Your browser doesn't support javascript.
loading
Morfologia e contratilidade em cardiomiócitos de ratos com baixo desempenho para o exercício físico / Morphology and contractility in cardiomyocytes of rats with low exercise performance
Quintão Júnior, Judson Fonseca; Natali, Antônio José; Carneiro Júnior, Miguel Araújo; Castro, Cynthia Aparecida de; Drummond, Lucas Rios; Lavorato, Victor Neiva; Felix, Leonardo Bonato; Cruz, Jader dos Santos; Prímola-Gomes, Thales Nicolau.
  • Quintão Júnior, Judson Fonseca; Universidade Federal de Viçosa. Viçosa. BR
  • Natali, Antônio José; Universidade Federal de Viçosa. Viçosa. BR
  • Carneiro Júnior, Miguel Araújo; Universidade Federal do Espírito Santo. Vitório. BR
  • Castro, Cynthia Aparecida de; Universidade Federal de Viçosa. Viçosa. BR
  • Drummond, Lucas Rios; Universidade Federal de Viçosa. Viçosa. BR
  • Lavorato, Victor Neiva; Universidade Federal de Viçosa. Viçosa. BR
  • Felix, Leonardo Bonato; Universidade Federal de Viçosa. Viçosa. BR
  • Cruz, Jader dos Santos; Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte. BR
  • Prímola-Gomes, Thales Nicolau; Universidade Federal de Viçosa. Viçosa. BR
Arq. bras. cardiol ; 98(5): 431-436, maio 2012. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-643646
Responsible library: BR1.1
RESUMO
FUNDAMENTO A capacidade aeróbica é fundamental para o desempenho físico, e a baixa capacidade aeróbica está relacionada ao desencadeamento de diversas doenças cardiovasculares.

OBJETIVO:

Comparar a contratilidade e a morfologia de cardiomiócitos isolados de ratos com baixo desempenho e desempenho padrão para o exercício físico.

MÉTODOS:

Ratos Wistar, com 10 semanas de idade, foram submetidos a um protocolo de corrida em esteira até a fadiga, e foram divididos em dois grupos Baixo Desempenho (BD) e Desempenho Padrão (DP). Em seguida, após eutanásia, o coração foi removido rapidamente e, por meio de dissociação enzimática, os cardiomiócitos do ventrículo esquerdo foram isolados. O comprimento celular e dos sarcômeros e a largura dos cardiomiócitos foram medidos usando-se um sistema de detecção de bordas. Os cardiomiócitos isolados foram estimulados eletricamente a 1 e 3 Hz e a contração celular foi medida registrando-se a alteração do seu comprimento.

RESULTADOS:

O comprimento celular foi menor no grupo BD (157,2 ± 1,3µm; p < 0,05) em relação ao DP (161,4 ± 1,3 µm), sendo o mesmo resultado observado para o volume dos cardiomiócitos (BD, 25,5 ± 0,4 vs. DP, 26,8 ± 0,4 pL; p < 0,05). Os tempos para o pico de contração (BD, 116 ± 1 vs. DP, 111 ± 2ms) e para o relaxamento total (BD, 143 ± 3 vs. DP, 232 ± 3 ms) foram maiores no grupo BD.

CONCLUSÃO:

Conclui-se que os miócitos do ventrículo esquerdo dos animais de baixo desempenho para o exercício físico apresentam menores dimensões que os dos animais de desempenho padrão, além de apresentarem perdas na capacidade contrátil.
ABSTRACT

BACKGROUND:

Aerobic capacity is essential to physical performance, and low aerobic capacity is related to the triggering of various cardiovascular diseases.

OBJECTIVE:

To compare the morphology and contractility of isolated rat cardiomyocytes with low performance and standard performance for exercise.

METHODS:

Wistar rats with 10 weeks of age underwent a protocol of treadmill running to fatigue, and were divided into two groups Low Performance (LP) and Standard Performance (SP). Then, the animals were sacrificed, the heart was quickly removed and, by means of enzymatic dissociation, left ventricular cardiomyocytes were isolated. The cell and sarcomeres length and width of cardiomyocytes were measured using an edge detection system. The isolated cardiomyocytes were electrically stimulated at 1 and 3 Hz and cell contraction was measured by registering the change of their length.

RESULTS:

The cell length was shorter in the LP group (157.2 1.3µm; p < 0.05) compared to SP (161.4 1.3µm), and the same result was observed for the volume of cardiomyocytes (LP, 25.5 0.4. vs. SP, 26.8 ± 0.4 pL; p < 0.05). The time to peak contraction (LP, 116 1 vs. SP 111 2ms) and total relaxation (LP, 143 3 vs. SP 232 3ms) were higher in the LP group.

CONCLUSION:

We conclude that left ventricular myocytes of animals with low performance for exercise are smaller than animals with standard performance. In addition to that, they present losses in contractile capacity.
Subject(s)


Full text: Available Index: LILACS (Americas) Main subject: Myocytes, Cardiac / Exercise Test / Myocardial Contraction / Myocardium Limits: Animals Language: Portuguese Journal: Arq. bras. cardiol Journal subject: Cardiology Year: 2012 Type: Article Affiliation country: Brazil Institution/Affiliation country: Universidade Federal de Minas Gerais/BR / Universidade Federal de Viçosa/BR / Universidade Federal do Espírito Santo/BR

Similar

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Full text: Available Index: LILACS (Americas) Main subject: Myocytes, Cardiac / Exercise Test / Myocardial Contraction / Myocardium Limits: Animals Language: Portuguese Journal: Arq. bras. cardiol Journal subject: Cardiology Year: 2012 Type: Article Affiliation country: Brazil Institution/Affiliation country: Universidade Federal de Minas Gerais/BR / Universidade Federal de Viçosa/BR / Universidade Federal do Espírito Santo/BR