Your browser doesn't support javascript.
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 1.578
Filter
1.
Texto & contexto enferm ; 29: e20180104, Jan.-Dec. 2020. graf
Article in English | LILACS (Americas), BDENF | ID: biblio-1101981

ABSTRACT

ABSTRACT Objective: To identify work aspects that generate satisfaction for the professionals who work in the Family Health Strategy. Method: This was a qualitative, descriptive study that involved five geographical regions of Brazil, and 27 Family Health Teams from six municipalities. The data were collected from 76 health professionals using semi-structured interviews, and were analyzed articulating the three phases of content analysis using Atlas.ti software resources. Results: The findings showed 129 statement excerpts, with 14 codes, grouped into three categories related to satisfaction. The category, Job Identification and Family Health Strategy Principles, represented 40.3%, with the codes: team work, job affinity, health model, completeness of care, and longitudinality of care. The category, Relationship with Family Health Strategy patients, represented 32.6%, with the following codes: bonding with patient, resoluteness of care, patient satisfaction, and patient care. Finally, the category, Professional and Working Aspects related to the Family Health Strategy, represented 27.1%, with the following codes: relationship with professionals, work recognition, enjoying the profession, team organization, and employment relationship. Conclusion: Professional satisfaction is associated with the work principles of the Family Health Strategy, and with the relationships that are established between patients, professionals and health management. It also has a subjective dimension, with a strong relationship with characteristics of the work process, how it is organized, and under what conditions and relationships this work occurs.


RESUMEN Objetivo: Identificar los aspectos del trabajo, que generan satisfacción en los profesionales de salud que actúan en la estrategia de salud familiar. Método: Estudio cualitativo que incluye 5 regiones geográficas del Brasil, 27 equipos de salud familiar de 6 municipios. Los datos fueron obtenidos, a través de 76 profesionales de salud por medio de entrevistas semi estructuradas y analizados, articulando las tres frases de Análisis del Contenido y los recursos del software Atlas ti. Resultados: Seleccionaron 129 extractos de conversaciones, 14 códigos agrupados en 3 categorías relacionadas a la satisfacción. La categoría Identificación con el trabajo y principios de la Estrategia salud de la familia, representó 40,3%; tuvo los códigos: trabajo en equipo, afinidad con el trabajo, modelo de salud, integralidad de la asistencia, longitudinalidad del cuidado. La categoría, Relación con los Usuarios en la Estrategia salud de la familia, representó el 32,6% con los siguientes códigos: vinculo con el usuario, resolutividad de la asistencia, satisfacción del usuario y asistencia al usuario. Finalmente, la categoría Aspectos Profesionales y de Trabajo, relacionados con la estrategia salud de la familia, representó 27,1% con los siguientes códigos: Relación con los profesionales, reconocimiento del trabajo, gusto por la profesión, organización del equipo, vinculo del trabajo. Conclusión: La satisfacción del profesional está asociada a los principios del trabajo en la Estrategia Salud de la Familia, a las relaciones que se establecen entre usuarios, profesionales y gestión de la salud. También posee una dimensión subjetiva, fuertemente relacionada con las características del proceso de trabajo, como se encuentra organizado, sus condiciones y relaciones.


RESUMO Objetivo: Identificar os aspectos do trabalho que são geradores de satisfação para os profissionais que atuam na Estratégia Saúde da Família. Método: Estudo qualitativo do tipo descritivo que envolveu 5 regiões geográficas do Brasil, 27 equipes de Saúde da Família de 6 municípios. Os dados foram coletados com 76 profissionais de saúde por meio de entrevistas semiestruturadas e analisados articulando as três fases da Análise de Conteúdo e dos recursos do software Atlas.ti. Resultados: Indicaram 129 trechos de falas e 14 códigos agrupados em 3 categorias relacionadas à satisfação. A categoria Identificação com o trabalho e princípios da Estratégia Saúde da Família representou 40,3% e teve os códigos: trabalho em equipe, afinidade com o trabalho, modelo de saúde, integralidade da assistência, longitudinalidade do cuidado. A categoria relações com os usuários na Estratégia Saúde da Família representou 32,6% com os seguintes códigos: vínculo com o usuário, resolutividade da assistência, satisfação do usuário, assistência ao usuário. Por fim, a categoria aspectos profissionais e trabalhistas relacionados à Estratégia Saúde da Família, representou 27,1% com os seguintes códigos: relação com os profissionais, reconhecimento do trabalho, gostar da profissão, organização da equipe, vínculo de trabalho. Conclusão: A satisfação profissional está associada aos princípios do trabalho na Estratégia Saúde da Família, as conexões que se estabelecem entre usuários, profissionais e gestão em saúde. Possui ainda uma dimensão subjetiva, possuindo forte vínculo com características do processo de trabalho, como esse é organizado e sob que condições e relações o trabalho acontece


Subject(s)
Humans , Adult , Middle Aged , Primary Health Care , Working Conditions , Family Health Strategy , Qualitative Research , Job Satisfaction , Patient Care Team , Work , Unified Health System , Family Health , Health Personnel , Continuity of Patient Care , Health Management , Patient Care , Health Resources
2.
Enferm. foco (Brasília) ; 11(2): 76-82, jul. 2020. tab
Article in Portuguese | LILACS (Americas), BDENF | ID: biblio-1104173

ABSTRACT

Objetivo: analisar os atendimentos realizados na Central de Regulação de Urgência/SAMU do Estado do Rio Grande do Sul no período de 2016 e 2017. Metodologia: estudo observacional, descritivo e retrospectivo com abordagem quantitativa. Foram coletados os dados sobre perfil do usuário, dia da semana, classificação de risco, tipo do agravo, tempo médio de atendimento às solicitações, quantitativo de desistência da solicitação e número de chamados não regulados por falta de equipes ou veículos. Resultados: o número de solicitações por motivos clínicos foi 53.8%, destes 51,6% foram média gravidade. A prevalência foi do sexo masculino e idade entre 18 e 29 anos. Em 84,7% dos chamados solicitou-se suporte básico. O tempo resposta total foi entre 30 minutos e 1 hora, maior que o recomendado de acordo com a média nacional, seja nas as zonas urbanas ou rurais. Conclusão: este serviço necessita reduzir o tempo resposta de atendimento das solicitações. (AU)


Objective: to analyze the attendances performed at the Emergency Regulation Center / SAMU of the State of Rio Grande do Sul in 2016 and 2017, focusing in response time. Methodology: observational, descriptive and retrospective study with quantitative approach. Data were collected on user profile, day of the week, risk classification, type of grievance, average time to respond to requests, amount of withdrawal and number of calls not regulated due to lack of teams or vehicles. Results: The number of requests for clinical reasons was 53.8%, of these 51.6% were medium severity. The prevalence was male and aged between 18 and 29 years. In 84.7% of the calls, basic support was requested. The total response time was between 30 minutes and 1 hour, longer than recommended according to the national average, whether in urban or rural areas. Conclusion: After analyzing the calls, it is clear that the worst problem with the calls is the response time, and it is necessary to decrease the same of the requests. (AU)


Objetivo: analizar las asistencias realizadas en el Centro de Regulación de Emergencias / SAMU del Estado de Rio Grande do Sul en 2016 y 2017, centrándose en el tiempo de respuesta. Metodología: estudio observacional, descriptivo y retrospectivo con enfoque cuantitativo. Se recopilaron datos sobre el perfil del usuario, el día de la semana, la clasificación de riesgos, el tipo de queja, el tiempo promedio para responder a las solicitudes, la cantidad de retiros y la cantidad de llamadas no reguladas debido a la falta de equipos o vehículos. Resultados: El número de solicitudes por razones clínicas fue del 53.8%, de estas 51.6% fueron de gravedad media. La prevalencia fue masculina y de edades comprendidas entre 18 y 29 años. En el 84.7% de las llamadas, se solicitó soporte básico. El tiempo de respuesta total fue de entre 30 minutos y 1 hora, más de lo recomendado según el promedio nacional, ya sea en áreas urbanas o rurales. Conclusión: Después de analizar las llamadas, está claro que el peor problema con las llamadas es el tiempo de respuesta, y es necesario disminuir las mismas solicitudes. (AU)


Subject(s)
Emergency Medical Services , Health Services Administration , Health Management , Indicators (Statistics)
3.
s.l; s.n; jun. 2020.
Non-conventional in Portuguese | LILACS (Americas), ColecionaSUS | ID: biblio-1102259

ABSTRACT

Em face da pandemia de COVID-19 declarada pela OMS, em 11 de março de 2020, o Ministério da Saúde, vem através deste documento, oferecer orientações aos gestores e profissionais de saúde sobre o manejo dos pacientes com suspeita ou confirmação de COVID-19 nos diversos pontos da Rede de Atenção à Saúde, com foco em uma assistência qualificada e em tempo oportuno, desde as pessoas assintomáticas até aquelas com manifestações mais severas da doença. A COVID-19 destaca-se pela rapidez de disseminação, dificuldade para contenção e gravidade. A vigilância epidemiológica de infecção humana pelo SARS-CoV-2 está sendo construída à medida que a OMS consolida as informações recebidas dos países e novas evidências técnicas e científicas são publicadas. Assim, as melhores e mais recentes evidências foram utilizadas na elaboração desse documento, mas, pela dinâmica da doença e produção de conhecimento associada a ela, atualizações poderão ser necessárias. Consideramos prerrogativas estruturantes do SUS para o adequado enfrentamento a desta pandemia: O provimento de infraestrutura com recursos humanos, equipamentos e suprimentos adequados; A comunicação clara, unificada e efetiva com a população e entre todos os pontos da rede assistencial; Uma regulação estratégica para direcionar a demanda às vagas adequadas a cada caso; A organização apropriada da força de trabalho; O apoio técnico aos profissionais, por ferramentas de telessaúde e educacionais diversas. Este material, construído de forma integrada e multidisciplinar, pretende ser este apoio útil e prático, seja na mesa do gestor, à beira do leito ou nos consultórios e domicílios, àqueles que de fato estão à frente da batalha contra o coronavírus, que merecem todo nosso respeito e gratidão.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral , Unified Health System/organization & administration , Coronavirus Infections/diagnosis , Coronavirus Infections/prevention & control , Coronavirus Infections/therapy , Health Management , Public Health Surveillance/methods , Brazil , Health Communication/methods
6.
J. nurs. health ; 10(2): 20102001, mai.2020.
Article in Portuguese | LILACS (Americas), BDENF | ID: biblio-1099702

ABSTRACT

Objetivo: conhecer na literatura benefícios e limitações da Sistematização da Assistência de Enfermagem na gestão em saúde. Métodos: revisão integrativa, realizada nas bases de dados eletrônicas Base de Dados de Enfermagem e Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, com artigos originais, disponíveis na íntegra, publicados entre 2007 a 2017, em idioma português. Resultados: foram incluídos 10 artigos que abordam as principais contribuições da sistematização da assistência de enfermagem na gestão em saúde (organização do serviço, qualidade assistencial, controle de gastos, melhor avaliação e fiscalização da assistência, maior autonomia profissional e aumento da segurança do paciente) e limitações encontradas (falta de profissionais, sobrecarga de trabalho, desconhecimento da equipe e ausência de capacitações). Conclusões: considera-se uma excelente ferramenta para a gestão em saúde, por apresentar benefícios às instituições, qualificando o cuidado e melhorando os processos de gestão.(AU)


Objective: to know in the literature the benefits and limitations of the Systematization of Nursing Assistance in health management. Methods: an integrative review, carried out in the electronic databases Database of Nursing and Latin American and Caribbean Literature in Health Sciences, with original articles, available in full, published between 2007 and 2017, in Portuguese. Results: 10 articles were included that address the main contributions of the systematization of nursing care in health management (service organization, care quality, cost control, better assessment and inspection of care, greater professional autonomy and increased patient safety) and limitations found (lack of professionals, work overload, lack of knowledge of the team and lack of training). Conclusions: it is considered an excellent tool for health management, for presenting benefits to institutions, qualifying care and improving management processes.(AU)


Objetivo: conocer en la literatura los beneficios y las limitaciones de la Sistematización de la Asistencia de Enfermería en la gestión de la salud. Métodos: revisión integradora, realizada en Base de datos de enfermería y literatura latinoamericana y caribeña en ciencias de la salud, con artículos originales, disponibles en su totalidad, publicados entre 2007 y 2017, en portugués. Resultados: se incluyeron 10 artículos que abordan principales contribuciones de la sistematización de la atención de enfermería en la gestión de la salud (organización del servicio, calidad de la atención, control de costos, mejor evaluación e inspección de atención, mayor autonomía profesional y mayor seguridad del paciente) y limitaciones encontradas (falta de profesionales, sobrecarga de trabajo, falta de conocimiento del equipo y falta de capacitación). Conclusiones: se considera una excelente herramienta para la gestión en salud, ya que presenta beneficios para las instituciones, califica la atención y mejora los procesos de gestión.(AU)


Subject(s)
Humans , Health Services Administration , Nursing , Health Management , Nursing Process , Nursing, Team
8.
Rev. chil. obstet. ginecol. (En línea) ; 85(2): 147-154, abr. 2020. graf
Article in Spanish | LILACS (Americas) | ID: biblio-1115510

ABSTRACT

INTRODUCCIÓN: La entrega de turnos de los diferentes equipos clínicos de atención al paciente es un acto de suma importancia en el día a día, apunta al óptimo y continuo cuidado del paciente. En el continuo de atención por diferentes Unidades Clínicas, se debe cumplir un protocolo definido por las Unidades de Calidad de Establecimientos y Servicios Clínicos como parte del Sistema de Acreditación en Salud, apuntando a mejorar la seguridad de atención al paciente. Se planteó reemplazar antiguos informes en papel por bases de datos digitales acumulativas, de fácil llenado, con alternativa de pre-informes y análisis rápido de series, permitiendo tomar decisiones mejor fundamentadas en el futuro. Esta herramienta como se describe al inicio considera el continuo desde el ingreso de la paciente a la Unidad de Urgencia de nuestra maternidad hasta la resolución de esta madre en nuestro Servicio o el traslado de ella o su recién nacido dentro de la Red Pública como primera instancia o privada acorde a protocolos establecidos. MATERALES Y MÉTODOS: Desarrollo de aplicación a través de programas Microsoft Acces y MySQL. Parametrización de variables según Guia perinatal MINSAL y recomendaciones de expertos empleados en Unidad Ginecoobstétrica del establecimiento. RESULTADOS: Creación de aplicación propia ¨Sistema de entrega de turno¨ (SET). Implementación mediante marcha blanca a partir de Agosto de 2019. Adecuada acogida por personal de Servicio de la Mujer y Recién Nacido HCSBA. CONCLUSIÓN: La informática médica permite avanzar y agilizar procesos de gestión clinica. Es posible implementar sistemas de creación propios en la atención de salud pública chilena. La herramienta SET permitirá obtener resultados precisos y rápido análisis de series obtenidas.


INTRODUCTION: The delivery of shifts of the different clinical teams of patient care is an act of utmost importance in the day to day, it points to the optimal and continuous care of the patient. In the continuum of care by different Clinical Units, a protocol defined by the Quality Units of Establishments and Clinical Services as part of the Health Accreditation System must be complied with, aiming at improving the safety of patient care. It was proposed to replace old paper reports with cumulative digital databases, easy to fill, with alternative pre-reports and quick series analysis, allowing better informed decisions in the future. This tool as described at the beginning considers the continuum from the patient's admission to the Emergency Unit of our motherhood until the resolution of this mother in our Service or the transfer of this or her newborn within the Public Network as the first instance or private according to established protocols. MATERIALS AND METHODS: Application development through Microsoft access and MySQL programs. Parameterization of variables according to the MINSAL perinatal guide and recommendations of experts employed in the Obstetric Gynecology Unit of the establishment. RESULTS: Creation of own application "Shift Delivery System" (SET). Implementation through white march as of August 2019. Adequate reception by women service personnel and newborn HCSBA. CONCLUSION: Medical informatics allows progress and speed up clinical management processes. It is possible to implement own creation systems in Chilean public health care. The SET tool will allow obtaining accurate results and rapid analysis of series obtained.


Subject(s)
Medical Informatics Applications , Women's Health Services/organization & administration , Child Health Services/organization & administration , Shift Work Schedule , Public Health , Continuity of Patient Care/organization & administration , Health Management , Delivery of Health Care/methods , Emergency Service, Hospital , Cost-Effectiveness Evaluation , Gynecology , Hospital Administration , Hospitalization , Accreditation , Obstetrics
9.
Rev. baiana saúde pública ; 44(supl.1): 1-184, jan.-mar. 2020. ilus, mapas, graf, tab
Article in Portuguese | LILACS (Americas), ColecionaSUS, CONASS, SES-BA | ID: biblio-1118122

ABSTRACT

O Plano Estadual de Saúde (PES) 2020-2023 é um instrumento de gestão direcionado a orientar as ações a serem desenvolvidas por todos os profissionais e gestores da Sesab, visando a efetivação do direito à saúde e o fortalecimento do sistema estadual de saúde. Desse modo, as ações elencadas neste documento têm o firme propósito de oferecer uma saúde mais humanizada e resolutiva, contribuindo para a melhoria das condições de vida da população baiana


Subject(s)
Humans , State Health Plans , Unified Health System , Health Management , Public Health Policy , Health Planning/organization & administration , Health Services
10.
REME rev. min. enferm ; 24: e-1293, fev.2020.
Article in Portuguese | LILACS (Americas), BDENF | ID: biblio-1096407

ABSTRACT

Objetivo: o objetivo deste estudo foi conhecer a concepção de gestores de serviços de saúde sobre a rede de atenção psicossocial a usuários de crack. Métodos: pesquisa qualitativa, do tipo avaliativa, com a utilização do referencial da Avaliação de Quarta Geração. Foi realizada em um Centro de Atenção Psicossocial álcool e outras Drogas de um município do Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. A coleta de dados ocorreu entre janeiro e maio de 2013, a partir de entrevistas orientadas pela utilização do círculo hermenêuticodialético. Resultados e Discussões: os gestores revelam uma concepção de rede intersetorial, reconhecendo os serviços da rede de atenção psicossocial e a articulação entre eles. Além disso, entendem a importância da parceria com dispositivos oriundos de outros setores da sociedade. Conclusões: os gestores do município têm se empenhado em constituir uma política de saúde mental centrada no usuário, com articulação intersetorial, defendendo os princípios da reforma psiquiátrica e da atenção psicossocial.(AU)


Objective: the objective of this study was to understand the concept of health service managers about the psychosocial care network for crack users. Methods: qualitative research, evaluative type, using the Fourth Generation Evaluation reference. Alcohol and other drugs in a city in the state of Rio Grande do Sul, Brazil took place in a Psychosocial Care Center. Data collection took place between January and May 2013, based on interviews guided by the use of the hermeneutic-dialectic circle. Results and Discussions: managers revealed a concept of intersectoral network, recognizing the services of the psychosocial care network and the articulation between them. Also, they understood the importance of partnering with devices from other sectors of society. Conclusions: city managers have endeavored to establish a user-centered mental health policy, with intersectoral articulation, defending the principles of the psychiatric reform and psychosocial care.(AU)


Objetivo: el objetivo de este estudio fue comprender el concepto de los administradores de los servicios de salud sobre la red de atención psicosocial para usuarios de crack. Métodos: investigación cualitativa, tipo evaluativa, que utilizó el marco de referencia de la evaluación de cuarta generación. El estudio se llevó a cabo en un Centro de Atención Psicosocial alcohol y otras drogas de una ciudad del estado de Rio Grande do Sul, Brasil. La recogida de datos se efectuó entre enero y mayo de 2013, con entrevistas según la técnica del círculo hermenéutico-dialéctico. Resultados y debates: los administradores revelan un concepto de red intersectorial que reconoce los servicios de dicha red de atención y la articulación entre ellos. Además, entienden la importancia de asociarse con dispositivos de otros sectores de la sociedad. Conclusiones: los administradores de la ciudad se han esforzado por establecer una política de salud mental centrada en el usuario, con articulación intersectorial, defendiendo los principios de la reforma psiquiátrica y de la atención psicosocial.(AU)


Subject(s)
Humans , Mental Health , Crack Cocaine , Substance-Related Disorders , Health Management , Public Health Policy , Drug Users , Health Care Reform , Community Mental Health Services
11.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 24(spe): e20200161, ago. 2020.
Article in Portuguese | LILACS (Americas), BDENF | ID: biblio-1123598

ABSTRACT

Objetivo: Refletir sobre a saúde do trabalhador de enfermagem diante da crise da pandemia pela Covid-19. Método: Artigo de reflexão cujo tema envolve a pandemia pela Covid-19 e a saúde do trabalhador de enfermagem. Desenvolveu-se a partir de duas seções teóricas: i) pandemia, aspectos epidemiológicos e recomendações para proteção do trabalhador de enfermagem; ii) saúde do trabalhador da enfermagem no contexto da Covid-19. Resultados. Os riscos à saúde do trabalhador de enfermagem, que já eram reocupantes antes da pandemia, tornaram-se alarmantes no atual contexto, especialmente por conta da incapacidade de um sistema de saúde há muito precarizado. Tal fato gera dilemas éticos, sofrimento físico e psíquico aos trabalhadores de enfermagem, além de adoecimentos e mortes. Conclusão e implicações para a prática. Logo, é preciso planejar e operacionalizar recursos materiais e humanos em quantidade e qualidade adequadas, considerando a premência do tempo, para dar suporte aos serviços de saúde e aos trabalhadores de enfermagem. Destaca-se o papel dos órgãos de classe, a necessidade da mobilização do coletivo profissional e o esforço de instâncias governamentais e sociais, como forma de mudar a situação apontada


Objective: Reflect on the health of nursing workers in the face of the pandemic crisis by Covid-19. Method: Reflection article whose theme involves the pandemic by Covid-19 and the health of nursing workers. It was developed from two theoretical sections: i) pandemic, epidemiological aspects and recommendations for the protection of nursing workers; ii) health of nursing workers in the context of Covid-19. Results. The risks to the health of nursing workers, which were already worrisome before the pandemic, have become alarming in the current context, especially due to the incapacity of a precarious health system existing for a long time. Conclusions and implications for practice. This fact generates ethical dilemmas, physical and psychic suffering for nursing workers, as well as illnesses and deaths. Therefore, it is necessary to plan and operationalize material and human resources in adequate quantity and quality, considering the last time, to support health services and nursing workers. We highlight the role of class organs, the need to mobilize the professional collective and the effort of governmental and social bodies, as a way to change the situation pointed out


Objetivo. Reflexionar sobre la salud de los trabajadores de enfermería ante la crisis de la pandemia por Parte de Covid-19. Método. Artículo de reflexión cuyo tema implica la pandemia de Covid-19 y la salud de los trabajadores de enfermería. Se desarrolló a partir de dos secciones teóricas: i) pandemia, spectos epidemiológicos y recomendaciones para la protección de los trabajadores de enfermería; ii) la salud de los trabajadores de enfermería en el contexto de Covid-19. Resultados. Los riesgos para la salud de los trabajadores de enfermería, que ya eran preocupantes antes de la pandemia, se han vuelto alarmantes en el contexto actual, especialmente debido a la incapacidad de un sistema de salud hace ya tempo precarizado. Este hecho genera dilemas éticos, sufrimiento físico y psíquico para los trabajadores de enfermería, así como enfermedades y muertes. Conclusiones e implicaciones para la práctica. Por lo tanto, es necesario planificar y poner en práctica los recursos materiales y humanos en cantidad y calidad decuadas, teniendo en cuenta la urgencia del tiempo, para apoyar a los servicios de salud y a los trabajadores de enfermería. Destacamos el papel de los órganos de clase, la necesidad de movilizar al colectivo profesional y el esfuerzo de los organismos gubernamentales y sociales, como una forma de cambiar la situación señalada


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/nursing , Occupational Health , Coronavirus Infections/nursing , Pandemics , Betacoronavirus , Nurses , Working Conditions , Brazil/epidemiology , Occupational Risks , Health Systems/organization & administration , Health Management , Personal Protective Equipment/supply & distribution
12.
Gerais (Univ. Fed. Juiz Fora) ; 13(1): 1-18, jan.-abr. 2020.
Article in Portuguese | LILACS (Americas) | ID: biblio-1090464

ABSTRACT

O presente estudo buscou identificar crenças de gestores de saúde sobre violência doméstica. Para tanto, foram entrevistados 16 secretários municipais de saúde e 19 coordenadores municipais da Estratégia Saúde da Família de 18 municípios de uma microrregião da Zona da Mata do estado de Minas Gerais, Brasil. O tratamento dos dados foi feito por meio da análise de conteúdo. Os entrevistados apontaram um conjunto de fatores pessoais, familiares e sociais como geradores de violência doméstica. No entanto, as intervenções são pontuais e os resultados assinalam a presença do modelo biomédico permeando o setor de saúde. As dificuldades para intervenção mais ressaltadas foram: vítimas não relatam a violência, pouca participação da comunidade, recurso financeiro insuficiente, pouca articulação intersetorial e ausência de política específica.


The present study sought to identify the beliefs of health managers about domestic violence. To that end, we interviewed 16 municipal health secretaries and 19 municipal coordinators of the Family Health Strategy from 18 municipalities in a micro-region of Zona da Mata, state of Minas Gerais, Brazil. Data processing was made through content analysis. The respondents pointed out a set of personal, family and social factors as domestic violence generators. However, interventions are only done occasionally and the results show the pervasiveness of the biomedical model in the healthcare sector. Respondents highlighted the following challenges as those most often faced by the interventions: victims do not report violence, lack of community participation, insufficient funds, lack of cross-sector articulation and lack of specific policies.


Subject(s)
Domestic Violence , Health Management , Public Policy , Family Health Strategy
13.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 24(spe): e20200188, ago. 2020.
Article in Portuguese | LILACS (Americas), BDENF | ID: biblio-1123413

ABSTRACT

Objetivo: Refletir acerca da gestão em saúde do Sistema Único de Saúde (SUS), na perspectiva de desafios e possibilidades para superar lacunas de coordenação no enfrentamento da COVID-19. Método: Trata-se de estudo reflexivo, fundamentado na formulação discursiva sobre a gestão em saúde no SUS organizado nas seguintes seções: introdução com a contextualização da temática, macrodesafios no âmbito do SUS na coordenação da atenção à saúde no enfrentamento da COVID-19, aspectos para subsidiar ações de coordenação da gestão e considerações finais. Resultados: Constatam-se desafios na coordenação entre os entes federativos, de financiamento, de consolidação da vigilância em saúde, da regulação, da capacidade instalada e gestão de pessoas que remetem à importância de estabelecer estratégias para o fortalecimento do SUS, principalmente, na coordenação da gestão em saúde. Conclusões e implicações para a prática: Destaca-se a relevância da autoridade da gestão regulatória no SUS para a coordenação e sua potencialidade de organização em prover melhores condições de atenção, porém, entende-se que é necessário revistar a territorialidade, o planejamento e o processo de trabalho, como elementos constituintes da vigilância em saúde.


Objective: to reflect on the Unified Health System (SUS) health management, from the perspective of challenges and possibilities to overcome coordination gaps in facing COVID-19. Method: this is a reflective study, based on the discursive formulation on health management in SUS organized in the following sections: an introduction with the context of the theme, macro challenges in the scope of SUS in the coordination of health care in facing COVID-19, aspects of supporting management oordination actions and final considerations. Results: there are challenges in the coordination among federal entities, financing, consolidation of health surveillance, regulation, installed capacity, and in the management of people who refer to the importance of establishing strategies to strengthen SUS, mainly in the coordination of healthcare management. Conclusions and implications for practice: the relevance of the regulatory management authority in SUS for coordination and its organizational potential in providing better care conditions is highlighted, but it is understood that it is necessary to review the territoriality, planning, and work process, as constituent elements of health surveillance.


Objetivo: reflexionar sobre la gestión de la salud del Sistema Único de Salud (SUS), desde la perspectiva de los retos y posibilidades de superar las lagunas de coordinación en el enfrentamiento a la COVID-19. Método: Se trata de un estudio reflexivo, basado en la formulación discursiva sobre la gestión de la salud en el SUS organizada en las siguientes secciones: introducción con la contextualización del tema, macro retos en el ámbito del SUS en la coordinación de la atención de la salud para el enfrentamiento a la COVID-19, aspectos para apoyar las acciones de coordinación de la gestión y onsideraciones finales. Resultados: existen desafíos en la coordinación entre las entidades federales, el financiamiento, la consolidación de la vigilancia de la salud, la regulación, la capacidad instalada y la gestión de las personas que se refieren a la importancia de establecer estrategias para fortalecer el SUS principalmente en la coordinación de la gestión en salud. Conclusiones e implicaciones para la práctica: Se destaca la relevancia de la autoridad de gestión reguladora en el SUS para la coordinación y su potencial organizativo para proporcionar mejores condiciones de atención, aunque se entiende que es necesario revisar la territorialidad, la planificación y el proceso de trabajo, como elementos constitutivos de la vigilancia de la salud.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/epidemiology , Unified Health System/organization & administration , Coronavirus Infections/epidemiology , Health Management , Pandemics , Betacoronavirus , Personnel Management , Strategic Planning , Brazil/epidemiology , Budgets/organization & administration , Strategies , Health Care (Public Health) , Public Health Surveillance
15.
Brasília; CONASS; 2020. 201 p.
Monography in Portuguese | LILACS (Americas), ColecionaSUS, CONASS | ID: biblio-1116925

ABSTRACT

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) foi criado, em 1982, por Adib Jatene, notável médico e gestor público. Sua intenção era que os posicionamentos técnicos e políticos dos gestores estaduais fossem fortalecidos a partir da agregação dos diferentes saberes e da troca de experiências. A estratégia mostrou-se adequada, levando o Conass a integrar o que viria a ser o Sistema Único de Saúde (SUS), na representação da gestão estadual do sistema público de saúde.Nas mais de três décadas de sua existência, o Conass coleciona a participação de gestores de memorável formulação técnica e compromisso com o sistema público de saúde, revelados pelos esforços contínuos em tornar o SUS técnica e financeiramente sustentável, além de socialmente compreendido e defendido. Nessa esteira é que nos foi desvelada a oportunidade de apresentar o livro escrito pelo ex-secretário de saúde do estado de São Paulo, Dr. José Aristodemo Pinotti, médico, gestor e professor universitário, falecido em 2009. É um livro em primeira pessoa, cuja narrativa desperta diferentes emoções e para o qual o adjetivo 'visceral' aplica-se muito bem. Neste livro, o Dr. Pinotti revela suas impressões sobre o sistema de saúde em sua (in)completude. Discorre sobre a organização do SUS desde seu nascedouro, expõe as agruras vividas pelos gestores públicos, reforça a necessária interface com o sistema de ensino, distingue as especificidades da saúde da mulher e, principalmente, apresenta as relações do SUS com o Congresso Nacional, do qual foi integrante e viveu os bastidores. O livro chegou ao Conass pelas mãos do ex-presidente José Sarney, que, conhecendo seu conteúdo e sua inegável relação com os interesses da gestão estadual do SUS, sugeriu-nos avaliar a possibilidade de publicação. É um livro que, segundo Marianne Pinotti, foi motivador para seu pai: Ele escreveu e publicou sobre saúde pública desde que foi secretário de saúde de estado, entre 1987-1991. Mas a construção dos programas e dos textos, imagino, levou quase 30 anos. Ele viveu intensamente organizando o livro em seu último ano, de julho de 2008, até seu falecimento, em julho 2009. Com a permissão da família Pinotti, a quem de pronto agradecemos, foram tomadas as iniciativas de adequação do livro aos formatos que ora apresenta. Nossa pretensão é que a leitura seja capaz de influenciar o leitor a perceber que a escrita do 'Professor Pinotti' apresenta a doutrina e a prática, seus estudos e sua experiência, em uma relação responsável entre as melhores evidências e o 'fazer'. Pretendemos que o leitor compreenda o presente o livro como uma obra iniciada pelo Dr. Pinotti e que, propositadamente, não foi encerrada, de modo a imbricar a todos nós na construção ininterrupta do SUS. Sugerimos que seja entendido como um relato sobre um sistema público de saúde em formação e em constante luta para sobreviver e se aperfeiçoar. O livro é uma conversa entre o autor e cada um de seus leitores. É um convite para rememorar o passado e fundamentar a avaliação dos progressos e dos desafios que o SUS nos impõe.


Subject(s)
Primary Health Care/legislation & jurisprudence , Unified Health System/history , Public Health/history , Health Management , Legislative , Famous Persons , Brazil
16.
Brasília; CONASS; 2020. 145 p. (CONASS documenta, 34).
Monography in Portuguese | LILACS (Americas), ColecionaSUS, CONASS | ID: biblio-1119866

ABSTRACT

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), em sua missão de produção, difusão do conhecimento e incentivo à troca de experiências, apresenta esta publicação de forma didática, da teoria à prática, com intuito de promover o fortalecimento da segurança do paciente no Sistema Único de Saúde (SUS). Este caderno da Coleção Conass Documenta ­ Aprimoramento da Gestão da Segurança do Paciente no Plano Estadual de Saúde (PES) 2020-2023 ­ tem o objetivo de atualizar informações, incrementar o debate e potencializar a cooperação entre as Secretarias Estaduais de Saúde (SES), interessados e estudiosos do tema, dando ênfase à possibilidade de alcance de iniciativas sustentáveis dessa temática no SUS. Os debates que envolvem o assunto anunciam uma das preocupações globais na área da saúde pública ao revelar um dos mais importantes componentes da prestação de cuidados, capaz de potencializar o bem-estar e a qualidade de vida do paciente. Merece especial atenção o fato de que o Conass reconhece a importância da discussão do tema, dada a valiosa representação das SES, na Câmara Técnica de Qualidade no Cuidado e Segurança do Paciente (CTQCSP).A atuação da CTQCSP é o corpo e a inspiração para as narrativas que apresentam argumentos densos sobre o fortalecimento da segurança do paciente e a qualidade no cuidado na Rede de Atenção à Saúde (RAS) do SUS, em diferentes territórios estaduais. Sob tais premissas, esta publicação apresenta conceitos teóricos e ferramentas práticas para o desenvolvimento de diretrizes, objetivos e metas relativos à inserção no PES 2020-2023 e ações correspondentes à qualificação do cuidado e da segurança do paciente, promovendo resultados que fortalecem o SUS. Agradecemos a todos os colaboradores desta publicação que, além dos seus compromissos rotineiros, dedicaram seu tempo ao registro da Qualificação do Cuidado e da Segurança do Paciente nas SES, compartilhando-os generosamente.


Subject(s)
Unified Health System/organization & administration , Health Systems/organization & administration , Comprehensive Health Care/organization & administration , Health Management , Patient Safety/standards
17.
Brasília; CONASS; 2020. 157 p. (CONASS documenta, 33).
Monography in Portuguese | LILACS (Americas), ColecionaSUS, CONASS | ID: biblio-1119867

ABSTRACT

Diante da necessidade de informações atualizadas e disponíveis para o planejamento e monitoramento das ações, bem como da troca de informações clínicas entre os diversos pontos de atenção com vistas à continuidade do cuidado, torna-se cada vez mais importante a informatização dos diversos serviços de saúde. Multiplicam-se assim as demandas não só para a contratação e aquisição de equipamentos, adequação da infraestrutura e conectividade, como também para o desenvolvimento de sistemas, aplicativos e outras soluções na área de tecnologia da informação para a gestão estadual. A estruturação da gestão da Tecnologia da Informação vem se mostrando um grande desafio nas Secretarias Estaduais de Saúde (SES), situação que vem sendo evidenciada nos debates realizados nas reuniões da Câmara Técnica de Informação e Informática em Saúde do Conass. O Conselho Nacional de Secretários de Saúde publica este "Guia de Contratação de Serviços e Aquisição de Soluções em Tecnologia da Informação para a Gestão Estadual do SUS", no sentido de apoiar as equipes das SES, disponibilizando informações, esclarecendo normas e processos e orientando quanto à organização necessária para a gestão da área nas SES. Buscou-se, na organização deste manual, apresentar os temas de forma prática, apresentando os problemas e pontos a serem observados com maior cuidado nos processos de aquisição e contratação de soluções na área de Tecnologia da Informação em uma secretaria de saúde. Nesse sentido, foi fundamental contar com a contribuição e consultoria de André Luís de Almeida em sua elaboração. A experiência e as lições apreendidas por André, que, por muitos, anos coordenou a área na Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, estão presentes em todos os capítulos deste livro.


Subject(s)
Unified Health System/organization & administration , Health Systems/organization & administration , Health Management , Biomedical Technology/standards , Information Technology Management
18.
Natal; Una; 2020. 370 p. ilus.
Monography in Portuguese | LILACS (Americas), ColecionaSUS, CONASS, SES-BA | ID: biblio-1123733

ABSTRACT

Aborda a temática gestão do trabalho e da educação na saúde, apresenta análises e vivências que retratam resultados de pesquisas, reflexões e relatos de experiências que foram realizadas em diferentes localidades do Brasil


Subject(s)
Health Management , Education, Continuing , Work , Education
19.
J. Health NPEPS ; 5(1)2020.
Article in Portuguese | LILACS (Americas), BDENF | ID: biblio-1103674

ABSTRACT

Objetivo: refletir sobre o planejamento organizacional no contexto da pandemia por COVID-19 e as implicações para a gestão em enfermagem. Método: estudo téoricoreflexivo, realizado entre os dias 01 e 09 de junho de 2020 e baseado nos documentos emanados pela Direção Geral da Saúde de Portugal para o planejamento organizacional no contexto hospitalar, durante o período de 03 de março a 03 de junho de 2020. Resultados: foram identificados nove documentos do tipo normas ou orientações emitidas pela Direção Geral da Saúde, referentes às medidas para controle da pandemia da COVID-19, sendo possível a organização dos dados em duas macrocategorias: estruturas, materiais e procedimentos e exercício profissional dos enfermeiros, com enfoque no papel do enfermeiro gestor. Conclusão: a Direção-Geral da Saúde de Portugal, através da disseminação de documentos orientadores, permitiu um planejamento organizacional, ajustado às necessidades dos pacientes com COVID-19. O enfermeiro gestor teve de reorganizar a gestão de estruturas e materiais, assim como a gestão dos enfermeiros para cumprir as orientações emanadas e continuar a assegurar cuidados de qualidade aos pacientes internados em sua unidade.(AU)


Objective: to reflect on organizational planning in the context of the COVID-19 pandemic and the implications for nursing management. Method: theoretical-reflective study, carried out between 01 and 09 June 2020 and based on documents issued by the General Directorate of Health of Portugal for organizational planning in the hospital context, during the period from March 03 to June 03, 2020. Results: nine documents of the norms or guidelines issued by the Directorate-General for Health were identified, referring to the measures to control the pandemic of COVID-19, making it possible to organize the data in two macro categories: structures, materials and procedures and professional practice of nurses, focusing on the role of nurse manager. Conclusion: the Directorate-General for Health of Portugal, through the dissemination of guiding documents, allowed for organizational planning, adjusted to the needs of patients with COVID-19. The nurse manager had to reorganize the management of structures and materials, as well as the management of nurses to comply with the guidelines issued and continue to ensure quality care for patients admitted to his unit.(AU)


Objetivo: reflexionar sobre la planificación organizacional en el contexto de la pandemia COVID-19 y las implicaciones para el manejo de enfermería. Método: estudio teórico-reflexivo, realizado entre el 01 y el 09 de junio de 2020 y basado en documentos emitidos por la Dirección General de Salud de Portugal para la planificación organizativa en el contexto hospitalario, durante el período del 03 de marzo al 03 de junio. 2020. Resultados: se identificaron nueve documentos de las normas o directrices emitidas por la Dirección General de Salud, en relación con las medidas para controlar la pandemia de COVID-19, que permiten organizar los datos en dos macro categorías: estructuras, materiales y procedimientos y práctica profesional. de enfermeras, centrándose en el papel de gerente de enfermería. Conclusión: la Dirección General de Salud de Portugal, a través de la difusión de documentos guía, permitió la planificación organizacional, ajustada a las necesidades de los pacientes con COVID-19. El gerente de enfermería tuvo que reorganizar la gestión de estructuras y materiales, así como la gestión de las enfermeras para cumplir con las directrices emitidas y continuar garantizando una atención de calidad para los pacientes ingresados en su unidad.(AU)


Subject(s)
Humans , Coronavirus Infections/epidemiology , Health Management , Health Planning Guidelines , Nurse Administrators/organization & administration , Portugal/epidemiology , Data Collection/instrumentation
20.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 54: e03574, 2020.
Article in English, Portuguese | LILACS (Americas), BDENF | ID: biblio-1115159

ABSTRACT

Abstract Objective: To analyze the work process carried out by the river family health strategy teams in a municipality in the Amazon region through the perception of the managers. Method: An evaluative study with a qualitative approach. Data were collected through semi-structured interviews with managers of Primary Healthcare, document analysis and participant observation of the work by content analysis. Results: Seven managers participated. Two thematic categories stood out: "Knowledge and practices in the work process of river teams" and "Reports of successful practice experiences". Conclusion: Integrated work and team autonomy are present in the work process; successful practices are encouraged, as well as the use of light and hard-light technologies.


Resumen Objetivo: Analizar el proceso laboral llevado a cabo por los equipos de las estrategias de salud de la familia fluviales en municipio de la región amazónica mediante la percepción de los gestores. Método: Estudio evaluativo con abordaje cualitativo. Se recogieron los datos mediante entrevistas semiestructuradas con gestores de la Atención Primaria de Salud, análisis documental y observación participante del trabajo con análisis de contenido. Resultados: Participaron siete gestores. Se destacan dos categorías temáticas: "Saberes y prácticas en el proceso laboral de los equipos fluviales" y "Relatos de experiencias de prácticas exitosas". Conclusión: El trabajo integrado y la autonomía de los equipos están presentes en el proceso laboral; se incentivan las prácticas exitosas, así como la utilización de tecnologías ligeras y ligeras duras.


Resumo Objetivo: Analisar o processo de trabalho realizado pelas equipes das estratégias de saúde da família fluviais em município da região amazônica por meio da percepção dos gestores. Método: Estudo avaliativo com abordagem qualitativa. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas com gestores da Atenção Primária em Saúde, análise documental e observação participante do trabalho com análise do conteúdo. Resultados: Participaram sete gestores. Destacam-se duas categorias temáticas: "Saberes e práticas no processo de trabalho das equipes fluviais" e "Relatos de experiências de práticas exitosas". Conclusão: O trabalho integrado e a autonomia das equipes estão presentes no processo de trabalho; práticas exitosas são incentivadas, bem como a utilização de tecnologias leves e leves-duras.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Middle Aged , Health Management , Family Health Strategy , Primary Care Nursing , Unified Health System , River Basins , Qualitative Research
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL