ago. 2019. tab, graf
Article in English | ID: biblio-1038611

ABSTRACT

The influence of seasonality and the training and implementation of good dairy farming practices on raw milk production and quality was evaluated on dairy farms in Minas Gerais State, Brazil. The physico-chemical composition, somatic cell count (SCC) and total bacterial count (TBC) were determined in 3,096 milk samples collected from bulk tanks originated from 43 dairy farms over a three-year period and correlated with key climatic factors. The recommended milking management practices were applied through a training program and correlated with the seasonal data in three stages: I) prior to training (dry period); II) 48 days after the training (transition period); III) 96 days after the training (rainy period). In the first stage, a diagnosis of the situation was performed with raw milk samplings for laboratory analysis, and training for implementation of good milking practices. In stages II and II, the checklist and laboratory analysis were also performed. The rainfall and high temperatures were found to represent the main factors affecting the milk composition and production, and TBC. The composition and physical properties of raw milk, and the TBC and SCC parameters can be controlled or minimized by applying proper milking management practices and constant monitoring.(AU)


Avaliou-se a influência das condições climáticas em regiões tropicais, bem como do treinamento e da implementação de boas práticas de manejo na produção e qualidade do leite em distintos períodos em fazendas leiteiras no estado de Minas Gerais, Brasil. No presente estudo, as características físico-químicas do leite, a contagem bacteriana total (CBT) e a contagem de células somáticas (CCS) foram determinadas em 3.096 amostras de tanques de leite proveniente de 43 fazendas leiteiras, durante um período de três anos, e correlacionadas com os principais fatores climáticos (temperatura diária do ar mínima, média e máxima; pluviosidade e umidade relativa). Foram avaliados os resultados obtidos nas análises das amostras de leite cru coletadas no ano anterior (2009/2010) e também no posterior (2011/2012) àquele em que foi realizado o treinamento para implementação das boas práticas de manejo de ordenha (2010/2011), compreendendo três etapas: antes do treinamento (período seco - tempo 0, etapa I), 48 dias após o treinamento (período de transição - etapa II) e 96 dias após o treinamento (período chuvoso - etapa III). Na etapa I foi realizado um diagnóstico de situação com coleta de amostras para análises laboratoriais, aplicação da lista de verificação padronizada e treinamento para a implementação das boas práticas de manejo de ordenha; na etapa II foram realizadas novas análises laboratoriais e reaplicação da lista de verificação para avaliar a eficiência do treinamento; e na etapa III foi realizada a repetição da etapa II. Com base no histórico dos três anos, observou-se que condições climáticas de alta temperatura e pluviosidade representam importantes fatores que afetam a composição do leite e o volume produzido, assim como parâmetros higiênico-sanitários do leite. Ademais, as boas condições de manejo são ferramentas úteis, eficazes, práticas e essenciais para a maior produção de leite com qualidade, desde que constantemente monitoradas.(AU)


Subject(s)
Animals , Cattle , Food Quality , Milk/microbiology , Bacterial Load/veterinary , Animal Husbandry/methods , Seasons , Brazil
5.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(4): 1120-1128, jul.-ago. 2018. tab
Article in English | ID: biblio-916620

ABSTRACT

This study identified potential blood markers associated with mastitis in dairy cows under different dry therapies during the transition period, using a logistic regression model. Thirty-four Holstein dairy cows were divided into three groups: untreated controls (13 cows, 42 quarters); animals that received an antimicrobial at drying-off (10 cows, 40 quarters); and animals that were administered an internal teat sealant at drying-off (11 cow, 44 quarters). Blood and quarter milk samples were collected 60 days before the expected day of calving, on the day of calving, and three, seven, 15, 21, and 30 days after calving. Milk samples were submitted for bacteriological analysis and somatic cell count. Blood samples were collected for analyses of the following: the erythrogram and leucogram; plasm fibrinogen concentration; hepatic and renal functions; metabolic profile; serum calcium and phosphorous levels; total serum protein and albumin concentrations. The concentration of total serum proteins was associated with a high somatic cell count. Similarly, the concentrations of total serum proteins and triglycerides were associated to milk bacteriological positive samples during the transition period. Thus, the occurrence of mastitis in dairy cows during the transition period was greater in animals that showed higher concentrations of serum total proteins and triglycerides, in contrast to the use of dry cow therapy.(AU)


O presente estudo identificou potenciais marcadores sanguíneos associados tanto à mastite, durante o período de transição em vacas leiteiras submetidas à antimicrobianoterapia, quanto à utilização do selante interno de teto na secagem por modelo de regressão logística. Trinta e quatro vacas da raça Holandesa foram divididas em três grupos experimentais, a saber: 13 animais (42 quartos mamários) que não receberam tratamento na secagem; 10 animais (40 quartos mamários) tratados por via intramamária com uma bisnaga do antimicrobiano para vaca seca à base de cefalônio anidro após a última ordenha em cada quarto mamário; e 11 animais (44 quartos mamários) que receberam, por via intramamária, uma bisnaga de selante à base de subnitrato de bismuto após a última ordenha em cada quarto mamário. As amostras de leite e sangue foram coletadas 60 dias antes da data prevista do parto, na secagem, e no dia do parto e após três, sete, 15 e 21 dias após o parto. As amostras de leite foram utilizadas para o exame microbiológico e a determinação da contagem de células somáticas. As amostras de sangue foram utilizadas para determinação do eritrograma, leucograma, fibrinogênio plasmático, funções hepáticas e renais, perfil metabólico, proteína total e albuminas séricas e concentração sérica de cálcio e fósforo. A concentração total de proteínas séricas foi associada à alta contagem de células somáticas. Similarmente, a concentração total de proteínas séricas e triglicérides foi associada ao isolamento de patógenos causadores de mastite nas amostras de leite durante o período de transição. Desse modo, conclui-se que vacas leiteiras com concentrações séricas maiores de proteína total e triglicérides têm maior chance de apresentar mastite durante o período de transição; em contraste, o uso da antimicrobianoterapia de vaca seca reduz esse risco.(AU)


Subject(s)
Animals , Female , Cattle , Cattle/blood , Mastitis, Bovine/blood , Biomarkers , Risk Factors
6.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(4): 1141-1149, jul.-ago. 2018. tab, graf
Article in Portuguese | ID: biblio-916642

ABSTRACT

O presente estudo objetivou avaliar o perfil das Ig durante os diferentes tratamentos de vacas com mastite clínica. Para isso, 30 vacas com mastite clínica em um quarto mamário foram utilizadas e divididas em três grupos. O primeiro grupo foi composto por 10 animais submetidos ao tratamento combinado com infusão intramamária de 8,5mg de sulfato de cefquinoma após cada ordenha, totalizando três aplicações e administração intramuscular de 2,5mg/kg de enrofloxacina por três dias. O segundo grupo foi composto por 10 animais submetidos ao tratamento intramamário, com infusão intramamária de 8,5mg de sulfato de cefquinoma, após cada ordenha, totalizando três aplicações. O terceiro grupo foi composto por 10 animais submetidos ao tratamento sistêmico, com 2,5mg/kg de enrofloxacina, durante três dias. As amostras de leite foram coletadas de todos os animais antes dos tratamentos (momento 0), no segundo (momento 1), no quinto (momento 2) e no 12º dia (momento 3) após o término dos tratamentos. Estas foram submetidas à contagem de células somáticas, ao California Mastitis Test (CMT), ao exame bacteriológico e à quantificação das IgG1, IgG2, IgA e IgM. O tratamento combinado foi mais eficaz e precoce na taxa de cura clínica, na redução dos escores de CMT e da contagem de células somáticas. Além disso, os resultados do presente estudo demonstraram que as concentrações lácteas das diferentes classes de Ig, apesar de sua importância biológica, não estão relacionadas ao prognóstico da mastite clínica bovina, ou seja, não podem ser consideradas marcadores robustos associados à cura clínica e/ou bacteriológica da infecção intramamária.(AU)


The present study aimed to evaluate the profile of immunoglobins profile, clinical and bacteriological cure after different treatment routes of clinical bovine mastitis. Here, 30 Holstein cows with clinical mastitis in one quarter were uniformly divided into: 10 dairy cows that received 8.5mg of cefquinome sulphate administrated intramammarily during three consecutive milkings and 2.5mg/kg of enrofloxacin administrated parenterally during three consecutive days (Group 1); 10 dairy cows that received 8.5mg of cefquinome sulphate administrated intramammarily during three consecutive milkings (Group 2); and 10 dairy cows that received 2.5mg/kg of enrofloxacin administrated parenterally during three consecutive days (Group 3). Milk samples for somatic cell count, California Mastitis Test (CMT), bacteriological culture and quantification of IgG1, IgG2, IgM and IgA were collected before antimicrobial treatment, and after two, five and 12 days after the antimicrobial treatment. The combined treatment was more effective in the clinical cure rate, reduction of somatic cell count and CMT scores. Furthermore, the results demonstrated that milk concentration of different Igs classes were not related to prognosis of bovine clinical mastitis, and then cannot be considered as robust markers associated with clinical and bacteriological cures.(AU)


Subject(s)
Animals , Cattle , Bacteriological Techniques/classification , Immunoglobulins/classification , Mastitis, Bovine/classification
7.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(6): 1814-1822, nov.-dez. 2018. tab, graf
Article in English | ID: biblio-970496

ABSTRACT

709 clinical mastitis cases were analyzed and treated with antimicrobial combination cephalexin-neomycin and the anti-inflammatory prednisolone. A sample of milk was collected to perform a microbiological culture before starting the treatment and 14 days later. Somatic cell count (SCC) was obtained from samples collected on the day of the clinical case (D0), 14 days after (D14) and 28 days after (D28). Of the total, 435 (61.4%) at the D0 exhibited growth of microorganisms. Of the isolated agents, 365 (84%) were Gram-positive, and 66 (16%) were Gram-negative. A clinical cure was achieved in 63% of cases. Bacteriological cure occurred in 75% of cases. Only at D28 after the clinical case a significant SCC reduction was verified. The logistic regression for clinical cure showed significant effects for days in milk and parity (P< 0.05). For bacteriological cure, there were significant effects of Log (SCC) D0; clinical cure and quarter affected (P< 0.05). In the principal component analysis, the Temperature-Humidity Index was associated with reduced clinical cure of clinical mastitis cases.(AU)


Setecentos e nove casos clínicos de mastite foram analisados e tratados com combinação antimicrobiana à base de cefalexina-neomicina e o anti-inflamatório prednisolona. Uma amostra de leite foi coletada para realização de cultura microbiológica antes do início do tratamento e 14 dias depois. A contagem de células somáticas (SCC) foi obtida de amostras coletadas no dia do caso clínico (D0), 14 dias após (D14) e 28 dias após (D28). Do total, 435 (61,4%) no D0 apresentaram crescimento de microrganismos, enquanto em 274 (38,6%) não houve crescimento. Dos agentes isolados, 365 (84%) eram Gram-positivos e 66 (16%) eram Gram-negativos. A cura clínica foi alcançada em 63% dos casos. A cura bacteriológica ocorreu em 75% dos casos. Apenas no D28 verificou-se uma redução significativa na SCC. A regressão logística para a cura clínica mostrou efeitos significativos para dias em lactação e paridade (P<0,05). Para a cura bacteriológica, houve efeitos significativos de Log (SCC) D0; cura clínica e quarto afetado (P<0,05). Na análise do componente principal, o índice de temperatura-umidade foi associado com a redução da cura clínica dos casos clínicos da mastite.(AU)


Subject(s)
Animals , Female , Cattle , Cattle/abnormalities , Hybrid Cells , Mastitis, Bovine/microbiology
8.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 69(5): 1319-1325, set.-out. 2017. tab
Article in English | ID: biblio-879228

ABSTRACT

The present study attempted to identify individual milk proteins and other milk components that are associated with casein micelle size (CMS) and dry matter cheese yield (DMCY) using factor analysis. Here, we used 140 bulk tank milk samples from different farms. Milk composition was determined using a Fourier transform infrared equipament. The individual milk proteins were (αS-casein, ß-casein, κ-casein, ß-lactoglobulin and α-lactoalbumin) measured by their electrophoretic profile. The CMS was estimated by photon correlation spectroscopy, and the DMCY was determined using reduced laboratory-scale cheese production. Factor analysis partitioned the milk components into three groups that, taken together, explain 68.3% of the total variance. The first factor was defined as "CMS", while the second as "DMCY" factor, based on their high loadings. The CMS was positively correlated with protein, casein, non-fat solids and αS-casein and negatively associated with κ-casein and ß-lactoglubulin. DMCY was positively correlated with fat, protein, casein, total solids and negatively correlated with αs-casein. These results indicate that the variation of individual milk proteins may be an important aspect correlated to milk quality and cheese production.(AU)


O objetivo do presente estudo foi avaliar a associação das frações proteicas individuais e de outros componentes do leite com o tamanho das micelas de caseína (TMC) e a produção de matéria seca de queijo (MSQ) utilizando-se análise fatorial. Foram coletadas 140 amostras de leite de tanque provenientes de diferentes fazendas. A determinação da composição do leite foi determinada por espectroscopia no infravermelho com transformação de Fourier. As proteínas individuais (αS-caseína, ß-caseína, κ-caseína, ß-lactoglobulina e α-lactalbumina) foram quantificadas pelo perfil eletroforético. O tamanho médio das micelas de caseína foi analisado pelo princípio de espectroscopia de correlação de fótons e pela produção MSQ a partir do modelo de coagulação do leite em escala reduzida. A análise fatorial delimitou as variáveis em três fatores, que, juntos, responderam por 68,3% da variação total dos dados. No primeiro fator foram observadas as associações mais fortes com o TMC, enquanto no segundo fator as correlações foram mais significativas com a MSQ. O TMC foi associado positivamente com o conteúdo de proteína, caseína, sólidos desengordurados e αS-caseína, e negativamente com κ-caseína e ß-lactoglubulina. MSQ foi associada positivamente com o teor gordura, proteína e caseína total, sólidos totais, e negativamente com o teor de αs-caseína. Esses resultados indicam que a variação quantitativa das proteínas do leite pode ser determinante da qualidade do leite na produção de queijo.(AU)


Subject(s)
Caseins/analysis , Cheese/analysis , Factor Analysis, Statistical , Micelles , Milk/chemistry , Proteins/analysis , Food Composition , Lactalbumin , Lactoglobulins
9.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 69(2): 474-482, mar.-abr. 2017. ilus, tab
Article in English | ID: biblio-833963

ABSTRACT

The present study aimed to identify the climate condition parameters that are associated with the occurrence of antimicrobial and macrocyclic lactone residues in bulk tank milk using a multivariate principal components analysis (PCA). A total of 132 raw milk samples were collected at dairy farms in Minas Gerais State in Brazil and analyzed for 35 analytes, comprising macrocyclic lactones and antibacterials, using liquid chromatography coupled with mass spectrometry in tandem mode spectrometry. Of the 132 samples, 34 (25.76%) bulk tank milk samples were positive for at least one analyte. PCA showed that antimicrobial residues in bulk tank milk occurred less frequently on days with a higher average temperature, maximum temperature and temperature-humidity index. In contrast, relative humidity was inversely associated with antimicrobial residues in raw milk. The PCA showed that daily milk production was also related to macrocyclic lactone residues, while rainfall showed an inverse association. Thus, some climate conditions, such as average temperature, maximum temperature and temperature-humidity index, can predict the moments with lower risk of occurrence of antimicrobial residues in bulk tank milk, in contrast to relative humidity. Furthermore, the risk of macrocyclic lactone residues in bulk tank milk was higher in months with less rainfall.(AU)


O presente trabalho objetivou identificar fatores climáticos associados à ocorrência de resíduos de antimicrobianos e lactonas macrocíclicas em amostras de leite de tanque por análise multivariada de componentes principais (ACP). Para o presente trabalho, 132 amostras de leite cru foram coletadas em fazendas leiteiras localizadas no estado de Minas Gerais (Brasil) e analisadas por cromatografia líquida de alta eficiência e espectrometria de massas in tandem para detecção de 35 analitos, incluindo antimicrobianos e lactonas macrocíclicas. Das 132 amostras de leite analisadas, detectou-se pelo menos um analito em 34 (25,76%) amostras. A ACP demonstrou que a presença de resíduos de antimicrobianos no leite de tanque ocorreu menos frequentemente nos dias com maior temperatura média, temperatura máxima e índice de temperatura e umidade. Por outro lado, a umidade relativa foi inversamente associada à presença de resíduos antimicrobianos no leite. A ACP demonstrou associação entre a presença de resíduos de lactonas macrocíclicas no leite e a produção diária de leite, e a presença de resíduos de lactonas macrocíclicas ocorreu menos frequentemente nos meses com maiores índices pluviométricos. Dessa forma, conclui-se que alguns índices climáticos, como temperatura média, temperatura máxima e índice de temperatura e umidade, podem predizer períodos com maior risco de ocorrência de resíduos de antimicrobianos, em contraste com a umidade relativa. Além disso, o risco de resíduos de lactonas macrocíclicas no leite de tanque foi maior nos meses com menores índices pluviométricos.(AU)


Subject(s)
Anthelmintics/analysis , Anti-Infective Agents , Climate Change , Drug Residues/analysis , Lactones/analysis , Milk/chemistry , Cattle , Multivariate Analysis , Time Factors , Veterinary Drugs/analysis
10.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 69(1): 65-74, jan.-fev. 2017. ilus, tab
Article in Portuguese | ID: biblio-834091

ABSTRACT

A artrite encefalite caprina é uma virose que está distribuída mundialmente nos rebanhos. Na forma mamária, é predominante a mastite crônica, que pode causar assimetria e endurecimento do úbere, mais conhecida como mastite endurativa crônica, levando à redução na produção leiteira. A ultrassonografia é um bom método de avaliação da glândula mamária, pois consiste em uma técnica não invasiva, rápida e de fácil aplicação. Este estudo objetivou avaliar as características ultrassonográficas (escala de cinza, ecogenicidade e homogeneidade) do parênquima mamário de 20 cabras sororreagentes e 20 não sororreagentes para o vírus da artrite encefalite caprina. Observou-se que o diâmetro médio dos linfonodos retromamários de animais sororreagentes (0,72cm) para o vírus da artrite encefalite caprina foi menor (P=0,02) que o dos animais não sororreagentes (0,93cm). Na análise entre as porções do úbere, os valores da escala de cinza do terço distal da porção caudal do parênquima mamário foram maiores nos animais sororreagentes (P<0.0001, lado direito; P=0,02, lado esquerdo). Tais dados sugerem que o aumento na escala de cinza do parênquima mamário das cabras pode estar correlacionado com as alterações crônicas causadas pela artrite encefalite caprina, como a mastite endurativa. Em relação aos aspectos subjetivos de ecogenicidade e homogeneidade, os grupos não apresentaram diferença entre si (P>0,05), exibindo em sua maioria padrões hipoecoicos e heterogêneos. Diante dos resultados, o presente estudo aponta indícios de que a artrite encefalite caprina pode causar alterações na escala de cinza mensuráveis pela ultrassonografia, a qual pode ser utilizada como método auxiliar eficiente e não invasivo no monitoramento e diagnóstico precoce da mastite endurativa.(AU)


The caprine arthritis encephalitis is a virosis with worldwide distribution in livestock and in the mammary form chronic mastitis is prevalent, which can cause assimetric and hardening of the udder, known as indurative chronic mastitis leading to reduction in milk production. The ultrasound is a good method of assessing the mammary gland, because the technique is non-invasive, fast, and easy to apply. This study aimed to evaluate the ultrasonographic features (grayscale, echogenicity, and homogeneity) of mammary parenchyma of 20 seroreacting goats and 20 not seroreacting for caprine arthritis encephalitis virus. It was observed that the average diameter of retromammary lymph nodes of seroreacting animals (0.72cm) to caprine arthritis encephalitis virus was smaller (P= 0.02) than in non seroreacting animals (0.93cm). In analysis between the portions of the udder, the grayscale values of the distal third of the caudal portion of the mammary parenchyma was higher in seroreacting animals (P<0.0001, right side; P= 0.02, left side). Such data suggest that the increase in ultrasonographic grayscale of mammary parenchyma of goats can be correlated to chronic changes caused by caprine arthritis encephalitis, as indurative mastitis. In relation to the subjective aspects of echogenicity and homogeneity, the groups showed no difference between them (P>0.05), displaying mostly heterogeneous and hypoechoic standards. From the results, this study points to evidence that the caprine arthritis encephalitis can cause changes in grayscale measurable by ultrasound, and this can be used as an efficient and non-invasive helper method for monitoring and early detection of indurative mastitis.(AU)


Subject(s)
Animals , Female , Arthritis-Encephalitis Virus, Caprine , Goats , Mammary Glands, Animal , Ultrasonography/veterinary , Chronic Disease , Diagnostic Imaging/veterinary
11.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 68(6): 1721-1726, nov.-dez. 2016. tab, graf
Article in English | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-827955

ABSTRACT

The present study attempted to identify climate conditions that are associated with the occurrence of pyrethroid residues using a multivariate principal component analysis (PCA). A total of 132 raw milk samples were collected from dairy farms in Minas Gerais State - Brazil and analyzed for seven analytes using gas chromatography with electron capture detection. Of the 132 milk samples, pyrethroid residues were identified in 14 (10.6%) milk samples, of which 12 (9.1%) and two (1.5%) milk samples had the identification of cypermethrin and deltamethrin, respectively. From those samples, nine (6.8%) milk samples were regarded as non-compliant for cypermethrin with this analyte concentration above the maximum residue limits set by Brazilian legislation. A PCA assessing pyrethroid residues in bulk tank milk demonstrated that the average temperature and the Temperature-Humidity Index were associated with pyrethroids residues in bulk milk tank, although the relative humidity was inversely correlated. Thus, the data analysis indicated that the pyrethrid residues associated with some climate conditions can predict the moments with higher risk of occurrence of pyrethroid residues in bulk tank milk.(AU)


O presente trabalho objetivou identificar fatores climáticos associados à ocorrência de resíduos de piretroides em amostras de leite de tanque por análise multivariada de componentes principais (ACP). Para o presente trabalho, 132 amostras de leite cru foram coletadas em fazendas leiteiras localizadas no estado de Minas Gerais (Brasil) e analisadas por sete analitos por cromatografia gasosa com detector por captura de eletróns para detecção de resíduos de piretroides. Das 132 amostras de leite analisadas, a presença de resíduos de piretroides foi detectada em 14 amostras (10,6%), e em 12 (9,1%) e duas (1,5%) foram detectados cipermetrina e deltametrina, respectivamente. Destas amostras, em nove (6,8%) a concentração de cipermetrina encontrada foi maior que a permitida pela legislação brasileira. A ACP demonstrou que a presença de resíduos de piretroides no leite de tanque ocorreu menos frequentemente nos dias com maior umidade relativa, embora a presença desses resíduos estivesse associada a maior temperatura média e a maior índice de temperatura e umidade. Dessa forma, conclui-se que alguns índices climáticos podem predizer períodos com maior risco de ocorrência de resíduos de piretroides no leite de tanque.(AU)


Subject(s)
Drug Residues/analysis , Hot Temperature , Humidity , Milk/toxicity , Pesticides/analysis , Pyrethrins/analysis , Cattle
12.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 67(2): 607-612, Mar-Apr/2015. tab, graf
Article in Portuguese | ID: lil-747045

ABSTRACT

Contagens bacterianas de 179 amostras de leite cru refrigerado, provenientes de diferentes bacias leiteiras de Minas Gerais, foram realizadas pelos métodos de citometria de fluxo e contagem padrão em placas. O estudo das associações entre a contagem bacteriana total e as contagens bacterianas dos diferentes grupos de micro-organismos foi realizado pela correlação de Pearson. Houve uma forte correlação positiva e significativa entre os valores de contagem de psicrotróficos (r = 0,67) e mesófilos (r = 0,70), determinados pelo método de referência, e os valores da contagem bacteriana total, determinados pela citometria de fluxo. Foi possível estabelecer uma curva de calibração para o citômetro de fluxo utilizando equações de regressão linear. As equações para a contagem bacteriana obtida por citometria de fluxo em função da contagem de mesófilos e psicrotróficos foram: log (CBI) = 0,701 log mesófilos + 1,9091 e log (CBI) = 0,4703 log psicrotróficos + 3,2784, respectivamente. Não foi possível estabelecer curvas de calibrações para termófilos e termodúricos, pois as correlações obtidas entre as contagens desses micro-organismos e a contagem bacteriana total, determinada por citometria de fluxo, foram fracas (r = 0,30 e 0,27, respectivamente).(AU)


Total Bacterial count was performed in 179 raw milk samples from different dairy farms in Minas Gerais State, Brazil, through flow cytometry and standard plate count, that was regarded as the reference method. There was significant strong correlation between the values of psychrotrophic and mesophilic counts determined by the reference method with the values of bacterial count determined by flow cytometry (r = 0.67 and 0.70, respectively), which allowed to establish linear regression equations for bacterial count to calibrate the flow cytometry and estimate the count of mesophilic (log bacterial individual count (BIC) by flow cytometry = 0.701 log mesophilic + 1.9091) and psychrotrophic (log BIC by flow cytometry = 0.4703 log psychrotrophic + 3.2784) bacteria. It was not possible to establish calibration curves for thermophiles and thermodurics due to the weak to moderate correlation coefficients found among these microorganism counts and total bacterial count determined by flow cytometry (r = 0.30 and 0.27, respectively).(AU)


Subject(s)
Milk/microbiology , Cooled Foods , Bacterial Load/veterinary , Raw Foods/microbiology , Flow Cytometry/veterinary
13.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 66(2): 347-354, Jan.-Apr. 2014. ilus, graf
Article in English | LILACS | ID: lil-709269

ABSTRACT

The ability of a Lactobacillus rhamnosus strain isolated from a healthy breast-fed human newborn to reduce the pathological consequences for the host due to an experimental oral infection with Salmonella enterica subsp. enterica serov. Typhimurium in vivo was determined using gnotobiotic and conventional mice. Conventional mice received 0.1mL probiotic milk (8.0 log colony-forming unit) daily for 10 days before the oral pathogenic challenge (5.0 log colony-forming unit). Then probiotic treatment was continued until the end of the experiment. Probiotic treatment in germ-free mice consisted of a single dose of the probiotic milk at the beginning of the experiment and a challenge with S. Typhimurium 10 days later (3.0 log colony-forming unit). A protective effect was observed in both gnotobiotic and conventional animals in terms of histopathologic and morphometric data, but in different anatomical sites. This protection was observed in liver and intestines, respectively, for gnotobiotic and conventional mice. However, S. Typhimurium populations were similar in the feces of both treated and control gnotobiotic mice. We conclude that a protective effect of L. rhamnosus against experimental S. Typhimurium was observed. This protection was not due to the reduction of the population of pathogenic bacteria in the intestine...


A habilidade de uma cepa de Lactobacillus rhamnosus isolada de um recém-nascido saudável de reduzir as consequências patológicas para o hospedeiro após infecção experimental por Salmonella enterica subsp. enterica sorov. Typhimurium foi avaliada em camundongos gnotobióticos e convencionais. Os camundongos convencionais receberam 0,1mL de leite probiótico por dia (0,8 log unidade formadora de colônia), 10 dias antes do desafio oral com S. Typhimurium (5,0 log unidade formadora de colônia), e continuaram recebendo probiótico até o término do experimento. O tratamento com probiótico nos camundongos gnotobióticos consistiu em uma única dose de leite probiótico no início do experimento e desafio oral após 10 dias (3,0 log unidade formadora de colônia). Em termos histopatológicos e morfométricos, a proteção foi observada no fígado e nos intestinos nos animais gnotobióticos e convencionais, respectivamente. No entanto, a população de S. Typhimurium foi similar em ambos os grupos tratado e controle de animais gnotobióticos. Desta forma, conclui-se que a proteção conferida pela cepa de L. rhamnosus contra o desafio experimental S. Typhimurium foi observada em diferentes sítios anatômicos nos animais convencionais e gnotobióticos e que essa proteção não foi devido à redução da população de S. Typhimurium nos intestinos...


Subject(s)
Animals , Mice , Mice/immunology , Lactobacillus rhamnosus/immunology , Lactobacillus rhamnosus/isolation & purification , Probiotics/administration & dosage , Salmonella enterica , Salmonella typhimurium/isolation & purification , Germ-Free Life , Adaptive Immunity
14.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 66(2): 621-625, Jan.-Apr. 2014.
Article in English | LILACS | ID: lil-709307

ABSTRACT

Avaliou-se a presença de resíduos antimicrobianos (ceftiofur, estreptomicinas, quinolonas, tetraciclinas, tianfenicol e tilosina) e anti-helmínticos (benzimidazóis, aminobenzimidazóis, levamisol, avermectinas, tiabendazóis, moxidectina e triclabendazóis) em, respectivamente, 70 e 83 amostras de leite cru provenientes de quatro mesorregiões (Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, Central Mineira, Oeste de Minas e Metropolitana de Belo Horizonte) do estado de Minas Gerais. Este estudo demonstrou a presença de quinolonas (2,86por cento), estreptomicinas (2,86por cento) e tetraciclinas (11,43por cento) nas amostras de leite cru analisadas. Ademais, observou-se expressiva porcentagem de amostras de leite cru positivas para os anti-helmínticos amino- benzimidazóis (55,42por cento), levamisol (53,57por cento), avermectinas (60,24por cento), tiabendazóis (67.47por cento), moxidectina (73,49por cento) e triclabendazóis (45,78por cento), e em menor porcentagem os benzimidazóis (6,02por cento). Desta forma, os resultados do presente estudo indicam que os resíduos de antimicrobianos e anti-helmínticos no leite em Minas Gerais devem ser constantemente monitorados pelas autoridades competentes com intuito de oferecer aos consumidores um alimento sem riscos à saúde humana...


Subject(s)
Animals , Cattle , Anthelmintics/isolation & purification , Anti-Infective Agents/isolation & purification , Milk/adverse effects , Drug Residues/analysis , Food Contamination/analysis , Veterinary Public Health
15.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 65(5): 1403-1408, out. 2013. graf, tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-689758

ABSTRACT

O objetivo do presente estudo foi avaliar a correlação entre a contagem automática de células somáticas (CCS) com a porcentagem de neutrófilos pela técnica de citocentrifugação e pela citometria de fluxo. Para tal, 102 amostras de leite proveniente de 28 vacas da raça Holandesa foram coletadas e submetidas ao isolamento de células do leite e posterior identificação da população de neutrófilos. Após citocentrifugação, os neutrófilos foram identificados por microscopia óptica utilizando-se o corante de Rosenfeld. Os neutrófilos lácteos foram identificados por citometria de fluxo utilizando anticorpo monoclonal específico (CH138A) e anticorpo monoclonal secundário conjugado à ficoeritrina. O presente estudo demonstrou correlação positiva entre a CCS e a porcentagem de neutrófilos por citometria de fluxo (r= 0,625) e pela técnica de citocentrifugação (r= 0,267). Observou-se também correlação positiva entre a porcentagem de neutrófilos pela citometria de fluxo e pela técnica de citocentrifugação (r = 0,496), embora a porcentagem de neutrófilos no leite tenha sido maior pela técnica de citocentrifugação quando comparada com a citometria de fluxo. Deste modo, o presente estudo indica que a citometria de fluxo pode ser uma ferramenta útil no diagnóstico e controle da mastite bovina.


The purpose of the present study was to assess the correlation between the automatic somatic cell count (SCC) and the percentage of neutrophils through cytocentrifugation technique and flow cytometry. Thus, 102 milk samples from 28 Holstein dairy cows were collected and submitted to milk cell isolation procedures, and afterwards, the neutrophils were identified. After cytocentrigugation, the neutrophils were microscopically identified using the rosenfeld dye. The milk neutrophils were recognized by flow cytometry using primary mouse IgM monoclonal antibody (CH138A) and phycoerytrin (PE) goat anti-mouse IgM antibody. This study found a positive correlation between SCC and the percentage of neutrophils through cytocentrifugation (r= 0.267) and flow cytometry (r= 0.625). A positive correlation was also encountered between the percentage of neutrophils through cytocentrifugation and flow cytometry (r= 0.496), although the percentage of neutrophils was higher in samples submitted to cytocentrifugation. In conclusion, flow cytometry can be a useful tool in the diagnosis and control of mastitis.


Subject(s)
Animals , Female , Cattle , Flow Cytometry/veterinary , Mastitis, Bovine , Neutrophils/cytology
16.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 64(3): 533-539, June 2012. tab
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-640114

ABSTRACT

A apoptose de leucócitos polimorfonucleares (PMN) é um evento central no processo de resolução da inflamação. Sendo a contagem de células somáticas (CCS) um indicador da situação imunológica da glândula mamária, o presente estudo buscou esclarecer a influência que esses fatores têm um sobre o outro e sobre a evolução do processo inflamatório. Marcaram-se as amostras de leite com anexina-V, iodeto de propídeo (PI), anticorpo anti-CH138A. Encontrou-se correlação negativa entre apoptose de PMN e CCS, além de diferença estatística entre um grupo de alta CCS e um grupo de baixa CCS quanto à taxa de PMN viáveis, em apoptose, em necrose e em necrose e/ou apoptose. De modo geral, o grupo de alta celularidade apresentou menos CH138+ em apoptose e mais células em necrose ou viáveis do que o grupo de baixa celularidade. Conclui-se que apoptose de PMN e CCS estão relacionados, e que em mamas com CCS elevada este evento está diminuído. Apesar de haver maior disponibilidade de fagócitos para a defesa nessa situação, os efeitos anti-inflamatórios da apoptose também estão diminuídos, enquanto os efeitos pró-inflamatórios da necrose estão aumentados, o que pode colaborar com a cronificação da inflamação.


Polymorphonuclear leukocyte (PMNL) apoptosis is central to the successful resolution of inflammation. Since Somatic Cell Count (SCC) is an indicator of the mammary gland's immune status, this study sought to clarify the influence that these factors have on each other and on the evolution of the inflammatory process. Milk samples were stained with annexin-V, propidium iodide (PI), primary antibody anti-CH138A. Negative correlation between SCC and PMNL apoptosis was found, and a statistical difference between high SCC group and low SCC group was observed concerning the rate of viable PMNL, apoptotic PMNL, necrotic PMNL and necrotic and/or apoptotic PMNL. Overall, the high cellularity group presented lower proportions of CH138 + cells undergoing apoptosis and higher proportions of viable and necrotic CH138+ cells. Thus, it can be concluded that PMNL apoptosis and SCC are related factors, and that in high SCC, milk apoptosis is delayed. Although there is a greater amount of active phagocytes in this situation, apoptosis' anti-inflammatory effects are decreased, while necrosis' pro-inflammatory effects are increased, which can contribute to chronic inflammation.

17.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 64(2): 495-498, abr. 2012. tab
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-622507

ABSTRACT

Avaliou-se o risco de infecção em diferentes fases da lactação em 33 ovelhas da raça Santa Inês. Inicialmente a glândula foi submetida ao exame físico e à prova de fundo escuro. Posteriormente, amostras de leite foram coletadas assepticamente para a realização de exame bacteriológico - California Mastitis teste -, e contagens microscópica e automática de células somáticas. Nenhuma diferença foi observada entre as distintas fases de lactação. Observou-se alta persistência de infecções intramamárias, e tendência a maior contagem de células somáticas no último período de lactação, que pode ser oriunda da maior resistência a infecções neste período.

18.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 63(5): 1124-1130, out. 2011. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-605837

ABSTRACT

Avaliaram-se a proliferação de linfócitos e a apoptose de células CD5+ de bovinos naturalmente infectados pelo vírus da leucose enzoótica bovina. Para tal, 100 vacas da raça Holandesa, em lactação, foram triadas quanto ao sorodiagnóstico para a leucose enzoótica bovina e o perfil hematológico, e 15 foram escolhidos e distribuídos uniformemente entre os três grupos, a saber: animais negativos, animais positivos alinfocitóticos e animais positivos e que manifestaram linfocitose persistente (LP). Para a avaliação da proliferação de linfócitos, procedeu-se ao isolamento das células mononucleares por gradiente de centrifugação, em que 2x10(6) linfócitos por mL foram plaqueados por poço e analisados por citometria de fluxo utilizando-se o fluorocromo CFSE-DA. A apoptose do sangue periférico deu-se utilizando a anexina V-FITC, e para a identificação das células CD5+, utilizaram-se anticorpos monoclonais. Ocorreu menor proliferação de linfócitos nos animais infectados e que manifestavam LP, e menor apoptose de células CD5+ do sangue periférico. Pode-se sugerir que o desenvolvimento da LP, resultante do aumento de linfócitos B, deve-se à redução do processo apoptótico das células CD5+, principal população infectada, e que a maior proliferação linfocitária pode se restringir apenas ao estádio inicial do desenvolvimento da LP.


The purpose of the present trail was to evaluate the lymphocyte proliferation and the apoptosis rates of CD5+ cells in dairy cows infected with bovine leukemia virus (BLV) with distinct lymphocyte profiles in infected animals known as alymphocytotic (AL) and persistent lymphocytosis (PL). A total of 100 Holstein cows were sera tested for bovine leukemia virus through agar gel immunodiffusion (AGID) and enzyme-linked immunosorbent-assay (ELISA). From these animals, 15 cows were selected and divided uniformly in 3 groups (negative, AL, LP). The lymphocyte proliferation was performed using flow cytometric measurement of CFSE-DA dye, where 2x10(6)/mL lymphocytes were plated per well. The apoptosis of CD5+ cells from peripheral blood was performed using the annexin V-FITC to measure the apoptosis rates and the identification of CD5+ was accessed using monoclonal antibodies. Animals from the LP group showed lower lymphocyte proliferation and also lower apoptosis rates of CD5+ cells compared with negative and AL animals. The development of PL which resulted from an increase in B cell count, is due to the decrease in the apoptosis rates of CD5+ cells, and the higher lymphocyte proliferation appears to be limited only in the initial stages of development of LP.


Subject(s)
Animals , Cattle , Lymphocytosis/veterinary , Retroviridae , Sheep/immunology , Serologic Tests
19.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 63(5): 1131-1140, out. 2011. ilus, tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-605838

ABSTRACT

Para a avaliação funcional de monócitos de bovinos infectados pelo vírus da leucose enzoótica bovina (LEB), foram coletadas amostras de sangue de 10 vacas com sorodiagnóstico negativo (SN), 10 com sorodiagnóstico positivo e que manifestavam linfocitose persistente (LP), e 10 com sorodiagnóstico positivo alinfocitóticas (AL). Os monócitos foram separados por gradiente de densidade e aderência em placa, submetidos aos testes de viabilidade por exclusão do azul de tripan, fagocitose de partículas de Zymosan, espraiamento em lamínula de vidro e quantificação da liberação de peróxido de hidrogênio (H2O2) e de óxido nítrico (ON). Monócitos de animais com LP apresentaram os menores índices de viabilidade (P<0,001), de fagocitose (P<0,001) e de espraiamento (P=0,006). Também apresentaram maior produção de H2O2 sem prévio estímulo (P=0,001) e após estímulo in vitro com 12-miristato 13-acetato de forbol (P=0,006) do que monócitos de animais SN e AL. O aumento da produção de H2O2 proporcionado pelo estímulo foi menor (P=0,015) nos monócitos de fêmeas que manifestaram LP. Não houve diferença na produção de ON pelos monócitos segundo os grupos. Os resultados indicam que o vírus da LEB, apesar de infectar linfócitos B, altera funcionalmente os monócitos circulantes em bovinos que manifestam LP.


Assuming that the bovine leukosis virus (BLV) alters quantitatively and qualitatively bovine circulating leukocyte subpopulations, thus influencing the innate immune response, monocytes function in BLV-infected cattle was assessed. Peripheral blood was obtained from 10 BLV-negative cows (SN), 10 naturally BLV-infected, non-lymphocytotic cows (AL), and 10 BLV-infected cows with persistent lymphocytosis (PL). Monocytes were isolated by density gradient and adherence to plates. Cells were submitted to Trypan Blue dye exclusion viability assay, phagocytosis of Zymosan and cell-spreading assays, and quantification of hydrogen peroxide (H2O2) and nitric oxide (NO) production. Monocytes from cattle with PL had the lowest viability (P<0.001), phagocytosis of Zymosan particles (P<0.001), and spreading (P=0.006) rates. Additionally, monocytes from cows with PL had the highest production of H2O2 , with no prior stimulus (P=0.001), and after in vitro stimulus with phorbol 12-myristate 13-acetate (P=0.006). Nonetheless, the boost in H 2 O 2 production, provided by in vitro stimulus, observed in monocytes from cows with PL was lower (P=0.015) than that observed in monocytes from SN and AL cattle. There was no difference in NO production among groups. Results show that BLV, despite infecting B lymphocytes, alters innate immune functions of monocytes isolated from BLV-infected cows expressing PL.


Subject(s)
Cattle , Cattle , Lymphocytes , Lymphocytosis/veterinary , Monocytes , Retroviridae , Disease Transmission, Infectious , Equipment Contamination
20.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 62(6): 1499-1502, dez. 2010. tab
Article in English | LILACS | ID: lil-576053

ABSTRACT

Avaliou-se a sensibilidade antimicrobiana in vitro de 121 cepas de estafilococos coagulase-negativa isolada de leite de ovelhas Santa Inês, aos fármacos: penicilina, amoxicilina, ampicilina, estreptomicina, oxaciclina, neomicina, cefalotina, gentamicina e sulfonamida. A resistência à sulfonamida foi a mais frequente (27,3 por cento), seguida pela estreptomicina (14,0 por cento) e pela oxaciclina (14,0 por cento), enquanto da gentamicina (1,6 por cento) foi a menos frequente. Todas as cepas foram sensíveis a pelo menos um antimicrobiano, e 20,3 por cento das cepas apresentaram resistência múltipla. Os resultados mostram a importância de Staphylococci coagulase-negativas como agentes causadores de mastite em ovinos, e o perfil de resistência múltipla indica a importância da determinação da resistência à oxaciclina como indicador da presença de ilhas de patogenicidade que contêm fatores de virulência e resistência a outros antimicrobianos que contribuem para a sobrevivência da bactéria ao tratamento.


Subject(s)
Animals , Sheep/classification , Staphylococcus/pathogenicity , Mastitis/microbiology , Products with Antimicrobial Action
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL