Your browser doesn't support javascript.
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 9 de 9
Filter
1.
J. bras. psiquiatr ; 66(4): 183-188, out.-dez. 2017. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS-Express | ID: biblio-893939

ABSTRACT

RESUMO Objetivo Analisar o comportamento sedentário (CS) como discriminador dos Transtornos Mentais Comuns (TMC) entre idosos. Métodos Estudo transversal com amostra composta por 310 indivíduos idosos, residentes no município de Ibicuí-BA. Foi utilizado um questionário contendo informações sobre características sociodemográficas, inatividade física no tempo livre e questões autorreferidas do tempo gasto sentado em um dia habitual da semana e de um dia do final de semana. Para estimar o ponto de corte do Comportamento Sedentário na discriminação dos TMC, utilizou-se a curva Receiver Operating Characteristic (ROC). Resultados A prevalência de TMC foi de 55,8%, sendo maior entre as mulheres (66,7%). Os maiores valores para a área sob as curvas ROC entre CS e TMC foi para o sexo masculino: CS/dia 0,58 (IC 95% = 0,49-0,67). Os pontos de corte propostos para CS/dia foram: homens: > 330 min/dia; mulheres: > 300 min/dia. Conclusão O comportamento sedentário é um indicador válido para identificação de suspeita de TMC em idosos, mostrando-se ser um fator de risco que deve ser observado pelos profissionais de saúde.


ABSTRACT Objective To analyze sedentary behavior (SB) as a discriminator of the Common Mental Disorders (CMD) among the elderly. Methods A cross-sectional study including 310 elderly individuals living in the municipality of Ibicuí-BA. Data were collected using a questionnaire addressing sociodemographic characteristics, physical inactivity during free time and self-reported questions about the time spent sitting during a typical weekday and weekend. A Receiver Operating Characteristic (ROC) curve was used to estimate the cut-off point of SB as a discrimination of CMD. Results The general prevalence of CMD was 55.8%, and was higher among women (66,7%). The highest values for the area under the ROC curves among SB and CMD was for males: SB/day 0,58 (95% IC = 0,49-0,67). The proposed cutoff points for SB/day were: men: > 330 min/day, women: > 300 min/day. Conclusion Sedentary behavior is a valid indicator for the identification of suspected CMD in the elderly, showing to be a risk factor that should be observed by health professionals.

2.
Einstein (Säo Paulo) ; 14(2): 158-177, tab, graf
Article in English | LILACS (Americas) | ID: lil-788028

ABSTRACT

ABSTRACT Objective Assess the content validity of the Elderly Health Assessment Tool with low education. Methods The data collection instrument/questionnaire was prepared and submitted to an expert panel comprising four healthcare professionals experienced in research on epidemiology of aging. The experts were allowed to suggest item inclusion/exclusion and were asked to rate the ability of individual items in questionnaire blocks to encompass target dimensions as “not valid”, “somewhat valid” or “valid”, using an interval scale. Percent agreement and the Content Validity Index were used as measurements of inter-rater agreement; the minimum acceptable inter-rater agreement was set at 80%. Results The mean instrument percent agreement rate was 86%, ranging from 63 to 99%, and from 50 to 100% between and within blocks respectively. The Mean Content Validity Index score was 93.47%, ranging from 50 to 100% between individual items. Conclusion The instrument showed acceptable psychometric properties for application in geriatric populations with low levels of education. It enabled identifying diseases and assisted in choice of strategies related to health of the elderly.


RESUMO Objetivo Avaliar a validade de conteúdo do Instrumento de Avaliação da Saúde do Idoso com baixa escolaridade. Métodos Após a elaboração do instrumento de coleta de dados, o questionário foi submetido à avaliação de um comitê de especialistas, formado por quatro profissionais da área da saúde com experiência em pesquisas da epidemiologia do envelhecimento. Os especialistas puderam sugerir questões a serem incluídas/excluídas do instrumento, e avaliar cada bloco do questionário, observando se as dimensões a serem avaliadas foram abrangidas pelos itens do instrumento, em escala intervalar, como “não válida”, “pouco válida” e “válida”. Como medidas para avaliar o grau de concordância do instrumento, foram utilizados o porcentual de concordância e o Índice de Validade de Conteúdo. Considerou-se uma taxa aceitável de concordância o valor de 80%. Resultados O instrumento apresentou taxa média de concordância de 86%, variando, dentre os blocos, de 63 a 99% e, dentre os itens, de 50 a 100%. O Índice de Validade de Conteúdo apresentou escore médio de 93,47% e, dentre os itens do questionário, de 50 a 100%. Conclusão O instrumento apresentou qualidades psicométricas aceitáveis para ser utilizado entre a população de idosos com baixa escolaridade, permitindo a identificação dos agravos e auxiliando na escolha de estratégias, no que diz respeito à saúde do idoso.


Subject(s)
Humans , Aged , Geriatric Assessment/methods , Surveys and Questionnaires/standards , Educational Status , Psychometrics , Quality of Life , Socioeconomic Factors , Exercise , Observer Variation , Mental Health , Reproducibility of Results , Feeding Behavior
3.
J. bras. psiquiatr ; 64(3): 187-192, July-Sept. 2015. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS-Express | ID: lil-766164

ABSTRACT

RESUMO Objetivo Avaliar a prevalência e os fatores associados ao declínio cognitivo em idosos com baixa condição econômica. Métodos Estudo transversal com amostra constituída de 310 idosos residentes no município de Ibicuí/BA. Foi utilizado o Miniexame do Estado Mental para a avaliação do estado cognitivo global. Para a avaliação das variáveis categóricas e análise simultânea, foram utilizados o teste qui-quadrado χ2 e a análise de regressão logística múltipla. A análise estatística foi realizada com nível de significância p ≤ 0,05, cálculo da razão de chances e intervalos de confiança de 95%. Resultados A prevalência global do declínio cognitivo foi de 18,7%. A análise dos dados revelou que as variáveis faixa etária e escolaridade estavam estatisticamente associadas ao maior comprometimento cognitivo entre idosos (p ≤ 0,05). Conclusão A prevalência de declínio cognitivo observada foi elevada e associou-se a maior faixa etária e menos anos de estudo. Nesse sentido, as ações direcionadas a atenção à saúde do idoso devem fortalecer o cuidado, a prevenção e o controle das perdas cognitivas, principalmente na atenção primária.


ABSTRACT Objective To evaluate the prevalence and factors associated with cognitive decline in the elderly with low economic status. Methods Cross-sectional study sample of 310 elderly residents in the city of Ibicuí/BA. We used the Mini-Mental State Examination for the assessment of global cognitive status. For the evaluation of categorical variables and simultaneous analysis was performed using chi-square test χ2 and multiple logistic regression analysis with exploratory purposes, respectively. Statistical analysis was performed with significance level of p = 0.05, calculating the odds ratio and 95% confidence intervals. Results The overall prevalence of cognitive decline was 18.7%. Data analysis revealed that the variables age and education were statistically associated with greater cognitive impairment among the elderly (p ≤ 0.05). Conclusion The prevalence of cognitive decline observed was high and was associated with older age and with fewer years of schooling. In this sense, the actions directed to health care for the elderly should strengthen the care prevention and control of cognitive losses, particularly in primary care.

4.
Rev. bras. cineantropom. desempenho hum ; 17(4): 450-459, July-Aug. 2015. tab
Article in Portuguese | LILACS-Express | ID: lil-767176

ABSTRACT

Abstract The study aimed to assess the prevalence and sociodemographic, occupational and lifestyle factors associated with overweight/obesity in state teachers from a northeastern Brazilian city. A cross-sectional study involving teachers from the city of Jequié-BA initially selected by cluster sampling (schools) was conducted. The sample consisted of 300 teachers, including 72.7% (n=214) women. Sociodemographic, occupational and lifestyle data were investigated. Body weight and height were obtained by self-report. Prevalence ratios and 95% confidence intervals were estimated and a level of significance of 5% was adopted. The overall prevalence of overweight/obesity was 47.2%. The prevalence was significantly higher among male teachers (58.2%), married or cohabitating subjects (49.1%), whites and mulattoes (87.6%), teachers with an income > R$ 2,002.00 and a permanent contract (45.9%), and subjects who did not consume fruits or vegetables (49.1%). After multivariate analysis, only gender (95% CI = 0.16-0.66) and consumption of fruits and vegetables (95% CI = 0.25-0.98) remained significantly associated with overweight/obesity among teachers. These findings promote debate on the need for actions designed to encourage the adoption of an active lifestyle by the teacher population.


Resumo O estudo teve como objetivo avaliar a prevalência e os fatores sociodemograficos, ocupacionais e hábitos de vida associados ao sobrepeso/obesidade entre professores da rede estadual de um município do nordeste brasileiro. Estudo de corte-transversal com professores da rede estadual do município de Jequié-BA selecionados, inicialmente, por conglomerados (escolas). A amostra foi constituída por 300 professores, 72,7% (n=214) do sexo feminino. Foram investigadas informações sobre as características sociodemograficas, ocupacionais e hábitos de vida. A massa corporal e a estatura foram obtidas por meio de informações autorreferidas. Foram estimadas as razões de prevalência e respectivos intervalos de confiança a 95%. Adotou-se nível de significância estatística de 5%. Encontrou-se uma prevalência global de sobrepeso/obesidade de 47, 2%, sendo essa prevalência significativamente elevada entre os professores do sexo masculino (58,2%), casados ou vivendo em união estável (49,1%), brancos e pardos (87,6%), com renda > R$ 2.002,00, com vínculo de trabalho efetivo (45,9%) e que não consumiam frutas e verduras (49,1%). Após a análise multivariada, apenas as variáveis sexo (IC 95% = 0,16-0,66) e consumo de frutas e verduras (IC 95% = 0,25-0,98), mantiveram-se associadas significativamente com sobrepeso/obesidade entre os professores. Estes achados fomentam a discussão sobre a necessidade de ações de incentivo a adoção de um estilo de vida ativo entre a população docente.

5.
Fisioter. mov ; 28(2): 365-372, Apr-Jun/2015. tab
Article in English | LILACS-Express | ID: lil-751933

ABSTRACT

Introduction The guided interventions in drug therapies contribute to the effectiveness of health promotion in the Family Health Strategy (FHS). Objective To evaluate the effectiveness of an action grounded in physical activity in heath state of users in the Unified Health System [Sistema Único de Saúde – SUS] of the Family Health Strategy of the Municipality of Iguaí (BA). Methodology Intervention study with an epidemiological approach, studies in the community, sample of 30 registered users on FHU aged ≥ 60 years old. Data collection was performed using an instrument that contained sociodemographic information, and evaluation of blood pressure and glucose levels, weight and height for later calculation of Body Mass Index (BMI). The physical activity program was conducted during the period of 10 months, with a frequency of 5 days/weeks. The activities were carried out in a city of FHU of Iguaí (BA). The data from this study were tabulated and analyzed using SPSS 15.0. Results After the intervention, there was a statistically significant reduction in levels in the blood pressure and glucose levels, and reduction in body mass index, indicating the importance of this intervention as a form of non-pharmacological treatment for hypertension and diabetes. Conclusion We observed the effectiveness of the intervention was possible to reduce risk factors, but it is necessary that the projects have sustainability, to continue with its development. .


Introdução As intervenções pautadas em terapias não medicamentosas contribuem para a efetivação da promoção da saúde na Estratégia de Saúde da Família (ESF). Objetivo Analisar a efetividade de uma ação pautada em práticas de atividades físicas no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) no estado de saúde de usuários da ESF do município de Iguaí (BA). Metodologia Estudo de intervenção com uma abordagem epidemiológica, na modalidade estudos comunitários, amostra composta por 30 usuários cadastrados na Unidade de Saúde da Família (USF) com idade ≥ 60 anos. A coleta de dados foi realizada por meio de um instrumento que continha informações sociodemograficas, além de avaliação dos índices pressóricos e glicêmicos, peso e estatura para posterior cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC). O programa de atividade física foi conduzido durante o período de 10 meses, com frequência de 5 dias/semana. As atividades eram realizadas no espaço do de uma USF no município de Iguaí (BA). Os dados do presente estudo foram tabulados e analisados por meio do Programa SPSS 15.0. Resultados Após a intervenção observou-se uma redução em níveis estatisticamente significante nos índices pressóricos e glicêmicos, além de redução no IMC, evidenciando a importância dessa intervenção como modalidade de tratamento não medicamentoso para hipertensão e diabetes. Conclusão Observou-se a efetividade da intervenção e foi possível reduzir indicadores de risco, porém é necessário que os projetos tenham sustentabilidade, para que prossigam com o seu desenvolvimento. .

6.
Rev. Kairós ; 18(1): 289-305, mar. 2015. tab
Article in Portuguese | LILACS (Americas) | ID: biblio-967785

ABSTRACT

Este estudo exploratório tem como objetivo analisar os fatores associados às queixas subjetivas de memória de idosos. O estudo é transversal e analisa a informação de 104 indivíduos. Foram colhidas informações de natureza sociodemográfica, sobre estado de saúde, hábitos de vida, assim como se avaliaram as queixas subjetivas de memória recorrendo ao questionário MAC-Q.


This study aims to analyze the factors associated with subjective memory complaints in the elderly. Cross-sectional study included 104 individuals. Information on sociodemographic characteristics, health status, lifestyle and assessment of subjective memory complaints (MAQ) were evaluated. There was a high prevalence of memory complaints (22.3%).


Subject(s)
Humans , Middle Aged , Aged , Aging , Cognition , Memory
7.
Rev. bras. promoç. saúde (Impr.) ; 28(1): ­126-­132, mar. 2015. tab
Article in English, Portuguese | LILACS (Americas) | ID: lil-794454

ABSTRACT

OBJETIVO: Analisar a associação entre o nível de atividade física habitual e a incapacidade funcional de idosos residentes em áreas rurais. MÉTODOS: Estudo transversal com 104 idosos residentes em uma zona rural de um município do Nordeste do Brasil. Foram utilizados um questionário com informações sociodemográficas e hábitos de vida, o questionário internacional de atividades físicas (versão adaptada para idosos) e a Escala de Katz para avaliação do estado funcional na realização das atividades básicas da vida diária (ABVD). Para avaliar a associação das variáveis de interesse, foram utilizados como medida de associação a razão de prevalência e seus respectivos intervalos de confiança, e como medida de significância estatística foi utilizado o teste qui-quadrado de Pearson, adotando p≤0,05. RESULTADOS: A maioria dos idosos foi classificada como insuficientemente ativa (64,2%). Associações a níveis estatisticamente significantes foram observadas entre atividade física e idade (p=0,004), situação conjugal (p=0,020) e escolaridade (p=0,002). A prática de atividade física associou-se à incapacidade funcional para a realização das ABVD (p=0,017). Quando estratificada por sexo e idade, a associação não se manteve (p>0,05). CONCLUSÃO: A prática regular de atividade física apresenta-se como um comportamento importante na prevenção/ melhora da incapacidade funcional entre a população de idosos avaliados


OBJECTIVE: To analyze the association between the habitual physical activity and functional disability among elderly people living in rural areas. METHODS: Cross-sectional study with 104 elderly residents in a rural area of a municipality of northeastern Brazil. The study used a questionnaire with sociodemographic and lifestyle habits information, the International Physical Activity Questionnaire (version adapted for the elderly), and the Katz scale for assessment of functional status in performing the basic activities of daily living (BADL). To assess the association between the variables of interest, the prevalence ratio (PR) and its confidence intervals were used as measure of association, and Pearson's chi-square test was performed as a measure of statistical significance, adopting p≤0.05. RESULTS: The majority of the elderly were classified as insufficiently active (64.2%). Associations of statistical significance were observed between physical activity and age (p=0.004), marital status (p=0.020), and education (p=0.002). The physical activity practice was associated with the functional disability to perform the BADL (p=0.017). When stratified by age and sex, the association was not maintained (p>0.05). CONCLUSION: Regular practice of physical activity is evidenced as an important behaviour in prevention/improvement of functional disability among the assessed elderly population


OBJETIVO: Analizar la asociación del nivel de actividad física habitual y la incapacidad funcional de mayores que viven en la zona rural. MÉTODOS: Estudio transversal con 104 mayores de la zona rural de un municipio del Noreste de Brasil. Fueron utilizados un cuestionario con informaciones sociodemograficas y los hábitos de vida, el cuestionario internacional de actividades físicas (versión adaptada a los mayores) y la Escala de Katz para la evaluación del estado funcional en la realización de las actividades básicas de la vida diaria (ABVD). Fueron utilizados la razón de prevalencia y sus respectivos intervalos de confianza para evaluar la asociación de las variables de interés. Para la medición de la significación fue utilizada la prueba de Chicuadrado de Pearson con p≤0,05. RESULTADOS: La mayoría de los mayores fue clasificada como activos insuficientes (64,2%). Se observó asociaciones estadísticamente significativas entre la actividad física y la edad (p=0,004), la situación conyugal (p=0,020) y escolaridad (p=0,002). La práctica de actividad física se asoció con la incapacidad funcional para la realización de las ABVD (p=0,017). La asociación no se mantuvo (p>0,05) al estratificarla por el sexo y la edad. CONCLUSIÓN: La práctica regular de actividad física es una conducta importante en la prevención/mejoría de la incapacidad funcional de la población de mayores evaluados


Subject(s)
Humans , Aged , Motor Activity , Aged , Rural Population
8.
Rev. bras. geriatr. gerontol ; 17(4): 819-828, Oct-Dec/2014. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS-Express | ID: lil-732864

ABSTRACT

OBJETIVO: Analisar a associação entre o nível de atividade física habitual e transtornos mentais comuns entre idosos. MÉTODOS: Estudo transversal do tipo seccional com população de 95 idosos residentes na zona rural do município de Jequié-BA. Foram utilizados formulário com informações sociodemográficas, triagem para transtornos mentais comuns (TMC) através do Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20) e o Questionário Internacional de Atividades Físicas (IPAQ). RESULTADOS: A maioria dos idosos tinha entre 60 e 79 anos (75,8%) e era do sexo feminino (57,9%). O percentual de não sedentários foi de 64,2%, observando associação estatisticamente significante entre o nível de atividade física com a faixa etária, situação conjugal e escolaridade. A prevalência global de TMC foi de 47,4%; apenas a renda teve associação estatisticamente significante. Ao avaliar a associação entre atividade física e TMC, não foi encontrada associação com níveis estatisticamente significante (p>0,05) CONCLUSÃO: Apesar das evidências da literatura sobre a contribuição da atividade física para a saúde mental, no presente estudo não se observou associação entre atividade física e TMC. .


OBJECTIVE: To analyze the association between the level of habitual physical activity and common mental disorders among elderly. METHODS: Cross-sectional study of 95 elderly people living in the rural area of Jequie city, state of Bahia, Brazil. A form with demographic information, screening for common mental disorders (CMD) with the Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20) and the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ) were used. RESULTS: Most elderly were between 60 and 79 years old (75.8%), female (57.9%). The percentage of non-sedentary was 64.2%, with statistically significant association between the level of physical activity and age, marital status and education. The overall prevalence of CMD was 47.4%; only income had statistically significant association. To assess the association between physical activity and CMD, no association was found at statistically significant levels (p>0.05). CONCLUSION: Despite evidence from the literature on the contribution of physical activity for mental health, no association was observed between physical activity and CMD. .

9.
Rev. Kairós ; 16(3): 49-60, set. 2013.
Article in Portuguese | LILACS (Americas) | ID: lil-768682

ABSTRACT

Este estudo tem como propósito analisar os discursos de idosos hipertensos quanto à efetividade de um programa de atividade física. Utilizou-se, como técnica de coleta de dados, um grupo focal. Os indivíduos relataram redução da pressão arterial, maior conscientização no que tange à educação nutricional e adoção de outros hábitos saudáveis, aumento na capacidade de realização das atividades da vida diária, melhoria na autoestima e aumento das relações sociais, após a participação em um programa de atividade física.


Study aims to analyze the speeches of elderly hypertensive patients regarding the effectiveness of a physical activity program. It was used as a technique for data collection a focus group. Individuals reported reduced blood pressure, increased awareness regarding nutrition education and adoption of other healthy habits, increase in ability to perform activities of daily living, improving self-esteem and increased social relations after participation in an activity program physics.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Middle Aged , Aged, 80 and over , Aged , Hypertension , Motor Activity
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL