Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 21
Filter
1.
Brasília; s.n; 8 ago. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1117974

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 16 artigos e 4 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Ozone/therapeutic use , Technology Assessment, Biomedical , Immunoglobulins/therapeutic use , Angiotensin-Converting Enzyme Inhibitors/therapeutic use , BCG Vaccine/therapeutic use , Cross-Sectional Studies , Cohort Studies , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Drug Combinations , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Mesenchymal Stem Cells , Lopinavir/therapeutic use , Darunavir/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use
2.
Brasília; s.n; 7 ago. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1117973

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 12 artigos e 4 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Renin-Angiotensin System , Technology Assessment, Biomedical , Dexamethasone/therapeutic use , Vaccines/therapeutic use , Chloroquine/therapeutic use , Interferons/therapeutic use , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Heparin, Low-Molecular-Weight/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Drug Combinations , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use , Rituximab/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use
3.
Brasília; s.n; 1 ago. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1117735

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 16 artigos.


Subject(s)
Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Ascorbic Acid/therapeutic use , Technology Assessment, Biomedical , Angiotensin-Converting Enzyme Inhibitors/therapeutic use , BCG Vaccine/therapeutic use , Colchicine/therapeutic use , Cross-Sectional Studies , Cohort Studies , Interferon-gamma/therapeutic use , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Antirheumatic Agents/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use , Interferon alpha-2/therapeutic use , Glucocorticoids/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use
4.
Brasília; s.n; 25 jul. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1117709

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 13 artigos e 8 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Antiviral Agents/therapeutic use , Technology Assessment, Biomedical , Immunoglobulins/therapeutic use , Cross-Sectional Studies , Cohort Studies , Interleukins/antagonists & inhibitors , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Leflunomide/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use , Immunosuppressive Agents/therapeutic use , Anti-Bacterial Agents/therapeutic use , Antifungal Agents/therapeutic use , Neuromuscular Blocking Agents/therapeutic use
5.
Brasília; s.n; 24 jul. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1117704

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 21 artigos e 15 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Technology Assessment, Biomedical , Immunoglobulins/therapeutic use , Methylprednisolone/therapeutic use , Vaccines/therapeutic use , Heparin/therapeutic use , Cohort Studies , Azithromycin/therapeutic use , Heparin, Low-Molecular-Weight/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Drug Combinations , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Mesenchymal Stem Cells , Darunavir/therapeutic use , Adalimumab/therapeutic use , Rituximab/therapeutic use , Infliximab/therapeutic use , Clopidogrel/therapeutic use , Ticagrelor/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use , Anticoagulants/therapeutic use
6.
Brasília; s.n; 15 jul.2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1117674

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 14 artigos e 6 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Renin-Angiotensin System , Technology Assessment, Biomedical , Omeprazole/therapeutic use , Dexamethasone/therapeutic use , Extracorporeal Membrane Oxygenation/instrumentation , Cohort Effect , Enoxaparin/therapeutic use , Peptidyl-Dipeptidase A/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use , Fibrinolytic Agents/therapeutic use , Esomeprazole/therapeutic use , Darunavir/therapeutic use , Rituximab/therapeutic use , Pantoprazole/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use , Anticoagulants/therapeutic use
7.
Brasília; s.n; 13 jul. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1117641

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 14 artigos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Technology Assessment, Biomedical , Vitamin D/therapeutic use , Ivermectin/therapeutic use , Immunoglobulins/therapeutic use , Angiotensins/therapeutic use , BCG Vaccine/therapeutic use , Heparin/therapeutic use , Interferon Type I/therapeutic use , Cross-Sectional Studies/instrumentation , Cohort Studies , Iloprost/therapeutic use , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Enoxaparin/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use
8.
Brasília; s.n; 7 jul. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1117630

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 17 artigos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Steroids/therapeutic use , Technology Assessment, Biomedical , Vitamin D/therapeutic use , Warfarin/therapeutic use , Ivermectin/therapeutic use , Ceftriaxone/therapeutic use , Chloroquine/therapeutic use , Methotrexate/therapeutic use , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Oseltamivir/therapeutic use , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use , Infliximab/therapeutic use , Leflunomide/therapeutic use , Amoxicillin/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use , Mycophenolic Acid/therapeutic use
9.
Brasília; s.n; 1 jul. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1117618

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 14 artigos e 6 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Technology Assessment, Biomedical , Methylprednisolone/therapeutic use , Heparin/therapeutic use , Chloroquine/therapeutic use , Colchicine/therapeutic use , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Antirheumatic Agents/therapeutic use , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Febuxostat/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use
10.
Brasília; s.n; 30 jun. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, Inca, PIE | ID: biblio-1117603

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 14 artigos e 31 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Technology Assessment, Biomedical , Vitamin D/therapeutic use , Ivermectin/therapeutic use , Immunoglobulins/therapeutic use , Prednisone/therapeutic use , BCG Vaccine/therapeutic use , Influenza Vaccines/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Antirheumatic Agents/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Hydroxymethylglutaryl-CoA Reductase Inhibitors/therapeutic use , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use , Janus Kinase Inhibitors/therapeutic use , Glucocorticoids/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use , Hydroxyurea/therapeutic use , Immunosuppressive Agents/therapeutic use
11.
Brasília; s.n; 25 jun. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1102293

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 14 artigos e 9 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Technology Assessment, Biomedical , Immunoglobulins/therapeutic use , Dexamethasone/therapeutic use , Methylprednisolone/therapeutic use , Prednisolone/therapeutic use , Naproxen/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use
12.
Brasília; s.n; 9 jun. 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1100308

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 14 artigos e 16 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Technology Assessment, Biomedical , Vitamin D/therapeutic use , Immunoglobulins/therapeutic use , Angiotensin-Converting Enzyme Inhibitors/therapeutic use , Almitrine/therapeutic use , Chloroquine/therapeutic use , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Angiotensin II Type 1 Receptor Blockers/therapeutic use , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Infliximab/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use
13.
s.l; IETSI; 6 jun. 2020.
Non-conventional in Spanish | LILACS, BRISA | ID: biblio-1104042

ABSTRACT

INTRODUCCIÓN: A la fecha, no está aprobado el uso de vacunas o tratamientos farmacológicos específicos contra la COVID-19. No obstante, algunos especialistas vienen recomendando el uso de tratamientos antiinflamatorios con el objetivo de reducir o bloquear los efectos de la tormenta de citoquinas (Sarzi-Puttini et al. 2020), la cual juega un rol fundamental en la fisiopatología del COVID-19(Siddiqi and Mehra 2020). Anakinra es una terapia biológica que bloquea la actividad de la IL-1 alfa y beta mediante la inhibición competitiva de los receptores de IL-1. Este medicamento se encuentra aprobado para el tratamiento de enfermedades inflamatorias, tales como la artritis reumatoide, la enfermedad inflamatoria multisistémica neonatal, el síndrome de activación macrofágica, la artritis idiopática juvenil sistémica, y la enfermedad de Still del adulto (FDA 2005; EMA 2018). Su rol en enfermedades infecciosas proviene de cierta evidencia que indica que el uso de anakinra podría reducir la mortalidad o los eventos relacionados a muerte en los pacientes con sepsis severa, aunque dichos hallazgos no resultaron estadísticamente significativos (Fisher et al. 1994; Opal et al. 1997). Así, algunos investigadores han planteado que el bloqueo temprano de la vía inflamatoria mediada por la interleuquina (IL) 1 podría reducir el riesgo de agravamiento de los pacientes con COVID-19; evitando así el requerimiento de soporte ventilatorio invasivo o la mortalidad(Bilia et al. 2020; Wampler Muskardin 2020; Muñoz-Jiménez, Rubio-Romero, and Marenco de la Fuente 2020). MÉTODOS: Se llevó a cabo una revisión rápida de la literatura con respecto a la eficacia y seguridad de anakinra en el tratamiento de pacientes adultos con COVID-19. Para ello se llevó a cabo una búsqueda sistemática en MEDLINE a través de PubMed, en Cochrane Library y en repositorios de pre-impresiones de publicaciones científicas medRxiv (medrxiv.org) y bioRxiv (bioRxiv.org), con el objetivo de identificar guías de práctica clínica (GPC), revisiones sistemáticas (RS), ensayos clínicos, estudios observacionales y serie de casos clínicos (reporte de al menos cinco pacientes). No se incluyeron reportes de casos clínicos individuales. Asimismo, se realizó una búsqueda manual en las páginas web de grupos dedicados a la investigación y educación en salud, así en las principales sociedades o instituciones especializadas, tales como la Organización Mundial de la Salud (OMS) y Centers for Disease Control and Prevention (CDC). Adicionalmente, se buscaron ensayos clínicos en desarrollo o que no hayan sido publicados en la página web www.clinicaltrials.gov, http://apps.who.int/trialsearch, y http://www.chictr.org.cn que contengan estudios acerca de anakinra para COVID-19, y así disminuir el sesgo de publicación. Finalmente, se consideró extraer información con una estrategia de "bola de nieve" mediante la revisión de las listas de referencias de las revisiones sistemáticas, estudios primarios y revisiones narrativas seleccionadas que sean de relevancia. RESULTADOS. Guías de práctica clínica (GPC) 1. Centers for Disease Control and Prevention. Coronavirus Disease 2019 (COVID-19).(CDC 2020). 2. Organización Mundial de la Salud. Clinical management COVID-19 (OMS 2020). 3. National COVID-19 Clinical Evidence Taskforce. Caring for people with COVID-19. Supporting Australia's healthcare professionals with continually updated, evidence-based clinical guidelines (National COVID-19 Clinical Evidence Taskforce 2020). CONCLUSIONES: Con la evidencia disponible al día 06 de junio del 2020 no es posible llegar a conclusiones que permitan brindar recomendaciones a favor respecto al uso de anakinra en el tratamiento de COVID-19. Los estudios disponibles a la fecha son sólo exploratorios, por lo que se requieren de ECA con diseños adecuados para determinar si existe un beneficio en desenlaces clínicamente relevantes, que pueda ser atribuible a anakinra en los pacientes con COVID-19 moderado a severo, varios de los cuales se encuentran en curso. En el Perú, la investigación clínica con diseños aleatorizados en el uso de anakinra en pacientes COVID-19 es un área de oportunidad y que las instituciones de salud pueden fomentar y facilitar,


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Technology Assessment, Biomedical , Health Evaluation
14.
Brasília; s.n; 11 maio 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1097395

ABSTRACT

Essa é uma produção do Departamento de Ciência e Tecnologia (Decit) da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (SCTIE) do Ministério da Saúde (Decit/SCTIE/MS), que tem como missão promover a ciência e tecnologia e o uso de evidências científicas para a tomada de decisão do SUS, tendo como principal atribuição o incentivo ao desenvolvimento de pesquisas em saúde no Brasil, de modo a direcionar os investimentos realizados em pesquisa pelo Governo Federal às necessidades de saúde pública. Informar sobre as principais evidências científicas descritas na literatura internacional sobre tratamento farmacológico para a COVID-19. Além de resumir cada estudo identificado, o informe apresenta também uma avaliação da qualidade metodológica e a quantidade de artigos publicados, de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, entre outros). Foram encontrados 16 artigos e 17 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Disease Progression , Betacoronavirus/drug effects , Ascorbic Acid/therapeutic use , Ribavirin/therapeutic use , Methylprednisolone/therapeutic use , Chloroquine/therapeutic use , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Drug Combinations , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use , Interferon beta-1b/therapeutic use , Glucocorticoids/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use
15.
Brasília; s.n; 15 maio 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1097391

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 21 artigos e 24 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Renin-Angiotensin System , Technology Assessment, Biomedical , Ibuprofen/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Drug Combinations , Oseltamivir/therapeutic use , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use , Atazanavir Sulfate/therapeutic use , Interferon alpha-2/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use
16.
Brasília; s.n; 20 maio 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1097388

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 16 artigos e 7 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Disease Progression , Betacoronavirus/drug effects , Technology Assessment, Biomedical , Vitamin D/therapeutic use , Prednisolone/therapeutic use , Sulbactam/therapeutic use , Chloroquine/therapeutic use , Anti-Inflammatory Agents, Non-Steroidal/therapeutic use , Clarithromycin/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Ritonavir/therapeutic use , Drug Combinations , Oseltamivir/therapeutic use , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Lopinavir/therapeutic use , Levofloxacin/therapeutic use , Ampicillin/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use
17.
Brasília; s.n; 25 maio 2020.
Non-conventional in Portuguese | PIE, LILACS, BRISA, PIE | ID: biblio-1097385

ABSTRACT

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 15 artigos e 10 protocolos.


Subject(s)
Humans , Pneumonia, Viral/drug therapy , Coronavirus Infections/drug therapy , Betacoronavirus/drug effects , Antiviral Agents/therapeutic use , Angiotensin-Converting Enzyme Inhibitors/therapeutic use , Heparin/therapeutic use , Chloroquine/therapeutic use , Adrenal Cortex Hormones/therapeutic use , Azithromycin/therapeutic use , Drug Combinations , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Angiotensin II Type 2 Receptor Blockers/therapeutic use , Hydroxychloroquine/therapeutic use , Anti-Bacterial Agents/therapeutic use
18.
Adv Rheumatol ; 60: 12, 2020. tab
Article in English | LILACS | ID: biblio-1088649

ABSTRACT

Abstract İntroduction: Familial Mediterranean fever (FMF) is a hereditary auto-inflammatory disease characterized by recurrent fever and serosal inflammation. Anti-interleukin-1 (Anti-IL-1) treatments are recommended in colchicine resistant and/or intolerant FMF patients. This study aims to evaluate the efficacy of anakinra and canakinumab in FMF patients that are resistant/intolareted to colchicine or complicated with amyloidosis. Methods: Between January 2014 and March 2019, 65 patients following-up at Sivas Cumhuriyet University (Medical Faculty Rheumatology-Internal Medicine Department) who were diagnosed with FMF according to the criteria of Tel-Hashomer were included in the study. The laboratory values and clinical features of patients and disease activities were recorded at least every 3 months, and these data were analyzed. Results: Forty-one (63.1%) patients used anakinra (100 mg/day) and 24 (36.9%) patients used canakinumab (150 mg/8 week). The median duration of anti-IL-1 agents use was 7 months (range, 3-30). Fifteen (23.1%) cases were complicated with amyloidosis. Seven (10.8%) patients had renal transplantation. Overall, the FMF 50 score response was 96.9%. In the group that had a glomerular filtration rate (GFR) ≥ 60 ml/min/m2, the median proteinuria decreased from 2390 mg/day (range, 1400-7200) to 890 mg/day (range, 120-2750) (p = 0.008). No serious infections were detected, except in one patient. Conclusions: Anti-IL-1 agents are effective and safe in the treatment of FMF patients. These agents are particularly effective at reducing proteinuria in patients with GFR ≥ 60 ml/min/m2, but less effective in cases with FMF associated with arthritis and sacroiliitis. Large and long follow-up studies are now needed to establish the long-term effects of these treatments.


Subject(s)
Humans , Familial Mediterranean Fever/drug therapy , Colchicine/adverse effects , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Amyloidosis , Drug Resistance
19.
Säo Paulo med. j ; 137(1): 39-44, Jan.-Feb. 2019. tab
Article in English | LILACS | ID: biblio-1004743

ABSTRACT

ABSTRACT BACKGROUND: Up to 5% of familial Mediterranean fever (FMF) cases are unresponsive to colchicine, through resistance, side effects and toxicity. Anakinra is an alternative treatment for FMF patients whose disease remains uncontrolled with colchicine. We aimed to evaluate anti-interleukin-1 treatment regarding clinical findings, laboratory parameters and quality of life (QoL) among FMF patients presenting resistance and toxicity towards colchicine. DESIGN AND SETTING: Descriptive observational study at the rheumatology clinic, Adnan Menderes University Medical School, Aydın, Turkey. METHODS: Among the patients included, age, sex, MEFV genotypes, acute-phase reactants, hepatic/renal function tests, average colchicine dose, disease duration, attack frequency, attack duration, disease severity, proteinuria, amyloidosis and QoL were evaluated. Colchicine resistance was defined as > 6 typical episodes/year or > 3 per 4-6 months. Kolmogorov-Smirnov, Friedman and two-way analysis of variance tests were used for statistical analyses. RESULTS: Between 2015 and 2017, 14 FMF patients receiving anakinra were enrolled. The mean colchicine dose was 1.7 ± 0.3 mg/day before use of anakinra. Ten patients were attack-free after treatment, while three showed reductions of at least 50% in attack frequency, attack duration and disease severity. Proteinuria levels in all patients with renal amyloidosis decreased after treatment. QoL among patients with renal amyloidosis differed significantly from QoL among non-amyloidosis patients. Mean visual analogue scale scores significantly improved in both groups after use of anakinra. CONCLUSIONS: Use of anakinra reduced attack frequency and proteinuria and acute-phase reactant levels, and improved QoL, with only a few uncomplicated side effects among colchicine-resistant or intolerant FMF patients. Injection-site reactions of severity insufficient to require discontinuation of treatment were seen.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Middle Aged , Familial Mediterranean Fever/drug therapy , Quality of Life , Drug Resistance/drug effects , Colchicine/therapeutic use , Interleukin-1/antagonists & inhibitors , Antirheumatic Agents/therapeutic use , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Familial Mediterranean Fever/physiopathology , Proteinuria/urine , Reference Values , Time Factors , Turkey , Severity of Illness Index , Blood Sedimentation , Reproducibility of Results , Retrospective Studies , Analysis of Variance , Treatment Outcome , Statistics, Nonparametric , Visual Analog Scale , Amyloidosis/physiopathology , Amyloidosis/drug therapy , Kidney Diseases/physiopathology , Kidney Diseases/drug therapy
20.
Yonsei Medical Journal ; : 154-157, 2018.
Article in English | WPRIM | ID: wpr-742490

ABSTRACT

Chronic urticaria may often be associated with interleukin (IL)-1-mediated autoinflammatory disease, which should be suspected if systemic inflammation signs are present. Here, we report a case of Schnitzler's syndrome without monoclonal gammopathy treated successfully with the IL-1 receptor antagonist anakinra. A 69-year-old man suffered from a pruritic urticarial rash for 12 years. It became aggravated episodically and was accompanied by high fever, arthralgia, leukocytosis, and an elevated C-reactive protein and erythrocyte sedimentation rate. The episodes each lasted for over one week. Neutrophilic and eosinophilic inflammation was found on skin biopsy. However, serum and urine electrophoresis showed no evidence of monoclonal gammopathy. The cutaneous lesions were unresponsive to various kinds of anti-histamines, systemic glucocorticoids, colchicine, cyclosporine, dapsone, and methotrexate, which were administered over a span of 3 years immediately preceding successful treatment. A dramatic response, however, was observed after a daily administration of anakinra. This observation suggests that the correct diagnosis of this case is Schnitzler's syndrome without monoclonal gammopathy. For an adult patient with refractory chronic urticaria and systemic inflammation, Schnitzler's syndrome could be considered as a possible differential diagnosis. Although the typical form of Schnitzler's syndrome exhibits the presence of monoclonal gammopathy as a diagnostic criterion, monoclonal gammopathy may be absent in an atypical form. In such a situation, an IL-1 antagonist should be effective for the management of chronic urticaria.


Subject(s)
Aged , Blood Sedimentation , C-Reactive Protein/metabolism , Chronic Disease , Humans , Interleukin 1 Receptor Antagonist Protein/therapeutic use , Leukocytes/metabolism , Male , Paraproteinemias/complications , Schnitzler Syndrome/blood , Schnitzler Syndrome/drug therapy , Urticaria/complications
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL