Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 2 de 2
Filter
Add filters








Language
Year range
1.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 73(5): 1243-1247, Sept.-Oct. 2021. ilus
Article in English | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1345271

ABSTRACT

Salmonelose é uma doença causada por bactérias do gênero Salmonella, com importância para saúde pública e animal. Dentre os sorotipos hospedeiro-específicos, destaca-se o Gallinarum, que possui os biovares Gallinarum e Pullorum adaptados às aves e amplamente difundidos pelo mundo. Os dados sobre a ocorrência de Salmonella spp. em criações avícolas alternativas no Brasil são escassos. O objetivo deste estudo foi pesquisar a ocorrência de Salmonella spp. em galinhas coloniais encaminhadas para necropsia ao LRD/FV/UFPel. Foram realizadas análises histopatológicas, microbiológicas e moleculares das colônias bacterianas isoladas de 12 amostras de órgãos de galinhas domésticas dos municípios de Pelotas e Piratini, no Rio Grande do Sul. Na análise microbiológica, foram isoladas bactérias do gênero Salmonella sorotipo Gallinarum das 12 amostras, sendo 10/12 bioquimicamente compatíveis com biovar Gallinarum e 2/12 com biovar Pullorum. Na análise molecular PCR 11/12, 91,7% foram identificadas genotipicamente como Salmonella spp. O presente estudo demonstrou uma elevada frequência de isolamento de Salmonella Gallinarum biovar Gallinarum em aves sintomáticas criadas em regime extensivo. Além disso, os dados epidemiológicos das aves analisadas demonstram que a infecção por Salmonella Gallinarum nesses casos está associada ao contato com aves silvestres e falhas de manejo sanitário.(AU)


Subject(s)
Animals , Salmonella/isolation & purification , Salmonella Infections, Animal/diagnosis , Salmonella Infections, Animal/epidemiology , Chickens
2.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 73(2): 352-360, Mar.-Apr. 2021. tab, graf, ilus
Article in English | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1248941

ABSTRACT

In this study, the toxic effects of melittin on Madin-Darby Bovine Kidney cells (MDBK) were analyzed with respect to mitochondrial functionality by reduction of MTT and flow cytometry, apoptosis potential, necrosis, oxygen reactive species (ROS) production, lipid peroxidation, and DNA fragmentation using flow cytometry and cell membrane destabilization by confocal microscopy. The toxicity presented dose-dependent characteristics and mitochondrial activity was inhibited by up to 78.24 ±3.59% (P<0.01, n = 6) in MDBK cells exposed to melittin (10µg/mL). Flow cytometry analysis revealed that melittin at 2µg/mL had the highest necrosis rate (P<0.05) for the cells. The lipoperoxidation of the membranes was also higher at 2µg/mL of melittin (P<0.05), which was further confirmed by the microphotographs obtained by confocal microscopy. The highest ROS production occurred when the cells were exposed to 2.5µg/mL melittin (P<0.05), and this concentration also increased DNA fragmentation (P<0.05). There was a significative and positive correlation between the lipoperoxidation of membranes with ROS (R=0.4158), mitochondrial functionality (R=0.4149), and apoptosis (R=0.4978). Thus, the oxidative stress generated by melittin culminates in the elevation of intracellular ROS that initiates a cascade of toxic events in MDBK cells.(AU)


Neste estudo, os efeitos tóxicos da melitina em células Madin-Darby Bovine Kidney (MDBK) foram analisados quanto à funcionalidade mitocondrial, por redução de MTT e citometria de fluxo, potencial de apoptose, necrose, produção de espécies reativas de oxigênio (ROS), peroxidação lipídica e fragmentação de DNA, utilizando-se citometria de fluxo e desestabilização da membrana celular, por microscopia confocal. A toxicidade apresentou características dose-dependentes e a atividade mitocondrial foi inibida até 78,24±3,59% (P<0,01, n = 6) em células MDBK expostas à melitina (10µg/mL). Análises por citometria de fluxo revelaram que a melitina a 2µg/mL apresentou o maior índice necrótico celular (P<0,05). A maior lipoperoxidação de membranas também foi na concentração de 2µg/mL de melitina (P<0,05), o que foi posteriormente confirmado por microscopia confocal. A maior produção de ROS aconteceu quando as células foram expostas a 2,5µg/mL de melitina (P<0,05), e essa concentração também aumentou a fragmentação de DNA (P<0,05). Houve uma significativa correlação positiva entre a lipoperoxidação de membranas e a produção de ROS (R=0,4158), funcionalidade mitocondrial (R=0,4149) e apoptose (R=0,4978). Portanto, o estresse oxidativo gerado pela melitina culminou na elevação de ROS intracelular, que inicia uma cascata de eventos tóxicos nas células MDBK.(AU)


Subject(s)
Reactive Oxygen Species/adverse effects , Apoptosis , Cytotoxins/analysis , Melitten/analysis , Bee Venoms/analysis , Microscopy, Confocal , Flow Cytometry
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL