Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 133
Filter
1.
Interface (Botucatu, Online) ; 25(supl.1): e200654, 2021.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1154586

ABSTRACT

O manuscrito discute a qualidade higiênica de espaços de comercialização, manipulação e consumo de alimentos à luz dos cuidados necessários à prevenção da contaminação por Sars-CoV-2. O texto chama a atenção para a dimensão sanitária da segurança alimentar, pouco discutida no âmbito da saúde pública, apesar de presente na Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN). A relevância desse trabalho é assegurada pelo paralelo traçado entre as condições higienicossanitárias de feiras, supermercados e restaurantes, percebendo-os como espaços de risco de disseminação do novo vírus, as orientações publicadas para a mitigação da Covid-19 e o papel desempenhado pela Vigilância Sanitária (Visa). Por fim, aponta a necessidade de regulamentações que considerem o arcabouço sociocultural dos agentes inseridos no processo e reforça a necessidade da instituição de espaços de diálogos que contribuam para a recodificação do conceito de higiene. (AU)


El artículo discute la calidad higiénica de espacios de comercialización, manipulación y consumo de alimentos, a la luz de los cuidados necesarios para la prevención de la contaminación por SARS-CoV-2. El texto llama la atención para la dimensión sanitaria de la seguridad alimentaria, poco discutida en el ámbito de la salud pública, a pesar de presente en la Política Nacional de Alimentación y Nutrición. La relevancia de este trabajo tiene como base el paralelo trazado entre las condiciones higiénico-sanitarias de las ferias, supermercados y restaurantes, percibiéndolos como espacios de riesgo de diseminación del nuevo virus; las orientaciones publicadas para la mitigación de la Covid-19 y el papel desempeñado por la Vigilancia Sanitaria. Por fin, señala la necesidad de reglamentaciones que consideren la estructura sociocultural de los agentes inseridos en el espacio y refuerza la necesidad de la institución de espacios de diálogos que contribuyan para la recodificación del concepto de higiene. (AU)


The article discusses the hygienic quality of food commercialization, handling and consumption in light of necessary precautions to prevent contamination by SARS-CoV-2. The text draws attention to the health dimension of food security, which is little discussed in the public health field, despite being addressed in the National Food and Nutrition Policy. The relevance of the current research is substantiated by the association between hygienic-sanitary conditions in free fairs, supermarkets and restaurants by understanding them as risk areas for the spreading of the new virus, as well as guidelines published to help mitigating Covid-19 and the role played by Health Surveillance. Finally, it highlights the need of issuing regulations that take into consideration the sociocultural framework of agents inserted in the process and emphasizes the need of setting dialogue spaces to contribute to decode the concept of hygiene. (AU)


Subject(s)
Health Surveillance/trends , Collective Feeding , COVID-19/prevention & control , Health Infrastructure , Food Hygiene
2.
São Paulo; s.n; 2021. 65 p.
Thesis in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1359950

ABSTRACT

Introdução: A alimentação inadequada tem causado prejuízos imensuráveis para a população humana e para o planeta. Má-nutrição em todas as suas formas, doenças crônicas não transmissíveis, produção exacerbada de materiais de difícil decomposição, poluição de rios e oceanos são alguns dos resultados do sistema alimentar globalizado. Investigações recentes apontam o aumento no consumo de alimentos ultraprocessados em diversos países. Somado a isso, estudos indicam que os locais de consumo podem influenciar nas escolhas alimentares. Entretanto, a influência dos locais no consumo desses alimentos foi pouco explorada. Objetivo: analisar a associação entre locais de consumo e o consumo de alimentos ultraprocessados no Reino Unido entre 2014-2016. Métodos: Os dados são provenientes da National Diet and Nutrition Survey (NDNS). As informações de consumo alimentar individual, de participantes de ≥ 4 anos de idade, foram coletadas através de diário alimentar de 3 ou 4 dias consecutivos. Os locais de consumo foram categorizados em nove grupos: casa, locais institucionais, meios de transporte, cafeterias, clubes de esportes e recreação, restaurantes de serviço completo, fast food, casa de familiares e amigos e outros. Todos os itens de consumo foram classificados segundo o processamento industrial utilizando a classificação NOVA e calculou-se o percentual total e por local de participação dos itens alimentares para o total de energia (em kcal) consumida. Foi então avaliada a associação entre cada local de consumo e a participação de alimentos ultraprocessados na alimentação por meio de modelos de regressão linear brutos e ajustados para possíveis variáveis confundidoras. Esses modelos geraram coeficientes que representam o aumento da participação energética de alimentos ultraprocessados a cada aumento de ponto percentual no consumo em cada local (% kcal total). As análises foram estratificadas para crianças (4-10 anos), adolescentes (11-18 anos) e adultos (19 anos de idade ou mais). Resultados: Os alimentos ultraprocessados contribuíram com 56,3% do total de energia consumida. Entre as crianças, o consumo alimentar realizado em casa foi inversamente associado ao consumo de alimentos ultraprocessados (ß: -0,10, IC 95% -0,17, -0,03), enquanto em clubes de esportes e recreação (ß: 0,47, IC 95% 0,20, 0,73) foi diretamente associado ao consumo de alimentos ultraprocessados. Para os adolescentes, comer em casa (ß: -0,12, IC 95% -0,19, -0,05) foi inversamente associado ao consumo de alimentos ultraprocessados, assim como em restaurantes de serviço completo (ß: -0,21, IC 95% - 0,38, -0,03). O consumo em redes de fast food esteve diretamente associado ao consumo de alimentos ultraprocessados em adolescentes (ß: 0,29, IC 95% 0,12, 0,47). Finalmente, para adultos, restaurantes de serviço completo (ß: -0,13, IC 95% -0,22, -0,03) mostraram-se inversamente associados ao consumo de alimentos ultraprocessados. Já em restaurantes do tipo fast food (ß: 0,77, IC 95% 0,38, 1,17) foram diretamente associados ao consumo desses alimentos. Conclusões: os locais de consumo impactam de forma diferente no consumo de alimentos ultraprocessados, clubes de esporte e recreação e restaurantes do tipo fast food promoveram um aumento no consumo desses alimentos. Por outro lado, houve redução no consumo de alimentos ultraprocessados em casa e em restaurantes de serviço completo.


Background: Inadequate food has caused immeasurable damage to the human population and the planet. Malnutrition in all its forms, chronic non-communicable diseases, overproduction of materials that are difficult to decompose, pollution of rivers and oceans are some of the results of the globalized food system. Recent investigations point to an increase in the consumption of ultra-processed foods in several countries. In addition, studies indicate that eating locations can influence food choices. However, the influence of places on the consumption of ultra-processed foods has been little explored. Objective: to analyse the association between eating locations and consumption of ultra-processed foods in the United Kingdom between 2014-2016. Methods: data are from the National Diet and Nutrition Survey (NDNS). Individual food consumption information of participants ≥ 4 years of age was collected through a food diary for 3 or 4 consecutive days. Eating locations were categorized into nine groups: home, institutional places, on the go, coffee shops, leisure and sports places, sit-down restaurants, fast food, friends and relatives house, and other places. All consumption items were classified according to industrial processing using the NOVA classification. The total percentage and eating locations of participation of food items for the total energy (in kcal) consumed was calculated. The association between each eating location and the participation of ultra-processed foods in the diet was evaluated using crude linear regression models and adjusted for possible confounders. These models generated coefficients that represent the increase in energy participation of ultra-processed foods at each percentage point increase in consumption in each location (% kcal total). Analyses were stratified for children (4-10 years), adolescents (11-18 years), and adults (19 years or older). Results: ultra-processed foods contributed 56.3% of the total energy consumed. Among children, food consumption at home was inversely associated with consumption of ultra-processed foods (ß: -0.10, 95% CI -0.17, -0.03), while in leisure and sports places (ß: 0.47, 95% CI 0.20, 0.73) was directly associated with the consumption of ultra-processed foods. For adolescents, eating at home (ß: -0.12, 95% CI -0.19, -0.05) was inversely associated with consumption of ultra-processed foods, as well as in sit-down restaurants (ß: -0, 21, 95% CI - 0.38, -0.03). Consumption in fast food restaurants was directly associated with the consumption of ultra-processed foods in adolescents (ß: 0.29, 95% CI 0.12, 0.47). Finally, for adults, sit-down restaurants (ß: -0.13, 95% CI -0.22, -0.03) were inversely associated with the consumption of ultra-processed foods. Fast food (ß: 0.77, 95% CI 0.38, 1.17) were directly associated with the consumption of ultra-processed foods. Conclusion: eating locations have a different impact on the consumption of ultra-processed foods, leisure and sports places and fast food have promoted an increase in consumption of ultra-processed foods. On the other hand, there was a reduction in the consumption of ultra-processed foods at home and sit-down restaurants.


Subject(s)
Food Quality , Eating , Collective Feeding , Industrialized Foods , Fast Foods , Food Industry
3.
Lima; Perú. Ministerio de Salud; 20200600. 8 p.
Monography in Spanish | LILACS, MINSAPERU | ID: biblio-1100020

ABSTRACT

El documento contiene las condiciones sanitarias mínimas a tener en cuenta en la preparación de alimentos en "ollas comunes" que llega a la población, en situación de emergencia sanitaria.


Subject(s)
Emergency Feeding , Emergency Watch , Collective Feeding
4.
Lima; Perú. Ministerio de Salud; 20200600. 23 p.
Monography in Spanish | LILACS, MINSAPERU | ID: biblio-1100330

ABSTRACT

El documento contiene los principios generales de higiene que deben cumplir los establecimientos que brindan servicios de alimentación colectiva.


Subject(s)
Population , Food Hygiene , Collective Feeding
5.
Rev. Nutr. (Online) ; 33: e190126, 2020. tab, graf
Article in English | LILACS, SES-SP | ID: biblio-1143835

ABSTRACT

ABSTRACT Objective To identify the main determinants of food consumption among adult users of a public market in a capital of Northeastern Brazil. Methods A total of 198 diners in a public market, constituting a sample comprising 149 males and 49 females over 19 years of age, was interviewed using a pre-tested questionnaires from August 2018 to January 2019. Sociodemographic variables such as gender, age, place of origin, education and income, in addition to the determinants of food choices were evaluated. The analysis was performed using the Wilcoxon test (nonparametric) that compared the means of the dimensions involved in these choices according to gender and income. Results Sensory appeal, price and health were the main determinants of food choices. When compared by gender and income, there were significant differences regarding the attributes reviewed. Conclusion The factors that influenced food choice were: sensory appeal, price and health. Ethical issues were the ones that least interfered with food choice. Thus, such aspects must be taken into account for the development of public policies in the area of collective eating and environmental education. The factors that influenced food choice were: sensory appeal, price and health. Ethical issues were the ones that least interfered with food choice. Thus, such aspects must be taken into account for the development of public policies in the area of collective eating and environmental education.


RESUMO Objetivo Identificar os principais determinantes do consumo alimentar entre adultos usuários de um mercado público de uma capital do nordeste brasileiro. Métodos Foram entrevistados, por intermédio de questionários pré-testados, nos meses de agosto de 2018 até janeiro de 2019, uma amostra de 198 comensais de um mercado público, constituída por 149 indivíduos do sexo masculino e 49 do sexo feminino maiores de 19 anos. Foram avaliadas variáveis sociodemográficas como sexo, idade, local de origem, escolaridade e renda, além dos determinantes das escolhas alimentares. A análise foi feita utilizando o teste de Wilcoxon (não paramétrico), que comparou as médias das dimensões envolvidas nessas escolhas conforme sexo e renda. Resultados Apelo sensorial, preço e saúde foram os principais determinantes das escolhas alimentares. Quando comparados por sexo e renda, houve diferenças significativas quanto aos atributos analisados. Conclusão Os fatores que influenciaram a escolha alimentar foram: apelo sensorial, preço e saúde. Já as questões éticas foram as que menos interferiram na escolha alimentar. Desse modo, tais aspectos devem ser levados em consideração para o desenvolvimento de políticas públicas na área de alimentação coletiva e educação ambiental.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Middle Aged , Collective Feeding , Feeding Behavior/ethnology , Diet
6.
Article in English | LILACS | ID: biblio-1122132

ABSTRACT

Introduction: The global pandemic for the new coronavirus has had repercussions in all areas of human activities. Health services are essential for serving the population. However, workers in this sector also deserve attention, the provision of meals being one of those precautions. Aims: This study aims to publicize the actions related to the development of a contingency plan and the provision of meals to workers at a public university hospital in southern Brazil during the coronavirus pandemic. Methods: Study design: descriptive observational. This case study evaluates for the period from March to June 2020 on the evolution of contingency plans in order to guarantee the provision of adequate food and preserve the health of workers in the cafeteria space. Results: The hospital cafeteria served, on average, more than 2,500 lunches before the COVID-19 pandemic began in Brazil. Actions developed by the hospital administration allowed remote work by workers. However, an average of 1,500 lunches is still served daily. In this study, the actions are presented in order to guarantee an adequate environment that does not transmit outbreaks to workers in the hospital environment. Among some actions are issues of menu pattern, guidance, and mandatory handwashing by all users, visual signage on-site, and the internal website, among others. Conclusions: The actions have been effective since there are no records of a COVID-19 outbreak among hospital workers.


Introdução: A pandemia global do novo coronavírus teve repercussões em todas as áreas das atividades humanas. Os serviços de saúde são essenciais para servir a população. No entanto, os trabalhadores desse setor também merecem atenção, sendo a provisão de refeições uma dessas precauções. Objetivo: Este estudo tem como objetivo divulgar as ações relacionadas ao desenvolvimento de um plano de contingência e fornecimento de refeições aos trabalhadores de um hospital universitário público do sul do Brasil durante a pandemia de coronavírus. Métodos: Desenho do estudo: observacional descritivo. Este estudo de caso avalia, no período de março a junho de 2020, a evolução dos planos de contingência, a fim de garantir o fornecimento de alimentos adequados e preservar a saúde dos trabalhadores no espaço do restaurante do hospital. Resultados: O restaurante do hospital serviu, em média, mais de 2.500 almoços antes do início da pandemia de COVID-19 no Brasil. As ações desenvolvidas pela administração do hospital permitiram o trabalho remoto dos trabalhadores. No entanto, uma média de 1.500 almoços ainda é servida diariamente. Neste estudo, são apresentadas as ações para garantir um ambiente adequado que não transmita surtos aos trabalhadores no ambiente hospitalar. Entre algumas ações estão questões de padrão de cardápio, orientação e lavagem de mãos obrigatória por todos os usuários, sinalização visual no local e site interno, entre outras. Conclusões: As ações têm sido eficazes, uma vez que não existem registros de surto de COVID-19 entre trabalhadores do hospital.


Subject(s)
Humans , Coronavirus Infections/prevention & control , Collective Feeding , Food Service, Hospital , Pneumonia, Viral/prevention & control , Contingency Plans , Pandemics
7.
Rev. Ciênc. Plur ; 5(2): 32-48, ago. 2019. ilus, tab
Article in Portuguese | LILACS, BBO | ID: biblio-1021750

ABSTRACT

Introdução:A contabilidade de custos é uma etapa importante na gestão pública para otimizar os gastos e diminuir desperdícios, representando um indicador de eficiência econômica. Contudo, é uma atividade complexa, onde a maioria dos custos é de difícil obtenção, especialmente em Unidades de alimentação e nutrição (UANs), devido à variação no número de refeições e matéria prima, e indisponibilidade de custos indiretos individualizados. Objetivo:Apresentar uma proposta metodológica para cálculo do custo-refeição em UANs vinculadas a serviços públicos.Método:Esta proposta surgiu de um estudo prático realizado no restaurante da Escola Agrícola de Jundiaí/UFRN. Para a composição do custo-refeição foram observados os componentes dos custos diretos e indiretos. Os preços unitários por material/serviço foram obtidos por meio das atas de licitações e contratos.Resultados:A análise individual de cada componente permitiu verificar a necessidade de estabelecer diretrizes para os custos, obtendo-se os seguintes direcionamentos: gêneros de alimentação ­elaboração das fichas técnicas de preparação de, no mínimo, dois cardápios semanais completos e preços por gênero calculados por média ponderada; material de limpeza, telefonia, gás de cozinha e água mineral -análise do gasto trimestral; energia elétrica ­análise da potência, tempo e horário de funcionamento de cada equipamento e cálculo do gasto de energia conforme tarifas na "ponta" e "fora da ponta"; despesas com manutenção de equipamentos e instalações, material de expediente e descartável ­análise semestral e, todos os cálculos efetuados utilizando a média mensal. Por fim, a partir do custo com gêneros alimentícios foram calculados os pesos de cada refeição e gerada a unidade-refeição, obtendo-se o custo final por meio da soma do custo de cada refeição com o produto de seu peso vezes a unidade-refeição.Conclusão:A presente proposta apresenta uma perspectiva prática e fidedigna para o cálculo de custo-refeição (AU).


Introduction:Costs accountancy is an important step on public management to optimize expenses and reduce wasting, representing an economicalefficiency index. However, that is a complex activity, which the most of costs is hard to obtain, especially in Food Services due the variability on number of meals and raw material, and individualized indirect costs unavailable.Objective:To present a methodological proposal to compute meal-cost in public Food Services. Methods:This proposal emerged from a practical study performed in the restaurant of Jundiai Agricultural School (Escola Agrícola de Jundiai/UFRN). To compose meal-cost, direct and indirect components were observed. Material/services unitary prices were obtained through bidding and contracts records. Results:Individual analysis of each component allowed to verify the necessity of establishment guidelines for cost, obtaining the following directions: groceries -technical cards elaboration of, at least, two full weekly menus and groceries prices computed by weighted average; cleaning stuff, telephony, cooking gas and mineral water ­three months expenses analysis; electrical energy ­analysis of power, time and shift of working for each equipment and energy expenses calculation "on the tip" and "out of the tip"; equipment and installation maintenance expenses, office stuff and disposable stuff ­six months expenses analysis and, all calculations using monthly average. Finally, from groceries costs weighs were computed of each meal and the meal-unit was generated, obtaining the final cost by summing the cost of each meal with the product of its weight multiplied by the meal-unit. Conclusion:The present proposal shows a practical and reliable perspective for meal-cost calculation (AU).


Subject(s)
Restaurants/standards , Universities , Costs and Cost Analysis , Collective Feeding , Brazil , Case Reports , Eating , Meals
8.
Demetra (Rio J.) ; 14: 37662, mar. 2019. graf, tab
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1097726

ABSTRACT

Objetivou-se caracterizar os principais atributos ligados à satisfação dos usuários de uma Unidade de Alimentação e Nutrição institucional, com base no modelo Kano. Desenvolveu-se um estudo transversal, descritivo, aplicando questionário com questões socioeconômicas e o modelo Kano, com uma população amostral de 330 universitários regularmente matriculados. A amostra teve caráter homogêneo, sendo classificada nas áreas de Humanas, Exatas e Saúde. Percebeu-se que os atributos avaliados dentro do modelo Kano obtiveram resultados "unidimensionais", trazendo satisfação para os entrevistados em proporção ao seu desempenho. Caso não estivesse presente, resultaria em insatisfação, exceto o atributo "atendimento", que foi classificado como "atrativo", poisquanto melhor os usuários fossem atendidos, maior a satisfação. Assim, conclui-se que, o modelo Kano mostrou-se eficiente para avaliar a qualidade na prestação de serviços sem fins lucrativos. E ainda, é possível verificar os principais atributos que impactam na satisfação, priorizando-seassim os ajustes para suas melhorias. (AU)


The aim of this study was to characterize the main attributes related to the satisfaction of users from an Institutional Food and Nutrition Unit, based on the Kano model. A cross-sectional, descriptive study was carried out, applying a survey with socioeconomic questions and the Kano model, with a sample population of 330 regularly registered university students. The sample was homogeneous, and covered students from humanities, exact and biological science. It was noticed that the attributes evaluated within the kano model obtained "one- dimensional" result, bringing satisfaction to the interviewees in proportion to their performance. If not present, the results were classified as dissatisfaction, except the attribute "customer service", which was classified as "attractive", since the better the users were served, the greater the satisfaction. Thus, it is concluded that the kano model was efficient to evaluate the quality of an institutional non-profit service. In addition, it is possible to visualize the main attributes that impact on satisfaction, allowing us to prioritize adjustments for improvements. (AU)


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Consumer Behavior , Collective Feeding , Students , Universities , Total Quality Management
9.
Demetra (Rio J.) ; 14: e37913, mar. 2019. tab, graf
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1097728

ABSTRACT

Objetivos: Descrever a oferta de frutas e hortaliças no ambiente alimentar universitário, além de identificar a presença de propagandas e a disposição das frutas e hortaliças no balcão de distribuição de refeições, e avaliar a qualidade e acessibilidade física e financeira. Métodos: Trata-se de um estudo seccional, conduzido em todos os estabelecimentos que comercializavam refeições na universidade, com aplicação de checklist. Resultados: Foram estudados oito estabelecimentos, dos quais, 50% ofereciam frutas e 100% pelo menos um tipo de verdura. 100% ofereciam as frutas in natura, inteiras e/ou em pedaços, e dentre esses, apenas 12,5% a fruta frita. As hortaliças eram oferecidas in natura, cozida e refogada. 100% das frutas apresentaram boa qualidade e 25% dos estabelecimentos apresentaram três variedades com qualidade ruim. Com relação ao preço das refeições ofertadas pelos estabelecimentos destaca-se o Restaurante Universitário por possuir o menor valor da refeição e subsidiado pela universidade. Somente um estabelecimento apresentou propaganda para suco de fruta. Conclusão: O universo de estabelecimentos aqui avaliados, no tocante a oferta de frutas e hortaliças pode facilitar escolhas alimentares saudáveis, porém, considerando todos os estabelecimentos que contemplam o campus analisado, infere-se a predominância de um ambiente não promotor da alimentação saudável. (AU)


Purpose: The purpose of this paper is to describe the availability of fruit and vegetables within the University food environment, and also to identify the presence of publicity, and the layout of fruit and vegetables on the counter where the food is distributed, and evaluate the quality and the physical and financial availability. Methods: This is a sectional study, carried out on all establishments that sold meals at the University, with the application of a checklist. Results: Eight establishments were studied, and 50% of these offered fruit, while all the establishments offered at least one type of vegetable. All the establishments offered raw fruit, either whole and/or in pieces, and, among these, 12.5% offered fried fruit. Vegetables were offered raw, cooked, or stewed. All the fruit was of good quality, while 25% of the establishments offered three varieties of poor quality. Concerning the price of the meals offered by the establishments in the study, we highlight the University Restaurant, which has the lowest meal price and is subsidised by the University. Only one of the establishments showed publicity in favour of consumption of fruit juice. Conclusion: The universe of establishments as here evaluated, with regard to the supply of fruits and vegetables, can facilitate the selection of healthy foodstuffs; however, considering all the establishments on the campus analysed, we can infer that, on the whole, the environment that prevails does not promote healthy eating habits. (AU)


Subject(s)
Vegetables , Food Services , Fruit , Universities , Collective Feeding , Diet, Healthy
10.
Demetra (Rio J.) ; 14: e38278, mar. 2019. tab
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1097734

ABSTRACT

A preocupação com a qualidade higiênico-sanitária das refeições oferecidas é constante em qualquer serviço de alimentação. Neste estudo, objetivou-se avaliar os comportamentos de risco sanitário dos usuários de restaurantes universitários no momento do autosserviço. A metodologia utilizada foi o estudo de caso, com aplicação de duas listas de verificação, durante o almoço, no período de agosto a outubro de 2018. A amostra totalizou 336 usuários, entre alunos e servidores, que se alimentavam em dois restaurantes de uma universidade pública, localizada na cidade de Niterói, Rio de Janeiro, Brasil. As falhas mais comuns observadas foram: não higienizar as mãos antes do autosserviço (63,0%); conversa difusa durante o processo (54,8%); utilizar os utensílios de servir para arrumar os alimentos no próprio prato (41,9%); e coçar ou tocar parte do corpo durante o autosserviço (25,9%). Esses resultados indicaram comportamentos de risco por parte dos usuários. Concluiu-se que é necessário que sejam estabelecidas estratégias educativas, a fim de mitigar os perigos de uma possível contaminação por agentes patogênicos. (AU)


The concern with the hygienic-sanitary quality of meals offered in different food services never ceases to exist. The aim of the current study is to evaluate health risk behaviors presented by university restaurant users at the time they serve themselves the meals. The herein adopted methodology was a case study based on the application of a checklist during lunch hour from August to October 2018. The total sample comprised 336 users, among them, students and employees who had their meals in two restaurants of a public university in Niterói County, Rio de Janeiro State, Brazil. The most common issues reported by participants were: not sanitizing one's hands before serving the food (63.0%); diffuse conversation during the food-serving process (54.8%); using the food-serving utensils to arrange the food on one's plate (41.9%); and scratching or touching body parts while serving the food (25.9%). Based on these results, users presented health risk behaviors. Therefore, it is necessary adopting educational strategies to help mitigating risks of contamination by pathogens. (AU)


Subject(s)
Universities , Health Risk , Food Services , Health Risk Behaviors , Restaurants , Food Contamination , Food Hygiene , Collective Feeding , Hand Hygiene
11.
Demetra (Rio J.) ; 14: e33193, mar. 2019. ilus, tab
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1097737

ABSTRACT

No que se refere ao restaurante, a comida é somente o fim para a concretização da vivência de uma refeição, pois existem outros fatores considerados tangíveis e intangíveis que contribuem para o sucesso dessa experiência de consumo. Segundo Parasuraman et al., o que ocorre muitas vezes é uma diferença entre a expectativa do cliente em relação ao serviço e a percepção da gerência sobre o serviço prestado. Para este artigo, realizou-se estudo qualitativo baseado no instrumento SERVQUAL com estudantes universitários, clientes do sistema de alimentação de uma universidade pública. Empregou-se a técnica investigativa de grupos focais, com o propósito de identificar os principais descritores que norteiam a qualidade do serviço oferecido pelo restaurante universitário, segundo a percepção dos clientes. De acordo com os resultados, o questionário SERVQUAL contempla de maneira geral o serviço ora estudado; algumas especificidades,no entanto, como velocidade no atendimento, atendimento individualizado e preço merecem atenção especial, assim como determinantes como higiene das instalações e da refeição e preço deveriam ser mais explorados no questionário. (AU)


As far as the restaurant is concerned, food is only the end to the realization of the experience of a meal, because there are other factors considered tangible and intangible that contribute to the success of this experience of consumption. According to Parasuraman et al., what often happens is a difference between the customer's expectation of the service and the management's perception of the service provided. For this article, a qualitative study was carried out based on the SERVQUAL instrument with university students, clients of the feeding system of a public university. The focus group research technique was used to identify the main descriptors that guide the quality of the service offered by the university restaurant, according to clients' perceptions. According to the results, the SERVQUAL questionnaire generally contemplates the service studied; some specificities, however, such as speed of care, individualized care and price deserve special attention, as well as determinants such as hygiene of facilities and meal and price should be further explored in the questionnaire. (AU)


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Consumer Behavior , Collective Feeding , Restaurants , Students , Universities
12.
Rev. Nutr. (Online) ; 32: e180128, 2019. tab
Article in English | LILACS | ID: biblio-1041311

ABSTRACT

Abstract Objective The objective was to analyze the occurrence and the associated factors with food insecurity and overweight among government-backed economy restaurant workers in one of the biggest cities in Brazil. Methods A sample comprised of 180 individuals and represented 76.0% of all economy restaurant workers in the city of Belo Horizonte. Food insecurity was identified through the Brazilian Food Security Scale, and excess weight was identified by the body mass index. Data collection included sociodemographic and occupational information, and also health and quality of life perception. Logistic regression models were applied to identify the association. Results Food insecurity and overweight prevalence levels were 24.0% and 66.7%, respectively. The odds of identifying food insecurity were 2.34 times higher among workers that perceived their quality of life to be regular/poor/very poor and 62.0% and 74.0% lower among workers from the 2nd and 3rd tertile of per capita income, respectively. Individuals ≥40 years old (Odds Ratio=2.69, Confidence Interval 95%:1.33-5.43) and food handlers (Odds Ratio=3.62, Confidence Interval 95%:1.68-7.81) had higher odds of being classified as overweight compared to reference categories. Workers with higher per capita income presented lower odds of being classified as overweight (Odds Ratio=0.40, Confidence Interval 95%:0.17-0,96). Conclusion It was evidenced an occurrence of overweight among government-backed economy restaurant workers, which was associated with age, income and job position. Food insecurity prevalence was associated with income and quality of life perception. Although the sample work in a food and nutritional security promotion program, it is necessary to recommend actions aimed at the promotion of healthy eating habits.


Resumo Objetivo Analisar a ocorrência e os fatores associados à insegurança alimentar e ao excesso de peso entre trabalhadores dos restaurantes populares de uma metrópole brasileira. Métodos Amostra foi composta por 180 indivíduos e representou 76.0% dos trabalhadores de restaurantes populares de Belo Horizonte. A insegurança alimentar foi identificada pela Escala Brasileira de Insegurança Alimentar e o excesso de peso pelo índice de massa corporal. A coleta de dados incluiu dados sociodemográficos, ocupacionais e de percepção de saúde e qualidade de vida. Modelos de regressão logística foram aplicados para identificar a associação. Resultados As prevalências de insegurança alimentar e do excesso de peso foram de 24.0% e 66,7%, respectivamente. As chances de se identificar insegurança alimentar foram 2,34 vezes maiores entre trabalhadores que consideraram sua qualidade de vida regular/ruim/muito ruim e 62.0% e 74.0% menores entre os trabalhadores do 2º e 3º tercil da renda per capita, respectivamente. Já indivíduos ≥40 anos (OR=2,69, Intervalo de Confiança 95%:1,33-5,43) e os manipuladores de alimentos (OR=3,62, Intervalo de Confiança 95%:1,68-7,81) tiveram mais chances de apresentar excesso de peso. Contudo, os trabalhadorescom maior renda per capita (3º tercil) tiveram menores chance de ter excesso de peso (OR=0,40, Intervalo de Confiança 95%:0,17-0,96). Conclusão Evidenciou-se elevada prevalência de excesso de peso entre os trabalhadores de restaurantes populares, que foi associada à idade, renda e cargo. Já a insegurança alimentar foi associada à renda e qualidade de vida. Ainda que estes trabalhadores estejam inseridos em um programa de promoção da segurança alimentar e nutricional, verificou-se a necessidade de recomendar a realização de ações direcionadas para a promoção da alimentação saudável.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Food Security , Occupational Health , Collective Feeding , Overweight
13.
Rev. Nutr. (Online) ; 32: e180193, 2019. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1041317

ABSTRACT

ABSTRACT Objective This article presents an evaluation model for Government-Subsidized Restaurants within the framework of the National Food and Nutrition Security Policy. Methods This is an evaluation study. The Evaluation Matrix was elaborated from five stages: systematized revision for elaboration of the theoretical-logical model; immersion process; construction of the preliminary theoretical-logical model; consensus workshops, through the traditional committee technique; elaboration of the evaluation matrix proposal; and external consensus with specialists in the subject and in the implementation and management of Government-Subsidized Restaurants. Results The proposed matrix contemplates two dimensions: Political-Organizational, with the subdimensions: Management, Structure and Target Public; and Technical-Operational, with the sub-dimensions: Adequate Food, Food and Nutrition Education, and Extended Public Assistance. Twenty-four indicators and 29 measures were listed. Conclusion The findings point to the need for advances in evaluation methodologies that contemplate Food and Nutrition Security as the guiding principle of the actions performed by Government-Subsidized Restaurants. Thus, the evaluation matrix presented aims to contribute to the improvement of the GSR as a multifunctional tool, promoter of Food and Nutrition Security and the realization of the Human Right to Adequate Food within the National Food and Nutrition Security Policy.


RESUMO Objetivo Apresentar um modelo de avaliação para os Restaurantes Populares no âmbito da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. Métodos Trata-se de um estudo de avaliabilidade. A Matriz Avaliativa foi elaborada a partir de cinco etapas: revisão sistematizada para elaboração do modelo teórico-lógico; processo de imersão; construção do modelo teórico--lógico preliminar; oficinas de consenso, por meio da técnica de comitê tradicional; elaboração da proposta da matriz avaliativa; e consenso externo com especialistas na temática e na implantação e gestão de Restaurantes Populares. Resultados A Matriz proposta contempla duas dimensões: Político-Organizacional, com as subdimensões: Administração, Estrutura e Público Frequentador; e Técnico-Operacional, com as subdimensões: Alimentação Adequada, Educação Alimentar e Nutricional e Assistência Ampliada ao Público Frequentador. Foram definidos 24 indica-dores e 29 medidas. Conclusão A literatura científica investigada apontou a necessidade de avanços em metodologias avaliativas que contemplem a Segurança Alimentar e Nutricional enquanto norteadora das ações executadas pelos Restaurantes. Assim, a Matriz Avaliativa apresentada visa contribuir para a melhoria dos Restaurantes Populares como ferramenta multifuncional promotora da Segurança Alimentar e Nutricional e da realização do Direito Humano à Alimentação Adequada dentro da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional.


Subject(s)
Food Security , Public Policy , Restaurants , Nutrition Programs and Policies , Collective Feeding
14.
Rev. Nutr. (Online) ; 32: e180188, 2019. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1041321

ABSTRACT

ABSTRACT Objective We aimed to establish equations for dimensioning of the physical area and determining the required number of food handlers in food services of schools and to compare them with reference equations. Methods It was visited 44 municipalities located in the states of São Paulo (n=36) and Rio de Janeiro (n=8) between 2013 and 2014. The physical area for school food services was evaluated using a measuring tape. For all food services, we calculated the Maximum Attendance Capacity, which is the sum of small and large meals served during the busiest shift. A validated checklist was used to evaluate food safety practices. Linear regression models were developed to establish the proposed equations. Results In total, we evaluated 205 school units. Based on the data, the following equations were established: Equation A: area of production=15.22+(maximum attendance capacity×0.02), which estimates the minimum area needed for a school food service; and Equation B: the number of food handlers=2.17+(maximum attendance capacity×0.002), to determine the minimum number of food handlers needed. These equations were established based on school food services that presented adequate food safety practices (i.e., low health risk). Conclusion It was established new equations for calculating the size of the physical area for school food services and the required number of food handlers. These new equations can be used as a starting point in management planning of a school food service.


RESUMO Objective Estabelecer equações para o dimensionamento da área física e do número de manipuladores em serviços de alimentação escolar comparando-as com equações de referência. Métodos Foram visitados, entre 2013 e 2014, 44 municípios localizados nos estados de São Paulo (n=36) e Rio de Janeiro (n=8). A área útil dos serviços de alimentação escolar foi avaliada por meio de uma trena. Para todas as unidades foi calculada a Capacidade Máxima de Atendimento que é a soma das pequenas e grandes refeições servidas no turno de maior movimento. Para a avaliação das boas práticas de manipulação de alimentos foi utilizada uma lista de verificação validada. As equações foram estabelecidas por meio de regressão linear com base em serviços de alimentação escolar que apresentaram boa adequação das boas práticas (i.e. baixo risco sanitário). Resultados Foram avaliados 205 serviços de alimentação escolar. Com base nos dados foi determinada a Equação A: m2 da área de produção=15,22+(Capacidade máxima de atendimento×0,02) que estima a área mínima para um serviço de alimentação escolar e a Equação B: número de manipuladores=2,17+(Capacidade máxima de atendimento×0,002) para o número mínimo de manipuladores de alimentos. Conclusão Novas equações para cálculo do dimensionamento da área física de serviços de alimentação escolar e para o número de manipuladores de alimentos necessários foram estabelecidas. Essas novas equações podem ser utilizadas como ponto de partida para o planejamento gerencial de um serviço de alimentação escolar.


Subject(s)
School Feeding , Collective Feeding , Food Handling , Food Services/organization & administration
15.
Rev. Nutr. (Online) ; 32: e180168, 2019. tab
Article in English | LILACS | ID: biblio-1041294

ABSTRACT

ABSTRACT Objective To evaluate the job satisfaction of nutritionists who work in food service in the state of Paraná (Brazil). Methods A survey was carried out with 249 nutritionists through a semi-structured online questionnaire, which assessed their profile, professional activities, and job satisfaction. The Mann-Whitney and Kruskal-Wallis tests and the ordinal logistic regression at a 5% significance level were applied to evaluate the differences and relationship between job satisfaction and the independent variables. Results The average age of the survey participants was 31.9±6.4 years, the majority was female (95.58%), and graduated between 2000 and 2016 (90.36%). The survey revealed that 55.41% of the nutritionists were satisfied at work, 33.68% were indifferent, 6.86% were highly satisfied, and 4.04% were dissatisfied. The variables that influenced job satisfaction the most were age, years of training, income, and workdays in the week. Income explained satisfaction positively. There was statistical difference in relation to the satisfaction of participants regarding their knowledge on food service (p=0.0350), completion of postgraduate courses (p=0.0082), and interest in working in an area of nutrition other than food service (p<0.0001). Conclusion Although most professionals are satisfied, many were indifferent to job satisfaction, which may reflect a low perspective on their current job or poor experience in the food service. These results suggest the need for further actions aiming at raising nutritionists' perceived professional importance.


RESUMO Objetivo Avaliar a satisfação no trabalho dos nutricionistas que atuam na área de alimentação coletiva no estado do Paraná. Métodos Pesquisa realizada com 249 nutricionistas, por meio de um questionário semiestruturado online, que avaliou o perfil, o exercício profissional e a satisfação do nutricionista. O teste Mann-Whitney, Kruskal-Wallis e a regressão logística ordinal com nível de significância de 5% foram utilizados para avaliar a diferença e relação entre a satisfação e as variáveis. Resultados A idade média dos respondentes foi de 31,9±6,4 anos, sendo a maioria do sexo feminino (95,58%) e graduado entre 2000 e 2016 (90,36%). Constatou-se que 55,41% dos nutricionistas estavam satisfeitos no trabalho, 33,68% indiferentes, 6,86% altamente satisfeitos e 4,04% insatisfeitos. As variáveis que mais influenciaram a satisfação foram a idade, os anos de formação, o salário e os dias da semana de trabalho, sendo que a renda explicou positivamente a satisfação. Houve diferença estatística com relação à satisfação dos participantes com a avaliação do conhecimento sobre alimentação coletiva (p=0,0350), a realização de pós-graduação (p=0,0082) e o interesse em atuar em outra área da nutrição que não a alimentação coletiva (p<0,0001). Conclusão Apesar de a maioria dos profissionais estarem satisfeitos, muitos foram indiferentes à satisfação no trabalho, podendo refletir ausência de perspectiva sobre seu trabalho atual ou indicar a falta de familiaridade com a alimentação coletiva. Os dados indicam a necessidade de mais ações de valorização junto a esses profissionais.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Nutritionists , Collective Feeding , Food Services , Job Satisfaction
16.
Hig. aliment ; 32(280/281): 27-32, 30/06/2018.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-910368

ABSTRACT

A implementação de um plano de gestão ambiental nos Serviços de Alimentação e Nutrição é relevante no contexto do Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos Urbanos, pois essa atividade gera um montante cada vez maior de resíduos, que muitas vezes não têm a destinação ou a disposição final adequadas. O nutricionista do Setor de Alimentação Coletiva pode minimizar os impactos gerados ao meio ambiente por meio do uso de ferramentas de gerenciamento e controle do processo produtivo de refeições, como manutenção das Fichas Técnicas de Preparo, introdução da coleta seletiva e aplicação de checklist relacionado às Boas Práticas Ambientais. Este estudo foi desenvolvido por meio de uma revisão bibliográfica sobre a gestão de resíduos orgânicos nos Serviços de Alimentação Coletiva, para um levantamento qualitativo da situação nesse Setor em relação às adequações esperadas à luz da legislação ambiental e à adoção de práticas sustentáveis de produção de refeições. O recorte temporal dos estudos analisados compreendeu o período de 2007 a 2017 e foram utilizados os seguintes descritores para as buscas nas plataformas: alimentação coletiva; sustentabilidade; gestão ambiental; resíduos sólidos. Os resultados obtidos revelaram que ainda há barreiras para a aplicação do sistema de gestão ambiental integrado entre os gestores do Setor de Alimentação, devido a fatores como custo, falta de conhecimento, dificuldade de treinamento de colaboradores e resistência da clientela a mudanças no cardápio. No entanto, alguns profissionais efetivaram mudanças significativas no processo de produção e obtiveram certificações ambientais, além da redução do desperdício de insumos, dos custos com o uso da água e da energia e maior nível de conscientização ambiental entre os clientes e os funcionários.


The implementation of an environmental management plan in the food science and nutrition field is relevant in the context of integrated management of municipal solid organic residues since it generates an ever growing amount of waste, which often doesn't get adequately disposed of. The nutritionist in the collective feeding sector may act in such way as to minimize it's environmental impact using management tools and production control measures, such as adequate maintenance of technical charting, introducing selective collection of such waste and implementing adequate sustainability practices. This article consists of literary revision of organic residue waste management in the collective feeding field, to gather qualitative information in regards to compliance with environmental legislature and adopting sustainable production methods. The temporal cut of the analyzed studies comprises the period from 2007 to 2017 and the following descriptors were used for the searches on the platforms: collective feeding; sustainability; environmental management; solid waste. The information gathered in this revision shows that there's still resistance in implememting the integrated environmental management system amongst food industry managers due to cost, lack of knowledge on the subject, difficulty in training personnel, and customer resistance to menu changes. However, some of the revised authors encountered businesses which made the necessary changes to the production process, and obtained environmental certification, in addition to decrease in waste of supplies, decrease in water and electricity cost and developing environmental awareness for both clients and personnel.


Subject(s)
Solid Waste , Waste Management , Environmental Management , Collective Feeding , Food Services , Environmental Management , Conservation of Natural Resources , Diet, Healthy
17.
Hig. aliment ; 32(280/281): 65-68, 30/06/2018. ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-910479

ABSTRACT

A mudança nos padrões da população em relação ao cotidiano leva a questão sanitária a um patamar elevado. Grande parte das pessoas realiza suas refeições fora de casa, aumentando os surtos de doenças transmitidas por alimentos (DTA). Buscou-se, então, avaliar o uso do sanitizante Brometo de Lauril Dimetil Benzil Amônio 10% em diferentes superfícies (liquidificador industrial de inox, leiteira elétrica de inox e bancada para processamento de carne de inox) e sua influência na contagem padrão de mesófilos aeróbios estritos e facultativos viáveis (CPM) e no número mais provável de coliformes termotolerantes (NMP), ao longo do tempo. Para isto foram divididos em três grupos por superfície: hora 1 ­ 10 minutos após a aplicação do sanitizante, hora 4 e hora 8 ­ quatro e oito horas após a sanitização, respectivamente. A diferença entre as médias foi determinada por meio do programa estatístico SAS, pela utilização do proc glm e o teste de tukey. As amostras do liquidificador e da leiteira elétrica se portaram da mesma forma, não apresentando diferença ao longo do tempo com relação a CPM e NMP de coliformes termotolerantes (Liquidificador: 2,27± 1,93; 1,3± 0,61 e 1,27± 0,64 e Leiteira: 3,93± 5,25; 1,27± 0,64 e 1,97± 1,05; e Liquidificador: 1,2±1,56 ao longo do tempo e Leiteira: 1,34±1,45; 1,2±1,56 e 1,2±1,56; respectivamente). Enquanto que a bancada de processamento de carne de inox apresentou diferença entre as médias ao longo do período estabelecido para a CPM e NMP de coliformes (1,3± 0,61; 5,97± 6,28 e 37,63± 62,67; e 1,2±1,56; 1,22±1,54 e 1,2±1,56; respectivamente). Com isso, pode-se concluir que a bancada de inox apesar de apresentar aumento na quantidade de UFC/mL de CPM ainda mantém sua proteção a níveis seguros.


The change standard of population in relation to the everyday health issues leads to a high level. As most people place their meals in the street and disease outbreaks, food poisoning the villain. The objective was evaluate the use of sanitizer bromide lauryl dimethyl benzyl ammonium 10% on different surfaces (stainless steel industrial blender, milk electrical steel and stall for meat processing and stainless steel) and its influence on the count of mesophilic aerobic strict standard and optional viable (CMS) and most probable number of fecal coliform (NPM), over time, them were divided: hours 1 ­ to 10 minutes after application of sanitizer, 4 and 8 hours ­ four and eight hours after sanitization, respectively. The difference between means was determined using the statistical program SAS by using PROC GLM and Tukey test. Samples of the electrical milk industrial blender and behaved the same way, with no significant difference over time (Blender: 2.27± 1.93, 1.3± 0.61 and 1.27± 0.64 and Electrical milk: 3.93± 5.25, 1.27± 0.64 and 1.97± 1.05, and Blender: 1.2±1.56 over time and Electrical milk: 1.34±1.45, 1.2±1.56 and 1.2±1.56, respectively). While the bench meat processing stainless steel showed a difference between the averages over period specified, for CMS and NPM (1.3± 0.61, 5.97± 6.28 and 37.63± 62.67, and 1.2±1.56, 1.22±1.54 and 1.2±1.56, respectively). Thus, the stainless steel bench despite showing an increase in the number of CFU/ mL of CMS steel holds its protection to safe levels.


Subject(s)
Environmental Pollution , Cooking and Eating Utensils , Health Surveillance of Products , Food Handling , Foodborne Diseases , Food Production , Cooking , Collective Feeding
18.
Hig. aliment ; 32(280/281): 79-84, 30/06/2018. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-910582

ABSTRACT

A carne é um alimento nobre para o homem, pois contribui na dieta, com proteínas com alto valor biológico e ácidos graxos essenciais. O hambúrguer é definido como um produto cárneo industrializado obtido da carne moída dos animais, adicionado ou não de tecido adiposo e ingredientes, moldado e submetido a processo tecnológico adequado, devendo a textura, cor, sabor e odor serem característicos. O objetivo deste trabalho foi comparar três diferentes marcas de hambúrgueres encontradas nos mercados de Uberaba-MG, quanto à quantificação físico-química e valores nutricionais. Foram adquiridas 10 amostras de hambúrgueres bovinos da marca A, 10 amostras da marca B e 10 amostras da marca C, provenientes de diferentes mercados locais de Uberaba-MG. Foram realizadas as análises de umidade, cinzas, gordura por extrato etéreo e proteína pelo método KJELDAHL. As amostras (A, B e C) de hambúrgueres bovinos avaliadas não apresentaram conformidades em relação aos teores de umidade e cinzas de acordo com os parâmetros estabelecidos, com valores abaixo do esperado e sendo a amostra B, a que apresentou melhores resultados, em comparação com as demais avaliadas. Em relação aos teores de gordura e proteína analisados, nenhuma das amostras se encontrava dentro dos limites estabelecidos pela legislação vigente, apresentando valores bem acima para a determinação de gordura e valores abaixo para a porcentagem de proteína.


Meat is a noble food for man, as it contributes in the diet, with proteins of high biological value, and essential fatty acids. The burger is defined as an industrialized meat product obtained from the ground beef of the animals, added or not of adipose tissue and ingredients, molded and subjected to suitable technological process, with characteristic texture, color, taste and smell. The objective of this work was to compare three different brands of burgers found in the markets of Uberaba for the physicochemical quantification and nutritional values. Ten samples of brand beef burgers A, 10 brand B samples, and 10 brand C samples from different local markets of Uberaba/MG were purchased. Analyzes of moisture, ashes, fat by ethereal extract and protein (KJELDAHL method) were carried out. The samples (A, B and C) of beef burgers evaluated did not show conformity to the moisture and ash content according to the parameters established, with values below the expected values, and sample B presented the best results when compared with the other samples evaluated. In relation to the fat and protein contents analyzed, none of the samples was within the limits established by current legislation, presenting values well above for fat determination and values below for protein percentage.


Subject(s)
Cattle , Data Interpretation, Statistical , Collective Feeding , Food Storage , Meat , Meat Products , Cattle , Chemical Phenomena , Consumer Product Safety
19.
Hig. aliment ; 31(264/265): 24-29, 27/02/2017.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-832653

ABSTRACT

O restaurante popular (RP) deve assegurar aos seus usuários refeições nutricionalmente balanceadas, com cardápios variados, contendo produtos regionais e de boa qualidade higienicossanitária. O presente artigo teve como objetivo avaliar a composição nutricional do cardápio do RP dos Campos Gerais-Paraná. Como metodologia foi calculada a média de oferta semanal de macronutrientes (carboidratos, gorduras totais, gorduras saturadas e proteínas), micronutrientes (vitamina C, vitamina A, ferro, sódio e fibras), Valor Energético Total (VET) e NdpCal%. Foi utilizado, na análise, o cardápio planejado para o mês de março de 2013 e os valores de per capitas de alimentos já prontos para consumo. Para fins de comparação foram considerados os valores de referência do Programa de Alimentação do Trabalhador e as Dietary Reference Intakes. Como principais resultados foi possível observar que o cardápio não estava adequado nas calorias (média de 507,24Kcal) e carboidratos (média de 52,15%), pois ficaram abaixo do recomendado. Já proteínas (média de 25,88%) e NdpCal% (média de 15,46%) estavam acima dos valores de referência. A gordura saturada (média de 4,21%) ficou dentro do limite, assim como o valor de fibras (média de 7,99g). Em relação aos micronutrientes, o sódio (média de 193,57mg) ultrapassou muito a recomendação. Já o ferro (média de 4,08mg), vitamina A (média de 570,41µg) e vitamina C (média de 32,31mg), embora não tenham atingido a recomendação, ficaram com valores próximos aos sugeridos. É necessário corrigir os pontos inadequados do cardápio, devendo assim o nutricionista fiscalizar e adequar o mesmo, para garantir a segurança alimentar e nutricional dos usuários.


Subject(s)
Humans , Collective Feeding , Food Composition , Menu Planning/standards , Restaurants/standards , Brazil , Food Security , Recommended Dietary Allowances
20.
Rev. Nutr. (Online) ; 30(1): 1-12, Jan.-Feb. 2017. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-845581

ABSTRACT

ABSTRACT Objective: The present study aims to investigate the scenario of research on Food Service in Brazil based on the Stricto Sensu Graduate Programs in Nutrition, research groups, and scientific production. Methods: A search of the research lines including studies related to this topic and the researchers engaged in those studies was conducted. The research groups were identified on the Directory of Research Groups in Brazil website and the profile of the scientific production was based on articles included in the Scientific Electronic Library Online database. Articles published in international journals that were related to research lines focused on food production were also searched and analyzed. Results: The search identified only two graduate programs with research lines that describe the food production as the object of study although 13 graduate programs carry out research related to Food Service, especially focused on nutritional and sanitary aspects of food. The same trend was observed in the national articles. The internationalization of these two research line results from the academic publication in 22 different journals over the past 5 years. Thirty five professors were identified and most of them hold a PhD in Food Science and Technology. The number of research groups increased from two in 2000 to twenty nine in 2010. Conclusion: The inclusion of Food Service in graduate programs is still limited. The main trend observed is towards a closer relationship with Food Science and Technology in terms of the lines of research, professional qualification, and published studies.


RESUMO Objetivo: Busca-se uma aproximação com o cenário da pesquisa em Alimentação Coletiva no Brasil a partir dos programas de pós-graduação Stricto Sensu pertencentes à área da Nutrição, dos grupos de pesquisa e da produção científica. Métodos: Foi realizado levantamento das linhas de pesquisa em que são desenvolvidos trabalhos de interesse, bem como de docentes vinculados a estas linhas. Para identificação dos grupos de pesquisa, empregou-se o site do Diretório de Grupos de Pesquisa no Brasil e o recorte da produção científica foi baseado nos artigos publicados no Scientific Eletronic Library Online. Também foi investigada a publicação internacional vinculada às linhas de pesquisa que se voltam à produção de refeições. Resultados: Apenas dois programas possuem linhas de pesquisa que descrevem a produção de refeições como objeto de estudo, embora 13 programas de pós-graduação desenvolvam estudos em interface com a Alimentação Coletiva voltados, principalmente, para aspectos nutricionais e sanitários dos alimentos. Essa tendência também foi observada nos artigos nacionais. A internacionalização nas duas linhas de pesquisa destacadas ocorreu por meio da publicação em 22 revistas diferentes nos últimos cinco anos. Entre os 35 docentes identificados, a maioria possui doutoramento na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos. O número de grupos de pesquisa cresceu de dois, no ano 2000, para 29, em 2010. Conclusão: A inserção da Alimentação Coletiva na pós-graduação é limitada. A principal tendência é de aproximação com a Ciência e Tecnologia de Alimentos no que se refere às linhas de pesquisa, qualificação docente e trabalhos publicados.


Subject(s)
Collective Feeding , Brazil , Health Postgraduate Programs , Food Services
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL