Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 10 de 10
Filter
1.
Rev. chil. nutr ; 47(3): 484-492, jun. 2020. tab
Article in Spanish | LILACS | ID: biblio-1126148

ABSTRACT

El sistema de porciones de intercambio es una metodología sencilla y rápida que se utiliza para entregar indicaciones alimentarias a usuarios sanos y con patologías. Se realizó una revisión bibliográfica para actualizar conceptos y evaluar la vigencia de su uso y sus aplicaciones. El sistema es ampliamente usado en diferentes países, incluyendo Chile, existiendo distintos tipos de listas de alimentos y preparaciones según la metodología de la definición de las porciones, o bien según diversidad y número de alimentos presentes. Su uso es mayormente con fines asistenciales, siendo también útil en educación comunitaria y docencia. En Chile, los listados de porciones intercambiables fueron publicados el año 1999 y no se han actualizado hasta la fecha. Razones como el cambio en el perfil epidemiológico, mayor acceso a la información y la diversificación de alimentos en la dieta, hace necesario una revisión in extenso de los listados nacionales, con el fin de incorporar mayor diversidad de alimentos y preparaciones típicas a tan masiva y necesaria herramienta técnica, que es fundamental para el profesional Nutricionista y un aporte a la salud y a la cultura de los países.


The food portion exchange list is a simple and fast methodology that is used to give dietary indications to healthy and sick users. A review was carried out to update concepts and evaluate the current state of the exchange list used and their application. The system is widely used in different countries, including Chile, there are different types of foods or preparations exchange lists that use different methodologies for the definition of portions, according to the diversity and number of foods present. Its use is mainly for healthcare purposes, being also useful in community education and college teaching. In Chile, the food portion exchange lists were published in 1999 and have not been updated since. Reasons such as the change in the epidemiological profile, greater access to information and the diversification of foods in the diet, make necessary an in-depth review of the national lists, in order to incorporate a greater diversity of foods and typical preparations. Exchange lists are a necessary technical tool fundamental for nutrition professionals and contribute to the health and culture of countries.


Subject(s)
Humans , Diet , Food/classification , Food Analysis/methods , Menu Planning/methods , Food and Nutrition Education , Chile , Global Health , Patient Education as Topic , Nutritional Requirements
2.
Hig. aliment ; 32(276/277): 37-42, fev. 27, 2018.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-882940

ABSTRACT

[{"text": "A hospitalização tem impacto no estado nutricional dos pacientes, assim\r\ncomo a aceitação da dieta tem influência na evolução do quadro clínico e nutricional.\r\nO objetivo deste estudo foi verificar a adequação do almoço servido\r\naos pacientes internados de acordo com a prescrição nutricional. O estudo\r\nfoi realizado em um hospital de referência na cidade Salvador, BA em cinco\r\ndias de coleta, com avaliação da adequação de dietas prescritas e ofertadas\r\nem enfermarias de clínica médica, emergência geral e pediátrica, maternidade,\r\npediatria e hemodiálise. As inadequações encontradas foram classificadas\r\nquanto ao tipo de dieta (consistência), características (composição química),\r\nobservações individuais dos pacientes (substituição, adição e/ou restrição de\r\nalgum item), e ausência de algum item do cardápio. Foi encontrado um total\r\nde 22,2% de inadequações em dietas servidas em todo o hospital, com maior\r\nnúmero encontrado nas enfermarias da clínica médica. Na pediatria foi observado\r\n100% de adequação das dietas servidas. Foram encontradas importantes\r\ninconformidades nas refeições servidas a pacientes hospitalizados que\r\npodem indicar a ocorrência de erros no momento da montagem e distribuição\r\ndas refeições.(AU)", "_i": "pt"}]


Subject(s)
Humans , Diet Therapy , Food Service, Hospital/standards , Menu Planning/methods , Brazil , Nutritional Status , Meals , Hospitalization
3.
RECIIS (Online) ; 11(4): 1-13, out.-dez. 2017.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-883821

ABSTRACT

O objetivo deste artigo é apresentar e avaliar um software que utiliza técnicas de Inteligência Artificial para elaborar, automaticamente e de forma rápida, cardápios nutricionais semanais para a Alimentação Escolar,atendendo às necessidades nutricionais diárias dos alunos e, simultaneamente, minimizando o custo total do cardápio. Esses cardápios satisfazem as referências nutricionais do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) de acordo com a faixa etária, variedade, harmonia das preparações e um valor máximo a ser pago por refeição. O tempo de resposta para essa elaboração não ultrapassa cinco minutos. Contudo, o nutricionista precisa escolher o cardápio que melhor lhe atende, pois a ferramenta fornece um conjunto de cardápios eficientes. Assim, o sistema contribui para a elaboração de cardápios nutritivos e baratos, além de facilitar o trabalho do nutricionista que despende de muito tempo para essa tarefa, uma vez que ele necessita de exercer outras funções de sua responsabilidade.(AU)


The aim of this paper is to present and evaluate a software that uses Artificial Intelligence techniques to design, automatically and quickly, weekly nutritional menus for School Feeding, meeting the daily nutritional needs of students and simultaneously minimizing the total cost of the menu. These menus meet the nutritional references the National School Feeding Programme (PNAE) according to age, variety,the harmony of preparations and a maximum amount to be paid per meal. The response time for this preparation does not exceed five minutes. However, the nutritionist must choose the menu that suits youbest, because the tool provides a set of efficient menus. Thus, the system contributes to the development of nutritious and cheap menus, in addition to facilitating nutritionist work spends much time for this task, since it needs to perform other duties of responsibility


El objetivo de este trabajo es presentar y evaluar un software que utiliza técnicas de Inteligencia Artificial para elaborar, de forma automática y rápida, menús nutricionales semanales para alimentación escolar, con el objetivo de satisfacer las necesidades nutricionales diarias de los alumnos y al mismo tiempo reducir al mínimo el costo total del menú. Estos menús siguen las recomendaciones nutricionales del Programa Nacional de Alimentación Escolar (PNAE) de acuerdo al grupo de edad, variedad y armonía delas preparaciones, y costo máximo por comida. El tiempo de respuesta para esta preparación no debe ser superior a cinco minutos. No obstante, el especialista en nutrición debe elegir el menú que más le convenga, ya que la herramienta proporciona un conjunto de menús eficientes. De este modo, el sistema contribuye a la confección de menús nutritivos y baratos, además de facilitar el trabajo del nutricionista, que invierte mucho tiempo en esa tarea, y que tiene que llevar a cabo otras funciones de su responsabilidad


Subject(s)
Humans , Child , Adolescent , Artificial Intelligence/statistics & numerical data , Menu Planning/methods , School Feeding , Software/trends , Food Technology , Nutritional Requirements
4.
Hig. aliment ; 31(266/267): 22-26, 30/04/2017.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-833306

ABSTRACT

Em uma Unidade de Alimentação e Nutrição (UAN) controlar o desperdício é um fator extremamente relevante, pois se trata de uma questão não somente ética, mas também econômica. O critério utilizado para avaliar os restos provenientes dos pratos e/ou bandejas dos consumidores é o índice de resto-ingestão (RI). O presente trabalho buscou avaliar o índice de resto- -ingestão dos alimentos em uma Unidade de Alimentação e Nutrição (UAN) na cidade de Januária, MG, verificando a ocorrência de desperdício na forma de sobras de alimentos. Para avaliar o índice de resto-ingestão foi realizada a pesagem dos restos das refeições que foram servidas aos comensais e devolvidas pelos mesmos após o término da refeição. Apesar do RI da Unidade estar regular (5,48%) de acordo com a literatura, a quantidade de alimentos desprezados foi muito grande (19,08%) e poderia alimentar um elevado número de pessoas que não tem acesso a uma alimentação adequada, afetando os recursos naturais e fomentando o desperdício alimentar.


Subject(s)
Humans , Food Economics/standards , Food Services/standards , Brazil , Eating/standards , Meals , Menu Planning/methods
5.
Rev. Nutr. (Online) ; 29(1): 97-108, Jan.-Feb. 2016. tab, graf
Article in Spanish | LILACS | ID: lil-771140

ABSTRACT

RESUMEN Objetivo: Evaluar los menús ofertados en los colegios públicos, privados y concertados de la ciudad de Sevilla (España) para los diferentes grupos de edad escolar. Métodos: Se consideró un total de 86 colegios, incluyendo centros públicos, privados y concertados, representando a todos los distritos de la ciudad. Cuatro colegios disponían de cocina propia, mientras el resto tenían contratado un catering. Los menús iban dirigidos a escolares de entre 3 a 16 años. Se evaluó el grado de cumplimiento de las recomendaciones respecto a la frecuencia mensual de los distintos grupos de alimentos, repetición de recetas, variabilidad de técnicas culinarias y equilibrio nutricional. Para el tratamiento estadístico se utilizó el programa Statistica 7. Resultados: En la mayoría de comedores escolares la oferta de frutas, verduras y legumbres era deficitaria a diferencia de los postres lácteos, carnes y patatas. Se observaron diferencias significativas entre los tres tipos de colegio respecto a la frecuencia mensual de alimentos, siendo los públicos los que más se ajustaban a las recomendaciones. La mayoría de los comedores evaluados no aportaban menús suficientemente detallados así como se observó falta de variedad de técnicas culinarias. La energía no se ajustaba a las necesidades de todos los grupos de edad y la distribución de macronutrientes sólo era adecuada en el 50% de los menús. Conclusión: Aunque se ha observado una evolución favorable de los menús respecto a estudios anteriores hay que seguir trabajando en aumentar la oferta de frutas y verduras, disminuir el aporte de lípidos y proteínas, así como adaptar la energía de los menús a los diferentes grupos de edad.


ABSTRACT Objective: To evaluate menus offered in public, private and charter schools in the city of Seville (Spain) for different groups of school children. Methods: A total of 86 schools were evaluated, including public, private and charter schools, which represented every district of the city. Four schools possessed their own kitchen, while the others had hired a catering service. The menus were aimed at school children aged between 3 and 16 years. The adequacy of menus regarding the monthly frequency of the different food groups, recipe repetition, variability of cooking techniques and nutritional balance were evaluated according to the recommendations. Statistica 7 software was used for statistical analysis. Results: In most school cafeterias fruits, vegetables and legumes supply was defincient compared to dairy desserts, meats and potatoes. Significant differences regarding the monthly food frequency were observed between the three types of school, being the public schools the ones the most followed the recommendations. Most school cafeterias evaluated did not provide sufficiently detailed menus and a lack of variety of culinary techniques was observed.The calories offered did not meet the needs of all age groups and macronutrient distribution was only adequate in 50% of the evaluated menus. Conclusion: Although there has been a favourable evolution of menus from previous studies, further work is needed to increase the offer of fruits and vegetables, to reduce the intake from lipids and protein, as well as to adapt the calories of the menus to the different age groups.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Child, Preschool , Child , Adolescent , School Health Services/statistics & numerical data , School Feeding , Energy Intake , Menu Planning/methods
6.
Int. j. cardiovasc. sci. (Impr.) ; 28(4): 305-312, jul.-ago.2015. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-776155

ABSTRACT

No tratamento de hipertensos que estejam hospitalizados, o uso de medicamentos deve ser combinado à terapia não medicamentosa. Em relação à alimentação, o sódio contribui para o aumento da pressão arterial e é amplamente utilizado na preparação de produtos industrializados e nas refeições servidas aos pacientes. Estas devem estar de acordo com as diretrizes para hipertensão, visto que a internação se destina à promoção e recuperação da saúde. Objetivos: Analisar a quantidade de sódio oferecida a pacientes hospitalizados, inclusive hipertensos, nas refeições de uma unidade hospitalar e propor cardápios ajustados, se necessário. Métodos: A partir da observação dos cardápios oferecidos em sete dias, a quantidade de sódio foi contabilizada considerando o porcionamento dos alimentos por medidas caseiras e comparando com a tabela de composição dos alimentos. Posteriormente, foram propostos dois cardápios em que a quantidade de sódio não ultrapassasse a recomendação de 2000mg/dia. Resultados: Considerando a recomendação diária de sódio de 2000mg para hipertensos, encontrou-se média de3475±174mg nas refeições, superior em 73,0% ao preconizado. Os cardápios ajustados apresentaram adequação em comparação ao realizado pela unidade hospitalar, sendo um com redução de 66,0% (1682mg) e outro com redução de 47,0% (1994mg). Conclusões: Observou-se que a unidade hospitalar estudada ofereceu quantidades excedentes de sódio nas refeições dos pacientes, inclusive para os que apresentavam hipertensão. Intervenções simples, como a retirada de produtos industrializados e o controle no sal de adição, permitiram uma redução expressiva da quantidade de sódio em relação ao cardápio oferecido pela Unidade hospitalar...


In the treatment of hospitalized hypertensive patients, the use of drugs should be combined with drug therapy. As for food, sodium contributes to increased blood pressure and is widely used in the preparation of processed products and the meals served to the patients. These meals should follow the guidelines for hypertension, since hospital stay is designed to promote and restore health. Objectives: To analyze the amount of sodium offered to hospitalized patients, including hypertensive patients, in the meals of a hospital and propose adjusted menus if necessary. Methods: By observing the menus offered over seven days, the amount of sodium was assessed considering the food servings by cooking measurements and comparing with the food composition table. Subsequently, two menus have been proposed in which the amount of sodium did not exceed the recommendation of 2000mg/day. Results: Considering the daily sodium amount of 2000mg recommended for hypertensive patients, 3475±174mg was found inthe meals, which is 73.0% higher than the recommended amount. The adjusted menus were appropriate compared to that adopted by the hospital, with a reduction of 66.0% (1682mg) and another one with reduction of 47.0% (1994mg). Conclusions: It was observed that the hospital studied offered excess amounts of sodium in the patients’ meals, including those with hypertension. Simple interventions such as the removal of processed foods and control of added salt allowed a significant reduction in the amount of sodium considering the menu offered by the hospital...


Subject(s)
Humans , Male , Female , Sodium Chloride, Dietary , Food Service, Hospital , Sodium, Dietary/adverse effects , Sodium/adverse effects , Brazil/epidemiology , Chronic Disease , Diet, Sodium-Restricted/methods , Cardiovascular Diseases/complications , Cardiovascular Diseases/mortality , Hypertension/epidemiology , Hypertension/etiology , Observational Study , Menu Planning/methods , Drug Therapy/methods , Risk Factors
9.
Rev. nutr ; 18(2): 277-279, mar.-abr. 2005.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-415958

ABSTRACT

As profundas transformações nos métodos e tecnologias de trabalho têm gerado mudanças no processo de produção de refeições. A ficha técnica de preparação foi objeto de uma análise, na perspectiva de discuti-la como instrumento de qualidade na produção de refeições. Foram utilizadas bases de dados, livros e formas eletrônicas de artigos para a pesquisa bibliográfica. A compreensão de que o nutricionista, na condição de profissional de saúde, possui como atribuição a atenção dietética, e de que esta deve estar associada à racionalização e à otimização do processo de produção de refeição, seguindo princípios dietéticos, faz com que a Ficha Técnica de Preparo seja um instrumento de promoção à saúde. Sua construção como ferramenta de atenção dietética é, portanto, um dos desafios com vistas à necessária mudança de atitude dos profissionais, no que tange ao aprendizado e à aplicação de novas tecnologias, e ao fornecimento de alimento seguro.


Subject(s)
Menu Planning/methods , Quality Control , Food Services/instrumentation
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL