Your browser doesn't support javascript.
loading
Soil chemical factors and grassland species density in Emas National Park (central Brazil) / Características químicas do solo e densidade de espécies em comunidades herbáceas no Parque Nacional das Emas (Brasil central)
Amorim, P. K; Batalha, M. A.
  • Amorim, P. K; Universidade Federal de São Carlos. Departamento de Botânica. São Carlos. BR
  • Batalha, M. A; Universidade Federal de São Carlos. Departamento de Botânica. São Carlos. BR
Braz. j. biol ; 68(2): 279-285, May 2008. graf, tab
Article in English | LILACS | ID: lil-486752
Responsible library: BR1.1
ABSTRACT
Studies of grasslands on specific soil types suggest that different nutrients can limit biomass production and, hence, species composition and number. The Brazilian cerrado is the major savanna region in America and once covered about 2 million km², mainly in the Brazilian Central Plateau, under seasonal climate, with wet summer and dry winter. In view of the importance of soil chemical factors in the distribution of the vegetation forms within the Cerrado domain and which may influence the number of species, we analyzed some soil characteristics in three herbaceous vegetation forms - hyperseasonal cerrado, seasonal cerrado, and wet grassland - in Emas National Park, a core cerrado site, to investigate the relationship between number of species and soil characteristics. We collected vegetation and soil samples in these three vegetation forms and submitted the obtained data to multiple linear regression. We found out that aluminum and pH were the best predictors of species density, the former positively related to species density and the latter negatively related. Since the predictable variation in species density is important in determining areas of conservation, we can postulate that these two soil factors are indicators of high species density areas in tropical grasslands, which could be used in selecting priority sites for conservation.
RESUMO
Estudos em comunidades herbáceas em tipos específicos de solos sugerem que diferentes nutrientes podem limitar a produção de biomassa e, também, a composição e o número de espécies. O cerrado brasileiro é a maior região de savana na América e ocupava, originalmente, cerca de 2 milhões de km², principalmente no Planalto Central Brasileiro. Encontra-se sob clima estacional, com verão chuvoso e inverno seco. Como as variáveis químicas do solo são importantes na distribuição das formas de vegetação no domínio do Cerrado e podem influenciar no número de espécies, analisamos algumas variáveis edáficas em três formas vegetacionais herbáceas - cerrado hiperestacional, cerrado estacional e campo úmido - no Parque Nacional das Emas, uma região nuclear de cerrado, para investigar quais seriam as relações entre o número de espécies e as características do solo. Coletamos amostras de solo e vegetação nesses três ambientes e submetemos os dados obtidos a uma análise de regressão múltipla linear. Encontramos que o alumínio e o pH foram os melhores previsores da densidade de espécies, sendo o primeiro relacionado positivamente com a densidade de espécies, e o último, negativamente. Já que a variação previsível na densidade de espécies é importante para se determinar áreas de conservação, podemos postular que esses dois fatores do solo podem ser indicadores de áreas com alta densidade de espécies em comunidades herbáceas tropicais, que poderiam ser usados para a escolha de locais prioritários para conservação.
Subject(s)

Full text: Available Index: LILACS (Americas) Main subject: Soil / Poaceae Country/Region as subject: South America / Brazil Language: English Journal: Braz. j. biol Journal subject: Biology Year: 2008 Type: Article Affiliation country: Brazil Institution/Affiliation country: Universidade Federal de São Carlos/BR
Full text: Available Index: LILACS (Americas) Main subject: Soil / Poaceae Country/Region as subject: South America / Brazil Language: English Journal: Braz. j. biol Journal subject: Biology Year: 2008 Type: Article Affiliation country: Brazil Institution/Affiliation country: Universidade Federal de São Carlos/BR