Your browser doesn't support javascript.
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 22
Filter
1.
Texto & contexto enferm ; 29: e20190033, Jan.-Dec. 2020.
Article in English | LILACS-Express | ID: biblio-1094552

ABSTRACT

ABSTRACT Objective: to apprehend the paternal experiences related to the care provided to the preterm child at home by comparing the parents participating or not in the care protocol. Method: a qualitative research, conducted from July to October 2017, with 24 parents of preterm infants after discharge from a teaching hospital in the state of Paraná, Brazil, who participated or not in a care protocol during the period of hospitalization. The analysis was performed through the Collective Subject Discourse. Results: the parents who had the opportunity to participate in the protocol at the hospital reported that this care was important so that they could help their partners with their children at home. However, the parents participating or not in the protocol realize that the mother has a greater bond because of the possibility of greater time availability and because they are the nursing mothers and refer to work as a barrier to child care. Conclusion: the parents participating in the protocol report that it had a positive impact on their child care at home, in contrast, non-participating parents reported that having been included or not in the protocol did not interfere with their conduct at home. However, both groups agree that cultural factors and work are barriers to child care.


RESUMEN Objetivo: conocer acerca de la experiencia de los padres en los cuidados prestados a hijos prematuros en el domicilio, comparando a padres que participaron en el protocolo de cuidados con aquellos que no participaron del mismo. Método: investigación cualitativa, realizada entre julio y octubre de 2017, con 24 padres de bebés prematuros después del alta hospitalar, en un hospital escuela del Estado de Paraná, Brasil, con padres que hubiesen o no participado en el protocolo de cuidados durante el período de internación. El análisis se realizó por medio del Discurso del Sujeto Colectivo. Resultados: los padres que tuvieron la oportunidad del participar en el protocolo en el hospital, advirtieron que esos cuidados fueron importantes a los efectos de poder ayudar a sus compañeras en el domicilio. Sin embargo, tanto los padres que habían participado del protocolo como aquellos que no lo habían hecho, coinciden en que la madre posee um vínculo más intenso debido a la posibilidad de disponer de más tiempo y al hecho de ser ellas quienes alimentan a sus hijos, reconociendo que el trabajo opera como barrera en lo que respecta al cuidado de su hijo. Conclusión: los padres que participaron en el protocolo refieren que el mismo repercutió favorablemente en los cuidados con el hijo en el domicilio. En contrapartida, los padres que no participaron refirieron que el hecho de haber participado o no en el protocolo, no incidió en su conducta en el domicilio. Por otra parte, los dos grupos concuerdan en que los factores culturales y el trabajo operan como barreras en el cuidado a sus hijos.


RESUMO Objetivo: apreender as vivências paternas referente aos cuidados prestados ao filho pré-termo no domicílio comparando os pais participantes ou não do protocolo de cuidados. Método: pesquisa qualitativa, realizada no período de julho a outubro de 2017, com 24 pais de bebês pré-termos após a alta hospitalar de um hospital escola do estado Paraná, Brasil. Os quais participaram ou não de um protocolo de cuidados durante o período de internação. A análise foi realizada por meio do Discurso do Sujeito Coletivo. Resultados: os pais que tiveram oportunidade de participar do protocolo no hospital referiram que estes cuidados foram importantes para que pudessem ajudar suas companheiras com seus filhos no domicílio. Contudo, os pais participantes ou não do protocolo percebem que a mãe possui maior vinculo devido à possibilidade de maior disponibilidade de tempo e por serem as nutrizes dos filhos e referem o trabalho como uma barreira para o cuidado com o filho. Conclusão: os pais participantes do protocolo referem que o mesmo repercutiu positivamente nos cuidados com o filho no domicilio, em contrapartida os pais não participantes referem que terem ou não realizado o protocolo não interferiu em suas condutas no domicilio, No entanto, ambos concordam que fatores culturais e o trabalho são barreiras para o cuidado ao filho.

2.
Article in English, Portuguese | LILACS (Americas), BDENF | ID: biblio-1096923

ABSTRACT

Objetivo: Descrever os motivos alegados pelos profissionais da saúde da não presença do acompanhante no parto. Método: Estudo descritivo, qualitativo, realizado com 29 profissionais de saúde que atuam em um Hospital Universitário, em um município do norte do Paraná. A coleta dos dados foi por meio de entrevistas semiestruturadas, realizadas de maio a julho de 2018. A análise dos dados foi feita pelo Discurso do Sujeito Coletivo. Resultados: A partir da análise dos dados emergiram quatro Idéias Centrais: O acompanhante não é capacitado para ser acompanhante, O ambiente não é adequado, As gestações são de risco, A equipe decide se o acompanhante entra na cesariana. Conclusão: As percepções dos profissionais apontaram questões da incapacidade do acompanhante em ser acompanhante, do hospital não ter infraestrutura adequada para a presença dele, por serem gestações de risco e que em muitas situações pode levar a procedimentos de emergência


Objective: to describe the reasons alleged by health professionals for the presence of the companion in the delivery. Method: descriptive, qualitative study with 29 health professionals who work in a University Hospital in a municipality in the north of Paraná. The data were collected through semi-structured interviews, conducted from May to July 2018. Data analysis was done by the Collective Subject Discourse. Results: from the analysis of the data emerged four Central Ideas: The companion not is qualified to be companion, the environment is not appropriate, the pregnancies are at risk, the team decides if the companion enters the cesarean section. Conclusion: the professionals' perceptions pointed to issues of the companion's inability to be companion, the hospital not having adequate infrastructure for their presence, being risky pregnancies and in many situations can lead to emergency procedures


Objetivo: describir los motivos alegados por los profesionales de la salud de la no presencia del acompañante en el parto. Método: estudio descriptivo, cualitativo, realizado con 29 profesionales de salud que actúan en un Hospital Universitario, en un municipio del norte de Paraná. La recolección de los datos fue a través de entrevistas semiestructuradas, realizadas de mayo a julio de 2018. El análisis de los datos fue hecho por el Discurso del Sujeto Colectivo. Resultados: a partir del análisis de los datos surgieron cuatro Ideas Centrales: El acompañante no está capacitado para ser acompañante, El ambiente no es adecuado, Las gestaciones son de riesgo, El equipo decide si el acompañante entra en la cesárea. Conclusión: las percepciones de los profesionales apuntaron cuestiones de la incapacidad del acompañante en ser acompañante, del hospital no tener infraestructura adecuada para su presencia, por ser gestaciones de riesgo y que en muchas situaciones puede llevar a procedimientos de emergencia


Subject(s)
Humans , Female , Pregnancy , Attitude of Health Personnel , Maternal and Child Health , Medical Chaperones , Women's Rights , Delivery Rooms
3.
Rev. Paul. Pediatr. (Ed. Port., Online) ; 37(3): 283-290, July-Sept. 2019. tab
Article in English | LILACS (Americas) | ID: biblio-1041338

ABSTRACT

ABSTRACT Objective: To understand the perception of the multiprofessional health care team regarding the inclusion of fathers in the care of preterm infants who are in Intensive Care Units (ICUs). Methods: This is a descriptive study with a qualitative approach, using a semi-structured interview with 12 health care professionals of a neonatal ICU, from February to July 2017. The data were analyzed according to the Discourse of the Collective Subject. Results: Seven main ideas (MI) emerged from the text analysis, which were grouped into two themes: 1) the role of the father according to the multiprofessional health care team views (MI1: parent provider, MI2: shared care, MI3: supportive father); 2) perception of the father caring for the hospitalized preterm infant (MI4: father does not change diapers; MI5: father conquering new spaces; MI6: strengthening the bonding; MI7: father providing maternal security. Conclusions: The results of this study point out to the importance of including the father figure in the humanized care of preterm infants. Professional health care team should be more aware of fathers' importance in the care of hospitalized preterm infants.


RESUMO Objetivo: Compreender a percepção da equipe multiprofissional referente à inserção do pai no cuidado ao filho prematuro hospitalizado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Métodos: Estudo descritivo de abordagem qualitativa, por meio de entrevista semiestruturada feita com 12 profissionais que atuam na UTI neonatal, realizado no período de fevereiro a julho de 2017. Os dados foram trabalhados de acordo com o Discurso do Sujeito Coletivo. Resultados: Emergiram sete ideias centrais (IC), que foram agrupadas em dois temas: 1) o papel do pai na visão da equipe multiprofissional (IC1: pai provedor; IC2: o cuidado compartilhado; IC3: pai apoiador); 2) percebendo o pai no cuidado do prematuro hospitalizado (IC4: pai não troca fraldas; IC5: o pai conquistando novos espaços; IC6: fortalecendo o vínculo; IC7: o pai proporcionando segurança à mãe). Conclusões: Os resultados deste estudo apontam para a importância da inserção da figura paterna como proposta de assistência humanizada, estando os profissionais mais conscientes da importância do pai no cuidado do filho prematuro hospitalizado.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Infant, Newborn , Adult , Intensive Care Units, Neonatal , Father-Child Relations , Fathers/psychology , Infant, Newborn, Diseases/therapy , Paternal Behavior , Professional-Family Relations , Infant, Premature/physiology , Attitude of Health Personnel , Interdisciplinary Communication , Qualitative Research
4.
Rev. bras. enferm ; 72(supl.1): 151-158, Jan.-Feb. 2019.
Article in English | LILACS-Express | ID: biblio-990684

ABSTRACT

ABSTRACT Objective: Understand the experience of nurses, doctors and administrators of pregnancy-puerperal cycle care to women in the Rede Mãe Paranaense (Freely translated as Paranaense Mother Network). Method: Qualitative research according to social phenomena with 44 professionals from 10 municipalities of the Regional of Health, in Paraná State, Brazil. The testimonies were recorded until converge and were analyzed following the steps established from the background. Results: It was understood a content of meaning experienced among different professional classes. The "motives why" in which the Network was a reasoned proposal to improve the mother care quality, although there is disarticulation in the planning and application. The expectation for "motives for" proved fragility and challenges to reach the goals and aims of the Network in the Primary Health Care practice. Final considerations: The Network reorganization was carried out, but there are gaps in the reference and counter-reference system, especially for the pregnancy and high risky childbirth and puerperal cycle.


RESUMEN Objetivo: Comprender la vivencia de enfermeros, médicos y gestores en el cuidado para la mujer en el ciclo gravídico-puerperal en la Red Madre del estado Paraná (Rede Mãe Paranaense). Método: Investigación cualitativa bajo la luz de la Fenomenología Social con 44 profesionales de 10 municipios de Regional de Salud, Paraná, Brasil. Los testimonios fueron grabados hasta alcanzar la convergencia y analizados cumpliendo los pasos establecidos del referencial. Resultados: Se captó un contexto de significados vivenciados entre las diferentes clases profesionales. Los "motivos por qué" en que la Red vino como una propuesta fundamentada para mejorar la calidad del cuidado materno, aunque haya desarticulación en la planificación e implementación. La expectativa de los "motivos para" evidenció fragilidades y desafíos para el logro de los objetivos y metas de la Red en el servicio de Atención Primaria en Salud. Consideraciones finales: La reestructuración de la red ocurrió, pero todavía hay lagunas en el sistema de referencia y contrarreferencia, en especial para la gestación y parto de alto riesgo y seguimiento puerperal.


RESUMO Objetivo: Compreender a vivência de enfermeiros, médicos e gestores no cuidado à mulher no ciclo gravídico-puerperal na Rede Mãe Paranaense. Método: Pesquisa qualitativa à luz da Fenomenologia Social com 44 profissionais de 10 municípios de Regional de Saúde, no Paraná, Brasil. Os depoimentos foram gravados até alcançar a convergência e analisados cumprindo os passos estabelecidos do referencial. Resultados: Apreendeu-se um contexto de significados vivenciados entre as diferentes classes profissionais. Os "motivos por que" em que a Rede veio como uma proposta fundamentada para melhorar a qualidade do cuidado materno, embora haja desarticulação no planejamento e implementação. A expectativa dos "motivos para" evidenciou fragilidades e desafios para o alcance dos objetivos e metas da Rede no serviço de Atenção Primária à Saúde. Considerações finais: A reestruturação da Rede ocorreu, mas ainda há lacunas no sistema de referência e contrarreferência, em especial para a gestação e o parto de alto risco e seguimento puerperal.

5.
J. Health Biol. Sci. (Online) ; 5(3): 277-285, jul.-set. 2017. ilus
Article in Portuguese | LILACS (Americas) | ID: biblio-875631

ABSTRACT

Introdução: O cuidado do filho durante muito tempo foi responsabilidade única e exclusiva da mãe, sendo o pai o responsável apenas pelo sustento da família. No entanto, esta forma de distribuição dos papéis familiares sofreu alterações no decorrer dos anos, e hoje, o pai divide com a mãe as decisões do cotidiano. Objetivo: Identificar, por meio da revisão integrativa, os sentimentos vivenciados pelo pai em face do nascimento do recém-nascido prematuro. Metodologia: Trata-se de uma revisão integrativa em que são utilizados artigos científicos completos indexados nas bases de dados LILACS, MEDLINE e SCIELO, publicados no período de 2005 a 2015, nos idiomas português e inglês. Foram selecionados 13 artigos para compor essa sistematização. Resultados: Observou-se que os sentimentos mais prevalentes encontrados nos estudos foram medo e insegurança em decorrência do risco de morte e sequelas. Entretanto, alegria e felicidade se associam em diversos momentos devido à concretização da paternidade. O pai, de modo geral, vivencia sentimentos intensos, tão importantes quanto os da mãe. Conclusão: As equipes de saúde atuantes nas unidades neonatais devem estar preparadas para acolher, aconselhar e ensinar esse pai no cuidado do prematuro. Há a necessidade de novos estudos que insiram a figura paterna nesse contexto. Discute-se, também, a adoção de políticas públicas que fiscalizem essa implementação, auxiliando a minimizar sentimentos de sofrimento e a fortalecer sentimentos positivos


Introduction: The care of the child for a long time was the sole and exclusive responsibility of the mother, and the father was responsible only for the support of the family. However, this form of distribution of family roles has undergone changes over the years and today the father divides with the mother the decisions of daily life. Objective: To identify, through an integrative review, the feelings experienced by the father during the birth of a premature newborn. Methodology: This is an integrative review using scientific articles indexed in the LILACS, MEDLINE and SCIELO databases published in the period 2005 to 2015, in Portuguese and English. We have selected 13 articles to compose this systematization. Results: It was observed that the most prevalent feelings found in the studies were fear and insecurity due to the risk of death and sequelae. However, joy and happiness are associated with different moments due to the realization of paternity. The father, in general, experiences intense feelings, as important as those of the mother. Conclusion: Health teams working in neonatal units should be prepared to receive, advise and teach this parent in the care of a premature newborn. There is a need for further studies that insert the paternal figure in this context. It also discusses the adoption of public policies that oversee this implementation, helping to minimize feelings of suffering and strengthening positive feelings.


Subject(s)
Fathers , Infant, Premature , Infant, Newborn , Intensive Care Units
6.
Online braz. j. nurs. (Online) ; 16(1): 48-56, 2017.
Article in English, Spanish, Portuguese | LILACS (Americas), BDENF | ID: biblio-877246

ABSTRACT

Objetivo: apreender as representações do pai frente ao cuidado do filho prematuro nos primeiros dias após a alta hospitalar. Método: estudo de abordagem qualitativa. Participaram sete pais que possuíam filhos prematuros hospitalizados em uma unidade de terapia intensiva neonatal. A coleta de dados ocorreu no período de março a junho de 2015. Para análise dos dados, utilizou-se o referencial metodológico do discurso do sujeito coletivo. Resultados: os discursos foram agrupados em três temas: 1) Vivendo as emoções da primeira noite com o filho em casa; 2) Responsabilizando-se pelo cuidado do filho prematuro em casa; 3) Colocando em prática os cuidados aprendidos com a equipe de enfermagem durante a hospitalização. Conclusão: o pai tem participado do cuidado do filh . A equipe de enfermagem deve estar preparada para incentivar a presença do pai no ambiente hospitalar, envolvendo-o nos cuidados precocemente, para que possa sentir-se mais seguro no momento em que estiver com o filho no domicílio. (AU)


Aim: to better understand the experiences of fathers regarding the care of their premature child in the first days after discharge. Method: qualitative approach study. Seven parents participated, who had preterm infants hospitalized in a neonatal intensive care unit. Data collection took place in the period from March to June 2015. For data analysis, the methodological reference of the discourse of the collective subject was used. Results: the speeches were grouped into three themes: 1) Experiencing the emotions of the first night with the child at home; 2) Taking responsibility for the care of the premature child at home; 3) Putting into practice the care measures learned from the nursing team during the hospitalization period. Conclusion: the fathers participated in the care of the child. The nursing team should be prepared to encourage the presence of the father in hospital environments, involving him in the early care practices, so that he can feel more secure when the child is brought home. (AU)


Subject(s)
Humans , Male , Adult , Father-Child Relations , Infant Care/psychology , Infant, Premature , Nursing, Team , Paternity
7.
Rev. baiana enferm ; 31(4): e22310, 2017.
Article in Portuguese | LILACS-Express | ID: biblio-897511

ABSTRACT

Objetivo: conhecer as representações maternas sobre o significado do cuidado paterno ao filho prematuro internado em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Método: estudo qualitativo com 15 mães entrevistadas entre maio a dezembro de 2016. Para análise, utilizou-se o referencial das Representações Sociais, seguindo-se o método do Discurso do Sujeito Coletivo. Resultados: emergiram cinco ideias centrais: o cuidado do pai com o filho prematuro gera satisfação para a mãe; valorizando a necessidade de aprendizado do pai para o cuidado do filho; valorizando a importância do pai no cuidado ao filho hospitalizado; incertezas frente a capacidade do pai para realizar cuidados e medos e avanços no processo de cuidar. Conclusão: a presença paterna na promoção de cuidados, de modo geral, gerou sentimentos positivos nas mães reforçando a necessidade da permanência do pai na unidade neonatal, proporcionando apoio emocional para a mãe e fortalecimento do vínculo familiar.


Objetivo: conocer las representaciones maternas sobre el significado del cuidado paterno al hijo prematuro internado en Unidad de Terapia Intensiva Neonatal. Método: estudio cualitativo con 15 madres entrevistadas entre mayo a diciembre de 2016. Para análisis, se utilizó el referencial de las Representaciones Sociales, siguiéndose el método del Discurso del Sujeto Colectivo. Resultados: surgieron cinco ideas centrales: el cuidado del padre con el hijo prematuro genera satisfacción para la madre; valorando la necesidad de aprendizaje del padre para el cuidado del hijo; valorando la importancia del padre en el cuidado al hijo hospitalizado; incertidumbres frente a la capacidad del padre para realizar cuidados y Miedos y avances en el proceso de cuidar. Conclusión: la presencia paterna en la promoción de cuidados, en general, generó sentimientos positivos en las madres reforzando la necesidad de la permanencia del padre en la unidad neonatal, proporcionando apoyo emocional para la madre y fortalecimiento del vínculo familiar.


Objective: to get to know the maternal representations about the meaning of the paternal care of their premature child hospitalized in the Neonatal Intensive Care Unit. Method: qualitative study conducted with 15 mothers interviewed between May and December 2016. The Social Representations framework was used to undertake the analysis pursuant to the Collective Subject Discourse method. Results: five central ideas emerged: the father's care for the premature child generates satisfaction for the mother; valuing of the father's need to learn to care for the child; valuing the importance of the care the father gives to the hospitalized child; uncertainties about the father's ability to provide care, and fears and progress in the process of providing care. Conclusion: in general, the father's presence in the provision of care brought positive feelings to the mothers, reinforcing the need for the father to remain in the neonatal unit, providing emotional support to the mother and strengthening the family bond.

8.
Rev. urug. enferm ; 11(2): 15-26, nov. 2016.
Article in Portuguese | LILACS (Americas), BDENF, InstitutionalDB | ID: biblio-849017

ABSTRACT

Objetivo. Apreender os sentimentos e emoções do pai/homem frente ao nascimento e hospitalização do filho prematuro. Metodologia. Estudo com abordagem qualitativa, realizado em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal do município de Londrina-PR, Brasil. A coleta de dados ocorreu entre dezembro de 2014 e abril de 2015. Participaram do estudo 11 pais. Os dados foram trabalhados de acordo o referencial metodológico do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Resultados. Após análise das entrevistas dos pais emergiram seis ideias centrais (IC), as quais foram agrupadas em três temas: a) Sentimentos paternos frente à chegada do filho prematuro (IC 1- Medo e impotência frente à gravidade do filho, IC 2- Surpresa com o nascimento prematuro); b) Vivenciando a paternidade (IC 3- Conhecendo o filho prematuro, IC 4- Descobrir-se pai, IC 5- A vivência do parto do filho) e c) Confiança em que tudo daria certo (IC 6- Quem cuida do meu filho sabe o que faz). Conclusão. Os pais do estudo vivenciaram momentos ambíguos de alegria pelo nascimento e tristeza pela hospitalização do filho. Para muitos, a paternidade concretizou-se com o nascimento do filho real. Evidenciouse que o pai deseja fazer parte dos cuidados e estar com o filho. Evidenciou-se a necessidade dos profissionais de saúde das unidades neonatais inserirem de modo sistematizado o pai nos cuidados do filho prematuro hospitalizado, proporcionando-lhe vivenciar completamente a paternidade no ambiente hospitalar


Objective. Apprehend father´s/men feelings and emotions facing his child premature birth and hospitalization. Methodology. Descriptive study with qualitative approach, which was carried out in a neonatal intensive care unit in the city of Londrina, Brazil. Data collection took place between December 2014 and April 2015. 11 parents were part of the study. The data were processed according to the methodological framework of the Collective Subject Discourse (CSD). Results. After analyzing the parents´ interviews, six central ideas (CI) emerged, which were grouped into three themes: a) paternal feelings facing the arrival of their premature infant (CI 1- Fear and helplessness against the severity of the child, CI 2- Surprise with the premature birth); b) Experiencing parenthood (CI 3- Meeting the premature infant, CI 4- Discovering as a father, CI 5- The child's birth experience) and c) Trusting that everything would be ok (CI 6- Who takes care of my child knows what they are doing). Conclusion. Parents who were part of the study experienced ambiguous moments of joy regarding birth and sadness because of their child´s hospitalization. For many, fatherhood has come true with the birth of the real child. The fathers´ wishes to bepart of care and be with their child was evident. The need of these units´ health professionals to insert so systematized these fathers into the care of their premature infant hospitalization was revealed, providing them to experience completely their paternity in the hospital environment


Objetivo. Comprender los sentimientos y emociones del padre/hombre en relación al nacimiento y hospitalización del hijo prematuro. Metodología. Estudio con abordaje cualitativo, realizado en una Unidad de Terapia Intensiva Neonatal del municipio de Londrina-PR, Brasil. La recolección de datos ocurrió entre diciembre de 2014 y abril de 2015. Participaron del estudio 11 padres. Los datos fueron trabajados de acuerdo al referencial metodológico del Discurso del Sujeto Colectivo (DSC). Resultados. Luego del análisis de las entrevistas de los padres emergieron seis ideas centrales (IC), las cuales fueron agrupadas en tres temas: a) Sentimientos paternos en relación a la llegada del hijo prematuro (IC 1- Miedo e impotencia frente a la gravedad del hijo, IC 2- Sorpresa con el nacimiento prematuro); b) Tener la vivencia de la paternidad (IC 3- Conociendo al hijo prematuro, IC 4- Descubrirse padre, IC 5- La vivencia del parto del hijo) y c) Confianza en que todo resultaría bien (IC 6- Quien cuida de mi hijo sabe lo que hace). Conclusión. Los padres del estudio experimentaron momentos ambiguos de alegría por el nacimiento y tristeza por la hospitalización del hijo. Para muchos, la paternidad se concretizó con el nacimiento del hijo real. Se evidenció que el padre desea hacer parte de los cuidados y estar con el hijo. Se evidenció la necesidad que los profesionales de la salud de las unidades neonatales introduzcan de modo sistematizado al padre en los cuidados del hijo prematuro hospitalizado, proporcionándole vivir completamente la paternidad en el ambiente hospitalario


Subject(s)
Humans , Infant, Premature , Infant, Very Low Birth Weight , Fathers , Paternity , Infant, Newborn
9.
Article in Portuguese | LILACS (Americas), BDENF | ID: lil-789402

ABSTRACT

Estudo descritivo de abordagem quantitativa com o objetivo de validar um plano de alta de enfermagem para gestantes e puérperas de alto risco, por meio da técnica de Delphi. Fez-se a coleta de dados no período de outubro de 2013 a outubro de 2014. Constituíram a amostra 17 avaliadores, sendo 11 enfermeiros e seis médicos especialistas em Obstetrícia. Os resultados revelaram os cuidados mais relevantes para cada um dos diagnósticos listados, sendo elaborados cinco cuidados para o trabalho de parto prematuro, quatro para diabetes mellitus, oito para doenças hipertensivas e 14 para cuidados puerperais. Concluiu-se que os cuidados elaborados obtiveram consenso entre os peritos, sendo alicerçados pela literatura e, portanto, auxiliarão as gestantes e puérperas na identificação de sinais de risco que sugiram necessidade de atendimento especializado imediato para o emprego de tratamentos efetivos na prevenção de complicações, sendo essencial para a diminuição dos desfechos desfavoráveis, passíveis de prevenção para mãe, feto ou neonato...


Subject(s)
Humans , Female , Pregnancy , Patient Discharge , Obstetric Nursing , Risk Factors , Pregnancy, High-Risk , Maternal and Child Health , Maternal Health Services
10.
Rev. paul. pediatr ; 33(3): 260-266, jul.-set. 2015. tab, ilus
Article in Portuguese | LILACS (Americas) | ID: lil-761140

ABSTRACT

Objetivo:Comparar a eficácia de duas concentrações de heparina para a desobstrução por coágulo do cateter venoso central de inserção periférica (CCIP) neonatal in vitro.Métodos:Estudo experimental in vitro quantitativo que usou 76 CCIPs neonatais de tamanho 2 French coagulados in vitro. Os cateteres foram divididos em dois grupos com 38 CCIPs cada. Ambos os grupos receberam infusão de heparina de baixo peso molecular, com dose de 25UI/mL no Grupo I e de 50UI/mL no Grupo II. Os cateteres de ambos os grupos foram submetidos à técnica de pressão negativa com cinco, 15 e 30 minutos e com quatro horas e testou-se sua permeabilidade. Usou-se a análise de sobrevivência para verificar o desfecho dos grupos conforme os intervalos de tempo.Resultados:A comparação dos dois grupos no intervalo de tempo de cinco minutos mostrou um número maior de desobstrução de cateteres no Grupo II (57,9%) em relação ao grupo 1 (21,1%). A análise de Kaplan Meier indicou menor tempo para desobstrução dos cateteres quando a heparina em maior concentração (50UI/mL) foi usada (p<0,001).Conclusões:O uso de heparina de baixo peso molecular na concentração de 50UI/mL foi mais eficaz na restauração da permeabilidade de CCIPs neonatais ocluídos in vitro por coágulo e situou-se tal concentração dentro da margem de segurança indicada na literatura científica.


Objective:To compare the efficacy of two concentrations of heparin to clear the lumen of in vitro clotted neonatal peripherally inserted central catheters (PICCs).Methods:This is an in vitro, experimental quantitative study of 76 neonatal 2.0-Fr PICCs coagulated in vitro. The catheters were divided into two groups of 38 PICCs each. In both groups an infusion of low molecular weight heparin was administered with a dose of 25IU/mL for Group 1 and 50IU/mL for Group 2. The negative pressure technique was applied to the catheters of both groups at 5, 15 and 30min and at 4h to test their permeability. Kaplan-Meier survival analysis was used to verify the outcome of the groups according to time intervals.Results:The comparison between both groups in the first 5min showed that more catheters from Group 2 were cleared compared to Group 1 (57.9 vs. 21.1%, respectively). Kaplan-Meier survival analysis showed that less time was needed to clear catheters treated with 50IU/mL of heparin (p<0.001).Conclusions:The use of low molecular weight heparin at a concentration of 50IU/mL was more effective in restoring the permeability of neonatal PICCs occluded in vitro by a clot, and the use of this concentration is within the safety margin indicated by scientific literature.


Subject(s)
Humans , Infant, Newborn , Catheterization, Central Venous , Heparin/administration & dosage , Heparin/chemical synthesis , Heparin/therapeutic use
11.
Semina cienc. biol. saude ; 36(1,supl): 33-42, ago. 2015. tab
Article in Portuguese | LILACS (Americas) | ID: lil-770837

ABSTRACT

Os serviços de saúde são organizados de forma hierárquica a fim de se obter melhor resolução e universalização do acesso. No entanto, na prática, isto não tem ocorrido devido à limitação de serviços na atenção primária, e a porta de entrada tem sido os hospitais, através dos prontos atendimentos, prontos socorros ou ambulatórios, pois muitos acreditam ser a forma de atendimento mais rápida e eficaz. Portanto, o objetivo deste estudo foi identificar as causas que levam pais/responsáveis a escolherum pronto atendimento infantil para a assistência de seus filhos. Trata-se de um estudo descritivo e transversal de abordagem quantitativa. A amostra foi constituída por 380 pais/responsáveis, o local de coleta foi um pronto atendimento infantil do município de Londrina, no período de junho a agosto de 2013. Após análise dos dados, observou se que 73,9% da população recorreram ao pronto atendimento infantil mediante a procura direta, a pequena parcela que procurou por outro serviço anteriormente apenas 12,6% foi encaminhado. A queixa principal foi febre com 25,7% e casos de convulsão apareceram em último lugar com 0,4%. O presente estudo revelou uma grande procura da população estudadapelos serviços de prontos atendimentos em detrimento a atenção primária, com queixas, muitas vezes, passíveis de resolução na atenção primária, o que confirma a deficiência em alguns princípios prioritários pelo Sistema Único de Saúde, como acessibilidade e resolutividade dos serviços de saúde primária.


Health services are organized hierarchically in order to obtain better resolution and universal access.However, in practice, this has not occurred due to the limitation of services in primary care, and the gatewayhas been hospitals, through the ready attendance, emergency rooms or clinics because many believe it is the fastest and most effective form of care. Therefore, the objective of this study was to identify the reasons forparents/guardians to choose the ready attendance service for the assistance of their children. It is a descriptiveand cross-sectional study with a quantitative approach. The sample consisted of 380 parents/guardians, thecollection site was a children’s health care center in Londrina, from June to August 2013. After analyzingthe data, it was observed that 73.9% of the population resorted directly to the ready attendance service. From the small portion that searched for other hospitals, only 12.6% were sent to the ready attendance service. The main complaint was fever with 25.7% and cases of seizures appeared in last place with 0.4%. The present study revealed a great demand of the population studied by ready attendance services instead of primary care, with complaints often solvable in primary care, which confirms the deficiency in priority principles by the Unified Health System such as accessibility and response capacity of primary health services.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Nursing, Team , Primary Health Care , Surgicenters
12.
Semina cienc. biol. saude ; 36(1,supl): 199-208, ago. 2015.
Article in Portuguese | LILACS (Americas) | ID: lil-770853

ABSTRACT

Apesar dos diversos métodos empregados pelos profissionais da unidade de terapia intensiva neonatal para estimular o aleitamento materno do prematuro, em alguns casos a lactação não é bem sucedida. Observou-se que o tempo e os esforços desprendidos neste processo geram um sentimento de frustração não somente nas mães, mas também na equipe de saúde. Este trabalho buscou desvelar as experiências de profissionais de saúde de uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal frente a situações de insucesso na amamentação do recém-nascido pré-termo. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa mediante entrevistas individuais com os profissionais de uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de hospital escola público, Londrina-PR, em 2012. Empregou se um roteiro semi estruturado, cujas falas dos entrevistados foram transcritas e analisadas seguindo Análise de Conteúdo. A partir desse processo, foram identificadas quatro categorias: Frustração advinda do insucesso do processo de aleitamento materno; Sentimento de “dever cumprido”; Fatores maternos influenciando o desfecho da amamentação: opinião dos profissionais; Fatores físicos e externos influenciando negativamente no processo da amamentação. Alguns profissionais afirmaram ter superado rapidamente o sentimento de frustração, enquanto outros ainda se ressentiam sobre o ocorrido e questionavam suas próprias habilidades. A cooperação materna com a equipe e a existência de um ambiente mais propício à amamentação foi considerada determinante no resultado. Enquanto pesquisadoras não foi possível interferir na infraestrutura, porém sugerimos a realização de reuniões para discussões sobre amamentação com familiares e profissionais, bem como grupos de ordenha com as mães para manutenção da produção láctea.


In spite of the many methods used by the Neonatal Intensive Care Unit workers to stimulate the breastfeeding of premature babies, some cases are unsuccessful. It was noticed that both time and effort spent in this process may generate a feeling of frustration not only to the mothers, but also to the health care professionals. This research aims to reveal experiences lived by the health care staff in situations of unsuccessful breastfeeding of preterm newborns. Following a semi-structured script, staff members of the Neonatal Intensive Care Unit of the school public hospital, Londrina–PR, in 2012. Their quotes were transcribed and analyzed according to the Content Analysis method. Four categories were identified through the previous process: Frustration arising from the failure of the process of breastfeeding; Feeling of “duties fulfilled”; Maternal factors influencing the outcome of breastfeeding: the professionals’ opinion; Physical and external factors influencing negatively the process of breastfeeding. While some workers deal easily with the negative outcome, some resent the unsuccessful process for a while and question their own abilities. Maternal cooperation with the staff and the existence of an environment more conducive to breastfeeding were considered in determining outcome. As researchers, we can not act on the infrastructure, but we suggest holding meetings for discussions about breastfeeding families and professionals, and groups of milking mothers to maintain milk production.


Subject(s)
Humans , Female , Adult , Breast Feeding , Infant, Premature , Intensive Care Units, Neonatal , Neonatal Nursing , Patient Care Team
13.
Online braz. j. nurs. (Online) ; 13(3): 321-331, September 2014. graf
Article in English | LILACS (Americas), BDENF | ID: biblio-875799

ABSTRACT

Aim: To capture maternal representations about the provision of care to newborns with very low birth weight in neonatal hospital units. Method: A qualitative study involving 41 mothers interviewed between November 2011 and July 2012. For analysis, we used the Social Representations framework, following the Collective Subject Discourse (CSD) method. Results: Nine central ideas emerged: fear of the unknown, difficulty in accepting being apart from the baby, difficulty in talking about the baby, real possibility of death, feeling of helplessness with regard to their child's hospitalization, feeling of guilt for failing to care for the child, the wait for a miracle, feelings of confidence with regard to the team, and the satisfaction that proximity to the newborn brings to the mother. Conclusion: We identified a number of negative aspects such as fear of the unknown separation from the child. On the other hand, the proximity to the newborn was identified as a facilitating aspect. We emphasize the need for intervention aimed at using the mother as a support and the gradual integration of the mother into the care provision process.(AU)


Objetivo: Aprender las representaciones maternas sobre el cuidado de los recién-nacidos con peso muy bajo en unidades de internación neonatal. Método: Estudio cualitativo con 41 madres entrevistadas entre noviembre de 2011 y julio de 2012. Para su análisis, se utilizó el referencial de las Representaciones Sociales, y se siguió el método del Discurso del Sujeto Colectivo (DSC). Resultados: Emergieron nueve ideas centrales: miedo de lo inesperado, dificultad en la aceptación de la separación, dificultad en hablar del bebé, posibilidad concreta de muerte, impotencia frente a la internación del hijo, culpa por no lograr cuidar del hijo, espera por un milagro, confianza en el equipo y la satisfacción que la proximidad con el recién nacido le da a la madre. Conclusión: se identificaron aspectos dificultadores, como el miedo de lo desconocido y la separación del hijo. Por otro lado, la proximidad con el recién nacido se configuró como un aspecto facilitador. Se resalta la necesidad de intervenciones direccionadas a la madre, como apoyo e inserción gradual en el proceso de cuidar.(AU)


Objetivo: Apreender representações maternas sobre o cuidado de recém-nascidos de muito baixo peso em unidades de internação neonatal. Método: Estudo qualitativo com 41 mães entrevistadas entre novembro de 2011 e julho de 2012. Para análise, utilizou-se o referencial das Representações Sociais, seguindo-se o método do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Resultados: Emergiram nove ideias centrais: medo do inesperado, dificuldade na aceitação da separação, dificuldade em falar sobre o bebê, possibilidade concreta da morte, impotência frente à internação do filho, culpa por não conseguir cuidar do filho, a espera por um milagre, confiança na equipe e a satisfação que a proximidade com o recém-nascido traz para a mãe. Conclusão: Identificaram-se aspectos dificultadores, como o medo do desconhecido e a separação do filho. Por outro lado, a proximidade com o recém-nascido configurou-se aspecto facilitador. Ressalta-se a necessidade de intervenções direcionadas a mãe, como apoio e inserção gradativa no processo de cuidar.(AU)


Subject(s)
Humans , Infant, Newborn , Critical Care , Infant, Low Birth Weight , Intensive Care Units, Neonatal , Mother-Child Relations
14.
Online braz. j. nurs. (Online) ; 13(2): 139-149, 2014.
Article in English | LILACS (Americas), BDENF | ID: lil-726225

ABSTRACT

Aim: To describe and analyze the communication process established between nursing professionals (nurses and nursing technicians) and patient/family in the ER, from the perspective of professionals and patients involved. Method: A qualitative approach based on the Theory of Social Representation was used. The sample was formed by 40 subjects; 20 nurses and 20 patients. Data were collected from May to June 2011 and, for the analysis, we used the methodological reference of the Collective Subject Discourse. Results: The interviews were grouped into two themes: communication between practitioner and patient/family and the importance of the communication process with the family for the patient's recovery. Discussion: The representations obtained were quite similar, especially when considering the difficulties of the communication process, and restricted when reducing it to guidance and information. Conclusion: We confirmed the relevance of communication with family in the recovery of patients...


Subject(s)
Humans , Male , Female , Communication , Emergency Nursing , Family , Patients , Emergency Medical Services
15.
Ciênc. cuid. saúde ; 12(4): 670-678, out.-dez. 2013.
Article in Portuguese | LILACS (Americas), BDENF | ID: lil-735636

ABSTRACT

Trata-se de um estudo descritivo de natureza qualitativa que teve por objetivo compreender as principais situações enfrentadas pelas adolescentes e as formas de enfrentamento utilizadas por elas, após o nascimento do bebê. A partir da análise dos dados, emergiram cinco categorias: Enfrentando novos desafios: dificuldades no processo de cuidar, que destaca principalmente os problemas encontrados com a amamentação e higiene do bebê; A importância do apoio de quem tem mais experiência, na qual são encontrados relatos que refletem a necessidade das jovens de receberem suporte social; A dificuldade em conciliar estudos e a função materna, em que se verificam as barreiras enfrentadas pelas adolescentes em dar continuidade à vida escolar após a chegada do bebê; Alterações desencadeadas pela chegada do bebê, como mudança na rotina diária e a conquista da autonomia; e Uma nova relação: o desabrochar de um sentimento ainda desconhecido, na qual se observa, gradativamente, o aumento do envolvimento afetivo entre mãe e filho. Conclui-se que nessa etapa da vida a maternidade provoca importantes transformações nas jovens, impondo-lhes novos desafios e mudanças em sua vida e a incorporação de novos hábitos e relações sociais.


This is a descriptive study of qualitative nature which aimed to understand the main situations faced by adolescents and ways of coping employed by them, after the baby is born. From the data analysis, emerged five categories: facing new challenges: difficulties in the process of caring that highlights mainly the problems encountered with breastfeeding and baby hygiene; The importance of support from who has more experience, in which are found reports that reflect the need of young people to receive social support; The difficulty in reconciling studies and maternal function, in which are barriers faced by teenagers going to school after the arrival of the baby; Changes triggered by the arrival of the baby, as a change in daily routine and the achievement of autonomy; and A new relationship: the blooming of a yet unknown feeling, in which it is noted, gradually increasing the relationships between mother and son. It is concluded that at that stage of life motherhood causes important transformations in the young mothers, imposing them new challenges and changes in their life and the incorporation of new habits and social relations.


Se trata de un estudio descriptivo de naturaleza cualitativa que tuvo por objetivo comprender las principales situaciones enfrentadas por las adolescentes y las formas de enfrentamiento utilizadas por ellas después del nacimiento del bebé. A partir del análisis de los datos, emergieron cinco categorías: Enfrentando nuevos desafíos: dificultades en el proceso de cuidar, que destaca principalmente los problemas encontrados con el amamantamiento e higiene del bebé; La importancia del apoyo de quien tiene más experiencia, en la cual son encontrados relatos que reflejan la necesidad de las jóvenes de recibir soporte social; La dificultad en conciliar estudios y la función materna, en que se verifican las barreras enfrentadas por las adolescentes en dar continuidad a la vida escolar después de la llegada del bebé; Alteraciones desencadenadas por la llegada del bebé, como cambios en la rutina diaria y la conquista de la autonomía; y Una nueva relación: el brotar de un sentimiento aún desconocido, en la cual se observa, gradualmente, el aumento del envolvimiento afectivo entre madre e hijo. Se concluye que en esta etapa de la vida la maternidad provoca importantes transformaciones en las jóvenes, imponiéndoles nuevos desafíos y cambios en su vida y la incorporación de nuevos hábitos y relaciones sociales.


Subject(s)
Humans , Female , Pregnancy , Adolescent , Adolescent , Child Care , Pregnancy
16.
Acta sci., Health sci ; 35(1): 67-75, jan.-jun. 2013.
Article in English | LILACS (Americas) | ID: biblio-1825

ABSTRACT

This study described the feelings and experiences of a mother that has a child carrier of Down syndrome. This was a descriptive study with a qualitative approach of the type of case study. The subject of the study was a mother who has a daughter with Down syndrome. Data collection occurred by a semi-structured interview and non-systematic observation, from July to December 2008, during five meetings, scheduled in advance. For analysis, all the material was categorized by extensive readings and highlighting significant terms for the information encoding. Then, the questions used in the data collection were classified in sequence topics: Mother's perception facing the diagnosis of Down Syndrome; The meaning of the concept risk baby; Explaining the Down Syndrome through religion; Mother's perception regarding the care of the risk baby. The mother has not only difficulties to accept the child's situation, but also in relation to to the care, justifying the need of health professionals to seek to assist these families to understand this diagnosis, minimizing their anguish, guilties and anxiety.


Objetivo deste estudo foi descrever os sentimentos e vivências de uma mãe que possui um filho portador da síndrome de Down. Tratou-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa do tipo estudo de caso. O informante do estudo foi uma mãe que possui uma filha com síndrome de Down. A coleta dos dados ocorreu através de entrevista semi -estruturada e observação não sistematizada, durante cinco encontros, agendados previamente no período de julho a dezembro de 2008. Para análise, todo o material foi submetido a um processo de categorização com leituras exaustivas e grifos de expressões significativas para a codificação das informações. Em seguida as questões utilizadas no instrumento de coleta de dados foram ordenados em tópicos seqüências: Percepção da mãe frente à revelação do diagnóstico síndrome de Down; O significado do conceito bebê de risco; Explicando a síndrome de Down através da religião; Percepções da mãe em relação ao cuidado com o bebê de risco. Percebeu-se que a mãe apresenta dificuldades não apenas de aceitação em relação à situação da criança, mas também em relação aos cuidados com ela, o que justifica a necessidade dos profissionais da saúde buscarem estratégias para auxiliarem estas famílias a compreenderem este diagnóstico, minimizando as angustias, culpas e ansiedades dos mesmos.


Subject(s)
Humans , Female , Down Syndrome , Mothers , Risk Factors
17.
Botucatu; s.n; 2013. 207 p. ilus.
Thesis in Portuguese | LILACS (Americas) | ID: lil-751045

ABSTRACT

O nascimento de um filho, de modo geral, gera transformações no contexto familiar. No caso do nascimento de recém-nascido de muito baixo peso, a família se vê frente a uma experiência delicada e difícil, que ocasiona diversas mudanças em sua dinâmica. O cuidado a essa população por parte do setor saúde mostra-se como desafio, tendo em vista a complexidade biopsicosocial envolvida. Considerando o exposto, o objetivo geral deste estudo foi apreender as representações maternas e de enfermeiros sobre o cuidado integral aos recém-nascidos de muito baixo peso. Os objetivos específicos foram: identificar, por meio da literatura científica, os sentimentos que permeiam as representações de famílias que vivenciam o nascimento de recém-nascido de risco, bem como o cuidado prestado aos recém-nascidos de baixo peso por equipes de Saúde da Família; apreender as representações de enfermeiros sobre a participação da família no cuidado do recém-nascido de muito baixo peso internado em unidade de terapia intensiva neonatal; apreender representações maternas sobre cuidado de recém-nascidos de muito baixo peso em unidades de internação neonatal; identificar os vínculos apoiadores de famílias de recém-nascido prematuro e de muito baixo peso egresso de unidade de terapia intensiva neonatal e apreender as representações maternas e de enfermeiros sobre o cuidado no domicílio ao recém-nascido de muito baixo peso. Trata-se de pesquisa de abordagem qualitativa, sob a ótica da Teoria das Representações Sociais. Foram realizadas duas revisões integrativas da literatura e quatro estudos descritivos, com dados colhidos por meio de entrevistas semiestruturadas, sendo estes analisados segundo o referencial metodológico do Discurso do Sujeito Coletivo. Empregaram-se, também, como técnica de coleta de dados, o genograma e ecomapa...


The birth of a child, in general, causes transformations in the family context. In case of the birth of a very low birth weight newborn, the family is faced with a delicate and difficult experience, which causes several changes in its dynamics. The caring to this population by the health sector shows up as a challenge, considering the biopsychosocial complexity involved. Considering the above, the aim of this study was to understand the representations of mothers and nurses about the integral care to the very low weight newborns. The specific objectives were to identify, through the scientific literature, the feelings that permeate the representations of families experiencing the birth of a newborn at risk, as well as the care given to underweight newborns by teams of the Family Health , to apprehend the representations of nurses about family participation in the care of the very low birth weight newborn admitted to neonatal intensive care unit; grasp representations about maternal care of infants with very low birth weight in hospital neonatal units; identify ties supporters of families of preterm newborns and very low birth weight, taken of neonatal intensive care unit and apprehend the representations of mothers and nurses on home care to the very low weight newborns. This is a qualitative research, under a perspective of the Theory of the Social Representations. There were two integrative reviews of the literature and four descriptive studies, with data collected through semi-structured interviews and analyzed according to the methodological framework of the Collective Subject Discourse.A technique for data collection was also used: the genogram and eco-map. The sample consisted of 41 families (mothers, 10 fathers, six grandmothers and two paternal grandparents), 18 nurses in the intensive care unit and 22 nurses in primary health care unit / Family Health Program...


Subject(s)
Humans , Male , Female , Infant, Newborn , Adult , Middle Aged , Infant, Very Low Birth Weight , Neonatal Nursing , Nursing Care
18.
Ciênc. cuid. saúde ; 10(4): 803-811, out.-dez. 2011.
Article in Portuguese | LILACS (Americas), BDENF | ID: lil-655735

ABSTRACT

O objetivo do estudo foi descrever os aspectos positivos e negativos da comunicação da família com a equipe de saúde em uma unidade de pronto-socorro. Trata-se de uma pesquisa descritiva com abordagem qualitativa, realizada com vinte familiares/ acompanhantes de pacientes internados no pronto-socorro de um hospital escola.Os dados foram coletados nos meses de maio e junho de 2011 por meio de entrevista semiestruturada e analisados com base no referencial metodológico do Discurso do Sujeito Coletivo, o que resultou em quatro itensde discussão: “Ausência de informações comprometendo o vínculo familiar/profissional de saúde”; “O modelo ideal de informações fornecidas pelo profissional sobre a condição do familiar hospitalizado”; “Avaliação das informações fornecidas sobre rotinas do hospital”; e “O papel do familiar/ acompanhante. Para o paciente e seufamiliar, a comunicação é uma ferramenta para o cuidado cuja função é transmitir segurança, respeito e orientação, porém, quando incompleta, constitui-se em potencial causa de estresse e insatisfação.


The aim was to describe the positive and negative aspects in a family communication at an emergency care unit.This is a descriptive research with a qualitative approach. The sample consisted of 20 family members/caregivers of patients admitted to the emergency room of a university hospital. Data collection was carried outthrough semi-structured interviews applied during the period of May-June 2011. Data analysis was performedusing the methodological framework of the Collective Subject Discourse which resulted in four themes: Lack ofinformation compromising the family/health professional ties; The ideal model of information provided by the professional regarding the condition of the hospitalized relative; Assessment of information provided about hospital routines; and The role of the relative/companion. The refore, for the patient and his family, communicationis presented as a tool on the care given with the function of transmitting safety, respect and guidance. Howeverwhen it is incomplete, it becomes a potential form of stress and dissatisfaction.


El objetivo del estudio fue describir los aspectos positivos y negativos de la comunicación de la familia con elequipo de salud en una unidad de urgencias. Se trata de una investigación descriptiva con abordaje cualitativo,realizada con veinte familiares/acompañantes de pacientes ingresados en urgencias de un hospital escuela. La recolección de datos se realizó a través de entrevistas semiestructuradas aplicadas a la familia durante elperíodo mayo y junio de 2011 y analizados con base en el referencial metodológico del Discurso del Sujeto Colectivo. Con ello, resultaron cuatro ítems de discusión: “Ausencia de información comprometiendo el vínculo familiar/profesional y salud”; “El modelo ideal de informaciones provistas por el profesional sobre la condición del familiar hospitalizado; “Evaluación de las informaciones provistas sobre rutinas del hospital” y “El papel del familiar/acompañante”. Para el paciente y su familiar, la comunicación es una herramienta para el cuidado cuya función es transmitir seguri.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Medical Chaperones , Communication , Emergencies , Family , Health Personnel
19.
Rev. RENE ; 12(2): 276-286, abr.-maio 2011.
Article in Portuguese | LILACS (Americas), BDENF | ID: lil-682109

ABSTRACT

Estudo descritivo com abordagem qualitativa, que objetivou compreender o significado do conceito recém-nascido de risco para mães adolescentes. Os dados foram coletados de maio de 2008 a novembro de 2009, por meio de entrevista semiestruturada, realizada no domicílio, junto a 77 mães adolescentes. Os resultados mostram que uma parcela considerável destas mães desconhecia o conceito e não considerava seu filho um “bebê de risco”. O conhecimento esteve relacionado a observações e vivências do cotidiano e muito pouco decorrentes de orientações provenientes de profissionais de saúde. As mães adolescentes que receberam este tipo de orientação revelaram dificuldade em compreender o conceito. A necessidade de essas mães receberem uma assistência diferenciada durante o pré-natal e puerpério deve ser considerada.


Subject(s)
Humans , Infant, Newborn , Adolescent , Adolescent , Risk Factors , Pregnancy in Adolescence , Infant, Newborn
20.
Ciênc. cuid. saúde ; 8(supl): 31-39, dez. 2009. tab
Article in Portuguese | LILACS (Americas), BDENF | ID: lil-645299

ABSTRACT

O objetivo deste estudo foi conhecer a percepção de enfermeiros que atuam na atenção básica sobre rede social. O estudo é descritivo-exploratório e de natureza qualitativa e foi realizado no município de Maringá com 53 enfermeiros. A coleta de dados ocorreu no período de julho a agosto de 2008, por meio de questionário autoaplicável. Do estudo emergiu um novo conceito de rede social, que é resultante da prática experiencia da pelos enfermeiros, mostrando que a maioria destes profissionais vivencia o trabalho com rede social. Estes também demonstraram que, apesar de algumas experiências negativas, apreenderam aspectos positivosrelacionados a rede. As redes mais citadas foram Igreja Católica, a Rede Feminina de Combate ao Câncer, asunidades básicas de saúde e a organização dos Alcoólicos Anônimos; no entanto apareceram mais de quarenta tipos diferentes de redes, de clubes sociais a condomínios. Verificamos que, na opinião dos enfermeiros, a redesocial procura ver a pessoa em sua integralidade e lhe oferece apoio e ajuda de acordo com suas necessidades. Além disso, provê meios para o enfrentamento de situações advindas da doença, com a adoção de estratégias importantes para esse processo, visando à melhoria da qualidade de vida e ao resgate da cidadania do indivíduoe sua família.


The purpose of this study was to find the perception of nurses on social network. It was an exploratory,descriptive study of a qualitative nature, held in the city of Maringá of the 53 nurses. The data collection occurredin the period from July to August 2008. This study builds a new concept of social network, which emerged fromthe practice experienced by nurses, showing that the majority of professional experience working with the socialnetwork and despite some negative experiences, managed to seize the positive aspects related to the network.The networks most cited were the church, the women's network to combat cancer, the basic unit of health andalcoholics anonymous, however appeared more than forty different types of networks, from social clubs tocondominiums. We find that in the view of nurses to demand social network see the person in their entirety,offering support and assistance as necessary, provide resources for coping with situations arising from thedisease rescuing important points, with a view to improving the quality of life and redeem the citizenship of theindividual and family.


El objetivo de este estudio fue conocer la percepción de enfermeros que actúan en la atención básica sobre redsocial. El estudio es descriptivo exploratorio y de naturaleza cualitativa y fue realizado en el municipio de Maringácon 53 enfermeros. La recogida de datos ocurrió en el período de julio a agosto de 2008, por medio decuestionario autoaplicable. Del estudio emergió un nuevo concepto de red social, que es resultante de la prácticaexperimentada por los enfermeros, mostrando que la mayoría de estos profesionales vivencia el trabajo con redsocial. Estos también demostraron que, a pesar de algunas experiencias negativas, aprehendieron aspectospositivos relacionados a la red. Las redes más citadas fueron Iglesia Católica, la Red Femenina de Combate alCáncer, las unidades básicas de salud y la organización de los Alcohólicos Anónimos; sin embargo aparecieronmás de cuarenta tipos diferentes de redes, de clubes sociales a condominios. Verificamos que, en la opinión delos enfermeros, la red social busca ver la persona en su integralidad y le ofrece apoyo y ayuda de acuerdo consus necesidades. Además de eso, provee medios para el enfrentamiento de situaciones advenidas de laenfermedad, con la adopción de estrategias importantes para


Subject(s)
Humans , Male , Female , Social Support , Chronic Disease , Nursing , Family
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL