Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 10 de 10
Filter
1.
Pesqui. vet. bras ; 39(3): 163-167, Mar. 2019. tab
Article in English | ID: biblio-1002803

ABSTRACT

Sudden deaths after colostrum ingestion in kids and lambs born to mothers grazing in areas with Amorimia septentrionalis have been reported in the Brazilian northeastern semi-arid region, in Paraíba state. This study aimed to determine whether the sodium monofluoracetate (MF) contained in A. septentrionalis is eliminated in milk, causing the death of kids. After confirming gestation on the 25th day after mating, 26 goats were randomly distributed into three groups. In Group 1, eight goats received fresh leaves of A. septentrionalis in daily doses of 1g/kg body weight, administered at three different periods during gestation: from days 91 to 100, 116 to 125, and from day 140 until delivery day. In Group 2, consisting of 10 females, eight goats received 1g/kg body weight of A. septentrionalis dried and milled leaves, fed daily from the 140th day of gestation until delivery. The other two goats of this group did not ingest the plant during gestation and after delivery the colostrum supplied to their kids was replaced by colostrum of goats from that same group that had ingested the plant. Eight goats from Group 3 (control) did not ingest A. septentrionalis. Seven goats from Group 1 showed signs of poisoning from 2nd to 8th days of plant administration, in all periods, and recovered within 7 to 12 days. Another goat presented severe clinical signs and was submitted to euthanasia in extremis. Two goats aborted. Four kids, from two goats, received colostrum and, after 15 minutes, presented depression, breathing wheezing, lateral recumbence, bleating, and death. Two goats gave birth at night; the two kids were found dead and, at necropsy, it was verified that they were born alive. The last goat in this group gave birth to two kids which showed no signs of poisoning after colostrum ingestion. In Group 2, the eight goats that ingested dry leaves of the plant presented tachycardia and engorgement of the jugular veins; six aborted, and the kids of the other two goats died immediately after delivery without ingesting colostrum. The three kids of the two goats that did not ingest the plant during gestation did not show signs of poisoning after ingesting colostrum from the goats that had ingested the plant. In Group 3, all females kidded normally and the kids showed no signs of poisoning. Ten leaf samples of A. septentrionalis contained 0.00074% ±0.00018 MF. These results demonstrate that the MF of A. septentrionalis is eliminated in colostrum and may cause the death of kids. As in previous reports, the plant also caused abortion.(AU)


Mortes súbitas, após a ingestão do colostro, em cabritos e cordeiros nascidos de mães que pastejam em áreas com Amorimia septentrionalis são relatadas no semiárido da Paraíba. O objetivo deste trabalho foi determinar se o monofluoracetato de sódio (MF) contido em Amorimia septentrionalis é eliminado pelo leite, causando a morte dos cabritos. Após a confirmação da gestação no 25º dia após a cobertura, 26 cabras foram aleatoriamente distribuídas em três grupos. No Grupo 1, oito cabras receberam folhas frescas de A. septentrionalis em doses diárias de 1g/kg de peso vivo, administradas em três períodos diferentes durante a gestação: entre os dias 91 a 100, 116 a 125 e do 140º dia até o parto. No Grupo 2, composto por 10 fêmeas, oito cabras receberam 1g/kg de peso vivo de folhas secas e trituradas de A. septentrionalis, fornecida diariamente do 140º dia de gestação até o parto. As outras duas cabras desse grupo não ingeriram a planta durante a gestação e, ao parirem, o colostro fornecido aos seus cabritos foi substituído pelo colostro de cabras, desse mesmo grupo, que ingeriram a planta. Oito cabras do Grupo 3 (controle) não ingeriram A. septentrionalis. Sete cabras do Grupo 1 apresentaram sinais de intoxicação entre o 2º e 8º dia de administração da planta, em todos os períodos, e se recuperavam em 7 a 12 dias. Outra apresentou sinais clínicos graves e foi eutanasiada in extremis. Duas cabras abortaram. Quatro cabritos, oriundos de duas cabras, receberam colostro e, após 15 minutos, apresentaram depressão, respiração ofegante, decúbito lateral, berros e morte. Dois cabritos, nascidos de duas cabras que pariram durante a noite, foram encontrados mortos e os achados de necropsia permitem afirmar que nasceram vivos. A outra cabra desse grupo pariu dois cabritos que, mesmo mamando o colostro, não apresentaram sinais de intoxicação. No Grupo 2, as oito cabras que ingeriram a planta seca apresentaram taquicardia e ingurgitamento das veias jugulares; seis abortaram e os cabritos das outras duas morreram imediatamente após o parto, sem ingerir colostro. Os três filhotes das duas cabras que não ingeriram a planta durante a gestação não apresentaram sinais de intoxicação após ter ingerido colostro das cabras que tinham ingerido a planta. No Grupo 3, todas as fêmeas pariram normalmente e os filhotes não apresentaram sinais de intoxicação. Dez amostras de folhas de A. septentrionalis continham 0,00074% ± 0,00018 de MF. Estes resultados demonstram que o MF de A. septentrionalis, além de causar abortos, é eliminado pelo colostro podendo causar a morte dos cabritos.(AU)


Subject(s)
Animals , Female , Pregnancy , Infant, Newborn , Plant Poisoning/mortality , Plants, Toxic/poisoning , Goats , Infant Mortality , Colostrum , Malpighiaceae/toxicity , Milk/toxicity , Fluoroacetates/poisoning , Abortion, Veterinary/mortality
2.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 68(6): 1721-1726, nov.-dez. 2016. tab, graf
Article in English | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-827955

ABSTRACT

The present study attempted to identify climate conditions that are associated with the occurrence of pyrethroid residues using a multivariate principal component analysis (PCA). A total of 132 raw milk samples were collected from dairy farms in Minas Gerais State - Brazil and analyzed for seven analytes using gas chromatography with electron capture detection. Of the 132 milk samples, pyrethroid residues were identified in 14 (10.6%) milk samples, of which 12 (9.1%) and two (1.5%) milk samples had the identification of cypermethrin and deltamethrin, respectively. From those samples, nine (6.8%) milk samples were regarded as non-compliant for cypermethrin with this analyte concentration above the maximum residue limits set by Brazilian legislation. A PCA assessing pyrethroid residues in bulk tank milk demonstrated that the average temperature and the Temperature-Humidity Index were associated with pyrethroids residues in bulk milk tank, although the relative humidity was inversely correlated. Thus, the data analysis indicated that the pyrethrid residues associated with some climate conditions can predict the moments with higher risk of occurrence of pyrethroid residues in bulk tank milk.(AU)


O presente trabalho objetivou identificar fatores climáticos associados à ocorrência de resíduos de piretroides em amostras de leite de tanque por análise multivariada de componentes principais (ACP). Para o presente trabalho, 132 amostras de leite cru foram coletadas em fazendas leiteiras localizadas no estado de Minas Gerais (Brasil) e analisadas por sete analitos por cromatografia gasosa com detector por captura de eletróns para detecção de resíduos de piretroides. Das 132 amostras de leite analisadas, a presença de resíduos de piretroides foi detectada em 14 amostras (10,6%), e em 12 (9,1%) e duas (1,5%) foram detectados cipermetrina e deltametrina, respectivamente. Destas amostras, em nove (6,8%) a concentração de cipermetrina encontrada foi maior que a permitida pela legislação brasileira. A ACP demonstrou que a presença de resíduos de piretroides no leite de tanque ocorreu menos frequentemente nos dias com maior umidade relativa, embora a presença desses resíduos estivesse associada a maior temperatura média e a maior índice de temperatura e umidade. Dessa forma, conclui-se que alguns índices climáticos podem predizer períodos com maior risco de ocorrência de resíduos de piretroides no leite de tanque.(AU)


Subject(s)
Drug Residues/analysis , Hot Temperature , Humidity , Milk/toxicity , Pesticides/analysis , Pyrethrins/analysis , Cattle
4.
Rio de Janeiro; s.n; 2010. 72 p. tab.
Thesis in Portuguese | LILACS | ID: lil-620597

ABSTRACT

O presente trabalho teve por objetivo caracterizar os riscos relacionados ao uso de pesticidas na pecuária leiteira, em questões relacionadas à legislação, à saúde e à percepção de riscos de trabalhadores dessa atividade, baseando-se em articulaçãometodológica que incluiu: a) revisão sistemática da literatura de referência sobre o objeto da pesquisa; b) análise da legislação correlata (produtos veterinários e agrotóxicos); c) identificação de perigos relacionados a produtos veterinários formulados à base de princípios ativos regulados como agrotóxicos; e d) análise da percepção de riscos de um grupo de trabalhadores da pecuária leiteira. A análise dosresultados do estudo apontou uma situação de especial interesse para o campo da Saúde Coletiva. No que diz respeito aos trabalhadores da pecuária leiteira, a invisibilidade de riscos associados ao manejo de agrotóxicos de uso veterinário aumenta sua exposição epode estar relacionada a diversos problemas de saúde. Esta mesma invisibilidade leva a um negligenciamento do respeito ao período de carência, o que pode indicar risco decontaminação aos consumidores de leite. Parte dos problemas pode estar associado à não-classificação dos inseticidas de uso veterinários como agrotóxicos, o que torna necessária e urgente a discussão do tema.


Subject(s)
Humans , Animals , Animal Husbandry , Insecticides/adverse effects , Insecticides/toxicity , Milk , Milk/toxicity , Occupational Risks , Pesticide Utilization , Veterinary Drugs/adverse effects , Veterinary Drugs/toxicity , Health Care Coordination and Monitoring , Perception , Rural Health , Veterinary Public Health
6.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 41(5): 321-326, set.-out. 2004.
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-404977

ABSTRACT

O Staphylococcus aureus é um dos principais agentes das mastites consideradas contagiosas, apresentando elevada incidência na maioria dos rebanhos leiteiros em vários países. Além de perdas econômicas é importante salientar o aspecto de saúde pública para cepas produtoras de enterotoxinas e da toxina do choque tóxico. A enterotoxina A, relacionada com maior ênfase nos casos de toxinfecções alimentares, pode ser veiculada pelo leite cru, pasteurizado e subprodutos lácteos. A síndrome do choque tóxico é determinada mais freqüentemente pela toxina do choque tóxico, porém as enterotoxinas do tipo B e C também podem ser implicadas. O objetivo deste estudo foi verificar a ocorrência de S.aureus produtores de enteroxinas e da toxina do choque tóxico em amostras de leite de animais com mastite subclínica, e correlacionar estes resultados com a contagem de células somáticas; utilizando a técnica de "celofane over agar" para detecção da TNAase, kit comercial para identificação das enterotxinas e contagem eletrônica de células somáticas. Avaliou-se 209 amostras de leite oriundas de vacas com mastite subclínica por S.aureus, e dentre estas, 209 (98,86 por cento) produziram TNAse, nove amostras (4,39 por cento) foram produtoras de enterotoxinas, sendo que uma (0,49 por cento) dentre elas foi produtora de EED, três (1,46 por cento) de EEC, e três (1,46 por cento) de EEB. Em uma amostra (0,49 por cento), detectou-se concomitantemente EEA e EEB e em outra EEB e EEC. A toxina do choque tóxico não foi encontrada nas cepas avaliadas neste estudo, assim como não houve aumento estatisticamente significativo, na contagem de células somáticas, das amostras de cepas produtoras de enteroxinas.


Subject(s)
Mastitis, Bovine/pathology , Shock, Septic , Staphylococcus aureus/isolation & purification , Enterotoxins/isolation & purification , Milk/toxicity
7.
Rev. Inst. Adolfo Lutz ; 63(1): 24-30, jan.-jun. 2004. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS, SES-SP | ID: lil-402214

ABSTRACT

O leite é um importante constituinte da dieta alimentar do homem e apresenta um consumo elevado, principalmente pela população infantil. Os resíduos de agrotóxicos não intencionais e seus metabólitos podem ser encontrados no leite em decorrência do consumo de água, pastagens e rações com resíduos pelo gado ou pelo uso de agrotóxicos para controle de ectoparasitas. Com o objetivo de avaliar os níveis desses resíduos foram analisadas 73 amostras de leite, coletadas pela Vigilância Sanitária em diversos estabelecimentos comerciais do Estado de São Paulo nos anos de 2000 a 2002. A análise dos agrotóxicos foi efetuada por cromatografia a gás e cromatografia a líquido de alta eficiência. Para verificar a exatidão e precisão do método foram realizados estudos de recuperaçoes cujos resultados variaram de 71 a 105%, todos dentro dos limites aceitáveis, com coeficientes de variações entre 1,2 e 17,8%. O limite de quantificação do método foi de 0,01 mg/kg para hexaclorobenzeno, a HCH, B HCH, y HCH, aldrin, heptacloro, heptacloro epóxido, endosulfan I, endosulfan II, sulfato de endosulfan, dieldrin, endrin, pp'DDE, pp'DDD, op'DDT, pp'DDT; 0,02 mg/kg para cialotrina, a cipermetrina, deltametrina e 0,10 mg/kg para carbendazim e tiabendazol. Nenhum dos agrotóxicos avaliados foram encontrados na amostras de leite analisadas


Subject(s)
Humans , Male , Female , Food Contamination , Chromatography , Food Quality , Hazardous Waste , Hazardous Substances , Benzimidazoles , Insecticides, Organochlorine , Milk/toxicity
8.
Hig. aliment ; 12(53): 47-50, jan.-fev. 1998. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-213372

ABSTRACT

Amostras de leite "in natura" coletadas em uma Usina de Beneficiamento de Ribeiräo Preto, SP, Brasil, foram analisadas por espectrofotometria de absorçäo atômica com forno de grafite, para determinaçäo dos níveis residuais de chumbo e cádmio entre 1985 e 1995. Foram selecionados 3 tipos de latöes: L1: Latöes com solda, L2: Latöes velhos, e L3: Latöes reestanhados, em um total de 127 amostras. Foram encontrados os seguintes níveis médios: para o chumbo, L1: 0,0564 ppm, L2: 0,0748 ppm e L3: 0,0548 ppm. Para o cádmio, L1: 0,01494 ppm, L2: 0,0168 ppm e L3: 0,0118 ppm. Coletando 5 amostras diretamente dos animais, foram encontrados valores médios de 0,0349 ppm de chumbo e de 0,01738 ppm de cádmio. Também foi feito o levantamento dos níveis residuais desses metais, segundo o município de origem do leite. Todos os valores médios estiveram de acordo com os limites de tolerância preconizados pela Legislaçäo Brasileira. E apenas para o chumbo, o valor médio de 0,0620 ppm encontrado nos latöes foi superior ao valor médio de 0,0349 ppm encontrado no leite coletado diretamente dos animais.


Subject(s)
Lead Poisoning , Milk/toxicity , Cadmium Poisoning
9.
Rev. saúde pública ; 30(6): 542-8, dez. 1996. tab
Article in Portuguese | LILACS, SES-SP | ID: lil-184721

ABSTRACT

O desempenho do ensaio por enzimas imuno-adsorvidas (ELISA), mediante o emprego de conjuntos de reativos produzidos em escala comercial, para determinaçäo de aflatoxina, foi avaliado em condiçöes experimentais, através de análises repetidas, em amostras de leite em pó reconstituído contaminadas com concentraçöes conhecidas da fraçäo M1 da toxina. Para os níveis de 0,10; 0,20; 0,50; e, 1,00 ng/ml, os percentuais de recuperaçäo foram: 83,0 por cento; 87,5 por cento; 103,0 por cento; 111,8 por cento, respectivamente. O desvio-padräo relativo, para as referidas concentraçöes, foi, respectivamente, 65,5 por cento; 31,8 por cento; 10,9 por cento e 13,6 por cento (n=10, para cada nível de contaminaçäo). Os resultados obtidos demonstram que o método é apropriado para pesquisas e levantamentos sobre a ocorrência de aflatoxina M1 em leite, sobretudo nas faixas de concentraçäo entre 0,20 - 1,00 ng/ml


Subject(s)
Enzyme-Linked Immunosorbent Assay , Aflatoxin M1 , Breast-Milk Substitutes/toxicity , Aspergillus flavus , Spectrophotometry , Milk/toxicity , Breast-Milk Substitutes/analysis
10.
Salud pública Méx ; 28(4): 438-42, jul.-ago. 1986. ilus
Article in Spanish | LILACS | ID: lil-64814

ABSTRACT

Este trabajo se efectuó con el objeto de establecer la magnitud de la contaminación con resíduos de antibióticos de las leches comerciales disponibles en el Valle de México. Se obtuvieron 125 muestras de leche de diferentes marcas comerciales durante el período marzo-julio de 1985 y fueron analizadas para penicilina, estreptomicina y tetraciclina, siguiendo los métodos microbiológicos de cilindro en placa. Solamente el 9.6% de las muestras resultaron libres de antibióticos, el 25% contenían penicilina, el 60% estreptomicina, el 70% tetraciclina y más del 80% contenían 2 o los 3 antibióticos. Los niveles promedios encontrados para penicilina, estreptomicina y tetraciclina fueron 0.11 UI/ml, 0.02 microng/ml y 0.07 microng/ml, respectivamente. Ninguna marca de leche resultó negativa en todas las muestras y las 8 muestras de leche para bebé también resultados positivas a uno o a dos de los antibióticos estudiados. Aunque los niveles encontrados de penicilina, estroptomicina y tetraciclina son muy bajos, su ingestión diaria a través de la leche puede tener repercusiones en la salud pública, especialmente en los niños


Subject(s)
Food Contamination , Milk/toxicity , Penicillins/toxicity , Streptomycin/toxicity , Tetracycline/toxicity , Mexico , Microbiological Techniques , Public Health
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL