Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 839
Filter
1.
Notas enferm. (Córdoba) ; 24(42): 13-25, nov.2023.
Article in Spanish | LILACS, BDENF, UNISALUD, InstitutionalDB, BINACIS | ID: biblio-1527361

ABSTRACT

Este artículo trata sobre la aplicabilidad de las teorías de enfermería en la investigación a nivel local, regional y nacional durante el período 2018-2019. Se enfoca en tres teóricas de enfermería, Orem, Watson y Leininger, cuya elección se fundamenta en su vinculación con el plan de estudios y el perfil del egresado de la Licenciatura en Enfermería de la Universidad Nacional del Sur (UNS). Objetivo: analizar la aplicabilidad de las teorías seleccionadas en las investigaciones de enfermería a nivel local, regional y nacional e identificar los obstáculos o motivaciones percibidas por los docentes en relación a la utilización de dichas teóricas por parte del estudiantado. Metodología: abordaje con enfoque cualitativo, de tipo documental y análisis del discurso, mediante la utilización de dos técnicas de recolección de datos: análisis documental de datos secundarios sobre estudios académicos como son las tesis y los trabajos finales para acceder al título de grado realizados por estudiantes de Enfermería de distintas universidades a nivel local, regional y nacional y entrevista semiestructurada a docentes de la UNS. Los resultados indican que, de los 24 trabajos de investigación seleccionados a nivel local, solo 7 incluyeron a las autoras seleccionadas; 8 a nivel regional y 7 a nivel nacional. Las entrevistas realizadas a docentes revelaron que las teorías no se utilizan en la investigación debido a la creencia de que es innecesario y por la dificultad de su aplicación en el campo de la práctica. En conclusión, el estudio sugiere un déficit en la utilización de las teorías de enfermería seleccionadas a nivel local, regional y nacional. Es necesario ampliar el estudio para investigar el discurso de los docentes en cuanto a la aplicación de este marco epistemológico, tanto en la teoría como en la práctica[AU]


This article deals with the applicability of nursing theories in research at the local, regional and national level during the period 2018-2019. It focuses on three nursing theorists, Orem, Watson and Leininger, whose choice is based on their relationship with the study plan and the profile of the graduate of the Nursing Degree from the Universidad Nacional del Sur (UNS).Objective: to analyze the applicability of the selected theories in nursing research at a local, regional and national level and to identify the obstacles or motivations perceived by teachers in relation to the use of these theories by the student body.Methodology: a qualitative approach, of a documentary type and discourse analysis, through the use of two data collection techniques: documentary analysis of secondary data on academic studies such as theses and final works to access the degree title carried out by Nursing students from different universities at a local, regional and national level and a semi-structured interview with UNS professors The results indicate that, of the 24 research papers selected at the local level, only 7 included the selected authors; 8 at the regional level and 7 at the national level. Interviews with teachers revealed that theories are not used in research due to the belief that it is unnecessary and because of the difficulty of its application in the field of practice. In conclusion, the study suggests a deficit in the use of selected nursing theories at the local, regional and national level. It is necessary to expand the study to investigate the discourse of teachers regarding the application of this epistemological framework, both in theory and in practice[AU]


Este artigo trata da aplicabilidade das teorias de enfermagem na in-vestigação a nível local, regional e nacional durante o período 2018-2019. Centra-se em três teóricos de enfermagem, Orem, Watson e Leininger, cuja escolha se baseia na sua relação com o plano de es-tudos e o perfil do graduado da Licenciatura em Enfermagem da Universidad Nacional del Sur (UNS). Objetivo: Analisar a aplicabili-dade das teorias selecionadas na pesquisa em enfermagem em nível local, regional e nacional e identificar os obstáculos ou motivações percebidas pelos professores em relação à utilização dessas teorias pelo corpo discente. Metodologia: abordagem qualitativa, do tipo documental e análise do discurso, através da utilização de duas téc-nicas de coleta de dados: análise documental de dados secundários de estudos acadêmicos como teses e trabalhos finais para acesso ao título de licenciatura realizado por estudantes de Enfermagem de diferentes universidades a nível local, regional e nacional e uma en-trevista semiestruturada com professores da UNS.Os resultados indicam que, dos 24 trabalhos de investigação selecio-nados a nível local, apenas 7 incluíram os autores selecionados; 8 a nível regional e 7 a nível nacional. As entrevistas com os professores revelaram que as teorias não são utilizadas nas pesquisas por acredi-tarem que são desnecessárias e pela dificuldade de sua aplicação no campo da prática. Concluindo, o estudo sugere um défice na utili-zação das teorias de enfermagem selecionadas a nível local, regional e nacional. É necessário ampliar o estudo para investigar o discurso dos professores quanto à aplicação desse referencial epistemológico, tanto na teoria quanto na prática[AU]


Subject(s)
Humans , Male , Female , Academic Dissertation , Faculty, Nursing
3.
J. oral res. (Impresa) ; 12(1): 12-23, abr. 4, 2023. tab
Article in English | LILACS | ID: biblio-1442468

ABSTRACT

Objective: To describe the characteristics of under-graduate theses, satisfaction and reasons for choosing a topic of study. Materials and Methods: Cross-sectional study that included two populations, theses and thesis students who were able to support their work from 2015 to 2021 in the Faculty of Dentistry of the Universidad Nacional Mayor de San Marcos (Lima, Peru). Documentary analysis was used at first to record bibliometric data. The survey was used in a second stage to collect information related to the reasons why the thesis students chose their topic and the degree of satisfaction. Results: A total of 269 theses were examined. The theses corresponded to more women (n=142; 52.8%). All had a quantitative approach. The cross-sectional/descriptive design was the most frequent (n=207; 77%). Of the 114 respondents, the majority of them indicated that their thesis topic decision was influenced by a faculty member outside of their advisor (n= 26; 22.8%). A total of 49.1% of thesis students were in complete agreement about what they had learned about research at the end of their thesis. Conclusions: The undergraduate theses evidenced to be developed mainly by women, most of the thesis students were satisfied with the elaboration and execution of their academic work; it was evidenced that the thesis topics are mainly influenced by a teacher different from the thesis advisor, this indicates that the advisors should be more conscious when guiding the student and influencing the thematic, methodological and writing decisions together with the advised.


Objetivo: Describir las características de las tesis de licenciatura, satisfacción y motivos para la elección de un tema de estudio. Materiales y Métodos: Estudio transversal que incluyó a dos poblaciones, las tesis y a los tesistas que lograron sustentar sus trabajos desde el año 2015 al 2021 en la Facultad de Odontología de la Universidad Nacional Mayor de San Marcos (Lima, Perú). Se utilizó el análisis documental en un primer momento para registrar datos bibliométricos. La encuesta se utilizó en un segundo momento para recabar información relacionada a los motivos por los cuales escogieron su tema los tesistas y el grado de satisfacción. Resultados: Se examinaron 269 tesis. La mayoría de ellas fueron realizadas por mujeres (n=142; 52,8%). Todas tuvieron un enfoque cuantitativo. El diseño transversal/descriptivo fue el más frecuente (n=207; 77%). De los 114 encuestados, la mayoría de ellos indicó que la decisión de su tema de tesis fue influida por un docente ajeno a su asesor (n= 26; 22,8%). El 49,1% de tesistas estuvo totalmente de acuerdo respecto a lo aprendido sobre investigación al culminar su tesis. Conclusión: Las tesis de licenciatura evidenciaron ser desarrolladas principalmente por mujeres, la mayoría estuvo satisfecho con la elaboración y ejecución de su trabajo académico; se evidenció que los temas de tesis son influenciados principalmente por un docente diferente al asesor de tesis, esto indica que los asesores deben ser más conscientes al momento de guiar al estudiante e influir en las decisiones temáticas, metodológicas y de redacción junto con el asesorado


Subject(s)
Humans , Students, Dental , Academic Dissertation , Peru , Cross-Sectional Studies
4.
Belo Horizonte; s.n; 2023. 107 p. ilus, tab, graf.
Thesis in Portuguese | LILACS, BDENF, ColecionaSUS | ID: biblio-1518337

ABSTRACT

Artroplastia de quadril em Minas Gerais: análise dos dados do Sistema Único de Saúde. 2023. 109 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão de Serviços em Saúde) ­ Escola de Enfermagem, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Minas Gerais, 2023. Introdução: o aumentando da longevidade está associado ao aumento de incidência e prevalência de doenças crônicas, como a artrose ou osteoartrite, além de ampliar a chance de ocorrência de fratura de colo do fêmur, mais frequente em indivíduos com idades avançadas, levando ao consequente aumento da necessidade de realização da cirurgia de artroplastia de quadril. Objetivo: analisar a incidência de artroplastias de quadril realizadas pelo Sistema Único de Saúde em Minas Gerais, no período de 2013 a 2022. Metodologia: este é um estudo ecológico em que as unidades de análise foram as Microrregiões de Saúde do estado de Minas Gerais. Foram descritas a frequência dos diferentes tipos de artroplastias de quadril, sua evolução temporal, a média de idade de realização relativa a cada um desses procedimentos (por tipo), além de estimadas as incidências anuais da cirurgia. Também foi realizada análise dos fatores associados à incidência da cirurgia nas diferentes Microrregiões. Como variável de desfecho foi considerada a taxa de incidência no ano de 2018. Os fatores investigados quanto à associação em relação à taxa da cirurgia por 100.000 habitantes foram: o Índice Mineiro de Responsabilidade Social (IMRS); proporção de habitantes do sexo feminino; porcentagem de habitantes maior que 50 anos; porcentagem de habitantes brancos; médicos especialistas da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT)/1.000 habitantes; e número de leitos por Macrorregião de Saúde. Para analisar a correlação entre a incidência de artroplastia e as demais variáveis do estudo foi utilizado o coeficiente de correlação de Spearman. Foi empregado modelo de regressão Binomial Negativa, simples e múltiplo, considerando a ocorrência de artroplastia em 2018 como o desfecho, e os demais indicadores do estudo como variáveis explicativas, incluindo os subíndices do IMRS Saúde. Ao selecionar as variáveis para inclusão no modelo múltiplo, considerou-se um valor-p inferior a 0,10 como critério. Permaneceram no modelo final as variáveis significativas ao nível de 5% de significância. Resultados: no período de janeiro de 2013 a dezembro de 2022, foram identificadas em Minas Gerais 34.273 internações para artroplastia de quadril o que representou uma taxa de 15,5 internações para a cirurgia por 100 mil habitantes. Os tipos mais frequentes foram: artroplastia total primaria do quadril não cimentada/híbrida (36,8%), artroplastia parcial de quadril (34,8%) e artroplastia total primária do quadril cimentada (17,3%), respectivamente. Quanto à evolução temporal, a mediana dos valores de incidência da cirurgia se manteve quase constante entre os anos de 2013 e 2018, com aumento em 2019. Em 2020 a mediana alcançou o menor valor do período estudado, aumentando em 2021 e alcançando o maior valor do recorte histórico estudado em 2022. Os resultados do modelo múltiplo revelaram que os fatores que permaneceram associados ao aumento da incidência das artroplastia foram maiores IMRS Educação e maior proporção de pessoas com 50 anos ou mais. Conclusão: pode-se concluir que em regiões com melhor situação da educação da população possivelmente há mais acesso à artroplastia do quadril e que populações mais envelhecidas apresentam maior necessidade da cirurgia.


Introduction: increased longevity is associated with an increase in the incidence and prevalence of chronic diseases, such as arthrosis or osteoarthritis, in addition to increasing the chance of femoral neck fractures, which are more common in older individuals, leading to a consequent increase in the need for of hip arthroplasty surgery. Objective: to analyze the incidence of hip arthroplasties performed by the Unified Health System in Minas Gerais, from 2013 to 2022. Methodology: this is an ecological study in which the units of analysis were the Health Microregions of the state of Minas Gerais. The frequency of different types of hip arthroplasties, their temporal evolution, the average age of completion for each of these procedures (by type) were described, in addition to estimating the annual incidence of surgery. An analysis of factors associated with the incidence of surgery in different microregions was also carried out. The incidence rate in 2018 was considered as an evolution variable. The factors investigated regarding the association in relation to the surgery rate per 100,000 inhabitants were: the Minas Gerais Social Responsibility Index (IMRS); proportion of female inhabitants; percentage of inhabitants over 50 years old; percentage of white inhabitants; specialist doctors from the Brazilian Society of Orthopedics and Traumatology (SBOT)/1,000 inhabitants; and number of beds per Health Macroregion. To analyze the projection between the incidence of arthroplasty and the other study variables, the Spearman projection coefficient was used. A simple and multiple Negative Binomial regression model was used, considering the occurrence of arthroplasty in 2018 as the outcome, and the other study indicators as explanatory variables, including the IMRS Health sub-indices. When selecting the variables for inclusion in the multiple models, if a p-value less than 0.10 as selective. Significant variations at the 5% significance level remained in the final model. Results: from January 2013 to December 2022, 34,273 admissions for hip arthroplasty were identified in Minas Gerais, which represented a rate of 15.5 admissions for surgery per 100 thousand inhabitants. The most frequent types were: uncemented/hybrid primary total hip arthroplasty (36.8%), partial hip arthroplasty (34.8%) and cemented primary total hip arthroplasty (17.3%), respectively. Regarding temporal evolution, the median surgery incidence values remained almost constant between the years 2013 and 2018, with an increase in 2019. In 2020 the median reached the lowest value of the trained period, increasing in 2021 and reaching the highest value of the historical sample trained in 2022. The results of the multiple models revealed that the factors that occurred associated with the increase in the incidence of arthroplasty were higher IMRS Education and a higher proportion of people aged 50 or over. Conclusion: it can be concluded that in regions with a better population education situation there is possibly more access to hip arthroplasty and that older populations have a greater need for surgery.


Subject(s)
Population Dynamics , Health of the Elderly , Academic Dissertation , Health Management
5.
Belo Horizonte; s.n; 2023. 102 p. ilus, graf.
Thesis in Portuguese | LILACS, ColecionaSUS | ID: biblio-1523557

ABSTRACT

Introdução: um dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) é a descentralização de serviços de saúde, com uma única direção em cada esfera de governo e tendo os estados e municípios responsabilidade compartilhada pela gestão de políticas públicas. A autonomia municipal tornou-se mais factível por meio de acordos de cooperação, entre os entes interessados na realização de um mesmo objetivo. Dessa cooperação, resultam os consórcios interfederativos, que são associações voluntárias seja por meio de municípios, estados e/ou união. Assim como ocorrem em outras regiões do país, os consórcios de saúde em Minas Gerais existem devido a uma necessidade dos municípios de se unirem, já que sozinhos, não conseguiriam prestar determinado tipo de serviço para a sociedade. A avaliação precisa ser pensada não só como um julgamento do serviço que está sendo prestado, mas também como uma oportunidade de mudanças. Objetivo: avaliar os serviços prestados pelos Consórcios Intermunicipais de Saúde em Minas Gerais na perspectiva de gestores municipais. Metodologia: do ponto de vista metodológico trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, que foi realizada com os gestores municipais de saúde do estado de Minas Gerais nas 14 Macrorregiões de Saúde. Os dados foram coletados por meio de entrevista com roteiro semiestruturado, de fevereiro a setembro de 2023. O projeto foi submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais e a coleta de dados só foi iniciada após aprovação. A realização das entrevistas ocorreu entre março e setembro de 2023, sendo utilizado um roteiro semiestruturado. Considerando que se trata de investigação para um Programa de Mestrado Profissional e do curto tempo para a pesquisa, optou-se pela quantidade pré-definida de 14 participantes. As entrevistas foram gravadas, ouvidas na totalidade, transcritas e submetidas à Análise de Conteúdo, seguindo a modalidade de Análise Temática. Resultados e discussão: foram organizadas três categorias de análise: a primeira aborda a participação dos consórcios na Rede de Atenção à Saúde, a qual foi relacionada com a referência e contrarreferência, Transporte Sanitário Eletivo, atenção especializada e compra de medicamentos. Na segunda categoria, foi apresentado o alcance das finalidades propostas, abordando a atenção especializada e o consórcio de saúde como uma ferramenta importante para os municípios de pequeno porte. Na terceira e última categoria, foram apresentadas as potencialidades e fragilidades, com destaque para a discussão de pontos como a distância do consórcio, o valor dos procedimentos, a variedade de procedimentos e a qualidade do serviço. O estudo revelou que os participantes reconhecem a importância do consórcio para a integração da Rede de Atenção à Saúde. Contudo, mesmo sabendo da importância dos consórcios, nem sempre os serviços são prestados da melhor maneira para os pacientes do SUS. Considerações finais: durante a realização deste estudo, ficou evidente a necessidade de os gestores entenderem a Rede de Atenção à Saúde e saber da importância que os consórcios têm na rede para ajudar os municípios a prestarem os serviços para a população. Cabe ressaltar que o consórcio de saúde representa uma valiosa estratégia que pode auxiliar os municípios a fortalecerem seu fluxo dentro da Rede de Atenção à Saúde.


Introduction: one of the principles of the Unified Health System (UHS) is the decentralization of health services, with a single direction in each sphere of government and states and municipalities having shared responsibility for the management of public policies. Municipal autonomy became more feasible through cooperation agreements between entities interested in achieving the same objective. This cooperation results in interfederative consortia, which are voluntary associations whether through municipalities, states and/or unions. As in other regions of the country, health consortia in Minas Gerais exist due to a need for municipalities to come together, as alone they would not be able to provide a certain type of service to society. Evaluation needs to be thought of not only as a judgment of the service being provided, but also as an opportunity for change. Objective: to evaluate the services provided by Intermunicipal Health Consortia in Minas Gerais from the perspective of municipal managers. Methodology: from a methodological point of view, this is a research with a qualitative approach, which was carried out with municipal health managers in the state of Minas Gerais in the 14 Health Macroregions. Data were collected through interviews with a semi-structured script, from February to September 2023. The project was submitted to the Research Ethics Committee of the Federal University of Minas Gerais and data collection only began after approval. The interviews took place between March and September 2023, using a semi-structured script. Considering that this is research for a Professional Master's Program and the short time for the research, a pre-defined number of 14 participants was chosen. The interviews were recorded, listened to in full, transcribed and submitted to Content Analysis, following the Thematic Analysis modality. Results and discussion: three categories of analysis were organized: the first addresses the participation of consortia in the Health Care Network, which was related to referral and counter-referral, Elective Health Transport, specialized care and purchase of medicines. In the second category, the scope of the proposed purposes was presented, addressing specialized care and the health consortium as an important tool for small municipalities. In the third and final category, the strengths and weaknesses were presented, with emphasis on the discussion of points such as the distance from the consortium, the value of the procedures, the variety of procedures and the quality of the service. The study revealed that participants recognize the importance of the consortium for the integration of the Health Care Network. However, even knowing the importance of consortia, services are not always provided in the best way for SUS patients. Final considerations: during this study, it became evident the need for managers to understand the Health Care Network and know the importance that consortia have in the network to help municipalities provide services to the population. It is worth noting that the health consortium represents a valuable strategy that can help municipalities strengthen their flow within the Health Care Network.


Subject(s)
Health Services Administration , Delivery of Health Care , Academic Dissertation
6.
Belo Horizonte; s.n; 2023. 112 p. ilus.
Thesis in Portuguese | LILACS, BDENF, ColecionaSUS | ID: biblio-1524307

ABSTRACT

Os hospitais desempenham um papel central no contexto do Sistema Único de Saúde (SUS), dada a sua significativa contribuição na prestação de assistência médica e sua representatividade considerável nos gastos totais em saúde. Abordar questões relacionadas ao financiamento e à sustentabilidade econômico-financeira dessas instituições requer uma base sólida de informações sobre os custos envolvidos. No entanto, a implantação de uma eficaz gestão de custos é reconhecida como uma tarefa complexa. Com o intuito de enfrentar esse desafio, a Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SES/MG), em consonância com o Programa Nacional de Gestão de Custos do Ministério da Saúde (PNGC/MS), concebeu o Projeto OtimizaSUS, vinculado à Política de Atenção Hospitalar Valora Minas. Essa iniciativa proporcionará apoio técnico e financeiro a 145 hospitais localizados em Minas Gerais, com o propósito de capacitá-los para a efetiva implantação da gestão de custos de acordo com as diretrizes do Ministério da Saúde. O objetivo geral deste estudo consistiu em analisar o processo de implantação do sistema de gestão de custos hospitalares vinculados ao Projeto OtimizaSUS, na visão do Ministério da Saúde, da Diretoria Hospitalar da SES/MG e dos hospitais vinculados à primeira onda. Para alcançar este objetivo, foram estabelecidos os seguintes objetivos específicos: analisar quais são os objetivos e benefícios esperados, as estratégias definidas e os desafios enfrentados pela Diretoria Hospitalar da SES/MG e pela Coordenação do PNGC do MS com a implantação do sistema de gestão de custos hospitalares e analisar os desafios enfrentados com a implantação do sistema de gestão de custos hospitalares na visão dos Diretores e dos Gestores de Custos dos Hospitais da primeira onda, bem como os benefícios esperados e as estratégias implementadas. Este estudo se caracteriza como uma pesquisa qualitativa, exploratória e descritiva. As técnicas de investigação utilizadas compreendem análise documental aprofundada e entrevistas individuais semiestruturadas. Os participantes da pesquisa foram a Diretoria Hospitalar da SES/MG, o técnico do Ministério da Saúde responsável pela implementação do Gestão de Custos em Minas Gerais e os Diretores/Gestores de Custos dos Hospitais da primeira onda. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 12 participantes. O método adotado foi o estudo de caso descritivo. A técnica de amostragem utilizada na pesquisa foi a intencional por acessibilidade. A unidade de análise foi o processo de implantação da gestão de custos hospitalares vinculado ao Projeto OtimizaSUS nos hospitais da primeira onda. A análise de dados qualitativa foi realizada pela técnica de análise de conteúdo, estabelecendo-se como categorias temáticas: objetivos com o projeto, benefícios esperados com o projeto, estratégias utilizadas para a implantação da gestão de custos e os desafios enfrentados para a implantação da gestão de custos. Percebeu-se com o presente estudo que, apesar de todos os atores envolvidos compreenderem a importância da implantação da gestão de custos nas unidades hospitalares, ela foi identificada como deficiente, prejudicando a melhoria da saúde pública e dos serviços oferecidos à população. O estudo ressaltou a necessidade de investir na mensuração de custos para embasar decisões estratégicas e elevar a qualidade dos serviços de saúde. A Política de Atenção Hospitalar Valora Minas foi criada para priorizar a qualidade da assistência e a eficiência nos hospitais, em resposta às mudanças nas necessidades hospitalares. O Projeto OtimizaSUS, uma extensão da política Valora Minas, visa melhorar a administração hospitalar, implementando a gestão de custos e a metodologia Diagnosis Related Groups (DRG) para preencher lacunas de informações. Os gestores hospitalares entrevistados reconhecem a importância do projeto e esperam que ele contribua para uma remuneração equitativa com base na qualidade e custos dos serviços. No entanto, há preocupações sobre a continuidade do projeto com mudanças na administração pública. O presente estudo ressalta a necessidade de monitoramento constante para aprimorar a gestão da saúde pública e a continuidade do projeto. A proposta do projeto permite acompanhar e analisar os desafios e limitações ao longo do processo de gestão, com o objetivo de construir conhecimento científico e prático aplicável à administração da saúde no âmbito do SUS. O produto técnico deste trabalho foi a elaboração de um relatório técnico e a apresentação dos resultados da pesquisa para todos os atores envolvidos: MS, SES/MG e Hospitais, visando facilitar o projeto de implantação da gestão de custos vinculados ao Projeto OtimizaSUS.


Hospitals play a central role in the context of the Unified Health System (Sistema Único de Saúde - SUS), given their significant contribution to the provision of medical care and their considerable representation in total healthcare expenditures. Addressing issues related to the financing and economic-financial sustainability of these institutions requires a solid foundation of information about the costs involved. However, the implementation of effective cost management is recognized as a complex task. In order to tackle this challenge, the State Health Department of Minas Gerais (SES/MG), in alignment with the National Cost Management Program of the Ministry of Health (PNGC), conceived the OtimizaSUS Project, linked to the Valora Minas Hospital Care Policy. This initiative will provide technical and financial support to 145 hospitals located in Minas Gerais, with the purpose of equipping them for the effective implementation of cost management in accordance with the guidelines of the Ministry of Health. The overall objective of this study was to analyze the implementation process of the hospital cost management system linked to the OtimizaSUS Project, from the perspective of the Ministry of Health, the Hospital Directorate of the State Health Department of Minas Gerais, and the hospitals affiliated with the first wave. To achieve this objective, the following specific objectives were established: to analyze the objectives and expected benefits, the defined strategies, and the challenges faced by the Hospital Directorate of the State Health Department of Minas Gerais (SES/MG) and the Coordination of the National Cost Management Program (PNGC) of the Ministry of Health in implementing the hospital cost management system, and to analyze the challenges faced with the implementation of the hospital cost management system from the perspective of Directors and Cost Managers of the hospitals in the first wave, as well as the expected benefits and implemented strategies. This study is characterized as a qualitative, exploratory, and descriptive research. The research techniques used include in-depth document analysis and semi-structured individual interviews. The research participants were the Hospital Directorate of SES/MG, the technician from the Ministry of Health responsible for implementing Custody Management in Minas Gerais and the Custody Directors/Managers of the Hospitals of the first wave. Semi-structured interviews were carried out with 12 participants. The adopted method was descriptive case study. The sampling technique used in the research was intentional accessibility sampling. The unit of analysis was the implementation process of hospital cost management linked to the OtimizaSUS Project in the hospitals of the first wave. Qualitative data analysis was conducted using content analysis technique, establishing thematic categories: project objectives, expected benefits from the project, strategies used for the implementation of cost management, and challenges faced in the implementation of cost management. This study revealed that, despite all stakeholders recognizing the importance of implementing cost management in hospital units, it was identified as deficient, hindering the improvement of public health and services provided to the population. The study emphasized the need to invest in cost measurement to support strategic decisions and elevate the quality of healthcare services. The Valora Minas Hospital Care Policy was created to prioritize the quality of care and efficiency in hospitals in response to changes in hospital needs. The OtimizaSUS Project, an extension of the Valora Minas policy, aims to enhance hospital administration by implementing cost management and the Diagnosis Related Groups (DRG) methodology to fill information gaps. The interviewed hospital managers acknowledge the importance of the project and expect it to contribute to equitable reimbursement based on the quality and costs of services. However, there are concerns about the project's continuity with changes in public administration. This study highlights the need for ongoing monitoring to improve public health management and the continuity of the project. The project's proposal allows for tracking and analyzing challenges and limitations throughout the management process, with the goal of building scientific and practical knowledge applicable to healthcare administration within the SUS framework. The technical output of this work was the preparation of a technical report and the presentation of research results to all stakeholders: the Ministry of Health, SES/MG, and Hospitals, with the aim of facilitating the implementation of cost management linked to the OtimizaSUS Project.


Subject(s)
Cost Control , Academic Dissertation
7.
Belo Horizonte; s.n; 2023. 144 p. ilus, tab.
Thesis in Portuguese | LILACS, BDENF, ColecionaSUS | ID: biblio-1532307

ABSTRACT

Introdução: A assistência à saúde no domicílio configura-se como uma modalidade de cuidado em expansão no cenário mundial e a enfermagem integra a equipe multiprofissional, sendo a maior provedora de assistência domiciliar. No contexto de especificidades da atenção domiciliar, o enfermeiro é constantemente desafiado a mobilizar conhecimentos, habilidades e atitudes de forma inter-relacionada e espera-se que seja competente na prática profissional. O objetivo deste estudo foi analisar as competências mobilizadas por enfermeiros na atenção domiciliar no dia a dia do seu trabalho. Método: estudo de abordagem qualitativa com delineamento metodológico de estudo de caso único. A produção dos dados teve como cenário o serviço de atenção domiciliar do Sistema Único de Saúde do município de Belo Horizonte. Participaram da pesquisa 12 enfermeiros que compõem equipes multiprofissionais de atendimento domiciliar. As fontes de evidência foram a análise documental, entrevistas guiadas por um roteiro semiestruturado com foco em competências e grupo focal. Os dados foram submetidos à Análise de Discurso Crítica, na perspectiva de Fairclough, possibilitando a discussão de duas categorias empíricas: competências do enfermeiro para atuação na atenção domiciliar; e situações que promovem a mobilização das competências. Resultados: identificou-se um conjunto de dezessete competências mobilizadas pelos enfermeiros do serviço de atenção domiciliar, quais sejam: liderança, comunicação, tomada de decisão, avaliação holística do paciente e ambiente domiciliar, gestão do trabalho, gestão do cuidado, educação em saúde, sensibilidade cultural, assistência de enfermagem, trabalho em equipe, colaboração interdisciplinar, trabalho em rede, gestão de recursos materiais, gestão do tempo, desenvolvimento profissional, adaptação à tecnologia e segurança para o trabalho. Para cada uma das competências foram apontados e discutidos os atributos relacionados a conhecimentos, habilidades e atitudes. Os discursos revelaram que as competências são mobilizadas por situações relacionadas as particularidades da atenção domiciliar, singularidade do contexto domiciliar e demandas profissionais. Conclusão: a prática dos enfermeiros na atenção domiciliar mobiliza diversas competências compreendidas como uma necessidade no dia a dia do trabalho.


Introduction: Home health care is an expanding modality of care on the world stage and the nurse is part of the multidisciplinary team, being the largest provider of home care. In the context of specificities of home care, nurses are constantly challenged to mobilize knowledge, skills and attitudes in an interrelated way and are expected to be competent in professional practice. The objective of this study was to analyze the skills mobilized by nurses in home care in their day-to-day work. Method: qualitative approach study with a single case study methodological design. Data production took place in home care service of the Unified Health System in the city of Belo Horizonte. 12 nurses who make up multidisciplinary home care teams participated in the research. The sources of evidence were documents analysis, interviews guided by a semi-structured script focusing on skills and focus groups. The data were submitted to Critical Discourse Analysis, from Fairclough 's perspective, enabling the discussion of two empirical categories: nurse skills to work in home care; and situations that promotes the mobilization of skills. Results: a set of seventeen skills mobilized by nurses in home care service were identified, namely: leadership, communication, decision making, holistic assessment of the patient and home environment, work management, care management, health education, cultural sensitivity, nursing care, teamwork, interdisciplinary collaboration, networking, material resource management, time management, professional development, adaptation to technology and work safety. For each of the competencies, attributes related to knowledge, skills and attitudes were highlighted and discussed. The speeches revealed that skills are mobilized by situations related to the particularities of home care, the uniqueness of the home context and professional demands. Conclusion: the practice of nurses in home care mobilizes several skills understood as a necessity in day-to-day work.


Subject(s)
Home Health Nursing , Home Care Services , Professional Competence , Unified Health System , Academic Dissertation , Work Performance
8.
Belo Horizonte; s.n; 2023. 130 p. ilus.
Thesis in Portuguese | LILACS, ColecionaSUS | ID: biblio-1435270

ABSTRACT

O Plasmodium vivax representa um grande desafio no controle da malária devido a sua vasta distribuição ao redor do globo, grande frequência de infecções sub microscópicas e habilidade de induzir recaídas em consequência das formas evolutivas que podem ficar latentes no fígado por longos períodos (hipnozoítos). O recente aumento de cepas de P. vivax resistentes aos fármacos disponíveis, a evolução de formas mais virulentas do parasito e a produção precoce de gametócitos, característica desta espécie, contribuem para classificar a malária vivax como um problema de saúde pública que merece atenção. Ainda que reconhecido por suas características biológicas peculiares e pelo agravamento recente de sua virulência, poucos investimentos têm sido feitos no desenvolvimento de ferramentas de controle para vivax. Portanto, o presente estudo teve como objetivo identificar e caracterizar novos alvos potenciais utilizando amostras de diferentes áreas endêmicas ao redor do mundo (Brasil, Mali, Camboja e Estados Unidos da América). Para tanto, investigamos e caracterizamos uma proteína recém descoberta na urina de pacientes naturalmente infectados (PvVir14); e descrevemos o potencial imunogênico de epítopos de células B de uma das proteínas mais bem caracterizadas de P. vivax, a PvAMA-1. Anti-IgG circulantes contra PvVir14 apareceram em 61% e 34.5% dos indivíduos do Brasil e Camboja, respectivamente, enquanto que indivíduos de Mali (infectados com falciparum e não expostos a vivax), tiveram 0% de reconhecimento. Ainda, os níveis de anti-PvVir14 correlacionaram-se com aqueles contra outros antígenos de vivax já bem caracterizados, como a PvCSP e a PvDBP, que foram reconhecidos por 7.6% e 42% dos indivíduos respectivamente. Com relação ao perfil celular, indivíduos sororreativos para PvVir14 apresentaram níveis significativamente maiores de células B atípicas circulantes (CD 21- CD 27-), sugerindo que tal tipo celular possa estar ligado à resposta anti-PvVir14. Entre as células T, os níveis de CD4+ e CD8+ diferiram entre indivíduos com e sem anticorpos contra PvVir14 (menor e maior expressão, respectivamente), enquanto que os níveis de células NKT foram mais expressivos em indivíduos sem anti-PvVir14. Se tratando da PvAMA-1, a antigenicidade dos peptídeos com epítopos para células B previamente selecionados foi avaliada através de múltiplos ensaios sorológicos utilizando amostras de indivíduos com infecção aguda por P.vivax do norte do Brasil. Os peptídeos sintéticos foram reconhecidos por 45.5%, 48.7% e 31.2% (PI, PII e PII, respectivamente) dos indivíduos selecionados para o estudo. Quando sintetizados em conjunto (tripeptídeo), a reatividade aumentou para 62%, porcentagem comparável àquela obtida pela proteína em sua forma e tamanho originais (57%). Além disso, a reatividade anti-IgG conta o tripeptídeo foi reduzida em 42% pós-depleção, indicando que tais epítopos podem ser responsáveis por parte considerável da imunogenicidade da proteína. Esses resultados representam uma excelente perspectiva na identificação de novos alvos com potencial imunogênico para compor uma vacina, ou auxiliar no desenvolvimento de outras medidas de controle, como testes diagnósticos, já que contemplar diversos alvos do ciclo de vida do parasito parece ser a chave para alcançar a resposta robusta e protetora que uma vacina contra a malária vivax precisa para ter sucesso.


Plasmodium vivax is a major challenge for malaria control due to its wide geographic distribution, high frequency of submicroscopic infections, and ability to induce relapses due to the latent forms present in the liver (hypnozoites). The recent increase in drug-resistant P. vivax strains, the evolution toward more virulent forms and the early production of gametocytes adds up to make P. vivax malaria a public health issue of increasing importance. Besides its tricky biological features and new awareness of its virulence, minimal investments have been made in vaccine discovery for P. vivax. Given that, this study aimed to discover and characterize potential new targets for future vaccine development using samples from different endemic areas around the world (Brazil, Mali, Cambodia and United States of America). For this purpose, we investigated and characterized a novel protein recently discovered in the urine of naturally infected subjects (PvVir14) and described the immunogenic potential of peptides from a well-known vivax protein (PvAMA-1), which has been proved to have important B cell epitopes that can induce specific immune response. Circulating antibodies against PvVir14 appeared in 61% and 34.5% of subjects from Brazil and Cambodia, respectively, versus none (0%) of the P. falciparum-infected subjects from Mali who have no exposure to P. vivax. PvVir14 antibody levels correlated with those against other well-characterized sporozoite/liver (PvCSP) and blood stage (PvDBP-RII) antigens, which were recognized by 7.6% and 42% of Brazilians, respectively. Concerning the cellular immune profiling of Brazilian subjects, PvVir14 seroreactive individuals displayed significantly higher levels of circulating atypical (CD21− CD27−) B cells, raising the possibility that atypical B cells may be contribute to the PvVir14 antibody response. Among T cells, CD4+ and CD8+ levels differed (lower and higher, respectively) between subjects with versus without antibodies to PvVir14, while NKT cell levels were higher in those without antibodies. As for PvAMA-1, the antigenicity of the selected B-cell peptides was assessed by multiple serological assays using sera from acute P.vivax infected subjects. The synthetic peptides were recognized by 45.5%, 48.7% and 32.2% of infected subjects for peptides I, II and III respectively. Moreover, when synthetized together (tripeptide), the reactivity increases up to 62%, which is comparable to the reactivity found against the whole protein PvAMA-1 (57%). Furthermore, IgG reactivity against the tripeptide after depletion was reduced by 42%, indicating that these epitopes may be responsible for a considerable part of the protein immunogenicity. These results represent an excellent perspective on discovering new targets with immunogenic potential to compose a vaccine, or even to assist the development of other control measures, such as diagnostic tools, since contemplating several targets seems to be the key to achieving a robust and protective response that a malaria vaccine needs to be successful.


Subject(s)
Plasmodium vivax , Immunity, Humoral , Malaria , Academic Dissertation , Epitopes
9.
Belo Horizonte; s.n; 2023. 168 p. ilus, tab.
Thesis in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1513041

ABSTRACT

Na perspectiva de pensar novos arranjos que proporcionem mudanças significativas na gestão da clínica e na articulação em rede, o hospital pode se constituir para além de uma estação cuidadora, em um observatório da rede, capaz de integrar e potencializar o cuidado no território. Nesse contexto, esta tese buscou analisar a produção do cuidado dentro do hospital e os dispositivos utilizados para a garantia do cuidado integral, o processo de alta e a continuidade do cuidado na perspectiva dos sujeitos sociais que o constituem. Trata-se de um estudo qualitativo, do tipo pesquisa interferência em saúde. A pesquisa interferência busca captar os efeitos produzidos no campo de estudo a partir das interferências do e com o pesquisador, capturando as conexões e ruídos percebidos, problematizando o discurso institucional e pessoal, e produzindo múltiplos sentidos que ultrapassam as certezas da ciência hegemônica. O cenário de estudo foi o Hospital Risoleta Tolentino Neves (HRTN), hospital geral de 420 leitos, referência para a porção norte da região metropolitana de Belo Horizonte/MG, com atendimento 100% SUS. A pesquisa foi definidas em quatro fases, a saber: Revisão integrativa sobre continuidade do cuidado e integralidade da atenção, identificando dispositivos e estratégias utilizadas para essa construção a partir do hospital (fase 1); Análise do perfil assistencial dos pacientes atendidos HRTN, a partir da análise dos dados do DRG - Grupos de Diagnósticos Relacionados (fase 2); Análise da produção do cuidado, das relações interprofissionais dentro do hospital e dos dispositivos institucionais existentes para qualificação do cuidado (fase 3); Análise do acesso e barreiras na Rede de Atenção à Saúde no processo desospitalização a partir de serviços guia (fase 4). A investigação que originou essa tese, teve seu trabalho de campo desenvolvido no período de setembro de 2019 a junho de 2022, período em que foram realizadas diversas interferências com os atores do campo em estudo. A produção dos dados se deu por meio de diferentes técnicas: entrevistas individuais com roteiros semiestruturados, grupos focais, observação e registro em diário de campo do pesquisador. O primeiro momento do estudo consistiu na imersão na instituição para compreender a realidade e contexto local. Posteriormente, foram realizadas treze entrevistas em profundidade, conduzidas pela pesquisadora principal, com gestores e coordenadores do hospital. Também foram realizados dois grupos focais, em plantões diferentes, com os trabalhadores do hospital, cerca de 22 profissionais participaram, entre eles fisioterapeutas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, médicos, assistentes sociais, psicólogos, fonoaudiólogos, nutricionistas, farmacêuticos, auxiliar administrativo e radiologista. Todo o processo de análise dos dados seguiu a técnica de análise de conteúdo temático. Para discutir os dados, foram utilizados os referenciais teóricos de integralidade e produção do cuidado, e os estudos encontrados na revisão integrativa, realizada como primeira fase da investigação, além de trabalhos de autores referência e relevantes para este estudo incorporados ao longo da investigação. A revisão de literatura identificou dispositivos intra-hospitalares, pressupondo práticas organizativas e relacionais para atingir um cuidado integral em hospitais brasileiros e de outros países. Os dados empíricos dessa investigação evidenciaram dispositivos que contribuem para a construção de novas práticas de gestão e cuidado e reestruturação do trabalho, como o projeto Lean nas Emergências e ferramentas do Fast Track, Kanban e Huddle; o Núcleo Interno de Regulação (NIR); a atuação dos médicos hospitalistas, comanejadores e coordenadores de plantão; a atuação da equipe de atenção domiciliar dentro do hospital discutindo os casos para a desospitalização; implantação do ambulatório de egresso; participação do controle social; e os dispositivos para a gestão interdisciplinar, como as corridas de leito multidisciplinares, discussões de casos, construção compartilhada dos projetos terapêuticos, preparação dos cuidadores familiares e encaminhamentos responsáveis para a rede de Belo Horizonte e municípios vizinhos. Além disso, foi possível observar avanços e desafios em relação a continuidade do cuidado na rede, como a articulação no território para que esse paciente seja bem assistido, desde o acesso ao transporte até a garantia de insumos e medicações para a continuidade do tratamento pós alta. No entanto, ainda se observam desafios como a continuidade do cuidado ao paciente crônico e a transferência de casos mais complexos que não conseguem garantia da continuidade da atenção. As experiências vivenciadas apontam para a micropolítica do trabalho das equipes de saúde que nos seus modos de produção de cuidado avançam para a incorporação da concepção da integralidade nas linhas de cuidado. Os profissionais compreendem que o cuidado não se restringe à sua ação e que tanto os profissionais quanto os pacientes são responsáveis pelo cuidado. Recomenda-se que as instituições hospitalares designem um profissional para coordenar o processo de alta hospitalar do paciente, promovendo advocacy para o paciente. Além do estímulo à promoção de planos terapêuticos compartilhados com as equipes interdisciplinares, com novas tecnologias do cuidado, e uma gestão mais compartilhada. Por fim, identificou-se que o hospital enquanto observatório da rede requer, de maneira cooperativa com os demais serviços, o compromisso com as necessidades dos usuários, enfrentando as tensões existes no campo micropolítico, para que a integralidade do cuidado esteja presente na lógica do cuidado.


From the perspective of thinking of new arrangements that provide significant changes in the management of the clinic and in the network articulation, the hospital can be constituted beyond a caregiving station, in an observatory of the network, capable of integrating and enhancing care in the territory. In this context, this thesis sought to analyze the production of care within the hospital and the devices used to guarantee comprehensive care, the discharge process and the continuity of care from the perspective of the social subjects that constitute it. This is a qualitative study, of the type research interference in health. The interference research seeks to capture the effects produced in the field of study from the interferences of and with the researcher, capturing the connections and perceived noises, problematizing the institutional and personal discourse, and producing multiple meanings that go beyond the certainties of hegemonic science. The study scenario was the Risoleta Tolentino Neves Hospital (HRTN), a 420-bed general hospital, a reference for the northern portion of the metropolitan region of Belo Horizonte/MG, with 100% SUS care. The research was defined in four phases, namely: Integrative review on continuity of care and integrality of care, identifying devices and strategies used for this construction from the hospital (phase 1); Analysis of the care profile of the patients seen HRTN, from the analysis of the data of the DRG - Related Diagnosis Groups (phase 2); Analysis of the production of care, of the interprofessional relations within the hospital and of the existing institutional devices for the qualification of care (phase 3); Analysis of access and barriers in the Health Care Network in the dehospitalization process from guide services (phase 4). The investigation that originated this thesis had its fieldwork developed in the period from September 2019 to June 2022, a period in which several interferences were carried out with the actors of the field under study. Data production was performed through different techniques: individual interviews with semi-structured scripts, focus groups, observation and recording in the researcher's field diary. The first moment of the study consisted of immersion in the institution to understand the reality and local context. Subsequently, thirteen in-depth interviews were conducted, conducted by the main researcher, with managers and coordinators of the hospital. Two focus groups were also carried out, in different shifts, with the hospital workers, about 22 professionals participated, among them physiotherapists, nurses, nursing technicians, doctors, social workers, psychologists, speech therapists, nutritionists, pharmacists, administrative assistant and radiologist. The entire data analysis process followed the thematic content analysis technique. To discuss the data, we used the theoretical references of integrality and production of care, and the studies found in the integrative review, carried out as the first phase of the investigation, in addition to works by reference authors and relevant to this study incorporated throughout the investigation. The literature review identified in-hospital devices, presupposing organizational and relational practices to achieve comprehensive care in Brazilian hospitals and in other countries. The empirical data of this investigation evidenced devices that contribute to the construction of new practices of management and care and restructuring of work, such as the Lean in Emergencies project and Fast Track, Kanban and Huddle tools; the Internal Regulatory Center (NIR); the performance of hospitalist physicians, co-managers and coordinators on duty; the performance of the home care team within the hospital discussing the cases for dehospitalization; and the devices for interdisciplinary management, such as multidisciplinary bed runs, case discussions, shared construction of therapeutic projects, preparation of family caregivers and responsible referrals to the network of Belo Horizonte and neighboring municipalities. In addition, it was possible to observe advances and challenges in relation to the continuity of care in the network, such as the articulation in the territory so that this patient is well assisted, from access to transportation to the guarantee of supplies and medications for the continuity of treatment after discharge. However, challenges are still observed, such as the continuity of care for chronic patients and the transfer of more complex cases that cannot guarantee continuity of care. The experiences pointed to the micropolitics of the work of the health teams that in their modes of care production advance towards the incorporation of the concept of integrality in the lines of care. Professionals understand that care is not restricted to their action and that both professionals and patients are responsible for care. It is recommended that hospital institutions designate a professional to coordinate the process of hospital discharge of the patient, promoting advocacy for the patient. In addition to encouraging the promotion of shared therapeutic plans with interdisciplinary teams, with new care technologies, and a more shared management. Finally, it was identified that the hospital as an observatory of the network requires, in a cooperative manner with the other services, the commitment to the needs of the users, facing the tensions that exist in the micropolitical field, so that the integrality of care is present in the logic of care.


Subject(s)
Community Networks , Continuity of Patient Care , Healthcare Models , Patients , Comprehensive Health Care , Academic Dissertation , Hospital Restructuring
10.
Belo Horizonte; s.n; 2023. 74 p. ilus, graf, tab.
Thesis in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1515994

ABSTRACT

Introdução: Em 2018, o Sistema Nacional de Saúde da Inglaterra (NHS) lançou o "Guia para reduzir as longas estadias hospitalares" com o objetivo de estimular ciclos de melhoria e reduzir o tempo de internação (lengh of stay, LOS) de pacientes nos hospitais daquele país. O SAFER flow bundle e a ferramenta Red2Green days foram descritos como estratégias a serem implementadas em unidades de internação para reduzir os atrasos para a alta dos pacientes. Objetivo: Verificar se a implementação do SAFER patient flow bundle e da ferramenta Red2Green days está associada à redução do LOS nas enfermarias da Unidade de Clínica Médica (UCM) de um hospital universitário no Brasil. Métodos: Neste estudo longitudinal de intervenção, comparamos o LOS dos pacientes que receberam alta das enfermarias da UCM em 2019, durante a implementação do SAFER flow bundle e da ferramenta Red2Green days, com o LOS dos pacientes que receberam alta no mesmo período em 2018. O algoritmo de Grupo de Diagnósticos Relacionados (Diagnosis Related Groups, DRG) Brasil comparou grupos de acordo com a complexidade e a necessidade de recursos. Também foram avaliadas a mortalidade intra-hospitalar, as taxas de readmissão, o número de eventos adversos e o número e causas de dias de internação inapropriados. Resultados: 208 pacientes de clínica médica tiveram alta em 2018 e 252 tiveram alta em 2019. A mediana de LOS hospitalar foi significativamente menor durante o período de intervenção [14,2 dias (IQR, 8-23) vs. 19 dias (IQR, 12-32); p <0,001]. A mortalidade intra-hospitalar, a readmissão em 30 dias e o número de eventos adversos foram os mesmos entre os grupos. Dos 3350 pacientes-dia analisados, 1482 (44,2%) foram classificados como verdes e 1868 (55,8%) como vermelhos. A ausência da avaliação presencial do preceptor foi a causa mais frequente de dias vermelhos (42,4%). Conclusões: A implementação do SAFER patient flow bundle e da ferramenta Red2Green days foi associada a uma diminuição significativa do tempo de internação na enfermaria de clínica médica de um hospital universitário sem impacto em desfechos negativos. A redução do tempo de internação hospitalar é possível com a mudança de atitude da equipe multidisciplinar através da utilização dessas estratégias.


Background: In 2018, the National Health System (NHS) released the "Guide to reducing long hospital stays" to stimulate improvement and decrease length of stay (LOS) in England hospitals. The SAFER patient flow bundle and Red2Green tool were described as strategies to be implemented in inpatient wards to reduce discharge delays. Objective: To verify if implementing the SAFER patient flow bundle and Red2Green days tool is associated with LOS reduction in the internal medicine unit (IMU) wards of a university hospital in Brazil. Methods: In this longitudinal interventional trial, we compared the LOS of patients discharged from the IMU wards in 2019, during the implementation of the SAFER bundle and Red2Green tool, to the LOS of patients discharged in the same period in 2018. The Diagnosis Related Groups (DRG) Brasil algorithm compared groups according to complexity and resource requirements. In-hospital mortality, readmission rates, the number of adverse events, and the number and causes of inappropriate hospital days were also evaluated. Results: 208 internal medicine patients were discharged in 2018, and 252 were discharged in 2019. The median hospital LOS was significantly lower during the intervention period [14.2 days (IQR, 8-23) vs. 19 days (IQR, 12-32); p <0.001]. In-hospital mortality, readmission in 30 days, and the number of adverse events were the same between groups. Of the 3350 patient days analyzed, 1482 (44.2%) were classified as green and 1868 (55.8%) as red. The lack of senior review was the most frequent cause of a red day (42.4%). Conclusion: SAFER patient flow bundle and Red2Green days tool implementation were associated with a significant decrease in hospital LOS in a university hospital IMU ward. There is a considerable improvement opportunity for hospital LOS reduction by changing the multidisciplinary team`s attitude during patient hospitalization using these strategies.


Subject(s)
Patient Discharge , Hospital Administration , Longitudinal Studies , Academic Dissertation , Hospitals, University
11.
Psicol. Estud. (Online) ; 28: e54641, 2023. tab
Article in Portuguese | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1514634

ABSTRACT

RESUMO Em seu capítulo sobre medidas socioeducativas, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) propõe a aplicação de medidas a adolescentes autores de atos infracionais, cujo caráter deve ser educativo e não punitivo. O objetivo desse trabalho foi mapear as dissertações indexadas na base Capes sobre a privação de liberdade de adolescentes defendidas entre 2007 e 2016 que respondiam ao problema de pesquisa: 'Quais as contribuições da privação de liberdade como medida socioeducativa para o desenvolvimento de jovens no Brasil?', tendo sido identificadas 1.133 dissertações. Para atender ao objetivo proposto, realizou-se uma pesquisa documental, na qual foram selecionadas 174 dissertações e foi possível perceber vários problemas na execução da medida socioeducativa e que estão em desacordo com as prescrições do Sinase. Em muitos casos, a concepção punitiva se sobrepõe ao aspecto pedagógico, levando a uma aproximação entre o sistema socioeducativo e o sistema prisional. Destaca-se a necessidade de os órgãos responsáveis fiscalizarem os centros socioeducativos para a garantia do cumprimento das normativas.


RESUMEN En su capítulo sobre medidas socioeducativas, el Estatuto de la Infancia y de la Adolescencia (ECA) propone la aplicación de medidas a los adolescentes que han cometido infracciones cuyo carácter debe ser educativo y no punitivo. El objetivo de este trabajo fue mapear las disertaciones indexadas en la base de datos CAPES sobre la privación de libertad de adolescentes defendidas entre 2007 y 2016 que respondió al problema de investigación: '¿Cuáles son las contribuciones de la privación de libertad como una medida socioeducativa para el desarrollo de los jóvenes en Brasil?', habiendo sido identificados 1133 disertaciones. Para cumplir con el objetivo propuesto, se realizó una investigación documental, en la que se seleccionaron 174 disertaciones y se pudo percibir varios problemas en la ejecución de la medida socioeducativa y que están en desacuerdo con las prescripciones del SINASE. En muchos casos, la concepción punitiva se superpone al aspecto pedagógico, lo que lleva a una aproximación entre el sistema socioeducativo y el sistema penitenciario. Se destaca la necesidad de que los organismos responsables inspeccionen los centros socioeducativos para garantizar el cumplimiento de la normativa.


ABSTRACT In its chapter on socio-educational measures, the Statute of Children and Adolescents (ECA) proposes the application of measures to adolescents who have committed infractions whose character must be educational and not punitive. The objective of this work was to map the dissertations indexed in the CAPES database on the deprivation of liberty of adolescents defended between 2007 and 2016 that answered the research problem: 'What are the contributions of the deprivation of liberty as a socio-educational measure for the development of young people in Brazil?', having identified 1133 dissertations defended in this period. In order to meet the proposed objective, a documentary research was carried out, in which 174 dissertations were selected and it was possible to perceive several problems in the execution of the socio-educational measure and which are in disagreement with the SINASE prescriptions. In many cases, the punitive conception overlaps the pedagogical aspect, leading to an approximation between the socio-educational system and the prison system. The need for the responsible bodies to inspect the socio-educational centers is highlighted in order to guarantee compliance with the regulations.


Subject(s)
Prisoners/psychology , Child , Child Advocacy/psychology , Academic Dissertation , Academic Dissertations as Topic , Education , Freedom
12.
Belo Horizonte; s.n; 2023. 165 p. ilus, tab.
Thesis in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1518131

ABSTRACT

Introdução: O Brasil tem uma elevada prevalência de uso de contraceptivos entre mulheres em idade reprodutiva. No entanto, observa-se que persistem desigualdades, tanto no acesso quanto em relação ao tipo de método usado, o que pode contribuir para as altas taxas de gestações não planejadas e abortos induzidos no país. Outro fator que contribui para esses desfechos é a descontinuidade contraceptiva, porém este indicador não é monitorado no país desde 1996, dificultando dimensionar a magnitude do problema. Objetivos: Estimar fatores individuais e contextuais associados ao uso de contraceptivos de acordo com a paridade das mulheres brasileiras em idade reprodutiva; estimar os fatores associados ao tipo de método contraceptivo usado pelas brasileiras; e estimar a magnitude da descontinuidade contraceptiva na literatura mundial a partir de uma meta-análise. Métodos: Foram utilizados dados da Pesquisa Nacional de Saúde de 2013 e 2019 para responder aos dois primeiros objetivos da tese. Os desfechos principais foram o uso de métodos contraceptivos (MC) e o tipo de método classificado quanto ao tempo de ação: contraceptivos reversíveis de curta duração (SARCs) e contraceptivos reversíveis de longa duração (LARCs), e MC permanentes. Os fatores individuais foram características da história reprodutiva, do acesso aos serviços de saúde e sociodemográficas; e os contextuais: Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), Índice Sociodemográfico (SDI), Rendimento Mensal Médio e Cobertura da Atenção Primária (APS). Primeiramente, utilizou-se modelos de regressão logística multinível para estimar os fatores individuais e contextuais associados ao uso de MC, estratificados por paridade. Em seguida, para estimar os fatores associados ao tipo de MC usado pelas mulheres foram utilizados modelos de regressão logística multinomial, cuja categoria de referência foram as usuárias de SARC. Por último, foi conduzida uma revisão sistemática com meta-análise para estimar a magnitude da descontinuidade contraceptiva (abandono e troca) na literatura mundial, que também considerou a classificação dos métodos em SARCs e LARCs. Resultados: A prevalência do uso de MC foi superior a 80% em 2013 e 2019, e menor entre nulíparas. Entre 2013 e 2019, observou-se uma redução da variabilidade da chance de usar MC entre as Unidades Federativas (UFs) para nulíparas. Mesmo assim, nulíparas que residiam em UFs com melhores indicadores socioeconômicos, tais como maior IDH e SDI, tinham mais chance de uso de MC. Por outro lado, a cobertura da APS foi a única variável que permaneceu associada a maior probabilidade de uso de MC em 2019 entre primíparas/multíparas. Quanto ao tipo de MC, mais de 70% das mulheres usavam SARCs. Mulheres com melhores condições socioeconômicas tinham mais chance de usar LARCs e menos chance de usar métodos permanentes quando comparados aos SARCs. Por outro lado, mulheres com maior idade, paridade e que viviam com companheiro tinham maior chance de usar métodos permanentes em relação aos SARCs. Ao realizar a meta-análise dos dados identificou-se que a taxa de descontinuidade de SARCs foi de 56,8%, enquanto para LARCs foi de 17,8%. Para as usuárias de SARCs, a chance de abandono foi quase 7 vezes maior que a de troca. Das mulheres que descontinuaram, a maioria abandonou o uso de MC devido a efeitos colaterais. Conclusão: Existem desigualdades individuais e contextuais em relação ao acesso à contracepção no país, segundo a paridade das mulheres. Além disso, mulheres com melhores condições socioeconômicas têm mais acesso aos MC mais eficazes, como os LARCs. Destaca-se ainda as elevadas taxas de descontinuidade encontradas na meta-análise, principalmente para os SARCs, MC mais usados pelas brasileiras. Nossos achados indicam a necessidade de retomar a discussão da contracepção no país com políticas e programas voltados ao enfrentamento das iniquidades, à qualificação do acesso, à promoção da equidade, tendo em vista grupos mais alijados, bem como retomar o monitoramento da descontinuidade contraceptiva em âmbito nacional, além de incluir aspectos assistenciais que deem conta de manejar melhor esse fenômeno.


Brazil has a high prevalence of contraceptive use among women of reproductive age. However, it is observed that inequalities persist, both in access and in relation to the type of method used, which may contribute to the high rates of unplanned pregnancies and induced abortions in the country. Another factor that contributes to these outcomes is contraceptive discontinuity, but this indicator has not been monitored in the country since 1996, making it difficult to measure the magnitude of the problem. Objectives: To estimate individual and contextual factors associated with the use of contraceptives according to the parity of Brazilian women of reproductive age; to estimate the factors associated with the type of contraceptive method used by Brazilian women; and to estimate the magnitude of contraceptive discontinuity in the world literature based on a meta-analysis. Methods: Data from the National Health Survey of 2013 and 2019 were used to answer the first two objectives of the thesis. The main outcomes were the use of contraceptive methods (CM) and the type of method classified according to the time of action: short-acting reversible contraceptives (SARCs) and long-acting reversible contraceptives (LARCs), and permanent CM. Individual factors were reproductive history, access to health services and sociodemographic characteristics; and the contextual ones: Human Development Index (HDI), Sociodemographic Index (SDI), Average Monthly Income and Primary Care Coverage (PHC). First, multilevel logistic regression models were used to estimate the individual and contextual factors associated with CM use, stratified by parity. Then, to estimate the factors associated with the type of CM used by women, multinomial logistic regression models were used, whose reference category was users of SARCs. Finally, a systematic review was conducted with meta-analysis to estimate the magnitude of contraceptive discontinuity (abandonment and switch) in the world literature, which also considered the classification of methods in SARCs and LARCs. Results: The prevalence of MC use was greater than 80% in 2013 and 2019, being lower among nulliparous women. Between 2013 and 2019, there was a reduction in the variability of the chance of using CM between the Federative Units (FUs) for nulliparous women. Even so, nulliparous women residing in FUs with better socioeconomic indicators, such as higher HDI and SDI, were more likely to use MC. On the other hand, PHC coverage was the only variable that remained associated with a greater chance of CM use in 2019 among primiparous/multiparous women. As for the type of CM, more than 70% of the women used SARCs. Women with better socioeconomic conditions were more likely to use LARCs and less likely to use permanent methods when compared to SARCs. On the other hand, women of greater age, parity and who lived with a partner were more likely to use permanent methods in relation to SARCs. When performing a meta-analysis of the data, it was identified that the discontinuity rate for SARCs was 56.8%, while for LARCs it was 17.8%. For users of SARCs, the chance of dropping out was almost 7 times greater than switching. Of the women who discontinued, most discontinued MC use due to side effects. Conclusion: There are individual and contextual inequalities regarding access to contraception in the country, according to women's parity. In addition, women with better socioeconomic conditions have more access to the most effective CM, such as LARCs. Also noteworthy are the high rates of discontinuity found in the meta-analysis, especially for SARCs, the MC most used by Brazilian women. Our findings indicate the need to resume the discussion of contraception in the country with policies and programs aimed at confronting inequities, qualifying access, promoting equity, with a view to more marginalized groups, as well as resuming the monitoring of contraceptive discontinuity in nationwide, in addition to including assistance aspects that manage this phenomenon better.


Subject(s)
Parity , Family Development Planning , Hormonal Contraception , Health Inequities , Epidemiologic Studies , Academic Dissertation
13.
Belo Horizonte; s.n; 2023. 216 p. ilus, graf, tab.
Thesis in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1518152

ABSTRACT

Introdução: O cotidiano está cada vez mais permeado pela tecnologia. A evolução das plataformas de mídia, além de otimizar a informação, tem um papel importante na aproximação das pessoas, sobretudo em contextos de isolamento social, como o vivido na pandemia da Covid-19. Pais, professores, pesquisadores e formuladores de políticas relatam preocupação com possíveis efeitos desfavoráveis do uso excessivo de telas, em especial, na saúde mental das pessoas. Como os indivíduos podem responder diferentemente a exposição às telas em cada etapa do desenvolvimento, este estudo tem o objetivo de investigar as associações entre tempo de tela e a saúde mental dos indivíduos nas diferentes fases do ciclo vital. Desde crianças, nos adolescentes, nos adultos até os idosos serão avaliados quanto aos potenciais efeitos da exposição às telas. Método: A investigação foi realizada por meio de quatro revisões sistemáticas da literatura. Uma pergunta PICO foi estabelecida, em conformidade com o Protocolo PRISMA, bem como foi realizado registro da revisão no PROSPERO e avaliado risco de viés por instrumentos padronizados. As bases de dados Scopus, Pubmed e PsycInfo foram escolhidas para busca do tema e os descritores foram escolhidos conforme a faixa etária e de acordo com o significado no MESH. Como o uso das telas tem se modificado ao longo dos anos, optamos por incluir apenas estudos dos últimos 10 anos. Amostras com as idades pertinentes a cada fase do ciclo vital, sem diagnóstico mencionado de problemas de saúde mental prévio, que utilizaram escalas para avaliar os diversos aspectos de saúde mental e que apresentaram associações diretas de tempo de tela com desfechos de saúde mental foram selecionadas. A perspectiva ao longo da vida foi norteadora para a comparabilidade e análise dos resultados. Resultados: Dentre os desfechos em saúde mental, depressão e ansiedade foram os que apareceram em todas as quatro fases investigadas do ciclo vital. As respostas à influência do tempo de tela na saúde mental foram diferentes em cada fase do ciclo vital. O uso de telas apontou fatores particulares com adolescentes apresentando mais autoagressão relacionada ao uso de telas; adultos mais estresse, idosos mais sofrimento psicológico e crianças apresentaram mais problemas de comportamentos. O conteúdo das telas demonstrou exercer impacto importante na saúde mental e não somente a contabilização do tempo. Conclusão: O indicador "tempo de tela" pode não ser o mais apropriado para as investigações dos efeitos da exposição a dispositivos de tela em resultados de saúde mental. Pesquisas futuras devem considerar a ideia de que nos encontramos irremediavelmente envolvidos pelas telas e resta descobrir maneiras de se conviver de forma saudável com essa nova realidade.


Introduction: Everyday life is increasingly permeated by technology. The evolution of media platforms, in addition to optimizing information, plays an important role in bringing people together, especially in contexts of social isolation, such as that experienced during the Covid-19 pandemic. Parents, teachers, researchers and policy makers report concern about possible unfavorable effects of excessive screen use, especially on people's mental health. As individuals may respond differently to exposure to screens at each stage of development, this study aims to investigate the associations between screen time and the mental health of individuals at different stages of the life cycle. Children, teenagers, adults and the elderly will be assessed regarding the potential effects of exposure to screens. Method: The investigation was carried out through four systematic literature reviews. A PICO question was established, in accordance with the PRISMA Protocol, and the review was registered in PROSPERO and risk of bias was assessed using standardized instruments. The Scopus, Pubmed and PsycInfo databases were chosen to search for the topic and the descriptors were chosen according to the age group and according to the meaning in MESH. As the use of screens has changed over the years, we chose to only include studies from the last 10 years. Samples with ages relevant to each phase of the life cycle, without a previous diagnosis of mental health problems, which used scales to assess the different aspects of mental health and which presented direct associations between screen time and mental health outcomes were selected. The lifelong perspective was a guide for comparability and analysis of results. Results: Among the mental health outcomes, depression and anxiety were those that appeared in all four phases of the life cycle investigated. Responses to the influence of screen time on mental health were different at each stage of the life cycle. The use of screens highlighted particular factors with adolescents presenting more self-harm related to the use of screens; adults more stress, elderly people more psychological suffering and children showed more behavioral problems. The content of screens has been shown to have an important impact on mental health, not just time tracking. Conclusion: The "screen time" indicator may not be the most appropriate for investigations of the effects of exposure to screen devices on mental health outcomes. Future research should consider the idea that we find ourselves irremediably involved in screens and that it remains to discover ways to live in a healthy way with this new reality.


Subject(s)
Child , Adolescent , Adult , Academic Dissertation
14.
Belo Horizonte; s.n; 2023. 186 p. ilus, graf.
Thesis in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1518380

ABSTRACT

O desastre socioambiental, ocorrido em Mariana, em consequência do rompimento da barragem de Fundão da mineradora Samarco, devastou as comunidades de Bento Rodrigues e de Paracatu de Baixo provocando perdas e danos que podem se desdobrar ao longo do tempo, produzindo efeitos profundos na saúde, no meio ambiente, bem como no contexto de vida e trabalho. Com isso, busca-se analisar o processo saúde-doença e o processo de trabalho nos serviços de saúde destinados à população atingida pelo desastre socioambiental em Mariana. Trata-se de um estudo de caso conduzido pela abordagem qualitativa, descritiva e exploratória, cujo cenário é Mariana, onde se encontram as comunidades diretamente atingidas pelo rompimento da barragem de rejeito de mineração. As fontes de evidências utilizadas foram documentos de domínio público e entrevistas com profissionais de saúde e gestores. Foram escolhidas intencionalmente a Unidade de Saúde de Bento Rodrigues e o dispositivo Conviver, por atenderem exclusivamente as famílias vítimas do desastre. Participaram da pesquisa onze profissionais de saúde e três gestores. Os dados foram analisados por meio da estratégia de proposições teóricas à luz da teoria de Determinação Social do Processo Saúde-Doença. Os resultados revelaram as implicações do desastre nas condições sociais, econômicas, culturais e sobretudo na saúde da população atingida, com consequências relacionadas aos agravos respiratórios e os ocasionados por veiculação hídrica ou contato com a lama toxica de rejeito, e os casos depressivos e demais transtornos psicossociais que intensificaram o sofrimento crônico da população. Já as implicações do desastre no processo de trabalho nos serviços de atendimento exclusivo aos atingidos, evidenciam uma (re)organização do sistema de saúde, o qual enfrentou dificuldades estruturais tanto na fase emergencial quanto de recuperação pós-desastre. Destaca-se que embora os instrumentos do processo de trabalho utilizados pelos profissionais de saúde e gestores, são capazes de acolher, estimular práticas mais integradas e que transcendem a intervenção apenas nos corpos biológicos, ainda assim não são capazes de suprir as necessidades mediadas de saúde dos atingidos, não promovendo respostas às necessidades políticas, sociais e econômicas no que tange à reparação, à indenização e os direitos da população atingida.


The socio-environmental disaster that occurred in Mariana, because of the collapse of the Samarco mining company's Fundão dam, devastated the communities of Bento Rodrigues and Paracatu de Baixo, causing losses and damages that can unfold over time, producing profound effects on health, in the environment, as well as in the context of life and work. With this, we seek to analyze the health-disease process and the work process in health services intended for the population affected by the socio-environmental disaster in Mariana. This is a case study conducted using a qualitative, descriptive and exploratory approach, whose setting is Mariana, where the communities directly affected by the collapse of the mining tailings dam are located. The sources of evidence used were public domain documents and interviews with health professionals and managers. The Bento Rodrigues Health Unit and the Conviver device were intentionally chosen, as they exclusively serve families who were victims of the disaster. Eleven health professionals and three managers participated in the research. The data were analyzed using the strategy of theoretical propositions in light of the theory of Social Determination of the HealthDisease Process. The results revealed the implications of the disaster on social, economic, cultural conditions and above all on the health of the affected population, with consequences related to respiratory problems and those caused by water transport or contact with toxic waste sludge, and depressive cases and other disorders, psychosocial problems that intensified the chronic suffering of the population. The implications of the disaster on the work process in services providing exclusive care to those affected highlight a (re) organization of the health system, which faced structural difficulties in both the emergency and postdisaster recovery phases. It is noteworthy that although the work process instruments used by health professionals and managers are capable of welcoming and stimulating more integrated practices, that transcend intervention only in biological bodies, they are still not capable of meeting mediated health needs of those affected, failing to promote responses to political, social and economic needs in terms of reparation, compensation and the rights of the affected population.


Subject(s)
Workflow , Social Determination of Health , Social Disaster , Academic Dissertation
15.
Belo Horizonte; s.n; 2023. 158 p. ilus, tab, graf.
Thesis in Portuguese | BDENF, LILACS | ID: biblio-1518432

ABSTRACT

Os acidentes de trabalho no Brasil são agravos que, pelo seu expressivo impacto na morbimortalidade da população, são importante problema de saúde pública, sendo, objeto prioritário das ações do Sistema Único de Saúde. O objetivo geral consistiu na análise do perfil dos casos e óbitos, notificados como acidentes de trabalho, em Minas Gerais no período de 2010 a 2019. Metodologicamente tratou-se de estudo transversal descritivo, a partir da análise de dados secundários das fichas de acidente de trabalho do Sistema de Informações de Agravos de Notificações (SINAN) e das declarações de óbito por acidentes de trabalho (Sistema de Informação de Mortalidade ­ SIM). Foram calculadas as incidências e prevalências anuais, intervalos de confiança de 95% e análise espacial por meio de mapas temáticos, utilizando o software SPSS versão 19.0. Resultados: As maiores incidências ocorreram em 2018 e 2019 (1,4 e 1,39, por 1.000 trabalhadores, respectivamente). A maior taxa de mortalidade por AT foi em 2019 (0,07 por 1000 trabalhadores). Em relação a prevalência de AT: segundo Unidade Regional de Saúde (URS) destacaram-se Pirapora e Uberaba (23,9 e 22,6 por 1000 trabalhadores, respectivamente), por área de abrangência de Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) destacaram-se Poços de Caldas, Betim, Uberaba e Araxá (27,5, 24,5, 22,3 e 20,2 por 1000 trabalhadores, respectivamente). A taxa de mortalidade por AT: segundo URS destacaram-se Uberaba e Governador Valadares (1,1 e 1,0 por 1000 trabalhadores, respectivamente), já em relação aos CERESTs foram Araxá, Betim, Governador Valadares e Uberaba (1,7, 1,4, 1 e 0,9 por 1000 trabalhadores, respectivamente). Na análise municipal destaca-se Brumadinho com taxa de mortalidade de 15,5 por 1000 trabalhadores. Com relação ao perfil sociodemográfico predominaram os casos e óbitos no gênero masculino, na faixa etária de 18 a 39 anos. Negros representaram 52,8% (SINAN) e 54,5% (SIM) dos casos. Em relação a Escolaridade, 36,2% apresentaram o ensino fundamental incompleto (SINAN) e 38,9% ensino médio completo (SIM). A escolaridade apresentou significativo percentual de dados ignorados nos dois sistemas de informação (35,2% e 31%), assim com classificação étnico-racial (30,8% no SINAN e 1,6% no SIM). No SINAN predominaram os acidentes típicos (79,3%), com membros afetados (superior 47,5% e inferior 25,8%). Ocorreram em sua maioria nas instalações do contratante (53,3%), entre trabalhadores registrados com vínculo celetista (67,7%). Quanto a evolução a incapacidade temporária foi a mais frequente (69,8%) e o óbito por AT representou 4,3%. Em 57% dos casos foi emitida Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT). Quanto as ocupações foram mais frequentes no SINAN e SIM, respectivamente: Trabalhadores da indústria extrativa e construção civil (17,8% e 17,6%), dos serviços (13,7% e 7,6%), da exploração agropecuária (12,1% e 10,2%) e de funções transversais (9,8% e 29,6%). Já a causa do acidente e causa básica do óbito, foram mais frequentes no SINAN o intervalo CID-10: W20-W49 - Exposição a forças mecânicas inanimadas (31,3%). No SIM foi o V40-V49 Ocupante de um automóvel traumatizado em um acidente de transporte (14,5%). Com concentração em ambos os sistemas, dos acidentes de transporte -V01 a V99, SINAN (19,5%) e SIM (53,1%) dos casos. Constatou-se que os dados sobre os AT estão difusos em vários sistemas. Porém ainda não existe vinculação dos casos entre os mesmos, o que contribui para o subdimensionamento, dificulta o processo de investigação dos AT e compromete a elucidação da real magnitude das estimativas de morbimortalidade relacionadas a ocorrência dos AT. Como produto técnico, foi elaborado um relatório com a caracterização geral do cenário epidemiológico de AT no estado de Minas Gerais e com recomendações dirigidas aos gestores municipais e Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais e Coordenação-Geral de Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde.


Work accidents in Brazil are injuries that, due to their significant impact on the population's morbidity and mortality, are an important public health problem, being a priority object of the actions of the Unified Health System. The general objective consisted of analyzing the profile of cases and deaths , reported as work accidents, in Minas Gerais from 2010 to 2019. Methodologically, it was a descriptive cross-sectional study, based on the analysis of secondary data from work accident records from the Notifiable Diseases Information System (SINAN) and death certificates due to work accidents (Mortality Information System ­ SIM). Annual incidences and prevalences, 95% confidence intervals and spatial analysis were calculated using thematic maps, using SPSS version 19.0 software. Results: The highest incidences occurred in 2018 and 2019 (1.4 and 1.39, per 1,000 workers, respectively). The highest mortality rate from TA was in 2019 (0.07 per 1000 workers). Regarding the prevalence of TA: according to the Regional Health Unit (URS), Pirapora and Uberaba stood out (23.9 and 22.6 per 1000 workers, respectively), by area covered by the Reference Center for Occupational Health (CEREST ) Poços de Caldas, Betim, Uberaba and Araxá stood out (27.5, 24.5, 22.3 and 20.2 per 1000 workers, respectively). The mortality rate due to AT: according to URS, Uberaba and Governador Valadares stood out (1.1 and 1.0 per 1000 workers, respectively), while in relation to CERESTs they were Araxá, Betim, Governador Valadares and Uberaba (1.7, 1.4, 1 and 0.9 per 1000 workers, respectively). In the municipal analysis, Brumadinho stands out with a mortality rate of 15.5 per 1000 workers. Regarding the sociodemographic profile, cases and deaths predominated in males, aged between 18 and 39 years. Black people represented 52.8% (SINAN) and 54.5% (SIM) of cases. In relation to Education, 36.2% had incomplete primary education (SINAN) and 38.9% completed secondary education (SIM). Education presented a significant percentage of ignored data in both information systems (35.2% and 31%), as well as ethnic-racial classification (30.8% in SINAN and 1.6% in SIM). In SINAN, typical accidents predominated (79.3%), with affected limbs (upper 47.5% and lower 25.8%). They mostly occurred at the contractor's facilities (53.3%), among workers registered with a CLT (67.7%). Regarding evolution, temporary disability was the most frequent (69.8%) and death due to TA represented 4.3%. In 57% of cases, a Work Accident Report (CAT) was issued. The occupations were most frequent in SINAN and SIM, respectively: Workers in the extractive industry and civil construction (17.8% and 17.6%), services (13.7% and 7.6%), agricultural exploration ( 12.1% and 10.2%) and transversal functions (9.8% and 29.6%). As for the cause of the accident and the underlying cause of death, the ICD-10 range: W20- W49 - Exposure to inanimate mechanical forces (31.3%) was more frequent in SINAN. In SIM it was V40-V49 Occupant of a car injured in a transport accident (14.5%). With a concentration in both systems, from transport accidents -V01 to V99, SINAN (19.5%) and SIM (53.1%) of cases. It was found that data on AT are diffuse across several systems. However, there is still no link between the cases, which contributes to undersizing, complicates the process of investigating TAs and compromises the elucidation of the real magnitude of morbidity and mortality estimates related to the occurrence of TAs. As a technical product, a report was prepared with the general characterization of the TA epidemiological scenario in the state of Minas Gerais and with recommendations addressed to municipal managers and the State Health Department of Minas Gerais and the General Coordination of Workers' Health of the Ministry of Health.


Subject(s)
Occupational Mortality , Epidemiology, Descriptive , Surveillance of the Workers Health , Unified Health System , Public Health , Cross-Sectional Studies , Academic Dissertation
16.
Belo Horizonte; s.n; 2023. 156 p. ilus, tab.
Thesis in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1518444

ABSTRACT

Introdução: A prevalência de transtornos mentais na população pediátrica é presumida em 13,4%. Porém, apenas um em cada seis recebe tratamento apropriado, evidenciando a lacuna entre necessidade e acesso à assistência. Isso resulta em maior risco para situações de crise psicossocial, especialmente entre aqueles em situações de vulnerabilidade com acesso limitado a recursos de tratamento. Diante da diversidade de temas no cenário de urgência em psiquiatria da infância e adolescência (PIA), nosso estudo escolhe tópicos menos explorados, visando compreender fatores sociodemográficos que levam essa população ao serviço de urgência de PIA. Objetivos: Caracterização epidemiológica de queixa (irritabilidade e uso de substâncias), diagnóstico (Autismo) e população (adolescentes em medidas socioeducativas) pouco explorados num serviço de urgência de PIA. Métodos: Estudo transversal retrospectivo realizado pela análise de prontuários dos pacientes, de até 18 anos, atendidos no período de 01 de junho de 2017 a 31 de maio de 2018 na urgência de PIA de um serviço de Belo Horizonte. Resultados: Agressividade, agitação e irritabilidade foram as queixas mais comuns no atendimento de urgência. A irritabilidade esteve associada ao diagnóstico de transtorno de humor sem especificação no atendimento de urgência. Transtorno do Espectro Autista foi o único diagnóstico associado à busca de atendimento por irritabilidade, com taxa de primodiagnóstico de 23% e em idade tardia. O uso de maconha, cocaína e álcool foi comum entre os pacientes atendidos na urgência, e a depressão foi o diagnóstico mais relacionado ao uso de substâncias (SPA). 24,8% dos atendimentos com relato de uso de SPA envolviam adolescentes em medidas socioeducativas (SE). Estes, frequentemente relataram vivências traumáticas e maior chance de quadros de transtornos relacionados ao estresse, de conduta e por uso de SPA. Conclusões: Os achados reforçam a hipótese de que as unidades de urgência podem servir como ponto inicial de diagnóstico e acesso de crianças e adolescentes com transtornos mentais, destacando possíveis lacunas na atenção básica. As unidades de SE parecem precisar aprimorar a abordagem de questões ligadas ao uso de SPA. Compreender as características da população que frequenta a urgência de PIA permite debater estratégias para prevenção e tratamento de transtornos com impacto na rede de cuidados da infância e adolescência.


Introduction: The prevalence of mental disorders in the pediatric population is estimated at 13.4%. However, only one in every six individuals receives adequate treatment, highlighting the gap between necessity and access to care. This disparity results in an elevated risk for psychosocial crisis situations, particularly among those in vulnerable circumstances with limited access to treatment resources. Given the diversity of issues in the context of child and adolescent psychiatry (CAP) emergencies, our study focuses on less explored topics, aiming to comprehend the sociodemographic factors that lead this population to seek urgent care in CAP settings. Objectives: Epidemiological characterization of underexplored complaints (Irritability and Substance Use), diagnosis (Autism) and population (Adolescents imprisoned) in a CAP emergency service. Methods: Retrospective cross-sectional study conducted through the analysis of medical records of patients, up to 18 years, attended at the CAP emergency department of a facility in Belo Horizonte, during the period from June 1, 2017, to May 31, 2018. Results: Aggressiveness, agitation and irritability were the most frequent complaints in emergency care. Irritability was associated with the diagnosis of unspecified mood disorder in the clinical setting. Autism Spectrum Disorder was the only pre-existing diagnosis associated with seeking care due to irritability, with a first-diagnosis rate of 23%, occurring later in age. The use of marijuana, cocaine, and alcohol was prevalent among patients attending the emergency department, with depression being the diagnosis most closely linked to the substance use (SU). Among cases involving reported of SU, 24.8% involved adolescents within socio-educational measures (SE), who often reported traumatic experiences. This group also exhibited higher likelihood of stress-related disorders, conduct disorders, and SU-related conditions. Conclusions: The findings reinforce the hypothesis that emergency units can serve as an initial point of contact for children and adolescents with mental disorders, highlighting potential gaps in primary care. SE units demonstrated a need for improvement in addressing issues related to SU. By comprehending the population frequenting the CAP emergency department, it becomes possible to discuss strategies for the prevention and treatment of disorders with impacts on the childhood and adolescence care network.


Subject(s)
Autistic Disorder , Retrospective Studies , Adolescent , Emergency Services, Psychiatric , Health Vulnerability , Academic Dissertation , Recreational Drug Use
17.
Belo Horizonte; s.n; 2023. 87 p. ilus, tab.
Thesis in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1518788

ABSTRACT

Estudo sobre o uso do Picture Archiving and Communication System (PACS) em um Hospital Universitário da Cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais- Brasil. 2023. Trabalho de Conclusão de Curso (Mestrado Profissional em Trabalho e Gestão Participativa na Saúde) ­ Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil. No contexto hospitalar, os exames de imagem são fundamentais para subsidiar e qualificar a tomada de decisão clínica. A radiologia, enquanto especialidade da medicina, tem como objetivo auxiliar os profissionais solicitantes na tomada de decisão para o diagnóstico. A radiologia é essencial porque, em diversas situações, é dela que deriva o tratamento. No contexto do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (HC-UFMG), utiliza-se o sistema de arquivamento, comunicação de imagens médicas conhecido como- Picture Archiving and Communication System (PACS). Ele é usado no setor da radiologia, permitindo aos outros profissionais solicitantes o acesso e a análise das imagens médicas, de forma eficiente e segura. A pergunta que norteou este estudo foi: Quais as potencialidades e os desafios decorrentes do uso do PACS no setor de Radiologia do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (HC-UFMG)? O objetivo da pesquisa foi analisar como foi a implantação e a implementação do uso do PACS no setor de radiologia do HC-UFMG. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa, exploratória e descritiva. O cenário da pesquisa foi o setor de Radiologia do HC-UFMG. Os participantes foram nove médicos radiologistas do referido setor. Foi adotado como critério de inclusão: médicos radiologistas efetivos (médicos concursados e que não estavam em período de férias e ou afastados) que utilizavam o sistema PACS no setor da Radiologia do HC-UFMG. Como critérios de exclusão adotou-se: médicos que não compunham o quadro efetivo no setor, ou seja, que eram voluntários ou residentes; foram excluídos também dois médicos que estavam de férias e dois que estavam de licença formal durante o período da coleta de dados. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas com roteiro semiestruturado e levantamento documental. Realizou-se a análise dos dados das entrevistas pela técnica de Análise de Conteúdo e, dos documentos, por análise documental. A pesquisa foi submetida ao Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais (COEP/UFMG) e aprovada pelo CAAE 67471123.0.0000.5149, após aprovação pelo Departamento de Gestão em Saúde e anuência da Gerência de Ensino e Pesquisa (GEP) do HC/UFMG. Os principais resultados indicam que o PACS é considerado uma ferramenta central e eficiente pelos radiologistas entrevistados, por facilitar o acesso e a visualização dos exames de imagem, agilizar a tomada de decisão clínica e contribuir para uma assistência mais coordenada e eficaz. Conclui-se que a relevância deste estudo se reflete na contribuição para a compreensão das potencialidades e desafios relacionados ao uso do PACS em um hospital universitário, fornecendo subsídios para aprimorar a gestão em saúde e a assistência aos pacientes. O produto técnico deste estudo é um relatório técnico, a ser apresentado à direção do HC/UFMG. Palavras-chave: Picture Archiving and Communication System (PACS). Tecnologia. Eficiência. Gestão em Saúde.


A study on the use of the Picture Archiving and Communication System (PACS) at the Hospital the Federal University of Belo Horizonte city of Minas Gerais (HC-UFMG). 2023. Dissertation (Professional Master's in Work and Participatory Management in Health) - School of Nursing, Federal University of Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brazil. In the hospital context, imaging tests are essential to support and qualify clinical decision- making. Radiology, as a specialty of medicine, aims to assist referring physicians in making diagnostic decisions. Radiology is essential because in several situations, treatment is derived from it. In the context of Hospital das Clínicas of the Federal University of Minas Gerais (HC- UFMG), we used the Picture Archiving and Communication System (PACS) for archiving and communication medical images. Which is used in the radiology sector and allows other requesting professionals to access and analyze medical images efficiently and securely. A question that guided this study was: What are the potentialities and challenges resulting from the use of the future Archiving and Communication System (PACS) in the Radiology sector Clinical Hospital of Federal University of Minas Gerais (HC-UFMG)? The purpose of the research was to analyze the potentialities and challenges resulting from the use of PACS in the radiology at HC-UFMG. This is qualitative, exploratory and descriptive. The research scenario was the Radiology sector of HC-UFMG. The participants were nine radiologists from that sector. The following inclusion criteria were adopted: effective radiologists (doctors who were on public service and who were not on vacation and/or away) who used the PACS system in the Radiology sector of HC-UFMG. As exclusion criteria it was adopted: physicians who did not make up the effective physicians in the sector, that is, who were volunteers or residents; were excluded also two doctors who were on vacation and two who were on formal leave during the period of data collection. Data collection was carried out through interviews with a script semi-structured and documentary survey. Data analysis of the interviews was carried out by the Content Analysis technique and documents by document analysis. The research was submitted to the Research Ethics Committee of the Federal University of Minas Gerais (COEP/UFMG) and approved by CAAE 67471123.0.0000.5149, after approval by Department of Health Management and approval of the Teaching and Research Management (GEP) of the HC-UFMG The main results indicate that the PACS is considered a tool central and efficient by the radiologist interviewed, as it facilitates access and visualization of imaging exams, streamline clinical decision-making and contribute to more coordinated and effective. It is concluded that the relevance of this study is reflected in the contribution to the understanding of the potentialities and challenges related to the use of PACS in a hospital university, providing subsidies to improve health management and assistance to patients. The technical product of this study is a technical report, to be presented to the management from HC-UFMG. Keywords: Picture Archiving and Communication System (PACS). Technology. Efficiency. Health management.


Subject(s)
Technology , Radiology Information Systems , Health Management , Efficiency , Academic Dissertation
18.
Belo Horizonte; s.n; 2023. 112 p. ilus, tab.
Thesis in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1523038

ABSTRACT

ALVES, L. Análise da segurança do paciente na maternidade no contexto da pandemia de COVID-19 na perspectiva de profissionais de saúde. 2023. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2023. Introdução: a segurança do paciente (SP) é compreendida como a capacidade de reduzir, a um mínimo aceitável, o risco de dano desnecessário à saúde. Nos últimos 30 anos, o Brasil exibiu profundas mudanças em diferentes áreas da assistência à saúde, impactando a segurança do cuidado a mulheres e bebês. Os avanços evidenciados na assistência obstétrica contribuíram para a melhoria dos indicadores de morbimortalidade materna e perinatais em todo o mundo. A pandemia de COVID-19 mostrou-se um complicador para o cuidado à saúde materna e neonatal seguro. O Brasil ocupou o maior número de óbitos maternos das Américas por COVID-19. Esse contexto apresentou reflexos importantes na organização dos serviços de saúde, incluindo as maternidades. Estudos evidenciam a importância da SP na qualidade da assistência prestada pelos serviços obstétricos. No entanto, observa-se escassez de estudos que se propõem analisar o processo da SP na maternidade no contexto da pandemia de COVID-19 na perspectiva de profissionais de saúde. Objetivo geral: analisar a SP na maternidade no contexto da pandemia de COVID-19 na perspectiva de profissionais de saúde. Objetivos específicos: compreender o significado da SP para os profissionais de saúde; descrever como os profissionais de saúde vivenciaram a busca pela SP no contexto da pandemia de COVID-19; avaliar a SP na maternidade no contexto da pandemia de COVID-19 na perspectiva de profissionais de saúde, considerando a estrutura, o processo e os resultados alcançados; descrever aspectos facilitadores e dificultadores para a promoção da SP na maternidade no contexto da pandemia de COVID-19. Metodologia: trata-se de um estudo de caso de abordagem qualitativa que adotou a tríade estrutura, processo e resultado de Avedis Donabedian como fundamentação teórica. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas presenciais com roteiro semiestruturado e observação em campo em uma maternidade de um hospital metropolitano de Belo Horizonte/Minas Gerais. Os critérios de inclusão adotados foram o profissional de saúde ser integrante da equipe da maternidade e atuar na assistência ou gestão de março de 2020 a abril de 2022. O critério de exclusão adotado foi a interrupção da entrevista pelo profissional. Os dados qualitativos foram analisados a partir da análise temática reflexiva, conforme proposta por Braun e Clark, com suporte do software MAXQDA®. Foram seguidas as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos, conforme Resoluções no 466/12 e no 510/2016. Resultados: participaram 27 profissionais de saúde, sendo dois gestores e 25 profissionais de saúde da assistência da maternidade. A pandemia de COVID-19 proporcionou mudanças na organização da estrutura, do processo e resultado da maternidade. A compreensão dos participantes sobre SP vincula-se às metas internacionais de SP e vai ao encontro do conceito de SP da Organização Mundial da Saúde. Em relação à estrutura, a estrutura física foi apresentada de forma negativa e considerada um grande desafio. A cultura institucional de SP foi apontada como um aspecto de relevância positiva na instituição. A sobrecarga dos profissionais de saúde participantes ficou evidente. Em relação ao processo, a existência de educação permanente em saúde, a discussão dos protocolos e a maior atenção aos riscos foram ressaltados. Em relação aos resultados, o reconhecimento da importância da SP, o aprendizado da COVID-19 para o cuidado, o trabalho em equipe e a avaliação dos indicadores assistenciais foram os principais pontos de destaque. Os aspectos facilitadores mencionados para a promoção da SP foram oferta e uso de equipamentos de proteção individual, atualização de protocolos, cultura de SP, trabalho em equipe, protagonismo do paciente em sua segurança, melhora da comunicação e reorganização dos fluxos. Os principais aspectos dificultadores apresentados foram área física inadequada, absenteísmo dos profissionais, mudanças nos fluxos e protocolos, dificuldade em orientar pacientes e acompanhantes e sentimentos despertados nos profissionais. As principais estratégias apontadas pelos participantes foram a disponibilidade e o estímulo ao uso correto de máscara, o isolamento adequado, a triagem universal para COVID-19, a reorganização de fluxos de atendimento e a capacitação/discussão de protocolos. Conclusão: identificou-se que o contexto da pandemia de COVID-19 apresentou mudanças na organização da estrutura, do processo e do resultado da maternidade. Para os profissionais de saúde da maternidade, a estrutura física apresentou-se de forma negativa para prestar um cuidado seguro. Organizar fluxos de atendimento a mulheres e bebês foi necessário para garantir a segurança das pacientes e criar novos protocolos. Discutir sobre os mesmos se tornou frequente e indispensável. Trabalhar em equipe foi tratado como primordial, e o papel do gestor de saúde foi atribuído como essencial para o desenvolvimento de processos de trabalho seguros. E a atuação efetiva do Núcleo de Segurança do Paciente, a sobrecarga dos profissionais de saúde e o sofrimento psíquico ficaram evidentes. Palavras-chave: segurança do paciente; pessoal de saúde; maternidades; COVID-19; enfermagem.


Introduction: patient safety (PS) is understood as the ability to reduce, to an acceptable minimum, the risk of unnecessary harm to health. Over the last 30 years, Brazil has exhibited profound changes in different areas of health care, impacting the safety of care for women and babies. Advances in obstetric care have contributed to improving maternal and perinatal morbidity and mortality indicators across the world. The COVID-19 pandemic proved to be a complicating factor for safe maternal and neonatal health care. Brazil had the highest number of maternal deaths in the Americas due to COVID-19. This context had important consequences for the organization of health services, including maternity wards. Studies highlight the importance of PS in the quality of care provided by obstetric services. However, there is a lack of studies that propose to analyze the PS process in maternity hospitals in the context of the COVID-19 pandemic from health professionals' perspective. General objective: to analyze PS in maternity hospitals in the context of the COVID-19 pandemic from health professionals' perspective. Specific objectives: to understand the meaning of PS for health professionals working in maternity wards; to describe how health professionals working in the maternity ward experienced the search for PS in the context of the COVID-19 pandemic; to assess PS in maternity hospitals in the context of the COVID19 pandemic from health professionals' perspective, considering the structure, process and results achieved; to describe facilitating and hindering aspects for promoting PS in maternity hospitals in the context of the COVID-19 pandemic. Methodology: this is a case study with a qualitative approach that adopted Avedis Donabedian's triad, structure, process and result, as a theoretical framework. Data collection was carried out through on-site interviews with a semi-structured script and field observation in a maternity ward of a metropolitan hospital in Belo Horizonte/Minas Gerais. The inclusion criteria adopted were that the health professional was a member of the maternity team and worked in care or management from March 2020 to April 2022. The exclusion criterion adopted was the interruption of the interview by the professional. Qualitative data were analyzed using reflective thematic analysis, as proposed by Braun and Clark, with support from the MAXQDA® software. The guidelines and regulatory standards for research involving human beings were followed, in accordance with Resolutions 466/12 and 510/2016. Results: A total of 27 health professionals participated, including two managers and 25 health professionals from maternity care during the COVID-19 pandemic. The COVID-19 pandemic led to changes in the organization of maternity hospitals' structure, process and results. Participants' understanding of PS is linked to international PS goals and is in line with the World Health Organization's concept of PS. In relation to structure, physical structure was presented in a negative way and considered a major challenge. PS' institutional culture was highlighted as an aspect of positive relevance in the institution. Participating health professionals' overload was evident. In relation to process, the existence of ongoing health education, discussion of protocols and greater attention to risks were highlighted. In relation to results, the recognition of the importance of PS, learning about COVID-19 for care, teamwork and assessment of care indicators were the main highlights. The facilitating aspects mentioned for promoting PS were supply and use of personal protective equipment, updating protocols, PS culture, teamwork, patient leadership in their safety, improved communication and reorganization of flows. The main hindering aspects presented were inadequate physical area, absences and absences of professionals, changes in flows and protocols, difficulty in guiding patients and companions and feelings aroused in professionals. The main strategies highlighted by participants were the availability and encouragement of correct use of masks, adequate isolation, universal screening for COVID-19, reorganization of care flows and training/discussion of protocols. Conclusion: it was identified that the context of the COVID-19 pandemic presented changes in the organization of maternity hospitals' structure, process and results. For maternity health professionals, physical structure was detrimental to providing safe care. Organizing care flows for women and babies was necessary to ensure patient safety and create new protocols. Discussing them has become frequent and indispensable. Working as a team was treated as essential, and health managers' role was considered essential for developing safe work processes. And the effective Patient Safety Center's performance, health professional overload and psychological distress were evident.


Subject(s)
Health Personnel , COVID-19 , Nursing , Academic Dissertation , Pandemics
19.
Belo Horizonte; s.n; 2023. 87 p. ilus, graf, tab.
Thesis in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1511301

ABSTRACT

Introdução: A doença do coronavírus (COVID-19), causada pelo SARS-CoV-2, é caracterizada por uma infecção respiratória aguda, potencialmente grave. Em março de 2020, a Organização Mundial de Saúde a definiu como pandemia e foi considerada, até mesmo, uma sindemia. Considerando a recente introdução de vacinas contra COVID-19 de forma acelerada, com o uso de tecnologias diferentes de produção e o fato de que essas vacinas serão administradas em milhões de indivíduos, pode haver um aumento considerável de notificações de Eventos Supostamente Atribuíveis à Vacinação ou Imunização (ESAVI). Sendo assim, é de extrema relevância estudos de farmacovigilância de ESAVI. Objetivo: Estimar e descrever a ocorrência dos ESAVI notificados em Minas Gerais (MG), Brasil, e associados às vacinas COVID-19. Método: Estudo epidemiológico, descritivo, realizado com dados secundários de ESAVI do estado de MG, durante o período de 18 de janeiro de 2021 a 21 de janeiro de 2022.Verificou-se a frequência de todos os casos de ESAVI notificados associados às vacinas COVID-19, disponíveis naquele momento para aplicação no Brasil por meio do Programa Nacional de Imunizações. Calculou-se, também, a Taxa de Incidência de eventos adversos para 100 mil doses aplicadas. Para a análise dos dados, foi utilizado o programa Microsoft Office Excel (versão 2016) e Stata (versão 17.0). Os ESAVI foram apresentados em proporções (%), de acordo com imunobiológico administrado, dose, faixa etária, sexo, tipo de evento e classificação da causalidade. Resultados: No período do estudo, foram administradas 34.307.831 doses das vacinas COVID-19. Foram notificados 34.971 casos de ESAVI, sendo 31.544 (91,7%) eventos adversos, com TI de 91,9 casos a cada 100 mil doses aplicadas e 2.838 (8,2%) erros de imunização (EI), com TI de 8,3 casos a cada 100 mil doses aplicadas. Em relação à classificação da gravidade dos eventos adversos, 29.093 (92,2%) dos ESAVI foram classificados como eventos adversos não graves (TI = 84,8). Os eventos adversos graves corresponderam a 7,8% dos ESAVI (TI= 7,1) e, os óbitos, a 2,9% de todos os ESAVI (TI = 2,7). Os principais sinais e sintomas para os eventos não graves foram: calafrios, cefaleia, dor no local de aplicação e, para os eventos adversos graves, considerando a Classe de Sistema de Órgãos (SOC), destacam-se: distúrbios respiratórios, torácicos e do mediastino com maiores incidências para as vacinas Sinovac/Butantan e AstraZeneca/Fiocruz (TI=7,2 e 5,6 casos por cada mil doses aplicadas, respectivamente). Em relação à causalidade dos óbitos encerrados, 85,2% foram classificados como reações coincidentes, ou inconsistentes, e dois (2) óbitos como reação relacionada ao produto. Conclusão: Neste estudo, apesar de os ESAVI de vacinas contra a COVID-19 no Estado de Minas Gerais terem sido frequentes, em sua maioria foram não graves. Conclui-se, portanto, que as vacinas contra a COVID-19 se mostraram positivas e eficazes no combate ao vírus, diminuindo de forma significativa os casos de morbidades e mortalidades, além de seguras e competentes.


Introduction: Coronavirus disease (COVID-19), caused by SARS-CoV-2, is characterized by an acute, potentially serious respiratory infection. In March 2020, the World Health Organization (WHO) declared it a pandemic and even considered it a syndemic. Given the recent accelerated introduction of COVID-19 vaccines, which employ various production technologies and will be administered to millions of individuals, there may be a significant increase in reports of Events Supposedly Attributable to Vaccination or Immunization (ESAVI). Therefore, pharmacovigilance studies on ESAVI are of utmost importance. Objective: To estimate and describe the occurrence of ESAVI reported in Minas Gerais (MG), Brazil, associated with COVID-19 vaccines. Method: This was an epidemiological, descriptive study using secondary dataon ESAVI in the state of MG from January 18, 2021, to January 21, 2022. The frequencyof all ESAVI cases temporally associated with COVID-19 vaccines (AstraZeneca/Fiocruz, Sinovac/Butantan, Pfizer/Wyeth, and Janssen) notified in the system, available during that timefor application in Brazil through the National Immunization Program (PNI) was examined. The incidence rate (IR) of adverse events per 100,000 doses administered in the state was also calculated. Microsoft Office Excel (version 2016) and Stata (version 17.0) were used for data analysis. ESAVI cases were presented as proportions (%) based on the administered immunobiological, dose, age group, gender, type of event, and causality classification. Results: During the study period, a total of 34,307,831 doses of COVID-19 vaccines were administered. A total of 34,971 cases of ESAVI were reported, with 31,544 (91.7%) being adverse events, with an incidence rate (IR) of 91.9 cases per 100,000 doses administered, and 2,838 (8.2%) were immunization errors (IE), with an IR of 8.3 cases per 100,000 doses administered. Regarding the severity classification of adverse events, 29,093 (92.2%) of the ESAVI were classified as non-serious adverse events (IR = 84.8). Serious adverse events accounted for 7.8% of ESAVI (IR = 7.1), and deaths accounted for 2.9% of all ESAVI (IR = 2.7). The main signs and symptoms for non-serious events were chills, headache, and local pain at the injection site, while for serious events, considering the System Organ Class (SOC), respiratory, thoracic, and mediastinal disorders were prominent, with higher incidences for the Sinovac/Butantan and AstraZeneca/Fiocruz vaccines (IR = 7.2 and 5.6 cases per thousand doses administered, respectively). Regarding the causality of closed deaths, 85.2% were classified as coincidental or inconsistent reactions, and two (2) deaths were classified as product-related reactions. Conclusion: In this study, although ESAVIs from COVID-19 vaccines in the state of Minas Gerais were frequent, most of them were non-serious. It can be concluded, therefore, that COVID-19 vaccines have shown to be positive and effective in combating the virus, significantly reducing morbidity and mortality cases, in addition to being safe and competent reducing cases of morbidity and mortality, in addition to being safe and competent.


Subject(s)
Epidemiology , Incidence , Academic Dissertation
20.
Belo Horizonte; s.n; 2023. 221 p. ilus, tab.
Thesis in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1444412

ABSTRACT

Esse estudo avaliou o impacto do tratamento com cloridrato de metilfenidato (MFD) em crianças com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. O estudo incluiu metodologia variada, contendo estudo de revisão sobre efeito de metilfenidato sobre BDNF e estudo de coorte experimental. O estudo de revisão seguiu as diretrizes do PRISMA e foi registrado no PROSPERO. No estudo experimental, coorte aberta de centro único foi desenhada, com amostra de conveniência recrutada entre os anos de 2020 e 2022, no ambulatório de ensino da faculdade de Medicina da Universidade Federal de Viçosa (MG). Amostra de 62 crianças, 6 a 14 anos incompletos, sem tratamento prévio, diagnosticadas por psiquiatra infantil segundo os critérios do Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais (DSM5). Média de 8 consultas de acompanhamento clínico realizadas, com coletas de amostras biológicas em 3 delas: antes do início do MFD, com 12 e 24 semanas após uso da medicação. Amostra caracterizada quanto a dados sociodemográficos, sintomas de TDAH, avaliações clínica e psiquiátrica e testagem de inteligência pela psicologia. Amostras biológicas para dosagens séricas de marcadores oxidativos (níveis de capacidade antioxidante total -FRAP -, atividade de superóxido dismutase ­ SOD-, catalase ­ CAT -, glutathione -S-transferase -GST-, níveis de peroxidação lipídica e de proteínas carboniladas) foram coletadas de cada criança nos três momentos da avaliação. Metilfenidato de liberação imediata foi administrado na dosagem de média de 0,65mg/kg/dia. Usou-se o teste de Shapiro-Wilk e Kolmogorov-Smirnov para análise de normalidade. Frequências absolutas e relativas foram determinadas para as variáveis numéricas que foram descritas por suas médias e desvios padrões. Para comparações múltiplas dos parâmetros oxidativos foi realizado pós teste paramétrico de Tukey e para as demais variáveis análise de variância ANOVA (f). Análises dos parâmetros oxidativos foram realizadas no programa GraphPad Prism 7.0 (GraphPad Software, Inc. San Diego, CA, USA) e dos dados sociodemográficos e clínicos no software SPSS (versão 23.0 para Windows). Significância estatística foi considerada com p <0.05. Os resultados mostram: Sexo masculino predominante (71%), idade média 8,58 ± 1,91, predominância de apenas um cuidador - mãe e/ou pai biológico como chefe de família e maior frequência de tipo combinado de TDAH. Pressão arterial sistólica, frequência cardíaca e temperatura corporal alterações significativas, porém sem significância clínica. Índice massa corporal com diferença estatística, 37%, 19,3% e 21% das crianças apresentaram IMC acima do esperado para idade na avaliação 1, 2 e 3 respectivamente. Adesão ao tratamento medicamentoso permaneceu acima de 93,5% na 24ª semana. Durante o tratamento: FRAP não se alterou; atividade de SOD reduziu na 12ª semana em comparação à linha de base; atividade de CAT aumento significativo à 24ª em comparação 12ª semana; aumento significativo dos níveis de peroxidação lipídica à 24ª semana em comparação à 12ª semana. Aumento significativo das proteínas carboniladas na linha de base em comparação aos níveis da 12ª e 24ª semanas. O metilfenidato parece influenciar os parâmetros redox de crianças com TDAH, aumentando o estresse oxidativo. Porém, mecanismos cerebrais tamponam e desconhecemos o resultado dessas interações na estrutura cerebral. Níveis de BDNF não foram influenciados significativamente por metilfenidato em crianças com TDAH, quando comparados a controles em nossa metanálise.


This study evaluated the impact of methylphenidate hydrochloride (MFD) treatment (MFD) in children with Attention Deficit Hyperactivity Disorder. The study included varied methodology, including a review study about methylphenidate effects on BDNF and an experimental cohort study. The review study followed the PRISMA guidelines and was registered in PROSPERO. In the experimental study, a single-center open cohort was designed, with a convenience sample recruited between the years 2020 and 2022, at the teaching outpatient clinic of the Faculty of Medicine at Viçosa Federal University (UFV-MG). Sample with 62 children, 6 to 14 years old, without previous treatment, diagnosed by a child psychiatrist according to the criteria of the Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (DSM5). Eight clinical follow-up visits were carried out, and biological samples were collected in 3 visits: before MFD beginning and after 12- and 24-weeks medication. Sociodemographic data, ADHD symptoms, clinical and psychiatric assessments were performed, as well as intelligence testing by psychology. Biological samples for oxidative markers serum dosages (total antioxidant capacity levels -FRAP -, superoxide dismutase activity - SOD-, catalase - CAT -, glutathione S transferase -GST-, lipid peroxidation and carbonyl proteins levels) were collected of each child in the 3 evaluation moments. Immediate-release methylphenidate was administered at approximately 0.65mg/kg/day. The Shapiro-Wilk and Kolmogorov-Smirnov test was used for normality analysis. Absolute and relative frequencies were used for numeric variables that were described by their means and standard deviations. Tukey's parametric test and variance analysis ANOVA (f) were performed for multiple comparisons in redox parameters and other variables respectively. Redox parameters analysis was performed using GraphPad Prism 7.0 program (GraphPad Software, Inc. San Diego, CA, USA) and other variables using SPSS software (version 23.0 for Windows). Statistical significance was considered at p<0.05. Male was predominant (71%), with a mean age of 8.58 ± 1.91, mother and/or biological father were the householder in most homes. Systolic blood pressure, heart rate and body temperature had significant changes, but without clinical significance. Body mass index showed a statistical difference, with 37%, 19.3% and 21% of the children having a BMI above the expected for their age in assessment 1, 2 and 3 respectively. Combined-ADHD occurred in 58.1% of the children, inattentive in 32.3% and hyperactive/impulsive in 9.7%. Drug treatment adherence was 98.4% (12th week) and 93.5% (24th week). There were no changes in FRAP levels; SOD activity had significant decreased at week 12 compared to baseline activity; CAT activity showed a significant increase at the 24th week compared to 12th week; Significant increase in lipid peroxidation levels at 24th week compared to 12th week. Significant increase in protein carbonyls levels at baseline (before methylphenidate use) compared to levels at 12 and 24 weeks. Methylphenidate can influence the oxidative and antioxidative parameters of ADHD children, increasing oxidative stress. However, buffer brain mechanisms may act and the result of these interactions in brain structure is not completely known. BDNF levels were not significantly affected by methylphenidate treatment in ADHD children and do not differ from controls in our meta-analysis.


Subject(s)
Attention Deficit Disorder with Hyperactivity , Child , Oxidants , Methylphenidate , Neuronal Plasticity , Antioxidants , Meta-Analysis , Academic Dissertation
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL