Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 88
Filtrar
1.
RECIIS (Online) ; 13(4): 725-735, out.-dez. 2019.
Artigo em Português | LILACS (Américas) | ID: biblio-1047528

RESUMO

O Exército Zapatista de Liberação Nacional (EZLN) e suas bases de apoio são formados predominantemente por indígenas que vivem na região de Chiapas, no México. O movimento constrói uma profunda experiência de autonomia, o que passa por diferentes dimensões da vida coletiva. Neste artigo, pretendemos, a partir de um trabalho de campo realizado na região, nos focar na saúde autônoma. A concepção de saúde está estritamente relacionada com a noção de terra, já que para ter saúde é preciso pertencer a um cosmos, permeado pelo respeito recíproco entre os mais diferentes seres, em uma luta constante para engrandecer o ch'ulel (espírito) e, com isso, caminhar rumo ao lekil kuxlejal (Bem Viver). Para colocar em prática esses princípios, o cuidado em saúde é protagonizado pelos promotores autônomos de saúde e pelas assembleias comunitárias.


The Zapatista Army of National Liberation (EZLN, in Spanish) and its bases are formed predominantly by indigenous languages living in the region of Chiapas, Mexico. The movement builds a profound experience of autonomy, which goes through different dimensions of collective life. In this article, we intend, from a fieldwork carried out in the region, to focus on autonomous health. The conception of health is closely related to the notion of land, since in order to have health it is necessary to belong to a cosmos, permeated by mutual respect between the most different beings, in a constant struggle to ennoble the ch'ulel (spirit) and thus to walk to the lekil kuxlejal (Good Living). To put these principles into practice, healthcare is carried out by autonomous health promoters and communal assemblies.


El Ejército Zapatista de Liberación Nacional (EZLN) y sus bases de apoyo son formados predominantemente por indígenas que viven en la región de Chiapas, México. El movimiento construye una experiencia profunda de autonomía, que atraviesa diferentes dimensiones de la vida colectiva. En este artículo, nos proponemos, a partir de un trabajo de campo realizado en la región, enfocar la salud autónoma. La concepción de salud guarda una estrecha relación con la noción de tierra, ya que para tener salud es necesario pertenecer a un cosmos, impregnado por el respeto mutuo entre los seres más diferentes, en una lucha constante para engrandecer el ch'ulel (espíritu) y, de este modo, caminar hasta el lekil kuxlejal (Buen Vivir, también llamado Vivir Bien). Para poner en práctica estos principios, la asistencia en salud se lleva a cabo por los promotores autónomos de salud y por las asambleas comunitarias.


Assuntos
Humanos , Colonialismo , Capitalismo , Grupos Populacionais , Antropologia Médica , Antropologia Cultural , Organização Comunitária , Racismo , Direitos Humanos , Cultura Indígena , Promoção da Saúde , México
2.
Rev. APS ; 18(4): 523-527, out. 2015.
Artigo em Português | LILACS (Américas) | ID: biblio-412

RESUMO

O presente relato de experiência aborda as práticas dos promotores de salud autónomos zapatistas em uma comunidade indígena tojolabal localizada no estado de Chiapas, no México. O relato foi desenvolvido, a partir de trabalho de campo na região, onde foi possível acompanhar o início da formação dos promotores, como também entrevistar alguns deles. Essa experiência nos possibilita refletir sobre a organização comunitária na sua relação com os princí- pios da Educação Popular em Saúde, em uma situação específica em que os promotores de saúde não estão vinculados nem às políticas públicas, nem ao setor privado, mas à própria organização do movimento popular.


This experience report discusses the practices of the promotores de salud autónomos zapatistas in a tojolabal indigenous community in the state of Chiapas, Mexico. The report was developed from field work in the region, where it was possible to follow the formation of the promotores, as well as interview some of them. This experience enables us to reflect on the community organization in its relationship with the principles of Popular Education in Health, in a specific situation where promoters of health are bound neither to public policies nor to the private sector, but to the organization itself of the popular movement.


Assuntos
Educação em Saúde , Participação da Comunidade , Planejamento Social , Organização Comunitária , Autonomia Pessoal , Grupos Populacionais , Promoção da Saúde
3.
Psicol. soc. (Online) ; 27(1): 47-57, Jan-Apr/2015.
Artigo em Português | LILACS (Américas) | ID: lil-736094

RESUMO

O artigo explora a dinâmica da relação entre os diferentes papéis de uma mulher no seu processo de envolvimento em um movimento social de luta pela terra e busca compreender os significados e sentidos que atribui a tal processo. A partir das contribuições da psicologia histórico-cultural, em articulação com conceitos gramscianos, a práxis política desta militante é discutida tendo como foco os processos de mudança em seu drama subjetivo. O corpus empírico foi construído por meio de duas entrevistas com a participante da pesquisa. Com base na análise do material, defendemos que a práxis política deve ser entendida como um processo em constante movimento e transformação, relacionado a múltiplos papéis e dimensões diversas: social e pessoal; objetiva e subjetiva; cognitiva e afetiva. Nessa perspectiva, drama subjetivo e política não apenas se relacionam, mas se interpenetram; o sujeito dramático passa a ser visto necessariamente como sujeito político...


El artículo explora la dinámica de la relación entre los distintos papeles de una mujer en su proceso de participación en un movimiento social de lucha por la tierra y trata de comprender los significados y sentidos que atribuye al proceso. A partir de los aportes de la psicología histórico-cultural, en conjunto con la concepción gramsciana, se discute la praxis política de esta militante centrándose en los procesos de cambio en su drama subjetivo. El corpus empírico fue construido a través de dos entrevistas. A partir del análisis del material, sostenemos que la praxis política debe ser entendida como un proceso en movimiento y en constante transformación, relacionado con múltiples funciones y dimensiones: sociales y personales; objetiva y subjetiva; cognitiva y afectiva. Desde esta perspectiva, drama subjetivo y política no sólo se relacionan pero se interpenetran; el sujeto dramático pasa a ser visto necesariamente como sujeto político...


The article explores the dynamics of the relationship between the different roles played by a woman in her involvement with a rural social movement and searches to understand the meanings and senses that she attributes to this process. From the contributions of cultural-historical psychology and Gramscian concepts, the political praxis of this militant is discussed focusing on the processes of change in her subjective drama. The empirical corpus was constructed through two interviews with the research participant. From the analysis of the material, we argue that the political praxis must be understood as a process in constant motion and transformation, related to multiple roles and different dimensions: social and personal, objective and subjective, cognitive and affective. From this perspective, drama and politics are not only related, but interpenetrated; the dramatic subjectivity is also political...


Assuntos
Humanos , Organização Comunitária , Mulheres/psicologia , Política Pública , Mudança Social , Problemas Sociais
4.
Diaeta (B. Aires) ; 32(146): 27-34, ene.-marzo 2014.
Artigo em Espanhol | LILACS (Américas) | ID: lil-714174

RESUMO

El Derecho a la Alimentación tiene significaciones propias y diversas para los sujetos sociales. Las crisis socioeconómicas vulneran su garantía y promueven la configuración de estrategias de organización social para asegurar el sustento alimentario. Las mismas se reflejan en las preparaciones culinarias desplegadas, e inscriben en las comunidades un sello simbólico cargado de significaciones y sentimientos. Este trabajo expone algunas reflexiones desarrolladas junto a mujeres y organizaciones de barrios sociosegregados del sudeste de la Ciudad de Córdoba, en un proceso de reconstrucción de la memoria histórica de los modos de organización y los platos culinarios generados en contextos de crisis/pobreza urbana y el análisis de las miradas de sus protagonistas en torno al derecho a la alimentación. El estudio tiene un enfoque cualitativo y los instrumentos utilizados fueron entrevistas en profundidad (n=12), talleres participativos (n=3) y observaciones participantes que se realizaron desde agosto del 2010 hasta octubre del 2011. La comunidad de referencia ha dejado huellas sobre su capacidad de movilizarse y organizarse cuando tal derecho se percibe colectivamente violado en su expresión más cruda: el hambre. Los dos casos aquí citados y analizados de organización territorial fueron la olla popular y el comedor comunitario, en momentos históricos diferentes en Argentina:la crisis del ´89 y el 2001. En estos períodos las preparaciones y prácticas que giran en torno a la alimentación adquieren connotaciones sentimentales y emocionales diferentes. La configuración de las representaciones y significados que tienen los sujetos, las mujeres,no pueden ser escindidos de las políticas sociales contextuales de dichos procesos, como a los modos de pertenencia y participación que tienen en la estructura general de la sociedad y su comunidad,mutando de protagonistas locales a efectoras de programas. .


Assuntos
Humanos , Argentina , Organização Comunitária , Segurança Alimentar e Nutricional
5.
Summa psicol. UST ; 10(1): 37-47, jul. 2013. tab
Artigo em Espanhol | LILACS (Américas) | ID: lil-713264

RESUMO

El presente artículo surge de la investigación realizada en una cooperativa de la red de Economía Solidaria en Cataluña, en el cual analizamos los cambios y repeticiones en la construcción de significados de los roles de género asociados a la división sexual del trabajo, enfatizando los aspectos relativos a las prácticas de cuidado. Para ello, realizamos una serie de entrevistas a informantes calificados/as del grupo, poniendo énfasis en sus trayectorias laborales. En los resultados se destaca la flexibilización de los roles de género mediante la diversificación de tareas en la cooperativa; ello no limita la reiteración de dinámicas tradicionales de atribuciones de género en lo relativo a tareas reproductivas, aspecto no considerado ni asumido por el colectivo. Sin embargo, la cooperativa se aprecia como un espacio multiplicador de experiencias de cuidado, que promueven la circulación del afecto como un rasgo que se instala y cualifica las relaciones, facilitando la redefinición de las atribuciones de género en el despliegue de tareas.


This article emerges from a research conducted in a cooperative of Solidarity Economy network in Catalonia, in which we analyze the changes and repetitions in the construction of meanings of gender roles associated with the sexual division of labor, emphasizing aspects of care practices. We perform a series of interviews with qualified informants of the group, emphasizing their working careers. The results highlight the flexibilization of gender roles through diversification in the cooperative tasks; this does not limit the dynamic reiteration of traditional gender attributions regarding reproductive tasks, something not considered or assumed by the group. However, the cooperative is seen as a space that serves to multiply care experiences that promote the circulation of affect as a feature that is installed and which qualifies relationships, facilitating the redefinition of gender attributions in deployment of tasks.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Identidade de Gênero , Trabalho , Organização Comunitária , Comportamento Cooperativo , Serviço de Limpeza , Relações Interpessoais , Entrevistas como Assunto , Pesquisa Qualitativa , Espanha , Carga de Trabalho
6.
Summa psicol. UST ; 10(1): 49-64, jul. 2013.
Artigo em Espanhol | LILACS (Américas) | ID: lil-713265

RESUMO

En este texto presento algunas reflexiones sobre los discursos que buscan generar una alternativa al modelo hegemónico propuesto por el neoliberalismo. Para esto, me centro en el discurso sobre el poder de un grupo de personas vinculadas al movimiento de okupación rural español. Comienzo desde las motivaciones que tienen las personas de este grupo para buscar una forma de vida cotidiana alternativa a la hegemónica, y las dificultades, centradas en la propia comunidad, con las que se han encontrado para lograrlo. Desde aquí, expongo las concepciones que tienen sobre el poder, utilizando como marco interpretativo la teoría de Foucault. Luego me centro en la forma en que este grupo busca superar estas dificultades, principalmente vinculada al “reconocimiento individual” de las emociones. Sobre este punto termino con algunas reflexiones críticas ligadas a conceptos como tecnologías del yo y subjetivación.


In this text I present some reflections on the discourses that aim to generate an alternative to the hegemonic model proposed by neoliberalism. For this, I focus on the discourse about the power of a group of people linked to the Spanish rural occupation movement. Beginning from the motivations of people in this group to find a way of daily life alternative to hegemonic one and difficulties, centered on the community itself, with which they have been found to do. From here, I discuss the ideas that they have about the power, using interpretative framework Foucault’s theory. Then I focus on the way this group seeks to overcome these difficulties, mainly related to the “individual recognition” of emotions. On this point I end up with some critical reflections linked to concepts like technologies of the self and subjectification.


Assuntos
Humanos , Comportamento de Escolha , Emoções , Grupo Associado , Poder Psicológico , Organização Comunitária , Zona Rural , Identificação Social , Espanha
7.
San Salvador; s.n; abr. 2013. 121 p. ilus, tab.
Tese em Espanhol | LILACS (Américas) | ID: biblio-972227

RESUMO

Este estudio realizado en las comunidades de la zona 8, del municipio de Soyapango,busca describir la participación comunitaria en salud existente en las comunidades, es unestudio cualitativo, para la obtención de resultados se utilizaron procesos interactivos,dirigidos a estudiar la opinión de personas lideres organizados y no organizados con lafinalidad de describir a profundidad cuales son los elementos que les motiva y los que leslimitan a organizarse y participar. Constituyendo junto a la comunidad las fuentes primas ycomo fuentes secundarias, la revisión documental. La recopilación de datos se realizómediante: entrevistas semiestructuradas, sesiones de grupo focal, observación duranterecorrido comunitario y revisión documental. Participaron en el estudio 12 comunidadesdonde permitieron el acceso. Los resultados que se obtuvieron son que la mayoría de lascomunidades poseen problemas y necesidades en salud que justifican estar organizados yabordar los problemas de forma participativa. Además de ello se identificó que la figuraprincipal de estructura organizativa son las directivas y una pequeña parte de comunidadesrepresentadas por comités de salud. Por lo que es importante destacar que la figura dedirectiva es clave y deben ser capacitadas para responder a las necesidades en salud. Enbase a esto, era importante evaluar el rol del agente institucional como organizador ypromotor de los procesos de salud en la comunidad. Obteniéndose que hay poca constanciapor parte de los agentes de las instituciones y poca instrucción para que fomenten laparticipación en las comunidades...


Assuntos
Humanos , Participação da Comunidade , Organização Comunitária , Dissertações Acadêmicas como Assunto , Teses Eletrônicas
8.
Cad. psicol. soc. trab ; 15(2): 189-203, dez. 2012.
Artigo em Português | LILACS (Américas) | ID: lil-688881

RESUMO

A redução da pobreza exige esforços sociais em vários campos, e entre eles estão aqueles que se referem a políticas públicas, geração de renda e mobilização de (recursos) sociais. A construção de diagnósticos e intervenções para a redução da pobreza exige, também, a colaboração de diferentes saberes sobre a sociedade, em especial gestão pública, psicologia social e finanças. A pesquisa aqui apresentada tem como objetivo investigar a contribuição da comunidade em seus aspetos sociais, organizativos e econômicos, para viabilização e impacto de programas de microcrédito produtivo, com atenção específica aos impactos relativos a redução da pobreza e inclusão social. Foram realizados grupos de discussão, entrevistas fechadas e entrevistas semidirigidas a mulheres moradoras de uma favela na cidade de São Paulo. Os resultados indicam que, para utilizar o microcrédito produtivo, é possível considerar o capital social como garantia, mas a capacidade de sua utilização pelas pessoas envolve complexas mediações entre o capital, a fragilidade relacional e a luta por reconhecimento.


Poverty reduction requires social efforts in several fields, such as those related to public policies, income generation and mobilization of social resources. Building diagnostics and interventions aiming at poverty reduction also requires the collaboration of different knowledge on society, particularly on public administration, social psychology and finances. This research aims at investigating how the community contributes in its social, organizational and economical aspects for making feasible and impacting productive microcredit programs, with particular attention to consequences related to poverty reduction and social inclusion. Discussion groups, closed and semi-structured interviews were conducted with women living in a slum in Sao Paulo. Results indicate that, in order to use a productive microcredit, it is possible to consider the social capital as guarantee, but the ability to use it involves complex mediations between capital, relational fragility and struggle for recognition.


Assuntos
Humanos , Organização Comunitária , Economia , Áreas de Pobreza , Condições Sociais , Cidades , Psicologia Social
9.
São Paulo; Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo; 2010. 1 p. ilus.
Não convencional em Português | LILACS (Américas), ColecionaSUS, CRSSUL-Producao, SMS-SP, SMS-SP | ID: biblio-937205

RESUMO

Doenças, agravos e eventos de notificação compulsória (DNC) apresentam contínuas atualizações normativas, conforme sua ocorrência, incidência, prevalência, aprimoramento de tecnologia diagnóstica e de medidas de controle. Educação continuada é necessária para intercâmbio de informações e conhecimentos. A Supervisão de Vigilância em Saúde Santo Amaro/Cidade Ademar (SUVIS) possui em sua área de atuação em Vigilância Epidemiológica, 23 Unidades Básicas de Saúde (UBS), sendo 11 com Estratégia Saúde da Família. Conta com equipe multiprofissional capacitada a dar suporte técnico às UBS


Assuntos
Humanos , Organização Comunitária , Medidas em Epidemiologia , Saúde Pública , Aplicações da Epidemiologia , Saúde da Família
10.
São Paulo; Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo; 2010. 1 p. ilus.
Não convencional em Português | LILACS (Américas), CAB-Producao, SMS-SP, CRSSUL-Producao, SMS-SP, SMS-SP | ID: lil-607206

RESUMO

Doenças, agravos e eventos de notificação compulsória (DNC) apresentam contínuas atualizações normativas, conforme sua ocorrência, incidência, prevalência, aprimoramento de tecnologia diagnóstica e de medidas de controle. Educação continuada é necessária para intercâmbio de informações e conhecimentos. A Supervisão de Vigilância em Saúde Santo Amaro/Cidade Ademar (SUVIS) possui em sua área de atuação em Vigilância Epidemiológica, 23 Unidades Básicas de Saúde (UBS), sendo 11 com Estratégia Saúde da Família. Conta com equipe multiprofissional capacitada a dar suporte técnico às UBS.


Assuntos
Humanos , Organização Comunitária , Medidas em Epidemiologia , Saúde Pública , Aplicações da Epidemiologia , Saúde da Família
12.
Rev. APS ; 12(4)out.-dez. 2009.
Artigo em Português | LILACS (Américas) | ID: lil-555331

RESUMO

Este artigo fez parte do projeto de extensão Movimentos Sociais e Educação Popular: Construindo Interação entre Universidade e Comunidade, cujo objetivo era a aproximação dos discentes dos cursos de Enfermagem e Medicina da UFJF com a comunidade local, através da interação comos movimentos sociais dos bairros Santa Luzia e Ipiranga, na região Sul de Juiz de Fora. A pesquisa exploratória, de natureza quanti-qualitativa, teve como objetivos: levantar os movimentos sociais atuantes nessa região; identificar a articulação desses movimentos sociais com a população e realizar diagnóstico da atuação desses movimentos. Foram aplicados questionários semiestruturados aos 14 líderes dos movimentos sociais. Os resultados evidenciaram que os principais objetivos dos movimentos são: realização de ações de natureza assistencialista e de promoção humana;desenvolvimento de ações de lazer e cultura, doações de alimentos e artigos diversos. Eles gostariam de ampliar as ações assistencialistas, os cursos profissionalizante oferecidos e as atividades culturais. Possuem boa inserção na comunidade e recebem apoio de instituições religiosas e educacionais.


This article was part of the Social Movements and Popular Education extension project: Building Interaction between University and Community, that aimed to liaise nursing and medicine undergraduates with the local community,through an interaction with the social movements of Santa Luzia and Ipiranga neighborhoods, in the southern region of Juiz de Fora, MG, Brazil. This exploratory, quantitative qualitative study aimed to survey the social movements active in the area, identify the articulation of these social movements with the population, and diagnose the activityof these movements. Semi-structured questionnaires were applied to 14 leaders of diverse social movements. The results showed that the main objectives of the movements were: human development and assistentialism actions;leisure and cultural activities and food and goods donations. They would like to increase assistentialism actions, professional courses and cultural activities. They are well integrated into the community and receive support from religious and educational institutions.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Educação Médica , Educação em Enfermagem , Participação da Comunidade , Organização Comunitária , Relações Comunidade-Instituição , Grupos Populacionais , Organização Social
13.
Fractal rev. psicol ; 21(3): 581-598, sept.-déc. 2009.
Artigo em Português | LILACS (Américas) | ID: lil-537647

RESUMO

O presente trabalho tem como objetivo apresentar algumas análises extraídas de um processo de formação de lideranças comunitárias que teve como recurso metodológico a pesquisa-intervenção. Para tanto, recorre-se a diferentes pensadores que tomam a cidade como campo de análise, ensaiando uma interlocução que favoreça a apreensão das forças de composição em sua complexidade. Nessa perspectiva, alguns conceitos ferramentas problematizam as noções de comunidade, território, grupalidade, urbanismo, entre ouras. Afirma-se que as práticas de publicização e privatização se tocam e definem diferentes configurações no curso da história das cidades, constituindo um ponto de tensão privilegiado nas práticas dos trabalhadores sociais e dos grupos e organizações populares. Por se tratar de uma pesquisa que intervêm essas noções são experimentadas em seus desdobramentos de "espaços-tempos-vidas" ilustradas por um diário de campo e as questões processuais que ele encerra em termos de questões problemas eleitos por todos os atores que compõem a experiência/experimentação.


The present paper aims to present some analysis extracted of a communitarian leadership trainingïs process had as a methodological resource the intervention-research. For this, resort to different thinkers that take the city as field analysis, rehearsing a dialogue which promotes understanding of the forces of composition on its complexity. On this perspective, some concepts tools problematize the notions of community, territory, group awareness, urbanism, among others. States that the practices of publicity and privatization touch themselves and define different settings in the course of history of the cities, constituting a tension point gifted in the practice of social workers and the popular groups and organizations. Because it is a search that interfere, these notions are experienced on their developments of "spaces-times-lifes" illustrated for a field diary and the processual questions within it in terms of problem issues elected by all the actors that compose the experience/experimentation.


Assuntos
Humanos , Adulto , Cidades , Organização Comunitária , Liderança , Poder Psicológico
14.
Cad. psicol. soc. trab ; 12(2): 243-256, dez. 2009.
Artigo em Português | LILACS (Américas) | ID: lil-545366

RESUMO

O objetivo da pesquisa foi compreender o desenvolvimento de empreendimentos econômicos solidários tendo como foco de análise as relações cotidianas de trabalho. A pesquisa investigou, através de observações e de quatro entrevistas semi-estruturadas, dois empreendimentos criados por participantes do Programa Oportunidade Solidária da Prefeitura Municipal de São Paulo. A partir do trabalho de campo realizado, foi possível conhecer: o modo de funcionamento de cada empreendimento, sua divisão do trabalho e as principais características das relações cotidianas de trabalho e dos processos de tomada de decisões. Além disso, foi possível reconhecer alguns dos problemas enfrentados por esses empreendimentos e as soluções coletivamente construídas para lidar com eles, como estratégias, práticas e regras singulares.


The objective of the research was to understand the development of solidarity economics enterprises with the focus on the analysis of everyday work relations. The research investigated, through observations and four semi-structured interviews, two companies supported by Solidarity Opportunity Program, a public policy promoted by Sao Paulo municipal government in 2004. From the fieldwork carried out it was possible to know: the modes of operation of each enterprise, its division of labor and the main features of everyday working relationships and processes of decision-making. Moreover, it was possible to recognize some of the problems faced by these enterprises and the collectively constructed solutions to deal with them, as peculiar strategies, practices and rules.


Assuntos
Humanos , Organização Comunitária , Redes Comunitárias , Política Pública , Política Pública , Trabalho/psicologia , Programas Governamentais
15.
Rev. adm. pública ; 43(5): 1067-1089, set.-out. 2009.
Artigo em Português | LILACS (Américas) | ID: lil-536291

RESUMO

Este artigo avalia as dificuldades encontradas em redes empresariais situadas em três cidades do Rio de Janeiro - Cabo Frio, Petrópolis e Nova Friburgo - para a condução de uma governança sustentada na participação e na deliberação dos atores envolvidos nos APLs ali existentes. A teoria de redes empresariais, de APLs e de governança não espelha integralmente a realidade empírica, havendo dificuldades a serem superadas, não previstas nas discussões conceituais. Foram feitas entrevistas com diversos stakeholders de arranjos produtivos do ramo de confecções daqueles territórios, entre eles empresários, representantes dos poderes públicos municipais e estaduais, instituições de apoio empresarial, associações e sindicatos, buscando identificar como se dão os processos de tomada de decisão e de gestão coletiva. Como resultado, foram mapeados problemas relativos à pouca capacidade de gestão dos empresários, extrema heterogeneidade dos stakeholders, em termos tanto de tamanho quanto de interesses, e um grau de confiança ainda incipiente entre os envolvidos, resultando em comportamentos ora predatórios, ora colaborativos, por parte dos empresários.


Assuntos
Organização Comunitária , Redes Comunitárias , Organização e Administração , Organizações , Organização Social
16.
Rev. adm. pública ; 43(5): 1091-1116, set.-out. 2009. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS (Américas) | ID: lil-536292

RESUMO

Este artigo apresenta um estudo de caso em que são analisadas as relações de poder em uma estrutura de rede de organizações sem fins lucrativos, Cooperapic, para avaliar se concentração de poder no núcleo gestor da rede poderia ser um fator de manutenção da integridade estrutural. Foi utilizada a análise de redes sociais para que fossem elaborados cenários de relacionamento entre os atores e mensurada a concentração de poder na rede. Os resultados da pesquisa permitiram identificar que a rede se constitui de forma descentralizada, com baixo índice de poder central e com subgrupos que concentram o poder, o que pode favorecer sua fragmentação. Foi verificada a importância do núcleo gestor na coesão da rede, bem como os impactos que sua exclusão poderia ocasionar.


Assuntos
Organização Comunitária , Redes Comunitárias , Organização e Administração , Organização e Administração/normas , Poder Psicológico , Organização Social
17.
Rev. adm. pública ; 43(5): 1117-1146, set.-out. 2009. tab, mapas, ilus
Artigo em Português | LILACS (Américas) | ID: lil-536293

RESUMO

Neste artigo demonstramos, a partir de uma replicação qualitativa de um estudo quantitativo, que os sistemas fechados de interação - aqui denominados capital social - e os abertos - laços fracos - são fenômenos de natureza distinta e, consequentemente, desempenham funções distintas na determinação da capacidade de articulação coletiva de indivíduos e no grau de eficácia de ações coletivas. A hipótese principal do artigo é que, enquanto capital social tem a ver com maior capacidade dos membros da comunidade para articular mobilização social, os laços fracos dizem respeito à capacidade de a comunidade conseguir benefícios, como saneamento básico, segurança pública, transporte coletivo, saúde e lazer - aqui denominada eficácia coletiva. A metodologia adotada baseia-se na replicação qualitativa de um survey, com três estudos de caso em comunidades periféricas da Região Metropolitana de Belo Horizonte, sobre a importância dos laços fracos para a ação eficaz da comunidade diante do poder público.


Assuntos
Anomia (Social) , Organização Comunitária , Redes Comunitárias , Eficácia , Organização Social
18.
Rev. adm. pública ; 43(5): 1147-1180, set.-out. 2009. tab
Artigo em Português | LILACS (Américas) | ID: lil-536294

RESUMO

Este artigo faz parte de um conjunto de reflexões sobre as consequências do uso de abordagens fortemente influenciadas pela lógica empresarial como lentes para compreender movimentos orientados pela oposição a essa lógica. Neste artigo a preocupação é retomada, aprofundando a abordagem de redes. O ponto de partida foi uma apropriação crítica de autores e formulações representativos dessa abordagem. Foi impossível deixar de lado a hibridização entre a(s) teoria(s) do capital social e a abordagem de redes sociais. Parte deste artigo redundou em retirar as formulações de Pierre Bourdieu da vala comum, em que leituras equivocadas as têm jogado, ao classificálo como um teórico do capital social e da análise de redes. Também é revisada a expressão predominante da abordagem de redes nos estudos sobre movimentos sociais. Finalmente é abordada a distinção entre metáfora e modelo. A partir daí se pode afirmar que a retomada da estratégia discursiva da metáfora poderia abrir espaço para reconhecer o novo, o que está em construção, e o que ainda não é. Além disso, possibilitariam a coerência com a razão de ser do objeto a ser estudado. Nesse sentido são apresentadas três metáforas - fluidos, teias e rizomas - de modo a ilustrar as potencialidades contidas no uso desse recurso no estudo de movimentos sociais.


Assuntos
Organização Comunitária , Redes Comunitárias , Metáfora , Modelos Organizacionais , Organização Social
19.
Rev. adm. pública ; 43(5): 1181-1206, set.-out. 2009. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS (Américas) | ID: lil-536295

RESUMO

Este artigo identifica alguns dos conhecimentos e habilidades requeridos para a compreensão e abstração de redes interorganizacionais por intermédio de diagramas de rede. Para tanto, realizou-se um exercício prático junto a 102 alunos da área de administração. No exercício, foi pedido o desenvolvimento de um diagrama de rede a partir da transcrição de falas de atores centrais de uma rede do cultivo de uva. Na fase de pré-análise das respostas, os pesquisadores identificaram aspectos críticos para abstração de redes interorganizacionais, reflexão que auxiliou a definir os códigos requeridos para exploração do material por meio de análise de conteúdo: abstração de organizações com mesma função na rede; abstração de macroprocessos que compõem a rede; abstração do ator central da rede. Além de apurar a grande dificuldade dos alunos para compreender e abstrair redes interorganizacionais, o exercício auxiliou na identificação de algumas competências críticas para tal, como: conhecimentos e habilidades referentes a entidades e seus relacionamentos, como os alcançados pela prática das técnicas de construção de modelo entidade-relacionamento; conhecimentos e habilidades de processos de negócio, em especial de atividades de decomposição e síntese de processos.


Assuntos
Cognição , Organização Comunitária , Redes Comunitárias , Relações Interinstitucionais , Organização Social
20.
Santiago de Chile; Chile. Ministerio Secretaría General de Gobierno; 2009. 17 p.
Não convencional em Espanhol | LILACS (Américas) | ID: lil-665401

RESUMO

Escuelas de Gestores Sociales en Políticas Públicas es una instancia educativa orientada a formar líderes y dirigentes como “gestores” del Sistema de Protección Social impulsado por el Gobierno de la Presidenta Michelle Bachellet, en los ámbitos de la Reforma Previsional, Plan Auge y Chile Crece Contigo. Tiene como objetivos contribuir a la formación de dirigentes y líderes sociales, a través de un proceso sistemático y práctico que incorpora y valida su experiencia y fortalece sus competencias específicas, permitiéndoles desempeñarse en su comunidad, como Gestores Sociales del Sistema de Protección Social. Aumentar las capacidades de conducción de los participantes, a través de la entrega de herramientas metodológicas y técnicas de participación para potenciar su liderazgo, tanto en sus organizaciones como en su entorno comunitario. Con este programa se busca contribuir al establecimiento de un enfoque de derechos ciudadanos en las políticas públicas, en el que la participación y el respeto a la diversidad cultural sean la base de la práctica democrática. Avanzar hacia un nuevo enfoque y metodologías más participativas en la educación comunitaria. Pasar de las capacitaciones actuales a procesos de enseñanza/aprendizaje de mayor profundidad, más significativos y sistemáticos respecto de lo público.


Assuntos
Humanos , Organização Comunitária , Faculdades de Saúde Pública/organização & administração , Política Pública , Participação da Comunidade , Organização Social , Participação Social , Chile , Desenvolvimento de Pessoal , Liderança
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA