Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 89
Filter
1.
Rev. enferm. UERJ ; 28: e43213, jan.-dez. 2020.
Article in English, Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1120165

ABSTRACT

Objetivo: delinear o perfil das notificações de incidentes em saúde em um hospital universitário do Rio de Janeiro. Método: estudo retrospectivo e descritivo com abordagem quantitativa, realizado em um hospital universitário do Rio de Janeiro. Os dados foram coletados das fichas de notificação de incidentes em saúde referente ao período de outubro de 2015 a maio de 2018.Resultados: no total, foram analisadas 534 notificações de incidentes em saúde. Os enfermeiros foram os principais notificadores, com um predomínio expressivo das queixas técnicas, destacando a prevalência da tecnovigilância. Os incidentes com dano ocorreram com maior concentração nos setores de internação. Conclusão: a partir do perfil das notificações foi possível evidenciar fragilidades no sistema que sugerem a existência da subnotificação na instituição, sendo um entrave para o entendimento das ocorrências.


Objective: to profile health incident notifications at a university hospital in Rio de Janeiro. Method: in this quantitative, retrospective, descriptive study at a university hospital in Rio de Janeiro, data were collected from health incident notification sheets for October 2015 to May 2018. Results: 534 health incident notifications were examined. Nurses were the main notifiers, and there was a significant prevalence of technical complaints, predominantly technovigilance-related. Incidents involving damage were concentrated more in inpatient sectors. Conclusion: the profile of notifications made it possible to highlight weaknesses in the system that suggest the existence of underreporting in the institution, which is an obstacle to understanding the occurrences.


Objetivo: perfilar las notificaciones de incidentes de salud en un hospital universitario de Río de Janeiro. Método: en este estudio cuantitativo, retrospectivo y descriptivo en un hospital universitario de Río de Janeiro, se recolectaron datos de las hojas de notificación de incidentes de salud de octubre de 2015 a mayo de 2018. Resultados: se examinaron 534 notificaciones de incidentes de salud. Las enfermeras fueron los principales notificadores y hubo una prevalencia significativa de quejas técnicas, predominantemente relacionadas con la tecnovigilancia. Los incidentes con daños se concentraron más en los sectores de hospitalización. Conclusión: el perfil de notificaciones permitió resaltar debilidades en el sistema que sugieren la existencia de subregistro en la institución, lo cual es un obstáculo para el entendimiento de las ocurrencias.


Subject(s)
Humans , Notification , Patient Safety , Patient Harm , Hospitals, University , Quality of Health Care , Underregistration , Brazil , Attitude of Health Personnel , Epidemiology, Descriptive , Retrospective Studies , Nurses
2.
Arq. Ciênc. Vet. Zool. UNIPAR (Online) ; 23(2, cont.): e2304, jul-dez. 2020. ilus
Article in Portuguese | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1129397

ABSTRACT

O carcinoma de células escamosas (CCE) é uma neoplasia maligna resultante da diferenciação de ceratinócitos, que acomete principalmente animais de pelagem clara e pouco pigmentados, decorrente da exposição à radiação ultravioleta. Apresentam evolução lenta e baixo caráter metastático, porém, em alguns mais avançados pode ocorrer acometimento metastático de órgãos adjacentes. Os tratamentos utilizados no CCE incluem cirurgia, radioterapia, quimioterapia, crioterapia e eletroquimioterapia (EQT). A eletroquimioterapia se mostra bastante eficaz no tratamento desse tumor, dentre outros e comumente não apresenta efeito colateral. O presente trabalho tem como objetivo relatar o caso de um felino atendido na Clínica Veterinária Bichos S.A. no município de Foz do Iguaçu, diagnosticado com Carcinoma de Células Escamosas e portador do vírus da imunodefiência felina. O tratamento adotado para a neoplasia foi a eletroquimioterapia, resultando em remissão parcial das lesões, após vinte dias da EQT. Com objetivo de investigar possível acometimento ósseo, foi realizada radiografia de face, onde a mesma apresentou área de lise óssea em arco zigomático e maxila esquerda, indicativo de infiltração neoplásica. A radiografia torácica apontou presença de área nodular sobrepondo lobo pulmonar caudal direito, indicativo de processo metastático. Em virtude do prognóstico reservado, os tutores optaram pela eutanásia do mesmo.(AU)


Squamous cell carcinoma (SCC) is a malignant neoplasm resulting from the differentiation of keratinocytes, which mainly affects light-colored and non-pigmented animals due to exposure to ultraviolet radiation. Although they present slow evolution and low metastatic character, in some more advanced cases, metastatic involvement of adjacent organs may occur. The treatments used in SCC include surgery, radiotherapy, chemotherapy, cryotherapy and electrochemotherapy (ECT). Electrochemotherapy is quite effective in the treatment of this type of tumor, among others, and it usually has no side effect. This work aims at reporting the case of a feline treated at the Veterinary Clinic Bichos S.A. in the city of Foz do Iguaçu diagnosed with Squamous Cell Carcinoma and carrying the feline immunodefense virus (FIV). Electrochemotherapy was the treatment of choice for the neoplasia, resulting in partial remission of the lesions after twenty days of treatment. In order to investigate possible bone involvement, an X-ray of the face was performed, where it presented area of bone lysis in the zygomatic arch and left maxilla, signs of neoplastic infiltration. The chest X-ray showed a nodular area overlapping the right caudal pulmonary lobe, an indication of metastatic process. Due to the reserved prognosis, the tutors chose euthanasia of the subject.(AU)


El carcinoma de células escamosas (CEC) es una neoplasia maligna resultante de la diferenciación de queratinocitos, que afecta principalmente a animales de pelaje claro y de poca pigmentación, resultado de la exposición a la radiación ultravioleta. Tienen una evolución lenta y un carácter metastásico bajo, sin embargo, en algunos más avanzados puede producirse afectación metastásica de órganos adyacentes. Los tratamientos utilizados en el CEC incluyen cirugía, radioterapia, quimioterapia, crioterapia y electroquimioterapia (EQT). La electroquimioterapia es muy eficaz en el tratamiento de ese tumor, entre otros y no suele tener efectos secundarios. Este trabajo tiene como objetivo reportar el caso de un felino atendido en la Clínica Veterinária Bichos S.A. de la ciudad de Foz do Iguaçu, diagnosticado con Carcinoma de Células Escamosas y con el virus de la inmunodeficiencia felina. El tratamiento adoptado para la neoplasia fue la electroquimioterapia, resultando en remisión parcial de las lesiones luego de veinte días de EQT. Con el fin de investigar la posible afectación ósea se realizó una radiografía de rostro, donde se presentó un área de lisis ósea en arco cigomático y maxilar izquierdo, indicativo de infiltración neoplásica. La radiografía de tórax mostró la presencia de un área nodular superpuesta al lóbulo pulmonar caudal derecho, lo que indicaba un proceso metastásico. Debido al pronóstico reservado, los tutores optaron por la eutanasia.(AU)


Subject(s)
Animals , Cats , Ultraviolet Rays , Carcinoma, Squamous Cell , Cats/abnormalities , Electrochemotherapy/veterinary , Notification
3.
Arcoverde; s.n; 2020. 17 p.
Thesis in Portuguese | LILACS, ColecionaSUS, CONASS, SES-PE | ID: biblio-1129432

ABSTRACT

A Violência Contra a Mulher (VCM) é qualquer ação baseada no gênero causando morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial a mulher. O objetivo foi elaborar comparativo dos sistemas de informação em saúde e da segurança pública, no monitoramento da VCM em Pernambuco. O estudo é observacional, longitudinal, do tipo série temporal com abordagem quantitativa sobre a VCM estabelecendo um comparativo entre os dados dos sistemas de informação em saúde SINAN e SIM e o INFOPOL/SDS-PE para VCM com 20 anos ou mais em Pernambuco, entre 2013 e 2017. O SINAN apresenta um aumento do número de casos de violência ano a ano; ocorridos entre 2013 e 2014 aumento de 3,4%, de 2014 a 2015 de 11,31%, entre 2015 e 2016 de 4,2% e entre 2016 e 2017 de 27,4% casos a mais. O SIM mostra tendência a manutenção dos casos, apresentando uma média de 221,6 mortes/ano. O INFOPOL apresenta nos dados relacionados a Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e familiar uma propensão a estabilidade dos casos, com média de 31.322 ocorrências/ano; no que se refere a Crimes Violentos Letais Intencionais observa-se um comportamento semelhante, pela conservação da média de 234,8 ocorrências, registradas anualmente. Sobre os feminicídios dos anos apresentados vê-se uma redução de 22,34% das mortes entre 2016 e 2017. Fica clara a necessidade de investigação a respeito do porquê de os números apontarem para um perfil de estabilidade dos óbitos e um aumento dos casos de VCM no período avaliado, além da integração entre os sistemas de modo a termos dados passíveis de cruzamento. (AU)


Violence Against Women (VCM) is any action based on gender causing death, injury, physical, sexual or psychological suffering and moral or property damage to women. The objective was to draw up a comparison of health information systems and public safety, in monitoring VCM in Pernambuco. The study is quantitative and descriptive, compared data from the Mortality Information System (SIM), Disease Information and Notification System (SINAN) and the public security information system (INFOPOL / SDS-PE) for VCM aged 20 or over more in Pernambuco, between 2013 and 2017. At SINAN 37.1% of the cases were women between 20 and 29 years old, 56% brown and 14.5% had completed high school. In the SIM, women aged 20 to 29 years (38.7%), brown (83%) and with 4 to 7 years of study (32.3%) prevailed. According to INFOPOL / SDS, domestic and family violence mainly ccurred in the range of 31 and 65 years old (27.6%), in Intentional Lethal Crimes (CVLI) 46.7% of them were between 18 and 30 years old and femínicides prevailed between 31 and 65 years (53%). It is clear the need for an integrated database that reliably reflects the VCM in razil and for more studies on the topic.(AU)


Subject(s)
Humans , Female , Violence Against Women , Health Information Systems , Domestic Violence , Battered Women , Notification , Public Health Surveillance , Homicide
4.
Nursing (Säo Paulo) ; 23(265): 4107-4111, jun.2020.
Article in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1117642

ABSTRACT

Objetivo: analisar a distribuição espacial dos casos confirmados de Zika Vírus. Método: Estudo epidemiológico, do tipo ecológico, exploratório, obtidos a partir dos casos confirmados de Zika Vírus, notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação, ocorridos no Estado de São Paulo em 2016. Foi aplicada a técnica de georreferenciamento. A análise espacial foi feita a partir do estimador de densidade Kernel e a estatística de varredura fornecida pelo SaTScan™ version 9.6. Resultado: A análise de Kernel apontou áreas quentes na região do estudo. Por meio da estatística de varredura foram identificados os aglomerados dos Riscos Relativos dos 645 municípios. A distribuição espacial de Zika Vírus seguiu padrão heterogêneo, pois, os focos tenderam-se a agregar-se em áreas específicas. Os municípios das regiões norte e noroeste apresentaram crescente Risco Relativo. Conclusão: Este estudo oferece informações fundamentais para auxiliar gestores em saúde pública nas tomadas de decisões nos níveis municipal e estadual.(AU)


Objective: to analyze the spatial distribution of confirmed Zika Virus cases. Method: Ecological, exploratory, epidemiological study, obtained from confirmed cases of Zika Virus, reported in the Notifiable Diseases Information System, which occurred in the State of São Paulo in 2016. The georeferencing technique was applied. Spatial analysis was performed using the Kernel density estimator and the scan statistics provided by SaTScan ™ version 9.6. Result: The Kernel analysis showed hot areas in the study region. Through the scanning statistics, the Relative Risks clusters of the 645 municipalities were identified. The spatial distribution of Zika Virus followed a heterogeneous pattern, as the outbreaks tended to aggregate in specific areas. The municipalities of the north and northwest regions presented an increasing Relative Risk. Conclusion: This study offers fundamental information to assist public health managers in decision-making at the municipal and state levels.(AU)


Objetivo: analizar la distribución espacial de casos confirmados de Virus Zika. Método: Estudio epidemiológico, exploratorio y ecológico, obtenido de casos confirmados de Virus Zika, reportado en el Sistema de Información de Enfermedades de Notificación, que ocurrió en el Estado de São Paulo en 2016. Se aplicó la técnica de georreferenciación. El análisis espacial se realizó utilizando el estimador de densidad de Kernel y las estadísticas de escaneo proporcionadas por SaTScan ™ versión 9.6. Resultado: el análisis de Kernel mostró áreas calientes en la región de estudio. A través de las estadísticas de escaneo, se identificaron los grupos de Riesgos relativos de los 645 municipios. La distribución espacial del virus Zika siguió un patrón heterogéneo, ya que los brotes tendieron a agregarse en áreas específicas. Los municipios de las regiones norte y noroeste presentaron un riesgo relativo creciente. Conclusión: Este estudio ofrece información fundamental para ayudar a los administradores de salud pública en la toma de decisiones a nivel municipal y estatal.(AU)


Subject(s)
Humans , Public Health , Zika Virus , Zika Virus Infection/epidemiology , Epidemiologic Studies , Disease Outbreaks , Notification , Geographic Mapping
5.
Epidemiol. serv. saúde ; 29(1): e2018485, 2020. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1101112

ABSTRACT

Resumo Objetivo: identificar microrregiões brasileiras com subnotificação de casos de tuberculose, no período de 2012 a 2014. Métodos: estudo ecológico com dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). O estimador indireto da proporção de casos notificados (EIPCN) foi calculado como a média entre a proporção de casos que aderiram ao tratamento e a proporção daqueles que realizaram baciloscopia. Regressão binomial negativa foi empregada para investigar evidências de subnotificação nas microrregiões selecionadas por meio do EIPCN. Resultados: houve suspeita de subnotificação em 89 (17,5%) microrregiões com EIPCN inferior a 83%. A razão de taxas associada ao EIPCN no modelo de regressão foi 0,996 (IC95%0,988;1,003), considerando-se todos os dados, e igual a 0,987 (IC95%0,974; 0,999), excluindo-se as 89 microrregiões com suspeita de subnotificação. Conclusão: foi evidenciada subnotificação de casos de tuberculose nas microrregiões com desempenho ruim em indicadores básicos da qualidade do sistema de vigilância.


Resumen Objetivo: identificar microrregiones brasileñas con subnotificación de casos de tuberculosis de 2012 a 2014. Métodos: estudio ecológico con datos del Sistema Nacional de Información de Agravamientos de Notificación. El estimador indirecto de la proporción de casos notificación (EIPCN) se calculó como la media entre la proporción de casos que se adhirieron al tratamiento y la proporción de aquellos que realizaron baciloscopia. La Regresión Binomial Negativa se empleó para investigar evidencias de subnotificación en las microrregiones seleccionadas por medio del EIPCN. Resultados: se ha sospechado de subnotificación en 89 (17,5%) microrregiones con EIPCN inferior al 83%. La razón de tasas del EIPCN fue 0,996 (IC95% 0,988;1,003) considerando todos los datos en el modelo de regresión e igual a 0,987 (IC95%0,974; 0,999) excluyendo las 89 microrregiones con sospechas de subnotificación. Conclusión: se evidenció subnotificación de casos en microrregiones con mal desempeño en indicadores básicos de calidad del sistema de vigilancia.


Abstract Objective: to identify Brazilian micro-regions with under-reported tuberculosis cases, from 2012 to 2014. Methods: this was an ecological study using data from the Notifiable Health Conditions Information System (SINAN). The indirect estimator of the proportion of notified cases (EIPCN) was calculated as the mean between the proportion of cases that adhered to treatment and the proportion of those who underwent sputum smear microscopy. Negative Binomial Regression was used to investigate evidence of under-reporting in the micro-regions selected through EIPCN. Results: under-reporting was suspected in 89 (17.5%) micro-regions with EIPCN below 83%. The EIPCN rate ratio in the regression model was 0.996 (95%CI 0.988;1.003) considering all the data and equal to 0.987 (95%CI 0.974;0.999) excluding the 89 micro-regions with suspected under-reporting. Conclusion: evidence of tuberculosis case under-reporting was found in micro-regions where basic indicators of surveillance system quality had poor performance.


Subject(s)
Humans , Tuberculosis/epidemiology , Incidence , Notification , Ecological Studies , Epidemiological Monitoring
6.
Epidemiol. serv. saúde ; 29(1): e2018438, 2020. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1090250

ABSTRACT

Objetivo: descrever os casos de violência contra crianças e adolescentes e a completude das fichas de notificação registradas no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), Manaus, Amazonas, Brasil, 2009-2016. Métodos: foi realizado estudo descritivo, considerando-se 38 campos da ficha de notificação no sistema; a análise da completude embasou-se nos critérios propostos pelo Ministério da Saúde. Resultados: dos 10.333 casos registrados, 69,3% ocorreram entre crianças do sexo feminino, e em 43,0% o agressor tinha relação parental com a vítima; entre os adolescentes, aproximadamente » (24,9%) dos agressores foram amigos/conhecidos; a violência sexual foi a mais notificada em ambos os grupos; a completude dos campos variou de 15,1% (ocupação) a 100,0% (vários campos). Conclusão: diferentemente do cenário nacional, a violência sexual foi a mais notificada no município, indicando subestimação dos demais tipos de violência; a qualidade dos dados aponta para a necessidade de aprimoramento do Sinan em Manaus.


Objetivo: describir los casos de violencia contra niños y adolescentes y la integridad de los formularios de notificación registrados en el Sistema de Información de Enfermedades de Notificación (Sinan), Manaus, Amazonas, Brasil, 2009-2016. Métodos: se realizó un estudio descriptivo de 38 campos del formulario de notificación del sistema; el análisis de integridad se basó en los criterios propuestos por el Ministerio de Salud. Resultados: el 69,3% de los 10.333 casos reportados ocurrieron entre niñas, con padres y padrastros como los principales agresores (43,0%); entre los adolescentes, aproximadamente » (24,9%) fue cometido por amigos/conocidos; la violencia sexual fue la más reportada en ambos grupos; la integridad del campo varió de 15,1% (ocupación) a 100,0% (campos múltiples). Conclusión: en contraste con el escenario nacional, la violencia sexual fue la más reportada en la ciudad, lo que indica que también se necesita capacitación para detectar otros tipos de violencia; la calidad de los datos apunta a la necesidad de mejorar el Sinan en Manaus.


Objective: to describe cases of violence against children and adolescents and completeness of notification forms registered on the Notifiable Health Conditions Information System (Sinan), Manaus, Amazonas, Brazil, 2009-2016. Methods: this was a descriptive study based on 38 fields of the notification form held on the information system; analysis of completeness was based on the criteria proposed by the Ministry of Health. Results: 69.3% of the 10,333 reported cases occurred among female children, and parents and step-parents were the perpetrators in 43.0% of cases; among adolescents, about » (24.9%) of cases were committed by friends/acquaintances; sexual violence was the most reported type of violence in both groups; field completeness ranged from 15.1% (occupation) to 100.0% (several fields). Conclusion: in contrast to the national scenario, sexual violence was the most reported form of violence in Manaus, indicating that other types of violence are underestimated; data quality points to the need for Sinan improvement in Manaus.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Child , Adolescent , Violence/statistics & numerical data , Child Abuse, Sexual/statistics & numerical data , Child Abuse , Domestic Violence/statistics & numerical data , Data Accuracy , Brazil/epidemiology , Epidemiology, Descriptive , Notification , Health Information Systems
7.
Article in English | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1135454

ABSTRACT

Abstract Child maltreatment is a severe Public Health issue. To understand its associated factors, our study analyzed 14.564 cases of child maltreatment recorded in the state of Rio Grande do Sul between 2010 and 2014. In our study, we analyzed immediate contextual aspects (child's gender and developmental stage, perpetrator's gender, family relationship between the victim and the perpetrator) and intermediate aspects (health professionals' response). Chi-square analysis showed that girls were more likely to be vulnerable to sexual and psychological abuse, especially in middle childhood. Boys, on the other hand, were more likely to experience neglect in infancy and physical abuse in middle childhood. Males were the main perpetrators. Our results are discussed, based on a theoretical review of the sociocultural conceptions of child developmental characteristics, parenting practices, and gender roles. We suggest changes in the notification process and case referral.


Resumo Os maus-tratos infantis são um grave problema de saúde pública. A fim de elucidar fatores associados à sua ocorrência, no presente estudo foram analisados 14.564 casos de maus tratos contra crianças reportados no Rio Grande do Sul entre 2010 e 2014. Foram analisados aspectos que operam em níveis contextuais imediatos (gênero da criança e fase do desenvolvimento, sexo do perpetrador, parentesco entre a vítima e perpetrador) e intermediários (respostas do profissional da saúde) dos casos reportados. Resultados de qui quadrado demonstraram que meninas tendem a ser vulneráveis ao abuso sexual e psicológico, principalmente durante a terceira infância. Meninos tendem a ser expostos a maus tratos físicos, na terceira infância, e à negligência na primeira infância. Homens foram os principais agressores identificados. Os resultados são discutidos com base em revisão teórica sobre concepções socioculturais de características desenvolvimentais infantis, práticas parentais e papéis de gênero. Sugerem-se modificações no processo de notificação e encaminhamento dos casos.


Resumen El maltrato infantil es un grave problema de salud pública. Con el fin de exponer los factores asociados a su ocurrencia, en el presente estudio se analizaron 14.564 casos de maltrato infantil reportados en Rio Grande do Sul entre 2010 y 2014. Se analizaron aspectos que operan a niveles contextuales inmediatos (género del niño y etapa de desarrollo, sexo del perpetrador, parentesco entre la víctima y el perpetrador) e intermediarios (respuestas del profesional de la salud) de los casos reportados. Los resultados del chi-cuadrado mostraron que las niñas tienden a ser vulnerables al abuso sexual y psicológico, especialmente durante su tercera infancia. Los niños tienden a ser expuestos al maltrato físico en la tercera infancia y a la negligencia en la primera infancia. Los principales agresores identificados fueron los hombres. Los resultados se discuten en base a una revisión teórica sobre las concepciones socioculturales de las características del desarrollo infantil, las prácticas parentales y los roles de género. Se sugieren modificaciones en el proceso de notificación y el direccionamiento de casos.


Subject(s)
Humans , Male , Child, Preschool , Child , Referral and Consultation , Sex Offenses , Child Abuse , Child Development , Domestic Violence , Notification , Family Relations , Physical Abuse , Health Services
8.
Rev. baiana enferm ; 34: e37056, 2020. tab
Article in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1137045

ABSTRACT

Objetivo: quantificar a subnotificação e motivos do não registro dos acidentes de trabalho com material biológico de técnicos de enfermagem em hospital universitário. Método: pesquisa de corte transversal quantitativa com proporção amostral de 25%. Participaram 275 profissionais de 9 unidades que responderam questionário sobre risco ocupacional. Resultados: foram relatados 747 acidentes, sendo 71% não notificados. As variáveis: horário de trabalho, unidades e tipos de exposição foram correlacionadas estatisticamente à subnotificação (p < 0,05). Os motivos para não registro: "Quem trabalha na enfermagem sofre acidente com material biológico" apresentou 3,5 vezes mais chances de subnotificar acidente percutâneo com sangue; e "A saída pode sobrecarregar colegas de trabalho" teve 2,3 vezes mais chances de subnotificar acidente mucocutâneo. Conclusão: as subnotificações dos acidentes foram 2,4 vezes maiores que as notificações, com predomínio da exposição mucocutânea e os principais motivos foram relacionados à pouca percepção sobre o risco ocupacional e a sobrecarga de trabalho.


Objetivo: cuantificar la sub-notificación y las razones para no registrar accidentes de trabajo con material biológico de técnicos de enfermería en un hospital universitario. Método: investigación transversal cuantitativa con una proporción de muestra del 25%. Los participantes fueron 275 profesionales de nueve unidades que respondieron un cuestionario sobre el riesgo laboral. Resultados: se notificaron 747 accidentes, 71% de los cuales no fueron reportados. Las variables: horas de trabajo, unidades y tipos de exposición se correlacionaron estadísticamente con la sub-notificación (p< 0.05). Las razones para no registrar: "Quienes trabajan en enfermería sufren accidentes con material biológico" fueron 3,5 veces más propensas a sub-reportar accidente de sangre percutáneo; y "La producción puede sobrecargar a los compañeros de trabajo" era 2,3 veces más probable que notificara un accidente mucocutáneo. Conclusión: la sub-notificación de accidentes fue 2,4 veces mayor que las notificaciones, con predominio de la exposición mucocutánea y las principales razones estaban relacionadas con la baja percepción del riesgo laboral y la sobrecarga de trabajo.


Objective: to quantify the underreporting and reasons for not recording occupational accidents with biological material of nursing technicians in a university hospital. Method: quantitative cross-sectional research with a sample proportion of 25%. Participants were 275 professionals from nine units who answered a questionnaire about occupational risk. Results: 747 accidents were reported, 71% of which were not reported. The variables: working hours, units and types of exposure were statistically correlated with underreporting (p< 0.05). The reasons for not recording: "Nursing work leads to accidents with biological material" were 3.5 times more likely to underreport percutaneous blood accident; and "Leaving the unit can overload co-workers" was 2.3 times more likely to report mucocutaneous accident. Conclusion: the underreporting of accidents was 2.4 times higher than the notifications, with predominance of mucocutaneous exposure and the main reasons were related to the low perception of occupational risk and work overload.


Subject(s)
Humans , Occupational Risks , Accidents, Occupational/statistics & numerical data , Notification , Biohazard Release , Licensed Practical Nurses , Occupational Health Nursing , Surveys and Questionnaires , Occupational Health , Hospitals, University
9.
Texto & contexto enferm ; 29(spe): e20190282, 2020.
Article in English | LILACS, BDENF | ID: biblio-1145173

ABSTRACT

ABSTRACT Objective: to identify how nurses report adverse events; to know what elements influence adverse event reporting and which reporting strategies they suggest. Method: qualitative study with a convergent care research design, conducted in a critical patient unit of a private health center in the region of Magallanes, Chile. Thirteen nurses participate in the study, through interviews and a discussion group. Results: the nurses who report adverse events do so verbally and in writing to the nurse coordinator immediately. Failure to report adverse events is mainly due to lack of knowledge of the safety culture, fear of reprisals and punishment within the workplace. As adverse event reporting strategies, they suggest continuing education about the safety culture, raising awareness and trust in that error reporting will not be met with punishment and that the error will lead to an improvement plan that avoids committing the same error on another occasion, improving communication and leadership. Conclusion: although nurses report adverse events, they are concerned with punishment, indicating the need to review the patient safety culture at a critical care unit in the study context.


RESUMO Objetivo: identificar como os enfermeiros relatam eventos adversos; conhecer os elementos que influenciam a notificação de eventos adversos e quais estratégias eles sugerem para a notificação. Método: estudo qualitativo, do tipo Pesquisa Convergente Assistêncial, realizada em uma unidade de pacientes críticos de um centro de saúde privado da região de Magallanes, Chile. Treze enfermeiros participarão do estudo, por meio de entrevista e grupo de discussão. Resultados: enfermeiros que relatam eventos adversos ou o fazem verbalmente e por escrito ao enfermeiro coordenador imediatamente. O não relato de eventos adversos ocorre principalmente devido à falta de conhecimento da cultura de segurança, medo de retaliação e punição no local de trabalho. Como estratégias para relatar eventos adversos, sugerimos educação continuada em relação à cultura de segurança, criando consciência e confiança de que relatar um erro não terá uma resposta punitiva e que um plano de melhoria será feito para evitar cometer o erro. errar outra vez, melhorar a comunicação e liderança. Conclusão: apesar dos enfermeiros relatarem a ocorrência de um evento adverso, existe uma preocupação com a punição, apontando a necessidade de rever a cultura de segurança do paciente em uma unidade crítica de pacientes no contexto do estudo.


RESUMEN Objetivo: identificar como los enfermeros notifican los eventos adversos; conocer los elementos que influencian una notificacion de los eventos adversos y que estrategias sugieren para notificacion. Método: estudio cualitativo, de tipo Pesquisa Convergente Asistencial, realizado en una unidad de paciente crítico de un centro de salud privado en la región de Magallanes, Chile. Participaran do estudio trece enfermeros, por medio de entrevista y grupo de discusión. Resultados: los enfermeros que realizan notificación de eventos adversos o la hacen de forma verbal y escrita a la enfermera coordinadora inmediatamente. La no realización de notificacion de eventos adversos se da, principalmente, por el desconocimiento de cultura de seguridad, el temor a represalias y castigos dentro del ambiente laboral. Como estrategias para la notificacion de eventos adversos se sugiere educación continua con respecto a cultura de seguridad, crear conciencia y confianza en que notificar un error no va a tener una respuesta punitiva y que del error se realizara un plan de mejora que evite cometer el mismo error en otra oportunidad, mejorar la comunicación y el liderazgo. Conclusión: a pesar que los enfermeros notifiquen la ocurrencia de evento adverso, existe a preocupación de la punición, señalando la necesidad de revisar la cultura de seguridad del paciente en una unidad de paciente critico en el contexto de estudio.


Subject(s)
Humans , Intensive Care Units, Neonatal , Nursing , Notification , Patient Safety , Nursing, Team
10.
Paidéia (Ribeirão Preto, Online) ; 30: e3015, 2020. tab, graf
Article in English | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1135426

ABSTRACT

Abstract Our study sought to compare mothers' behavioral repertoire (educational social skills and negative practices) and maternal anxiety and depression indicators with children's behaviors (behavior problems and social skills), by assessing the variables "sex" (boys and girls) and "occurrence of behavior problems". The sample consisted of 20 children with behavior problems (clinical group), 20 without behavior problems (non-clinical group), their mothers and teachers. Reporting instruments were used with teachers and mothers and comparative analyzes were conducted between groups. The results indicated that the clinical group had higher rates of behavior problems and maternal depressive symptoms, whereas the non-clinical group showed more child social and educational social skills. Sex did not differ between groups. We concluded that maternal educational practices are more influenced by children's behaviors than by their sex.


Resumo Este estudo objetivou comparar repertório comportamental de mães (habilidades sociais educativas e práticas negativas), indicadores de ansiedade e depressão maternos e comportamentos de crianças (problemas de comportamento e habilidades sociais), controlando as variáveis sexo (meninos e meninas) e ocorrência de problemas de comportamento. A amostra foi composta por 20 crianças com problemas de comportamento (grupo clínico), 20 sem problemas de comportamento (grupo não clínico), suas mães e professores. Foram utilizados instrumentos de relato com professores e mães e conduzidas análises comparativas entre os grupos. Os resultados indicaram que o grupo clínico apresentou maiores taxas em problemas de comportamento e sintomas de depressão materna, enquanto o grupo não clínico apresentou mais habilidades sociais infantis e habilidades sociais educativas. O sexo não diferenciou os grupos. Conclui-se que as práticas educativas maternas são mais influenciadas pelos comportamentos das crianças do que pelo sexo delas.


Resumen Este estudio tuvo como objetivo comparar el repertorio conductual de madres (habilidades sociales educativas y prácticas negativas), los indicadores de ansiedad y depresión maternos y los comportamientos de los niños (problemas del comportamiento y habilidades sociales) diferenciados por las variables sexo (niños y niñas) y la aparición de problemas del comportamiento. La muestra consistió en 20 niños con problemas del comportamiento (grupo clínico), 20 niños sin problemas del comportamiento (grupo no clínico), sus madres y maestros. Se utilizaron instrumentos de informe con maestros y madres y se realizaron análisis comparativos entre grupos. Los resultados indicaron que el grupo clínico tenía tasas más altas de problemas del comportamiento y síntomas de depresión materna, mientras que el grupo no clínico tenía más habilidades sociales infantiles y habilidades sociales educativas. El sexo no se diferenció en los grupos. Se concluye que las prácticas educativas maternas están más influenciadas por los comportamientos de los niños que por el sexo de los mismos.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Child, Preschool , Child , Adult , Anxiety , Sex , Signs and Symptoms , Child Behavior , Homeopathic Repertory , Notification , Depression , Social Skills , Problem Behavior , School Teachers , Mothers
11.
Porto Alegre; ESP/RS; 2019. 108 p. mapas, graf, tab, ilus.(Série Boletim Epidemiológico, 4).
Monography in Portuguese | LILACS, ColecionaSUS, CONASS, SES-RS | ID: biblio-1121365

ABSTRACT

A Secretaria de Estado da Saúde do Rio Grande do Sul (SES/RS), por meio da Coordenação Estadual de IST/Aids, apresenta a quarta publicação do Boletim Epidemiológico de HIV/Aids 2018. Este documento apresenta dados e informações sobre os casos de HIV e Aids no contexto nacional, estadual, regional e municipal. Nesta edição, além do cenário epidemiológico do HIV e da Aids, foi ampliado o capítulo sobre o Monitoramento Clínico, que permite identificar lacunas no processo do cuidado dos serviços de saúde. No estado do Rio Grande do Sul, desde 2014, a notificação do portador de infecção pelo HIV passou a ser obrigatória, conforme determinação apresentada na Portaria GM/MS nº 1.271, de 6 de junho de 2014. Essa obrigatoriedade tem contribuído de forma substancial à vigilância do HIV, proporcionando melhor dimensionamento e perfil da epidemia.(AU)


Subject(s)
Humans , Male , Female , Infant, Newborn , Infant , Child, Preschool , Sexually Transmitted Diseases , Acquired Immunodeficiency Syndrome , Acquired Immunodeficiency Syndrome/mortality , Acquired Immunodeficiency Syndrome/prevention & control , HIV , Disease Notification/statistics & numerical data , Notification , Pregnant Women , Epidemiological Monitoring
12.
Belo Horizonte; s.n; 2019. 129 p. ilus, tab, mapa, graf.
Thesis in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1016207

ABSTRACT

A hanseníase é uma doença curável, mas que continua sendo um problema de saúde pública em vários países. É uma doença negligenciada, que tem forte relação com as características do indivíduo, do contexto social e dos serviços de saúde. A incapacidade física e o abandono são indicadores importantes para manter a transmissão da doença. O objetivo do estudo é de analisar o comportamento epidemiológico da hanseníase no Nordeste e estimar. a associação da vulnerabilidade programática, social e individual com a incapacidade física grau 2 no diagnóstico e ao abandono do tratamento dos doentes de hanseníase residentes no Nordeste. Dois tipos de estudo foram utilizados: o ecológico misto de múltiplos grupos e de séries temporais, cuja unidade de análise são os nove estados nordestinos, de corte transversal, mas com variáveis de nível ecológico e individual, para analisar a associação das dimensões da vulnerabilidade individual, social e programática ao diagnóstico de hanseníase com grau 2 de incapacidade e o abandono de tratamento, com a amostra primária de 238.164 indivíduos e no nível secundário 1.794 municípios. Utilizaram-se dados de hanseníase do Sistema de Informação de Agravos de Notificação. Foi realizada análise de tendência por regressão linear generalizada por meio do método de Prais-Winsten dos indicadores epidemiológicos da hanseníase para a população geral e menores de 15 anos. Para selecionar os indicadores socioeconômicos que se associavam à hanseníase e, posteriormente, criar um indicador de vulnerabilidade social, procedeu-se a uma revisão integrativa. Esses indicadores foram selecionados pelo coeficiente de correlação de Spearman, seguida de análise fatorial. Para analisar a estrutura multinível, foram utilizadas regressões logísticas com efeitos mistos, que contemplam modelos com variáveis de nível individual, social e programáticas. O nível 1 foi o indivíduo, e o 2, o município. Verificou-se que o Nordeste apresenta tendência anual decrescente para detecção geral mas estacionária para menores de 15 anos. Apenas Maranhão, Piauí, Paraíba e Pernambuco apresentam tendência decrescente para os dois indicadores. Quanto à proporção de grau 2 de incapacidade no diagnóstico, Piauí (p=0,011), Alagoas (p=0,049), Bahia (p=0,004) e Maranhão (p=0,038) apresentam tendência crescente. Verificou-se tendência crescente da proporção de grau 2 entre indivíduos com menos de 15 anos de idade no Maranhão (p=0,031) e Sergipe (p=0,44). O grau 2 de incapacidade no diagnóstico de hanseníase e o abandono de tratamento se relacionam à vulnerabilidade individual e programática. As variáveis individuais e programáticas se associaram aos desfechos na regressão logística com efeitos mistos, mas no modelo final, a vulnerabilidade social não demonstrou associação estatística com as variáveis dependentes estudadas. Teoricamente, considera-se que as variáveis individuais e relacionadas aos serviços de saúde representam o contexto social, uma vez que são um retrato dele. Evidenciou-se, ainda, a transmissão ativa do bacilo, diagnóstico tardio e subnotificação na região. A atenção básica com bons indicadores de qualidade da atenção à hanseníase reduz iniquidades no acesso aos serviços de saúde e diminui o abandono, ainda que, para o diagnóstico precoce, demonstre fragilidades, o que aumenta o número de diagnósticos de hanseníase com grau 2 de incapacidade nos serviços de referência. Sugerem-se a integração das ações dos serviços de saúde e a ampliação de programas sociais, já que a melhoria das condições de vida da população é fundamental para interromper a transmissão continuada da hanseníase e controlar a endemia.(AU)


Leprosy is a curable disease but remains a public health problem in many countries. It is a neglected disease, which has a strong relation with the characteristics of the individual, the social context and health services. Physical incapacity and cessation of treatment are important indicators for maintaining the disease transmission chain. The objective of the study is to analyze the epidemiological behavior of leprosy in the Northeast and estimate. the association of programmatic, social and individual vulnerability with physical disability grade 2 in relation to diagnosis and treatment abandonment of leprosy patients residing in the Northeast. Two types of studies were used: the mixed ecological of multiple groups and time series, whose unit of analysis are the nine Northeastern states, and the mixed epidemiological, cross-sectional, but with ecological and individual level variables, to analyze the association of the dimensions of individual, social and programmatic vulnerability to the diagnosis of leprosy with grade 2 disability and abandonment of treatment, with the primary sample of 238,164 individuals and at the secondary level 1,794 municipalities. Leprosy data from the Notification Disease Information System were used. A generalized linear regression trend analysis was performed using the Prais-Winsten method of epidemiological indicators of leprosy for the general population and younger than 15 years. In order to select the socioeconomic indicators that were associated with leprosy and later to create an indicator of social vulnerability, an integrative review was carried out. These indicators were selected by the Spearman correlation coefficient, followed by factorial analysis. To analyze the multilevel structure, logistic regressions with mixed effects were used, which include models with individual, social and programmatic variables. Level 1 was the individual, and the 2, the municipality. It was verified that the Northeast shows a decreasing annual trend for general detection but stationary for children under 15 years. Only Maranhão, Piauí, Paraíba and Pernambuco show a downward trend for both indicators. As for the proportion of grade 2 disability in diagnosis, Piauí (p = 0.011), Alagoas (p = 0.049), Bahia (p = 0.004) and Maranhão (p = 0.038) presented an increasing trend. Regarding the proportion of grade 2 among individuals with less than 15 years of age, Maranhão (p = 0.031) and Sergipe (p = 0.44) have an increasing tendency. Grade 2 disability in the diagnosis of leprosy and abandonment of treatment are related to individual and programmatic vulnerability. The individual and programmatic variables were associated to logistic regression outcomes with mixed effects, but in the final model, social vulnerability did not demonstrate a statistical association with the dependent variables studied. Theoretically, it is considered that the individual variables and related to the health services represent the social context, since they are a picture of him. The active transmission of the bacillus, late diagnosis and underreporting in the region were also evidenced. Family health coverage with good indicators of quality of care for leprosy reduces inequities in access to health services and reduces abandonment, although for early diagnosis it shows weaknesses, which increases the number of leprosy diagnoses with degree 2 of disability in referral services. The integration of health services and the expansion of social programs is suggested, since improving the population's living conditions is essential to stop the continued transmission of leprosy and control the endemic disease.(AU)


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adolescent , Adult , Middle Aged , Primary Health Care , Social Vulnerability , Health Vulnerability , Leprosy/epidemiology , Socioeconomic Factors , Brazil , Retrospective Studies , Disabled Persons , Academic Dissertation , Notification , Delayed Diagnosis , Leprosy/diagnosis
13.
Rev. baiana enferm ; 33: e32590, 2019. tab
Article in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1098724

ABSTRACT

Objetivo analisar as circunstâncias das quedas notificadas em um hospital universitário de alta complexidade. Método estudo descritivo, com abordagem quantitativa, realizado em um hospital universitário. A coleta de dados foi realizada de janeiro de 2015 a julho de 2016, por meio dos dados secundários, e em outubro de 2016. A mediana foi calculada para as variáveis contínuas com distribuição não normal e as frequências e proporções foram calculadas para as variáveis categóricas. Resultados a taxa de incidência de quedas foi de 2,21% ao mês. Considerando os dois momentos de coleta, respectivamente, as quedas foram mais frequentes na faixa-etária de 60 anos ou mais (42,86%) e 20 a 59 anos (70,00%), no turno da manhã (47,37% e 60,00%) e em pessoas com doenças cardiovasculares (35,71%). Os profissionais que mais notificaram quedas foram enfermeiros. Conclusão as circunstâncias das quedas notificadas em um hospital universitário de alta complexidade foram avaliadas na maioria dos casos e foram mais frequentes em pacientes do sexo masculino, com 60 anos ou mais, com doenças cardiovasculares, em uso de anti-hipertensivos e diuréticos. Além disso, notou-se que potencialmente existe subnotificação de quedas na instituição.


Objetivo analizar las circunstancias de las caídas notificadas en un hospital universitario de alta complejidad. Método estudio descriptivo con enfoque cuantitativo realizado en un hospital universitario. Los datos se recolectaron de enero de 2015 a julio de 2016, por medio de los datos secundarios, y en octubre de 2016. Se calculó la mediana para las variables continuas con distribución no normal, y se calcularon frecuencias y proporciones para las variables categóricas. Resultados el índice de incidencia de caídas fue de 2,21% por mes. Las caídas fueron más frecuentes en los grupos etarios de 60 años o más (42,86%) y de 20 a 59 años (70,00%), en el turno de la mañana (47,37% y 60,00%) y en personas con enfermedades cardiovasculares (35,71%). Los profesionales que notificaron más caídas fueron los enfermeros. Conclusión las circunstancias de las caídas notificadas en un hospital universitario de alta complejidad se evaluaron en la mayoría de los casos, y fueron más frecuentes en pacientes de sexo masculino, de al menos 60 años, con enfermedades cardiovasculares, y en tratamiento con anti-hipertensivos y diuréticos. Además, se notó que existe un potencial de subnotificación de caídas en la institución.


Objective to analyze the circumstances of falls reported in a high-complexity university hospital. Method a descriptive study with a quantitative approach, conducted in a university hospital. Data collection was performed from January 2015 to July 2016, using the secondary data, and in October 2016. The median was calculated for continuous variables with non-normal distribution and frequencies and proportions were calculated for categorical variables. Results the incidence rate of falls was 2.21% per month. Falls were more frequent in the age group 60 years old or older (42.86%) and 20 to 59 years old (70.00%), in the morning shift (47.37%) and in people with diseases's circulatory system (35.71%). The professionals who most reported falls were nurses. Conclusion the circumstances of falls reported in a high-complexity university hospital were assessed in most cases and were more frequent in male patients, aged 60 years old or older, with cardiovascular disease, using antihypertensive drugs and diuretics. In addition, it was noted that there is potentially underreporting of falls in the institution.


Subject(s)
Humans , Accidental Falls , Risk Factors , Patient Safety , Nursing Care , Notification , Accident Prevention , Hospitals, University
14.
Texto & contexto enferm ; 28: e20180040, 2019.
Article in English | LILACS, BDENF | ID: biblio-1043471

ABSTRACT

ABSTRACT Objective: To describe the facilities and difficulties that health professionals have in relation to reporting adverse events in the hospital context. Method: a descriptive, exploratory study with a qualitative approach, conducted in a high complexity public cardiovascular hospital in southern Brazil, between april and may 2017 with 39 health professionals. Semi-structured interviews and thematic analysis were used. Results: Two categories emerged: Facilities for reporting adverse events and obstacles that hinder this process. The practice illustrates the fear of punishment, fragility in knowledge, work overload and lack of commitment of professionals, leading to underreporting. Difficulties occur with regard to non-compliance with routines and unpreparedness to use the reporting form of the institution. Some positive aspects are related to the support of the Patient Safety Center, the feedback of notifications and the recognition of the importance of reporting adverse health events. Conclusion: The notification process is permeated by positive aspects and some obstacles that need to be overcome. Strategies with a focus on communication and educational practice are needed to disseminate information about the notification process, as well as to promote a culture without culpability and accountability for achieving patient safety.


RESUMEN Objetivo: describir las facilidades y dificultades de los profesionales de la salud para llevar a cabo el proceso de notificación de eventos adversos en el contexto hospitalario. Método: estudio exploratorio-descriptivo con enfoque cualitativo, realizado entre abril y mayo de 2017 en un hospital cardiovascular público de alta complejidad en el sur de Brasil, con 39 profesionales de la salud. Se utilizaron entrevistas semiestructuradas y análisis temáticos. Resultados: surgieron dos categorías: Facilidades para informar eventos adversos e impedimentos que obstaculizan este proceso. La práctica demuestra el miedo al castigo, la debilidad en el conocimiento, la sobrecarga de trabajo y la falta de compromiso de los profesionales, lo que lleva a la generación de subregistros. Se presentan dificultades con respecto al incumplimiento de las rutinas y la falta de preparación para utilizar el formulario de registros en la institución. Algunos aspectos positivos están relacionados con el apoyo del Centro de Seguridad del Paciente, la retroalimentación de los registros y el reconocimiento de la importancia de informar eventos adversos para la salud. Conclusión: el proceso de notificación está impregnado de aspectos positivos y algunos obstáculos que deben superarse. Se necesitan estrategias con un enfoque en la comunicación y la práctica educativa para difundir información sobre el proceso de registro, así como para promover una cultura sin culpabilidad y responsabilidad para lograr la seguridad del paciente.


RESUMO Objetivo: descrever as facilidades e as dificuldades dos profissionais de saúde em realizar o processo de notificação de eventos adversos no contexto hospitalar. Método: estudo descritivo, exploratório, com abordagem qualitativa, realizado entre abril e maio de 2017 em um hospital público cardiovascular de alta complexidade do sul do Brasil, com 39 profissionais de saúde. Utilizou-se entrevista semiestruturada e análise temática. Resultados: emergiram duas categorias: Facilidades para realizar a notificação de eventos adversos e obstáculos que dificultam este processo. A prática ilustra o medo da punição, a fragilidade no conhecimento, a sobrecarga de trabalho e o descompromisso dos profissionais, gerando subnotificação. Ocorrem dificuldades em relação ao descumprimento de rotinas e no despreparo para utilizar a ficha de notificação na instituição. Alguns aspectos positivos apontados estão relacionados ao apoio do Núcleo de Segurança do Paciente, ao feedback das notificações e ao reconhecimento da importância da notificação dos eventos adversos em saúde. Conclusão: o processo de notificação está permeado por aspectos positivos e alguns obstáculos a serem superados. Faz-se necessário traçar estratégias com enfoque na comunicação e na prática educacional, com o intuito de disseminar informações sobre o processo de notificação, bem como na promoção de uma cultura sem culpabilidade e com responsabilização para o alcance da segurança do paciente.


Subject(s)
Humans , Adult , Nursing , Health Personnel , Medical Errors , Notification , Patient Safety
15.
Texto & contexto enferm ; 28: e20170561, 2019. tab, graf
Article in English | LILACS, BDENF | ID: biblio-1014662

ABSTRACT

ABSTRACT Objective: to analyze the factors associated with the severity of scorpionism, according to sociodemographic, clinical and epidemiological aspects. Method: a cross-sectional study was carried out, in 2017, with data extracted directly from the Epidemiological Investigation Records of the Information System for Notifiable Diseases, for the period from 2007 to 2015. These records were provided by the reference hospital in attendance to the cases of scorpionism, located in the municipality of Jequié (Brazil). Logistic regression was used to verify the factors associated with the severity of scorpionism. Results: in the period investigated, 3,565 cases of scorpionism were identified, of which 15.9% were classified as of greater severity. The adjusted analysis showed that the severity of the scorpionism is associated with the ages ranging from 0 to 9 years (OR=6.87; CI 5.23-9.03), from 10 to 19 years old (OR=1.39; CI 1.03-1.87) and 60 or more (OR=4.04, CI 3.12-5.23), and the time elapsed between the moment of the bite and the hospital care of more than 3 hours (OR = 1.38; CI 1.02-1.85). Conclusion: it was found that the age range and the time elapsed between the moment of the bite and the hospital care are associated with the severity of the scorpionism, which signals the emergency characteristics of these accidents, especially when children and elderly people are affected.


RESUMEN Objetivo: analizar los factores asociados a la gravedad del escorpión, según aspectos sociodemográficos, clínicos y epidemiológicos. Método: se realizó un estudio transversal, en 2017, con datos extraídos directamente de las Fichas de Investigación Epidemiológica del Sistema de Información de Agravamientos de Notificación, referentes al período de 2007 a 2015. Estas fichas fueron puestas a disposición por el hospital de referencia en atención de casos de alacranismo, ubicado en el municipio de Jequié, Brasil. Se utilizó la regresión logística para comprobar los factores asociados a la gravedad del alacranismo. Resultados: en el período investigado, se identificaron 3.565 casos de alacranismo, de los cuales 15,9% han sido clasificados como de mayor gravedad. El análisis más estricto demostró que la gravedad del alacranismo está vinculada a los rangos de edad de 0 a 9 años (OR=6,87; IC 5,23-9,03), de 10 a 19 años (OR=1,39; IC 1,03-1,87) y de 60 o más (OR=4,04; IC 3,12-5,23), y al tiempo transcurrido entre el momento de la picada y la atención hospitalaria superior a 3 horas (OR=1,38; IC 1,02-1,85). Conclusión: se pudo constatar que el rango de edad y el tiempo transcurrido entre el momento de la picada y la atención hospitalaria están asociados a la gravedad del alacranismo, lo que indica la característica de emergencia de estos accidentes, sobre todo cuando son afectados niños y ancianos.


RESUMO Objetivo: analisar os fatores associados à gravidade do escorpionismo, segundo os aspectos sociodemográficos, clínicos e epidemiológicos. Método: realizou-se um estudo transversal, realizado em 2017, com dados extraídos diretamente das Fichas de Investigação Epidemiológica do Sistema de Informação de Agravos de Notificação, referentes ao período de 2007 a 2015. Estas fichas foram disponibilizadas pelo hospital referência em atendimento aos casos de escorpionismo, localizado no município de Jequié (Brasil). Foi utilizada regressão logística para verificar os fatores associados à gravidade do escorpionismo. Resultados: no período investigado, identificaram-se 3.565 casos de escorpionismo, dos quais 15,9% foram classificados como de maior gravidade. A análise ajustada mostrou que a gravidade do escorpionismo está associada às faixas etárias de 0 a 9 anos (OR=6,87; IC 5,23-9,03), de 10 a 19 anos (OR=1,39; IC 1,03-1,87) e de 60 ou mais (OR=4,04; IC 3,12-5,23), e ao tempo transcorrido entre o momento da picada e o atendimento hospitalar superior a 3 horas (OR=1,38; IC 1,02-1,85). Conclusão: constatou-se que a faixa etária e o tempo transcorrido entre o momento da picada e o atendimento hospitalar estão associados à gravidade do escorpionismo, o que sinaliza a característica emergencial desses acidentes, sobretudo quando são acometidos crianças e idosos.


Subject(s)
Humans , Epidemiology , Notification , Patient Acuity , Scorpion Stings , Animals, Poisonous
16.
Rio de Janeiro; s.n; 20190000. 117 p. ilus, tab.
Thesis in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1026550

ABSTRACT

Objetivo: Propor um plano de ação para estimular a notificação voluntária de incidentes em saúde, dentro de uma perspectiva facilitadora e motivadora do processo. Tipologia/Estratificação do produto: Trata-se do desenvolvimento de tecnologia gerencial, com abordagem interdisciplinar, produto do tipo de processo/tecnologia não patenteável, subtipo processos de gestão, classificação T3. Método: pesquisa de natureza descritiva-exploratória com abordagem quantiqualitativa, desenvolvida em um hospital universitário do município do Rio de Janeiro vinculado ao Sistema Único de Saúde (SUS). Na construção metodológica foi utilizado o referencial de Cury (2017), sendo aplicadas as fases: Fase 1 ­ Diagnóstico situacional das causas e a Fase 2 ­ Estudo da solução do problema. Na Fase 1, foram analisadas 534 notificações voluntárias e realizada pesquisa com 25 profissionais de saúde da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de Adulto com a utilização de questionário autoaplicado. Na Fase 2, foi utilizada a matriz Strengths, Weaknesses, Opportunities e Threats (SWOT) e o software Planilha de Análise SWOT 4.0 para direcionar a elaboração do plano de ação. Resultados: A subnotificação é um problema no cenário estudado. A ideologia de culpabilização e punição frente aos eventos está presente na instituição. O desconhecimento quanto à importância e ao processo de notificação local, assim como quanto aos incidentes notificáveis, está entre as principais barreiras para a adesão ao sistema de notificação. Conclusão, aplicabilidade e impacto: O conjunto da análise dos elementos identificados, no cenário pesquisado, permitiu determinar causas importantes por trás da subnotificação. A partir dos principais problemas, foi elaborado um plano de ação como proposta para a melhoria do sistema de notificação local com propostas de ações multifacetadas e estratégias abrangentes. O plano de ação permitirá uma padronização para a notificação, melhorando a qualidade dos dados, gerando informações mínimas que possibilitem a comparação e o desenvolvimento de análises. As ações definidas foram personalizadas e alicerçadas na real necessidade da instituição pesquisada, apresentando uma maior chance de êxito


Objetivo: Propor um plano de ação para estimular a notificação voluntária de incidentes em saúde, dentro de uma perspectiva facilitadora e motivadora do processo. Tipologia/Estratificação do produto: Trata-se do desenvolvimento de tecnologia gerencial, com abordagem interdisciplinar, produto do tipo de processo/tecnologia não patenteável, subtipo processos de gestão, classificação T3. Método: pesquisa de natureza descritiva-exploratória com abordagem quantiqualitativa, desenvolvida em um hospital universitário do município do Rio de Janeiro vinculado ao Sistema Único de Saúde (SUS). Na construção metodológica foi utilizado o referencial de Cury (2017), sendo aplicadas as fases: Fase 1 ­ Diagnóstico situacional das causas e a Fase 2 ­ Estudo da solução do problema. Na Fase 1, foram analisadas 534 notificações voluntárias e realizada pesquisa com 25 profissionais de saúde da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de Adulto com a utilização de questionário autoaplicado. Na Fase 2, foi utilizada a matriz Strengths, Weaknesses, Opportunities e Threats (SWOT) e o software Planilha de Análise SWOT 4.0 para direcionar a elaboração do plano de ação. Resultados: A subnotificação é um problema no cenário estudado. A ideologia de culpabilização e punição frente aos eventos está presente na instituição. O desconhecimento quanto à importância e ao processo de notificação local, assim como quanto aos incidentes notificáveis, está entre as principais barreiras para a adesão ao sistema de notificação. Conclusão, aplicabilidade e impacto: O conjunto da análise dos elementos identificados, no cenário pesquisado, permitiu determinar causas importantes por trás da subnotificação. A partir dos principais problemas, foi elaborado um plano de ação como proposta para a melhoria do sistema de notificação local com propostas de ações multifacetadas e estratégias abrangentes. O plano de ação permitirá uma padronização para a notificação, melhorando a qualidade dos dados, gerando informações mínimas que possibilitem a comparação e o desenvolvimento de análises. As ações definidas foram personalizadas e alicerçadas na real necessidade da instituição pesquisada, apresentando uma maior chance de êxito


Subject(s)
Humans , Safety Management , Notification , Patient Safety , Quality of Health Care
17.
Rio de Janeiro; s.n; 2019. 83 p. ilus..
Thesis in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1096031

ABSTRACT

A violência, além de um problema social, policial e/ou de justiça, constitui também um importante problema de saúde pública. Dentre as violências que afligem a população, de forma representativa, a violência intrafamiliar, assunto complexo e frequente, apresenta prevalência mais alta do que muitas patologias, tendo imensa invisibilidade e afetando a sociedade de forma contínua. Afeta em especial mulheres, crianças, adolescentes, idosos e portadores de deficiência. Entende-se que a notificação de violências interpessoais e autoprovocadas é uma das ações de vigilância em saúde, sendo um passo importante para a construção de medidas protetivas às pessoas que vivenciam situações de violência. A Estratégia Saúde da Família (ESF) por sua proximidade, vínculo e atenção à saúde da população assistida, torna-se uma grande potência no que diz respeito à identificação da violência intrafamiliar e sua notificação. Considerando esse panorama, objetivamos com este estudo descrever a percepção de enfermeiros e médicos da ESF da AP. 3.1 do município do Rio de Janeiro, sobre as principais manifestações de violência identificadas no contexto intrafamiliar; discutir a percepção de enfermeiros e médicos sobre a notificação de violência intrafamiliar e analisar os fatores facilitadores e dificultadores na realização das notificações de violência intrafamiliar por profissionais da ESF. Trata-se de uma pesquisa exploratória com abordagem qualitativa, que teve como participantes enfermeiros e médicos atuantes na ESF. O cenário da pesquisa foi um Centro Municipal de Saúde (CMS) localizado na cidade do Rio de Janeiro. Na análise de dados foi utilizada a análise de conteúdo proposta por Bardin. Como resultados, emergiram duas grandes categorias: Perspectivas das manifestações de violência intrafamiliar por enfermeiros e médicos da ESF e Percepção de enfermeiros e médicos da ESF sobre a notificação de violência intrafamiliar. Os principais grupos populacionais atingidos pela violência intrafamiliar foram: mulheres, crianças e adolescentes e idosos, respectivamente. Na caracterização das principais formas de manifestação de violência, foram identificadas, nesta ordem: violência física, seguida da violência verbal/moral, negligência/abandono, violência sexual e violência psicológica. A notificação de violência foi considerada uma forma de cuidar. Discussões sobre os fatores que influenciam notificação da violência levantaram considerações sobre o que facilita e o que dificulta a realização da notificação pelos profissionais


Violence, besides being a social, police and/or justice problem, is also an important public health problem. Among the violences afflicting the population, in a representative form, intrafamily violence, a complex and frequent issue, has higher prevalence than many diseases, having immense invisibility and affecting society continuously. It affects, in particular, women, children, adolescents, the elderly and people with disabilities. It is understood that the notification of interpersonal and self-inflicted violence is an action of health surveillance, being an important step for the construction of protective measures to persons who experience violence situations. The Family Health Strategy (FHS), for its proximity, bond and attention to the population's health, becomes a major power regarding the identification and notification of intrafamily violence. Considering this panorama, the aim of this study is to describe the perceptions of nurses and doctors from the FHS in Rio de Janeiro's Programmatic Area 3.1 on the main expressions of violence identified in the domestic context; to discuss the perceptions of nurses and doctors about the notification of domestic violence and to examine the facilitating and hindering factors in carrying out the notification of domestic violence by the Family Health Strategy's professionals. This is an exploratory research with qualitative approach, whose participants were nurses and doctors active in the FHS. The research scenario was a municipal Health Centre located in the city of Rio de Janeiro. In the data analysis, it was used the content analysis proposed by Bardin. As a result, two broad categories emerged: Prospects of intrafamily violence demonstrations by FHS's nurses and doctors and Perception of FHS's nurses and doctors on the notification of domestic violence. The main population groups affected by intrafamily violence were: women, children and adolescents, and elderly, respectively. The main forms of violence manifestations have been identified in this order: physical violence, followed by verbal/moral violence, neglect/abandonment, sexual violence and psychological violence. The violence notification was considered a form of care. Discussions on the factors that influence the notification of violence raised considerations on factors that facilitate and factors that hinder the realization of the notification by the professionals.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Middle Aged , Aged , Public Health Nursing , Domestic Violence , Family Health Strategy , Notification , Violence , Nursing Methodology Research
18.
Rev. baiana saúde pública ; 43(1): 180-193, 2019.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1140138

ABSTRACT

A população infantil é considerada o grupo mais vulnerável aos diversos tipos de violência, este fato gera danos físicos e psicológicos, dentre outras consequências para a sociedade em geral. O estudo objetivou identificar o perfil epidemiológico de violência contra a criança e adolescente, com dados registrados no período de 2012 a 2016 no Estado do Paraná. Trata-se de um estudo quantitativo, retrospectivo de base documental. A base de dados foi produzida a partir da confirmação da notificação "Violência doméstica, sexual e/ou outras violências", disponível no Sistema de Informação de Agravos de Notificação entre janeiro de 2012 a dezembro de 2016 no Estado do Paraná, de crianças e adolescentes com idade entre 0 a 19 anos. Totalizaram 48.870 casos de violência contra crianças e adolescentes, com aumento do número de casos conforme os anos. Os casos prevaleceram no sexo feminino, com prevalência específica de 166,2 a cada 10 mil, faixa etária entre 0 e 4 anos, com 177,4 a cada 10 mil, na raça negra seguida pela indígena, com 205,5 e 162,7, respectivamente, a cada 10 mil. Das regionais de saúde, o maior número ocorreu na 2ª (Metropolitana), com 314,2 a cada 10 mil crianças e adolescentes. Conclui-se que a notificação é uma das principais ferramentas no processo de enfrentamento da violência e que o estudo permite o conhecimento dos casos de violência contra a criança e adolescente no estado do Paraná e proporciona o debate que contribui para qualificação das ações que previnam e detectem a violência em cada região específica do estado.


Introduction: the child population is considered the group most vulnerable to various types of violence, which causes physical and psychological damage, among other consequences for society in general. Objective: to identify the epidemiological profile of violence against children and adolescents between 2012 and 2016 in the state of Paraná. Method: this is a quantitative, retrospective, documentary study. The database was produced with the confirmation of the notification "Domestic violence, sexual and/or other violence", available in the System of Information of Notifiable Diseases between January 2012 and December 2016 in the state of Paraná, for children and adolescents aged 0 to 19 years. Results: There were 48,870 cases of violence against children and adolescents, with an increase in the number of cases throughout the years. The cases prevailed for girls with a specific prevalence of 166.2 per 10,000, between 0 and 4 years of age, with 177.4 (every 10,000), in the black people followed by indigenous people, with 205.5 and 162.7 consecutively (every 10,000). Of the regional health centers, the highest number occurred in the 2nd (Metropolitan), with 314.2 per 10,000 children and adolescents. Conclusion: notification is one of the main tools in the process of coping with violence, and its study allows the knowledge of cases of violence against children and adolescents in the state of Paraná, provides discussion contributing to the qualification of actions that prevent and detect violence in each specific region of the state.


La población infantil se considera como el grupo más vulnerable a los diversos tipos de violencia, lo que ocasiona daños físicos y psicológicos, entre otras consecuencias para la sociedad en general. Este estudio objetivó identificar el perfil epidemiológico de violencia contra el niño y el adolescente, registrado en el período de 2012 a 2016 en el estado de Paraná. Este es un estudio cuantitativo, retrospectivo de base documental. La base de datos se formó a partir de la confirmación de las notificaciones de "Violencia doméstica, sexual y/u otras violencias" sufrida por 182 niños y adolescentes de entre 0 y 19 años, las cuales se encontraban disponibles en el Sistema de Información de Agravios de Notificación, entre enero de 2012 y diciembre de 2016, en el estado de Paraná. Totalizaron 48.870 casos de violencia contra niños y adolescentes, con aumento en el número de casos según los años. Los casos prevalecieron en el sexo femenino (166,2 cada 10 mil), con rango de edad entre 0 y 4 años (177,4 cada 10 mil) y en la raza negra seguida por la indígena con 205,5 y 162,7, respectivamente, cada 10 mil. De las regionales de salud, el mayor número ocurrió en la 2ª Metropolitana, con 314,2 cada 10 mil niños y adolescentes. Se concluye que la notificación es una de las principales herramientas en el proceso de enfrentamiento de la violencia y que el estudio permite identificar los casos de violencia contra el niño y el adolescente en el estado de Paraná, además de propiciar el debate que contribuye a la calificación de las acciones de prevención y detección de la violencia en cada región específica del estado.


Subject(s)
Violence , Women , Health Profile , Adaptation, Psychological , Child Abuse , Domestic Violence , Notification
19.
Ghana Medical Journal ; 53(2), p.150-155, 2019
Article in English | AIM | ID: afr-200736

ABSTRACT

Background: Personalized feedback received for spontaneous adverse drug reaction (ADR) reports serves as motivation for future reporting and the effectiveness of the feedback is dependent on the medium used in delivering the information. Objective: Explore expectation for feedback from patients on ADR reports submitted to the National Pharmacovigilance Centre (NPvC) in Ghana and the preferred medium for receiving the feedback information.Methods: Cross-sectional study using structured questionnaire administered through face-to-face interview from August to September 2016 to patients selected by convenience sampling. Pearson chi-square (Χ2) or Fisher's exact test was used to determine associations between background variables such as age, gender and level of education. Results: The response rate was 86.7% (n=442). Of the participants interviewed, 96.5% expected to receive feedback for ADR reports submitted. Age and level of education were the two variables significantly associated with patients’ expectation for feedback. The preferred medium for receiving feedback in decreasing order of preference were, telephone call (60.4%), mobile phone short messaging services (23.0%), email (8.3%), face-to-face meeting (3.4%), personalized letter (3.4%) and publication in a newsletter (1.4%). Conclusion: Patients’ expectation for receiving feedback for ADR reports submitted to the NPvC is in line with modern trends in communication. NPvC should explore these alternatives for providing feedback to patients. Thisstudy is limited to what patients’ expectations and preferences were for receiving feedback on ADR reports submitted, additional study to further explore the type of information patients expect to be contained in the feedback will be useful to National Pharmacovigilance Centres.


Subject(s)
Notification , Patients , Personal Satisfaction , Pharmacovigilance , Health , Communication , Ghana
20.
Rev. bioét. (Impr.) ; 26(3): 403-411, out.-dez. 2018. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS, RHS | ID: biblio-958281

ABSTRACT

Resumo A violência, em suas diversas formas e manifestações, não pode ser vista pelos profissionais de saúde como questão alheia a seu trabalho. Este estudo teve como objetivo analisar a responsabilidade desses profissionais na notificação dos casos de violência. A busca foi realizada na Biblioteca Virtual em Saúde, considerando o período entre 2008 e 2013. Da análise surgiram três eixos temáticos: "legislação brasileira"; "responsabilidade dos profissionais de saúde no processo de notificação" e "códigos de ética dos profissionais de saúde". Conclui-se que a maioria dos artigos relativos aos códigos de ética aponta a necessidade de denunciar os casos de violência aos respectivos conselhos, autoridades e órgãos competentes. Porém, nota-se que não explicitam a obrigatoriedade da notificação em casos de violência. Assim, torna-se necessário revisar cada um dos códigos deontológicos da área da saúde, considerando a importância de referirem-se especificamente à violência.


Abstract Violence, characterized by various forms and manifestations, cannot continue to be seen by health professionals as a matter unrelated to their work. This study aimed to analyze the responsibility of health professionals in reporting cases of violence. The search was performed through the Virtual Health Library, in the period 2008-2013. From the analysis, three thematic axes emerged: "Brazilian legislation"; "health professional's responsibility in the reporting process"; and "health professionals' code of ethics". It is concluded that the majority of articles regarding codes of ethics point to the need to report cases of violence to their respective councils, authorities and competent bodies. Though, it is noted that they do not make explicit the obligation to notify cases of violence. Thus, it is necessary to review each of the codes of ethics in the field of health, considering the importance of referring specifically to violence.


Resumen La violencia, en sus diversas formas y manifestaciones, no puede ser vista por los profesionales de salud como una cuestión ajena a su trabajo. Este estudio tuvo como objetivo analizar la responsabilidad de estos profesionales en la notificación de casos de violencia. La búsqueda se realizó en la Biblioteca Virtual en Salud, considerando el período 2008-2013. Del análisis surgieron tres ejes temáticos: "legislación brasileña"; "responsabilidad de los profesionales de salud en el proceso de notificación" y "códigos de ética de los profesionales de salud". Se concluye que la mayoría de los artículos relativos a los códigos de ética señalan la necesidad de denunciar los casos de violencia ante los respectivos consejos, autoridades y órganos competentes. Sin embargo, se percibe que no explicitan la obligatoriedad de la notificación en casos de violencia. Así, se torna necesario revisar cada uno de los códigos deontológicos del área de la salud, considerando la importancia de que se refieran específicamente a la violencia.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Violence , Health Personnel , Legislation , Notification , Ethics
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL