Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 1.742
Filter
1.
Rev. homeopatia (São Paulo) ; 83(1): 3-4, 2022.
Article in Portuguese | LILACS, HomeoIndex | ID: biblio-1359184

ABSTRACT

Antigamente as más notícias nos alcançavam devagar e sorrateiramente, por longas espirais telefônicas. Davam tempo para se respirar. Hoje nos emboscam sem aviso, impiedosas, do nada, no toque de um dedo. Choque. O Dr. Matheus Marim faleceu. Como assim? Como pode Matheus Marim falecer? E a Homeopatia… como fica a Homeopatia sem ele? Revolta. Ecos de sua voz… sentimento de orfandade, de pesar, de perda… parecia não se encaixar de nenhuma maneira em seu perfil o ato de morrer. Matheus Marim, com seu jaleco branco, era figura presente em todos os congressos e eventos, personificava a própria Homeopatia. Um congresso sem ele não era um congresso completo. Mais do que exercer a profissão e de ser um grande mestre, tinha o dom de aglutinar pes-soas e talentos ao seu redor, dispostas a alcançar metas. (AU)


Subject(s)
History of Homeopathy , Homeopathy/history
2.
Rev. homeopatia (São Paulo) ; 83(1): 5-8, 2022.
Article in Portuguese | LILACS, HomeoIndex | ID: biblio-1359187

ABSTRACT

Uma busca de conceitos velhos, mas não envelhecidos, com a ajuda preciosa de um grande estudioso. E foi então que, a 10 de abril de 1755, em Meissen, um lugarejo da Saxônia que se jactava de ser o melhor produtor de porcelana da época, nasceu Christian Frederico Samuel Hahnemann. Seu pai, apesar de ser o melhor pintor da fábrica, não tinha recursos para custearlhe a escola, mas dado o interesse e a inteligência do pequeno Samuel, o gerente assumiu o custeio de seus estudos, pois reconhecia nele uma capacidade e uma inteligência que não eram comuns. Após cursar os primeiros anos na escola local, aos 16 anos de idade (1771), o jovem Hahnemann foi admitido na famosa Escola de Saint Afra, dedicada apenas à instrução dos filhos de nobres. Como escola altamente aristocrática, recebeu ali excelente orientação no que tangia às línguas clássicas e modernas, dominando com facilidade além do alemão, sua língua mãe, o inglês, francês, árabe, espanhol, sírio, latim, grego, hebreu e o caldeu. Consta que nesta escola já tenha lido o "Corpus Hippocraticum", iniciando assim sua carreira devotada às ciências.


Subject(s)
History of Homeopathy, 18th Century , History, 18th Century , Homeopathy/history , Germany
3.
Rev. homeopatia (São Paulo) ; 83(1): 9-11, 2022.
Article in Portuguese | LILACS, HomeoIndex | ID: biblio-1359189

ABSTRACT

À medida que Hahnemann foi identificando a estrutura da ciência homeopática por intermédio da coleta de sintomas provenientes da experimentação de substâncias no homem "são", percebeu, já no início, que seria muito difícil reter na memória toda a enorme quantidade de sintomas que a mãe natureza lhe apresentava. Urgia, pois, elaborar uma listagem desses sintomas agrupados em torno de algum elemento comum, para que se constituíssem em uma fonte de fácil consulta para o trabalho clínico do dia-a-dia. Hahnemann mesmo iniciou esse trabalho. À medida que a experimentação ia lhe fornecendo dados, anotava cada sintoma completo em uma tira de papel juntamente com o nome do medicamento que o desencadeara e colava essa tira em uma folha de seus cadernos, a qual continha outros sintomas semelhantes obtidos pela experimentação da mesma ou de outras substâncias. Chamava a essa estrutura de "dicionário de sintomas". Já em 1805, a segunda parte do "Fragmenta" continha algo que podemos chamar como a "primeira listagem repertorial homeopática". Em 1819, depois de haver estruturado a sua teoria miasmática, Hahnemann pediu a Ruc-kert um dicionário de sintomas para adicionar à segunda parte das Doenças Crônicas. Ruckert trabalhou nessa tarefa no período de 1822­1830, mas elaborou apenas um manuscrito, que nesse ano foi apresentado (mas não publicado) com as assinaturas de Hahnemann, Ruckert, Gross, Jahr e Boenninghausen.


Subject(s)
Homeopathic Repertory/history , Repertorization , Homeopathy
4.
Rev. homeopatia (São Paulo) ; 83(1): 39-41, 2022.
Article in Portuguese | LILACS, HomeoIndex | ID: biblio-1359298

ABSTRACT

Escolhemos o título acima porque, como praticantes de uma atitude médico-filosófica que vê o ser humano como uma unidade e integrado ao todo, jamais conseguimos nos furtar ao diagnóstico sistêmico. É hábito do homeopata o diagnóstico em sua totalidade, das partes integradas ao todo, buscando o porquê em tudo, até em um simples artigo de um simples jornal de uma simples cidade que integra o nosso pequeno planeta, diga ele respeito ou não à homeopatia. Inicialmente a homeopatia começou incomodando as religiões, pois quando Hahnemann experimentou substâncias em humanos, observou o aparecimento de sintomas físicos e psíquicos, estes últimos eram tidos até então como instâncias da alma e portanto propriedade dos religiosos. Além de destruir o tácito acordo entre medicina e religião, onde médicos cuidavam dos males do corpo e os religiosos dos males da alma, resgatou também a unidade que é o ser. Foi a primeira prova testemunhal na medicina ocidental da comprovação dessa unidade. (AU)


Subject(s)
Science/history , Homeopathy , Homeopathic Philosophy , Drug Industry/economics
5.
Rev. homeopatia (São Paulo) ; 83(1): 42-46, 2022.
Article in Portuguese | LILACS, HomeoIndex | ID: biblio-1359300

ABSTRACT

Embora ainda sem a íntegra da mesa redonda "Homeopatia e Ética Medica", que aconteceu no dia 11/09/1989 na sede do Con-selho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, não sei se vou encontrar elogio maior à Homeopatia que as palavras do colega presidente do CREMESP Dr. Heitor Buzzoni, ao afirmar: Para mim a Homeopatia é uma "especialidade artesanal". Artesania consiste no trabalho individual, no exercer a arte com seu sentimento e com suas mãos, por aqueles que têm habilidade e vo-cação para isso, no campo da arte e dos ofícios tradicionais. A ONU enfatiza que para o ser manter-se em harmonia o seu trabalho deve ser criativo. (AU)


Subject(s)
Humans , Female , Adult , Homeopathic Physicians , History of Medicine , Homeopathy/history
6.
Article in English | WPRIM | ID: wpr-922531

ABSTRACT

OBJECTIVE@#Complementary and alternative medicine use and type of use may be influenced by sociodemographic and economic determinants through which we could identify characteristics of patients with greater trend to use it. This paper aims to describe the changes in the consumption of homeopathic and natural remedies in Spain for three time points in order to discern changes in rate of consumption, associated factors and whether their use has been affected by a period of economic recession.@*METHODS@#This study utilized 2006, 2011 and 2017 cross-sectional data from the Spanish National Health Survey, a nationally representative survey of the population aged more than 15 years old and resident in Spain. Independent bivariate and multivariate descriptive analyses for each of the 3 years studied were performed.@*RESULTS@#The rate of consumption of both homeopathic and natural remedies has decreased over the periods studied. In spite of this decrease, the consumer profile appears to remain stable over the three periods. The sociodemographic factors associated with their consumption were being female, being 30-64 years old, being separated/divorced, having higher education qualifications, being employed and belonging to a higher social class. Psychiatric morbidity, chronic health problems such as pain, mental health problems or malignant tumors, and absence of major cardiovascular events were the clinical factors associated.@*CONCLUSION@#It can be concluded that beyond the economic situation, the use of homeopathic and natural remedies obeys to the needs of the patients related to their state of health and the response they receive from the health system. It may be that women have different needs and expectations of the healthcare system and, given this breach of expectations, seek remedy to alleviate their needs outside the system and conventional medicine.


Subject(s)
Adolescent , Adult , Cross-Sectional Studies , Female , Homeopathy , Humans , Middle Aged , Socioeconomic Factors , Spain
7.
Rev. APS ; 24(1): 34-49, 2021-10-18.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1359385

ABSTRACT

Este artigo apresenta a Homeopatia como Racionalidade Médica, com seu paradigma vitalista, e como isso foi vivenciado/experimentado em um Ambulatório de Homeopatia no Sistema Único de Saúde (SUS) no município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul (RS). É um estudo qualitativo e tem como objetivo compreender o entendimento dos sujeitos em tratamento homeopático e as possíveis influências em suas vidas e em seu viver. Tem como objeto o tratamento homeopático de dez sujeitos atendidos no ambulatório, no período entre 2007 a 2014. Os resultados principais foram: 1) uma medicina centrada no sujeito; 2) a busca por um cuidado integral; 3) a noção de saúde como equilíbrio; 4) a confiança na terapêutica e 5) um tratamento suave e duradouro. Como recomendações, os sujeitos sugerem que este tratamento esteja mais disponível, com mais divulgação e acesso. Por fim, entende-se que a implantação da Política das Práticas Integrativas no SUS é um desafio, em Porto Alegre, necessita de apoio e pressão política organizada por parte de usuários, profissionais especializados e gestores para efetivação.


This article presents Homeopathy as a Medical Rationality based on its vitalist paradigm and how it has been experienced in a Homeopathy Outpatient Clinic in the Unified Health System (SUS) in Porto Alegre (RS). It is a qualitative study that aims at the homeopathic treatment of ten subjects attended in this clinic between 2007 and 2014. This study aims to understand the subjects' understanding of this treatment and its possible influences on their lives. As central themes of the interview analysis appear: 1) a subject-centered medicine; 2) the search for an integral treatment; 3) the notion of health as a balance; 4) the confidence in the treatment, and 5) a smooth and long-lasting treatment. As for recommendations, the individuals suggest that this treatment should be more available, with more disclosure and access. Finally, it is understood that implementing the Policy of Integrative Practices in the SUS is a challenge. In Porto Alegre, it needs support and organized political pressure from users, specialized professionals, and managers.


Subject(s)
Unified Health System , Homeopathy
8.
Edumecentro ; 13(3): 426-430, jul.-sept. 2021.
Article in Spanish | MTYCI, LILACS, MTYCI | ID: biblio-1283607

ABSTRACT

Las enfermedades respiratorias infecciosas afectan con frecuencia a los pacientes que acuden a consultas; constituyen una de las más incapacitantes e incluso, si no se atienden adecuadamente generan una evolución tórpida y pueden comprometer la vida del paciente. En su tratamiento se emplean medicamentos alopáticos, así como modalidades terapéuticas de medicina natural y tradicional. Teniendo en cuenta el desarrollo de la homeopatía en Cuba en los últimos años, se propone como objetivo enfatizar en la importancia de la superación por parte de los profesionales de la salud en el uso de esta modalidad terapéutica, a fin de utilizarla en los diferentes niveles de atención por su pertinencia en tiempos de pandemia.


Infectious respiratory diseases frequently affect patients who attend consultations; they constitute one of the most incapacitating and even, if they are not taken care properly they generate a torpid evolution and can jeopardize the life of the patient. In its treatment allopathic medications are used, as well as therapeutic modalities of herbal and folk medicine. Taking into account the development of homeopathy in Cuba in recent years, it is proposed as an objective to emphasize the importance of improvement by health professionals in the use of this therapeutic modality, in order to use it at different levels of care for its relevance in times of pandemic.


Subject(s)
COVID-19 , Homeopathy , Respiratory Tract Diseases , Cuba , Medicine, Traditional
9.
Rev. bioét. (Impr.) ; 29(2): 251-256, abr.-jun. 2021.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1340949

ABSTRACT

Resumo Este texto é um comentário ao livro Natural, racional, social: razão médica e racionalidade científica moderna, de Madel T. Luz. Sua crítica à racionalidade e à metodologia científica baseia-se no reconhecimento de um quê ideológico nessas dimensões, delineado principalmente a partir da Revolução Industrial. As reflexões da autora buscam respostas para explicar a marginalização de outros modos de lidar com a realidade (com destaque para o vitalismo, cuja presença é marcante na homeopatia), que foram e ainda são atacados pelo modelo hegemônico instituído pela ciência moderna. Ressalta-se que a estética desempenha um papel importante na produção e disseminação do conhecimento, como base capaz de ampliar a visão para diferentes perspectivas de racionalidade e de elaboração ética.


Abstract This article is a commentary on the book Natural, racional, social: razão médica e racionalidade científica moderna by Madel T. Luz. Her criticism of rationality and scientific methodology is based on recognizing an ideological aspect in these dimensions, outlined mainly from the Industrial Era. Her reflections seek answers to explain the marginalization of other ways of dealing with reality that were and remain under attack by the hegemonical model of modern science (with special attention to vitalism, a striking aspect of homeopathy). Aesthetics are crucial in the production and dissemination of knowledge as the basis to broaden the vision toward different perspectives of rationality and ethical elaboration.


Resumen Este texto es un comentario al libro Natural, racional, social: razón médica y racionalidad científica moderna, de Madel T. Luz. Su crítica a la racionalidad y a la metodología científica se basa en el reconocimiento de un aspecto ideológico en estas dimensiones, delineado principalmente a partir de la Revolución Industrial. Las reflexiones de la autora buscan respuestas para explicar la marginalización de otros modos de hacer frente a la realidad (con destaque para el vitalismo, cuya presencia es destacada en la homeopatía), que fueron y aún son atacados por el modelo hegemónico instituido por la ciencia moderna. Se resalta que la estética desempeña un papel importante en la producción y difusión del conocimiento, como base capaz de ampliar la visión a diferentes perspectivas de racionalidad y elaboración ética.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Bioethics , Knowledge , Health Policy , Homeopathy
10.
Hist. ciênc. saúde-Manguinhos ; 28(2): 491-508, abr.-jun. 2021. graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1279139

ABSTRACT

Abstract Oscar Nerval de Gouvêa was a scientist and teacher in Rio de Janeiro, Brazil, whose work spanned engineering, medicine, the social sciences, and law. This paper presents and discusses a manuscript entitled "Table of mineral classification," which he appended to his dissertation Da receptividade mórbida , presented to the Faculty of Medicine in 1889. The foundations and features of the table provide a focus for understanding nineteenth-century mineralogy and its connections in Brazil at that time through this scientist. This text was Gouvêa's contribution to the various mineral classification systems which have emerged from different parts of the world.


Resumo Oscar Nerval de Gouvêa foi um cientista e professor no Rio de Janeiro, Brasil, cuja obra abrange engenharia, medicina, ciências sociais e direito. Este artigo apresenta e discute o texto intitulado "Tabela de classificação mineral", que ele anexou a sua tese Da receptividade mórbida, apresentada na Escola Superior de Medicina, em 1889. Os fundamentos e características da tabela propiciam a compreensão da mineralogia do século XIX e suas conexões no Brasil à época por intermédio desse cientista. O texto foi a contribuição de Gouvêa aos diversos sistemas de classificação de minerais originados de diferentes partes do mundo.


Subject(s)
History, 16th Century , History, 19th Century , History, 20th Century , Geology/history , Homeopathy/history , Minerals/history , Brazil , History, Ancient , Minerals/classification
11.
Artemisa; I Jornada Científica de Farmacología y Salud. Fármaco Salud Artemisa 2021; 2021. 1-13 p.
Non-conventional in Spanish | MTYCI, LILACS, MTYCI | ID: biblio-1284591

ABSTRACT

Introducción: La homeopatía constituye una alternativa terapéutica que ha sido utilizada en patologías respiratorias crónicas como el asma bronquial. Objetivo: Evaluar la efectividad de tres remedios homeopáticos en el tratamiento del Asma bronquial ligera y moderada en pacientes mayores de 15 años del consultorio #10 del Policlínico Josué País. Método: Se realizó un estudio de intervención terapéutica, entre marzo y julio de 2019. El universo estuvo conformado por los 84 pacientes asmáticos dispensarizados en el consultorio. Se seleccionó de forma aleatoria simple intencional una muestra de 40 pacientes, creando un Grupo estudio y un Grupo control de 20 pacientes cada uno, según criterios de inclusión. El grupo estudio fue tratado con tratamiento convencional más homeopatía (Ipecacuhana, Dulcamara, Nux Vómica) y el grupo control con tratamiento médico convencional. Ambos grupos recibieron tratamiento por 3 meses, evaluándose a los 30,60 y 90 días. Se utilizaron números absolutos y porcentajes para resumir la información y tablas para su presentación. Se aplicó como Test estadístico la prueba Chi Cuadrado de homogeneidad con un nivel de significación p<0.05. Resultados: Predominó el grupo de 15-19 años y el sexo masculino en ambos grupos de tratamiento. En el grupo estudio disminuyeron significativamente las crisis durante el tratamiento, y la evaluación de la respuesta terapéutica fue satisfactoria en el 100% de los pacientes. En los pacientes con homeopatía y tratamiento convencional no existieron reacciones adversas. Conclusiones: Los remedios homeopáticos fueron efectivos en el control del Asma bronquial ligera y moderada en los pacientes estudiados.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adolescent , Adult , Middle Aged , Asthma , Homeopathy , Patients , Complementary Therapies , Materia Medica , Cuba
12.
Artemisa; I Jornada Científica de Farmacología y Salud. Fármaco Salud Artemisa 2021; 2021. [1-18] p.
Non-conventional in Spanish | MTYCI, LILACS, MTYCI | ID: biblio-1284597

ABSTRACT

El origen de la Medicina Natural y Tradicional (MNT) está íntimamente unido al de la humanidad y a la historia del hombre en su lucha por la supervivencia. Se define como la especialidad que incluye un conjunto de métodos y técnicas terapéuticas que consisten en restablecer el equilibrio en el individuo y entre él y el universo. Por la gran importancia de esta rama de la medicina en la época actual se realizó una revisión bibliográfica con el obejtivo de fundamentar los sutentos teóricos relacionados con el uso de la MNT en la batalla contra los efectos del coronavirus. Para ello se consultaron bases de datos del portal de salud en Cuba, Infomed, Scielo, trabajos originales y artículos de revisión para un total de 22 referencias bibliográficas. Se consluyó que la MNT constituye una alternativa más de tratamiento para diferentes enfermedades, en especial, la Covid-19.


Subject(s)
Complementary Therapies , COVID-19/epidemiology , Databases, Bibliographic , Acupuncture , Homeopathy , Moxibustion
13.
Rev. bras. educ. méd ; 45(1): e011, 2021. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1155899

ABSTRACT

Resumo: Introdução: Currículos médicos de graduação são extremamente carregados em seu conteúdo, tornando-se primordial a necessidade de otimizar competências essenciais. As Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) do Curso de Graduação em Medicina preconizam uma valorização do tratamento do doente que possui muitas interfaces com a homeopatia. Apesar de ser uma especialidade médica no Brasil reconhecida desde 1980, a homeopatia ainda é pouco presente na graduação médica. Objetivo: Este estudo teve como objetivo desenvolver uma matriz de competências essenciais composta de conhecimentos e habilidades desejáveis para o ensino da homeopatia na graduação médica. Métodos: Trata-se de um estudo quanti-qualitativo realizado por meio da técnica Delphi normativa, em duas rodadas, com os docentes especialistas em homeopatia do país. Na primeira rodada, aplicou-se um questionário anônimo on-line para identificar as competências (conhecimentos e habilidades) necessárias em homeopatia para os discentes de graduação em Medicina. Após a análise de conteúdo, os temas foram agrupados nessas duas categorias que retornaram para apuração na segunda rodada, em que os especialistas assinalaram o grau de concordância (escala de Likert de quatro pontos: de não relevante a muito relevante). Para a definição de consenso, adotaram-se dois critérios: índice de De Loe e uma nota de relevância adotada pelos autores com vistas a discriminar mais os graus de consenso. Resultados: Dos 14 temas/subtemas relacionados como competências/conhecimentos, consideraram-se 11 como de alto consenso, dos quais cinco foram avaliados como primordiais, pois obtiveram nota de relevância acima de 9,0 (três relacionados ao grande tema clínica homeopática; um, à teoria e técnica homeopáticas; e outro, à pesquisa homeopática). Em relação às competências/habilidades, oito das 11 foram consideradas de alto consenso, e somente duas alcançaram nota acima de 9,0, ambas relacionadas à clínica homeopática. Conclusão: O ensino da homeopatia pode contribuir para a mudança paradigmática da medicina no sentido de valorizar o doente e promover a saúde, permitindo uma atuação médica mais humanizada e centrada no doente, o que justificaria a adoção de seu ensino, inclusive obrigatório, nas faculdades de Medicina. A elaboração de uma matriz de competências do que deve ser ensinado de homeopatia aos discentes da graduação médica vem ao encontro das DCN e instrumentaliza a reflexão na elaboração de uma futura ementa.


Abstract: Introduction: Undergraduate medical curricula are overloaded with content, making the need to optimize essential skills and knowledge paramount. The National Curricular Guidelines for the medical course (DCNs) put focus on patient treatment, which involves several interfaces with homeopathy. However, despite it being recognized as a medical specialty in Brazil since 1980, homeopathy is rarely present in undergraduate medical education. Objective: To develop a collection of essential skills and knowledge for teaching homeopathy as part of the undergraduate medical curriculum. Methods: Quanti-qualitative study performed using the standard Delphi technique in two rounds with specialized homeopathy teachers from Brazil. An anonymous online questionnaire was conducted to identify the learning competences needed in homeopathy for undergraduate medical students. Following content analysis, the themes and sub-themes were grouped into the two main categories of knowledge and skills, which were returned to the specialists who rated their importance for each item using the "Four-Point Likert Scale" from not at all important to very important. For the purpose of generating a general consensus, two criteria were adopted: the "De Loe index" and a importance score. Results: There was a high degree of consensus regarding eleven of the fourteen themes/sub-themes, five of which were considered essential, with an importance score above 9.0 (three related to the general theme, Homeopathic Clinic, one to Homeopathic Theory and Method and another to Homeopathic Research). There was also a high level of consensus regarding eight of the eleven skills, but only two gained a score of above 9.0, both related to Homeopathic Clinic. Conclusion: The teaching of Homeopathy can contribute to a paradigmatic change in medicine, particularly in the sense of prioritizing the patient and promoting health, as well as allowing for a more humanized and patient-centered medical engagement. These factors would justify the adoption of its teaching, so much so it could be made mandatory across all medical study. The establishment of a "competency matrix" for homeopathy study, which ought to be taught to students of the medical field, meets the DCNs and would be instrumental in future syllabuses.


Subject(s)
Humans , Middle Aged , Competency-Based Education , Curriculum , Education, Medical/methods , Homeopathy/education , Delphi Technique
15.
São Paulo; Propria; 2; 2021. 140 p.
Monography in Portuguese | LILACS, HomeoIndex | ID: biblio-1178043

ABSTRACT

Estando a homeopatia fundamentada no modelo médico vitalista, conceitos como força vital, mente, alma, espírito, etc., referentes à natureza imaterial humana, são frequentemente citados, tornando-se indispensável sua compreensão. Fundamentado nas obras de Samuel Hahnemann, fundador da homeopatia, incluindo seus escritos menores e cartas, essa obra busca esclarecer essas concepções, no intuito de dissolver confusões doutrinárias. No referido estudo, fica claro o conceito de 'força vital instintiva e irracional', análoga à 'vis medicatrix naturae' hipocrática, formando um composto substancial com o corpo físico e de natureza distinta do espírito inteligente. Como outra entidade distinta das anteriores, Hahnemann também cita a mente, sede da alma, como 'órgãos físicos quase não-materiais, de mais alta hierarquia', atribuindo ao psiquismo humano a maior influência no binômio saúde-doença, referindo-se à moral e à ética como fatores preventivos e curativos das enfermidades que afetam a humanidade. Critica a escolástica e o excesso de especulações metafísicas, afastando-se de qualquer corrente filosófica ou religiosa, brindando-nos com conceitos espiritualistas universalistas dentro dos princípios morais e éticos, engrandecendo ainda mais sua obra e demonstrando ser um observador livre de preconceitos. Para Hahnemann, o corpo físico forma uma unidade substancial com o princípio vital, e não com a alma, sendo comandado pelo espírito inteligente que nele habita. A mente, como órgão psíquico, assume importante papel na relação entre essas entidades que compõe o ser humano. (AU)


Since homeopathy is based on the vitalist medical model, concepts such as vital force, mind, soul, spirit, etc., referring to the immaterial human nature, are frequently cited, making their understanding indispensable. Based on the works of Samuel Hahnemann, founder of homeopathy, including his minor writings and letters, this work seeks to clarify these conceptions, in order to dissolve doctrinal confusions. In this study, the concept of 'instinctive and irrational vital force', analogous to the Hippocratic 'vis medicatrix naturae', becomes clear, forming a substantial compound with the physical body and a nature distinct from the intelligent spirit. As another entity distinct from the previous ones, Hahnemann also mentions the mind, seat of the soul, as 'physical organs almost non-material, of higher hierarchy', attributing to the human psyche the greatest influence in the binomial health-disease, referring to the moral and ethics as preventive and curative factors for diseases that affect humanity. He criticizes scholasticism and the excess of metaphysical speculations, moving away from any philosophical or religious current, offering us universalistic spiritualist concepts within moral and ethical principles, further enhancing his work and demonstrating that he is a prejudice-free observer. For Hahnemann, the physical body forms a substantial unity with the vital principle, and not with the soul, being commanded by the intelligent spirit that in him dwells. The mind, as a psychic organ, assumes an important role in the relationship between these entities that make up the human being. (AU)


Subject(s)
Vitalism , Vital Force in Homeopathy , Homeopathic Philosophy , Health-Disease Process , Homeopathy
16.
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL