Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 596
Filter
1.
Diagn. tratamento ; 29(2): 67-80, abr-jun. 2024. tab
Article in Portuguese | LILACS, SES-SP | ID: biblio-1553896

ABSTRACT

Contextualização: A suplementação de zinco tem sido recomendada para o tratamento e a prevenção de muitas doenças, mas já foi demonstrado que os achados in vitro não são os mesmos evidenciados na clínica, havendo carência de evidências científicas em humanos, relativa ao real benefício dessa suplementação para o organismo humano. Objetivos: Sumarizar as evidências de revisões sistemáticas da Cochrane, referentes à efetividade da suplementação de zinco para tratamento e prevenção de doenças. Métodos: Trata-se de overview de revisões sistemáticas Cochrane. Procedeu-se à busca na Cochrane Library (2024), sendo utilizado o descritor "ZINC". Todas as revisões sistemáticas de ensaios clínicos foram incluídas. O desfecho primário de análise foi a melhora clínica, a redução dos sintomas ou a prevenção da doença. Resultados: Quatorze estudos foram incluídos, totalizando 221 ensaios clínicos e 265.113 participantes. Discussão: há evidência de benefício do zinco na anemia falciforme (redução de crises e infecções); na prevenção de diarreia aguda ou persistente em regiões com taxas elevadas de desnutrição; na prevenção da diarreia e melhora no crescimento de crianças de 6 meses a 12 anos de idade; na redução da mortalidade e no ganho de peso a curto prazo em prematuros; e na redução da incidência e prevalência de pneumonia em crianças de 2 a 59 meses de idade. É necessário cautela, pois não há robustez dos resultados e o nível de evidência é limitado. Conclusão: Há evidência de efetividade do zinco em algumas intervenções, mas a evidência é limitada, sugerindo-se a realização de novos estudos prospectivos de qualidade.


Subject(s)
Zinc , Systematic Review , Therapeutics , Clinical Trial , Evidence-Based Practice
2.
Enferm. foco (Brasília) ; 15: 1-7, maio. 2024. ilus
Article in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1553627

ABSTRACT

Objetivo: Descrever como os enfermeiros atuantes na Atenção Primária identificam sua autonomia profissional no desenvolvimento das práticas de Enfermagem. Métodos: Trata-se de uma pesquisa exploratória, descritiva, de abordagem qualitativa. Participaram de entrevistas online 28 enfermeiros que atuam na Atenção Primária de um município do Sul do Brasil, entre o período de outubro de 2020 até fevereiro de 2021. Para tratamento dos dados, foi utilizada a análise de conteúdo temática. Resultados: Emergiram duas categorias: 1) Resolutividade das práticas da Enfermagem; 2) Respaldo nas regulamentações profissionais e evidências científicas. A Enfermagem dispõe de maior autonomia frente à atenção à saúde da mulher, Infecções Sexualmente Transmissíveis e no cuidado à pessoa com feridas, pois no momento da consulta do enfermeiro, despontam habilidades e competências para a tomada de decisão na prática clínica. Em relação à regulamentação para exercício profissional, os profissionais enfatizaram a importância dos protocolos para respaldar as ações. Conclusão: O protagonismo do enfermeiro e sucesso nas experiências indicam um caminho promissor para a discussão e implementação da Enfermagem de Prática Avançada no Brasil. (AU)


Objective: To describe how nurses working in Primary Care identify their professional autonomy in the development of Nursing practices. Methods: This is an exploratory, descriptive research with a qualitative approach. Twenty-eight nurses who work in Primary Care in a municipality in southern Brazil participated in online interviews, between October 2020 and February 2021. For data processing, thematic content analysis was used. Results: Two categories emerged: 1) Resolving nursing practices; 2) Support in professional regulations and scientific evidence. Nursing has greater autonomy in the care of women's health, Sexually Transmitted Infections and in the care of the person with wounds, because at the time of the nurse's consultation, skills and competences for decision-making in clinical practice emerge. Regarding regulation for professional practice, professionals emphasized the importance of protocols to support actions. Conclusion: The role of nurses and success in the experiences indicate a promising path for the discussion and implementation of Advanced Practice Nursing in Brazil. (AU)


Objetivo: Describir cómo los enfermeros que actúan en la Atención Primaria identifican su autonomía profesional en el desarrollo de las prácticas de Enfermería. Métodos: Se trata de una investigación exploratoria, descriptiva, con abordaje cualitativo. Veintiocho enfermeros que actúan en la Atención Primaria de un municipio del sur de Brasil participaron de entrevistas en línea, entre octubre de 2020 y febrero de 2021. Para el procesamiento de datos, se utilizó el análisis de contenido temático. Resultados: Emergieron dos categorías: 1) Prácticas resolutivas de enfermería; 2) Apoyo en normativa profesional y evidencia científica. La enfermería tiene mayor autonomía en el cuidado de la salud de la mujer, Infecciones de Transmisión Sexual y en el cuidado de la persona con heridas, porque en el momento de la consulta del enfermero emergen habilidades y competencias para la toma de decisiones en la práctica clínica. En cuanto a la regulación para la práctica profesional, los profesionales destacaron la importancia de los protocolos para apoyar las acciones. Conclusión: El papel de los enfermeros y el éxito de las experiencias indican un camino promisorio para la discusión e implementación de la Enfermería de Práctica Avanzada en Brasil. (AU)


Subject(s)
Primary Care Nursing , Professional Autonomy , Evidence-Based Practice , Advanced Practice Nursing
4.
Rev. Ciênc. Plur ; 10 (1) 2024;10(1): 35109, 2024 abr. 30. ilus
Article in Portuguese | LILACS, BBO | ID: biblio-1553447

ABSTRACT

Introdução: Plantas medicinais e fitoterápicos são tradicionalmente utilizados na cicatrização de diversos tipos de feridas. Muitas plantas contêm compostos bioativos com propriedades anti-inflamatórias, antimicrobianas e cicatrizantes. Objetivo: Reunir evidências clínicas do uso de plantas medicinais e fitoterápicos na cicatrização de feridas cutâneas. Metodologia: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura. Os estudos foram coletados das bases de dados MEDLINE/PubMed e LILACS, utilizando como estratégia de busca os termos ((WoundHealing) ou (Inflammation)) e ((MedicinalPlants) ou (Phytotherapy)) com recorte temporal de 2011 a 2021. Resultados: 15 estudos foram incluídos na revisão. A maioria dos estudos foram do tipo ensaio clínico controlado randomizado. Foi investigada a eficácia de 15 espécies medicinais para o tratamento de feridas agudas e crônicas, sendo as mais recorrentes queimaduras de segundo grau, úlceras crônicas e feridas cirúrgicas. As espécies medicinais que apresentaram melhores resultados foram babosa (Aloevera), centela (Centellaasiatica),beldroega (Portulacaoleraceae), Arnebia euchroma, hipérico (Hypericum perforatum) emil-folhas (Achilleamillefolium), melhorando critérios como eritema, edema, tempodere-epitelização, tempo de cicatrização e a aparência geral da ferida. Conclusões: Plantas medicinais e fitoterápicos apresentam eficácia no processo de cicatrização, sendo, portanto, alternativa terapêutica para o tratamento de feridas cutâneas (AU).


Introduction: Medicinal plants and herbal medicines are traditionally used to heal various types of wounds. Many plants contain bioactive compounds with anti-inflammatory, antimicrobial, and wound-healing properties. Objective: Gathering clinical evidence on the use of medicinal plants and herbal medicine in the healing of skin wounds. Methodology:Thisisan integrative review of the literature. The studies were collected from the MEDLINE/PubMed and LILACS data bases, using the terms ((WoundHealing) or (Inflammation)) and ((MedicinalPlants) or (Phytotherapy)) as a search strategy, from 2011 to 2021. Results: Fifteen studies were included in the review. Most of them were of the randomized controlled clinical trial type. The effectiveness of 15 medicinal species was investigated for the treatment of acute and chronic wounds, the most common of which were second-degree burns, chronic ulcers,and surgical wounds. The species with the best results were Aloe vera, Centella asiatica, Portulaca oleraceae, Arnebia euchroma, Hypericum perforatum, and Achillea millefolium, improving criteria such as erythema, edema, re-epithelialization time, healing time, and the general appearance of the wound. Conclusions: Medicinalplants and herbal medicine are effective in the healing process, therefore being a therapeutic alternative for treating skin wounds (AU).


Introducción: Las plantas medicinales y las medicinas a base de hierbas se utilizan tradicionalmente para curar diversos tipos de heridas. Muchas plantas contienen compuestos bioactivos con propiedades antiinflamatorias, antimicrobianas y cicatrizantes. Objetivo: Recopilar evidencia clínica sobre el uso de plantas medicinales y medicinas a base de hierbas en la curación de heridas cutáneas. Metodología: Se trata de una revisión integradora de la literatura. Los estudios fueron obtenidos de las bases de datos MEDLINE/PubMed y LILACS, utilizando como estrategia de búsqueda los términos ((WoundHealing) o (Inflammation)) y ((MedicinalPlants) o (Phytotherapy)) con un marco temporal de 2011 a 2021. Resultados: Se incluyeron 15 estudios en la revisión. La mayoría de los estudios fueron del tipo ensayo clínico controlado aleatorio. Se investigó la eficacia de 15 especies medicinales para el tratamiento de heridas agudas y crónicas, las más comunes fueron quemaduras de segundo grado, úlceras crónicas y heridas quirúrgicas. Las especies medicinales con mejoresr esultados fueron Aloe vera, Centella asiatica, Portulaca oleraceae, Arnebia euchroma, Hypericum perforatum y Achillea millefolium, mejorando criterios como eritema, edema, tiempo de reepitelización, tiempo de cicatrización y aspecto general de la herida. Conclusiones: Plantas medicinales y medicinas a base de hierbas son efectivas en el proceso de cicatrización, siendo portanto un aalternativa terapéutica para el tratamiento de heridas en la piel (AU).


Subject(s)
Humans , Plants, Medicinal , Wound Healing , Phytotherapeutic Drugs , Wounds and Injuries , Evidence-Based Practice , Phytotherapy
5.
Diagn. tratamento ; 29(1): 23-30, jan-mar. 2024.
Article in Portuguese | LILACS, SES-SP | ID: biblio-1551774

ABSTRACT

Contexto: O coronavírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS-CoV-2) espalhou-se rapidamente em todo o mundo, a partir de dezembro de 2019. A vacinação tornou-se prioridade para a prevenção da doença, mas junto surgiu o temor de eventos adversos. Objetivo: Avaliar as evidências de possíveis eventos adversos das vacinas para COVID-19 em crianças e adolescentes. Material e Métodos: Trata-se de sinopse baseada em evidências. Procedeu-se à busca por estudos que associavam as vacinas para COVID-19 a eventos adversos a elas relacionados em três bases de dados: PubMed (1966-2024), Portal BVS (1982-2024) e Embase (1974-2024) e também no metabuscador de evidências TRIP DATABASE (2024). Foram utilizados os termos "COVID-19 Vaccines/adverse effects "[Mesh] Filters: Child: birth-18 years". Dois pesquisadores independentemente extraíram os dados e avaliaram a qualidade dos estudos para a síntese. O desfecho de análise envolveu a efetividade das vacinas para COVID-19 em crianças e adolescentes e a ocorrência de eventos adversos. Resultados: Foram encontradas 552 referências, seis estudos (3 revisões sistemáticas e 3 ensaios clínicos) foram incluídos (n = 13.642.718 participantes). Discussão: Há um número bastante razoável de estudos e amostragem sobre a vacinação para a COVID-19 em crianças e adolescentes. Esses estudos mostram efetividade e segurança das vacinas, sendo a ocorrência de eventos adversos mais associada a efeitos locais leves a moderados e um risco muito baixo de eventos adversos sistêmicos graves. Conclusões: Há evidência de efetividade das vacinas e baixo risco de complicações a elas associado, considerando-se que o risco-benefício justifica sua utilização em crianças e adolescentes nesse momento. Termos DeCS: Prática clínica baseada em evidências, vacina, COVID-19, eventos adversos, revisão.


Subject(s)
Evidence-Based Practice , COVID-19 , Review , Drug-Related Side Effects and Adverse Reactions
6.
Rev. cienc. cuidad ; 21(1): 9-22, 2024.
Article in Spanish | LILACS, BDENF, COLNAL | ID: biblio-1553602

ABSTRACT

Objetivo: Conocer los facilitadores y barreras para el uso de la práctica basada en evidencia (PBE) en profesionales de enfermería que laboran en el área clínica. Método: Estudio cuali-tativo de tipo exploratorio descriptivo, con análisis de discurso, se realizaron 6 grupos focales conformados por 3 a 7 participantes para un total de 32 personas, se utilizó un muestreo inten-cional; en promedio fueron grabados entre 60 a 90 minutos por grupo focal. Para el análisis se empleó la fragmentación, codificación y categorización de las entrevistas obteniendo categorías temáticas, subcategorías y códigos a partir del uso del programa Atlas Ti versión 8. Resultados: El 69 % de los entrevistados respondió que el pregrado o posgrado habían recibido algún tipo de formación en PBE, la principal fuente de información cuando tienen alguna duda en la práctica clínica son los protocolos institucionales o los compañeros con más experiencia. Los facilitado-res identificados en este estudio fueron: tiempo para investigar, formación en PBE, iniciativa, grupos de investigación y compañeros; las barreras fueron: falta de apoyo institucional, poca formación en PBE, falta de tiempo, idioma, desmotivación profesional y el rechazo frente al cambio. Conclusiones: Se describen los facilitadores y barreras que presentan los profesionales de enfermería que laboran en el área clínica. Sin embargo se requieren investigaciones adicion-ales que permitan reconocer el fenómeno desde otras perspectivas en el contexto Colombiano y latinoamericano


Objective: To find out the facilitators and barriers to the use of evidence-based practice (EBP) in nursing professionals working in the clinical area. Method: Qualitative descrip-tive exploratory study, with discourse analysis, 6 focus groups were carried out with 3 to 7 participants for a total of 32, a purposive sampling was used; an average of 60 to 90 minutes were recorded per focus group. For the analysis we used the fragmentation, coding and cate-gorisation of the interviews obtaining thematic categories, subcategories and codes from the use of Atlas Ti version 8. Results: 69 % of the interviewees responded that the undergraduate or postgraduate had received some kind of training in EBP, the main source of information when they have any doubt in clinical practice are the institutional protocols or colleagues with more experience. Facilitators identified in this study were: time to investigate, training in EBP, initiative, research groups and peers; barriers were: lack of institutional support, little training in EBP, lack of time, language, professional demotivation and rejection in the face of change. Conclusions: The facilitators and barriers presented by nursing professionals working in the clinical area are described. However, further research is needed to recognise the phenomenon from other perspectives in the Colombian and Latin American context.


Objetivo: Descobrir os facilitadores e as barreiras ao uso da prática baseada em evidências (PBE) em profissionais de enfermagem que atuam na área clínica. Método: Estudo exploratório descritivo qualitativo, com análise de discurso; foram realizados 6 grupos focais com 3 a 7 participantes, totalizando 32; foi usada uma amostragem intencional; foi registrada uma média de 60 a 90 minutos por grupo focal. Para a análise utilizou-se a fragmentação, codificação e categorização das entrevistas obtendo-se categorias temáticas, subcategorias e códigos a partir da utilização do Atlas Ti versão 8. Resultados: 69% dos entrevistados responderam que a grad-uação ou pós-graduação havia recebido algum tipo de treinamento em PBE, a principal fonte de informação quando têm alguma dúvida na prática clínica são os protocolos institucionais ou colegas com mais experiência. Os facilitadores identificados neste estudo foram: tempo para in-vestigar, treinamento em PBE, iniciativa, grupos de pesquisa e colegas; as barreiras foram: falta de apoio institucional, pouco treinamento em PBE, falta de tempo, idioma, desmotivação profis-sional e rejeição diante de mudanças. Conclusões: São descritos os facilitadores e as barreiras apresentados pelos profissionais de enfermagem que trabalham na área clínica. No entanto, são necessárias mais pesquisas para reconhecer o fenômeno de outras perspectivas no contexto co-lombiano e latino-americano


Subject(s)
Evidence-Based Practice , Evidence-Based Nursing , Nurse Clinicians
7.
Rev. cuba. oftalmol ; 36(4)dic. 2023.
Article in Spanish | LILACS, CUMED | ID: biblio-1550954

ABSTRACT

La miopía constituye un problema de salud pública a nivel mundial, y se espera que afecte a un número cada vez mayor de personas en las próximas décadas. El control de la progresión de este defecto refractivo se ha convertido en una parte importante de la práctica clínica, ante la ausencia de un tratamiento protocolizado con el objetivo de disminuirla, se han valorado varias opciones terapéuticas. El objetivo del estudio fue proporcionar información actualizada sobre el tratamiento óptico en niños miopes. Para su realización se revisaron publicaciones, en idioma español e inglés, disponibles en bases de datos como PubMed, Ebsco, Google Académico, SciELO entre otras(AU)


Myopia constitutes a worldwide public health problem, and is expected to affect an increasing number of people in the coming decades. The control of the progression of this refractive defect has become an important part of clinical practice, and in the absence of a protocolized treatment with the aim of reducing it, several therapeutic options have been evaluated. The aim of the study was to provide updated information on optical treatment in myopic children. For its realization, publications were reviewed, in Spanish and English, available in databases such as PubMed, Ebsco, Google Scholar, SciELO, among others(AU)


Subject(s)
Humans , Child , Evidence-Based Practice/methods , Myopia , Review Literature as Topic , Databases, Bibliographic
8.
Rev Enferm UFPI ; 12(1): e4400, 2023-12-12.
Article in English, Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1523427

ABSTRACT

Evidências Científicas (ECs) configuram-se como "resultados de pesquisas científicas", realizadas através de procedimentos que incorporaram critérios de validade, isto é, viabilidade (F-feasibility), adequação (A-appropriateness), significado (M-meaning) e efetividade (E-effectiveness) das práticas de saúde, levando-se em conta todasas possíveis fontes de vieses. O termo Prática Baseada em Evidências (PBE) foi cunhado entre as décadas de 70 e 80, sendo originário do movimento da Medicina Baseada em Evidências (MBE), quando foi proposta uma hierarquia dos níveis de ECs, de modo a direcionar a busca das melhores ECs disponíveis para a tomada de decisões na prática clínica. No ano de 2002, enfermeiras engajadas na prática clínica e em pesquisa estabeleceram um modelo para implementação da PBE, o "Advancing Research and Clinical Practice through Close Collaboration(ARCC)", com o intuito de aprimorar e melhor integrar a pesquisa à prática clínica, atrelando aos cuidados de saúde locorregionais e nacionais. Assim, a PBE consiste em uma abordagem ancorada na resolução de problemas para prover o cuidado em saúde que integra as melhores ECs disponíveis provenientes de estudos bem delineados, e combina com as preferências e valores do paciente e a expertisedo profissional de saúde. Para a implementação da PBE na prática clínica, épreciso que o profissional de saúde mantenha a atitude questionadora de modo a transformar a prática clínica. O fio condutor da PBE éa utilização de resultados de pesquisas na prática. Nesse sentido, o movimento de Enfermagem Baseada em Evidências emerge como um elo que interliga as melhores ECs e sua aplicação na prática clínica, primando pela tomada de decisão para um cuidado cientificamente qualificado e seguro. Na prática do enfermeiro, a aplicação da PBE consiste em sete passos: 1) elaboração da questão clínica; 2) busca de ECs; 3) avaliação crítica das ECs recuperadas no processo de busca; 4) tomada de decisões com base nas melhores ECs; 5) avaliação dos resultados da decisão clínica a ser implementada; 6) mudanças com base nas ECs disponíveis; 7) disseminação dos resultados da decisão clínica/mudança da práxis.


Scientific Evidence (ScE) is configured as "results of scientific research", carried out through procedures that incorporated validity criteria, that is, feasibility (F), appropriateness (A), meaning (M) and effectiveness (E) of health practices, taking into consideration all possible sources of bias.The term Evidence-Based Practice (EBP) was created between the 1970s and 1980s, originating from the Evidence-Based Medicine (EBM) movement, where a hierarchy of levels of ScE was proposed, in order to direct the search for best available ScE for decision-making in clinical practice.In 2002, nurses engaged in clinical practice and research established a model for the implementation of EBP, the "Advancing Research and Clinical Practice through Close Collaboration (ARCC)", with the aim of improving and better integratingresearch into clinical practice, linking local and national health care actions. Thus, EBP consists of a problem-solving approach to providing health care actions that integrate the best available ScE from well-designed studies, and combines with the patient's preferences and values and the health professional's expertise. In order to consolidate the implementation of EBP in clinical practice, the health professional must maintain a questioning attitude in such a way as to transform clinical practice. The guiding principle of EBP is the use of research results in practice. In this sense, the Evidence-Based Nursing movement emerges as a link that connects the best ScE and its application in clinical practice, focusing on decision-making for care scientifically qualified and safe. In nursing practice, the application of EBP consists of seven steps: 1) elaboration of the clinical question; 2) search for ScE; 3) critical evaluation of the ScE retrieved in the search process; 4) decision-making based on the best ScE; 5) evaluation of the results of the clinical decision to be implemented; 6) changes based on the available ScE; 7) dissemination of the results of the clinical decision/praxis change.


Subject(s)
Research , Evidence-Based Medicine , Evidence-Based Practice
9.
Invest. educ. enferm ; 41(3): 141-150, 20231103. ilus, tab
Article in English | LILACS, BDENF, COLNAL | ID: biblio-1518856

ABSTRACT

Objective. Within the context of evidence-based practice, this article exposes the reflection on the understanding and usefulness of the information provided by the research findings shared in reports and research publications, exposing differences based on the interpretation of statistical significance and clinical significance. Content synthesis. Basic aspects of the meaning and use of the information reported by research on p value (statistical significance) and the value and usefulness of these results are analyzed and exemplified, contrasting the value for the practice of an additional judgment on clinical significance. In addition to establishing conceptual differences, the need is highlighted for nurses to have the competencies to differentiate and apply each of them according to the clinical contexts of their potential implementation. Conclusion. The real usefulness of research about interventions within the context of nursing care is given by its real application and reach for the practice and benefit for patients. For this to occur, nurses must interpret adequately the information provided by scientific publications and other research reports.


Objetivo. En el contexto de una práctica basada en evidencia, este artículo expone la reflexión sobre la comprensión y utilidad de la información que proveen los hallazgos de investigación reportados en informes y publicaciones de investigación, exponiendo las diferencias a partir de la interpretación de la significancia estadística y significancia clínica. Síntesis del contenido. Se analizan y ejemplifican aspectos básicos sobre el significado y uso de la información que reportan las investigaciones sobre valor p (significancia estadística) y el valor y utilidad de estos resultados contrastando el valor para la práctica de un juicio adicional sobre significancia clínica. Además de establecer diferencias conceptuales, se resalta la necesidad de que las enfermeras tengan las competencias para diferenciar y aplicar cada uno de ellos según los contextos clínicos de su potencial implementación. Conclusión. La real utilidad de la investigación sobre intervenciones en el contexto del cuidado de enfermería está dada por su real aplicación y alcance para la práctica y el beneficio para los pacientes. Para que ello ocurra, las enfermeras deben interpretar adecuadamente la información que proveen las publicaciones científicas y otros reportes de investigación.


Objetivo. No contexto de uma prática baseada em evidências, este artigo apresenta a reflexão sobre a compreensão e utilidade da informação fornecida pelos resultados da investigação relatados em relatórios de investigação e publicações, expondo as diferenças com base na interpretação da significância estatística e da significância clínica. Síntese de conteúdo. Aspectos básicos sobre o significado e uso das informações relatadas pelas pesquisas sobre valor p (significância estatística) e o valor e utilidade desses resultados são analisados e exemplificados, contrastando o valor para a prática de um julgamento adicional sobre significância clínica. Além de estabelecer diferenças conceituais, destaca-se a necessidade de o enfermeiro ter competências para diferenciar e aplicar cada uma delas de acordo com os contextos clínicos de seu potencial implementação. Conclusão. A real utilidade da investigação sobre intervenções no contexto dos cuidados de enfermagem é dada pela sua real aplicação e âmbito de prática e benefício para os pacientes. Para que isso ocorra, os enfermeiros devem interpretar adequadamente as informações fornecidas pelas publicações científicas e outros relatórios de pesquisa.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Nursing Research , Data Interpretation, Statistical , Evidence-Based Practice , Clinical Relevance , Nursing, Practical
10.
Diagn. tratamento ; 28(3): 126-32, jul-set de 2023. tab 2
Article in Portuguese | LILACS, SES-SP | ID: biblio-1517921

ABSTRACT

Contextualização: As doenças cardiovasculares (DCV) representam a principal causa de morte no Brasil e no mundo e a dieta mediterrânea (DM) surgiu como possibilidade de prevenção dessas doenças. Ela envolve o alto consumo de frutas, vegetais, frutos do mar, nozes, legumes, grãos e azeite, e ingestão moderada de vinho nas refeições, além de menor ingestão de carnes vermelhas e processadas, gordura saturada, doces e bebidas açucaradas. Objetivo: Avaliar a efetividade da DM para prevenção de DCV. Métodos: Trata-se de overview de revisões sistemáticas. Procedeu-se à busca por estudos que associavam a DM às DCV em quatro bases eletrônicas de dados: Cochrane - Central de Registros de Ensaios Clínicos - CENTRAL (2023), PubMed (1966-2023), Portal BVS (1982-2023) e EMBASE (1974-2023). Dois pesquisadores, independentemente extraíram os dados e avaliaram a qualidade dos estudos para a síntese. O desfecho primário de análise envolveu a prevenção de doença cardiovascular e a redução de mortalidade. Resultados: 5 revisões sistemáticas foram incluídas, totalizando 74 ensaios clínicos (n = 124.820) e 16 coortes prospectivas (n = 722.495). Discussão: Embora os estudos incluídos relatem benefícios favoráveis à DM para prevenção de DCV, as evidências são de baixa a moderada qualidade, diante da heterogeneidade e fragilidades metodológicas. Sugere-se a realização de novos estudos clínicos com padronização de relato dos resultados. Conclusão: Parece haver benefício da DM para prevenção de DCV, mas diante das evidências limitadas, há incertezas que tornam lícita a recomendação por novos ensaios clínicos com comparação a outras dietas, para maior robustez dos achados.


Subject(s)
Diet, Mediterranean , Heart Diseases , Clinical Trial , Disease Prevention , Evidence-Based Practice
11.
Diagn. tratamento ; 28(3): 133-49, jul-set de 2023. tab 2
Article in Portuguese | LILACS, SES-SP | ID: biblio-1517925

ABSTRACT

Contextualização: A vitamina D tem sido utilizada na prática clínica e amplamente divulgada na mídia como opção preventiva ou terapêutica em muitas doenças esqueléticas e não esqueléticas, mas sua efetividade, em muitos casos, é ainda incerta. Objetivos: Sumarizar as evidências de revisões sistemáticas da Cochrane, referentes à efetividade da vitamina D para tratamento e prevenção de doenças. Métodos: Trata-se de overview de revisões sistemáticas Cochrane. Procedeu-se à busca na Cochrane Library (2023), sendo utilizado o descritor MeSH "VITAMIN D". Todas as revisões sistemáticas de ensaios clínicos foram incluídas. O desfecho primário de análise foi a melhora clínica, a redução dos sintomas ou a prevenção da doença. Resultados: 22 estudos foram incluídos, totalizando 284.404 participantes. Há evidência de baixa qualidade relativa a benefícios da suplementação da vitamina D na gestação para mãe e recém-nascido, não sendo encontrados, até o momento, benefícios para outras condições avaliadas. Discussão: Nenhuma intervenção mostrou efetividade com evidência de boa qualidade. Embora haja descrição de benefícios na redução do risco de pré-eclâmpsia, diabetes gestacional, baixo peso do bebê ao nascimento, redução no risco de hemorragia grave pós-parto e redução de fraturas em idosos (quando associada à suplementação de cálcio), esses achados têm evidência limitada e carecem de melhor análise no futuro próximo, a partir de novos ensaios clínicos. Conclusão: Atualmente, não há suporte com bom nível de evidência para a maioria das intervenções com suplementação de vitamina D, sendo recomendada a realização de novos ensaios clínicos para melhor robustez dos achados desses estudos.


Subject(s)
Therapeutics , Vitamin D , Systematic Review , Effectiveness , Clinical Trial , Cholecalciferol , Evidence-Based Practice
12.
rev.cuid. (Bucaramanga. 2010) ; 14(3): 1-14, 20230901.
Article in Spanish | LILACS, BDENF, COLNAL | ID: biblio-1518407

ABSTRACT

Introducción: Mundialmente, se reconoce la enseñanza de la práctica basada en evidencia como una estrategia que contribuye a mejorar la calidad de la atención en salud. Objetivo: Identificar el nivel de competencias para la práctica basada en evidencia en estudiantes de enfermería de acuerdo con las características del currículo cursado en una universidad colombiana. Materiales y Métodos: Estudio de corte transversal, con mediciones a estudiantes de enfermería en tres periodos (N=125): currículo-1 sin formación en investigación (n=24); currículo-2 con formación en investigación (n=55); currículo-3 con formación en práctica basada en evidencia (n=46). El desenlace principal fue competencias para la práctica basada en evidencia medido por actitudes, conocimientos y habilidades. Resultados: El puntaje global de competencias fue 4,08 (Rango intercuartílico=3,84- 4,32), no se observaron diferencias estadísticamente significativas entre los puntajes obtenidos por estudiantes de los tres currículos, sin embargo, las competencias de conocimientos para la práctica basada en evidencia fueron significativamente mayores en el grupo del currículo 3. Discusión: Algunos autores han descrito la relación entre el tiempo de las transformaciones curriculares y el desarrollo de competencias progresivas, como un proceso escalonado cuyos resultados se reflejan al menos un ciclo curricular completo después de su implementación. Conclusiones: Los ajustes curriculares realizados en esta institución han permitido mejorar la percepción de los conocimientos para la práctica basada en evidencia en estudiantes de enfermería, sin embargo, es necesario seguir trabajando en estrategias pedagógicas eficaces que mejoren las habilidades para su implementación. Esta información provee orientación para planeación curricular.


Introduction: Teaching evidence-based practice is a recognized worldwide strategy for improving health care quality. Objective: To identify the level of evidence-based practice competencies of nursing students according to the characteristics of the curriculum followed in a Colombian university. Materials and Methods: Cross-sectional study measuring nursing students in three periods (N=125): Curriculum-1 without research training (n=24); Curriculum-2 with research training (n=55); Curriculum-3 with evidence-based practice training (n=46). The primary outcome was evidence-based practice competencies measured by attitude, knowledge, and skills. Results: The global competence score was 4.08 (interquartile range = 3.84­4.32), and no statistically significant differences were observed between the scores obtained by students in the three curricula. However, knowledge competencies for evidence-based practice were significantly higher in the Curriculum 3 group. Discussion: Some authors have described the relationship between the timing of curricular transformations and the development of progressive competencies as a staggered process whose results are reflected in at least one complete curricular cycle after its implementation. Conclusions: The curricular adjustments made at this institution have improved the perception of knowledge in evidence-based practice among nursing students; however, it is necessary to continue working on effective pedagogical strategies that enhance the skills for its implementation. This information provides guidance for curriculum planning.


Introdução: Mundialmente, o ensino da prática baseada em evidências é reconhecido como uma estratégia que contribui para a melhoria da qualidade dos cuidados de saúde. Objetivo: Identificar o nível de competências para a prática baseada em evidências em estudantes de enfermagem segundo as características do currículo estudado em uma universidade colombiana. Materiais e Métodos: Estudo transversal, com mensurações de estudantes de enfermagem em três períodos (N=125): currículo-1 sem formação em pesquisa (n=24); currículo-2 com formação em pesquisa (n=55); currículo-3 com formação em prática baseada em evidências (n=46). O resultado primário foram competências para a prática baseada em evidências medidas por atitudes, conhecimentos e habilidades. Resultados: A pontuação geral de competência foi de 4,08 (intervalo interquartil=3,84-4,32), não foram observadas diferenças estatisticamente significativas entre as pontuações obtidas pelos alunos dos três currículos, porém, as competências de conhecimento para a prática baseada em evidências foram significativamente maiores no grupo curricular 3. Discussão: Alguns autores descreveram a relação entre o momento das transformações curriculares e o desenvolvimento de competências progressivas, como um processo gradual cujos resultados se refletem pelo menos um ciclo curricular completo após a sua implementação. Conclusões: As adequações curriculares realizadas nesta instituição melhoraram a percepção do conhecimento para a prática baseada em evidências nos estudantes de enfermagem, porém é necessário continuar trabalhando em estratégias pedagógicas eficazes que melhorem as competências para sua implementação. Estas informações fornecem orientação para o planejamento curricular.


Subject(s)
Students, Nursing , Competency-Based Education , Curriculum , Evidence-Based Practice
13.
Enferm. foco (Brasília) ; 14: 1-7, mar. 20, 2023. tab
Article in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1433852

ABSTRACT

Objetivo: Caracterizar os estudos de intervenção cadastrados por enfermeiros no Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos. Métodos: Estudo descritivo, com abordagem quantitativa, realizado mediante acesso virtual ao Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos, para busca dos estudos cadastrados na plataforma. Após leitura dos 3350 resumos disponíveis, os 320 cadastrados por enfermeiros foram selecionados para compor a amostra. Foi realizada a análise descritiva, no software R. Resultados: Foram encontrados estudos registrados entre 2010 e 2019, dos quais 49,7% localizavam-se na região Sudeste, 49,3% cadastrados por doutores, 46,3% filiados a universidades federais. A área da enfermagem mais estudada (18,8%) tratou-se de saúde do adulto, 72,9% possuíam dois braços, 53,1% com recrutamento concluído, 50,3% realizados com cegamento e o tipo de intervenções mais estudado (21,9%) foi a educativa. Conclusão: A maioria dos estudos de intervenção cadastrados por enfermeiros no Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos testaram intervenções educativas, em adultos, possuíram cegamento e foram randomizados. (AU)


Objective: To characterize the intervention studies registered by nurses in the Brazilian Registry of Clinical Trials. Methods: Descriptive study, with quantitative approach, carried out through virtual access to the Brazilian Registry of Clinical Trials, to search for the studies registered on the platform. After reading the 3350 abstracts available, the 320 registered by nurses were selected to make up the sample. Descriptive analysis was performed in the software R. Results: Studies registered between 2010 and 2019 were found, of which 49.7% were in the Southeast region, 49.3% registered by doctors, 46.3% affiliated to federal universities. The most studied nursing area (18.8%) it was adult health, 72.9% had two arms, 53.1% with completed recruitment, 50.3% performed blinding and the most studied type of interventions (21.9%) was the educational. Conclusion: Most intervention studies registered by nurses in the Brazilian Registry of Clinical Trials tested educational interventions in adults, blinded and randomized. (AU)


Objetivo: Caracterizar los estudios de intervención registrados por enfermeros en el Registro Brasileño de Ensayos Clínicos. Métodos: Estudio descriptivo, con enfoque cuantitativo, realizado a través del acceso virtual al Registro Brasileño de Ensayos Clínicos, para buscar estudios registrados en la plataforma. Después de leer los 3350 resúmenes disponibles, los 320 registrados por enfermeros fueron seleccionados para componer la muestra. Se realizó análisis descriptivo en el software R. Resultados: Se encontraron estudios registrados entre 2010 y 2019, de los cuales el 49,7% se ubicaron en la región Sudeste, el 49,3% fueron registrados por médicos, el 46,3% fueron afiliados a universidades federales. El área de enfermería más estudiada (18,8 %) fue la salud del adulto, el 72,9 % tenía dos brazos, el 53,1 % había completado el reclutamiento, el 50,3 % estaba cegada y el tipo de intervenciones más estudiadas (21,9 %) fue la educativa. Conclusión: La mayoría de los estudios de intervención registrados por enfermeros en el Registro Brasileño de Ensayos Clínicos probaron intervenciones educativas en adultos, fueron ciegos y aleatorizados. (AU)


Subject(s)
Clinical Trial , Nursing Research , Nursing , Evidence-Based Practice
14.
Diagn. tratamento ; 28(1): 40-60, jan-mar. 2023. ilus 27, tab 2
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1413212

ABSTRACT

Contexto: O aumento de casos de varíola dos macacos fora do continente africano tem causado preocupação às autoridades sanitárias pela maior agressividade, sugerindo a necessidade de maiores cuidados, envolvendo maior risco de evolução desfavorável. Objetivos: Avaliar a efetividade dos mecanismos metabuscadores ao fornecer um mapeamento de evidências com foco em revisões sistemáticas e uma identificação dessas sínteses de evidência para responder questões atreladas à varíola dos macacos para a prática clínica de profissionais de saúde. Métodos: Trata-se de revisão de literatura. Foram pesquisadas cinco ferramentas eletrônicas: Tripdatabase, Epistemonikos, WorldWideScience, Portal Regional BVS e PubMed ­ Clinical Queries. O foco de busca envolveu apenas as sínteses de evidência em revisões sistemáticas. Foi utilizada a terminologia oficial em língua inglesa nos Descritores em Ciências da Saúde (DeCS) e no Medical Subject Headings (MeSH): Monkeypox. Resultados: Os metabuscadores obtiveram os resultados para a identificação das sínteses: PubMed: 16 revisões sistemáticas; Tripdatabase: 4 revisões sistemáticas, nas quais somente 3, de fato, eram sobre a varíola dos macacos; Epistemonikos: 19 revisões sistemáticas; WorldWideScience: 35 revisões sistemáticas e Portal Regional BVS: 22 revisões sistemáticas. Discussão: A maior sensibilidade das ferramentas metabuscadoras alavancou os resultados, tornando possível um melhor cenário para profissionais de saúde tomarem decisões. Recomenda-se que essas ferramentas sejam utilizadas como rotina nas estratégias de busca. Conclusão: A análise estratégica de busca, a partir da varíola dos macacos, demonstrou que as ferramentas metabuscadoras apresentam excelente abrangência e cobertura no que tange à obtenção das melhores informações científicas, focadas em evidências, recomendando-se sua utilização como fonte inicial para as buscas de evidências e, também, no aprimoramento das perguntas de pesquisa.


Subject(s)
Humans , Animals , Databases, Bibliographic , Mpox (monkeypox) , Evidence-Based Practice , Search Engine , Meta-Analysis as Topic , Systematic Reviews as Topic
15.
MedUNAB ; 26(2): 282-291, 20230108.
Article in Spanish | LILACS | ID: biblio-1555145

ABSTRACT

Introducción. La monitorización de la utilización del conocimiento y la evaluación de resultados permiten conocer la aplicación de la evidencia, cambios en los conocimientos y actitudes, el impacto en resultados de salud y la integración y el mantenimiento de las prácticas adoptadas. Existen debilidades relacionadas con la falta de sistematización, limitaciones de los registros y calidad del proceso. El objetivo de este artículo es describir la experiencia en la generación de estrategias de monitorización y evaluación de resultados de implantación de Guías de Buenas Prácticas en España. División de temas tratados. En primer lugar, se revisan los procesos de medición de resultados en la implantación de Guías, en el marco del Programa Best Practice Spotlight Organizations®, cuya herramienta para liderar el cambio incluye la monitorización y evaluación como una de las seis fases del ciclo de acción. En segundo lugar, se analizan las estrategias de monitorización y evaluación propuestas en la literatura, destacando la Asociación Profesional de Enfermeras de Ontario. Finalmente, se analizan las estrategias de monitorización y evaluación generadas por dos instituciones españolas participantes en el programa, centradas en adecuación de registros, explotación y análisis de indicadores, desarrollo de herramientas, procedimientos de evaluación y mecanismos de difusión y retroalimentación. Conclusiones. La definición de estrategias de monitorización y evaluación planificada de forma temprana contribuye a la viabilidad de la evaluación de la implantación y su sostenibilidad. Es necesario adaptarlas al contexto, con estrategias transversales que alcancen a toda la institución, facilitadas por la institución. Palabras clave: Ciencia de la Implementación; Práctica Clínica Basada en la Evidencia; Evaluación de Resultado en la Atención de Salud; Mecanismos de Evaluación de la Atención de Salud; Indicadores de Calidad de la Atención de Salud


Introduction. Monitoring the usage of knowledge and evaluating results permits one to know the application of the evidence, knowledge, and attitude changes, the impact on health results, integration, and maintenance of the adopted practices. There exist weaknesses related to lack of systematization, limitation of the records, and quality of the process. This article's objective is to describe the experience generating monitoring strategies and evaluation of the results regarding the implementation of good practice guides in Spain. Topics for Reflection. In the first place, the measurement process of the results regarding the implementation of guides are reviewed, in the Best Practice Spotlight Organizations® program frame, whose tool to lead the change includes monitoring and evaluation as one of the sixth phases of the action cycle. In the second place, monitoring and evaluation strategies proposed in the literature are analyzed, highlighting the Professional Nurses Association of Ontario. Finally, the monitoring and evaluation strategies are analyzed by two Spanish institutions participating in the program, focused on the adequation of records, exploitation and indicator analysis, tools development, evaluation procedures, dissemination, and feedback mechanisms. Conclusions: The definition of monitoring and evaluation strategies planned in advance contributes to the viability of the evaluation regarding the implementation and its sustainability. Is necessary to adapt them to the context, with transversal strategies that reach the whole institution, facilitated by the institution. Keywords: Implementation Science; Evidence-Based Practice; Outcome Assessment, Health Care; Health Care Evaluation Mechanisms; Quality Indicators, Health Care


Introdução. Monitorizar a utilização do conhecimento e avaliar os resultados permite-nos conhecer a aplicação das evidências, as mudanças nos conhecimentos e atitudes, o impacto nos resultados de saúde e a integração e manutenção das práticas adotadas. Existem fragilidades relacionadas à falta de sistematização, limitações de registros e qualidade do processo. O objetivo deste artigo é descrever a experiência na geração de estratégias de monitoramento e avaliação dos resultados da implementação de Manuais de Boas Práticas na Espanha. Divisão dos temas abordados. Em primeiro lugar, são revistos os processos de medição de resultados na implementação dos Manuais, no âmbito do Programa Best Practice Spotlight Organizations®, cuja ferramenta para liderar a mudança inclui a monitorização e avaliação como uma das seis fases do ciclo de ação. Em segundo lugar, são analisadas as estratégias de monitoramento e avaliação propostas na literatura, com destaque para a Associação Profissional de Enfermeiros de Ontário. Por fim, são analisadas as estratégias de monitoramento e avaliação geradas por duas instituições espanholas participantes do programa, focadas na adaptação de registros, exploração e análise de indicadores, desenvolvimento de ferramentas, procedimentos de avaliação e mecanismos de divulgação e feedback. Conclusões. A definição de estratégias de monitoramento e avaliação planeadas antecipadamente contribui para a viabilidade da avaliação da implementação e para a sua sustentabilidade. É necessário adaptá-los ao contexto, com estratégias transversais que alcancem toda a instituição, facilitadas pela instituição. Palavras-chave: Ciência da Implementação; Prática Clínica Baseada em Evidências; Avaliação de Resultados em Cuidados de Saúde; Mecanismos de Avaliação da Assistência à Saúde; Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde


Subject(s)
Evidence-Based Practice , Outcome Assessment, Health Care , Health Care Evaluation Mechanisms , Quality Indicators, Health Care , Implementation Science
16.
MedUNAB ; 26(2): 187-212, 20230108.
Article in English | LILACS | ID: biblio-1555205

ABSTRACT

Introduction. Intravenous treatments are necessary in multiple situations; however, they do have complications. The vascular access guideline provides assessed and synthesized evidence to be transferred to care. The aim of this study is to describe the process of implementation of the vascular access guideline in the organizations of Euskadi Regional Host by monitoring the use of alternative catheters, early removal and the presence of complications. Methodology. Descriptive study of process. The cut-off times are 3 months pre- implementation and 6, 12, 48 months post- implantation. Descriptive and comparative analysis with Chisquare. Results. A total of 7,074 patients and 12,363 devices were evaluated; The short peripheral catheter is the most frequently used. The use of alternative catheters increased over time, showing a significant difference in the 3 months pre- implementation period with the 48-month post-implantation period (from 6.81% preimplementation to 10.58% post 48 months). The percentage of short intravenous catheters removal in les than 48 hours increased from 53.25% to 57.54% of the pre-implantation of the 48 months post-implantation. Discussion. The results obtained after the implementation of the guideline highlight the impact of the use of alternative catheters and their early removal. Further work needs to be done to reduce complications and rates of peripheral venous catheter phlebitis. Conclusions. The implementation of the good practices guidelines for vascular access care improves the results in the use of alternative catheters or the reduction in peripheral venous catheters in days. Keywords: Implementation Science; Vascular Access Devices; Practice Guideline; Evidence-Based Practice; Nursing


Introducción. Los tratamientos endovenosos son necesarios en multitud de situaciones; sin embargo, presentan complicaciones. La guía de acceso vascular ofrece evidencia valorada y sintetizada para ser trasladada al cuidado. El objetivo del estudio es describir el proceso de implantación de la guía de acceso vascular en las organizaciones del Host Regional Euskadi monitorizando uso de catéteres alternativos, retirada precoz y presencia de complicaciones. Metodología. Estudio descriptivo de proceso. Se establecen como momentos de corte 3 meses preimplantación y 6, 12 y 48 meses postimplantación. Análisis descriptivo y de comparación con Chi cuadrado. Resultados. Se evaluaron 7,074 pacientes y 12,363 dispositivos; siendo el catéter periférico corto el de uso más frecuente. La utilización de catéteres alternativos aumentó a lo largo del tiempo, mostrando diferencias significativas en el periodo 3 meses preimplantación con el de 48 meses postimplantación (del 6.81% preimplantación al 10.58% post 48 meses). El porcentaje de catéteres venosos periféricos cortos retirados en menos de 48h aumentó del 53.25% al 57.54% de la preimplantación a los 48 meses postimplantación. Discusión. Los resultados obtenidos tras la implantación de la guía ponen de relieve el impacto de la utilización de catéteres alternativos y la retirada precoz de estos. Se ha de seguir trabajando en disminuir las complicaciones y las tasas de flebitis de catéter venosos periféricos. Conclusiones. La implantación de la guía de buenas prácticas para el cuidado del acceso vascular mejora los resultados en el uso de catéteres alternativos o la disminución en días de los c atéteres venosos periféricos. Palabras clave: Ciencia de la Implementación; Dispositivos de Acceso Vascular; Guía de Práctica Clínica; Práctica Clínica Basada en la Evidencia; Enfermería


Introdução. Os tratamentos intravenosos são necessários em muitas situações; porém, apresentam complicações. O guia de acesso vascular oferece evidências avaliadas e sintetizadas para serem transferidas para o cuidado. O objetivo do estudo é descrever o processo de implementação do guia de acesso vascular nas organizações do Host Regional Euskadi, monitorando o uso de cateteres alternativos, remoção precoce e presença de complicações. Metodologia. Estudo descritivo de processo. São estabelecidos como momentos de corte 3 meses pré-implantação, e 6, 12 e 48 meses pós-implantação. Análise descritiva e comparativa com Qui-quadrado. Resultados. Foram avaliados 7,074 pacientes e 12,363 dispositivos, sendo o cateter periférico curto o mais utilizado. O uso de cateteres alternativos aumentou ao longo do tempo, apresentando diferenças significativas no período de 3 meses pré-implantação com o de 48 meses pós-implantação (de 6.81% pré-implantação para 10.58% pós 48 meses). A porcentagem de cateteres venosos periféricos curtos removidos em menos de 48 horas aumentou de 53.25% para 57.54% desde a pré-implantação até 48 meses pós-implantação. Discussão. Os resultados obtidos após a implementação do guia destacam o impacto do uso de cateteres alternativos e sua remoção precoce. O trabalho deve continuar para reduzir complicações e taxas de flebite por cateter venoso periférico. Conclusões. A implementação do guia de boas práticas para cuidados com acesso vascular melhora os resultados no uso de cateteres alternativos ou na redução de dias de cateteres venosos periféricos. Palavras-chave: Ciência da Implementação; Dispositivos de Acesso Vascular; Guia de Prática Clínica; Prática Clínica Baseada em Evidências; Enfermagem


Subject(s)
Practice Guideline , Nursing , Evidence-Based Practice , Vascular Access Devices , Implementation Science
17.
MedUNAB ; 26(2): 121-128, 20230108.
Article in English | LILACS | ID: biblio-1555261

ABSTRACT

This editorial provides healthcare professionals with critical reflection on the importance of evidence-based practice, as well as the challenges inherent in its implementation. It concludes that the successful integration of scientific evidence in clinical care requires individual and collective commitment ensuring coordinated action. The implementation of evidence-based practice guidelines serves as a catalyst. Keywords: Nursing; Evidence-Based Practice; Practice Guideline; Implementation Science; Artificial Intelligence. Palabras clave: Enfermería; Práctica Clínica Basada en la Evidencia; Guía de Práctica Clínica; Ciencia de la Implementación; Inteligencia Artificial. Palavras-chave: Enfermagem; Prática Baseada em Evidências; Guia de Prática Clínica; Ciência de Implementação; Inteligência artificial. In a global commitment to raise the quality of care in health services, governments from various latitudes have deployed substantial efforts with the purpose of maximizing results and containing costs. Yet, despite initiatives aimed at accelerating the systematic integration of clinical care based on the best available evidence, persistent variations in clinical praxis pose an immutable challenge. An essential component to mitigate variation in results lies in the availability, acceptance and consistent application of clinical evidence in the healthcare context, embodied in clinical practice guidelines and recommendations supported by evidence. There are examples of these, meticulously crafted, to be found in entities like the Guideline International Development (GIN) and the Registered Nurses' Association of Ontario (RNAO) in Canada, all freely accessible.


Subject(s)
Practice Guideline , Artificial Intelligence , Nursing , Evidence-Based Practice , Implementation Science
18.
Aquichan ; 23(1): e2311, 13 ene 2023.
Article in English, Spanish | LILACS, BDENF, COLNAL | ID: biblio-1436410

ABSTRACT

Graduate nursing education faces various challenges linked to research products that must be innovative and have an impact on social well-being. Knowledge transfer is a complex multidimensional process requiring multiple mechanisms, methods, and measurements to be considered in graduate training. Educational institutions must have a support infrastructure and be responsible for preparing interdisciplinary syllabi, coordinating management strategies to address student learning, and providing an environment for harmonized communication among those interested in problem-solving.


La educación del Postgrado en enfermería se enfrenta a diversos desafíos ligados a los productos de la investigación que deben ser innovadores con impacto a nivel de bienestar social. La transferencia del conocimiento se refiere a un proceso complejo y multidimensional que requiere de diversos mecanismos, métodos y mediciones que deben de ser considerados en a la formación del postgrado. Las instituciones educativas deben de contar con infraestructura de apoyo y considerar como su responsabilidad desarrollar planes de estudio interdisciplinarios, coordinación de estrategias de gestión que aborden el aprendizaje de los estudiantes y la provisión de un entorno que desarrolle comunicación coordinada entre los interesados en la solución de los problemas.


A educação da pós-graduação em enfermagem enfrenta diversos desafios relacionados aos produtos da pesquisa que devem ser inovadores e com impacto no bem-estar social. A transferência do conhecimento se refere a um processo complexo e multidimensional que requer diversos mecanismos, métodos e avaliações que devem ser considerados na formação em pós-graduação. As instituições educacionais devem contar com infraestrutura de apoio e considerar, como sua responsabilidade, o desenvolvimento de planos de estudo interdisciplinares, a coordenação de estratégias de gestão que abordem a aprendizagem dos estudantes e a provisão de um ambiente que desenvolva comunicação coordenada entre os interessados na solução dos problemas.


Subject(s)
Nursing , Creativity , Education , Education, Nursing, Graduate , Academies and Institutes , Evidence-Based Practice , Health Services Research
19.
Rev. estomatol. Hered ; 33(1): 56-61, ene. 2023. tab
Article in Spanish | LILACS, LIPECS | ID: biblio-1441867

ABSTRACT

La investigación científica en Odontología es la herramienta clave para generar conocimiento y resolver problemas que conduzcan al desarrollo exponencial y progreso tecnológico de la profesión. A su vez, e indispensable el estudio epidemiológico y etiopatogénico de las enfermedades estomatológicas, factores de riesgo y manifestaciones orales relacionadas a la salud sistémica, para implementar estrategias sanitarias y establecer un adecuado manejo multidisciplinario. La odontología basada en evidencia (OBE) exige al profesional realizar una práctica informada, responsable, actualizada y soportada en una sólida base científica para la toma de decisiones y garantizar resultados altamente predecibles. La mayoría de los estudios clínicos en Odontología se realizan bajo el enfoque cuantitativo utilizando los diseños epidemiológicos; por lo que es necesario identificar la ruta ideal para resolver cada problema científico, la presente revisión comprende las bases metodológicas de investigación en Odontología, la clasificación de tipos de estudio y una perspectiva futura de investigación.


Scientific research in Dentistry is the key tool to generate knowledge and solve problems that lead to the exponential development and technological progress of the profession. At the same time, the epidemiological and etiopathogenic study of stomatological diseases, risk factors and oral manifestations related to systemic health is essential to implement health strategies and establish adequate multidisciplinary management. Evidence-based dentistry (OBE) requires the professional to carry out an informed, responsible, up-to-date practice supported by a solid scientific basis for decision-making and to guarantee highly predictable results. Most of the clinical studies in Dentistry are carried out under a quantitative approach using epidemiological designs; Therefore, it is necessary to identify the ideal route to solve each scientific problem. This review includes the methodological bases of research in Dentistry, the classification of study types and a future research perspective.


Subject(s)
Humans , Oral Medicine , Biomedical Research , Evidence-Based Practice , Education, Dental , Observational Studies as Topic
20.
Philippine Journal of Nursing ; : 36-43, 2023.
Article in English | WPRIM | ID: wpr-984325

ABSTRACT

PURPOSE@#The disparity between conducting research and putting it into practice has remains a global healthcare issue, with less than 50% of nurses utilizing research. This study aims to determine the level and relationship between Evidence-based practice (EBP) competency, current EBP beliefs and research utilization among nurses.@*DESIGN AND METHOD@#This quantitative study utilized a descriptive-correlational design and mediation analysis. A purposive sampling was used to select six Christian Health Association of Ghana (CHAG) hospitals. Simple random sampling was used to recruit 544 nurses from the six CHAG hospitals. The study utilized mean and standard deviation, Pearson Correlation, ANOVA, and GLS mediation analysis. The researcher obtained ethical approval from the Saint Louis University Research Ethics committee and, the institutional review board of the CHAG.@*FINDINGS@#The results showed that nurses had a low level of EBP competency (M=2.27, SD= 0.255), strong positive EBP beliefs (M=2.58, SD=0.322) and low research utilization (M=2.57, SD=0.300). There was a moderately significant positive relationship between EBP competency and research utilization (r= .431, p= .000), EBP competency and EBP beliefs (r= .327, p= .000) and EBP beliefs and research utilization (r= .306, p= .000). There is no significant difference in terms of EBP competency and research utilization when EBP training attendance was considered. Nurses with 1-2 years of experience had a higher level of EBP competency. Theatre nurses had a higher level of EBP competency, however, emergency nurses had a lower level of research utilization than nurses in the surgical unit. EBP beliefs mediated the relationship (B= 0.0604, z= 3.99, p < .001) between EBP competency and research utilization.@*CONCLUSIONS@#Nurses in CHAG hospitals have a limited ability to implement the EBP process. The respondent perceived the value of EBP in nursing practice to be significant and has the confidence to implement the EBP process. The nurses' respondents use of research in nursing practice is limited due to the organizational barriers in CHAG institutions in Ghana. Based on the findings, it is recommended for nurse administrators and policy makers to prioritize the provision of adequate resources, support, EBP policies and targeted training programs to facilitate a culture of evidence-based practice and research utilization in CHAG institutions. By improving EBP competency and promoting research utilization, nurses can enhance the quality and safety of patient care.


Subject(s)
Evidence-Based Practice
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL