Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 39
Filtrar
1.
Rev. bras. oftalmol ; 78(6): 403-405, nov.-dez. 2019.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1057919

RESUMO

Abstract X-linked adrenoleukodystrophy (X-ALD) represents a group of diseases characterized by the accumulation of very long chain fattyacids (VLCFAs) in the tissues. Its clinical manifestations are usually manifold. Visual changes may be present, but they often appear later in the disease. We describe here the case of a 9-year-old boy with X-ALD, whose first symptom was visual loss, which began at 8 years of age. His ophthalmologic evaluation revealed no alterations. Shortly thereafter, he suffered a head injury. The magnetic resonance imaging of brain revealed findings that led to the suspicion of X-ALD. The plasma VLCFA dosage confirmed this diagnosis. This report aims toshow that in cases of visual loss with a normal ophthalmic examination, a high index of suspicion should be given for conditions suchas X-ALD, since it affects the cortical routes related to vision. Fundoscopy findings appear late in X-ALD.


Resumo A adrenoleucodistrofia ligada ao X (X-ALD) representa um grupo de doenças caracterizadas pelo acúmulo de ácidos graxos de cadeia muito longa (VLCFAs) nos tecidos. Suas manifestações clínicas costumam ser múltiplas. Alterações visuais podem estar presentes, contudo costumam surgir mais tardiamente na doença. Descrevemos aqui o caso de um menino de 9 anos com X-ALD, cujo primeiro sintoma foi perda visual, iniciada aos 8 anos de idade. A sua avaliação oftalmológica não revelou alterações. Pouco tempo depois, ele sofreu um traumatismo craniano. A imagem de ressonância magnética de encéfalo revelou achados que levaram a suspeita de X-ALD. A dosagem dos VLCFAs no plasma confirmou este diagnóstico. Este relato tem como objetivo mostrar que em casos de perda visual com um exame oftalmológico normal, deve-se ter um alto índice de suspeita para condições como a X-ALD, pois a mesma afeta as vias corticais relacionadas à visão. Nessa doença, os achados da fundoscopia aparecem mais tardiamente.

2.
Arq. bras. oftalmol ; 82(4): 336-338, July-Aug. 2019. graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1019412

RESUMO

ABSTRACT Aniridia is a congenital eye disorder with a variable degree of hypoplasia or absence of iris tissue. It is caused by loss of function of the PAX6 gene and may be an isolated ocular abnormality or part of a syndrome. WAGRO refers to a rare genetic condition leading to Wilms tumor, aniridia, genitourinary anomalies, mental retardation, and obesity and is caused by a deletion of the short arm of chromosome 11 (11p), where the PAX6 gene is located. Here, we report on an 8-year-old boy with aniridia, polar cataract, and lens subluxation along with neuropsychomotor and speech delays. Karyotype evaluation showed an interstitial deletion including region 11p13-p14, confirming the diagnosis of WAGRO syndrome. In cases of aniridia, a diagnosis of WAGRO syndrome should be considered.


RESUMO A aniridia é uma doença ocular congênita com grau variável de hipoplasia ou ausência do tecido da íris. É causada pela perda de função do gene PAX6 e pode ser uma anormalidade ocular isolada ou parte de uma síndrome. WAGRO refere-se a uma condição genética rara que leva ao tumor de Wilms, aniridia, anomalias geniturinárias, déficit intelectual e obesidade e é causada por uma deleção do braço curto do cromossomo 11 (11p), onde o gene PAX6 está localizado. Aqui, nós relatamos um menino de 8 anos de idade com aniridia, catarata polar e subluxação do cristalino, além de retardo neuropsicomotor e de fala. A avaliação cariotípica revelou uma deleção intersticial envolvendo a região 11p13-p14, confirmando o diagnóstico da síndrome WAGRO. Em casos de aniridia, um diagnóstico de síndrome de WAGRO deve ser considerado.

3.
J. health sci. (Londrina) ; 19(3)31/10/2017.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-876132

RESUMO

A realização dos Potencias Evocados Auditivos de Longa Latência - PEALL em indivíduos com síndrome de Down - SD podem fornecer dados importantes sobre o processamento cerebral da audição e suas associações necessária para um bom desenvolvimento da linguagem. Analisar latências e amplitudes obtidas no registro dos componentes exógenos e endógeno dos PEALL, em adolescentes com SD, assim como correlacionar os achados entre os gêneros. Foram incluídos no estudo onze adolescentes com SD, que não apresentassem perdas auditivas, sete do gênero feminino e quatro do masculino, com idade mínima de 13 e máxima de 17 anos. Foi realizada avaliação auditiva periférica básica e pesquisa dos PEALL, incluindo o potencial cognitivo (P3). As médias encontradas para as latências dos componentes exógenos P1, N1, P2, N2 foram, respectivamente, de 110,2ms; 180,3ms; 322,2ms e 492,5ms para orelha direita e 100,2ms; 168,3ms; 323,1ms e 497,5ms para orelha esquerda. As amplitudes médias encontradas para P1N1 e N1P2 foram, respectivamente, 15,0µV e 16,0µV para orelha direita e 16,8µV e 18,7µV para orelha esquerda. A média encontrada para a latência da onda P3 foi 651,7ms e amplitude média foi 10,0µV. Houve diferença significativa entre gêneros para a latência de N1 na orelha direita (p=0,020). Na análise das ondas P1, N1, P2, N2 e P3 foi possível observar aumento das latências e amplitudes dentro dos padrões de normalidade. Foi verificada correlação significativa entre gêneros somente para as latências de N1 na orelha direita, tendo o gênero feminino latências superiores. Sugere-se a realização de estudos, que usem os procedimentos de PEALL para avaliar e monitorar, objetivamente, as intervenções e evoluções terapêuticas na SD. (AU).


The accomplishment of Late Latency Auditory Evoked Potential - LLAEP in individuals with Down syndrome - DS can provide important data from brain processing of hearing and their associations necessary for a good language development. To evaluate latencies and amplitudes obtained from exogenous and endogenous components of LLAEP in teenagers with DS and correlate the findings between genders. This study included 11 teenagers with DS and without hearing loss, seven females and four males with minimum age 13 and maximum 17 years. Hearing evaluation and research of the LLAEP were performed, including cognitive potential (P3). The averages found for the latencies of exogenous components P1, N1, P2, N2 were respectively 110,2ms; 180,3ms; 322,2ms and 492,5ms to right ear and 100,2ms; 168,3ms; 323,1ms and 497,5ms to left ear. The averages found for the amplitudes P1N1 and N1P2 were respectively 15.00µV and 16.0 µV to right ear and 16.8µV and 18.7µV to left ear. The mean found for the latency of the P3 wave was 651.7 ms and mean amplitude 10.0µV. There was a significant difference between genders for N1 latency in the right ear (p=0.020). Analyzing P1, N1, P2, N2 and P3 waves, it was observed increased latencies and amplitudes within the normal range. Significant correlation was observed between genders only for N1 latencies for the right ear, females had higher latencies. It is suggested to carry out studies that use the LLAEP procedures to evaluate and objectively monitor the interventions and therapeutics evolutions in DS. (AU)

4.
Rev. paul. pediatr ; 35(2): 234-238, abr.-jun. 2017. tab, graf
Artigo em Português | LILACS (Américas) | ID: biblio-902837

RESUMO

RESUMO Objetivo: EEC é um acrônimo para uma síndrome autossômica dominante caracterizada clinicamente por ectrodactilia (E), displasia ectodérmica efissura labiopalatal (C). Nosso objetivo foi relatar um caso raro de irmãos afetados pela síndrome de ectrodactilia, displasia ectodérmica efissura labiopalatal (EEC) com pais hígidos. Descrição do caso: O paciente era o terceiro filho de pais jovens e hígidos, os quais não apresentavam nenhuma anomalia menor ou maior de mãos e pés ou anomalias de pele, cabelos e dentes. O casal tinha história prévia de duas crianças com malformação de mãos e pés, similar à do paciente. O primeiro foi natimorto e o segundo, prematuro, falecendo nos primeiros dias de vida, pelas consequências da prematuridade. Após o nascimento, o paciente apresentou desconforto respiratório, com necessidade de intubação orotraqueal e ventilação mecânica. No exame físico, verificaram-se a presença de fissura labiopalatal e ectrodactilia de mãos e pés, com ausência do segundo e terceiro dedos em ambas as mãos e defeitos de redução acometendo principalmente o segundo dedo dos pés. A criança apresentou pneumotórax e parada cardiorrespiratória, morrendo com 1 mês e 26 dias de vida. Comentários: Descrevemos aqui um caso de irmãos com síndrome EEC, indicativo de mosaicismo germinativo. Na revisão da literatura, observaram-se apenas três relatos similares. Este caso reforça a possibilidade do mosaicismo germinativo ser um mecanismo de herança mais comum do que se acreditava previamente para casos da síndrome EEC.


ABSTRACT Objective: EEC is an acronym for an autosomal dominant syndrome clinically characterized by ectrodactyly (E), ectodermal dysplasia (E) and cleft lip/palate (C). Our aim was to describe a rare case of siblings affected by ectrodactyly, ectodermal dysplasia and cleft lip/palate (EEC) syndrome presenting normal parents. Case description: The patient was the third son of young and healthy parents. The parents did not present any minor or major anomaly of hands, feet or skin, hair and teeth. The couple had a previous history of two children with hands and feet malformations similar to the present patient. The first was a stillborn, and the second one a preterm infant that died in the first days after birth due to the consequences of prematurity. After birth, the patient presented respiratory distress with need of endotracheal intubation and mechanic ventilation. At physical examination, there were cleft lip/palate, hands and feet ectrodactyly, with absence of the second and third fingers in both hands, and reduction defects affecting mainly the second toes. The child presented pneumothorax and cardiorespiratory arrest and died at 1 month and 26 days. Comments: Herein we described a case of siblings with EEC syndrome, indicative of a germline mosaicism. In the literature review, there was the description of only three similar reports. The present case strengthens the possibility that germline mosaicism may be a more common inheritance mechanism than previously thought in cases of EEC syndrome.


Assuntos
Humanos , Masculino , Recém-Nascido , Displasia Ectodérmica/genética , Fenda Labial/genética , Fissura Palatina/genética , Mosaicismo , Pais , Linhagem , Fenótipo , Mutação em Linhagem Germinativa , Evolução Fatal
5.
Säo Paulo med. j ; 133(4): 377-380, July-Aug. 2015. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS (Américas) | ID: lil-763371

RESUMO

CONTEXT: The autosomal recessive form of microcephaly-chorioretinopathy syndrome is a rare genetic condition that is considered to be an important differential diagnosis with congenital toxoplasmosis.CASE REPORT: Our patient was a seven-year-old white boy who was initially diagnosed with congenital toxoplasmosis. However, his serological tests for congenital infections, including toxoplasmosis, were negative. He was the first child of young, healthy and consanguineous parents (fourth-degree relatives). The parents had normal head circumferences and intelligence. The patient presented microcephaly and specific abnormalities of the retina, with multiple diffuse oval areas of pigmentation and patches of chorioretinal atrophy associated with diffuse pigmentation of the fundus. Ophthalmological evaluations on the parents were normal. A computed tomography scan of the child's head showed slight dilation of lateral ventricles and basal cisterns without evidence of calcifications. We did not find any lymphedema in his hands and feet. He had postnatal growth retardation, severe mental retardation and cerebral palsy.CONCLUSIONS: The finding of chorioretinal lesions in a child with microcephaly should raise suspicions of the autosomal recessive form of microcephaly-chorioretinopathy syndrome, especially in cases with an atypical pattern of eye fundus and consanguinity. A specific diagnosis is essential for an appropriate clinical evaluation and for genetic counseling for the patients and their families.


CONTEXTO: A forma autossômica recessiva da síndrome de microcefalia-coriorretinopatia é condição genética rara, considerada um importante diagnóstico diferencial com toxoplasmose congênita.RELATO DO CASO: O paciente era um menino branco de sete anos de idade, inicialmente diagnosticado com toxoplasmose congênita. No entanto, suas sorologias para infecções congênitas, incluindo a toxoplasmose, eram negativas. Ele foi o primeiro filho de pais jovens, hígidos e consanguíneos (parentes de quarto grau). Os pais apresentavam perímetro cefálico e inteligência normais. O paciente apresentava microcefalia e anormalidades específicas da retina com áreas ovais de pigmentação múltiplas e difusas, além de manchas de atrofia coriorretiniana associadas à pigmentação difusa do fundo de olho. A avaliação oftalmológica dos pais foi normal. A tomografia computadorizada de crânio da criança mostrou discreta dilatação dos ventrículos laterais e cisternas basais, sem evidência de calcificações. Nós não verificamos a presença de linfedema em suas mãos e pés. Ele possuía retardo do crescimento pós-natal, deficiência mental grave e paralisia cerebral.CONCLUSÃO: O achado de lesões coriorretinianas em uma criança com microcefalia deve aumentar a suspeita da forma autossômica recessiva da síndrome de microcefalia-coriorretinopatia, principalmente em casos com padrão atípico de fundo de olho e consanguinidade. O diagnóstico preciso é essencial para correta avaliação clínica e aconselhamento genético dos pacientes e suas famílias.


Assuntos
Criança , Humanos , Masculino , Microcefalia/genética , Epitélio Pigmentado da Retina/anormalidades , Consanguinidade , Paralisia Cerebral/genética , Deficiência Intelectual/genética , Linhagem , Síndrome
6.
Säo Paulo med. j ; 133(4): 320-325, July-Aug. 2015. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS (Américas) | ID: lil-763373

RESUMO

CONTEXT AND OBJECTIVE:Trisomy 18 (T18), or Edwards syndrome, is a chromosomal disease characterized by a broad clinical picture and a poor prognosis. Our aim was to describe clinical, radiological and survival data of a cohort of patients prenatally diagnosed with T18.DESIGN AND SETTING:Retrospective single cohort in the Fetal Medicine Service of Hospital Materno Infantil Presidente Vargas (HMIPV).METHODS:All sequential patients with T18 registered at the Fetal Medicine Service of HMIPV between January 2005 and September 2013 were considered. We gathered their clinical, radiological and survival data and used the Kaplan-Meier test for survival analysis.RESULTS:Ten patients were diagnosed with T18, of whom seven (70%) were female. The majority (90%) were referred due to malformations seen on ultrasound. The mean gestational age at the first evaluation was 25.5 weeks. At karyotyping, the defects were considered multiple in only four patients (40%). All the fetuses presented full trisomy of chromosome 18. The main abnormality observed was congenital heart disease (n = 7). Intrauterine death occurred in half of the patients (50%). All live patients (n = 5) were born through cesarean section presenting low weight and low Apgar scores. The median length of survival after birth was 18 days.CONCLUSIONS:T18 is associated with a high risk of fetal and neonatal death. The majority of the patients present major malformations identified through ultrasound, such as congenital heart defects, which could help in identifying such cases prenatally.


CONTEXTO E OBJETIVO:A trissomia do cromossomo 18 (T18), ou síndrome de Edwards, é uma doença cromossômica caracterizada por um quadro clínico amplo e prognóstico pobre. Nosso objetivo foi descrever os dados clínicos, radiológicos e de sobrevida de uma coorte de pacientes com diagnóstico pré-natal de T18.TIPO DE ESTUDO E LOCAL:Coorte única retrospectiva no Serviço de Medicina Fetal do Hospital Materno Infantil Presidente Vargas (HMIPV).MÉTODOS:Foram considerados todos os pacientes consecutivos com T18 registrados no Serviço de Medicina Fetal do HMIPV entre janeiro de 2005 e setembro de 2013. Foram coletados os seus dados clínicos, radiológicos e de sobrevida. Foi utilizado o teste de Kaplan-Meier para análise de sobrevida.RESULTADOS:10 pacientes foram diagnosticados com T18, 7 (70%) do sexo feminino. A maioria (90%) foi encaminhada devido a malformações detectadas no ultrassom. A média da idade gestacional na primeira avaliação foi de 25,5 semanas. Ao cariótipo, os defeitos foram considerados múltiplos em apenas 4 pacientes (40%). Todos apresentaram trissomia livre do cromossomo 18. A principal anormalidade observada foi a cardiopatia congênita (n = 7). Morte intraútero ocorreu em metade dos pacientes (50%). Todos os pacientes vivos (n = 5) nasceram através de parto cesáreo, apresentando baixo peso e baixos escores de Apgar. A mediana de sobrevida após o nascimento foi de 18 dias.CONCLUSÕES:A T18 associa-se a risco elevado de morte fetal e neonatal. A maioria dos pacientes apresenta malformações identificadas através do ultrassom, como cardiopatias congênitas, que poderiam auxiliar na sua identificação pré-natal.


Assuntos
Feminino , Humanos , Recém-Nascido , Masculino , Gravidez , Anormalidades Múltiplas/epidemiologia , Transtornos Cromossômicos/epidemiologia , Comunicação Interventricular/epidemiologia , Anormalidades Múltiplas , Brasil/epidemiologia , Transtornos Cromossômicos , Morte Fetal , Idade Gestacional , Comunicação Interventricular , Estimativa de Kaplan-Meier , Cariotipagem , Morte Perinatal , Diagnóstico Pré-Natal/estatística & dados numéricos , Estudos Retrospectivos , Trissomia
7.
Säo Paulo med. j ; 133(3): 191-198, May-Jun/2015. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS (Américas) | ID: lil-752127

RESUMO

CONTEXT AND OBJECTIVE: Oculo-auriculo-vertebral spectrum (OAVS) is considered to be a defect of embryogenesis involving structures originating from the first branchial arches. Our objective was to describe the clinical and cytogenetic findings from a sample of patients with the phenotype of OAVS. DESIGN AND SETTING: Cross-sectional study in a referral hospital in southern Brazil. METHODS: The sample consisted of 23 patients who presented clinical findings in at least two of these four areas: orocraniofacial, ocular, auricular and vertebral. The patients underwent a clinical protocol and cytogenetic evaluation through high-resolution karyotyping, fluorescence in situ hybridization for 5p and 22q11 microdeletions and investigation of chromosomal instability for Fanconi anemia. RESULTS: Cytogenetic abnormalities were observed in three cases (13%) and consisted of: 47,XX,+mar; mos 47,XX,+mar/46,XX; and 46,XX,t(6;10)(q13; q24). We observed cases of OAVS with histories of gestational exposition to fluoxetine, retinoic acid and crack. One of our patients was a discordant monozygotic twin who had shown asymmetrical growth restriction during pregnancy. Our patients with OAVS were characterized by a broad clinical spectrum and some presented atypical findings such as lower-limb reduction defect and a tumor in the right arm, suggestive of hemangioma/lymphangioma. CONCLUSIONS: We found a wide range of clinical characteristics among the patients with OAVS. Different chromosomal abnormalities and gestational expositions were also observed. Thus, our findings highlight the heterogeneity of the etiology of OAVS and the importance of these factors in the clinical and cytogenetic evaluation of these patients. .


CONTEXTO E OBJETIVO: O espectro oculoauriculovertebral (EOAV) é considerado um defeito de embriogênese envolvendo estruturas originadas a partir dos primeiros arcos branquiais. Nosso objetivo foi descrever os achados clínicos e citogenéticos de uma amostra de pacientes com fenótipo de EOAV. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo transversal em um hospital de referência no sul do Brasil. MÉTODOS: A amostra foi composta de 23 pacientes que apresentaram achados clínicos em pelo menos duas das quatro áreas: orocraniofacial, oculares, auriculares e vertebrais. Os pacientes foram submetidos a um protocolo clínico e avaliação citogenética através do cariótipo de alta resolução, hibridização in situ fluorescente para as microdeleções 5p e 22q11 e pesquisa de instabilidade cromossômica para anemia de Fanconi. RESULTADOS: Alterações citogenéticas foram observadas em três casos (13%) e consistiam de: 47,XX,+mar; mos 47,XX,+mar/46,XX e 46,XX,t(6;10)(q13;q24). Observamos casos de EOAV com história de exposição gestacional à fluoxetina, ácido retinoico e crack. Um dos nossos pacientes foi um gêmeo monozigótico discordante que teve restrição de crescimento assimétrica durante a gravidez. Nossos pacientes com EOAV foram caracterizados por um amplo espectro clínico e alguns apresentaram achados clínicos atípicos como um defeito de redução de membro inferior e um tumor do braço direito, sugestivo de hemangioma/linfangioma. CONCLUSÕES: Verificamos grande variedade de características clínicas entre os pacientes com EOAV. Também foram observadas diferentes anomalias cromossômicas e exposições gestacionais. Assim, nossos achados salientam a heterogeneidade da etiologia do EOAV e a importância desses fatores na avaliação clínica e citogenética desses pacientes. .


Assuntos
Adolescente , Adulto , Criança , Pré-Escolar , Feminino , Humanos , Lactente , Recém-Nascido , Masculino , Gravidez , Adulto Jovem , Aberrações Cromossômicas , Síndrome de Goldenhar/genética , Fenótipo , Anormalidades Induzidas por Medicamentos , Brasil , Deleção Cromossômica , Estudos Transversais , Costela Cervical/anormalidades , Costela Cervical , Hibridização in Situ Fluorescente , Cariotipagem , Mandíbula/anormalidades , Mandíbula , Complicações na Gravidez , Teratogênios , Ultrassonografia Pré-Natal
8.
Säo Paulo med. j ; 133(2): 101-108, Mar-Apr/2015. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS (Américas) | ID: lil-746641

RESUMO

CONTEXT AND OBJECTIVE: Anencephaly is considered to be the most common type of neural tube defect. Our aim was to assess the clinical and gestational features of a cohort of fetuses with suspected anencephaly. DESIGN AND SETTING: Population-based retrospective cohort study in a referral hospital in southern Brazil. METHODS: The sample consisted of fetuses referred due to suspected anencephaly, to the Fetal Medicine Service of Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, between January 2005 and September 2013. Clinical, radiological, pathological and survival data were gathered. RESULTS: Our sample was composed of 29 fetuses. The diagnosis of suspected anencephaly was made on average at 21.3 weeks of gestation. Seven fetuses had malformations that affected other organs, and these included oral clefts (n = 4) and congenital heart defects (n = 2). In 16 cases, there was termination of pregnancy (n = 12) or intrauterine death (n = 4). Regarding those who were born alive (n = 13), all of them died in the first week of life. After postnatal evaluation, the diagnosis of anencephaly was confirmed in 22 cases (75.9%). Other conditions included amniotic band disruption complex (6.9%), microhydranencephaly (6.9%), merocrania (3.4%) and holoprosencephaly (3.4%). CONCLUSIONS: Different conditions involving the cranial vault may be confused with anencephaly, as seen in our sample. However, these conditions also seem to have a poor prognosis. It seems that folic acid supplementation is not being properly performed. .


CONTEXTO E OBJETIVO: A anencefalia é considerada o tipo mais comum de defeito de fechamento do tubo neural. Nosso objetivo foi avaliar as características clínicas e gestacionais de uma coorte de fetos com suspeita de anencefalia. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo de coorte retrospectivo de base populacional em um hospital de referência no sul do Brasil. MÉTODOS: A amostra foi composta por fetos encaminhados por suspeita de anencefalia ao Serviço de Medicina Fetal do Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, no período de janeiro de 2005 a setembro de 2013. Foi realizada coleta de dados clínicos, radiológicos, patológicos e de sobrevida. RESULTADOS: Nossa amostra foi composta por 29 fetos. A suspeita do diagnóstico de anencefalia foi realizada em média com 21,3 semanas de gestação. Sete fetos apresentavam malformações que afetavam outros órgãos, e incluíram fendas orais (n = 4) e defeitos cardíacos congênitos (n = 2). Em 16 casos houve interrupção da gravidez (n = 12) ou morte intrauterina (n = 4). Daqueles que nasceram vivos (n = 13), todos morreram na primeira semana de vida. Após a avaliação pós-natal, o diagnóstico de anencefalia foi confirmado em 22 casos (75,9%). Outras condições incluíram o complexo disruptivo de banda amniótica (6,9%), microhidranencefalia (6,9%), merocrania (3,4%) e holoprosencefalia (3,4%). CONCLUSÕES: Diferentes condições que envolvem a calota craniana podem ser confundidas com a anencefalia, como verificado em nossa amostra. No entanto, estas também parecem ter um prognóstico pobre. A suplementação com ácido fólico parece não estar sendo realizada de forma adequada. .


Assuntos
Adolescente , Adulto , Feminino , Humanos , Recém-Nascido , Masculino , Gravidez , Adulto Jovem , Anencefalia , Feto/anormalidades , Aborto Legal/estatística & dados numéricos , Anencefalia/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Estudos de Coortes , Deficiência de Ácido Fólico , Morte Fetal/etiologia , Idade Gestacional , Idade Materna , Registros Médicos , Defeitos do Tubo Neural/epidemiologia , Defeitos do Tubo Neural , Morte Perinatal , Estudos Retrospectivos , Ultrassonografia Pré-Natal
9.
Int. arch. otorhinolaryngol. (Impr.) ; 19(1): 5-9, Jan-Mar/2015. tab
Artigo em Inglês | LILACS (Américas) | ID: lil-741531

RESUMO

Introduction Oculo-auriculo-vertebral spectrum, also referred to as Goldenhar syndrome, is a condition characterized by alterations involving the development of the structures of the first and second branchial arches. The abnormalities primarily affect the face, the eyes, the spine, and the ears, and the auricular abnormalities are associated with possible hearing loss. Objective To analyze the audiological findings of patients with oculo-auriculo-vertebral spectrum through liminal pure-tone audiometry and speech audiometry test. Methods Cross-sectional study conducted on 10 patients with oculo-auriculo-vertebral spectrum and clinical findings on at least two of the following areas: orocraniofacial, ocular, auricular, and vertebral. All patients underwent tonal and vocal hearing evaluations. Results Seven patients were male and three were female; all had ear abnormalities, and the right side was the most often affected. Conductive hearing loss was the most common (found in 10 ears), followed by sensorineural hearing loss (in five ears), with mixed hearing loss in only one ear. The impairment of the hearing loss ranged frommild to moderate, with one case of profound loss. Conclusions The results show a higher frequency of conductive hearing loss among individuals with the oculo-auriculo-vertebral spectrum phenotype, especially moderate loss affecting the right side. Furthermore, research in auditory thresholds in the oculoauriculo- vertebral spectrum is important in speech therapy findings about the disease to facilitate early intervention for possible alterations. .


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Óleos de Peixe/farmacologia , Ventrículos do Coração/efeitos dos fármacos , Função Ventricular/efeitos dos fármacos , Suplementos Nutricionais , Gorduras na Dieta/administração & dosagem , Gorduras na Dieta/farmacologia , Óleos de Peixe/administração & dosagem , Ratos Wistar
10.
Rev. paul. pediatr ; 33(1): 82-87, Jan-Mar/2015. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS (Américas) | ID: lil-744697

RESUMO

OBJECTIVE: Investigate the relationship of the tumor volume after preoperative chemotherapy (TVAPQ) and before preoperative chemotherapy (TVBPQ) with overall survival at two and at five years, and lifetime. METHODS: Our sample consisted of consecutive patients evaluated in the period from 1989 to 2009 in an Onco-Hematology Service. Clinical, histological and volumetric data were collected from the medical records. For analysis, chi-square, Kaplan-Meier, log-rank and Cox regression tests were used. RESULTS: The sample consisted of 32 patients, 53.1% were male with a median age at diagnosis of 43 months. There was a significant association between TVAPQ>500mL and the difference between the TVBPQ and TVAPQ (p=0.015) and histologic types of risk (p=0.008). It was also verified an association between the difference between the TVBPQ and TVAPQ and the predominant stromal tumor (p=0.037). When assessing the TVAPQ of all patients, without a cutoff, there was an association of the variable with lifetime (p=0.013), i.e., for each increase of 10mL in TVAPQ there was an average increase of 2% in the risk of death. CONCLUSIONS: Although our results indicate that the TVAPQ could be considered alone as a predictor of poor prognosis regardless of the cutoff suggested in the literature, more studies are needed to replace the histology and staging by tumor size as best prognostic variable. .


OBJETIVO: Investigar a relação entre o volume do tumor após a quimioterapia pré-operatória (VTPOS) e antes da quimioterapia pré-operatória (VTPRE) com sobrevida geral aos dois e cinco anos e tempo de vida. MÉTODOS: A amostra foi composta por pacientes consecutivos avaliados de 1989 a 2009, em um serviço de onco-hematologia. Os dados clínicos, histológicos e volumétricos foram coletados a partir dos registros médicos. Para análise, usaram-se os testes qui-quadrado, Kaplan-Meier, log-rank e regressão de Cox. RESULTADOS: A amostra foi composta de 32 pacientes, 53,1% do sexo masculino, com mediana de idade ao diagnóstico de 43 meses. Houve associação significativa entre VTPOS >500 mL e a diferença entre o VTPRE e VTPOS (p=0,015) e os tipos histológicos de risco (p=0,008). Verificou-se também uma associação entre a diferença entre o VTPRE e VTPOS e o tumor de predomínio estromal (p=0,037). Quando se avaliou o VTPOS de todos os pacientes, sem um ponto de corte definido, observou-se associação dessa variável com o tempo de vida (p=0,013), isto é, para cada aumento de 10 mL no VTPOS houve um aumento médio de 2% no risco de morte. CONCLUSÕES: Embora os resultados indiquem que o VTPOS poderia ser considerado um preditor isolado de mau prognóstico, independentemente do ponto de corte sugerido na literatura, mais estudos são necessários para substituir a histologia e estadiamento pelo tamanho do tumor como melhor variável prognóstica. .


Assuntos
Animais , Humanos , Camundongos , Antineoplásicos Fitogênicos/farmacologia , Diterpenos/farmacologia , Resistência a Múltiplos Medicamentos/efeitos dos fármacos , Resistencia a Medicamentos Antineoplásicos/efeitos dos fármacos , Compostos Macrocíclicos/farmacologia , Antineoplásicos Fitogênicos/química , Antineoplásicos Fitogênicos/isolamento & purificação , Proliferação de Células/efeitos dos fármacos , Relação Dose-Resposta a Droga , Ensaios de Seleção de Medicamentos Antitumorais , Diterpenos/química , Diterpenos/isolamento & purificação , Euphorbia/química , Conformação Molecular , Compostos Macrocíclicos/química , Compostos Macrocíclicos/isolamento & purificação , Fenótipo , Relação Estrutura-Atividade , Células Tumorais Cultivadas
11.
Audiol., Commun. res ; 20(1): 62-68, Jan-Mar/2015. tab, graf
Artigo em Português | LILACS (Américas) | ID: lil-745769

RESUMO

Objetivo Identificar possíveis alterações fonoaudiológicas de crianças com Incontinência Pigmentar (IP), buscando caracterizar o papel da Fonoaudiologia na avaliação e manejo dessa condição genética. Métodos A amostra foi composta por sete crianças do gênero feminino com diagnóstico de IP. Todas foram submetidas aos procedimentos de avaliação nas áreas de motricidade orofacial, deglutição, fala e voz. Resultados Os pacientes que compuseram a amostra tinham média de idade de 6,4 anos. Dentre as principais características clínicas estruturais verificadas, destacaram-se a presença de diastemas não fisiológicos e anormalidades de palato duro, encontradas em 85,7% da amostra, além da agenesia dentária em 71,4% dos casos. Quanto aos achados funcionais, 71,4 % apresentaram alteração de mobilidade da língua e 57,1 %, mastigação inadequada. Em relação às alterações de fala, os principais achados foram alterações fonéticas e/ou fonológicas, verificadas em 85,7% da amostra, sendo mais comum a alteração fonética caracterizada pela distorção na fricativa alveolar [s], presente em 57,1% dos casos. Nenhuma das crianças apresentou alteração de voz e deglutição, de acordo com o protocolo utilizado. Além disso, não se evidenciou anormalidade de audição, de acordo com a queixa familiar ou por meio da observação durante a avaliação. Conclusão Nesta amostra, as alterações fonoaudiológicas mais frequentes entre os pacientes com IP relacionaram-se, principalmente, com as estruturas do sistema estomatognático e com a fala. .


Purpose To identify possible speech-language disorders in children with Incontinentia Pigmenti (IP), seeking to characterize the role of speech therapy in the evaluation and management of this genetic condition. Methods The sample was composed of seven female children diagnosed with IP. Results The patients in the sample had a mean age of 6.4 years. Among the main structural features verified in the patients, highlighted the presence of no physiological diastema and hard palate abnormalities, found both in 85.7 % of the sample, in addition to tooth agenesis in 71.4% of cases. As for functional findings, 71.4 % of the sample had abnormal tongue mobility and 57.1%, inappropriate chewing. As for changes in speech, the main findings consisted of phonetic/phonological alterations, verified in 85.7 % of the sample, being the most common phonetic alteration characterized by distortion of alveolar fricative [s], present in 57.1 % of cases. None of the children had abnormal voice and swallowing according to the used protocol. Furthermore, no detectable hearing abnormality was observed according to claim of the family or by observation during the evaluation. Conclusion In this sample the most frequent speech-language alterations verified among the patients with IP were mainly related to the stomatognathic system structures and speech. .


Assuntos
Humanos , Criança , Anodontia , Diastema , Incontinência Pigmentar , Palato Duro/anormalidades , Transtorno Fonológico , Anormalidades do Sistema Estomatognático , Transtornos da Articulação , Estudo Observacional
13.
Säo Paulo med. j ; 132(6): 332-338, Nov-Dec/2014. tab
Artigo em Inglês | LILACS (Américas) | ID: lil-726376

RESUMO

CONTEXT AND OBJECTIVE: 45,X/46,XY mosaicism, or mixed gonadal dysgenesis, is considered to be a rare disorder of sex development. The aim of our study was to investigate the clinical and cytogenetic characteristics of patients with this mosaicism. DESIGN AND SETTING: A retrospective study in a referral hospital in southern Brazil. METHODS: Our sample consisted of patients diagnosed at the clinical genetics service of a referral hospital in southern Brazil, from 1975 to 2012. Clinical and cytogenetic data were collected from the medical records. RESULTS: Fourteen patients were included in the sample, with ages at the first evaluation ranging from 2 days to 38 years. Nine of them had female sex of rearing and five, male. Regarding the external genitalia, most were ambiguous (n = 10). One patient presented male phenotype and was treated for a history of azoospermia, while three patients presented female phenotype, of whom two had findings of Turner syndrome and one presented secondary amenorrhea alone. Some findings of Turner syndrome were observed even among patients with ambiguous genitalia. None presented gonadal malignancy. One patient underwent surgical correction for genital ambiguity and subsequent exchange of sex of rearing. Regarding cytogenetics, we did not observe any direct correlation between percentages of cell lines and phenotype. CONCLUSIONS: 45,X/46,XY mosaicism can present with a wide variety of phenotypes resulting from the involvement of different aspects of the individual. All these observations have important implications for early recognition of these patients and their appropriate management. .


CONTEXTO E OBJETIVO: O mosaicismo 45,X/46,XY, ou disgenesia gonadal mista, é considerado uma doença rara do desenvolvimento sexual. O objetivo do nosso estudo foi verificar as características clínicas e citogenéticas de pacientes com este mosaicismo. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo retrospectivo em um hospital de referência no sul do Brasil. MÉTODOS: Nossa amostra foi composta por pacientes diagnosticados em um serviço de genética clínica de um hospital de referência no sul do Brasil, no período de 1975 até 2012. Os dados clínicos e citogenéticos foram coletados a partir dos prontuários médicos. RESULTADOS: Catorze pacientes foram incluídos na amostra, idades na primeira avaliação variando de 2 dias a 38 anos. Nove deles apresentavam sexo feminino de criação e cinco, masculino. A genitália externa, na maioria, era ambígua (n = 10). O paciente com fenótipo masculino foi tratado por história de azoospermia, enquanto que das três pacientes do fenótipo feminino, duas apresentavam achados da síndrome de Turner e a outra, amenorreia secundária isolada. Alguns achados da síndrome de Turner foram observados mesmo entre pacientes com genitália ambígua. Nenhum deles apresentou neoplasia gonadal. Um paciente foi submetido à correção cirúrgica de ambiguidade genital e posterior troca de sexo de criação. Quanto à citogenética, não observamos correlação direta entre a porcentagem de linhas de células e o fenótipo. CONCLUSÕES: O mosaicismo 45,X/46,XY pode apresentar grande variedade de fenótipos resultantes do envolvimento de diferentes aspectos do indivíduo. Todas essas observações têm implicações importantes para o reconhecimento precoce desses pacientes e seu adequado manejo. .


Assuntos
Adolescente , Adulto , Criança , Pré-Escolar , Feminino , Humanos , Lactente , Recém-Nascido , Masculino , Adulto Jovem , Transtornos do Desenvolvimento Sexual/genética , Mosaicismo , Síndrome de Turner/genética , Azoospermia/genética , Brasil , Estatura/genética , Seguimentos , Cariotipagem , Unhas Malformadas/genética , Fenótipo , Estudos Retrospectivos
14.
Säo Paulo med. j ; 132(5): 311-313, 08/2014. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS (Américas) | ID: lil-721009

RESUMO

CONTEXT: Intrathoracic cystic lesions have been diagnosed in a wide variety of age groups, and the increasing use of prenatal imaging studies has allowed detection of these defects even in utero. CASE REPORT: A 17-year-old pregnant woman in her second gestation, at 23 weeks of pregnancy, presented an ultrasound with evidence of a cystic anechoic image in the fet al left hemithorax. A morphological ultrasound examination performed at the hospital found that this cystic image measured 3.7 cm x 2.1 cm x 1.6 cm. Polyhydramnios was also present. At this time, the hypothesis of cystic adenomatoid malformation was raised. Fet al echocardiography showed only a dextroposed heart. Fet al magnetic resonance imaging produced an image compatible with a left diaphragmatic hernia containing the stomach and at least the first and second portions of the duodenum, left lobe of the liver, spleen, small intestine segments and portions of the colon. The stomach was greatly distended and the heart was shifted to the right. There was severe volume reduction of the left lung. Fet al karyotyping showed the chromosomal constitution of 47,XXY, compatible with Klinefelter syndrome. In our review of the literature, we found only one case of association between Klinefelter syndrome and diaphragmatic hernia. CONCLUSIONS: We believe that the association observed in this case was merely coincidental, since both conditions are relatively common. The chance of both events occurring simultaneously is estimated to be 1 in 1.5 million births. .


CONTEXTO: Lesões císticas intratorácicas são diagnosticadas em ampla variedade de faixas etárias, e o uso aumentado dos estudos de imagem pré-natal tem permitido a detecção desses defeitos ainda intraútero. RELATO DO CASO: Uma gestante de 17 anos que estava em sua segunda gravidez, com 23 semanas de gestação, apresentava ultrassom com evidência de imagem cística anecoica no hemitórax esquerdo fet al. O ultrassom morfológico realizado no hospital verificou que esta media 3,7 cm x 2,1 cm x 1,6 cm. Evidenciou-se também a presença de polidrâmnio. Neste momento, levantou-se a hipótese de malformação adenomatoide cística. A ecocardiografia fet al mostrou apenas coração desviado para a direita. A ressonância magnética fet al revelou imagem compatível com hérnia diafragmática à esquerda, contendo estômago e, pelo menos, primeira e segunda partes do duodeno, lobo esquerdo do fígado, baço, segmentos de intestino delgado e porções do cólon. O estômago mostrava-se muito distendido e o coração, deslocado para a direita. Havia redução importante do volume do pulmão esquerdo. O cariótipo fet al mostrou constituição cromossômica 47,XXY, compatível com a síndrome de Klinefelter. Em nossa revisão da literatura, encontramos apenas um caso de associação entre síndrome de Klinefelter e hérnia diafragmática. CONCLUSÃO: Acreditamos que a associação observada neste caso foi puramente uma coincidência, uma vez que ambas as condições são relativamente comuns. A chance de os dois eventos ocorrerem simultaneamente é estimada em 1 em 1,5 milhões de nascimentos. .


Assuntos
Adolescente , Feminino , Humanos , Gravidez , Hérnias Diafragmáticas Congênitas , Síndrome de Klinefelter , Cariotipagem , Síndrome de Klinefelter/genética , Imagem por Ressonância Magnética , Segundo Trimestre da Gravidez , Ultrassonografia Pré-Natal
16.
Br J Med Med Res ; 2014 Apr; 4(12): 2296-2313
Artigo em Inglês | IMSEAR (Sudeste Asiático), GHL | ID: sea-175163

RESUMO

Introduction: The importance of cytogenetics in neoplastic processes such as leukemia is known. In 1914, Theodor Boveri suggested that chromosomal abnormalities were cellular alterations that cause the transition from normal to malignant proliferation. Over the course of several decades, different cytogenetic techniques were developed which led to the discovery of an increasingly broad spectrum of chromosomal abnormalities, resulting in a dramatic increase in the knowledge of human cancer. Aim: This article aims to review the role of cytogenetics in leukemia, highlighting its importance for the clinical definition, treatment and prognosis of these neoplasms. Methodology: For this, we carried out a search for scientific articles present in the electronic database PubMed, using the descriptors "Leukemia", "Cytogenetics", "Karyotype", "Fluorescent In Situ Hybridization’’, "Prognosis", "Leukemia, Lymphoid ", “Leukemia, Myeloid" and "Leukemia, Chronic Lymphocytic”. Books and specialized sites were also surveyed. Discussion: Cytogenetic analysis not only helps to confirm a diagnosis but it also aids in obtaining data on prognosis, response to treatment and possibility of relapse. The analysis provides a better understanding of the pathways involved in leukemogenesis processes and the development of new types of therapy. This information is essential for the proper management of patients, underscoring the importance of joint work between the medical oncologist/hematologist and the cytogeneticist.

18.
Arq. bras. cardiol ; 101(6): 0-0, dez. 2013. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS (Américas) | ID: lil-701265

RESUMO

FUNDAMENTO: As anormalidades cromossômicas (ACs) representam importante causa de cardiopatia congênita (CC). OBJETIVO: Determinar a frequência, os tipos e as características clínicas de ACs identificadas em uma amostra prospectiva e consecutiva de pacientes com CC. MÉTODO: Nossa amostra foi composta por pacientes com CC avaliados em sua primeira hospitalização em uma unidade cardíaca de tratamento intensivo de um hospital pediátrico de referência do sul do Brasil. Todos os pacientes foram submetidos à avaliação clínica e citogenética, através do cariótipo de alta resolução. Os defeitos cardíacos foram classificados segundo Botto e cols. Na análise estatística utilizou-se o qui-quadrado, o teste exato de Fisher e odds ratio (p < 0,05). RESULTADOS: Nossa amostra foi composta de 298 pacientes, 53,4% do sexo masculino, com idades variando de um dia a 14 anos. Anormalidades cromossômicas foram observadas em 50 pacientes (16,8%), sendo que 49 deles eram sindrômicos. Quanto às ACs, 44 delas (88%) eram numéricas (40 pacientes com +21, dois com +18, um com triplo X e um com 45,X) e seis (12%) estruturais [dois pacientes com der(14;21), +21, um com i(21q), um com dup(17p), um com del(6p) e um com add(18p)]. O grupo de CCs mais associado a ACs foi o do defeito de septo atrioventricular. CONCLUSÕES: ACs detectadas pelo cariótipo são frequentes entre pacientes com CC. Assim, os profissionais - especialmente aqueles que trabalham em serviços de cardiologia pediátrica - devem estar cientes das implicações que a realização do cariótipo pode trazer, tanto para o diagnóstico, tratamento e prognóstico desses pacientes como para o seu aconselhamento genético.


BACKGROUND: Chromosomal abnormalities (CAs) are an important cause of congenital heart disease (CHD). OBJECTIVE: Determine the frequency, types and clinical characteristics of CAs identified in a sample of prospective and consecutive patients with CHD. METHOD: Our sample consisted of patients with CHD evaluated during their first hospitalization in a cardiac intensive care unit of a pediatric referral hospital in Southern Brazil. All patients underwent clinical and cytogenetic assessment through high-resolution karyotype. CHDs were classified according to Botto et al. Chi-square, Fisher exact test and odds ratio were used in the statistical analysis (p < 0.05). RESULTS: Our sample consisted of 298 patients, 53.4% males, with age ranging from 1 day to 14 years. CAs were observed in 50 patients (16.8%), and 49 of them were syndromic. As for the CAs, 44 (88%) were numeric (40 patients with +21, 2 with +18, 1 with triple X and one with 45,X) and 6 (12%) structural [2 patients with der(14,21), +21, 1 with i(21q), 1 with dup(17p), 1 with del(6p) and 1 with add(18p)]. The group of CHDs more often associated with CAs was atrioventricular septal defect. CONCLUSIONS: CAs detected through karyotyping are frequent in patients with CHD. Thus, professionals, especially those working in Pediatric Cardiology Services, must be aware of the implications that performing the karyotype can bring to the diagnosis, treatment and prognosis and for genetic counseling of patients and families.


Assuntos
Adolescente , Criança , Pré-Escolar , Feminino , Humanos , Lactente , Recém-Nascido , Masculino , Aberrações Cromossômicas , Cardiopatias Congênitas/genética , Cariótipo , Síndrome de Down/genética , Cardiopatias Congênitas/diagnóstico , Metáfase/genética , Estudos Prospectivos
20.
Arq. bras. cardiol ; 99(6): 1092-1099, dez. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS (Américas) | ID: lil-662381

RESUMO

FUNDAMENTO: Malformações extracardíacas podem estar presentes em pacientes com cardiopatia congênita (CC), trazendo maior risco de comorbidade e mortalidade. OBJETIVO: Verificar a frequência e os tipos de anormalidades abdominais detectadas em crianças com e sem CC através do ultrassom abdominal (USA), comparar os pacientes quanto a seus achados dismórficos/citogenéticos e realizar uma estimativa do custo-benefício da triagem pelo USA. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal com controle. Os casos consistiram de pacientes com CC admitidos pela primeira vez em uma unidade de terapia intensiva pediátrica; os controles consistiram de crianças sem CC submetidas ao USA no hospital logo após cada caso. Todos os pacientes com CC foram submetidos ao USA, ao cariótipo de alta resolução e à hibridização in situ fluorescente (FISH) para microdeleção 22q11.2. RESULTADOS: USA identificou anormalidades clinicamente significativas em 12,2% dos casos e em 5,2% dos controles (p = 0,009), com um poder de significância de 76,6%. A maioria das malformações com significado clínico foi de anomalias renais (10,4% nos casos e 4,9% nos controles, p = 0,034). No Brasil, o custo de um exame de USA pelo Sistema Único de Saúde é de 21 dólares. Uma vez que anormalidades clinicamente significativas foram observadas em um a cada 8,2 pacientes com CC, o custo para identificar uma criança afetada foi de 176 dólares. CONCLUSÃO: Pacientes com CC apresentam uma frequência significativa de anomalias detectadas pelo USA, um método diagnóstico barato e não invasivo, com boa sensibilidade. O custo da triagem para esses defeitos é consideravelmente menor que o custo para tratar as complicações do diagnóstico tardio de malformações abdominais, como a doença renal.


BACKGROUND: Extracardiac malformations may be present in patients with congenital heart disease (CHD), bringing greater risk of comorbidity and mortality. OBJECTIVE: Verify frequency and types of abdominal abnormalities detected in children with and without CHD through abdominal ultrasound (AUS), compare the patients in relation to their dysmorphic/cytogenetic findings and perform an estimative of the cost-effectiveness of the screening through AUS. METHODS: We conducted a cross-sectional study with a control cohort. The cases consisted of patients with CHD admitted for the first time in a pediatric intensive care unit; the controls consisted of children without CHD who underwent AUS at the hospital shortly thereafter a case. All patients with CHD underwent AUS, high-resolution karyotype and fluorescence in situ hybridization (FISH) for microdeletion 22q11.2. RESULTS: AUS identified clinically significant abnormalities in 12.2% of the cases and 5.2% of controls (p= 0.009), with a power of significance of 76.6%. Most malformations with clinical significance were renal anomalies (10.4% in cases and 4.9% in controls; p= 0.034). In Brazil, the cost of an AUS examination for the Unified Health System is US$ 21. Since clinically significant abnormalities were observed in one in every 8.2 CHD patients, the cost to identify an affected child was calculated as approximately US$ 176. CONCLUSION: Patients with CHD present a significant frequency of abdominal abnormalities detected by AUS, an inexpensive and noninvasive diagnostic method with good sensitivity. The cost of screening for these defects is considerably lower than the cost to treat the complications of late diagnoses of abdominal malformations such as renal disease.


Assuntos
Criança , Pré-Escolar , Feminino , Humanos , Lactente , Recém-Nascido , Masculino , Abdome/anormalidades , Abdome , Cardiopatias Congênitas , Distribuição por Idade , Brasil , Análise Custo-Benefício , Métodos Epidemiológicos , Cardiopatias Congênitas/fisiopatologia , Rim/anormalidades , Rim , Distribuição por Sexo
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA