Your browser doesn't support javascript.
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 2 de 2
Filter
Add filters

Type of study
Journal
Document Type
Year range
1.
REMark ; 21(3):942-1004, 2022.
Article in English | ProQuest Central | ID: covidwho-1964375

ABSTRACT

Objective: This research investigates how the government of a low-income country can use sentiment analysis on social media and improve its communication during a national crisis. Method: This research scraped citizens’ comments on the Brazilian Health Department’s Facebook page regarding the COVID-19 pandemic (N = 106,292). Data were cleaned, and sentiment analysis was performed using social media comments (N = 93,715) employing the software LIWC. Originality/Relevance: The comprehension of citizens' emotions during a crisis is the most relevant aspect of the study. We mainly discuss that videos make sentiments stronger and impact the perceptions about press conferences and informative posts content. Results: Findings revealed that the government posts in social media were composed of three categories: informative, press conference, and prevention. Further, it demonstrated that when these posts were made with video (vs. picture), citizens’ positive emotions, social aspects, perceptual aspects, work aspects, and death perceptions were stronger. It happens because when the government uses video (vs. picture), people have more vividness regarding the post, increasing the intensity of sentiments. Theoretical/methodological/practical contributions: This research contributes, in a practical manner, by providing evidence of how citizens feel during a pandemic and what is the best manner to attenuate their negative sentiments. It also contributes by applying a sentiment analysis approach, a method that has been growing in the last years, mainly in the discussions about how consumers and people feel concerning their consumption and daily life experiences. It can be helpful for the communication strategies made by the government during a national crisis.

2.
REMark ; 21(3):942-1004, 2022.
Article in Portuguese | ProQuest Central | ID: covidwho-1964374

ABSTRACT

Objetivo: Essa pesquisa investiga como o governo de um país em desenvolvimento pode usar a análise de sentimentos nas mídias sociais para melhorar a comunicação durante uma crise nacional. Método: Coletou-se comentários dos cidadãos nos posts referentes a COVID-19 na página do Facebook do Ministério da Saúde do Brasil (N = 106.292). Os dados foram purificados e os comentários (N = 93.715) foram inseridos no software LIWC para a realização da análise de sentimentos. Originalidade/Relevância: Compreender a respeito das emoções vividas pelos cidadãos durante uma crise é um dos aspectos mais relevantes do presente estudo. Apresentamos que os vídeos tornam os sentimentos mais fortes e, também, impactam a percepção sobre os conteúdos publicados nas conferências de imprensa e nos posts informativos. Resultados: Os resultados demonstraram que os posts do governo na mídia social eram compostos por três categorias: informativos, coletiva de imprensa e prevenção. Posteriormente, os achados indicaram que os posts com vídeo (vs. foto) possuem efeito maior sobre emoções positivas, aspectos sociais, aspectos perceptuais, aspectos do trabalho e percepções sobre a morte dos cidadãos. Isso acontece porque, quando o governo usa vídeo (vs. foto), as pessoas têm mais clareza sobre o post que, consequentemente, aumenta a intensidade dos sentimentos. Contribuições teóricas/metodológicas/práticas: A presente pesquisa contribui, em uma perspectiva gerencial e prática, com a provisão de evidências a respeito de como os cidadãos se sentem durante uma pandemia e qual é a melhor maneira de atenuar seus sentimentos negativos. Contribui, ainda, com a aplicação da análise de sentimentos, método que vem crescendo nos últimos anos principalmente nas discussões a respeito de como os consumidores e as pessoas se sentem acerca de suas experiências de consumo e de sua rotina cotidiana. Logo, tal contexto pode se tornar útil para as estratégias de comunicação desenvolvidas pelo governo durante uma crise nacional.

SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL