Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 489
Filter
1.
Actual. SIDA. infectol ; 30(108): 42-58, 20220000. tab, fig
Article in Spanish | LILACS, BINACIS | ID: biblio-1363401

ABSTRACT

A la fecha, excepto los glucocorticoides, ningún otro tratamiento farmacológico ha demostrado disminución de la mortalidad en pacientes con COVID-19 grave-crítico. Con el objetivo de discutir su utilidad en la terapéutica, se realizó una revisión y lectura crítica de los estudios publicados más significativos sobre el uso de tocilizumab.Se llevó adelante una búsqueda en las principales bases de datos bibliográficas priorizando la inclusión de revisiones sistemáticas y ensayos clínicos aleatorizados controlados (ERC) que analizaran el efecto del tocilizumab en COVID-19 en diferentes puntos de valoración.Se incluyeron 5 ERC y 4 metaanálisis en la evaluación, todos ellos incluyeron pacientes con COVID-19 confirmado y mayoritariamente graves-críticos. El punto de valoración principal (PVP) fue la mortalidad a los 28 días y como resultado secundario de relevancia, la progresión a ventilación mecánica invasiva (VMI). Se analizó, además, la seguridad de la intervención, fundamentalmente a nivel de la ocurrencia de infecciones secundarias.Del análisis surge que la mayor posibilidad de beneficio parece estar circunscripta a pacientes con enfermedad grave-crítica, que reciben corticoides, con marcadores de inflamación elevados (PCR >10 mg/dL) y enfermedad rápidamente progresiva. Existe alto grado de certeza respecto del impacto del tocilizumab en evitar la progresión a VMI, con una pequeña magnitud del efecto y moderado grado de certeza respecto de su impacto en la mortalidad; además de que resultó una medicación segura


Up until now, other than corticosteroids, no other pharmacological treatment has shown a decrease in mortality rate in patients with severe-critical COVID-19. In order to discuss its place in therapy, a review and critical reading of the most significant published studies on the use of tocilizumab was carried out.Search was done in the main bibliographic databases, prioritizing the inclusion of systematic reviews and randomized controlled clinical trials (RCTs); that analyzed the effect of tocilizumab on COVID-19 at different endpoints.5 RCTs and 4 meta-analysis were considered in the evaluation, all of them including patients with confirmed COVID-19 and predominantly severe-critical illness. The primary endpoint was 28-day all-cause mortality and, as a secondary outcome of relevance, progression to invasive mechanical ventilation. The safety of the intervention was also analyzed, mainly the occurrence of secondary infections.From our analysis it appears that the greatest possibility of benefit seems to be limited to patients with severe-critical illness, who receive corticosteroids, with high markers of inflammation values (CRP> 10 mg/dL) and rapidly progressive disease. There is high certainty regarding the impact of tocilizumab in preventing progression to IMV, with a small effect size and moderate certainty regarding its impact on mortality. Moreover, it was a well-tolerated and safe medication


Subject(s)
Humans , Adult , Middle Aged , Aged , Aged, 80 and over , Placebos/therapeutic use , Double-Blind Method , Follow-Up Studies , Randomized Controlled Trial , COVID-19/mortality , COVID-19/therapy , Glucocorticoids/therapeutic use
2.
Hematol., Transfus. Cell Ther. (Impr.) ; 43(4): 437-442, Oct.-Dec. 2021. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1350817

ABSTRACT

ABSTRACT There have been significant improvements in therapeutic options for relapsed multiple myeloma (MM) over the past two decades, with many novel agents including proteasome inhibitors, immunomodulatory agents, and more recently monoclonal antibodies demonstrating efficacy in this setting. However, there is a paucity of real-world data comparing outcomes seen in patients treated with novel agents as opposed to older agents. We report a historical single center cohort of patients diagnosed with myeloma between the years 1991-2012 in order to explore possible differences in outcomes. A total of 139 patients who underwent stem cell transplantation were included in our study. In our study, 88 patients were treated with cyclophosphamide and steroids alone at relapse whereas 51 patients were treated with Len-Dex. In the multivariate analysis, TTNT was shorter for patients who received Cyclo compared to Len-Dex (HR = 1.74; 95% CI, 1.01-2.99; p = 0.04); however, we could not detect an overall survival benefit (HR = 1.20; 95% CI 0.63-2.29; p = 0.57). Adverse event rates were similar in the two groups. In this retrospective single center analysis, Len-Dex was associated with longer TTNT compared with Cyclo at first relapse following autoSCT in MM; however its effect on overall survival in this setting was less clear.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Middle Aged , Aged , Multiple Myeloma/drug therapy , Dexamethasone/therapeutic use , Cyclophosphamide/therapeutic use , Lenalidomide/therapeutic use , Glucocorticoids/therapeutic use
4.
Rev. bras. oftalmol ; 80(3): e0010, 2021. graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1280122

ABSTRACT

ABSTRACT Vogt-Koyanagi-Harada (VKH) syndrome is an inflammatory condition of unknown etiology that can affect the eye. The most common ocular manifestation related to VKH is bilateral diffuse uveitis associated to exudative retinal detachment. Although these patients respond well to steroid pulse therapy, we report a case of a 44-year-old female patient presenting bilateral exudative retinal detachment and clinical diagnosis of VKH, who did not respond to the first cycle of 3-day pulse therapy with methylprednisolone. The exudation was reabsorbed only after a second cycle of steroid therapy.


RESUMO A doença de Vogt-Koyanagi-Harada é inflamatória e de etiologia desconhecida, podendo afetar o olho. A manifestação ocular mais comum relacionada à doença de Vogt-Koyanagi-Harada é a uveíte difusa bilateral associada ao descolamento exsudativo da retina. Embora esses pacientes respondam bem à pulsoterapia com esteroides, relatamos um caso de paciente de 44 anos que apresentou descolamento exsudativo bilateral da retina com diagnóstico clínico de doença de Vogt-Koyanagi-Harada que não respondeu ao primeiro ciclo de pulsoterapia de 3 dias com metilprednisolona. A exsudação apenas reabsorveu após uma segunda rodada de terapia com esteroides.


Subject(s)
Humans , Female , Adult , Retinal Detachment/drug therapy , Methylprednisolone/therapeutic use , Uveomeningoencephalitic Syndrome/drug therapy , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Pulse Therapy, Drug/methods , Glucocorticoids/therapeutic use
5.
Article in English | WPRIM | ID: wpr-922403

ABSTRACT

OBJECTIVES@#To study the predictive factors for glucocorticoid therapy by analyzing the association between the clinical features and treatment regimens in children with eosinophilic gastroenteritis.@*METHODS@#A retrospective analysis was performed on the medical data of 182 children with eosinophilic gastroenteritis who were admitted to Guangzhou Women and Children's Medical Center from January 2012 to December 2020. According to whether glucocorticoids were used, these children were divided into a glucocorticoid treatment group and a control group. The two groups were compared in terms of age, history of allergy, clinical symptoms, laboratory examination results, endoscopic findings, and pathological results of gastrointestinal mucosa. A multivariate logistic regression analysis was performed for the results with statistical significance.@*RESULTS@#Of the 182 children, 36 (19.8%) received glucocorticoid therapy. The rates of hematochezia, anemia, and mucosal ulceration/luminal stenosis under endoscopy and the mucosal eosinophil infiltration count were significantly higher in the glucocorticoid treatment group than those in the control group (@*CONCLUSIONS@#Mucosal ulceration/luminal stenosis under endoscopy or a significant increase in the mucosal eosinophil infiltration count based on pathology suggests that glucocorticoid therapy can be considered in children with eosinophil gastroenteritis.


Subject(s)
Child , Enteritis/drug therapy , Eosinophilia/drug therapy , Female , Gastritis , Glucocorticoids/therapeutic use , Humans , Retrospective Studies
6.
Rev. cuba. reumatol ; 22(2): e719, mayo.-ago. 2020. tab, graf
Article in Spanish | LILACS, CUMED | ID: biblio-1126813

ABSTRACT

La policondritis recurrente o recidivante es una enfermedad sistémica crónica autoinmune, caracterizada por la inflamación de tejidos cartilaginosos asociada en pocos casos a enfermedades malignas hematológicas. Presentamos el caso de una paciente femenina de 26 años que cursaba concomitantemente con leucemia mieloide aguda (LMA). La manifestación inicial fue una afección cutánea en forma de eritema nodoso, y posteriormente se diagnosticó LMA; durante la fase de aplasia posquimioterapia desarrolló inflamación bilateral del cartílago auricular (condritis auricular) y síndrome vertiginoso con evolución clínica satisfactoria al tratamiento inmunosupresor con glucocorticoides. Conclusiones: Es difícil definir si existe asociación entre la policondritis recidivante y la leucemia mieloide aguda, la quimioterapia o la sumatoria de las dos noxas. Una vez que se establece el diagnóstico se debe iniciar oportunamente la administración de glucocorticoide a altas dosis, ya que pudieran aparecer complicaciones como la necrosis del cartílago y la pérdida de la región afectada. En contraste, el uso de los glucocorticoides tiene una excelente respuesta con modulación completa de la enfermedad, tal como se muestra en el caso presentado(AU)


Relapsing polychondritis is a systemic, chronic and autoimmune disease characterized by the inflammation of cartilaginous tissues. This disease is associated in a few cases with malignant hematological diseases. We present a case of a patient with relapsing polychondritis and concomitantly with acute myeloid leukemia. A 26-year-old female patient, with cutaneous affection as initial manifestation categorized as erythema nodosum. Then she was diagnosed with acute myeloid leukemia. In the aplasia post-chemotherapy phase, the patient developed bilateral inflammation of the ear cartilage (auricular chondritis) and a vertiginous syndrome with satisfactory clinical evolution to immunosuppressive treatment with glucocorticoids. Conclusion: Relapsing polychondritis usually presents with cartilaginous involvement, such as bilateral atrial chondritis, as shown in the case. Early diagnosis and timely treatment are necessary to achieve a good clinical response. Subsequent studies are necessary to evaluate the association between relapsing polychondritis and hematological alterations such as acute myeloid leukemia and the use of chemotherapy(AU)


Subject(s)
Humans , Female , Adult , Polychondritis, Relapsing/complications , Autoimmune Diseases , Leukemia, Myeloid, Acute/complications , Clinical Evolution , Erythema Nodosum/diagnosis , Glucocorticoids/therapeutic use , Early Diagnosis , Ear Cartilage/abnormalities
7.
Buenos Aires; IECS; 18 ago. 2020.
Non-conventional in Spanish | LILACS, BRISA | ID: biblio-1119347

ABSTRACT

CONTEXTO CLÍNICO: La enfermedad por el Coronavirus 2019 (COVID-19), por su sigla en inglés Coronavirus Disease 2019) es una enfermedad respiratoria de humanos por un nuevo Coronovirus identificado con la sigla SARS-CoV-2. TECNOLOGÍA: Los glucocorticoides (GCS) son una familia de medicamentos antiinflamatorios e inmunomodulares que se utilizan en el tratamiento de diversas patologías cuyo principal componente etiopatogénico es la inflamación. Dentro de los mecanismos de acción propuestos se encuentran> inhibición de citoquinas inflamatorias (IL-1 y IL-2), inhibición de la migración de lecucocitaria, inhibición de la desgranulación de mastocitos, depleción linfocitaria (principalmentelinfocitos T), incremento de citoquinas anti-inflamatorias (IL-10). Dentro de las alternativas para la administración sistémica se pueden mencionar a la hidrocortisona, dexametasona, betametasona, predinisona, prednisolona, metilprednisolona y deflazacort. Todos ellos difieren principalmente en el grado de actividad mineralocorticorticoide y vida media. OBJETIVO: El objetivo del presente informe es evaluar la evidencia disponible acerca de la eficacia y seguridad de los tratamientos propuestos del síndrome inflamatorio multisistémico asociado a COVID-19 en pacientes pediátricos. MÉTODOS: Se realizó una búsqueda en las principales bases de datos bibliográficas, en buscadores genéricos de internet, financiadores de salud. Se priorizó la inclusión de revisiones sistemáticas (RS), ensayos clínicos controlados aleatorizados (ECAs), evaluaciones de tecnologías sanitarias (ETS), evaluaciones económicas, guías de práctica clínica (GPC) y recomendaciones de diferentes organizaciones de salud. RESULTADOS: No se encontró evidencia acerca de la efectividad comparativa (ya sea contra medidas de soporte/placebo o entre diversos tratamientos activos entre si) del tratamiento con inmunoglobulinas, corticoides o agentes biológicos inmunomoduladores en pacientes pediátricos con síndrome de inflamación multisistémica asociado a COVID-19. Se incluyeron estudios obervacionales y o recomendaciones, acerca del tratamiento de esta patología en niños, niñas y adolescentes. Solo se encontró un ensayo clínico en curso para evaluar el tratamiento con células del estroma mesenquimal a los que se les administrará corticoides (hidrocortisona) y difenhidramina en esta población. Se describe a continuación información proveniente de cuatro series de casos y se incluyen cinco guías de práctica clínica donde mencionan las alternativas terapéuticas en el tratamiento del SIMP. CONCLUSIONES: Evidencia de muy baja calidad proveniente de series de casos no permite determinar la eficacia ni la seguridad del tratamiento con inmunoglobulinas, corticoides y agentes biológicos inmunomoduladores en pacientes pediátricos con síndrome inflamatorio multisistémico asociado a COVID-19.


Subject(s)
Humans , Coronavirus Infections/drug therapy , Systemic Inflammatory Response Syndrome/etiology , Betacoronavirus/drug effects , Glucocorticoids/therapeutic use , Technology Assessment, Biomedical , Health Evaluation , Cost-Benefit Analysis
8.
Brasília; s.n; 6 ago. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1117768

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 11 artigos e 10 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Ribavirin/therapeutic use , Technology Assessment, Biomedical , BCG Vaccine/therapeutic use , Ganciclovir/therapeutic use , Chloroquine/therapeutic use , Cohort Studies , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Oseltamivir/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use , Glucocorticoids/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use
9.
Brasília; s.n; 5 ago 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1117760

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 11 artigos e 6 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Antiviral Agents/therapeutic use , Technology Assessment, Biomedical , Immunoglobulins/therapeutic use , Methylprednisolone/therapeutic use , Colchicine/therapeutic use , Methotrexate/therapeutic use , Cohort Studies , Interferons/therapeutic use , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Oseltamivir/therapeutic use , Mesenchymal Stem Cells , Interferon alpha-2/therapeutic use , Glucocorticoids/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use , Immunosuppressive Agents/therapeutic use , Anti-Bacterial Agents/therapeutic use , Antibodies, Monoclonal/therapeutic use
10.
Brasília; s.n; 1 ago. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1117735

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 16 artigos.


Subject(s)
Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Ascorbic Acid/therapeutic use , Technology Assessment, Biomedical , Angiotensin-Converting Enzyme Inhibitors/therapeutic use , BCG Vaccine/therapeutic use , Colchicine/therapeutic use , Cross-Sectional Studies , Cohort Studies , Interferon-gamma/therapeutic use , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Antirheumatic Agents/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use , Interferon alpha-2/therapeutic use , Glucocorticoids/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use
11.
Brasília; s.n; 2 jul. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1117621

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 17 artigos e 9 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Technology Assessment, Biomedical , Zinc/therapeutic use , Ivermectin/therapeutic use , Angiotensin-Converting Enzyme Inhibitors/therapeutic use , Vaccines/therapeutic use , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Fingolimod Hydrochloride/therapeutic use , Imatinib Mesylate/therapeutic use , Abatacept/therapeutic use , Glucocorticoids/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use
12.
Brasília; s.n; 30 jun. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, Inca, PIE | ID: biblio-1117603

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 14 artigos e 31 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Technology Assessment, Biomedical , Vitamin D/therapeutic use , Ivermectin/therapeutic use , Immunoglobulins/therapeutic use , Prednisone/therapeutic use , BCG Vaccine/therapeutic use , Influenza Vaccines/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Antirheumatic Agents/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Hydroxymethylglutaryl-CoA Reductase Inhibitors/therapeutic use , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use , Janus Kinase Inhibitors/therapeutic use , Glucocorticoids/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use , Hydroxyurea/therapeutic use , Immunosuppressive Agents/therapeutic use
13.
Brasília; s.n; 15 jun. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1100400

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 15 artigos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Renin-Angiotensin System , Technology Assessment, Biomedical , Ceftriaxone/therapeutic use , Immunoglobulins/therapeutic use , Methylprednisolone/therapeutic use , Cyclosporine/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Oseltamivir/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use , Natalizumab/therapeutic use , Glucocorticoids/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use
14.
Brasília; s.n; 4 jun. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1100245

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 11 artigos e 17 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Technology Assessment, Biomedical , Ivermectin/therapeutic use , Immunoglobulins/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use , Glucocorticoids/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use
15.
s.l; s.n; 15 maio 2020. ilus.
Non-conventional in Portuguese | LILACS, BRISA | ID: biblio-1099478

ABSTRACT

CONTEXTO: A Covid-19 é uma pandemia de risco muito alto a nível global. Até o momento não existem terapias específicas para a doença, embora diferentes alternativas, incluindo o uso de corticoides, estejam em investigação. OBJETIVOS: Identificar, avaliar sistematicamente e sumarizar as melhores evidências científicas disponíveis sobre os efeitos dos corticoides no manejo de pacientes com infecção por SARS-CoV-2 (Covid-19). MÉTODOS: Revisão sistemática rápida (rapid review methodology), com busca realizada em 27 de abril de 2020. RESULTADOS: Após o processo de seleção, onze estudos foram identificados: sete estudos de coorte histórico e quatro series de casos. Foram identificados também 16 protocolos de pesquisa em andamento. O risco de viés destes estudos foi considerado crítico. CONCLUSÃO: Até o momento, a eficácia e a segurança dessa intervenção para pacientes com infecção por SARS-CoV-2 ainda são consideradas limitadas e, dado os possíveis danos da sua utilização, os corticosteroides de rotina devem ser evitados, a menos que sejam indicados por outro motivo. Espera-se que os resultados dos ensaios clínicos randomizados em andamento possam reduzir esta incerteza para orientar a tomada de decisão.(AU)


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Glucocorticoids/therapeutic use , Technology Assessment, Biomedical , Cost-Benefit Analysis
16.
Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online) ; 57(2): e167299, mai. 2020. tab, graf
Article in English | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1122175

ABSTRACT

The hypothalamus-pituitary-adrenal axis function may be impaired in patients with critical illnesses, especially cases of sepsis, named critical illness-related corticosteroid insufficiency (CIRCI). This study examined the function of the hypothalamic-pituitary-adrenal axis in normal dogs (n = 10) and dogs with critical diseases (n = 16), through determinations of endogenous ACTH (adrenocorticotropic hormone), basal cortisol and cortisol after stimulation in low doses of synthetic ACTH (1.0µg/kg/IV). The stimulation test with ACTH dose tested was verified as effective for evaluation of adrenal function in healthy and sick dogs. Ill dogs differed from healthy dogs by presenting higher basal cortisol values. Eight sick dogs presented a decrease in endogenous ACTH, basal cortisol, or Δ-cortisol. No significant differences were found between the control groups and critically ill dogs for the values of endogenous ACTH, cortisol after stimulation or Δ-cortisol. We concluded that the stimulation test with low-dose ACTH was effective for evaluation of adrenal function, as well as the fact that a considerable portion of critically ill dogs studied here, especially with sepsis, had evidence of inadequate corticosteroid response to stress.(AU)


A função do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal pode estar comprometida em pacientes com doenças críticas, em especial casos de sepse, sendo nomeada de Insuficiência Corticosteroide Relacionada à Doença Crítica (ICRDC). O presente trabalho analisou a função do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal em cães normais (n=10) e cães portadores de doenças críticas (n=16), por meio de determinações de ACTH (hormônio adrenocorticotrófico) endógeno, de cortisol basal e de cortisol após estímulo com baixa dose de ACTH sintético (1,0µg/kg/IV). Constatou-se que o teste de estimulação com ACTH na dose testada se mostrou eficaz para avaliação da função adrenal em cães sadios e doentes. Os cães doentes diferiram dos sadios ao apresentar valores maiores de cortisol basal. Oito cães doentes apresentaram diminuição do ACTH endógeno, do cortisol basal ou do Δ-cortisol. Não foram encontradas diferenças significativas entre os grupos Controle e Criticamente enfermos para os valores de ACTH endógeno, cortisol após estimulação ou Δ-cortisol. Concluiu-se que o teste de estimulação com baixa dose de ACTH mostrou-se eficaz para avaliação da função adrenal, assim como, uma parcela considerável da população de cães críticos aqui estudados, em especial com sepse, apresentaram evidências de resposta corticosteroide inadequada frente ao estresse.(AU)


Subject(s)
Animals , Dogs , Cosyntropin/administration & dosage , Adrenocorticotropic Hormone , Sepsis/complications , Glucocorticoids/therapeutic use , Hypothalamo-Hypophyseal System/physiopathology , Catastrophic Illness
17.
Brasília; s.n; 8 maio 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1097403

ABSTRACT

Essa é uma produção do Departamento de Ciência e Tecnologia (Decit) da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (SCTIE) do Ministério da Saúde (Decit/SCTIE/MS), que tem como missão promover a ciência e tecnologia e o uso de evidências científicas para a tomada de decisão do SUS, tendo como principal atribuição o incentivo ao desenvolvimento de pesquisas em saúde no Brasil, de modo a direcionar os investimentos realizados em pesquisa pelo Governo Federal às necessidades de saúde pública. Informar sobre as principais evidências científicas descritas na literatura internacional sobre tratamento farmacológico para a COVID-19. Além de resumir cada estudo identificado, o informe apresenta também uma avaliação da qualidade metodológica e a quantidade de artigos publicados, de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, entre outros). Foram encontrados 14 artigos e 13 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Technology Assessment, Biomedical , Ivermectin/therapeutic use , Methylprednisolone/therapeutic use , Prednisolone/therapeutic use , Vaccines/therapeutic use , Chloroquine/therapeutic use , Anti-Inflammatory Agents, Non-Steroidal/therapeutic use , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Drug Combinations , Oseltamivir/therapeutic use , Glucocorticoids/therapeutic use , Histamine Antagonists/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use , Metformin/therapeutic use
18.
Brasília; s.n; 11 maio 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1097395

ABSTRACT

Essa é uma produção do Departamento de Ciência e Tecnologia (Decit) da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (SCTIE) do Ministério da Saúde (Decit/SCTIE/MS), que tem como missão promover a ciência e tecnologia e o uso de evidências científicas para a tomada de decisão do SUS, tendo como principal atribuição o incentivo ao desenvolvimento de pesquisas em saúde no Brasil, de modo a direcionar os investimentos realizados em pesquisa pelo Governo Federal às necessidades de saúde pública. Informar sobre as principais evidências científicas descritas na literatura internacional sobre tratamento farmacológico para a COVID-19. Além de resumir cada estudo identificado, o informe apresenta também uma avaliação da qualidade metodológica e a quantidade de artigos publicados, de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, entre outros). Foram encontrados 16 artigos e 17 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Disease Progression , Betacoronavirus/drug effects , Ascorbic Acid/therapeutic use , Ribavirin/therapeutic use , Methylprednisolone/therapeutic use , Chloroquine/therapeutic use , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Drug Combinations , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use , Interferon beta-1b/therapeutic use , Glucocorticoids/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use
19.
Brasília; s.n; 13 maio 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1097393

ABSTRACT

Essa é uma produção do Departamento de Ciência e Tecnologia (Decit) da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (SCTIE) do Ministério da Saúde (Decit/SCTIE/MS), que tem como missão promover a ciência e tecnologia e o uso de evidências científicas para a tomada de decisão do SUS, tendo como principal atribuição o incentivo ao desenvolvimento de pesquisas em saúde no Brasil, de modo a direcionar os investimentos realizados em pesquisa pelo Governo Federal às necessidades de saúde pública. Informar sobre as principais evidências científicas descritas na literatura internacional sobre tratamento farmacológico para a COVID-19. Além de resumir cada estudo identificado, o informe apresenta também uma avaliação da qualidade metodológica e a quantidade de artigos publicados, de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, entre outros). Foram encontrados 15 artigos e 10 protocolos.


Subject(s)
Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Renin-Angiotensin System , Ribavirin/therapeutic use , Steroids/therapeutic use , Technology Assessment, Biomedical , Methylprednisolone/therapeutic use , Angiotensin-Converting Enzyme Inhibitors/therapeutic use , Sulbactam/therapeutic use , Cefoperazone/therapeutic use , Chloroquine/therapeutic use , Plasmapheresis/instrumentation , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Disease Progression , Ritonavir/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use , Glucocorticoids/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use , Anticoagulants/therapeutic use , Antimalarials/therapeutic use
20.
Brasília; s.n; 27 maio 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1097383

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 17 artigos e 29 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Disease Progression , Betacoronavirus/drug effects , Technology Assessment, Biomedical , Angiotensin-Converting Enzyme Inhibitors/therapeutic use , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Drug Combinations , Oseltamivir/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use , Glucocorticoids/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL