Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 391
Filter
1.
Ciênc. Saúde Colet ; 27(1): 133-150, jan. 2022. tab, graf
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1356049

ABSTRACT

Resumo O Housing First (HF) tem se difundido no cenário internacional como uma intervenção baseada em evidência para superar a situação de rua entre pessoas com agravos de saúde mental. No Brasil, o HF tem sido adotado como referência no desenvolvimento de iniciativas voltadas para pessoas em situação de rua que fazem uso prejudicial de drogas. Estudos apontam a necessidade de maior compreensão da dinâmica implantação do modelo HF em diferentes cenários. De tal modo, utilizando o método de revisão de literatura, analisamos os fatores que facilitam e dificultam a implantação do HF. Foram selecionados 68 artigos, publicados entre 2003 e 2020, nas bases PubMed, Scopus, PsychoINFO, Embase, Lilacs e Scielo. Identificamos fatores em quatro dimensões: características da intervenção, contexto de implantação, aspectos institucionais e processo de implantação. A indisponibilidade de habitações, a falta de coordenação dos serviços necessários aos moradores e a resistência dos agentes implantadores aos princípios do HF são fatores que dificultam a implantação. Por sua vez, agentes com valores, atitudes e competências convergentes ao modelo e educação permanente aparecem como facilitadores. Apontamos a necessidade de se compreender e favorecer o processo de integração do HF aos sistemas de proteção social existentes.


Abstract Housing First (HF) has spread on the international scene as an evidence-based intervention to overcome homelessness among people with mental health problems. In Brazil, the HF has been adopted as a reference in the development of initiatives geared to people living in the streets who make harmful use of drugs. Studies point to the need for greater understanding of the dynamics of implementation in different settings. Thus, using the literature review method, we analyzed the factors that facilitate and hinder the implementation of HF. Sixty-eight papers published from 2003 to 2020 were selected from the PubMed, Scopus, PsychoINFO, Embase, Lilacs, and Scielo databases. We identified factors in four dimensions: intervention characteristics, implementation context, institutional aspects, and implementation process. The unavailability of housing, the lack of coordination of the services needed by residents, and the resistance of implementing agents to the HF principles are factors that hinder the implementation. In turn, agents with values, attitudes, and skills converging with the model and continuing education appear as facilitators. We point out the need to understand and favor the HF integration process in the existing social protection systems.


Subject(s)
Humans , Homeless Persons , Substance-Related Disorders , Social Problems , Brazil , Housing
2.
Ciênc. Saúde Colet ; 27(1): 17-26, jan. 2022.
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1356042

ABSTRACT

Resumo Este artigo tem como objetivo apresentar a potencialidade de táticas e estratégias de habitar a cidade utilizadas por pessoas em situação de rua, em Brasília (DF), como meios para se pensar produções de cuidado e vínculo junto à Atenção Primária à Saúde (APS). Primeiramente, discutiremos o sentido amplo dessa noção de se habitar como um conjunto de criações e inovações cotidianas que se estabelecem como formas passageiras e circunstais de criação de vínculos, e cuidados e também como instrumentos cotidianos do trabalho da saúde dentro do contexto do Sistema Único de Saúde (SUS). Posteriormente, apresentaremos dois relatos de pessoas em situação de rua na intenção de exemplificar fazeres na cidade partindo de suas casas edificadas nas ruas da cidade. A análise desses encontros abre caminho primeiramente para a contextualização das vidas nas ruas destacando os movimentos que operam no sentido de invisibilidade desse contingente e as precariedades e fragilidades dessas práticas e existências na e da cidade. Como perspectiva final de análise, pontuaremos o encontro dessas práticas para se habitar com os fazeres e tecnologias utilizados pela saúde no processo de se cuidar pelos espaços da cidade.


Abstract This paper aims to present the potential city dwelling tactics and strategies employed by People Living on the Streets (PLS) in Brasília, Brazil, to reflect on the production of care and bonding within the Brazilian PHC (known as APS). First, we will discuss the broad sense of this notion of living as a set of everyday creations and innovations established as transient and circumstantial ways of creating bonds and care and as daily tools of health workers within the Brazilian Unified Health System (SUS). We will then present two PLS narratives to offer examples of actions performed in their homes built in the streets. The analysis of these encounters allows us to contextualize their lives on the streets, highlighting the movements that lead to the invisibility of this population and the precarious and fragile state of these practices and existences in and of the city. As a final perspective, we will point to the meeting of these living practices with the actions and technologies used by health workers in the process of self-care in the urban spaces.


Subject(s)
Humans , Homeless Persons , Brazil , Cities , Health Personnel , Government Programs
3.
Ciênc. Saúde Colet ; 27(1): 123-132, jan. 2022.
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1356038

ABSTRACT

Resumo Mediante o processo de estigmatização existente sobre a População em Situação de Rua que faz uso de drogas e a reprodução de violências nos serviços de saúde, refletiu-se neste artigo sobre esse público e o espaço da rua para além da visão de decrepitude com que costumeiramente são vistos. Nesse sentido, a pesquisa tomou contornos a partir do objetivo de conhecer práticas e saberes construídos nos processos de cuidado entre a População em Situação de Rua usuária de drogas. Para isso, delineou-se um estudo qualitativo, utilizando-se da triangulação das técnicas de observação participante, a partir da inserção de uma das pesquisadoras em um Consultório na Rua, em uma cidade no interior de Pernambuco, e duas modalidades de entrevistas individuais em profundidade: a entrevista episódica e a entrevista narrativa. A partir dos dados obtidos, delineou-se três categorias temáticas: "Sujeitos, territorialidades e contextos", "Drogas, medicalização de problemas sociais e controle" e "Redução de danos, singularidades e produção de cuidado no território". Construíram-se, assim, compreensões sobre as normativas e dicotômicas que atravessam a visão sobre a População em Situação de Rua, pretendendo contribuir para a consolidação da oferta de cuidado orientada pela perspectiva da Redução de Danos.


Abstract Through the stigmatization of drug-using People Living on the Streets (PLS) and the reproduction of violence in health services, this paper reflected on this community and the street space beyond the view of decrepitude with which they are usually seen. In this sense, the research contours were shaped from the objective of knowing practice and knowledge constructed in the care processes among the drug-using PLS. A qualitative study was designed, using the triangulation of participant observation techniques, from the inclusion of one of the researchers in a "Street Clinic" (Consultório na Rua), in an inland city of the state of Pernambuco, Brazil, and two types of in-depth individual interviews: the episodic interview and the narrative interview. Three thematic categories were outlined from the data retrieved, as follows: "subjects, territorialities and contexts", "drugs, social problem medicalization, and control", and "harm reduction, singularities and care production in the territory". Thus, understandings about the norms and dichotomies that cross the view of PLS were constructed to consolidate the care offer guided by the perspective of harm reduction.


Subject(s)
Humans , Homeless Persons , Pharmaceutical Preparations , Substance-Related Disorders/epidemiology , Harm Reduction , Qualitative Research
4.
Ciênc. Saúde Colet ; 27(1): 151-160, jan. 2022.
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1356024

ABSTRACT

Resumo Representações sociais históricas sobre estigma e preconceito relacionado à População em Situação de Rua (PSR) provocam sofrimento psíquico, sentimento de vergonha, afastamento das relações familiares e sociais. Esse artigo objetivou entender como a PSR e os profissionais de saúde percebem, reproduzem, elaboram e lidam as representações produzidas por suas condições sociais. Pesquisa qualitativa, que envolve Observação Participante; Entrevistas com 24 PSR e Grupo Focal com profissionais dos serviços que prestam cuidado à PSR. O estudo foi realizado no município do Rio de Janeiro em local onde o uso do crack tem prevalência importante. Análise foi realizada pelo método da narrativa fenomenológica. O estereótipo provoca uma autoimagem de pessoa indigna, indesejada, que justifica discriminações cotidianas e, sobretudo, a perda da condição mais importante de todos os seres: sua condição humana, além de legitimar desassistência e violência contra elas. Aprofundar as relações entre preconceitos e discriminações em contexto de população vulnerável e serviços de saúde, pode auxiliar projetos terapêuticos que promovam diminuição do sofrimento psíquico, melhor assistência e reconhecimento social de cidadania da PSR.


Abstract Historical, social representations about stigma and prejudice related to unhoused people cause psychological distress, feeling of shame, and withdrawal from family and social relationships. This paper aimed to understand how unhoused people and health professionals perceive, reproduce, elaborate, and address the representations produced by their social conditions. This qualitative research employed participant observation, interviews with 24 unhoused people, and a focus group with professionals from the services providing care to the unhoused people. The study was conducted in Rio de Janeiro, Brazil, where crack use is very prevalent. An analysis was performed using the phenomenological narrative method. Stereotyping conjures the self-image of an unworthy, unwanted person, which justifies daily discrimination and, above all, the loss of the most critical condition of all beings, namely, their human condition, besides legitimizing the lack of care and violence against them. Deepening the relationship between prejudice and discrimination in the context of vulnerable populations and health services can assist therapeutic projects that promote the reduction of psychological distress, better care, and social recognition of citizenship of the unhoused people.


Subject(s)
Humans , Homeless Persons , Community Participation , Prejudice , Stereotyping , Brazil , Social Stigma , Health Services Accessibility
5.
Saúde Soc ; 31(1): e200939, 2022. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1366022

ABSTRACT

Resumo Este estudo buscou construir e validar um álbum seriado sobre redução de danos para pessoas em situação de rua. Foi desenvolvida pesquisa metodológica para a construção e validação do álbum seriado por 22 juízes especialistas. Foi considerado índice de concordância de, no mínimo, 80% para se garantir a validação do material. Houve nível de concordância de 100% quanto aos objetivos do material, assim como sua relevância para prática clínica. A estrutura e apresentação obteve concordância de 95,5%. Assim, o índice de validade de conteúdo global na validação com juízes foi igual a 0,99, o que confirma a validação de conteúdo e aparência junto aos especialistas da área. A tecnologia foi considerada válida quanto ao conteúdo, podendo ser utilizada como ferramenta educativa sobre redução de danos, e como meio de aproximação e construção de vínculo do profissional com pessoas em situação de rua nos serviços de saúde e assistência social.


Abstract This study sought to build and validate a serialized album on harm reduction for homeless persons. Methodological research was developed for the construction and validation of the serialized album by 22 expert judges. An agreement index of at least 80% was considered to ensure its validation. There was a 100% agreement level regarding the objectives of the educational material, as well as its relevance to clinical practice; structure and presentation obtained 95.5% agreement. As for the judges' validation, the global content validity index was 0.99, thus confirming the validation of content and appearance among specialists in the field. The technology was considered valid in terms of content, and can be used as an educational tool on harm reduction and as a means to approach and build bonds between professionals and homeless persons in health and social services.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Homeless Persons , Health Education , Educational Technology , Validation Study , Harm Reduction
6.
Psicol. ciênc. prof ; 42: e235503, 2022. tab
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1360646

ABSTRACT

Resumo É cada vez maior o número de pessoas vivendo nas ruas, contudo, ainda são reduzidos os estudos e as políticas públicas voltados ao público feminino, razão pela qual este artigo focalizou o cotidiano das ruas objetivando analisar as implicações psicossociais dos estigmas e preconceitos na vida das mulheres em situação de rua. Ser mulher nesse cenário evoca relações de poder inseridas no conceito de gênero, considerado enquanto construção social e calcado em relações patriarcais. Estar nas ruas é estar exposta e ser alvo de ações discriminatórias que passam pela invisibilidade perante as políticas públicas, por processos de exclusão e por ações violentas perpetradas na rede de relações tecidas a partir da rua. Realizamos uma pesquisa qualitativa, na qual utilizamos entrevistas em profundidade com sete mulheres em situação de rua na cidade de Maracanaú (CE). O material coletado foi submetido à Análise de Conteúdo, que contou com apoio do software Atlas Ti 5.2 para identificar processos opressivos presentes nos estigmas e nos preconceitos, que atuam por meio de desqualificação e descrédito dessas mulheres e conduzem a sentimentos de humilhação e vergonha capazes de incidir sobre seus modos de vida e sobre as relações estabelecidas em seu cotidiano.(AU)


Abstract The number of people living on the streets is increasing, yet studies and public policies aimed at the female public are still scarce, which is why this article turned to the daily life of the streets to analyze the psychosocial implications of stigmas and prejudices in homeless women's lives. Being a woman in this scenario evokes power relations inserted in the concept of gender, considered as a social construction and based on patriarchal relations. To be on the streets is to be exposed and to be the target of discriminatory actions that include invisibility in the face of public policies, processes of exclusion, and violent actions perpetrated in the network of relationships woven from the streets. We conducted qualitative research, in which we use in-depth interviews, with seven homeless women in the city of Maracanaú (Ceará, Brazil). We submitted the collected material to Content Analysis, which used the Atlas ti 5.2 software to identify oppressive processes present in the stigmas and prejudices, which act by disqualifying and discrediting these women and lead to feelings of humiliation and shame capable of affecting their ways of life and the relationships established in their daily lives.(AU)


Resumen El número de personas que viven en las calles está aumentando cada vez más, pero aún se observan pocos estudios sobre el tema y escasas políticas públicas dirigidas al público femenino, por lo que este artículo ha recurrido a la vida cotidiana de las calles para analizar las implicaciones psicosociales de los estigmas y prejuicios en la vida de las mujeres en la calle. Ser mujer en este escenario evoca las relaciones de poder bajo el concepto de género, considerado como una construcción social y que se basa en las relaciones patriarcales. Estar en las calles es estar expuesta y ser objeto de acciones discriminatorias que pasan por la invisibilidad ante las políticas públicas, por procesos de exclusión y las acciones violentas perpetradas en la red de relaciones tejidas desde la calle. Se realizó una investigación cualitativa, en la cual se aplicaron entrevistas a profundidad con siete mujeres en situación de calle en la ciudad de Maracanaú (Ceará, Brasil). Se aplicó el análisis de contenido en el material, utilizando el software Atlas ti 5.2 para identificar los procesos opresivos presentes en estigmas y prejuicios, que actúan por medio de la descalificación y el descrédito de estas mujeres produciendo sentimientos de humillación y vergüenza capaces de incidir en sus formas de vida y las relaciones establecidas en su cotidiano.(AU)


Subject(s)
Humans , Female , Adult , Prejudice , Women , Homeless Persons , Christianity , Social Oppression , Poverty , Public Policy , Shame , Socioeconomic Factors , Unified Health System , Life , Social Vulnerability , Qualitative Research
7.
Einstein (Säo Paulo) ; 20: eAO6237, 2022. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1364803

ABSTRACT

ABSTRACT Objective To describe the profile of professionals assisting homeless and socially vulnerable populations tested for COVID-19, and to determine potential associations with exposure at the workplace, on the way to work, or at home, among infected professionals. To describe disease symptoms and progression and to investigate potential associations with age, sex and exposure at the workplace, on the way to work, or at home. Methods A retrospective analysis of data of 173 workers employed by Serviço Franciscano de Solidariedade tested for SARS-CoV-2. Between May 20 and June 2, 2020, professionals and volunteers were tested for anti-SARS-CoV-2 IgG and IgM antibodies, by means of qualitative rapid chromatographic immunoassay in whole blood. A questionnaire was used to collect data on demographic characteristics and working conditions, history and date of onset of symptoms and risk factors. Quantitative variables were expressed as mean and standard deviation, or median, maximum, and minimum values. Data normality was investigated using the Kolmogorov-Smirnov test. Results A total of 46 (26.6%) participants had positive serologic tests. Of participants with negative serologic test results, 109 (85.8%) were asymptomatic. History of symptoms was the most significant independent factor associated with positive serology. Serologic test results and symptoms differed significantly according to housing (p=0.045) and working (p<0.001) conditions. More than half of participants (52.4%) living in shared households tested positive, compared to 23% of participants living in family households. Participants working remotely from home did not test positive. In seropositive participants, onset of symptoms was associated with workplace exposure and shared housing conditions. Conclusion History of symptoms was associated with positive serology for COVID-19. Shared housing conditions tended to be associated with higher risk of infection. Onset of symptoms was associated with higher levels of workplace exposure and shared housing conditions in seropositive participants.


Subject(s)
Humans , Homeless Persons , COVID-19 , Immunoglobulin M , Retrospective Studies , SARS-CoV-2
8.
Anon.
Vínculo ; 18(3): 94-97, set.-dez. 2021. ilus
Article in Portuguese | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1347953

ABSTRACT

O CAPSij é um equipamento do Sistema Único de Saúde (SUS) de Saúde Mental, destinado ao atendimento de situações de sofrimento psíquico grave e/ou persistente e de vulnerabilidade social, na Infância e Adolescência. O acompanhamento dos casos é conduzido pela equipe do serviço, composta por profissionais provenientes de diversas áreas, tais como: Psicologia, Serviço Social, Terapia Ocupacional, Enfermagem e Psiquiatria. O presente trabalho foi realizado em um Capsij, localizado na região sudeste da cidade de São Paulo e atendido por: uma psicóloga, uma terapeuta ocupacional e uma enfermeira da equipe. Trata-se de uma adolescente e sua família, que ao longo de dois anos, foram inseridas em diversos dispositivos terapêuticos do serviço. Sua história de vida é marcada pelo abandono e adoção por figuras parentais ambivalentes. As principais queixas se referiram a tentativas de suicídio, uso de drogas e fugas de casa. Ao longo do acompanhamento, foi observado um reposicionamento subjetivo da adolescente, que passou a se utilizar de suas habilidades artísticas, como novas possibilidades de laço social. Além de uma maior disponibilidade materna para acolher e cuidar da filha adotiva.


CAPSij is a piece of equipment of the Unified Health System (SUS) of Mental Health, intended to attend to situations of severe and / or persistent psychological distress and social vulnerability in childhood and adolescence. The follow-up of cases is conducted by the service team, composed of professionals from various areas, such as: Psychology, Social Work, Occupational Therapy, Nursing and Psychiatry. The present work was carried out in a Capsij, located in the southeastern region of São Paulo city and attended by: a psychologist, an occupational therapist and a team nurse. This is a teenager and her family, who over two years, were inserted in various therapeutic devices of the service. Her life story is marked by abandonment and adoption by ambivalent parental figures. The main complaints referred to suicide attempts, drug use and homelessness. During the follow-up, a subjective repositioning of the adolescent was observed, which started to use her artistic skills as new possibilities for social bonding. In addition to greater maternal availability to welcome and care for the adopted daughter.


CAPSij es un equipo del Sistema Unificado de Salud (SUS) de Salud Mental, destinado a atender situaciones de angustia psicológica grave y / o persistente y vulnerabilidad social en la infancia y la adolescencia. El seguimiento de los casos es realizado por el equipo de servicio, compuesto por profesionales de diversas áreas, tales como: psicología, trabajo social, terapia ocupacional, enfermería y psiquiatria. El presente trabajo se llevó a cabo en un Capsij, ubicado en la región sureste de la ciudad de São Paulo y contó con la asistencia de: un psicólogo, un terapeuta ocupacional y una enfermera del equipo. Esta es una adolescente y su familia, que durante más de dos anos, se insertaron en varios dispositivos terapêuticos del servicio. La historia de su vida está marcada por el abandono y la adopción de figuras parentales ambivalentes. Las principales quejas se referían a intentos de suicidio, uso de drogas y personas sin hogar. Durante el seguimiento, se observó un reposicionamiento subjetivo de la adolescente, que comenzó a utilizar sus habilidades artísticas como nuevas posibilidades de vinculación social. Además de una mayor disponibilidad materna para acoger y cuidar a la hija adoptada.


Subject(s)
Humans , Female , Adolescent , Patient Care Team , Suicide , Homeless Persons , Adoption , Nuclear Family , Child Abuse , Social Vulnerability , Child, Adopted , Psychological Distress , Mental Health Services
9.
Gerais (Univ. Fed. Juiz Fora) ; 14(spe): 1-22, dez. 2021. ilus, tab
Article in Portuguese | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1350786

ABSTRACT

Esta revisão sistemática teve como objetivo caracterizar a produção científica no Brasil sobre as pessoas em situação de rua. Foi realizada uma busca nas bases de dados Scielo e BIREME, com o descritor homeless, de artigos publicados por autores brasileiros que retratassem experiências nacionais nas áreas das Ciências Humanas e Sociais, entre os anos de 2008 a janeiro de 2018. Foram identificados 96 artigos, sendo selecionados e analisados 36 destes. Os resultados foram agrupados nas dimensões social e saúde. Os principais resultados foram: crescimento no número de publicações, principalmente na saúde, advindas de autores do Sudeste, com foco em São Paulo, pesquisas qualitativas, o cotidiano das ruas na dimensão social, e a saúde mental e o consumo abusivo de álcool e outras drogas na dimensão saúde. Sugere-se a ampliação da pesquisa para outros países e para as produções de teses e dissertações.


This systematic review aimed to characterize the scientific production in Brazil about homeless people. A search in SciELO and BIREME databases, using the descriptor homeless of articles published by Brazilian authors that portrayed national experiences in the areas of Human and Social Sciences from 2008 to January 2018 was performed. A total of 96 articles were identified, and 36 articles were selected and analyzed. The results were grouped in the social and health dimensions. The main results were an increase in the number of publications, mainly in health, publications coming from authors from the Southeast with a focus on São Paulo, qualitative research, street life in the social dimension and mental health and abusive consumption of alcohol and other drugs in the health dimension. We suggest the expansion of the research to other countries and more productions of theses and dissertations.


Subject(s)
Homeless Persons , Psychology, Social , Social Work , Health , Mental Health , Social Vulnerability
10.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1352948

ABSTRACT

2021.176470Introdução: o Consultório na Rua é uma estratégia da Atenção Básica no Sistema Único de Saúde (SUS), que tem como finalidade promover o cuidado às pessoas em situação de rua, sendo o serviço de referência sanitária para esta população. Através de ações que permitam a construção do vínculo de confiança, os profissionais promovem cuidado e assistência de saúde às demandas dos usuários. Objetivo: descrever as experiências, histórias e sentimentos vivenciados pelos profissionais do Consultório na Rua de Maceió-AL. Métodos: trata-se de estudo descritivo-exploratório, com abordagem qualitativa, realizado com 13 profissionais do Consultório na Rua de Maceió, cuja produção de dados ocorreu no período de outubro a dezembro de 2018, através da técnica da entrevista semiestruturada e dos registros em diário de campo. Os dados foram analisados pela técnica da Análise de Conteúdo, na modalidade temática, e discutidos à luz da literatura sobre a temática do Consultório na Rua. Resultados: a partir das entrevistas com os profissionais emergiram as seguintes temáticas: 1) experiências únicas; 2) histórias que marcam; e 3) sentimentos que transformam. Conclusão: pode-se concluir que o Consultório na Rua se mostra como um trabalho que gera ricas experiências e sentimentos para os profissionais, e que permite que os profissionais conheçam as histórias de vida dessa população ao mesmo tempo em que são afetados nesse processo. (AU)


Introduction: The Street Office is a Primary Care strategy in the Unified Health System (SUS), which aims to promote care for homeless people, being the health reference service for this population. Through actions that allow the construction of the bond of trust, professionals promote health care and care to the users' demands. Objective: Describing the experiences, stories and feelings experienced by the professionals of the Street Office of Maceió-AL. Methods: This is a descriptive-exploratory study with a qualitative approach, conducted with 13 professionals from the Street Office of Maceió, whose data production occurred from October to December 2018, through the semi-structured interview technique and records in a field diary. The data were analyzed by the content analysis technique, in the thematic modality, and discussed in the light of the literature on the theme of the Street Office. Results: From the interviews with the professionals emerged the following themes: 1) unique experiences; 2) stories that mark; and 3) feelings that transform. Conclusion: It can be concluded that the Street Office is shown as a work that generates rich experiences and feelings for professionals, allowing professionals to know the life histories of this population while they are affected in this process. (AU)


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Primary Health Care , Unified Health System , Homeless Persons , Health Strategies , Health Personnel , Qualitative Research , Humanization of Assistance , Basic Health Services
11.
Rev. enferm. UERJ ; 29: e56956, jan.-dez. 2021.
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1224594

ABSTRACT

Objetivo: avaliar o desempenho das atividades de vida diárias e identificar diagnósticos de enfermagem de pessoas em situação de rua. Métodos: estudo transversal, realizado de abril a julho de 2017, com 52 pessoas. Para coleta de dados, foi utilizado instrumento fundamentado no modelo teórico de Roper-Logan e Tierney. Foram consideradas dependentes as atividades de vida com frequência igual ou superior a 40%, para inferência dos diagnósticos utilizou-se referencial de Risner. Resultados: as atividades de vida dependentes foram: trabalho e distração (92,3%), morte (88,5%), sexualidade (76,9%), sono (71,2%), manter ambiente seguro (71,2%), respirar (61,5%), eliminar (53,8%) e alimentar-se (51,9%). Os diagnósticos mais frequentes: Disposição para comunicação melhorada (96%), Desobstrução ineficaz das vias aéreas (94%), Risco de contaminação (77%) e Controle de impulsos ineficaz (73%). Conclusão: evidenciou-se que pessoas em situação de rua possuem dependência de cuidados em atividades de vida diária relacionados a aspectos fisiológicos, sociais e emocionais.


Objective: to evaluate performance of activities of daily living (ADLs) and to identify nursing diagnoses for people living on the streets. Methods: in this cross-sectional study of 52 people, data were collected between April and July 2017 using an instrument based on the Roper-Logan-Tierney theoretical model. ADLs with frequency of 40% or more were considered to be care-dependent; diagnoses were inferred using a Risner framework. Results: dependent ADLs were: working and playing (92.3%), dying (88.5%), expressing sexuality (76.9%), sleeping (71.2%), maintaining a safe environment (71.2 %), breathing (61.5%), eliminating body wastes (53.8%), and eating (51.9%). The most frequent diagnoses were: improved communication disposition (96%), ineffective airway clearance (94%), contamination risk (77%), and ineffective impulse control (73%). Conclusion: people living on the streets were found to be dependent on care in physiological, social and emotional ADLs.


Objetivo: evaluar el desempeño de las actividades de la vida diaria e identificar diagnósticos de enfermería para personas que viven en la calle. Métodos: estudio transversal, realizado entre abril y julio de 2017, con 52 personas. Para la recolección de datos se utilizó un instrumento basado en el modelo teórico de Roper-Logan y Tierney. Se consideraron como dependientes las actividades de vida con una frecuencia igual o superior al 40%. Para inferir los diagnósticos se utilizó el modelo referencial de Risner. Resultados: las actividades de la vida dependientes fueron: trabajo y distracción (92,3%), muerte (88,5%), sexualidad (76,9%), sueño (71,2%), mantener un ambiente seguro (71,2%), respirar (61,5%), eliminar (53,8%) y alimentarse (51,9%). Los diagnósticos más frecuentes: Mejora de la disposición comunicativa (96%), Limpieza ineficaz de la vía aérea (94%), Riesgo de contaminación (77%) y Control ineficaz de los impulsos (73%). Conclusión: se evidenció que las personas que viven en la calle son dependientes de cuidados en las actividades de la vida diaria relacionadas con los aspectos fisiológicos, sociales y emocionales.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Middle Aged , Nursing Diagnosis , Homeless Persons , Activities of Daily Living , Cross-Sectional Studies , Nursing Care
12.
Vínculo ; 18(2): 1-10, jul.-dez. 2021. ilus
Article in Spanish | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1341792

ABSTRACT

O trabalho é uma reflexão crítica sobre uma intervenção realizada no Centro Nocturno (Albergue) do Programa de Atención a Personas en Situación de Calle (PASC), do Ministerio de Desarrollo Social (MIDES, Uruguai) que visa à reinserção sociocultural/laboral dos usuários. Trabalhou-se com a equipe do albergue (coordenador, técnicos e educadores), a partir de uma demanda da Coordenação do Albergue ao Departamento de Fotolinguagem da Asociación de Psicopatología y Psiquiatría de la Infancia y la Adolescencia (APPIA). A metodologia combinou Fotolinguagem, Palavra e Psicodrama. O discurso dos participantes foi analisado salvaguardando a identidade dos participantes. Surgiram elementos que colocavam em risco a saúde ocupacional. Estes resultavam de uma tarefa altamente exigente, com insuficientes antecedentes e recursos disponíveis no sistema institucional. Trata-se de um trabalho pioneiro que exige a convivência com o erro em situações extremas. Foi observado um aumento da autoconfiança para desbravar um território desafiador. Foi valorizado o ato de fazer, de transcender e de criar saberes, assim como o conhecimento que surge da experiência para contribuir e trocar ideias com outras instituições e melhorar assim os programas de intervenção.


This work is a critical reflection on an intervention carried out at a night shelter of the Homeless Assistance Program (PASC), under the Ministry of Social Development (MIDES), aimed at the socio-cultural/labour reintegration of the users. The intervention was carried out with the work team (coordinator, technicians and educators) upon request of the Coordinator to the Photolanguage Department of the Uruguayan Association of Psychopathology and Psychiatry of Children and Adolescents (APPIA). The methodology articulated Photolanguage, words and Psychodrama. The discourse of the participants was analyzed without disclosing their identities. There were working conditions that jeopardized their occupational health; they involved a very demanding job combined with a lack of background and resources in the institutional system. It is a pioneering work that requires coping with error in extreme situations. Participants experienced an increase in their self-confidence which was necessary to open new pathways in a challenging territory. Participants placed value on hands-on experience, on going beyond what was already accomplished by creating new knowledge that can contribute to enhance the interaction with other professionals and institutions to improve future programs.


El trabajo es una reflexión crítica sobre una intervención en un Centro Nocturno (Refugio) del Programa de Atención a Personas en Situación de Calle (PASC) del Ministerio de Desarrollo Social (MIDES), cuyo objetivo es la reinserción socio-cultural/laboral de los usuarios. Se trabajó con el equipo del Centro (coordinador, técnicos y educadores) por demanda de la Coordinación del Centro al Departamento de Fotolenguaje de la Asociación de Psicopatología y Psiquiatría de la Infancia y la Adolescencia (APPIA). La metodología articuló Fotolenguaje, Palabra y Psicodrama. Se analizó el discurso de los participantes salvaguardando la identidad de los mismos. Surgieron elementos que ponen en riesgo la salud laboral, y que se generaron por tarea altamente exigente con escasos antecedentes y recursos disponibles en el sistema institucional. Es un trabajo pionero que exige la convivencia con el error en situaciones límites. Se observó un aumento de la auto-confianza para abrir caminos en un terreno desafiante. Se valora el hacer, trascender y crear saberes, así como el conocimiento que surge de la experiencia para intercambiar con otras instituciones para mejorar los programas de intervención.


Subject(s)
Psychodrama , Social Change , Homeless Persons , Refugee Camps , Shelter , Emigrants and Immigrants , Group Processes
13.
Ciênc. Saúde Colet ; 26(10): 4749-4759, out. 2021. tab, graf
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1345693

ABSTRACT

Resumo O objetivo deste artigo é avaliar a associação entre estar privado de liberdade ou em situação de rua e o insucesso no desfecho dos casos de tuberculose diagnosticados no Brasil em 2015. Foram estudados casos de tuberculose na população privada de liberdade e em situação de rua do Brasil em 2015, por análise descritiva e regressão logística baseado no Sistema de Informação de Agravos de Notificação. Em 2015 notificou-se 82.056 casos de tuberculose, destes 7.462 (10,3%) estavam privados de liberdade e 2.782 (3,9%) em situação de rua. A proporção de sucesso no desfecho dos casos na população privada de liberdade foi de 78,6%, enquanto na população em situação de rua, a proporção de insucesso foi 63,2%. Estar privado de liberdade mostrou-se protetor para o insucesso no desfecho dos casos (Razão de Chances ajustada 0,68, IC95% 0,63-0,73), enquanto estar em situação de rua mostrou-se um fator de risco para o insucesso (Razão de Chances ajustada 2,38, IC95% 2,17-2,61). O desfecho dos casos de tuberculose se diferencia entre as populações privada de liberdade e em situação de rua, fazendo-se necessário a implantação de políticas públicas de saúde que considerem suas especificidades e seja articulada com órgãos sociais e segurança a fim de que impacte nos indicadores da doença.


Abstract This article aims to assess the association between being a prisoner or homeless and treatment failure in cases of tuberculosis diagnosed in Brazil in 2015. We examined cases of tuberculosis in prisoners and the homeless in Brazil in 2015 reported to the national notifiable diseases information system using descriptive analysis and logistic regression. There were 82,056 cases of tuberculosis in 2015. Of these, 7,462 (10.3%) were prisoners and 2,782 (3.9%) were homeless. The rate of treatment success in prisoners was 78.6%, while the rate of failure in the homeless was 63.2%. Being a prisoner was a protective factor against treatment failure (adjusted odds ratio 0.68, 95%CI 0.63-0.73), while being homeless was a risk factor for treatment failure (adjusted odds ratio 2.38, 95%CI 2.17-2.61). Treatment success and failure rates differed between prisoners and the homeless. Our findings reinforce the need for public health policies tailored to the specific needs of these groups implemented in conjunction with social services and public security agencies in order to have a significant impact on TB incidence.


Subject(s)
Humans , Prisoners , Tuberculosis/drug therapy , Tuberculosis/epidemiology , Homeless Persons , Brazil/epidemiology , Treatment Outcome , Vulnerable Populations
14.
Rev. APS ; 24(1): 109-126, 2021-10-18.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1359395

ABSTRACT

Objetivo: Analisar as implicações dos profissionais da Atenção Primária com vistas ao atendimento em saúde à população em situação de rua utilizando, para isto, o referencial teórico-metodológico da Análise Institucional (AI), na perspectiva da análise no papel. Método: Trata-se de um estudo descritivo exploratório com abordagem qualitativa. Foram aplicadas entrevistas semiestruturadas a cinco profissionais que atuam em uma Unidade Básica de Saúde, em um município do Piauí. Resultados: Os dados apontam para um entrave ainda presente no imaginário dos profissionais da saúde, que é uma ótica de ações paternalistas e higienistas para a população em situação de rua, embora, indiquem a relevância de um cuidado efetivo, multiprofissional e intersetorial. Identificou-se, ainda, a necessidade de investir em formações permanentes das equipes da Estratégia Saúde da Família, discutindo a relevância do atendimento da Pessoa em Situação de Rua na Atenção Primária à Saúde.


Objective: To analyze the implications of Primary Care professionals focusing on the health care for the street population using the theoretical-methodological framework of Institutional Analysis (AI) from the perspective of the role analysis. Method: This is an exploratory, descriptive study with a qualitative approach. Semi-structured interviews were applied with 05 professionals working in a Basic Health Unit in a municipality of Piauí. Results: The data point to an obstacle still present in the health professionals' imaginary, which is a view of paternalistic and hygienist actions for the street population, although they indicate the relevance of effective, multiprofessional, and intersectoral care. The need to invest in permanent training of the Family Health Strategy teams was also identified, discussing the relevance of the assistance to the Person in Street Situation in Primary Health Care.


Subject(s)
Primary Health Care , Homeless Persons
15.
Rev. Ciênc. Méd. Biol. (Impr.) ; 20(2): 253-258, set 29, 2021. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1354448

ABSTRACT

Objetivo: descrever o perfil sociodemográfico e epidemiológico das pessoas privadas de liberdade e da população em situação de rua com tuberculose em Belo Horizonte. Metodologia: estudo ecológico descritivo. A fonte de dados foi o Sistema de Informação de Agravos de Notificação do município de Belo Horizonte-MG, de 2015 a 2017. Resultados: observou-se 43 casos de tuberculose em pessoas privadas de liberdade e 188 na população em situação de rua, sendo a maioria do sexo masculino, raça preta ou parda e com idade média de 38 e 40 anos, respectivamente. Nos dois públicos a escolaridade foi inferior a 12 anos e a maioria não era beneficiária de auxílio financeiro. Como comorbidades destaca-se a coinfecção HIV/TB, o alcoolismo e o tabagismo. A ocorrência de tuberculose multidrogarresistente foi de 5% entre os privados de liberdade. Destaca-se a baixa realização do teste rápido molecular. O tratamento diretamente observado foi pouco implementado nos dois grupos e o abandono foi a principal situação de encerramento na população de rua. Conclusões: o perfil sociodemográfico identificado apresenta características de grupos em situação de vulnerabilidade, com menos acesso a diagnóstico e tratamento de qualidade e desfechos mais desfavoráveis na tuberculose. Espera-se mais atuação das autoridades sobre os determinantes sociais de vulnerabilidade, visando sucesso na cura e controle da tuberculose.


Objective: to describe the sociodemographic and epidemiological profile of people deprived of their liberty and the homeless population with tuberculosis in Belo Horizonte. Methodology: descriptive ecological study. The data source was the Information System for Notifiable Diseases in the city of Belo Horizonte-MG, from 2015 to 2017. Results: 43 cases of tuberculosis in people deprived of their liberty and 188 in the homeless population, being the majority male, black or brown and with an average age of 38 and 40 years, respectively. In both publics, schooling was less than 12 years and most were not beneficiaries of financial aid. As comorbidities, HIV/ TB co-infection, alcoholism and smoking stand out. The occurrence of multidrug-resistant tuberculosis was 5% among those deprived of their liberty. The low performance of the rapid molecular test stands out. The directly observed treatment was poorly implemented in both groups and abandonment was the main situation of closure in the homeless population. Conclusion: the sociodemographic profile identified presents characteristics of groups in situations of vulnerability, with less access to quality diagnosis and treatment and more unfavorable outcomes in tuberculosis. It is expected more work of authorities on the social determinants of vulnerability, aiming at success in healing and control of tuberculosis.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Child , Adult , Prisoners , Tuberculosis , Homeless Persons , Social Vulnerability , Vulnerable Populations , Tobacco Use Disorder , Epidemiology, Descriptive , Cross-Sectional Studies , HIV , Continental Population Groups , Alcoholism , Evaluation Studies as Topic
16.
Ciênc. Saúde Colet ; 26(8): 3077-3086, ago. 2021.
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1285945

ABSTRACT

Resumo O presente artigo problematiza a baixa potência das ofertas tradicionais para o cuidado de usuários ditos complexos no campo da saúde. A partir das narrativas de duas usuárias-guia buscou-se mostrar que profissionais, serviços e políticas que desconsideram singularidades envolvidas no cuidado, apoiados em relações assimétricas são, frequentemente, questionados na sua capacidade de produzir ofertas significativas. Duas pesquisas qualitativas de ethos cartográfico buscaram refletir com base em duas usuárias-guia em seus territórios e que no encontro com pesquisadores e profissionais de saúde, estes experimentaram o impacto da desterritorialização de si e de seus conceitos. O processo cartográfico permitiu a produção de um "comum", ou um modo de operar o trabalho em saúde. Sai de cena a doença como guia, a vulnerabilidade como impotência, para dar lugar à "defesa de uma vida que vale a pena ser vivida" como guia. Vidas possíveis que os usuários engendram, estejam ou não em situação de rua ou qualquer vulnerabilidade.


Abstract This paper discusses the low power of traditional care offers for so-called complex users in the health sector. It aims to show, from the narratives of two guiding-users, that professionals, services, and policies disregard the multiple singularities involved in the care and attempt to overlap their knowledge in asymmetrical relationships. They are often put at stake in their ability to generate interesting and more life-producing offers. In this sense, this work built on two qualitative, cartographic studies that aimed to reflect, based on two guiding-users, promoting considerations on how contact with the field/territory and the meeting with these two women (guiding-users) deterritorialized concepts and affected researchers and research. The results indicate that cartography allows the production of the common, understood as a way of operating health work. Here, one seeks to consider each subject's unique individual power as a fundamental issue for the production of care. The disease leaves the scenario as a guide, vulnerability as fragility or impotence, to make way for the "defense of a life worth living" as a guide. Possible lives that users generate, whether or not they are in the streets and a vulnerable condition.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Homeless Persons , Narration , Qualitative Research
17.
Rev. adm. pública (Online) ; 55(4): 995-1006, jul.-ago. 2021. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1340887

ABSTRACT

Resumo Para além da defesa normativa e prescritiva da intersetorialidade, sabe-se pouco sobre os condicionantes de sua implementação. O objetivo deste artigo é suprir essa lacuna, usando uma estratégia analítico-metodológica baseada nos estudos acerca de implementação e metodologia da análise de redes sociais (ARS). Com base em dados primários coletados em entrevistas aprofundadas e analisados por meio da ARS, o texto compara duas ações intersetoriais destinadas à população em situação de rua: o projeto Oficina Boracea, desde seu início, em 2002, até 2016, e o programa De Braços Abertos (DBA), a partir de sua formulação, em 2013, até seu término, em 2016. Os resultados indicam que, mais do que um modelo de gestão bem-formulado, a intersetorialidade é um produto de interações cotidianas e estratégias de coordenação construídas entre diferentes escalões da burocracia e entre atores estatais e não estatais, em distintos arranjos de implementação.


Resumen Con excepción de la defensa normativa y prescriptiva de la intersectorialidad, poco se sabe sobre las condiciones para su implementación. El objetivo de este artículo es llenar ese vacío, utilizando una estrategia analítico-metodológica basada en estudios de implementación y en la metodología de análisis de redes sociales (ARS). A partir de datos primarios recopilados a través de entrevistas en profundidad y analizados mediante ARS, este artículo compara dos proyectos intersectoriales para personas sin hogar: el proyecto Oficina Boracea, desde su inicio en 2002 hasta 2016, y el programa De Braços Abertos (DBA), desde su formulación en 2013 hasta su finalización en 2016. Los resultados indican que, más de un modelo de gestión bien formulado, la intersectorialidad es el producto de interacciones cotidianas y estrategias de coordinación construidas entre diferentes niveles de burocracia y entre actores estatales y no estatales, en diferentes arreglos de implementación.


Abstract Apart from the normative and prescriptive defense of intersectorality, the conditions related to the implementation of intersectoral programs are still little explored. This article aims to fill this gap, using an analytical-methodological strategy based on studies on implementation and the methodology of social network analysis (SNA). Based on primary data collected through in-depth interviews and analyzed using SNA, this article compares two programs for homeless people: the Oficina Boracea program, from its beginning in 2002 to 2016, and the program De Braços Abertos (DBA), from 2013 when it started until its end, in 2016. The results indicate that intersectorality is more than a well-designed management model. It is the product of everyday interactions and coordination strategies built with the participation of different levels of bureaucracy and state and non-state actors, gathered in different implementation arrangements.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Public Administration , Homeless Persons , Data Collection , Intersectoral Collaboration , Projects , Social Networking , Implementation Science
18.
Estud. Interdiscip. Psicol ; 12(2): 57-74, maio-ago.2021.
Article in Portuguese, French | LILACS | ID: biblio-1354168

ABSTRACT

Este artigo, parte de uma pesquisa de dissertação, pretende compreender as Representações Sociais sobre o comer e a comida para a População em Situação de Rua de um município do interior paulista. Participaram da pesquisa dezesseis sujeitos adultos em situação de rua. Para coleta de dados utilizou-se entrevista semiestruturada. A análise dos dados foi realizada por meio da análise de conteúdo e discutida à luz da teoria das representações sociais. O objeto social deste estudo - a comida - representa a sobrevivência na condição atual de vida e preserva a sua história nas recordações afetivas no passado. Os achados retratam o sofrimento de já ter tido que recorrer ao lixo para saciar a fome e revelam que apesar do avanço na criação de políticas públicas para este grupo ainda não é suficiente para contemplar seus direitos no que tange à alimentação (AU)


Subject(s)
Humans , Male , Adult , Middle Aged , Population , Homeless Persons , Hunger , Survivorship , Public Policy , Eating
19.
Nursing (Säo Paulo) ; 24(277): 5765-5774, jun.2021.
Article in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1253479

ABSTRACT

OBJETIVO: Elencar diagnósticos de enfermagem que relacionem a falta de conhecimento e as dificuldades de acesso aos serviços de saúde com o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. MÉTODO: Estudo exploratório, transversal e quantitativo realizado em São Paulo. Foi aplicado um questionário a 173 voluntários em situação de rua. Os dados foram analisados e associados a Taxonomia de Diagnósticos de Enfermagem Internacional NANDA I, 2018/2020. RESULTADOS: Foi encontrado uma elevação na média de pressão arterial dos estudados. Houve uma grande variação da escolaridade. Foram relatados diversos impedimentos de acesso aos serviços de saúde. Os principais diagnósticos de enfermagem encontrados foram: Conhecimento Deficiente e Saúde deficiente da comunidade. CONCLUSÃO: Com os resultados obtidos, notou-se uma elevação nos valores pressóricos dos voluntários, sendo elencados diagnósticos de enfermagem. Evidenciou-se a necessidade de intervenções em educação, promoção e prevenção a saúde para que, dessa maneira, essa população tenha seus direitos a saúde garantidos.(AU)


OBJECTIVE: To list nursing diagnoses that relate lack of knowledge and difficulties in access to health services to the development of cardiovascular disease. METHODS: Exploratory, cross-sectional and quantitative study conducted in São Paulo. A questionnaire was applied to 173 homeless volunteers. Data were analyzed and associated with NANDA I International Nursing Diagnostic Taxonomy, 2018/2020. RESULTS: An elevation in the mean blood pressure of those studied was found. There was a wide variation in education. Various impediments to accessing health services were reported. The main nursing diagnoses found were Poor Knowledge and Poor Community Health. CONCLUSION: With the results obtained, an elevation in the blood pressure values of the volunteers was noted, and nursing diagnoses were listed. The need for interventions in health education, promotion and prevention was evident, so that this population can have its health rights guaranteed.(AU)


OBJETIVO: Enumerar los diagnósticos de enfermería que relacionan el desconocimiento y las dificultades de acceso a los servicios sanitarios con el desarrollo de enfermedades cardiovasculares. MÉTODOS: Estudio exploratorio, transversal y cuantitativo realizado en São Paulo. Se aplicó un cuestionario a 173 voluntarios sin hogar. Los datos fueron analizados y asociados a la Taxonomía Internacional de Diagnóstico de Enfermería NANDA I, 2018/2020. RESULTADOS: Se encontró una elevación de la presión arterial media de los estudiados. Había una gran variación en la educación. Se señalaron varios impedimentos para acceder a los servicios sanitarios. Los principales diagnósticos de enfermería encontrados fueron: Conocimiento deficiente y Salud comunitaria deficiente. CONCLUSIÓN: Con los resultados obtenidos, se observó una elevación de los valores de presión de los voluntarios y se enumeraron los diagnósticos de enfermería. Se evidenció la necesidad de intervenciones en educación, promoción y prevención de la salud, para que esta población tenga garantizados sus derechos sanitarios.(AU)


Subject(s)
Humans , Nursing Diagnosis , Homeless Persons , Heart Disease Risk Factors , Socioeconomic Factors , Cardiovascular Diseases/diagnosis , Public Health , Health Services Accessibility
20.
Rev. polis psique ; 11(1): 27-44, jan.-abr. 2021. ilus
Article in Portuguese | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1289910

ABSTRACT

Uma vez revelada a complexidade das experiências biográficas de pessoas em situação de rua, é urgente o aumento do número de estudos que qualifiquem a relação prática entre usuárias/os, políticas públicas e a representação do Estado na execução dos serviços de proteção. Para esta discussão, adicionamos as idiossincrasias sócio-históricas acerca do fenômeno da situação de rua no Brasil e a sua relação com o funcionamento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). No intuito da expansão teórico-prática dessa problemática, este estudo objetivou relatar as experiências de trabalho psicossocial dentro do Estágio Profissional de Psicologia em um serviço de abordagem social no município de Porto Alegre, Brasil. Nossos resultados alocam alguns aspectos estruturais, sócio-históricos e biopolíticos como elementos que interferem na execução ótima dos serviços tipificados pelas políticas públicas, marcando a dissonância entre políticas e suas implementações nos serviços.


Once the complexity of homeless people biographical experiences is unveiled, there is urgency in increasing the number of studies that qualify the practical relationship between users, public policies, and state representation within social protection. To this discussion we add the socio-historical idiosyncrasies about the phenomenon of homelessness in Brazil and their relation with the Brazilian Public Social Care System (SUAS) functioning. In order to theoretical and pragmatically explore this problem, this study aimed at informing about psychosocial work experiences within the scope of professional psychology internship in a social care approach service in Porto Alegre, Brazil. Our results allocate structural, socio-historical, and biopolitical aspects as elements that interfere with the optimal execution of governmental typified interventions, glossing the dissonance between policies and their implementation in public services.


Una vez revelada la complejidad de las experiências biográfico de las personas sin hogar, hay urgencia en aumentar el numero de estudios que califican la relación práctica entre las/os usuarias/os, las políticas públicas y la representación del Estado en la ejecución de servicios de protección. A esta discusión, agregamos las idiosincrasias sociohistóricas sobre el fenómeno de la falta de vivienda en Brasil y el relación con la funcionalidad del Sistema Único de Asistencia Social (SUAS). Para la expansión teórico-práctica de este problema, este estudio tuvo como objetivo informar sobre experiencias de trabajo psicosocial dentro de la pasantía de psicología profesional en un servicio de enfoque de atención social en la ciudad de Porto Alegre, Brasil. Nuestros resultados asignan algunos aspectos estructurales, sociohistóricos y biopoliticos como elementos que interfieren en la ejecución óptima de los servicios tipificados por políticas públicas, marcando la disonancia entre las políticas y sus implementaciones en servicios.


Subject(s)
Public Policy , Social Work , Homeless Persons , Violence , Social Vulnerability , Psychosocial Support Systems
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL