Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 1.267
Filter
1.
Fisioter. Bras ; 22(6): 931-950, Fevereiro 7, 2022.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1358385

ABSTRACT

Introdução: Dor lombar caracteriza-se como um importante problema de saúde pública desde idades jovens. Dentre as variáveis que podem impactar nesta ocorrência encontra-se atividade física e aptidão física, contudo os resultados dos diferentes estudos observacionais sobre a temática apresentam inconsistências. Objetivo: Verificar associação entre atividade física, aptidão física e dor lombar em adultos jovens. Métodos: Foi realizada revisão sistemática de estudos observacionais, na qual atividade física e aptidão física foram variáveis de exposição e dor lombar desfecho. As buscas foram realizadas nas bases de dados: Pubmed, Web of Science, Science Direct, Lilacs, Scielo, PEDRo e Central. Resultados: No total, oito estudos foram incluídos. Um estudo dentre quatro identificou que atividade física vigorosa aumenta as chances de dor lombar. Para força muscular, dois de cinco estudos verificaram associação entre menor força de tronco e maior chance de dor lombar, enquanto para flexibilidade nenhum resultado foi observado. Baixa aptidão cardiorrespiratória se associou com dor lombar em um dentre dois estudos. Para composição corporal, dois de três estudos acharam associação contraditória com IMC. Conclusão: Em vista dos resultados apresentados pelos estudos incluídos na revisão sistemática, não foi identificada nenhuma evidência consistente de associação entre atividade física, aptidão física e dor lombar em adultos jovens. (AU)


Subject(s)
Adult , Exercise , Body Mass Index , Physical Fitness , Low Back Pain , Cardiorespiratory Fitness , Young Adult
2.
Diagn. tratamento ; 26(4): 156-63, out-dez. 2021. tab, tab, tab, ilus, ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1348617

ABSTRACT

Introdução: Os desvios axiais dos membros inferiores estão associados ao aumento da adiposidade, desconforto na prática da atividade física, dificultando um estilo de vida fisicamente ativo. Objetivo: Associar os graus de geno valgo com a intensidade da atividade física e o tempo sedentário, assim como determinar a relação com a aptidão física em escolares de Ilhabela. Tipo de estudo e local: Estudo transversal em escolares de Ilhabela, SP. Métodos: Estudo transversal, com amostra por conveniência, de 96 escolares entre 9 e 11 anos, residentes em Ilhabela, São Paulo. O geno valgo foi avaliado por goniômetro, classificando a distância intermaleolar (DIM, cm) em leve, moderada e grave. O nível de atividade física foi avaliado por acelerômetro (ActiGraph GT3X-BT, Freedson P.S), sendo classificado em atividade física: leve, moderada, moderada a vigorosa, vigorosa e tempo sedentário. Análise estatística: Foi utilizado o Teste t de Student, análise de variância (ANOVA oneway) seguido da correlação de Pearson, por meio do software SPSS versão 20.0, adotando nível de significância de P < 0,05. Resultados: No grau leve DIM, as associações moderadas e significativas das intensidades do nivel de atividade física foram mais fortes no sexo feminino. Com o aumento do grau na classificação moderado e grave (DIM) as associações são de moderada a forte e significativas somente no sexo masculino. Conclusão: Concluímos que o aumento dos graus de geno valgo foi associado a um maior tempo sedentário e à intensidade da atividade física leve; e há um menor envolvimento com atividades de intensidades moderada e moderada/vigorosa.


Subject(s)
Exercise , Child , Physical Fitness , Genu Valgum , Sedentary Behavior
3.
Revista brasileira de ciência e movimento ; 29(1): [1-14], nov. 2021. tab, ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1344800

ABSTRACT

: Os objetivos deste estudo são verificar a reprodutibilidade e confiabilidade do teste "Prancha" em escolares de 6 a 12 anos; e identificar a associação entre a medida de força isométrica no teste prancha com força/resistência abdominal no teste sit-up. Tratase de um estudo transversal com abordagem quantitativa, realizado com 221 escolares, 58,8% do sexo masculino, selecionados por conveniência em uma escola do Sul de Santa Catarina, Brasil. Avaliou-se a força isométrica abdominal por meio do teste prancha, adaptado de Mckenzie. O Teste sit-up foi avaliado seguindo o protocolo do PROESP-BR. Mensurou-se a reprodutibilidade e confiabilidade com teste de correlação intraclasse (CI) e gráfico de Bland e Altman. A correlação da força no teste prancha com o teste abdominais sit-up foi mensurada de acordo com o coeficiente de determinação (R2), Alfa de Cronbach e estimativa de Ômega de McDonald. A CI entre medidas do teste prancha apresentou concordância elevada (>0,70; p=0,001). Houve moderada relação entre teste, re-teste, prancha com o número de abdominais sit-up em um minuto (R2=0,43 masculino; R2=0,33 feminino). Os alfas de Cronbach e Ômega de McDonald foram elevados entre as três medidas (>0,80). Conclui-se que o teste prancha isométrica apresenta um elevado nível de reprodutibilidade, confiabilidade e elevada relação com a força abdominal sit-up. O teste prancha pôde ser utilizado como medida alternativa para a força isométrica abdominal nos escolares do presente estudo.(AU)


The objectives of this study are to verify the reproducibility and reliability of the "Plank" test in schoolchildren aged 6 to 12 years and to identify the association between isometric strength measurement in the plank test and abdominal resistance strength in the sit-up test. That is a cross-sectional study with a quantitative approach, performed with 221 students, 58.8% of the male gender, selected by convenience at a school in southern Santa Catarina, Brazil. Abdominal isometric strength was assessed by the plank test, it adapted from the Mckenzie. The sit-up test was evaluated following the PROESP-BR protocol. Reproducibility and reliability were measured with intraclass correlation test (IC) and Bland and Altmann graph. The correlation of the strength in the plank test with the sit-up abdominal test was measured according to the determination coefficient (R2), Cronbach's Alpha and McDonald Omega estimate. The IC between plank test measurements showed high agreement (> 0.70; p = 0.001). There was a moderate relationship between test, retest plank with the number of sit-ups in one minute (R2 = 0.43 male; R2 = 0.33 female). The Cronbach's alpha and McDonald's Omega are elevated between the three measures (> 0.80). It concluded that the proposed isometric plank test presents a high level of reproducibility, reliability, and a high relationship with sit-up abdominal strength. It indicates that Plank can be used as an alternative measure for isometric abdominal strength in schoolchildren of present study.(AU)


Subject(s)
Humans , Male , Child , Child , Physical Fitness , Problems and Exercises , Schools , Students , Exercise , Cross-Sectional Studies , Abdomen , Exercise Test , Muscle Strength
4.
Revista brasileira de ciência e movimento ; 29(1): [1-28], nov. 2021. tab, ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1348230

ABSTRACT

: O exercício físico, em especial a corrida de rua tem sido recomendada para prevenção e tratamento de doenças crônicas não transmissíveis. O objetivo desta revisão sistemática foi verificar os efeitos de diferentes métodos de treinamento sobre os indicadores cardiometabólicos de corredores recreacionais. As bases de dados eletrônicas utilizadas na presente pesquisa foram: PUBMED, SCIENCE DIRECT, LILACS e COCHRANE LIBRARY, usando os descritores agrupados segundo o método PICO; População ("adults" OR "young adult" OR "middle aged") AND Intervenção ("endurance training" OR "aerobic training" OR "running") OR Comparação ("recreational runners" OR "jogging") AND Outcome/Desfecho ("cardiovascular risk factors" OR "cardiometabolic risk factors" OR "metabolic syndrome"). Na seleção os artigos foram excluídos por título, resumo e texto. Obteve-se um total de 813 artigos encontrados, no qual nove (9) preencheram os critérios de inclusão e baixo risco de viés de acordo com a Escala Testex. Foram encontrados três métodos de treinamento: Combinado (Contínuo +Intervalado); Contínuo e Intervalado. Considerando a somatória das amostras dos nove estudos, um total de 604 indivíduos (466 homens e 138 mulheres) participaram dos ensaios. Os diferentes métodos de treinamentos resultaram na redução dos níveis de triglicerídeos, insulina e glicose e na redução do colesterol total e LDL, e consequentemente o aumento do HDL. Na composição corporal houve diminuição significativa do peso e da gordura corporal, do IMC, na medida da circunferência da cintura, e no aumento da capacidade aeróbia (VO2). Concluiu-se que os treinamentos combinado, contínuo e intervalado podem ser aplicados para melhora dos indicadores cardiometabólicos, cada um dentro da sua especificidade de frequência, volume e intensidade.(AU)


Physical exercise, especially running, has been recommended for the prevention and treatment of chronic non-communicable diseases. The objective of this systematic review was to verify the effects of different training methods on the cardiometabolic indicators of recreational runners. The electronic databases used in the present research were: PUBMED, SCIENCE DIRECT, LILACS and COCHRANE LIBRARY, using the descriptors grouped according to the PICO method; Population ("adults" OR "young adult" OR "middle aged") AND Intervention ("endurance training" OR "aerobic training" OR "running") OR Comparison ("recreational runners" OR "jogging") AND Outcome / Outcome ("Cardiovascular risk factors" OR "cardiometabolic risk factors" OR "metabolic syndrome"). In the selection, articles were excluded by title, abstract and text. A total of 813 articles were obtained, in which nine (9) met the inclusion criteria and low risk of bias according to the Testex Scale. Three training methods were found: Combined (Continuous + Interval); Continuous and Interval. Considering the sum of the samples from the nine studies, a total of 604 individuals (466 men and 138 women) participated in the trials. The different training methods resulted in a reduction in the levels of triglycerides, insulin and glucose and in the reduction of total cholesterol and LDL, and consequently an increase in HDL. In body composition, there was a significant decrease in weight and body fat, in BMI, as measured by waist circumference, and in increased aerobic capacity (VO2). It is concluded that combined, continuous and interval training can be applied to improve cardiometabolic indicators, each within its specific frequency, volume and intensity.(AU)


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Middle Aged , Aged , Running , Physical Fitness , Endurance Training , Triglycerides , Body Composition , Exercise , Cholesterol , Metabolic Syndrome , Diabetes Mellitus , Fats , Arterial Pressure , High-Intensity Interval Training , Noncommunicable Diseases , Heart Disease Risk Factors , Cardiometabolic Risk Factors , Glucose , Insulin , Jogging
5.
Arq. bras. cardiol ; 116(5): 950-956, nov. 2021. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1248890

ABSTRACT

Resumo Fundamento: Evidências apontam variáveis antropométricas e de condicionamento físico como fatores associados à pressão arterial infantil. Analisá-los em apenas um contexto é um meio relevante de identificar o peso que cada um deles pode apresentar no desenvolvimento da hipertensão arterial. Objetivo: Identificar as possíveis associações de medidas antropométricas, da composição corporal, da atividade física moderada-vigorosa (AFMV) e da aptidão cardiorrespiratória (ApC) com a pressão arterial em crianças. Métodos: Estudo correlacional com abordagem quantitativa. Duzentos e quinze (215) estudantes com idades de 6 a 12 anos de uma escola pública de Porto Alegre, selecionados por critério de conveniência. A pressão arterial foi aferida através de um esfigmomanômetro digital. Para o tratamento dos dados, os valores de pressão arterial sistólica e diastólica foram padronizados (escore Z) e somados. As variáveis testadas como preditoras foram: AFMV; Percentual de gordura (%G); Índice de massa corporal (IMC); Razão cintura/estatura (RCE); Maturação somática; ApC. Após a verificação dos parâmetros de normalidade, as associações brutas e ajustadas (para sexo, idade e maturação somática) foram testadas através de equações de regressão linear. Para as análises, foi considerado p < 0,05. Resultados: Três diferentes modelos indicaram os melhores conjuntos de fatores associados à pressão arterial padronizada: O Modelo 1 (R2 = 0,21) se constituiu das variáveis RCE (β = 9,702) e AFMV (β = - 0,021); O Modelo 2 (R2 = 0,19) foi composto pelas variáveis IMC (β = 0,156) e AFMV (β = - 0,021); O Modelo 3 (R2 = 0,18) incluiu as variáveis %G (β = 0,063) e ApC (β = - 0,004). Conclusões: A pressão arterial de crianças é predita pelas variáveis corporais %G, IMC e RCE. Além disso, está associada negativamente à AFMV e a ApC.


Abstract Background: Evidence points to anthropometric and fitness variables as associated factors with children's blood pressure. Analysing these factors in a single context is a relevant possibility of identifying the weight that each factor can present for the development of arterial hypertension. Objective: Identify the possible associations between anthropometric measurements, body composition, moderate-vigorous physical activity (MVPA) and cardiorespiratory fitness (CRF) with blood pressure in children. Methods: Correlational study with a quantitative approach. Sample: 215 schoolchildren aged 6-12 years selected by convenience criteria of a public school in Porto Alegre, Brazil. Blood pressure was measured with a digital sphygmomanometer. For data treatment, the values of systolic and diastolic blood pressure were standardized (Z score) and added. The variables tested as predictors were: MVPA; body fat percentage (BF%); Body Mass Index (BMI); waist-height ratio (WHTR); maturity-offset and CRF. After checking the normality parameters, the crude and adjusted associations (for sex, age and maturity-offset) were tested with linear regression equations. For the analyses, p <0.05 was considered. Results: Three different models indicated the best sets of factors associated with standardized blood pressure. Model 1 (R2 = 0.21) consisted of the variables WHTR (β = 9.702) and MVPA (β = −0.021). Model 2 (R2 = 0.19) was composed of the variables BMI (β = 0.156) and MVPA (β = −0.021). Model 3 (R2 = 0.18) included the variables BF% (β = 0.063) and CRF (β = −0.004). Conclusion: Blood pressure in children is predicted by the body variables BF%, BMI and WHTR, in addition, it is negatively associated with MVPA and CRF.


Subject(s)
Humans , Child , Cardiorespiratory Fitness , Blood Pressure , Body Composition , Brazil , Exercise , Body Mass Index , Physical Fitness , Cross-Sectional Studies , Waist Circumference
6.
Rev. bras. med. esporte ; 27(3): 331-334, July-Sept. 2021. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1288583

ABSTRACT

ABSTRACT Introduction The physique of college students is very important. The physique of college students is the prerequisite for the country's revitalization, and health is the prerequisite for the transformation of intellectual capital. Object Aiming at the current college students' physical education class arrangements and curriculum reform, the paper uses exercise prescriptions to make a brief plan for students' physical exercise. Method The thesis uses the exercise prescription teaching method to carry out health intervention education for middle school students, which is used to analyze the physical requirements of students. Results After five months of fitness exercise prescription, the students' physical fitness has increased significantly. We use fitness exercise prescriptions to make students feel good about exercise. Conclusion The application of physical and healthy exercise prescriptions can effectively improve the systematic and scientific nature of students' participation in sports and help students learn and master healthy physical and mental self-exercise skills. Level of evidence II; Therapeutic studies - investigation of treatment results.


RESUMO Introdução O físico dos estudantes universitários é muito importante. O físico dos universitários é o pré-requisito para a revitalização do país, e a saúde é o pré-requisito para a transformação do capital intelectual. Objeto Visando os arranjos das aulas de educação física dos atuais estudantes universitários e a reforma curricular, o artigo usa prescrições de exercícios para fazer um breve plano para os exercícios físicos dos alunos. Método A tese utiliza o método de ensino da prescrição de exercícios para realizar educação de intervenção em saúde para alunos do ensino médio, que é utilizada para analisar as exigências físicas dos alunos. Resultados Após cinco meses de prescrição de exercícios físicos, a aptidão física dos alunos aumentou significativamente. Usamos prescrições de exercícios físicos para fazer os alunos se sentirem bem com os exercícios. Conclusão A aplicação de prescrições de exercícios físicos e saudáveis pode efetivamente melhorar a natureza sistemática e científica da participação dos alunos em esportes e ajudá-los a aprender e dominar habilidades saudáveis de auto-exercício físico e mental. Nível de evidência II; Estudos terapêuticos - investigação dos resultados do tratamento.


RESUMEN Introducción El físico de los estudiantes universitarios es muy importante. El físico de los estudiantes universitarios es el requisito previo para la revitalización del país, y la salud es el requisito previo para la transformación del capital intelectual. Objeto Con el objetivo de los arreglos de las clases de educación física de los estudiantes universitarios actuales y la reforma del plan de estudios, el documento utiliza prescripciones de ejercicios para hacer un plan breve para el ejercicio físico de los estudiantes. Método La tesis utiliza el método didáctico de prescripción de ejercicios para realizar la educación de intervención en salud para estudiantes de secundaria, que se utiliza para analizar los requisitos físicos de los estudiantes. Resultados Después de cinco meses de prescripción de ejercicios físicos, la aptitud física de los estudiantes ha aumentado significativamente. Usamos recetas de ejercicios físicos para que los estudiantes se sientan bien con el ejercicio. Conclusión La aplicación de prescripciones de ejercicio físico y saludable puede mejorar de manera efectiva la naturaleza sistemática y científica de la participación de los estudiantes en los deportes y ayudar a los estudiantes a aprender y dominar habilidades saludables de autoejercicio físico y mental. Nivel de evidencia II; Estudios terapéuticos: investigación de los resultados del tratamiento.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Child , Adolescent , Exercise , Health Knowledge, Attitudes, Practice , Physical Fitness , Student Health
7.
Rev. bras. med. esporte ; 27(5): 468-471, July-Sept. 2021. tab
Article in English | LILACS | ID: biblio-1288624

ABSTRACT

ABSTRACT Introduction: The main reason for the decline in college students' physical fitness and health is the lack of physical exercise, the emphasis on study and the neglect of physical exercise, and the lowering of the physical fitness requirements of college students. Objective: The paper analyzes the status quo and existing problems of college students' physical fitness and proposes that the school party committee issues policy-based health intervention measures, encourages school physical education teachers to participate in students' after-school physical exercises, and extensively develops school mass sports activities. Methods: The paper uses a literature method, questionnaire survey, comprehensive evaluation method, etc., to analyze the internal and external factors of college students' physical decline. Results: Through the practice density test of students in physical education teaching, it is learned that physical education in the first grade can fully develop students' physical fitness, and the practice density of each class reaches 60%. The practice density of the second-grade optional courses is about 20%, and it cannot achieve the purpose of effective physical exercise. Conclusions: The current teaching content and teaching methods of physical education classes cannot effectively complete physical education tasks. It is necessary to adjust the teaching content further and improve the teaching methods. Level of evidence II; Therapeutic studies - investigation of treatment results.


RESUMO Introdução: O principal motivo do declínio da condição física e da saúde dos estudantes universitários é a falta de exercícios físicos, a negligência dos exercícios físicos devido à ênfase no estudo e a redução das exigências de aptidão física dos estudantes universitários. Objetivo: O documento analisa o status quo e os problemas existentes de aptidão física de estudantes universitários e propõe que o comitê do partido escolar emita medidas de intervenção de saúde baseadas em políticas, encoraje os professores de educação física a participarem extensivamente dos exercícios físicos dos alunos após as aulas. Métodos: O artigo utiliza um questionário e um método de avaliação abrangente, etc., para analisar os fatores internos e externos de deterioração física dos estudantes universitários. Resultados: Por meio do teste de densidade de prática dos alunos no ensino de educação física, aprende-se que a educação física na primeira série pode desenvolver plenamente a aptidão física dos alunos, sendo que a prática de cada aula chega a 60%.A prática do curso eletivo de segundo grau é de aproximadamente 20% e não pode atingir o objetivo de exercícios físicos eficazes. Conclusões: O conteúdo e os métodos de ensino atuais das aulas de educação física não podem completar as tarefas de educação física com eficácia. É necessário aperfeiçoar ainda mais o conteúdo de ensino e melhorar os métodos de ensino. Nível de evidência II; Estudos terapêuticos: investigação dos resultados do tratamento.


RESUMEN Introducción: La principal razón del declive en la condición física y la salud de los estudiantes universitarios es la falta de ejercicio físico, el descuido del ejercicio físico por el énfasis en el estudio, y la reducción de los requisitos de aptitud física de los estudiantes universitarios. Objetivo: El documento analiza el status quo y los problemas existentes de la aptitud física de los estudiantes universitarios y propone que el comité del partido escolar emita medidas de intervención de salud basadas en políticas, aliente a los maestros de educación física de la escuela a participar en los ejercicios físicos de los estudiantes después de la escuela de manera extensiva. Métodos: El artículo utiliza cuestionario y método de evaluación integral, etc., para analizar los factores internos y externos del deterioro físico de los estudiantes universitarios. Resultados: A través de la prueba de densidad de práctica de los estudiantes en la enseñanza de educación física, se aprende que la educación física en el primer grado puede desarrollar plenamente la aptitud física de los estudiantes, y la práctica de cada clase alcanza el 60%. La práctica de los cursos optativos de segundo grado es de aproximadamente el 20% y no puede lograr el propósito de un ejercicio físico efectivo. Conclusiones: El contenido y los métodos de enseñanza actuales de las clases de educación física no pueden completar eficazmente las tareas de educación física. Es necesario ajustar aún más el contenido de la enseñanza y mejorar los métodos de enseñanza. Nivel de evidencia II; Estudios terapéuticos: investigación de los resultados del tratamiento.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Sports , Students , Universities , Physical Fitness/physiology , Surveys and Questionnaires
8.
Rev. bras. med. esporte ; 27(5): 494-497, July-Sept. 2021. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1288611

ABSTRACT

ABSTRACT Introduction: It is not unusual that students do not like physical education. It has become a common educational phenomenon in current school physical education. Students have become less participative in physical education, serious and cold, less enjoyable, and stressed. The emergence of this series of changes is not entirely a matter of student attitudes. Objective: Aiming at school students who like sports but do not fall in love with physical education, participation quality continues to decline, students do not exercise themselves, and have no concept of exercise load. This research aims to learn and master the knowledge and skills of physical exercise through a digital fitness teaching system, effectively improve students' scientific exercise ability, mobilize students' hobbies to actively participate in physical exercise, improve the unscientific physical exercise habits of students in the past, promote students' physical and mental health, and lay the foundation for lifelong physical education. Methods: The methods studied in this article mainly include an experimental method, document method, expert interview method, questionnaire survey method, mathematical analysis method and other methods. Results: After two weeks of experimental preparation and ten weeks of teaching experiments to develop students' physical exercise ability, the students' aerobic exercise ability has been steadily improved. Through the digital fitness teaching system, students' interest in participating in physical exercise is strengthened and the cultivation of sports emotions and physical habits, improving the school's physical exercise environment and meeting students' physical exercise needs. Conclusions: The digital fitness teaching system is in the development and test stage. The first generation of digital fitness bikes has many problems with hardware and software. As an important supplementary form of school physical education under the new situation, this system greatly promotes students' lifelong physical education and learning scientific physical exercise. Level of evidence II; Therapeutic studies - investigation of treatment results.


RESUMO Introdução: Não é incomum que os alunos não gostem de educação física. Tornou-se um fenômeno educacional comum na educação física escolar atual. Os alunos tornaram-se menos engajados na educação física, sérios e descolados, menos agradáveis e estressados. O surgimento dessa série de mudanças não é exclusivamente uma questão de atitudes dos alunos. Objetivo: Visando alunos que gostam de esportes, mas não se apaixonam por educação física, a qualidade da participação continua em declínio, os alunos não praticam exercícios e não têm noção de carga de exercícios. Esta pesquisa tem como objetivo aprender e dominar os conhecimentos e habilidades de exercício físico através de um sistema de ensino de fitness digital, efetivamente melhorar a capacidade de exercício científico dos alunos, mobilizar os hobbies dos alunos para participarem ativamente do exercício. Aptidão física, melhorar os hábitos de exercícios físicos não científicos dos alunos em passado, promover a saúde física e mental dos alunos e estabelecer as bases para a educação física ao longo da vida. Métodos: Os métodos estudados neste artigo incluem principalmente um método experimental, método de documento, método de entrevista com especialista, método de pesquisa por questionário, método de análise matemática e outros métodos. Resultados: Após duas semanas de preparação experimental e dez semanas de experimentos de ensino para desenvolver a capacidade de exercício físico dos alunos, a capacidade de exercício aeróbio dos alunos tem melhorado continuamente. Através do sistema de ensino de fitness digital, o interesse dos alunos em praticar exercícios físicos e o cultivo de emoções e hábitos de esportes físicos é potencializado, melhorando o ambiente de exercícios físicos da escola e satisfazendo as necessidades de exercícios físicos dos alunos. Conclusões: O sistema digital de ensino de fitness está em desenvolvimento e testes. A primeira geração de bicicletas de fitness digitais tem muitos problemas com hardware e software. Como uma importante forma complementar de educação física escolar na nova situação, esse sistema promove enormemente a educação física ao longo da vida dos alunos e o aprendizado de exercícios físicos científicos. Nível de evidência II; Estudos terapêuticos: investigação dos resultados do tratamento.


RESUMEN Introducción: No es raro que a los estudiantes no les guste la educación física. Se ha convertido en un fenómeno educativo común en la educación física escolar actual. Los estudiantes se han vuelto menos participativos en educación física, serios y fríos, menos agradables y estresados. El surgimiento de esta serie de cambios no es exclusivamente una cuestión de actitudes de los estudiantes. Objetivo: Apuntando a escolares a los que les guste el deporte pero no se enamoren de la educación física, la calidad de la participación sigue decayendo, los alumnos no se ejercitan y no tienen concepto de carga de ejercicio. Esta investigación tiene como objetivo aprender y dominar el conocimiento y las habilidades del ejercicio físico a través de un sistema de enseñanza de fitness digital, mejorar eficazmente la capacidad de ejercicio científico de los estudiantes, movilizar los pasatiempos de los estudiantes para participar activamente en el ejercicio físico, mejorar los hábitos de ejercicio físico no científicos de los estudiantes en el pasado, promover la salud física y mental de los estudiantes y sentar las bases para la educación física de por vida. Métodos: Los métodos estudiados en este artículo incluyen principalmente un método experimental, método de documento, método de entrevista a expertos, método de encuesta por cuestionario, método de análisis matemático y otros métodos. Resultados: Después de dos semanas de preparación experimental y diez semanas de experimentos de enseñanza para desarrollar la capacidad de ejercicio físico de los estudiantes, la capacidad de ejercicio aeróbico de los estudiantes ha mejorado de manera constante. A través del sistema de enseñanza digital de fitness se potencia el interés de los estudiantes por participar en el ejercicio físico y el cultivo de las emociones y hábitos físicos deportivos, mejorando el entorno de ejercicio físico del colegio y satisfaciendo las necesidades de ejercicio físico de los estudiantes. Conclusiones: El sistema de enseñanza de fitness digital se encuentra en etapa de desarrollo y prueba. La primera generación de bicicletas fitness digitales tiene muchos problemas con el hardware y el software. Como una forma complementaria importante de educación física escolar en la nueva situación, este sistema promueve en gran medida la educación física a lo largo de la vida de los estudiantes y el aprendizaje del ejercicio físico científico. Nivel de evidencia II; Estudios terapéuticos: investigación de los resultados del tratamiento.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Physical Education and Training/methods , Students , Physical Fitness/physiology , Virtual Reality , School Health Services , Models, Theoretical
9.
Rev. bras. med. esporte ; 27(3): 319-322, July-Sept. 2021. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1288577

ABSTRACT

ABSTRACT Introduction People need to strengthen their bodies through leisure sports to prevent diseases. Physical fitness exercise is conducive to maintaining a good physical and mental state and establishing a good interpersonal relationship. Exercise can keep people happy. Object According to the actual needs of people's physical fitness exercises, this article uses the correlation analysis method to carry out an empirical analysis on the effect of physical fitness exercises on the quality of life. Method The paper puts forward a model based on indicators combined with correlation analysis by constructing a hypothetical model of the effect of physical fitness exercise. We analyzed the reasons and influencing factors of people participating in physical fitness exercises. Results The influencing indicators of people's participation in sports to improve the quality of life are gender, age, and disposable income. Conclusion People playing sports can enhance the quality and quality of life. Level of evidence II; Therapeutic studies - investigation of treatment results.


RESUMO Introdução As pessoas precisam fortalecer seus corpos por meio de esportes de lazer para prevenir doenças. O exercício de aptidão física contribui para a manutenção de um bom estado físico e mental e para o estabelecimento de um bom relacionamento interpessoal. O exercício pode manter as pessoas felizes. Objetivo De acordo com as reais necessidades de exercícios de aptidão física das pessoas, este artigo utiliza o método de análise de correlação para realizar uma análise empírica sobre o efeito dos exercícios de aptidão física na qualidade de vida. Método O artigo propõe um modelo baseado em indicadores combinados com análise de correlação por meio da construção de um modelo hipotético do efeito do exercício de aptidão física. Analisamos os motivos e fatores que influenciam as pessoas que participam de exercícios de aptidão física. Resultados Os indicadores que influenciam a participação das pessoas no esporte para melhorar a qualidade de vida são gênero, idade e renda disponível. Conclusão Pessoas que praticam esportes podem melhorar a qualidade de vida. Nível de evidência II; Estudos terapêuticos - investigação dos resultados do tratamento.


RESUMEN Introducción Las personas necesitan fortalecer su cuerpo a través de deportes recreativos para prevenir enfermedades. El ejercicio físico favorece el mantenimiento de un buen estado físico y mental y el establecimiento de una buena relación interpersonal. El ejercicio puede hacer felices a las personas. Objeto De acuerdo con las necesidades reales de los ejercicios de aptitud física de las personas, este artículo utiliza el método de análisis de correlación para realizar un análisis empírico sobre el efecto de los ejercicios de aptitud física en la calidad de vida. Método El trabajo propone un modelo basado en indicadores combinados con análisis de correlación mediante la construcción de un modelo hipotético del efecto del ejercicio físico. Analizamos los motivos y factores de influencia de las personas que realizan ejercicios de acondicionamiento físico. Resultados Los indicadores que influyen en la participación de las personas en el deporte para mejorar la calidad de vida son el género, la edad y la renta disponible. Conclusión las personas que practican deportes pueden mejorar la calidad de vida. Nivel de evidencia II; Estudios terapéuticos: investigación de los resultados del tratamiento.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Middle Aged , Aged , Aged, 80 and over , Quality of Life , Physical Fitness/physiology , Health of the Elderly , Interpersonal Relations , Socioeconomic Factors
10.
Rev. bras. med. esporte ; 27(3): 327-330, July-Sept. 2021. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1288574

ABSTRACT

ABSTRACT Introduction Outdoor sports can help people develop good living habits and improve people's physical fitness. For this reason, it is very important to cultivate sports hobbies and analyze the factors of healthy sports. Objective To understand the factors that affect the healthy sports behavior of college students, we provide a reference for the relevant departments of the school and physical education teachers. Methods The thesis uses literature data method, questionnaire survey method and mathematical statistics method to analyze sports influencing factors with college students as the research object. Results The physical education method and the completeness of the facilities will affect the students' interest in sports. Students from different family backgrounds have very different preferences for healthy sports. Conclusions The school environment and sports atmosphere are the main factors that constitute the school sports environment. College students' cognition and understanding of healthy sports will affect their own sports situation. Level of evidence II; Therapeutic studies - investigation of treatment results.


RESUMO Introdução O nível de aptidão física dos estudantes universitários não só é afetado por fatores subjetivos. Também está intimamente relacionado com a forma como a escola encoraja os alunos a se engajar ativamente en exercícios físicos. Para isso deve criar um excelente ambiente de exercício físico, e estimular o comportamento físico dos estudantes universitários. Somente cultivando bons e saudáveis comportamentos pode ajudar os estudantes universitários a desenvolver o hábito do exercício físico. Objetivo Compreender os fatores que afetam o comportamento esportivo saudável dos estudantes universitários, fornecer uma base teórica para a formação desses comportamentos, e uma referência para os correspondentes departamentos da escola e os professores de educação física. Métodos A tese usa o método de dados da literatura, método de levantamento do questionário e método de estatística matemática para conduzir a investigação e análise com estudantes de três faculdades e universidades como objetos de pesquisa. Resultados As diferenças nos efeitos da educação física, equipamentos, instalações, e sistemas esportivos sobre os comportamentos esportivos saudáveis dos estudantes de diferentes gêneros são muito significativas. Os locais esportivos também têm efeitos diferentes sobre o comportamento dos estudantes. As informações sobre esporte e esporte extracurriculares têm efeitos diferentes. A educação física, os locais de esportes, os sistemas de educação física e os fatores de informação física não têm diferenças significativas nos comportamentos esportivos dos alunos. As diferenças no grau de compreensão e conhecimento do físico e da saúde entre os estudantes influenciam significativamente seus comportamentos esportivos saudáveis. O género não afeta o seu conhecimento da aptidão física e de saúde e os seus comportamentos desportivos. Conclusões O ambiente esportivo escolar tem efeitos diferentes sobre o comportamento dos estudantes de diferentes graus e gêneros. Os equipamentos e as instalações são os principais fatores que constituem o ambiente esportivo escolar. O grau de compreensão e conhecimento dos conceitos de aptidão física e de saúde dos estudantes afeta a prática do esporte. Nível de evidência II; Estudos terapêuticos - investigação dos resultados do tratamento.


RESUMEN Introducción el nivel físico de los estudiantes universitarios no sólo se ve afectado por factores subjetivos, sino que también está estrechamente relacionado con la forma en que las escuelas alientan a los estudiantes a hacer ejercicio físico activamente, creando un buen entorno de ejercicio físico y cultivando el comportamiento físico de los estudiantes universitarios. Estimular un buen comportamiento saludable de los estudiantes universitarios, puede ayudar a los estudiantes universitarios a desarrollar el hábito del ejercicio físico. Objetivo comprender los factores que influyen en el comportamiento físico saludable de los estudiantes universitarios, proporcionar una base teórica para la formación de ese comportamiento y crear una referencia para los correspondientes departamentos de la escuela y los profesores de educación física. Métodos se utilizaron los métodos de documentación, cuestionario y estadísticas matemáticas para investigar los estudiantes de tres universidades. Resultados la influencia de la educación física, el equipo y el sistema de educación física en el comportamiento físico saludable de los estudiantes de diferentes géneros fue significativa. Los estadios y gimnasios también tienen diferentes efectos en el comportamiento deportivo de los estudiantes de diferentes géneros. Los deportes extracurriculares y la información deportiva tienen diversos efectos. No hubo diferencia significativa en el comportamiento físico de los estudiantes en razón del género. La diferencia entre el equipo y los deportes extracurriculares es muy significativa. No hay diferencia significativa entre los diferentes grados de educación física, estadio, sistema de educación física y factores de información deportiva en el comportamiento deportivo de los estudiantes. La diferencia en la comprensión y conocimiento de la salud física entre los estudiantes de diferentes grados tiene un efecto significativo en su comportamiento. El género no tuvo ningún efecto sobre la salud física y el ejercicio. Conclusión el entorno físico escolar tiene diferentes efectos en el comportamiento físico de los estudiantes de diferentes grados y sexo. El equipo y las instalaciones son los principales factores que componen el entorno deportivo escolar. La comprensión y el conocimiento de los estudiantes universitarios sobre el concepto de salud física influyen en la educación física saludable de los estudiantes universitarios. Nivel de evidencia II; Estudios terapéuticos: investigación de los resultados del tratamiento.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Physical Education and Training , Physical Fitness , Student Health , Healthy Lifestyle , Sports , Universities , Surveys and Questionnaires , Models, Theoretical
11.
Rev. bras. med. esporte ; 27(3): 245-248, July-Sept. 2021. tab
Article in English | LILACS | ID: biblio-1288572

ABSTRACT

ABSTRACT Introduction The research on the promotion of physical fitness of the human body by exercise has also attracted widespread attention in sports and rehabilitation medicine. Object This article uses ultrasound to study the bone density health of the human body, thereby establishing the relationship between sports and bone density health. We hope to use the research results of this article to improve people's awareness of sports health. Method We used ultrasound to test the bone mineral density of two groups of students (exercise group and non-exercise group) to explore the relationship between different sports items and the students' bone mineral density. Results There is a significant difference in bone density between the two groups of students. There is no gender difference in bone density. Conclusion Students need to strengthen physical exercise in the growth and development stage to improve bone density. Level of evidence II; Therapeutic studies - investigation of treatment results.


RESUMO Introdução A pesquisa sobre a promoção da aptidão física do corpo humano por meio do exercício também tem atraído atenção generalizada na medicina esportiva e de reabilitação. Objeto este artigo usa o ultrassom para estudar a saúde da densidade óssea do corpo humano, estabelecendo assim a relação entre esportes e saúde da densidade óssea. Esperamos usar os resultados da pesquisa deste artigo para aumentar a conscientização das pessoas sobre a saúde no esporte. Método Usamos ultrassom para testar a densidade mineral óssea de dois grupos de alunos (grupo de exercícios e grupo de não exercícios) para explorar a relação entre diferentes itens esportivos e a densidade mineral óssea dos alunos. Resultados Existe uma diferença significativa na densidade óssea entre os dois grupos de alunos. Não há diferença de gênero na densidade óssea. Conclusão Os alunos precisam fortalecer os exercícios físicos na fase de crescimento e desenvolvimento para melhorar a densidade óssea. Nível de evidência II; Estudos terapêuticos - investigação dos resultados do tratamento.


RESUMEN Introducción La investigación sobre la promoción de la aptitud física del cuerpo humano mediante el ejercicio también ha atraído una amplia atención en la medicina deportiva y de rehabilitación. Objeto Este artículo utiliza la ecografía para estudiar la salud de la densidad ósea del cuerpo humano, estableciendo así la relación entre el deporte y la salud de la densidad ósea. Esperamos utilizar los resultados de la investigación de este artículo para mejorar la conciencia de las personas sobre la salud deportiva. Método Utilizamos ultrasonido para probar la densidad mineral ósea de dos grupos de estudiantes (grupo de ejercicio y grupo sin ejercicio) para explorar la relación entre diferentes artículos deportivos y la densidad mineral ósea de los estudiantes. Resultados Existe una diferencia significativa en la densidad ósea entre los dos grupos de estudiantes. No hay diferencia de género en la densidad ósea. Conclusión Los estudiantes necesitan fortalecer el ejercicio físico en la etapa de crecimiento y desarrollo para mejorar la densidad ósea. Nivel de evidencia II; Estudios terapéuticos: investigación de los resultados del tratamiento.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Middle Aged , Sports/physiology , Bone Density/physiology , Health , Physical Fitness/physiology , Health Promotion , Models, Theoretical
12.
Rev. bras. ciênc. mov ; 28(4): 120-128, ago. 2021. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1342754

ABSTRACT

O treinamento de força (TF) demonstra importante impacto para melhora e/ou manutenção da aptidão física. Programas de TF tem como principal objetivo o aumento de força e da área de secção transversa. Essas adaptações crônicas do TF são induzidas por vias de sinalização para otimizar o aumento da área de secção transversa. Portanto, a interação entre as variáveis do TF torna possível uma prescrição adequada dos programas. Sendo algumas das variáveis do TF definidas pela seleção dos exercícios, volume, intensidade, intervalo entre séries, velocidade de execução (cadência), ordem dos exercícios, ação muscular, frequência semanal. O objetivo do presente estudo foi verificar quais variáveis do TF são manipuladas nas planilhas de treinamento, nas academias da região metropolitana de Campinas (RMC). O estudo contou com a participação de 114 academias da RMC do estado de São Paulo (SP). Foi verificada através de inspeção visual as variáveis do TF exercícios, volume, intensidade, intervalo entre séries, velocidade de execução, ordem dos exercícios, ação muscular e frequência semanal presente nas planilhas de treinamento, além da quantidade de funcionários envolvidos durante o processo de prescrição e monitoramento do TF. Os resultados do presente estudos demonstram que as variáveis exercício, volume, intensidade e ordem dos exercícios estão presente em 100% das planilhas de treinamento, enquanto que menos de 50% das planilhas de treinamento apresentam as variáveis intervalo entre séries, velocidade de execução e ação muscular. Os achados do presente estudo sugerem concluir que as principais variáveis do TF não são manipuladas nas planilhas de treinamento das academias da RMC.(AU)


Resistance training (RT) demonstrates important impact to improving and/or maintaining physical fitness. RT program has as main purpose the increase of strength and cross-sectional area. These chronic adaptations are induced by signaling pathways to optimize the increase of cross-sectional area. Therefore, the interaction between RT variables makes it possible a adequate prescription of program. Some of the RT variables are defined by exercises selection, volume, intensity, intervals between set, speed of execution, exercises order, muscle action, weekly frequency. The purpose of present study was verify which RT variables are manipulated in training worksheets, in fitness center of metropolitan region of Campinas (MRC). The study counted with the participation of 114 fitness center of MRC of São Paulo (SP) state. It was verified through visual inspection the RT variables exercises, volume, intensity, intervals between set, speed of execution, exercises order, muscle action, weekly frequency, besides the quantity of employed involved during prescription process and monitoring the RT. The results of the present study demonstrate that variables exercise, volume, intensity and exercise order are present in 100% of training worksheets, while less 50% of training worksheets exhibited the variables intervals between sets, speed of execution and muscle action. The findings of present study suggest conclude that the main RT variables are not manipulated in training of worksheets of fitness center of MRC.(AU)


Subject(s)
Humans , Male , Female , Exercise , Fitness Centers , Resistance Training , Muscles , Physical Education and Training , Physical Fitness , Monitoring , Prescriptions
13.
Rev. bras. ciênc. mov ; 28(4): 214-230, ago. 2021. tab, ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1342945

ABSTRACT

Considerando o impacto negativo que a inatividade física pode trazer para a população, o Sistema Único de Saúde torna-se responsável por melhorar os determinantes da saúde da população. O objetivo do estudo foi comparar o efeito de duas intervenções com diferentes volumes de exercícios físicos na aptidão física de mulheres usuárias da Atenção Primária de Saúde, no período de 12 meses. O estudo apresenta delineamento quase-experimental e longitudinal. Participaram do estudo 50 mulheres (G1= 25 e G2= 25). A intervenção 1 (G1) foi realizada 2x por semana com duração de 60 minutos por sessão e a intervenção 2 (G2) foi realizada 3x por semana com duração de 90 minutos por sessão, ambas com exercícios físicos combinados. Para avaliação da aptidão física foi utilizada a bateria de testes da AHHPERD. As variáveis de aptidão física foram analisadas pelo teste Anova de Variância Mista, sendo realizado as comparações post-hoc pelo teste de Bonferroni. A análise estatística não evidenciou interação (tempo x grupo) e diferença significativa entre grupo. A análise apontou diferenças significativas para o efeito do tempo no G1 em todas as variáveis de aptidão física nas comparações pré e 12 meses, e nas comparações pré e 6 meses, exceto para força. Para o G2, os principais resultados foram nas comparações pré e 12 meses, para todas as variáveis, exceto flexibilidade. Os ganhos mais evidenciados foram nas variáveis flexibilidade e resistência aeróbia para o G1 e na força para o G2. Conclui-se que ambas as intervenções apresentaram resultados positivos no efeito tempo, principalmente nas comparações pré e 12 meses. Não houve efeito de intervenção, evidenciando que independente do volume de exercício físico, para esse tipo de intervenção aplicado no contexto da Atenção Primária à Saúde, ambas intervenções promovem ganhos na aptidão física dos participantes.(AU)


The negative impact that physical inactivity can bring to the population makes the Unified Health System responsible to improve determinants of health in the population. The aim of study was to compare the effect of two interventions with different volumes of physical exercises on the physical fitness of women using Primary Health Care, in the period of 12 months. The study has quasiexperimental and longitudinal design. Fifty women (G1 = 25 women and G2 = 25 women) participated in the study. Intervention 1 (G1) was performed twice a week with a duration of 60 minutes per session and intervention 2 (G2) was performed 3x a week with a duration of 90 minutes per session, both with combined physical exercises. The physical fitness was accessed by AHHPERD's battery of tests. The physical fitness variables were analyzed by the ANOVA Mixed Variance test, and post-hoc comparisons were performed using the Bonferroni test. The statistical analysis didn't show interaction (time x group) and significant difference between group. The analysis showed significant differences for time effect in all variables of physical fitness for G1 (pre vs 12 months; and pre vs 6 months, except strength in this last comparison). Significant differences for time effect in all variables of physical fitness (pre vs 12 months), except flexibility, were verified for G2. The gain was more evident in the flexibility and aerobic resistance for G1 and strength for G2. It is concluded that both interventions showed a positive result in the time effect, mainly in the comparisons pre and 12 months. There was no intervention effect, showing that regardless of the volume of physical exercise, for this type of intervention applied in the context of Primary Health Care, both interventions promote gains in the physical fitness of the participants.(AU)


Subject(s)
Humans , Female , Adult , Middle Aged , Primary Health Care , Exercise , Physical Fitness , Public Health , Physical Education and Training , Women , Unified Health System , Sedentary Behavior , Healthy Lifestyle , Population Health
14.
Arch. cardiol. Méx ; 91(2): 178-185, abr.-jun. 2021. tab, graf
Article in Spanish | LILACS | ID: biblio-1248782

ABSTRACT

Resumen Objetivo: Evaluar la seguridad y el efecto del entrenamiento por intervalos de moderada y alta intensidad (EIMI, EIAI) y compararlo con el entrenamiento de intensidad moderada continua (EIMC) en pacientes de riesgo cardiovascular (RCV) muy alto. Método: Estudio cuasi experimental de 81 pacientes que ingresaron al programas de rehabilitación cardíaca y prevención secundaria (PRHCPS); en la estratificación de riesgo, todos los pacientes presentaron ≥ 2 factores de RCV alto. Entrenamiento concurrente: aeróbico supervisado: 2 semanas de entrenamiento de base de EIMC; luego el grupo EIMC con la misma prescripción, EIMI a 3 intervalos de 3' al 70 a 80% de FCR con pausas activas de 3' al 60 a 70% de FCR; EIAI, 3 intervalos de 3' a 80 a 90% de FCR con pausas activas de 3' al 70 a 80% de FCR, entrenamiento de fuerza con tres sesiones semanales de ejercicios isotónicos y una de calistenia e intervención multidisciplinaria. Resultados: 81 pacientes asignados en tres grupos: 61 a EIMC, 13 a EIMI y 7 a EIAI, sin diferencias significativas en las variables epidemiológicas. Hubo ganancias porcentuales en MET-carga de 45%, 60% y 86% (p = 0.17) y carga-vatios de 51, 44 y 48 en EIMC, EIMI, EIAI, respectivamente (p = 0.54). A pesar de no existir diferencias estocásticamente significativas intergrupales, sí se registró una ganancia mayor en MET-carga en el grupo de EIAI. No se observó desenlace adverso en ningún tipo de entrenamiento. Conclusiones: En cardiópatas de riesgo cardiovascular muy alto, el entrenamiento interválico EIMI/EIAI supervisado es seguro, con tendencia a mayor ganancia en tolerancia al esfuerzo (MET-carga) con el EIAI en comparación con el EIMC.


Abstract Objective: Evaluate safety and effects of training at moderate and high intensity intervals (MIIT, HIIT) compared to continuous moderate intensity training (MICT) in heart disease patient with very high cardiovascular risk (CVR). Method: Quasi-experimental study of 81 patients in a cardiac rehabilitation (CR) program, after risk stratification, all patients presented at least 2 factors with high CVR. All patients were provided supervised concurrent training: aerobic: initially 2 weeks MICT. subsequently MICT group with same prescription, MIIT 3 intervals of 3 ‘to 70-80% FCR with active pause exercise of 3' to 60 a 70% FCR, HIIT 3 intervals of 3'a 80-90% FCR with active pause exercise of 3 ‘70 a 80% FCR, resistance training 3 weekly sessions isotonic exercises and 1 calisthenics and multidisciplinary intervention. Results: 81 patients assigned to: 61 MICT group, 13 MIIT and 7 HIIT, no significant differences were observed. Percentage gains were obtained in METs-load 45%, 60% and 86% (p = 0.17) and watts 51, 44 and 48 in MICT, MIIT, HIIT respectively (p = 0.54). Although there are no statistical significant intergroup differences if there is a greater improvement in MET-load in the HIIT group. There was no adverse outcome in any training. Conclusions: In very high cardiovascular risk heart disease patient, supervised interval training (MIIT/HIIT) is safe, with a tendency to greater improvement in exercise tolerance (METs-load) with HIIT compared to MICT.


Subject(s)
Humans , Cardiovascular Diseases/prevention & control , Exercise Tolerance , Resistance Training/methods , Heart Diseases , Physical Fitness/physiology , Risk Factors , Heart Disease Risk Factors
15.
Rev. bras. med. esporte ; 27(spe2): 62-65, Apr.-June 2021. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1280078

ABSTRACT

ABSTRACT Special physical fitness plays an important role in sports skills, improving athletic performance and preventing injuries. Based on the Internet of Things (IoT), the method of assessing athletes' specific physical fitness is studied using the linear acceleration energy estimation model. After relevant research on the athletes' real training environment, a real-time monitoring platform is designed. Besides, the MQVA algorithm is proposed, and the simulation experiment is designed. Finally, the accuracy of several algorithms is verified by the practical method of evaluating the application. The verification results show that the precision of the algorithm and the model achieve the expected results. An evaluation model is proposed for individual athletes of the training effect based on the energy consumption rate; for multi-athletes, the indicators used are the progress of energy transfer. This model is compared and verified employing examples. The results show that the evaluation model is accurate and reliable. This investigation is part of the contents of the investigation of the physical fitness training system of the potential advantage project in China. It can provide a theoretical basis for coaches to adopt effective special physical training approaches and methods.


RESUMO A aptidão física especial tem um papel importante no domínio das habilidades esportivas, melhorando o desempenho atlético e prevenindo as lesões. Baseado na Internet das Coisas (IoT), o método de avaliação de aptidão física específica dos atletas é estudado usando o modelo de estimativa de energia de aceleração linear. Após uma pesquisa relevante sobre o ambiente de treinamento real dos atletas, é projetada uma plataforma de monitoramento em tempo real adequada para treinamento de atletas. Além disso, o algoritmo MQVA é proposto e é projetado o experimento de simulação. Finalmente, a precisão de vários algoritmos é verificada pelo método prático de avaliação da aplicação. Os resultados da verificação mostram que a precisão do algoritmo e o modelo alcançam os resultados esperados. Propõe-se um modelo de avaliação do efeito de formação baseado na taxa de consumo de energia para atletas individuais. Para multi-atletas se usam os indicadores de avaliação do progresso da transferência de Energia. Este modelo é comparado e verificado por meio de exemplos. Os resultados mostram que o modelo de avaliação é preciso e confiável. Esta investigação faz parte dos conteúdos da investigação do sistema de formação de aptidão física do projeto potencial de vantagem na China. O mesmo pode fornecer uma base teórica para que os treinadores adoptem abordagens e métodos de formação física especial eficazes.


RESUMEN La aptitud física especial tiene un papel importante en el dominio de las habilidades deportivas, mejorando el desempeño atlético y previniendo las lesiones. Basado en la Internet de las Cosas (IoT), el método de evaluación de aptitud física específica de los atletas es estudiado usando el modelo de estimativa de energía de aceleración lineal. Después de una importante investigación sobre el ambiente de entrenamiento real de los atletas, es proyectada una plataforma de monitoreo em tiempo real adecuada para entrenamiento de atletas. Además de eso, el algoritmo MQVA es propuesto y es proyectado el experimento de simulación. Finalmente, la precisión de varios algoritmos es verificada por el método práctico de evaluación de la aplicación. Los resultados de la verificación muestran que la precisión del algoritmo y el modelo alcanzan los resultados esperados. Se propone un modelo de evaluación del efecto de formación basado en la tasa de consumo de energía para atletas individuales. Para multi-atletas se usan los indicadores de evaluación del progreso de la transferencia de energía. Este modelo es comparado y verificado por medio de ejemplos. Los resultados muestran que el modelo de evaluación es preciso y confiable. Esta investigación hace parte de los contenidos de la investigación del sistema de formación de aptitud física del proyecto potencial de ventaja en la China. El mismo puede proporcionar una base teórica para que los entrenadores adopten abordajes y métodos de formación física especial eficaces.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Physical Fitness/physiology , Energy Consumption , Athletes , Internet of Things , Algorithms
16.
Rev. bras. ativ. fís. saúde ; 26: 1-10, mar. 2021. tab, fig
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1357972

ABSTRACT

O objetivo deste estudo foi desenvolver e analisar a validade de conteúdo, constructo e a fidedigni-dade de um questionário para avaliar a demanda física e operacional, saúde e condições de trabalho em policiais e bombeiros militares. O Questionário de Saúde e Performance para Militares (QSPM) foi desenvolvido por pesquisadores militares e não militares, a validade foi analisada com o índice de validade de conteúdo (IVC), análise fatorial exploratória e a fidedignidade com o percentual de concordância (%C), coeficiente Kappa e alfa de Cronbach. Nove juízes participaram da validação de conteúdo, 732 militares (15% mulheres) participaram da etapa de validação de constructo e 262 militares (18% mulheres) responderam duas vezes ao QSPM para a verificação da fidedignidade. As análises foram realizadas no software SPSS 26 e o nível de significância mantido em 5%. O QSPM apresentou o IVC de 0,98 e variância total explicada em 54,7%. A reprodutibilidade apresentou valores de %C entre 97,2 - 100,0%, Kappa entre 0,94 - 1,00 (p < 0,05) e alpha de Cronbach entre 0,80 - 1,00 (p < 0,05). Conclui-se que o QSPM apresentou validade de conteúdo, constructo e fidedignidade para avaliar a frequência da demanda física e operacional, as condições de saúde e de trabalho de policiais e bombeiros militares


The aim of this study was to develop and analyze the content and construct validity and reliability of a questionnaire to assess the performance, health and working conditions of police officers and military fire-fighters (QSPM). Civilian and military personnel carried out the development of the QSPM. The validity was analyzed by the content validity index (CVI), factor analysis, and the reproducibility by the simple agreement (%SA), the Kappa coefficient, and Cronbach's alpha. Nine experts participated in the content validation, 732 military personnel (15 women) participated in the construct validation, and 262 military (18% women) answered the QSPM twice to measure reproducibility. The QSPM had a CVI of 0.98. In the exploratory factorial analysis, when considering four factors, and the total explained variance was 54.7%. The reproducibility showed %SA values varying between 97.2 to 100.0%, Kappa values varying between 0.94 to 1.00 (p < 0.05 for all questions) and, Cronbach's α values varying between 0.80 to 1.00 (p < 0.05 for all questions). In conclusion, the QSPM showed content validity, construct validity and reliability to measure the frequency of physical-operational demand, the presence of morbidities, and the working condi-tions of police officers and firefighters


Subject(s)
Working Environment , Physical Fitness , Musculoskeletal Pain , Psychological Distress , Military Science
17.
Curitiba; s.n; 20210308. 120 p. ilus, graf, mapa, tab.
Thesis in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1343050

ABSTRACT

Resumo: Trata-se de estudo quantitativo de corte transversal, cujo objetivo foi analisar a associação da condição e dos marcadores de fragilidade física à mobilidade funcional de idosos. Participaram-se 389 idosos (?60 anos) assistidos em uma Unidade Básica de Saúde em Curitiba, Paraná. Para a coleta de dados, aplicaram-se questionários sociodemográfico e clínico, testes do fenótipo de fragilidade física e o timed up and go para avaliar a mobilidade funcional. Analisaram-se os dados mediante estatística descritiva, associação (Teste de Qui-quadrado com nível de significância estatístico considerado de p<=0,05 (a=0,05) e de correlação (Teste de Pearson). As chances de associação entre os marcadores de fragilidade e a mobilidade funcional diminuída foram analisados pela Odss Ratio, com intervalo de confiança de 95%. O modelo de regressão final foi elaborado pelo critério da acurácia, sensibilidade, especificidade, coeficientes de correlação linear e ajustado. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética do Setor de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Paraná, sob o parecer n°2918847. Dos 389 idosos, 34 (8,7%) eram frágeis, 186 (47,8%) pré-frágeis, 169 (43,5%) não frágeis, e 330 (84,8%) apresentaram mobilidade funcional diminuída. Os marcadores de fragilidade mais expressivos foram o baixo nível de atividade física (n=82; 21,0%), redução da força de preensão manual (n=82; 21,0%), redução da velocidade da marcha (n=81; 20,8%). Houve associação significativa entre a mobilidade funcional preservada e a condição de não frágeis (p=0,001). Correlacionaram-se à mobilidade funcional diminuída, a fragilidade (r=2,08; p=0,037), pré-fragilidade (r=2,04; p=0,041) e os marcadores redução da força de preensão manual (p=0,026), baixo nível de atividade física (p=0,026) e redução da velocidade da marcha (p<0,001). A razão de chance de idosos frágeis apresentarem mobilidade funcional diminuída é significativamente elevada (RC 9,25) quando comparada aos não frágeis. No modelo preditivo final permaneceram os marcadores redução da força de preensão manual, baixo nível de atividade física e redução da velocidade da marcha. O idoso com redução da força de preensão manual tem 1,96 vezes mais chance de desenvolver MF diminuída, quando comparado aquele FPM preservada (OR 1,968, IC95%, 0,798-4,854, p=0,141), e o idoso com baixo nível de atividade física tem 2,10 vezes mais chances de desenvolver declínio da mobilidade funcional, em relação ao fisicamente ativo (OR 2,101, IC95%, 0,855-5,163, p=0,105). O idosos com redução da velocidade da marcha possui 7,21 vezes mais chances de apresentar diminuição na MF, ao comparar com a condição de não frágil para esse componente (OR 7,213, IC95%, 1,703-30,537, p=0,007). Conclui-se que, os idosos frágeis e com o marcador redução da velocidade da marcha possuem chances elevadas de desenvolverem mobilidade funcional diminuída. Apesar da correlação entre mobilidade funcional e redução da força de preensão manual e baixo nível de atividade física, esses marcadores não se mostraram preditivos para mobilidade funcional diminuída. O presente estudo destaca resultados expressivos para a prática clínica de enfermagem gerontológica, os quais são essenciais para subsidiar estratégias preventivas para a mobilidade funcional do idoso e proporcionar uma visão mais ampla e clara na gestão dos cuidados, sobretudo para a fragilidade marcada pelo componente velocidade da marcha.


Abstract: This is a quantitative cross-sectional study, with the aim of analyzing the association between the condition and the markers of physical frailty and functional mobility in the elderly. Three-hundred and eighty-nine elderly people aged (?60 years) assisted at a Basic Health Unit in Curitiba, Paraná, participated. For data collection, sociodemographic and clinical questionnaires, physical frailty phenotype and timed up and Go tests were used to evaluate functional mobility. Data were analyzed using descriptive statistics, association (Chi-square test) with a level of statistical significance considered of p<=0.05 (a=0.05) and correlation (Pearson test). The chances of an association between frailty markers and decreased functional mobility were analyzed by the Odss Ratio, with a 95% confidence interval. The final regression model was elaborated by the criterion of accuracy, sensitivity, specificity, linear and adjusted correlation coefficients. The study was approved by the Ethics Committee of the Health Sciences Sector of the Universidade Federal do Paraná, under Opinion Report No. 2918847. Of the 389 elderly, 34 (8.7%) were frail, 186 (47.8%) pre-frail, 169 (43.5%) non-frail, and 330 (84.8%) had reduced functional mobility. The most expressive markers of frailty were low level of physical activity (n=82; 21.0%), reduced handgrip strength (n=82; 21.0%), reduced gait speed (n=81; 20.8). Frailty (r=2.08; p=0.037), pre-frailty (r=2.04; p=0.041) and, markers of handgrip strength (p=0.026), level of physical activity (p=0.026) and gait speed (p<0.001) associated to the decreased functional mobility. There was a significant association between preserved functional mobility and the condition of not being frail (p=0.001). The odds ratio for frail elderly people with reduced functional mobility is significantly high (OR 9.25) when compared to non-frail people. In the final predictive model, the markers remained: reduced handgrip strength, low level of physical activity and reduced gait speed. The elderly with reduced handgrip strength is 1.96 times more likely to develop decreased MF when compared to that preserved HGS (OR 1.968, 95%CI, 0.798-4.854, p=0.141), and the elderly with low activity level physical activity is 2.10 times more likely to develop a decline in functional mobility, compared to physically active (OR 2.101, 95%CI, 0.855- 5.163, p=0.105). The elderly with reduced gait speed are 7.21 times more likely to have a decrease in MF, when compared to the condition of non-frail for this component (OR 7.213, 95%CI, 1.703-30.537, p=0.007). It is concluded that the frail elderly and with the marker reduced gait speed have a high chance of developing reduced functional mobility. Despite the correlation between functional mobility and reduced handgrip strength and low level of physical activity, these markers were not predictive for decreased functional mobility. The present study highlights expressive results for the clinical practice of gerontological nursing, which are essential to support preventive strategies for the functional mobility of the elderly and provide a broader and clearer view in the management of care, especially for the frailty marked by the gait speed component.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Middle Aged , Aged , Aged , Physical Fitness , Frail Elderly , Geriatric Nursing , Motor Skills , Nursing Care
18.
Rev. cuba. invest. bioméd ; 40(1): e822, ene.-mar. 2021. tab
Article in Spanish | LILACS, CUMED | ID: biblio-1289443

ABSTRACT

Introducción: El CrossFit ® es actualmente la modalidad de entrenamiento funcional de alta intensidad de mayor difusión. No obstante, no existen investigaciones que relacionen la velocidad aérobica máxima continua (VAM-C) e intermitente (VAM-I) con el rendimiento en este entrenamiento. Objetivo: Determinar la relación entre la velocidad aérobica máxima continua e intermitente con el rendimiento del CrossFit ® WOD Karen en sujetos físicamente activos. Métodos: Participaron 14 hombres y 6 mujeres, en tres días se realizaron las pruebas con un intervalo de 24-48 horas entre ellos, la velocidad aérobica máxima continua se evaluó a través del test de carrera 20 metros o Course Navette, la velocidad aérobica máxima intermitente se valoró por medio del 30-15 ITF (Intermittent Fitness Test) y por último se midió el rendimiento del WOD CrossFit ® Karen (150 lanzamientos de balón medicinal a pared en el menor tiempo posible). Los datos obtenidos fueron analizados en el paquete estadístico PSPP con un nivel de confianza del 95 por ciento y un p-valor del 0,05. Resultados: Los resultados obtenidos presentaron distribución normal (p > 0,05) para ambos sexos salvo el tiempo del WOD CrossFit ® Karen en hombres (p < 0,05). El coeficiente de correlación sugiere que la velocidad aérobica máxima continua obtuvo una relación grande (r = -0,61) en mujeres y moderada en hombres (r = -0,44), mientras que la velocidad aérobica máxima intermitente presentó una asociación muy grande en mujeres (r = -0,76) y hombres (r = -0,78), pero solamente significativo con la velocidad aérobica máxima intermitente en hombres (p < 0,01). Conclusión: Una mayor aptitud física aeróbica intermitente es más influyente en el rendimiento del CrossFit ® WOD Karen en sujetos físicamente activos(AU)


Introduction: CrossFit® is at present the most widely known high-intensity functional training exercise program. However, no studies are available describing the relationship of continuous maximal aerobic speed (MAS-C) and intermittent maximal aerobic speed (MAS-I) to performance in this training mode. Objective: Determine the relationship of continuous and intermittent maximal aerobic speed to CrossFit® WOD Karen performance in physically active subjects. Methods: Fourteen men and six women participated in the study. The tests were performed in three days with a 24-48 hours separation between them. Continuous maximal aerobic speed was evaluated with the 20-m shuttle run test or Course Navette test and intermittent maximal aerobic speed with the 30-15 ITF (Intermittent Fitness Test). Finally, performance of the CrossFit® WOD Karen program was assessed through 150 medicine ball throws to the wall in as little time as possible. The data obtained were analyzed with the PSPP statistical package, using a confidence level of 95 percent and a p-value of 0,05. Results: The results obtained show a normal distribution (p > 0,05) for both sexes, except for CrossFit® WOD Karen time in men (p < 0,05). The correlation coefficient suggests that continuous maximal aerobic speed exhibited a high association in women (r = -0,61) and a moderate association in men (r = -0,44), whereas intermittent maximum aerobic speed exhibited a very high association in women (r = -0,76) and men (r = -0,78), but was only significant with intermittent maximum aerobic speed in men (p < 0,01). Conclusion: A better intermittent aerobic physical aptitude is more influential on CrossFit® WOD Karen performance in physically active subjects(AU)


Subject(s)
Humans , Male , Female , Exercise , Normal Distribution , Physical Fitness , Athletic Performance/standards , Cardiorespiratory Fitness/physiology
19.
Arq. ciências saúde UNIPAR ; 25(1): 19-24, jan-abr. 2021.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1151398

ABSTRACT

A prática de exercícios físicos é um importante componente na prevenção e tratamento de doenças crônicas não transmissíveis, além disso, parece ser um importante componente na diminuição das sensações de fadiga. O objetivo do presente estudo foi comparar e correlacionar níveis de sensação de fadiga de mulheres com distintos níveis de aptidão física. Procedimentos metodológicos: a amostra foi constituída de 45 mulheres saudáveis, sendo 15 Insuficientemente ativas (GIAT), 15 mulheres treinadas aerobicamente (GAER) e 15 mulheres treinadas em força (GFOR). A fadiga foi avaliada por meio do Questionário de Fadiga de Chalder, sendo a força máxima de membros superiores e inferiores avaliada por meio do teste de uma repetição máxima estimada (1RM), e a capacidade cardiorrespiratória por meio do teste de milha. Resultados: Os grupos treinados apresentaram valores superiores na aptidão física e valores significativamente inferiores (p<0,05) quanto aos níveis de fadiga quando comparados ao GIAT (13[6] vs 6[6] GFOR, e 5[9] pts GAER). Quando analisados os dados em grupo único (n=45), constatou-se uma moderada correlação negativa entre a variável força de membro superior (r =-0,470; p<0,001) e inferior (r=-0,416; p = 0,004) com os escores de fadiga. Pode-se concluir que mulheres treinadas tendem a ter melhores níveis de força e capacidade cardiorrespiratória, apresentando menores níveis de fadiga comparada à mulheres com prática insuficiente de atividade física.


Physical exercise is an important component in the prevention and treatment of chronic non-communicable diseases. Additionally, it seems to be an important component in decreasing feelings of fatigue. The aim of this study was to compare and correlate feelings of fatigue in women with different levels of physical fitness. Methodological procedures: The sample consisted of 45 healthy women, with 15 of them being considered insufficiently active (GIAT); 15 aerobically trained women (GAER); and 15 strength trained women (GFOR). Fatigue was evaluated using the Chalder Fatigue Questionnaire, with the maximal strength of the upper and lower limbs being assessed by the one-repetition maximum (1RM), with cardiorespiratory capacity measured by the mile test. Results: The trained groups presented higher values in physical fitness and significantly lower values (p <0.05) regarding fatigue levels when compared to GIAT (13[6] vs 6[6] GFOR; and 5[9] pts GAER). When analyzing data as a single group (n = 45), a moderate negative correlation was found between the upper limb strength (r = -0.470; p <0.001) and lower limb strength (r = -0.416; p = 0.004) values with fatigue scores. It can be concluded that trained women tend to have better levels of strength and cardiorespiratory capacity, presenting lower levels of fatigue when compared with those with insufficient practice of physical activity.


Subject(s)
Humans , Female , Adult , Women , Muscle Strength , Fatigue , Cardiorespiratory Fitness , Exercise , Physical Fitness , Sedentary Behavior , Life Style , Motor Activity
20.
Arq. ciências saúde UNIPAR ; 25(1): 31-36, jan-abr. 2021.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1151403

ABSTRACT

A aptidão física se relaciona com marcadores de saúde na infância. O objetivo do presente estudo é mensurar os níveis de aptidão física de escolares, de 10 anos, de acordo com as classificações da base de dados do Projeto Esporte Brasil, 2016 e comparar os resultados das avaliações entre os escolares da rede pública e privada. Participaram desse estudo cento e vinte e seis escolares das cidades de Leme e Pirassununga. Foram determinados o Índice de Massa Corporal e Razão Cintura-Estatura dos indivíduos, que também foram avaliados quanto à aptidão cardiorrespiratória, flexibilidade, resistência muscular abdominal, potência de membros superiores, potência de membros inferiores, agilidade e velocidade. Concluímos que os estudantes da rede pública de ensino apresentaram nível de aptidão física superior em detrimento aos estudantes da rede particular e que os estudantes do sexo masculino da rede privada obtiveram resultados considerados abaixo dos níveis saudáveis para a faixa etária.


Physical fitness is related to health markers in childhood. The aim of this study is to measure the physical fitness levels of 10-year-old schoolchildren according to the classifications in the 2016 Projeto Esporte Brasil database and to compare the results among public and private schoolchildren. One hundred and twenty-six schoolchildren from the cities of Leme and Pirassununga took part in this study. The Body Mass Index and Waist-to-Height Ratio of the individuals were determined. The children were also evaluated for cardiorespiratory fitness, flexibility, abdominal muscle resistance, upper limb power, lower limb power, agility, and speed. It could be concluded that students from the public school system presented a higher level of physical fitness when compared to those from the private system, and that male students from the private school system presented results which were considered below the healthy levels for that age group.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Child , Schools , Students , Physical Fitness , Physical Education and Training , Body Height , Body Mass Index , Child Health , Range of Motion, Articular , Abdominal Muscles , Waist Circumference , Pediatric Obesity , Cardiorespiratory Fitness
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL